Você está na página 1de 60

Do

MONTE CUMORA
O Livro de Mórmon Fala aos Nossos Dias

Letra & Música por

STEVEN KAPP PERRY Roteiro por

BRAD WILCOX
Uma apresentação musical para côro, solistas e narradores
Do
MONTE CUMORA
O Livro de Mórmon Fala aos Nossos Dias

Uma Apresentação Musical


para
Côro, Solistas e Narradores

Música e Letra
por

STEVEN KAPP PERRY


Roteiro
por
BRAD WILCOX
Arranjos
por

GREG HANSEN

“E também, o que ouvimos? Alegres novas


de Cumora!”
Joseph Smith
Doutrina e Convênios 128:20

“O Livro de Mórmon... foi escrito para os nossos dias.


Os nefitas nunca tiveram o livro; nem os lamanitas dos tempos
antigos. Ele foi destinado a nós.”
Presidente Ezra Taft Benson
A Witness and A Warning
Salt Lake City: Deseret Book Company
(1988): p.19
Do
MONTE CUMORA
O Livro de Mórmon Fala aos Nossos Dias
Prefácio

Aconteceu de estarmos juntos na sessão da Conferência Geral na qual o Presidente Benson desafiou os membros da
Igreja a “... inundar a Terra com o Livro de Mórmon” (Ensing, nov. 88, pag. 5) Ambos sentimos como se o Profeta
estivesse falando diretamente para nós quando afirmou: “Desafio nossos membros escritores, professores e líderes a ...
deixar-nos saber como [o Livro de Mórmon] nos leva a Cristo e apresenta solução a nossos problemas pessoais e aos do
mundo” (pag. 5). Este é nosso intento.

As situações nesta apresentação são baseadas em cartas reais que temos recebido de jovens de todo o país.
Trabalhando com eles como fazemos, muitos vêm a nós com perguntas e preocupações. Muitos lutam com problemas
que são bem reais. Estão procurando por respostas, esperança e poder. Repetidas vezes nós os direcionamos ao Livro de
Mórmon com resultados positivos.

O Livro de Mórmon é a prova de que Deus vive e nos ama. Este livro testifica que Jesus Cristo um dia viveu na
Terra, que vive agora e que dirige Sua Igreja hoje. Presidente Benson nos prometeu poder à medida que incluímos o
Livro de Mórmon em nossa vida ( A Witness and A Warning, pags. viii., 21, 27, 36). Temos sentido este poder. Agora é
nossa esperança que esta apresentação musical ajude outros a senti-lo também. Esperamos que eleve aqueles que já
valorizam o Livro de Mórmon, encoraje aqueles que precisam apreciá-lo mais e motive todos a buscar estas palavras
para conforto, paz, propósito, testemunho, direção segura e orientação pertinente. Nós sabemos que o Livro de
Mórmon foi mandado para nós hoje - do Monte Cumora!

Pintura da Capa “Morôni Enterrando as Placas” por Tom Lovell


© Copyright Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Usado com Permissão
Design por John Perry
Gravação por Prime Music Engraving
Tradução e Adaptação por
Jane Lúcia Magalhães Silva Cabral
March 15, 2006

To Whom It May Concern:

Jane Lúcia Magalhães Silva Cabral has received permission from us to translate and produce our
production FROM CUMORAH'S HILL for performances in Brazil. This production was recorded
by our company, Prime Recordings Inc., in 1990, and is intended to be performed by groups from
The Church of Jesus Christ of Latter-day Saints throughout the world, ROYALTY FREE,
wherever and whenever these groups wish to perform it.

John Perry, Manager

Copyright © 1990 Steven Kapp Perry e Brad Wilcox


Copyright Internacional Assegurado. Produzido nos EUA. Todos os direitos reservado.

Prime Recordings 2245 North 80 East Provo UT 84604-1703


(800) 377-6788 www.StevenKappPerry.com
Do
MONTE CUMORA
O Livro de Mórmon Fala aos Nossos Dias

NARRADORES
Leitor Um
Leitor Dois
Homem
Mulher Um
Moça
Rapaz
Mulher Dois

SUMÁRIO
Abertura ...............................................................................4
Do Monte Cumora .............................................................6
Vindo do Pó (Piano) ..........................................................13
O Que Podem Eles Ter a Dizer? ..........................................14
Coisas Grandes e Pequenas ...............................................18
O Poder de Deus ................................................................23
Uma Mudança Vigorosa (Piano) .......................................30
Nascer de Deus ..................................................................31
Amanhã (Piano) ................................................................37
Quem Vai Esperar? ............................................................38
Eu Nunca Estou Só ............................................................46
Cumora - Reprise ............................................................54
4
ABERTURA
Música por
Steven Kapp Perry
Meditativo

m.d.

m.e.

Copyright © 1990 por Steven Kapp Perry


5

majestoso

segue

Segue para “Do Monte Cumora”


6
DO MONTE CUMORA
(Introdução do Livro de Mórmon, Morôni 10:27-29, Isaías 29:4, Ezequiel 37:15-20)
SATB
Letra e Música
Steven Kapp Perry

Homens:

Na noi - te sem es - tre - las, den-sa e-ra a es-cu - ri - dão.

Mulheres:

E - ras a - trás na ter-ra gran-de e-ra a con - fu - são. ______


gran-de con-fu-são

1.Si - len - ci - o - sa teste - mu - nha do pas- sa - do.____


2.A va - ra de Jo - sé e Ju - dá vi - e - ram a luz,_____

Copyright © 1990 por Steven Kapp Perry


7

Es - con - di - do na terra o re - gis - tro sa - gra -


Quão cla - ro a - go - ra é o e-van - ge - lho de Je -

Maior

do._______________________ De lá ti - ra - do
sus.______________________ Le - ia as pa - la - vras,
(Oh)

Oh ____

por um pro - fe - ta, que em vi - são foi gui -


be - ba da fon - te, ban - que - te - ai - _____
8

ado._______ As - som - bro - so o mo -


vos._______ Sal - vo por e - ras

men - to em que a pe- dra a - briu e a luz da ver - da - de sa -


pa - ra es - ta dis - pen - sação pe - ne - trou a es - cu - ri -

Majestoso - mais devagar

iu.________________________
Do Mon - te Cu -
dão. ______________________
9

mo - ra o tes - te - mu - nho a - go - ra a - flo - ra; ____

Da es - cu - ri - dão bri - lha, en -


(bri)

1.

fim, a luz da au - ro - ra!


10
2.

fim, a luz da au - ro - ra!____

Marcial

Vo - zes do pas-sa - do clamam do

Vo - zes do pas-sa - do clamam do pó.

pó. Deus ain- da lem- bra do con- vê -

Deus ain - da lem- bra do con -vê - nio.


11

nio. Nos úl - ti - mos di - as fa - la a

Nos úl - ti - mos di - as fa - la a nós

nós do Mon - te Cu - mo ______-______ra._______

do Mon - te Cu - mo _______________-________________ra.

Com vigor

Do Mon- te Cu - mo - ra o tes - te - mu - nho a - go - ra a -


(ra o)

com vigor
12

Au -

fim a luz da au - ro - ra! _____________


Au - ro - ra!

Au - ro -

ro ____________-___________ ra!

Do Mon - te Cu - mora!__________________

- ra! ___________________
13
VINDO DO PÓ
Piano

NARRADOR UM: “E agora... todos os confins da Terra, falo-vos com a voz de quem clama do

pó” (2 Néfi 33:13). “Eis que eu sou Môroni; e se fosse possível, dar-vos-ia a conhecer todas as

coisas... Eis que eu vos falo como se estivésseis presentes e, contudo, não estais. Mas eis que Jesus

Cristo vos mostrou a mim e conheço as vossas obras... E Deus mostrar-vos-á que aquilo que escrevi
é verdadeiro” (Mórmon 8:12, 35; Morôni 10:29).
14
O QUE PODEM ELES TER A DIZER?
(Mórmon 8:12, 34-35)
Solista e Côro
Letra e Música por
Steven Kapp Perry
Fluindo suavemente

Solista: 1ª & 3ª vez

Eu sou um fi - lho da era mo -


Homens: 2ª & 3ª vez

So - mos pro - fe - tas, anos a -


(2ª & 3ª vez)

derna, vi - vo nos di - as ____ a - tu - ais.

trás, de - mos a vi - da por um re - gis - tro

Copyright © 1990 por Steven Kapp Perry


15

O que es - ta pa - lavra de tem - pos a - trás___

que não foi es - cri - to pa - ra nós, mas a

pa - ra mim traz? O que po - dem

vós, e ca - da pa - la - vra é

ter pa - ra di - zer?___ Ho - je é di -

ver - da - de. Com po - der es - crita


16

fe - ren - te o vi - ver. O que po - dem

No seu e - xa - to lu - gar. Da -

ter a me o - fe - re- cer? Vi - ve - ram

qui de tão lon - ge____ vi - mos

tão lon - ge, __ tan - to tem - po a - trás.

seus di - as e o - ra - mos.
17
1. & 2. 3.

zer?

SA
2ª vez somente
O que po - dem ter a di - zer? Eu sou um ter a di - Ou - vi
TB

(ambas as vezes)
Ou - vi o que di - ze - mos! So - mos pro - (baixo menor)

o que te - mos___________ a di - zer___________ a vós.

HOMEM: Sabemos o que devemos fazer. Parece que temos as respostas certas memorizadas. Da
honestidade e moralidade às orações pessoais e familiares, estudo das escrituras e diários,
história da família e trabalho no templo - os Farás e Não farás. Sei o que é esperado de mim. E
eu QUERO fazê-lo - especialmente depois de uma reunião inspiradora. Penso: “vou ser o
melhor marido e pai possível e vou dedicar-me a todos os meus chamados com todo meu
coração.” Então, quando isso vem ao nosso dia-a-dia de verdade - fazer as pequenas coisas -
torna-se um desafio. Meus amigos e mesmo alguns de meus parentes, que não entendem tudo
isso, acham que sou maluco até por tentar. Acham que muito é esperado de mim na Igreja.
Talvez não seja realístico. Sou capaz de fazer tudo que tenho que fazer? Algumas vezes o que
faço parece tão pequeno e sem importância.
18
LEITOR UM: Primeiro Néfi, capítulo dezessete: “E aconteceu que o Senhor me falou, dizendo: Tu
construirás um navio (8) ... E quando meus irmãos viram que eu estava prestes a construir
um navio, começaram a murmurar contra mim, dizendo:”

LEITOR DOIS: “Nosso irmão é um tolo, pois pensa que poderá construir um navio; sim, e pensa também
que poderá atravessar estas grandes águas.”

LEITOR UM: “E assim meus irmãos se queixavam de mim... pois não acreditavam que eu podia
construir um navio nem acreditavam que eu havia sido instruído pelo Senhor... se
rejubilaram, dizendo:”

LEITOR DOIS: “... sabíamos que não tinhas juízo...” (17-19)


COISAS GRANDES E PEQUENAS
(1 Néfi 17:50-51)
Letra e Música por
Côro
Steven Kapp Perry
LEITOR UM: “E aconteceu que eu, Néfi, lhes disse que não mais deveriam murmurar
Fluindo

m.e.

... Se Deus me tivesse ordenado que fizesse todas as coisas, poderia fazê-las (49-50). E se os filhos dos

homens guardam os mandamentos de Deus, ele alimenta-os e fortalece-os e dá-lhes meios pelos quais
poderão cumprir as coisas que lhes ordenou” (3).

Copyright © 1990 por Steven Kapp Perry


19

Mo-ver mon - ta - nhas o i - men- so mar fa - zer se -


(A - mar o) pró - ximo e per - do - ar quem me fe -
(Deu-nos fra) - que - zas e ain-da nos cha - ma pra ser -
TB

car._________ Um gran-de bar - co____ cons-tru - ir e ne - le na - ve -


rir __________ Fa - zer pro - mes - sas,___ e a pa - la -vra en- tão cum -
vir. _______ E as-sim en - si - na____ que é ne - le que en - con - tra - mos

gar. Isso pos - so fa - zer se o Se - nhor man-dar e o


prir. Quão sim-ples e pe - que-no é o que E- le pe-diu, e o
força. E tal é o a - mor que o Pai nos dá, que a
20
1. 2.3.

Se- nhor___ me man - dou.__________ A-mar o


que E - le pe - diu de mim. __________
o - ra - ção res-pon-de - rá.____________
(pe - diu)
(man - dou)
(respon-de - rá)

Se- nhor___ me man - dou__________

Gran-des, pe - que - nas, tu- do pos-so fazer. Tu - do o que o Se - nhor re -

que - nas,

querer.________ Mes - mo se o mun- do fa - lhar, Deus não fa - lha - rá

fa - lhar,
21

ao meu la - do sem- pre es - tará.____ O que e-le pe - dir gran -

ao meu la - do sem- pre es- tará.____

de ___________ pe - que - no.___________ Tudo pos-so fa -

pe - que - no.____________

1. 2.

zer. ______ zer. ______ Das pe - que - nas coi - sas vi - rão as
Deu-nos fra -
22

ma - io - res___________________ de todas. ___________

MULHER UM: Sempre tive um forte testemunho até eu voltar à escola. Tive uma aula de Filosofia
onde o professor verdadeiramente se levantou e disse: “se há alguém que seja tolo o
suficiente para admitir que há algum resto de crença infantil em Deus, é melhor sair
agora porque planejo provar que Deus nada mais é do que um mecanismo de defesa
feito pelo homem”. Fiquei chocada. Eu queria levantar a mão e dizer que sei que há um
Deus, mas todos estavam rindo presunçosa e sarcasticamente. Também sentia-me
deslocada porque era mais velha que a maioria dos outros alunos. Simplesmente não
ousei dizer coisa alguma.
À medida que o semestre continuou, eu me sentia mais e mais fraca. O professor
realmente tinha alguns argumentos. A religião, em geral, de muitas maneiras se
tornou uma coisa feita pelos homens. Comecei a questionar. Eu realmente sentia o
Espírito quando orava? Ou eu apenas me colocava num estado emocional porque era
esperado de mim em minha “Cultura Mórmon”?
LEITOR UM: Alma trinta: “E … Corior … começou a pregar ao povo: … Ó vós, que estais presos a
uma louca e vã esperança, por que vos submeteis a semelhantes loucuras? Por que
esperais por um Cristo? Porque nenhum homem pode saber de qualquer coisa que
esteja por acontecer (12,13) … Eis que não podeis saber de coisas que não vedes …
Olhais adiante e dizeis que vedes a remissão de vossos pecados. Mas eis que isso é efeito
de uma mente desvairada; e esse transtorno de vossa mente é resultado das tradições
de vossos pais, que vos induzem a acreditar em coisas que não são verdadeiras” (15,
16).
MULHER UM: A coisa toda realmente me incomodou. Mas simplesmente fiquei quieta até o dia em
que o professor perguntou: “Alguém ainda acredita em Deus?” Não sei por que, mas
levantei minha mão. Fui a única. Ele disse: “Você só pode estar brincando! Está bem,
prove – prove que Deus existe.”

Eu disse: “Primeiro o senhor prova que não”.

O professor disse: “Falei sobre isso o semestre inteiro”.

“Sim”, falei, “mas não provou que Deus não existe. O senhor não pode provar isso”.
Então, prestei meu testemunho de que Deus é real. Isso foi tão bom. O espírito
simplesmente ardeu dentro de mim. Ainda houve alguns sorrisos e risadas, mas eu
SABIA que estava certa.
23
O PODER DE DEUS
(Alma 30)
Solista e Côro
Letra e Música por
Steven Kapp Perry

LEITOR DOIS: “Perguntou então Alma [a Corior]: Acreditas que existe um Deus? E ele respondeu:

Não (37,38). E agora, que provas tens de que Deus não existe, ou de que o Cristo não virá? Afirmo-te

que nenhuma tens, a não ser a tua própria palavra (40) ... Pois eis que eu te digo que existe um Deus

e também que o Cristo virá... sim, e todas as coisas mostram que existe um Deus” (39,44).

Copyright © 1990 por Steven Kapp Perry


24
Com sentimento

Es - cu - ta o ven - to, so - pran- do ao léu.


Po - de - ri - a o céu ser só i - ma - gi - na - ção,
Pra al-guns o ar - co - í - ris é al go tão nor - mal.

Uuh___________________ Uuh_________________________

Uuh ___

Um pouco
mais rápido

Na - da so - bre nós so - men- te o céu. Na es - cu - ra


Dan- do es - pe - ran - ça ao co - ra - ção? Ve - lhas his -
Pra ou- tros é pro - mes - sa e um si - nal. To - dos os
2ª & 3ª vez somente

Uuh_________________ Aah_______________________________ Uuh_____________

2ª & 3ª vez somente


25

noi - te as - tros bri - lham; nós es - ta - mos sós _____ não


tó - rias es - que - ci - das? Deus nos dei - xou sós, ____ou se es -
di - as ma - ra - vi - lhas es - tão ao re - dor ______ pra

__________________________ Deus nos dei - xou sós _____ se es -


Es - tão ao re - dor ______ pra

1.

há vi - da lá?_________ Ou um pla - no há_______ on-de eu


con - de de nós? _____ Ces- sa - ram os mi - la -
quem qui - ser ver _______pra quem ti - ver o -

con - de de nós _________ Aah ________________


quem qui - ser ver _________
26
2.3.

te - nha lu - gar? gres ______ a - qui? _______________ Mas o


lhos ______ pra ver _______________ Pois o

_______

po - der de Deus é claro de ver, há ma - ra - vi - lhas em

Aah ______________ Aah___________ Há ma - ra - vi - lhas em


27

ca - da mão _______________ Os que com o - lhos da

ca - da mão ________________ Aah ______________

fé pu - de - rem ver com cer - te - za en - con - tra -

___ Aah ___________


28

rão __________________ pois co - mo po - der _________ sua

fa - ___ ce ver _________ quem nun - ca viu su - ________ a

para

mão? ____________
29

Es - cu - ta o ven - to so - prar, escu - ta ou - tra

vez ________________________________________________________

Uuh _______________________________________________________

MOÇA: Meus pais nunca estão presentes. São muito envolvidos na Igreja e na comunidade e é
como se todo mundo os conhecesse. É difícil para mim porque todos esperam que
sejamos uma família perfeita. Um tempo atrás, eu estava tão cansada das pessoas
planejando que eu fosse boa que decidi não ser. Quero dizer, eu ainda amava minha
família, mas queria tomar minhas próprias decisões e não fazer tudo só porque sou a
filha de meus pais. Então, eu me soltei de verdade. Até comecei a fazer piada de todos
os jovens da Igreja com meus colegas na escola.
LEITOR UM: Mosias, capítulo vinte e sete: “E Alma… chamava-se Alma, como seu pai; não
obstante, tornou-se um homem muito iníquo e idólatra… e tornou-se um grande
obstáculo à … Igreja de Deus… pois andava secretamente com os filhos de Mosias
procurando destruir a Igreja… rebelando-se contra Deus. E… eis que, o anjo do
Senhor apareceu-lhes… e falou como se fosse com voz de trovão, fazendo com que
tremesse o solo onde estavam”. (8-11).
LEITOR DOIS: “Alma… por que persegues a Igreja de Deus?… O Senhor ouviu as orações de seu…
servo, Alma, que é teu pai; porque ele tem orado… para que pudesses ser levado a
conhecer a verdade” (13, 14).
30
MOÇA: Uma noite eu cheguei em casa realmente tarde e meus amigos e eu tínhamos feito coisas que eu
sabia que eram erradas. Meu pai estava me esperando acordado. Ele não disse nada. Apenas
olhou-me direto nos olhos e eu sabia que ele não estava pensando: “Não pode ver o está fazendo
COMIGO?” Era mais tipo: “Não pode ver o que está fazendo CONSIGO?” Foi tudo o que eu
pude pensar a semana inteira. Sabia que estava fazendo meus pais infelizes. Mas agora entendia
que estava fazendo eu mesma infeliz também. Estava vivendo de uma maneira, quando SABIA
que outra maneira era a correta.
UMA PODEROSA MUDANÇA
Piano
Mas como eu poderia mudar? Eu não podia simplesmente voltar a ser a antiga “eu” como se nada tivesse
acontecido. Eu precisava de ajuda. Não poderia fazer isso sozinha.
LEITOR UM:“E aconteceu que quando eu estava sendo assim atormentado… lembrei… ter

ouvido meu pai profetizar… sobre a vinda de um Jesus Cristo… para expiar os pecados do mundo. Ora,
tendo fixado a mente neste pensamento, clamei em meu coração: Ó Jesus, tu que és filho de Deus, tem
misericórdia de mim… E então, eis que quando pensei isto, já não me lembrei de minhas dores” (Alma
36:17-19).

LEITOR DOIS: “Não te admires de que toda a humanidade, sim, homens e mulheres, toda nação,
tribo, língua e povo tenham de nascer de novo… mudados de seu estado carnal e
decaído para um estado de retidão” (Mosias 27:25).

LEITOR UM: “Depois… de haver-me arrependido quase até a morte, o Senhor em sua misericórdia,
julgou que me deveria tirar… e nasci de Deus” (Mosias 27:28).

Segue para “Nascer de Deus”


31
NASCER DE DEUS
(Mosias 27 e Alma 36)
Solista e Côro Letra e Música por
Steven Kapp Perry

Pos-so eu mu - dar? Co - mo ten -


( O - lho o pas) - sado co-mo a-gi er -

tei. Co - mo fa - lhei vez a - pós vez. Pa - ra ter


rado. Di-zen-do en - fim, “Que que - res de mim?” Não hou - ve

força nos bra - ços meus. Po - nho a fé so - men - te em


voz, a ter - ra não tremeu, nem u - ma luz a - pa - re -

Copyright © 1990 por Steven Kapp Perry


32

Deus. Co-mo eu o - rei bus - can - do paz. Co - mo mu -


ceu. