Você está na página 1de 10

Instalação do Slackware 11.

0 Sem Medo

Introdução: Muito se fala sobre essa maravilhosa distribuição Linux, e por algumas
coisas ditas, várias pessoas tem medo de experimentar essa distribuição. Esse artigo
pretende mostrar como fazer uma instalação do Slackware 11.0. Esse artigo se destina a
usuários iniciantes que querem experimentar o Slackware mas não encontram suporte
para a instalação. Partiremos do principio que você possui os 3 cd's de instalação do
sistema, se você não possui dê uma olhada no site www.slackware.com e veja como
baixar os cd's.
Dando boot e começando a instalação: Dependendo da sua placa mãe,
podemos utilizar o boot por cd ou boot por disquete. Caso a sua placa-mãe seja um pouco
mais antiga, talvez você não conseguirá dar boot pelo cd.
Boot pelo cd: Vamos configurar o seu computador para que ele dê partida(boot)
pelo cd. Vou colocar algumas telas(imagens) para melhorar a visualização do
processo, porém cada placa-mãe possui uma bios diferente e as telas podem diferir
um pouco. Ao ligar o seu computador fique pressionando a tecla Del ou Delete,
para entrar na bios. Você verá a tela abaixo:

Figura 1 – BIOS
Observe, na figura acima, o Primary Master, ele possui um dispositivo Vmware Virtual ID,
isso ocorre porque estou utilizando o Vmware(Máquina Virtual) para gerar as imagens e
construir esse artigo. Agora vamos até a opção Boot, observe a imagem acima(utilize as
setas do teclado para chegar até lá). Na tela boot, vista abaixo, podemos escolher qual
vai ser o dispositivo a ser inicializado primeiro, escolha o seu cd-rom, salve as
modificações e saia da bios. Coloque o primeiro cd de instalação do slackware 11.0 no
drive para começarmos a instalação.
Figura 2 – Configurando o Boot
Boot por disquete: Se por algum motivo, a sua placa mãe não suportar o boot
pelo cd-rom, vamos criar um disco de boot para inicializarmos a instalação. Abaixo
segue os passos para criar um disco de boot no windows e no linux.
Windows: Coloque o segundo cd de instalação do slackware 11.0, vá até o
iniciar → Executar e digite: x:\bootdisks\rawrite.exe imagem a:
onde: x representa a letra da sua unidade de cd-rom, imagem representa a
imagem de boot a ser copiada para o disquete(veja as imagens
disponíveis na pasta bootdisks) e a: representa a sua unidade de disquete.
Exemplo: Sendo d a letra do meu cd-rom e sata.i a imagem que eu gostaria
de copiar para o disquete, ficaria assim: d:\bootdisks\rawrite.exe sata.i a:

Linux: Vamos utilizar o modo-texto para criar o disquete de boot. Formate o


disquete com o comando fdformat /dev/fd0. Coloque o segundo cd de
instalação do slackware 11.0 no drive e monte com o comando mount
/dev/hdd /mnt/cdrom, onde /dev/hdd representa o dispositivo cd-rom
instalado no seu computador e /mnt/cdrom a pasta onde será montado esse
dispositivo. Observe a pasta /mnt/cdrom/bootdisks, lá você vai encontrar
algumas imagens prontas para ser copiadas para o disquete. Como no
windows vamos copiar a imagem sata.i. Para isso vamos utilizar o comando
cat /mnt/cdrom/bootdisks/sata.i > /dev/fd0. Agora você já possui um disquete
inicializável.
Após ter criado o disquete de boot, volte a bios e configure seu computador para
que ele dê boot pelo disquete e coloque o disco de instalação do slackware
11.0 número 1 no seu drive de cd-rom e reinicialize o seu computador.
Iniciando a instalação: Após ter configurado o boot da máquina(pelo cd ou pelo
disquete) e dado um novo boot na máquina, pelo processo escolhido, você verá a tela
abaixo:

Figura 3 - Primeira tela após o boot


Pressione ENTER e deixe o Linux carregar o kernel para começarmos a instalação. Após
ter carregado o kernel,a imagem abaixo será exibida, a primeira coisa a fazermos, antes
de efetivamente começarmos a instalação é a configuração do teclado.

Figura 4 - Configuração do Teclado


Por padrão o slackware esta utilizando o mapa de teclado US, para configurarmos o
teclado, digite 1 e pressione ENTER. A tela abaixo será exibida, você deve procurar o
mapa do seu teclado. Por exemplo, se o seu teclado possui Ç, utilize o mapa qwerty/br-
abnt2.map. Navegue entre os mapas de teclado utilizando as setas do teclado e
pressione ENTER para selecionar o desejado.
Figura 5 - Selecionando o Mapa de Teclado

Após ter selecionado o mapa do teclado será exibida uma tela para o teste do teclado,
digite alguma coisa nessa tela e se o teclado estiver funcionando corretamente, apague
tudo o que você digitou, digite 1 e pressione ENTER para continuarmos a instalação, se
ocorreu algo errado(seu teclado não esta configurado corretamente), apague tudo o que
você digitou , digite 2 e pressione ENTER para voltar e selecionar outro mapa de teclado.
Observação: Se você possui um teclado abnt2(teclado com Ç), utilize o mapa escolhido
na figura 5(qwerty/br-abnt2.map), e se na hora do teste o Ç não funcionar, não se
preocupe, após a instalação do slackware o seu teclado funcionará normalmente,
inclusive o Ç. Não sei porque isso acontece, mas o fato é que depois da instalação o seu
teclado estará configurado corretamente.

Depois da configuração do teclado a tela abaixo será exibida e você deve se logar no
sistema, digite root para o usuário e pressione ENTER. Nenhuma senha será requisitada.

Figura 6 - Logando no sistema para começar a instalação


Configurando a Instalação: Após você ter se logado no sistema o prompt será
exibido e devemos criar as partições para a instalação do slackware 11.0

Figura 7 - Prompt após ter se logado no sistema

Partindo do principio que você tenha um Hard Disk(HD) e deseja instalar apenas o linux
nele, vamos criar as partições necessárias. Você pode criar várias partições, como esse
não é o objetivo desse artigo, vamos criar apenas duas partições: a partição root(/), onde
será instalado o linux e a partição swap(memória virtual). Se você possui pouca memória
ram(Menos de 512MB) recomendo criar uma partição swap com o dobro de tamanho da
memória ram, se você possui memória ram acima de 512Mb, pode criar uma partição
Swap com o mesmo tamanho da sua memória Ram.
Para criarmos as partições podemos utilizar o fdisk ou o cfdisk, vamos utilizar o cfdisk,
digite cfdisk e pressione ENTER. Será exibida a tela abaixo, todas as partições que
estiverem no HD serão mostradas nessa tela. ATENÇÃO: Vamos deletar todas as
partições contidas aqui, portando se você possui algumas informações importantes nesse
HD faça um backup antes.

Figura 8 – Cfdisk e as partições presentes no HD

Utilize as setas do teclado(↑ ou ↓) para navegar entre as partições existentes no HD e as


setas(← ou →) para percorrer as opções do cfdisk. Para deletar uma partição, selecione a
partição e navegue até Delete e pressione ENTER. Após ter deletado todas as partições,
vamos criar a partição Swap e a root(/), nessa ordem. Para Criar uma partição navegue
até New e pressione ENTER, o cfdisk irá perguntar se você deseja criar uma partição
primária ou secundária, escolha primária e pressione ENTER. O Cfdisk irá perguntar o
tamanho da partição, veja a dica acima para a partição Swap, digite o tamanho da
partição em Mb e pressione ENTER. O cfdisk irá perguntar se você quer colocar a
partição no início ou no fim do HD, escolha Beginning(Começo) e pressione ENTER. Por
padrão o cfdisk cria as partições como tipo 83(Partição Linux). Como a partição que
criamos agora vai ser utilizada como a partição Swap, devemos trocar o tipo da partição
para Swap. Selecione a partição que acabamos de criar com as setas(↑ ou ↓) e navegue
com as setas(← ou →) até a opção Type e pressione ENTER. Será exibida uma tela com
todas as opções de partições. Observe que 83 representa o tipo de partição Linux e 82
representa a partição do tipo linux swap. Pressione ENTER, agora você pode digitar o tipo
requerido, nesse caso, 82(Linux Swap.) e pressione ENTER. A tela abaixo esta
mostrando a partição criada com os passos acima:

Figura 9 - Partição Swap Criada

Após ter criado a partição Swap, devemos criar a partição root(/), onde o Slackware 11.0
será instalado, se você deseja instalar o sistema completo(usar os 3 cd's), essa partição
deverá ter o tamanho mínimo de 3.0GB(3072.0MB). Selecione o espaço livre no disco e
crie uma nova partição, sigas os passos utilizado para criar a partição Swap(descrito
acima). Ao final você terá um partição do tipo 83(Linux), você não deve colocar a partição
root(/) com o tipo 82(Linux Swap). A partição root(/) deve ser “bootável”, para isso,
selecione a partição, vá até a opção Bootable e pressione ENTER. Agora já temos as
duas partições necessárias para a instalação do Slackware 11.0. Devemos salvar as
modificações efetuadas até aqui. Vá até a opção Write e pressione ENTER. O Cfdisk
pergunta se você realmente quer escrever as novas partições no disco, se você tiver
certeza que esse HD não contenha informações importantes ou se você efetuou um
backup dos dados contidos nele, digite yes e pressione ENTER. Após ter escrito as
partições o cfdisk retorna para a tela principal. Navegue até a opção Quit e pressione
ENTER. Você irá retornar para o Prompt. A tela abaixo exibe todas as partições criadas
pelo cfdisk, seguindo o roteiro acima.
Figura 10 – Partições Criadas

Agora que já criamos as partições e estamos novamente no prompt, digite setup e


pressione ENTER para começarmos a instalação. A tela abaixo será exibida e nela
devemos indicar qual partição será utilizada para a partição swap e qual será utilizada
para a instalação do Slackware.

Figura 11 – Tela Principal do Setup


Vá até a opção ADDSWAP, utilize as setas (↑ ou ↓) para navegar nesse menu, e
pressione ENTER. Provavelmente a partição que criamos com o tipo Swap já está
marcada como sendo a partição que o slackware 11.0 irá utilizar para a partição da
memória virtual, pois o setup do slackware realiza uma procura no HD em busca de uma
partição com o tipo Swap. Veja a tela abaixo(figura 12). Pressione ENTER e o Setup irá
perguntar se você deseja chegar se a partição esta com algum defeito físico de disco(os
famosos BadBlock's), isso fica a seu critério, selecione a sua opção e pressione ENTER.
O Setup irá formatar e ativar a partição selecionada como a partição Swap.

Figura 12 – Partição Swap encontrada pelo Setup do Slackware 11.0

Será exibida uma tela com a confirmação da partição utilizada como Swap, pressione
ENTER. Agora o Setup, vai buscar no disco partições onde o Slackware poderá ser
instalado, como criamos apenas duas partições, a swap e a root(/), a root(/) será
selecionada nesse momento. O Setup já à seleciona, devemos apenas confirmar e
pressionar ENTER. Agora o setup mostra um menu com as opções Format,Check,No,
como acabamos de criar a partição, o Format será obrigatório, o check, como na partição
Swap, ficará a seu critério. A opção No é utilizada caso você tenha formatado a partição
manualmente. Selecione Format e pressione ENTER. Em Seguida o Setup Irá perguntar
qual tipo de arquivo você deseja selecionar para a partição. As opções são as seguintes:
Ext2,Ext3,reiserfs. Fica a seu critério essa escolha, mas eu recomendo a reiserfs. Escolha
a sua opção e pressione ENTER. Após a formatação da partição, o Setup irá mostrar uma
tela para a confirmação da formatação efetuada. Pressione ENTER. Agora o Setup
pergunta de onde virão os aquivos para a instalação, como estamos instalando a partir
dos 3 cd's, selecione a opção Install from a Slackware Cd or Dvd e pressione ENTER. O
Setup pergunta se você deseja especificar a unidade de cd-rom que contém o cd de
instalação ou se você deseja que ele procure automaticamente, Selecione auto(Procura
automática) e pressione ENTER. O Setup irá procurar o drive de Cd-rom e após a busca
ser concluída com sucesso, aparecerá uma tela com as séries de pacotes a serem
instaladas, marque todas, para isso utilize as setas do teclado e o espaço para
marcar/desmarcar as séries. Após isso pressione ENTER. Aparece uma tela perguntando
como você deseja instalar, vamos utilizar a opção full(instalar todos os pacotes – é
necessário possuir os 3 cd's). Selecione full e pressione ENTER. Finalmente a instalação
começou efetivamente, aguarde, que agora todos os pacotes serão instalados, serão
requisitados os cd's de número 2 e 3, quando o Setup pedir os cd's coloque no drive e
pressione ENTER para continuar a instalação. Se você não quiser, instalar os cd's 2 e 3
você poderá marcar a opção de não instalar mais nenhum cd e continuar a instalação,
mas como queremos instalar o sistema completo, coloque os outros cd's e continue a
instalação.

Configuraçõs Após a Instalação: Após a instalação ser concluída


precisamos configurar algumas coisas. A primeira tela a ser exibida após a
instalação(figura 13), será a tela onde vamos selecionar qual kernel queremos utilizar, em
geral, utilizamos o memo kernel que demos boot na máquina para fazer a instalação, pois
já sabemos que ele funciona com a configuração do nosso computador.

Figura 13 – Escolha do Kernel a ser utilizado

Vá até cdrom e pressione ENTER. O setup pedirá para você inserir o disco de instalação
número 1. Coloque o disco 1 no drive e pressione ENTER. Escolha o Kernel utilizado na
instalação e pressione ENTER. Será apresentado a opção de criar um disco de Boot, fica
a seu critério. Se você não quiser criar um disco de boot, escolha a opção Skip e
pressione ENTER. Após isso, o Setup irá perguntar se você possui um modem e se
deseja instalá-lo . O Objetivo desse artigo é instalar o Slackware 11.0, não se atendo a
cada configuração de dispositivos, pois o artigo já esta muito extenso e cada usuário
possui um tipo de hardware, dificultando a escrita de um artigo para esse fim. Se você
quer instalar um dispositivo específico, procure, aqui mesmo no site, um artigo ou uma
dica sobre como configurar o dispositivo em questão. Outro fator, também muito
importante, é que o autor não possui conhecimentos suficientes para isso. A próxima
pergunta é se você deseja ativar o HotPlug durante o boot, escolha Yes e pressione
ENTER. O HotPlug é importante para dispositivos USB como Pen-drives e etc. Agora
devemos configurar o LILO, para quem não esta familiarizado com o Linux, o LILO é um
dos gerenciadores de boot disponíveis para ele. Escolha a opção Simple e pressione
ENTER. Escolha a resolução da Tela como 1024X768X256, você pode utilizar outra, caso
queira, e pressione ENTER. Agora você pode inserir opções adicionais para inicializar o
kernel, isso é recomendado apenas para usuários não iniciantes, pressione ENTER.
Como instalamos apenas o Slackware nesse HD,vamos instalar o LILO na MBR(Master
Boot Record) que é o setor de boot inicial do HD. Escolha a opção MBR e pressione
ENTER. Agora você pode configurar o seu mouse e pressionar ENTER. Depois de
configurar o mouse, você possui a opção de configurar a rede. Agora você pode definir
quais serviços serão inicializados durante o boot, se você é um usuário iniciante apenas
de Ok nessa tela. Na instalação de Fontes escolha NO e pressione ENTER. Agora, você
deve configurar o fuso horário, escolha a opção NO e pressione ENTER. Procure e
selecione a sua região, após isso pressione ENTER. Agora você pode definir qual
gerenciador de janelas será o padrão, escolha o da sua preferência, atualmente, os dois
mais usados são: Gnome e KDE, escolha o seu e pressione ENTER. O Setup irá dizer
que não encontrou senha para o usuário root e pergunta se você quer definir a senha,
escolha a opção yes e pressione ENTER. Você deverá digitar a senha escolhida para op
usuário root e confirmar a senha, digitando novamente. Após isso pressione ENTER para
voltar ao Setup. Você será recebido por uma tela dizendo que a instalação foi concluída e
que você deve reiniciar o sistema pressionando CTRL+ALT+DELETE. Faça isso e pronto,
seu slackware 11.0 esta instalado.

Conclusão: Espero que todos tenham conseguido instalar o Slackware 11.0 com
esse artigo, e que o mesmo quebre um mito para muitos:”O slackware é muito difícil de
mexer e instalar.” Agora aproveite para aprender a mexer no Linux e no Slackware.
Qualquer dúvida, sugestão ou reclamação, mande um e-mail para
jcajcefet@yahoo.com.br
João Carlos.
SEJA LIVRE – USE LINUX