Você está na página 1de 26

SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

Dr. Juarez Harding


SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

Identificação
Queixa e duração
História da Moléstia Atual
Antecedentes Pessoais
Antecedentes Familiais

Exame Físico Geral


SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

Exame Físico Neurológico:

Importância para o diagnóstico


Raciocínio Anatômico e Topográfico
“Saber o normal”
Sistematização
Comparação contralateral
Considerações fundamentais
SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

Roteiro para o Exame Físico Neurológico:

1. Inspeção geral
2. Marcha e Equilíbrio
3. Funções Motoras
4. Coordenação
5. Funções Sensitivas
6. Nervos Cranianos
7. Consciência e Funções Cognitivas
8. Sinais Meningorradiculares
SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

1. Inspeção geral:

Fácies e Atitude
SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

2. Marcha e Equilíbrio:

Marcha (Equilíbrio dinâmico)

Equilíbrio estático
SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

3. Funções Motoras:

• Tônus

• Trofismo

• Força

• Reflexos
SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

3. Funções Motoras:

• Tônus

• Trofismo
SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

3. Funções Motoras:

• Força (manobras de oposição)


SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

3. Funções Motoras:

• Força (manobras deficitárias)


SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

3. Funções Motoras:

• Reflexos (profundos ou tendinosos)


SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

3. Funções Motoras:

• Reflexos (superficiais)

Sinal de Babinski Sinal de Chadock


São patológicos (liberação piramidal)
SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

3. Funções Motoras:

Movimentos Involuntários

(Coréia, Atetose, Balismo, Mioclonias, Espasmos, Distonias,


Tremores, Fasciculações, Tiques etc)
SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

4. Coordenação:

Provas:

Índex-nariz
Calcanhar-joelho
Movimentos alternados
do Rechaço
de Babinski
Outras...
SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

5. Funções Sensitivas:

• Sensibilidade Superficial (Dolorosa/Térmica):


Tracto espino-talâmico

• Sensibilidade Profunda (Proprioceptiva/Vibratória):


Tractos grácil e cuneiforme
SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

5. Funções Sensitivas

Padrões de comprometimento encefálico


SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

5. Funções Sensitivas

Padrões de comprometimento medular


SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

5. Funções Sensitivas

Representação das raízes Representação dos nervos


SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

6. Nervos Cranianos:

I – Olfatório
II – Óptico (Acuidade visual, campimetria, fundo de olho)
III, IV e VI – Oculomotor, Troclear e Abducente (MOE, pupilas, pálpebras)
V – Trigêmio (Sensibilidade e motricidade)
VII – Facial (Mímica facial, gustação)
VIII – Coclear + Vestibular
(Audição, equilíbrio, nistagmos, movimentos oculares)
IX e X – Glossofaríngeo e Vago (Palato, deglutição, reflexo nauseoso)
XI – Acessório (Trapézios e Esternocleidomastóideos)
XII – Hipoglosso (Movimentos da língua)
SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

6. Nervos Cranianos:
III, IV e VI – Oculomotor, Troclear e Abducente (MOE, pupilas, pálpebras)
SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

6. Nervos Cranianos:
V – Trigêmio (Sensibilidade e motricidade)
SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

6. Nervos Cranianos:
VII – Facial (Mímica facial, gustação)

P. F. Central P. F. Periférica
SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

6. Nervos Cranianos:
IX e X – Glossofaríngeo e Vago (Palato, deglutição, reflexo nauseoso)
XI – Acessório (Trapézios e Esternocleidomastóideos)
XII – Hipoglosso (Movimentos da língua)
SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA

7. Consciência e Funções Cognitivas

Nível de consciência (ECG), conteúdo da consciência,


dominância cerebral, orientação direita/esquerda, estado afetivo,
atenção, linguagem, escrita, praxias, gnosias, estado mental etc
“Poderemos agir como especialistas apenas naquilo que se refere
às técnicas semióticas e à prática da observação de seus
resultados. Todavia, na aplicação e interpretação desses
resultados e sua utilização no trato dos fenômenos clínicos é
mister sermos unicistas na avaliação do primum movens do
desencadeamento do fato patológico. Sem isso, falha seria a
terapêutica e deturpada a ação do médico.”

Adherbal Tolosa
Prefácio de “Propedêutica Neurológica” 1969
Obrigado!!!