Você está na página 1de 39

ESPÍRITO SANTO E FOGO

Ap. Fábio Fernando

Introdução

BUSCANDO O BATISMO

N essa minha jornada de 20 anos como cristão, uma


das coisas que mais me atingiu espiritualmente,
foi o grande jugo imposto pelas igrejas onde
congreguei ao longo desse tempo, em relação ao
batismo com o Espírito Santo. Lembro-me como
chorava desejando ser batizado e vendo vários
adolescentes como eu falando em outras línguas e eu
não. Como servo obediente seguia todos os rituais que
me propunham como: dizer a palavra “glória” sem
parar, subir montes, fazer jejuns, ir todas as vigílias de
oração – não que estas coisas não sejam importantes,
pelo contrário, mas me refiro a rituais específicos,
verdadeiros jugos que muitas igrejas sacramentam até
hoje como condições para receber o batismo – e
apenas o que ouvia me dizerem depois era: “você foi
queimado, continue buscando” ou “há algum pecado
na sua vida que está impedindo” e até mesmo “você
não está buscando o suficiente”. Não consigo esquecer
como ficava vermelho e exausto de tanto dar glória
repetidamente, a ponto da língua enrolar naturalmente
e eu achar que estava conseguindo, como se fosse algo
físico, que conseguisse através de minha força ou
capacidade natural; mas nada acontecia.

1
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

 Por que não conseguia receber?

O interessante é que eu buscava o batismo


simplesmente porque nas pregações diziam que era
importante, que todo crente deve ser cheio do Espírito,
que o vaso não pode ficar sem óleo, que a lamparina
precisa do azeite para a chama não apagar, que quem
não fala a língua do céu, não é cidadão de lá, mas
nunca explicaram sequer o que é ser “cheio” do
Espírito e a diferença entre ser “cheio” e “andar” em
Espírito. O apóstolo Paulo declara em Efésios 5:18:

“...e não vos embriagueis com vinho, no qual há


devassidão, mas enchei-vos do Espírito...”

Já em Gálatas 5:16 Paulo afirma:

“...Andai em Espírito e não satisfareis dos desejos de


vossa carne.”

No primeiro caso o apóstolo se refere a ser “cheio de”


e no outro a “andar em”, ambos os casos se referindo
ao Espírito Santo. No primeiro colocando o Espírito
como uma energia e, no segundo, como uma pessoa.
Isso dificultava o meu entendimento e talvez dificulte
também o seu. Ora a Bíblia se refere ao Espírito como
uma pessoa e ora como um poder. Eu buscava a
plenitude do Espírito, mas na realidade não sabia

2
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

exatamente o quê estava buscando. O meu desejo é


que, da mesma forma com que compreendi a revelação
acerca do Espírito Santo e dos seus batismos, você
também compreenda e seja abençoado com essas
magníficas promessas que Deus quer cumprir em sua
vida.

 Confusões por causa do batismo.

Outra situação terrível que várias vezes


presenciei e até mesmo participei, era afirmar que os
tradicionais (batistas, presbiterianos e outras igrejas
que não aceitam “esse tipo” de batismo) não tinham o
Espírito Santo, pelo simples fato de não aceitarem o
falar em línguas estranhas. Por outro lado, também era
terrível ouvir dos tradicionais que língua estranha era
uma promessa apenas para o dia de pentecostes, e hoje
não acontece mais, atribuindo-se ao diabo ou a carne
essas manifestações. E agora? Quem está certo e quem
está errado? Quantas e quantas igrejas já se dividiram
ou se esvaziaram por causa dessa guerra que está
escondida por detrás dos púlpitos e pregações. Quem
dará conta a Deus por tantas vidas que foram atingidas
e danificadas por causa dessa briga inútil?

 Batismo nas águas

Não estou me referindo neste livro ao batismo


nas águas, por ser um sacramento de ordem material,
3
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

com um sentido espiritual, que expressa o simbolismo


do novo nascimento em Cristo Jesus e uma confissão
pública de fé, mas me refiro a dois batismos
espirituais: o batismo com o Espírito Santo e o batismo
com fogo. Com certeza essa compreensão será
tremenda para a sua vida!
Tenho certeza que todas as revelações que recebi
pela Palavra, eliminaram todas as dúvidas e
questionamentos que em mim haviam e, com certeza,
servirá para um grande amadurecimento espiritual em
sua vida. Desejo ressaltar que não estou trazendo nada
novo, senão o que sempre esteve presente nas
Escrituras Sagradas. Ore a Deus nesse momento,
pedindo discernimento espiritual e a cobertura do
sangue de Jesus sobre sua vida e sua mente e receba a
partir de agora a mente de Cristo, o Espírito de
revelação e de conhecimento, e toda unção necessária
para receber as revelações desta poderosa Palavra.

