Você está na página 1de 4

Laboratório 9.3.

7 ARP nas estações de trabalho

Objetivo
x Apresentar o Address Resol
ution Protocol(ARP)e o comando arp –a da estação de trabal
ho.
x Estudar o recurso de aj
uda do comando arp através da opção -?.

Fundam entos /Preparação


O ARP é usado como ferramenta para a confirmação de que um computador estej a resolvendo com
êxito os endereços de rede da Camada 3 para endereços MAC (Media Access Control )da Camada
2. O protocol o de rede TCP/IP utiliza endereços IP,como 192.168.14.211,para identificar
dispositivos individuais e para aj
udar na navegação de pacotes de dados entre as redes. Embora o
endereço IP sej a essencialno movimento de dados de uma rede l ocalpara outra,el e não pode,
sozinho,entregar sozinhoos dados na rede l ocalde destino. Os protocol os de rede local,como
Ethernet ou Token Ring,usam o endereço MAC,ou sej a,da Camada 2,para identificar dispositivos
l
ocais e para entregar sozinho os dados. O endereço MAC j á foi visto em laboratórios anteriores.
A seguir temos um exempl
o de um endereço MAC.
x 00-02-A5-9A-63-5C
Um endereço MAC é um endereço de 48 bits,expresso no formato hexadecimal(HEX)como seis
conjuntos de dois caracteres HEX separados por hifens. Neste formato,cada símbol o hex
representa 4 bits. Com certos dispositivos,os 12 caracteres hexpoderão ser expressos como três
conjuntos de quatro caracteres,separados por pontos ou dois-pontos (0002.A59A.635C).
O ARP mantém uma tabel a no computador,contendo combinações de endereços IP e MAC. Em
outras pal avras,ele sempre sabe que endereço MAC está associado a um endereço IP. Se o ARP
não souber o endereço MAC de um dispositivo l ocal
,ele emitirá um broadcast usando o endereço
IP. Esse broadcast procura o endereço MAC que corresponde ao endereço IP. Se o endereço IP
estiver ativo na rede l
ocal
,será enviada uma resposta da qualo ARP extrairá o endereço MAC.
Então,o ARP adicionará a combinação de endereços à tabel a ARP localdo computador solicitador.
Os endereços MAC,e,portanto,o ARP,são usados apenas dentro da rede l ocal. Quando um
computador prepara um pacote para transmissão,verifica-se se o endereço IP do destino fazparte
da rede l ocal . Isso é feito verificando-se se a parte do endereço IP que representa a rede é idêntica
à da rede l ocal . Caso positivo,é consul tado o processo ARP para se obter o endereço MAC do
dispositivo de destino que util iza esse endereço IP. Então,o endereço MAC é apl icado ao pacote de
dados e util izado para que este sej a entreque.
Se o endereço IP de destino não for l
ocal,o computador precisará do endereço MAC do gateway
padrão. O gateway padrão é a interface roteadora à quala rede l
ocalé conectada e que
proporciona a conectividade com outras redes. O endereço MAC do gateway é utilizado porque o
pacote será entregue inicial
mente ao roteador,para que este então o encaminhe à rede à qualel e
se destina.
Se o computador não receber nenhum pacote de um endereço IP durante al guns minutos,a entrada
MAC/IP será descartada da tabel a ARP,com a suposição de que o dispositivo tenha efetuado o
l
ogoff. Tentativas subseqüentes de acessar o endereço IP serão motivo de outro broadcast do ARP
e da atual
ização da tabela.
Este l
aboratório supõe a util
ização de qual
quer versão do W indows. Este é um l
aboratório não
destrutivo,podendo ser realizado com uma máquina doméstica sem a preocupação com a

161 - 181 CCNA 1: Conceitos Básicos de Redes v3.1 - Laboratório 9.3.7 Copyright ” 2003,Cisco Systems,Inc.
modificação da configuração do sistema. Em uma situação ideal, este laboratório será realizado em
uma sala de aula ou em outra rede local conectada à Internet. Ele pode ser feito a partir de uma
única conexão remota, através de um modem ou conexão do tipo DSL.

Etapa 1 Estabelecer uma conexão à rede


Se a conexão à Internet for do tipo discada, faça a conexão com o ISP para assegurar que o
computador tenha um endereço IP. Em uma rede local TCP/IP com servidor DHCP, não deve ser
necessário executar esta etapa.

Etapa 2 Acessar um prompt de comando


Usuários do W indows NT/2000/XP:
Usar o menu Iniciar para abrir a janela do Prompt de comando. Esta janela é semelhante à janela do
MS-DOS em versões mais antigas do Windows:
Iniciar > Programas > Acessórios > Prompt de comando ou Iniciar > Programas > Prompt de
comando.
Usuários do W indows 95/98/ME:
Usar o menu Iniciar para abrir a janela do Prompt do MS-DOS.
Iniciar > Programas > Acessórios > Prompt do MS-DOS ou Iniciar > Programas > Prompt do
MS-DOS.

Etapa 3 Visualizar a tabela ARP


a. Na janela, digite arp -a e pressione Enter. Não fique surpreso se não houver nenhuma
entrada. É provável que apareça um aviso dizendo, ‘ No APR Entries Found’(Nenhuma entrada
ARP encontrada). Os computadores Windows descartam os endereços não utilizados após
alguns minutos.
b. Tentar fazer o ping para alguns endereços locais e para o URL de um website. Em seguida,
digitar novamente o comando. A figura abaixo mostra o possível resultado do comando arp -
a. O endereço MAC para o website aparecerá na lista porque não é local, mas isso fará com
que apareça também o gateway padrão. No exemplo abaixo, 10.36.13.1 é o gateway padrão,
enquanto 10.36.13.92 e 10.36.13.101 são outros computadores na rede. Note que para cada
endereço IP existe um endereço físico, ou MAC, e um tipo, que indica como foi descoberto o
endereço.
c. Da figura abaixo, poderá ser concluído logicamente que a rede é o 10.36.13.0 e que os
computadores host são representados por 22,1, 92 e 101.

Etapa 4 Fazer ping em vários URLs


a. Faça ping nos seguintes URLs e observe o endereço IP de cada um. Selecione também mais
um URL ao qual fazer ping e registre-o abaixo:
www.cisco.com: _____________________________

162 - 181 CCNA 1: Conceitos Básicos de Redes v3.1 - Laboratório 9.3.7 Copyright ” 2003, Cisco Systems, Inc.
www.msn.de: ________________________________
______________: ____________________________
b. Agora, execute o comando arp –a outra vez e registre o endereço MAC para cada um acima,
ao lado do seu endereço IP. É possível fazer isso? ___________________________
c. Por que sim ou por que não? ___________________________________________________
__________________________________________________________________
d. Que endereço MAC foi usado para entregar sozinho cada um dos pings aos URLs? ______
Por quê? _____________________________________

Etapa 4 Usar o recurso de ajuda do ARP


Digitar o comando arp -? para visualizar o recurso de ajuda e examinar as opções.

O propósito desta etapa não é tanto ver as opções do comando ARP, mas, sim, demonstrar a
utilização do ? para acessar a ajuda, quando disponível. A ajuda nem sempre é implementada
uniformemente. Alguns comandos usam /? em vez de -?.

Etapa 5 Usar a ajuda com tracert e ping


Digitar tracert -? E, depois, ping -? para ver as opções disponíveis para os comandos
usados anteriormente.

163 - 181 CCNA 1: Conceitos Básicos de Redes v3.1 - Laboratório 9.3.7 Copyright ” 2003, Cisco Systems, Inc.
Ao examinar a ajuda do ping, observe a opção –t, que envia pings contínuos, e não só quatro. E
omais importante, observe os dois comando que o interrompem:
x Ctrl-Break
x Ctrl-C
Estes comandos de duas teclas são utilizados normalmente para interromper atividades fora de
controle. Tentar enviar um ping a um computador vizinho com a opção -t e, em seguida, tentar usar
os recursos Ctrl-Break e Ctrl-C. Um exemplo para a rede ilustrada acima seria ping
10.36.13.101 -t seguido de Enter.
Não deixar de interromper os pings com o comando Control-C.

Reflexão
Baseado nas observações feitas hoje, o que se pode deduzir com relação aos seguintes
resultados?
Computador 1
Endereço IP: 192.168.12.113
Máscara de sub-rede: 255.255.255.0
Gateway padrão: 192.168.12.1
Tanto os pings como o tracert para 207.46.28.116 tiveram êxito.
Qual será a entrada na tabela ARP associada a este endereço e por quê?

164 - 181 CCNA 1: Conceitos Básicos de Redes v3.1 - Laboratório 9.3.7 Copyright ” 2003, Cisco Systems, Inc.