4
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

Capítulo I

O PLANO INICIAL

“Então, formou o Senhor Deus ao homem do pó da


terra e lhe soprou nas narinas o fôlego de vida, e o
homem passou a ser alma vivente”.(Gen. 2:7)

N ão existe hoje método técnico, científico e


concreto melhor do que o exame de DNA para
provar a paternidade ou maternidade de uma
criança. Por quê? Porque a criança possui dentro de si
uma parte de sua mãe e de seu pai através de sua
genética. Na criação, o único ser que Deus colocou
uma parte Dele foi o homem. Observe que, pela
Palavra, Deus trouxe o mundo à existência. Mas Deus
não disse: “Faça-se o homem!”, e sim:

“... Façamos o homem à nossa imagem, conforme a


nossa semelhança...” (Gen. 1:26a)

Ou seja, o próprio Criador fez o homem e colocou


dentro dele uma parte de Si, o Seu Espírito, o fôlego
de vida. Observe que Deus soprou nas narinas do
homem. Ora, se o Criador quisesse apenas dar vida ao
homem, Ele poderia soprar sobre o homem inteiro, ou
ordenar que o homem vivesse; mas Ele desejou que o

5
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

homem fosse mais do que uma criação, Ele desejou


que o homem fosse seu filho; por isso colocou o Seu
“DNA” no homem, uma parte de Si, a terceira Pessoa
da Trindade, o Espírito Santo. Na Bíblia de Jerusalém
(reconhecidamente, a que melhor traduz os textos
originais) a tradução para a palavra “soprou” de Gen.
2:7 é “insuflou”, que significa: “encheu de”. Que coisa
tremenda! Deus soprou (insuflou) exatamente nas
narinas do homem, pois desejou que o Espírito
entrasse dentro dele, e o homem tornou-se alma
vivente. Só existe vida verdadeira quando o Espírito
está dentro de nós. Um homem sem o Espírito de Deus
dentro de si não passa de um boneco, uma marionete
manipulada por sua mente carnal, pelo mundo em que
vive e pelos poderes espirituais da maldade.

 Um projeto perfeito:

A tricotomia humana: corpo, alma e espírito,


semelhança da Trindade divina, foi um projeto perfeito
de Deus. Ele deu ao homem um corpo físico, que nada
mais é do que uma armadura, a moradia da alma e do
espírito, algo que lhe dá consciência do mundo
material. Deu também uma alma eterna, que é o
próprio homem, seu caráter, sua personalidade, o que
lhe dá consciência de si mesmo e lhe deu um espírito,
que é a parte de Deus nele. Todo homem tem um
espírito, tenha sido ele transformado em filho de Deus

6
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

ou não. A diferença é que, aquele que é transformado


em filho de Deus, através de sua conversão a Cristo
recebe em seu espírito o Espírito de Deus, tornando-se
um santuário, como descreve o apóstolo Paulo em I
Coríntios 6:17 e 19:

“Mas aquele que se une ao Senhor constitui com Ele


um só espírito.”

“Ou não sabeis que o vosso corpo é templo do


Espírito Santo, que está em (dentro de) vós e que
recebestes de Deus? ...e que, portanto, não pertenceis
a vós mesmos?

Já o não convertido permanece apenas com seu


espírito humano, visto que o pecado rompeu o elo que
ligava o homem a Deus. Em ambos os casos, ao
morrer o homem, o espírito volta para Deus que o deu,
conforme Eclesiastes 12:7. A palavra grega para
espírito é “pneuma” e a hebraica “ruach” que significa
“ar”. Por isso Deus insuflou no homem o seu fôlego.
Entendamos o seguinte: quem soprou foi Deus, do
“ar” que saiu de Seu interior. Não confunda isso com
o nosso ar natural chamado oxigênio. Muitos
entendem que o espírito é que irá para o céu ou para o
inferno. Não! Todo espírito volta para Deus. A alma,
ou seja, o verdadeiro homem, pois o corpo é pó e ao pó
retornará, é que será destinada a salvação ou perdição

7
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

eterna. O que gera dúvidas é que embora a alma seja


distinta do espírito, a mesma também é um espírito,
como os anjos. No entanto, ela não é o “pneuma”; é
abstrata e imortal. A sua alma é quem realmente você
é. O seu corpo é reflexo de sua alma, fica alegre
quando ela está alegre, triste quando ela está triste,
doente quando ela está doente. Quando Cristo cura
completamente sua alma, todo o seu corpo é
completamente curado.

 A outra metade humana

Além de tornar o homem um ser vivente, outra


obra prima da criação foi feita a partir do próprio
homem:

“E da costela que o Senhor Deus tomou do homem,


formou uma mulher...” (Gen. 2:22)

Quando a Palavra declara “mulher”, se refere ao


feminino do homem, pois, na realidade, Deus formou
uma moça, uma virgem, uma noiva para Adão, que
veio a se tornar uma mulher, sua esposa, após
coabitarem. Como ela foi formada a partir do homem,
levou consigo também uma parte de Deus, sendo feita
sua filha.
O plano do Criador foi perfeito! Seus filhos se
multiplicariam e encheriam a Terra. Uma raça perfeita,

8
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

sem doenças, dores, com cem por cento de sua


faculdade mental (hoje usamos seis por cento), sem
morte, com uma terra produtiva. Creio que o plano de
Deus era que o homem dominasse o universo. Imagine
que, se com seis por cento da faculdade mental, mais
mortes, enfermidades, dores, aflições, fome,
desespero, etc., o homem chegou à lua, envia satélites
à Marte, avançou na ciência e na tecnologia, muito
mais teria feito com uma mente perfeita, um corpo
perfeito em uma terra perfeita! Não creio que o nosso
Deus tenha criado esse universo apenas para enfeitar o
nosso céu durante a noite. Não! O homem seria,
provavelmente, o grande administrador da criação
divina.

 O elo é rompido.

Infelizmente entra em cena o pecado. O elo


divino é rompido, a terra amaldiçoada, o Espírito de
Deus deixa o interior do homem e da mulher, que
juntos sofrem as conseqüências da queda. Deus, em
seu infinito amor, decreta que assim como por um
homem (Adão) entrou o pecado no mundo, por um
homem (Jesus) seríamos remidos e justificados. Desta
forma, Deus profere a sentença de satanás, em Gen.
3:15, dizendo que, da semente da mulher, nasceria um
homem (Jesus) que esmagaria a cabeça da serpente

9
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

(satanás). A vitória de Cristo e a derrota de satanás foi


decretada ali.

 Filhos de Deus X filhos do diabo

Jesus recebe a incumbência divina de restaurar o


elo de ligação entre o Espírito Santo e o espírito
humano, mas enquanto isso não ocorre na cruz do
Calvário, Deus estabelece que o sangue do sacrifício
de animais fará a expiação do pecado humano, a partir
do momento em que matou um animal, provavelmente
um cordeiro, e fez para Adão e Eva roupas para
cobrirem sua nudez (pecado). O homem passa a ser
apenas uma criatura, perdendo a condição de filho de
Deus.
“Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda
criatura.” (Mc 16:15)

É lógico que Cristo não se referia a criaturas como


árvores, animais, etc., mas aos homens que, pelo
pecado, regrediram a essa posição, e, somente por
intermédio de Jesus podem retornar à posição de filho:

“Veio para o que era seu, mas os seus não O


receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-
lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que
crêem no seu nome.” (Jo 1:11,12)

10
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

Jesus denomina três estágios humanos distintos:


criatura de Deus, filho de Deus e filho do diabo. Não
há como existir criatura do diabo, pois o mesmo não
tem condições nem poder para criar nada. O máximo
que pode fazer é imitar ou tomar como dele alguma
criação de Deus. Não consigo entender como pessoas
podem dizer: “esse instrumento é do diabo”, “essa
cor é do diabo”, “a praia é do diabo”, “essa roupa”,
etc. No livro de Jó, capítulo 41, versículo 11, Deus diz:

“Quem primeiro me deu a mim, para que eu haja de


retribuir-lhe? Pois tudo quanto existe debaixo de
todo céu é meu.”

Tudo pertence a Deus! Satanás não tem nada, nem a


chave de sua casa, pois lhe foi tirada por Jesus de
Nazaré. Sendo assim ele não pode ser criador, apenas
um posseiro (pessoa que toma posse de algo que não
lhe pertence). Segundo Jesus ele pode ser pai:

“Vós tendes por pai o diabo, e quereis satisfazer os


desejos de vosso pai... (Jo 8:44)

Como funciona isso? É simples! Todos nós somos


criaturas de Deus, ou melhor, nos tornamos criaturas
por causa do pecado. Mas chega o momento em que a
verdade contida no Evangelho de Jesus Cristo nos é
apresentada. É nesse momento que o Espírito nos

11
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

convence a receber a Cristo como salvador ou não. Ao


recebermos somos transformados em filho de Deus (Jo
1:12), nascidos não da vontade da carne ou do sangue,
mas de Deus; os que desprezam são transformados em
filhos do diabo. Tudo segundo a pré-ciência de Deus,
que antes da fundação do mundo nos formou e nos
predestinou conforme a sua infinita misericórdia.
 Não existe meio termo.

Sei que esta é uma palavra dura, mas acontece que


no Reino de Deus não existe meio termo. É sim ou
não, verdade ou mentira, bem ou mal. Em Mateus
12:30 Jesus disse:
“Quem não é comigo é contra mim; quem comigo
não ajunta, espalha”.

Analise: eu poderia não ajuntar, mas também não


espalhar, ou seja, deixar do jeito que está. Mas isso só
ocorre no reino humano, material. No reino de Deus
quem não ajunta, espalha, quem não é filho de Deus, é
filho do diabo. No decorrer deste livro você entenderá
completamente o que é ser filho de Deus e que o
batismo com o Espírito Santo tem tudo a ver com essa
situação. Para isso será necessário entendermos o
plano emergencial de Deus para o seu povo, que
estaremos tratando a seguir.

12
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

Capítulo II

O PLANO EMERGENCIAL

C om o pecado presente, a raça humana começa a


enveredar por caminhos contrários ao que o Todo
Poderoso havia traçado, a ponto de executar juízo
sobre o mundo através do dilúvio. Era preciso
providenciar um plano emergencial que desse ao
homem condições de remissão. Assim sendo, o
Criador levanta líderes para organizar seu reino,
começando por Abraão, que é o escolhido para ser o
pai da nação santa de Israel. A partir daí, vemos que
Deus começa a colocar o Seu Espírito apenas em seus
escolhidos, para capacitá-los a governar, guerrear,
julgar, etc. O primeiro relato bíblico está em Gen.
41:38, quando o Faraó declara que encontrou em José
o “espírito de Deus”. Muitos outros textos mostram
que o Espírito Santo estava presente apenas em
pessoas escolhidas:

13
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

“E Deus disse a Moisés: reúne setenta anciãos...


tomarei do Espírito que está em ti e o porei neles...”
(Gen.11:16)

“Veio sobre ele (Otoniel) o Espírito do Senhor e


julgou a Israel.” (Jz. 3:10)”

“Mas o Espírito do Senhor apoderou-se de Gideão...”


(Jz. 6:34)

“Então o Espírito do Senhor veio sobre Jefté, de


modo que ele passou por Gileade e Manassés...” (Jz.
11:29)

“Então o Espírito de Deus se apoderou de Saul...” (I


Sm. 11:6)

“Então Samuel tomou o vaso de azeite, e o ungiu no


meio de seus irmãos; e daquele dia em diante o
Espírito do Senhor se apoderou de Davi. (I Sm.
16:13)

“Ora, o Espírito do Senhor retirou-se de Saul...” (I


Sm 16:14)

Estes três últimos textos mostram claramente que Deus


só colocava Seu Espírito em determinadas pessoas. O

14
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

Espírito estava sobre Saul, mas quando Samuel ungiu


a Davi, Ele se retirou de Saul e se apoderou de Davi.

 O Espírito de Deus e a Glória de Deus

É interessante notar que além do Senhor colocar


Seu Espírito sobre os homens, a Sua glória se
manifestava no Santo dos Santos do Tabernáculo
erigido por Moisés, ou do Templo do Rei Salomão, o
que nos mostra duas manifestações distintas da
presença de Deus. Uma dentro do homem e outra
sobre o Santo dos Santos. Uma do Seu Espírito e outra
da Sua glória ou sua unção. Essa distinção se torna
muito importante para entendermos os batismos que o
Senhor Deus coloca à nossa disposição.

15
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

Capítulo III

DUAS PROFECIAS
DUAS PROMESSAS
DOIS PROPÓSITOS

D eus sempre deixou claro para o homem que não


desejava habitar em templos feitos por mãos
humanas, como os feitos por Moisés, Davi e
Salomão, mas sim restaurar o estado original do
homem para poder habitar dentro dele, como no início.
 1ª Profecia: O Espírito Santo “dentro” do homem

Deus usou o profeta Ezequiel para trazer uma grande


revelação a seus servos dizendo:

“Também vos darei um coração novo, e porei dentro


de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o
coração de pedra, e vos darei um coração de carne.
Ainda porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que
16
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

andeis nos meus estatutos, e guardeis as minhas


ordenanças, e as observeis.” (Ez 36:26,27)

Deus estabelece nessa primeira profecia que restaurará


o estado original do homem e colocará dentro dele o
Seu Espírito. O corpo humano assumirá o lugar de
templo e foi Jesus quem recebeu a incumbência de dar
cumprimento a essa profecia, e o fez de forma perfeita
e agradável a Deus.
 2ª Profecia: A Unção do Espírito Santo “sobre” o homem

Há uma segunda profecia estabelecida por Deus


através do profeta Joel, onde o Criador determina o
derramar da unção do Espírito sobre o homem, da
mesma forma que o fazia sobre o Santo dos Santos:

“Acontecerá depois que derramarei o meu Espírito


sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas
profetizarão, os vossos anciãos terão sonhos, os
vossos mancebos terão visões; e também sobre os
servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o
meu Espírito.” (Jl 2:28,29)

Muitos se confundem achando que as duas profecias se


referem a uma coisa só. Negativo! Cada uma tem sua
distinção e seu objetivo e se referem a batismos
diferentes. A partir de agora, vamos compreender a
revelação de Deus acerca do batismo com o Espírito

17
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

Santo e o batismo com fogo. Tenho certeza de que,


assim como eu, você terá todas as suas dúvidas
dirimidas e poderá crescer na graça e na verdade que
há em Cristo Jesus. Está preparado!

Capítulo IV

DOIS BATISMOS
UMA SÓ COMUNHÃO

A pós falar ao seu povo através de seus profetas,


Deus se cala por quatrocentos anos. Finda-se,
então, o período vetero testamentário, com a
chegada do Prometido de Deus. Nasce Jesus! Gerado
pelo Espírito Santo no interior de uma virgem
chamada Maria. Jesus já nasceu tendo dentro Dele o
Espírito Santo, como prenúncio do cumprimento da
profecia de Ezequiel 36 e, após ser batizado por João
Batista, a unção do Espírito, em forma de uma pomba
(vista em visão apenas por João) veio sobre Ele, como
prenúncio do cumprimento da profecia de Joel 2. No
primeiro caso dando-lhe vida e, no segundo, poder.

18
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

“E João deu testemunho, dizendo: Vi o Espírito


descer do céu como pomba, e repousar sobre Ele.”
(Jo 1:32)

Ao profetizar acerca da vinda do Messias, o


profeta João Batista, pelo Espírito de Deus, declarou:

“Eu, na verdade, vos batizo em água, na base do


arrependimento; mas aquele que vem após mim é
mais poderoso do que eu, que nem sou digno de
levar-lhe as alparcas; Ele vos batizará com o Espírito
Santo, e com fogo.” (Mt. 3:11)

 Jesus Cristo – Filho de Deus

O que dava a Jesus a condição de Filho de Deus


não era o corpo que estava usando, mas o Espírito que
havia dentro deste corpo. Mesmo tendo o Espírito
dentro de Si, Jesus necessitou da unção (poder) do
Espírito sobre Ele:

“O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque


o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos
mansos; enviou-me a restaurar os contritos de
coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a
abertura de prisão aos presos;” (Is. 61:1)

19
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

Jesus inicia a sua missão. Escolhe seus


discípulos e parte em seu ministério terreno curando
enfermos, libertando possessos, ressuscitando mortos.
Sinais, prodígios e maravilhas eram realizados por
suas mãos. Doze homens se tornam apóstolos e,
durante três anos e meio seguem ao Mestre. Viviam,
comiam, andavam e conversavam com Ele. Foram
testemunhas oculares de tudo que o Mestre realizou.
Eram, inclusive, batizados nas águas. Porém não eram
convertidos. Só há conversão quando o Espírito Santo
entra no interior humano e ali habita. Como os
apóstolos, muitos estão dentro das igrejas, vendo,
ouvindo, participando e também não são convertidos;
na primeira perseguição sofrida negam a Jesus, como
fez Pedro, traem a Jesus, como fez Judas ou fogem,
como fizeram os demais apóstolos.
Antes de ser entregue, Jesus disse a Pedro:
“Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos
cirandar como trigo; mas eu roguei por ti, para que a
tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres,
fortalece teus irmãos. (Lc. 22:31,32)

O interessante é que Pedro parecia ser o mais crente


dentre eles, pelo seu jeito afoito e atirado de ser, mas
fica claro que, nem mesmo ele era convertido.

 Conversão = Transformação total

20
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

Conversão implica em transformação. Somente o


Espírito Santo, habitando e atuando dentro do homem,
pode convencê-lo de seus erros, pecados, injustiças e
julgamentos, cabendo ao próprio homem mortificar a
carne e deixar o Espírito reinar:

“Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais


eu, mas Cristo vive em mim;” (Gl. 2:20)

Muitos crêem que Deus vai tirar de nós a mentira, a


prostituição, a ira, as contendas e tantos outras obras
da carne e coisas do velho homem. Não! O Espírito
nos mostra o erro, e nós, em submissão, não o
cometemos, trazendo a nossa carne escrava e não
sendo escravizados pela carne. Isto é “andar” em
Espírito:

“Digo, porém: Andai pelo Espírito, e não haveis de


cumprir os desejos da vossa carne.” (Gl. 5:16)

 O filho de Deus não vive a prática do pecado

Antes o pecado trazia prazer, agora, porém,


repugnação. Aquele que nasce de Deus não deseja
pecar. Se peca é por mera fraqueza humana. Por isso o
Sangue de Jesus nos perdoa, purifica e justifica. É
muito difícil um filho de Deus planejar o pecado; a
semente de Deus permanece nele:

21
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

“Aquele que é nascido de Deus não vive na prática


do pecado; porque a semente de Deus permanece
nele, e não pode continuar no pecado, porque é
nascido de Deus.” (I Jo. 3:9)

Se você possui algum sentimento, vício ou


atitude relacionado as obras da carne ou as coisas do
velho homem, não espere que Deus tire de você. Essa
tarefa é exclusivamente sua:
“Exterminai, pois, as vossas inclinações carnais; a
prostituição, a impureza, a paixão, a vil
concupiscência, e a avareza, que é idolatria; pelas
quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da
desobediência; nas quais também em outro tempo
andastes, quando vivíeis nelas; mas agora despojai-
vos também de tudo isto: da ira, da cólera, da
malícia, da maledicência, das palavras torpes da
vossa boca; não mintais uns aos outros, pois que já
vos despistes do homem velho com os seus feitos, e
vos vestistes do novo, que se renova para o pleno
conhecimento, segundo a imagem daquele que o
criou;” (Cl. 3:5-10)

O homem voltar a ser imagem do Criador. Esse é


o propósito divino! Quando o Espírito entra em nós
através do batismo com o Espírito Santo, o qual ocorre
na CONVERSÃO a Cristo Jesus, e permitimos o

22
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

controle total Dele sobre nós, alcançamos a posição de


varões perfeitos, imagem e semelhança de Deus.
Quando a sua unção desce sobre nós, através do
batismo com fogo, que pode ocorrer sem que haja uma
conversão ao Senhor Jesus, recebemos dons,
autoridade e poder para proclamar a verdade de Deus
ao mundo.
Talvez isto soe estranho aos seus ouvidos.
Vamos, a partir de agora, entender passo a passo essas
revelações da Palavra de Deus.

Capítulo V

ENTENDENDO O
PROPÓSITO DE DEUS

J esus, o segundo Adão, cumpre com excelência seu


ministério terreno. Entrega-se a si mesmo em prol
da humanidade. Assim como a madeira da árvore do
conhecimento do bem e do mal foi testemunha da
queda humana, a madeira da cruz foi testemunha de
sua redenção! No entanto a obra de Deus não
concluiu-se quando Jesus entregou Seu Espírito, mas,
da mesma forma que Deus deu uma noiva ao primeiro
Adão, tirando-a de sua costela, Ele conclui a obra da
expiação dando ao segundo Adão uma noiva poderosa:
a IGREJA, a qual também foi tirada de sua costela:

23
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

“...contudo um dos soldados lhe furou o lado com


uma lança, e logo saiu sangue e água.” (Jo 19:34)

A noiva de Cristo, a segunda Eva, nascida de Cristo,


remida pelo Seu Sangue e lavada pela água de Sua
Palavra. Do sono profundo de Adão, Deus lhe dá Eva;
do sono profundo de Jesus, Deus lhe dá a Igreja, que já
nasce vitoriosa, pois durante o sono da morte, Cristo
desce as regiões mais baixas da Terra e arranca do
diabo as chaves da morte e do inferno.
“Eu sou o que vivo; fui morto, mas eis aqui estou
vivo para todo o sempre! e tenho as chaves da morte
e do inferno.” (Ap. 1:18)

 Jesus restaura o elo homem e Deus

Tornava-se necessário restaurar o homem ao seu


estado original e reatar o elo partido entre ele e Deus.
Para isso Jesus vence a morte, ressuscita ao terceiro
dia e apresenta-se aos discípulos, repetindo o mesmo
gesto divino que Deus realizou em Adão, soprando
sobre eles:

“Disse-lhes, então, Jesus segunda vez: Paz seja


convosco; assim como o Pai me enviou, também eu
vos envio a vós. E havendo dito isso, assoprou sobre
eles, e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo.” (Jo
20:21,22)

24
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

 O cumprimento da primeira profecia

Cumpre-se Ezequiel 36: 26,27. Os discípulos


recebem dentro deles o Espírito Santo e se convertem.
Jesus, então, lhes diz que o Espírito permaneceria com
a Igreja até que Ele retornasse para buscá-la. Esse é o
batismo com o Espírito Santo! Ocorre quando nos
convertemos verdadeiramente! Ocorre com
tradicionais e pentecostais, conservadores e liberais! É
Deus habitando dentro do homem como sempre
desejou! Esse batismo sela a nossa salvação de uma
vez por todas. É o DNA de Deus em nós. Aqueles que
acham que por já estarem salvos podem fazer o que
bem quiserem, já que o dom é irrevogável, estão
demonstrando que na verdade não possuem o Espírito
de Deus. Aqueles que O têm, em momento algum
desejam entristecer o coração do Pai, pois possuem o
coração do Pai, a mente de Jesus e o espírito de adoção
de filhos. O batismo com o Espírito Santo gera um
Fruto: o amor, que por sua vez gera “...a alegria, a
paz. a longanimidade, a benignidade, a bondade, a
fidelidade, a mansidão e o domínio próprio; contra
estas coisas não há lei”. (Gl. 5:22,23)

Quando recebemos o batismo com o Espírito Santo


através de nossa conversão, Ele entra em nós e
começamos a frutificar. É muito comum vermos
pessoas que possuem todo o padrão de “santidade” que
se prega por aí (roupas compridas, cabelo sem corte no
25
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

caso de mulheres, falta de pinturas, muitos dons


espirituais, muito poder, etc.), causarem grandes
escândalos ao Evangelho. Aí perguntamos: como
pode? A resposta é simples: não houve conversão! Não
quero trazer críticas as igrejas que doutrinam seus
membros com “usos e costumes”, pelo contrário, mas
não podemos admitir que pessoas se aproveitem de
seus dons para passar uma imagem de “santarrão” e
serem como os fariseus, que, segundo Jesus, eram
verdadeiros sepulcros caiados, lindos por fora e podres
por dentro. A transformação gerada pelo Espírito
Santo é interior, de dentro para fora. Quando o interior
é transformado, curado, liberto e restaurado o corpo
externo refletirá tudo isso, como um espelho da alma.
Por isso disse Jesus que não há mal naquilo que entra
na boca do homem, mas sim naquilo que sai, pois
falará do que estiver cheio o seu coração.

 O cumprimento da segunda profecia

Antes de subir aos céus, Jesus ordena a seus


discípulos que permaneçam em Jerusalém para que, do
alto, sejam revestidos de poder. Embora os mesmos já
tivessem o Espírito Santo, não tinham os dons e o
poder do Espírito.

“Estando com eles, ordenou-lhes que não se


ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a

26
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

promessa do Pai, a qual (disse ele) de mim ouvistes.


Porque, na verdade, João batizou em água, mas vós
sereis batizados no Espírito Santo, dentro de poucos
dias.” (At. 1:4,5)

Próximo ao dia de pentecostes Jesus dá essa


ordem, dizendo que os discípulos seriam batizados na
unção do Espírito Santo, em cumprimento a profecia
de Joel 2, o que se confirma, também, nestes
versículos:

“Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito


Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em
Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até
os confins da terra.” (At. 1:8)

“E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai;


ficai porém, na cidade, até que do alto sejais
revestidos de poder.” (Lc 24:49)

Esse é o segundo batismo, o batismo com fogo, que


gera poder, ousadia, dons:

“E lhes apareceram umas línguas como que de fogo,


que se distribuíam, e sobre cada um deles pousou
uma.” (At. 2:3)

27
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

A grande confusão se dá pela falta de


discernimento e de bom senso. São duas profecias,
dois batismos e duas formas distintas de atuação. O
fato de uma pessoa falar línguas, profetizar, entregar
visões e revelações vindas da parte de Deus ou
expulsar demônios não implica que seja uma pessoa
santa e convertida:

“Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não


profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não
expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos
muitos milagres? Então lhes direi claramente:
Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que
praticais a iniquidade. (Mt. 7:22,23)

Segundo a Palavra, qualquer pessoa pode receber


o batismo com fogo e receber dons (línguas estranhas,
profecia, curas, etc.), pois Deus disse que derramaria
sobre toda a carne. Todos poderiam receber. E
acrescenta: até sobre os meus servos e sobre as minhas
servas derramarei do Meu Espírito, ou seja, também
sobre a Igreja Ele derramaria essa unção poderosa. O
Espírito Santo é uma PESSOA, e uma pessoa não pode
ser derramada. É lógico que o Criador, ao dizer que
derramaria Seu Espírito, se referia a Sua unção. Você
pode perguntar: eu não acredito que Deus daria dons a
um ímpio? Ele mesmo disse que o faria a “toda carne”.

28
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

 Os dons são irrevogáveis

Como podemos ver uma pessoa tão usada por


Deus e depois descobrirmos que essa pessoa pratica o
homossexualismo, ou a prostituição, ou qualquer outro
pecado de grave conseqüência? Isso acontece porque
não olhamos a vida, ou o fruto dessa pessoa e sim os
seus dons. Nos esquecemos que os dons são
irrevogáveis. Quando Deus os dá, não os tira. Eles se
manifestam, esteja a pessoa ligada em Deus ou não.

29
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

 É preciso tomar cuidado

Muitos que são cheios de dons vão queimar no


inferno, como vimos em Mateus 7:21-23. Mas os que
são nascidos de Deus reinarão com Cristo para todo o
sempre.

 Como saber se fui batizado?

Se você recebeu a Jesus como Senhor e Salvador


de sua vida, não tem prazer no pecado, vive em
comunhão com seus semelhantes e deseja servir a
Deus de corpo e alma, significa que você é um filho de
Deus. Seu testemunho de vida, seu comportamento em
casa, no trabalho, na igreja ou no colégio revelam e
testificam a sua conversão. Verdadeiramente você foi
batizado com o Espírito Santo! Sua salvação está
garantida e efetivada por toda a eternidade.
Se você deseja receber mais poder e autoridade
ou deseja dons espirituais, você precisa receber o
batismo com fogo. Mediante a Palavra esse batismo é
muito importante para que o Corpo de Cristo seja
edificado com decência e com ordem. Algumas igrejas
transformaram seus cultos em rituais muitos
semelhantes à macumba. Vemos pessoas tortas, como
se estivessem incorporadas. Todos gritam, falam em
línguas estranhas e profetizam ao mesmo tempo, como
ocorria na igreja de Corinto, onde Paulo os repreendeu
severamente:
30
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

“Que fazer, pois, irmãos? Quando vos congregais,


cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem
revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se
tudo para edificação. Se alguém falar em língua,
faça-se isso por dois, ou quando muito três, e cada
um por sua vez, e haja um que interprete. Mas, se
não houver intérprete, esteja calado na igreja, e fale
consigo mesmo, e com Deus. E falem os profetas,
dois ou três, e os outros julguem. Mas se a outro, que
estiver sentado, for revelada alguma coisa, cale-se o
primeiro. Porque todos podereis profetizar, cada um
por sua vez; para que todos aprendam e todos sejam
consolados; pois os espíritos dos profetas estão
sujeitos aos profetas; porque Deus não é Deus de
confusão, mas sim de paz.” (I Co. 14:26-33)

 Como receber o batismo com fogo?

Para receber o batismo com fogo basta uma


condição: a fé. Não se faz necessário rituais, jejuns ou
campanhas. Você recebe pela fé! A Bíblia diz que os
apóstolos oravam com imposição de mãos pelos fieis
e, imediatamente eles recebiam e começavam a falar
em outras línguas:

“Então lhes impuseram as mãos, e eles receberam o


Espírito Santo.” (At. 8:17)

31
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

“Enquanto Pedro ainda dizia estas coisas, desceu o


Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra.
Os crentes que eram de circuncisão, todos quantos
tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que
também sobre os gentios se derramasse o dom do
Espírito Santo; porque os ouviam falar línguas e
magnificar a Deus.” (At. 10:44-46)

“Havendo-lhes Paulo imposto as mãos, veio sobre


eles o Espírito Santo, e falavam em línguas e
profetizavam.” (At. 19:6)

Criaram um tabu: é necessário se santificar para


receber a unção do Espírito! Errado! Eu necessito da
unção do Espírito para desenvolver a minha
santificação. Querido leitor, não permita mais que
esses ensinamentos errôneos coloquem barreiras para
que você receba esta promessa maravilhosa.

 O dom de línguas estranhas: Benção ou maldição?

Primeiro precisamos entender que há dois tipos


de dons de línguas: a língua idiomática e a língua
estranha. A língua idiomática ocorre quando Deus
precisa usar alguém para falar a outrem cuja língua é
diferente, como aconteceu no dia de pentecostes,
quando os discípulos, que eram galileus, falaram nas

32
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

línguas dos judeus que tinham vindo de outras nações,


anunciando acerca de Jesus. É um dom evangelístico.

“E todos pasmavam e se admiravam, dizendo uns aos


outros: Pois quê! Não são galileus todos esses que
estão falando? Como é, pois, que os ouvimos falar
cada um na própria língua em que nascemos?” (At.
2:7,8)

A língua estranha já é um dom para edificação


pessoal. Não serve para a Igreja, a não ser que haja
alguém com o dom de interpretá-la. Quando oramos
em línguas, falamos diretamente a Deus, através do
Espírito que habita em nós. Quando um pregador usa
línguas estranhas em seu sermão, (e a maioria dos
pentecostais o fazem para mostrar santidade ou
intimidade com Deus) está descumprindo uma
determinação bíblica trazida pelo Apóstolo Paulo:

“O que fala em língua edifica-se a si mesmo, mas o


que profetiza edifica a igreja”. (I Co 14:4)

“Assim também vós, se com a língua não


pronunciardes palavras bem inteligíveis, como se
entenderá o que se diz? Porque estareis como que
falando ao ar”. (I Co 14:9)

33
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

“Dou graças a Deus, que falo em línguas mais do


que vós todos. Todavia na igreja eu antes quero falar
cinco palavras com o meu entendimento, para que
possa também instruir os outros, do que dez mil
palavras em língua. Irmãos, não sejais meninos no
entendimento; na malícia, contudo, sede
criancinhas, mas adultos no entendimento”. (I Co
14:18-20)

Dessa forma percebemos que o dom de línguas é uma


benção, mas se torna maldição quando usado de forma
imprópria. É preciso ter cuidado dobrado, pois satanás
também pode usar alguém para falar em línguas.
Lembro-me que, em minha cidade natal, Rio Bonito,
havia uma irmã muito “usada” em línguas estranhas e
profecias. Por causa desses dons, muitos a
procuravam. Essa irmã profetizou vários casamentos e
todos a viam como uma “mulher de Deus”. Certo dia
ela foi orar com a esposa do Pastor Luiz Carlos Braga,
da Igreja Evangélica Congregacional Independente,
Irmã Zeni Braga, mulher de Deus, e, como as trevas
não têm comunhão com a luz, para espanto de muitos,
uma pombagira manifestou-se na mulher e, sob o
poder de Deus, confessou ser o espírito que usava
aquela “mulher de Deus”, através de línguas estranhas
e profecias, realizando casamentos debaixo de
maldição.

34
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

Creio ser essa, justamente, a preocupação do


apóstolo Paulo, ou seja, analisarmos a espiritualidade
de alguém pelos dons que possui e não pelos frutos
que produz.
Desperte o dom que há em você. Não para
exibicionismo. Deseje a sombra da cruz ao invés da
luz dos holofotes, o púlpito ao invés do palco e a glória
divina ao invés da humana, para que, sempre que seus
dons se manifestarem, você declare o mesmo que João
Batista:

“É necessário que Jesus cresça e que eu diminua”.


(Jo 3:30)

35
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

Capítulo VI

O PODER É SEU

A té hoje satanás tem brincado e zombado dos filhos


de Deus. A grande maioria tem medo do diabo e
crê que o mesmo é poderoso. Neste último e
rápido capítulo, gostaria de compartilhar essa
revelação com você, para que, depois dessa leitura,
NUNCA MAIS satanás saia da posição que Deus
designou para ele: DEBAIXO DE SEUS PÉS!

1°. Jesus recebeu todo o poder:


“E, aproximando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: Foi-
me dado todo o poder no céu e na terra”.(Mt 28:18)

Observe: Jesus declarou isso após consumar a obra da


salvação e redenção do homem. Se todo o poder foi
dado a Jesus, não sobrou nada para o diabo.
2°. Jesus deu poder a seus discípulos e,
consequentemente, a nós:
“Eis que vos dei o poder de pisar serpentes,
escorpiões e todo o poder do inimigo, e nada vos
poderá causar dano”. (Lc 10:19)

Observe: Jesus fala neste texto sobre o poder do


inimigo. Se quando o inimigo tinha poder, Ele disse

36
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

que nada nos faria dano, muito mais agora que o poder
foi tirado dele e entregue a Jesus Cristo:
“(...) para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo,
o Pai da glória, vos dê o espírito de sabedoria e de
revelação no pleno conhecimento dele; sendo
iluminados os olhos do vosso coração, para que
saibais qual seja a esperança da sua vocação, e
quais as riquezas da glória da sua herança nos
santos, e qual a suprema grandeza do seu poder
para conosco, os que cremos, segundo a operação
da força do seu poder, que operou em Cristo,
ressuscitando-o dentre os mortos e fazendo-o
sentar-se à sua direita nos céus, muito acima de
todo principado, e autoridade, e poder, e domínio, e
de todo nome que se nomeia, não só neste século,
mas também no vindouro; e sujeitou todas as coisas
debaixo dos seus pés, e para ser cabeça sobre todas
as coisas o deu à igreja, que é o seu corpo, o
complemento daquele que cumpre tudo em todas as
coisas.” (Ef 1:17-23)
3°. Use esse poder contra o reino de satanás.
O que torna um cristão derrotado é que ao invés de
usar o poder que recebeu de Cristo contra o diabo, que
já foi derrotado, transfere esse poder para o diabo usar
contra ele. Apenas dessa forma o diabo se torna
poderoso.
4°. Aprenda que satanás não é o que aparenta ser.
37
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

Você pode esmigalhar um escorpião com os seus pés,


pois é mais forte e mais poderoso que ele, contudo, se
deixá-lo picar você, a morte poderá levá-lo. Se você
for uma pessoa vigilante, jamais permitirá que satanás
lhe atinja com seu veneno mortal. NUNCA O
SUBESTIME! Ele cria uma postura de poderoso que
só existe para aqueles que acreditarem nisso. Ele é
desprezível, pequeno e fraco, da forma que a Palavra
de Deus prescreve a respeito dele, em Isaías 14:15,16:
“Contudo levado serás ao mais profundo do
abismo. Os que te virem te contemplarão,
considerar-te-ão, e dirão: É este o varão que fazia
estremecer a terra, e que fazia tremer os reinos?”
Que coisa tremenda! Quando satanás for lançado no
inferno, olharão para ele, verão sua verdadeira
aparência, se espantarão com sua pequenez e dirão:
(usando palavras de hoje) é essa coisinha aí que deu
aquele trabalho todo e colocava medo em todo
mundo?
Querido, você possui dentro de si o Espírito do
Deus Todo Poderoso e sobre seu ser o poder que
levantou a Jesus dos mortos. Não viva uma vida
medíocre. Tome posse de tudo que Deus realizou por
você através de Cristo Jesus e viva plenamente
abençoado com todas as bênçãos que Deus já lhe deu.

38
ESPÍRITO SANTO E FOGO
Ap. Fábio Fernando

O batismo com o Espírito Santo gera salvação,


O de fogo edificação;
O batismo com o Espírito Santo gera santidade,
O de fogo autoridade;
O batismo com o Espírito Santo gera fruto,
O de fogo dons;
O batismo com o Espírito Santo gera transformação
em nossa vida,
O de fogo poder para transformar vidas.

Que Deus lhe abençoe com estas promessas!

39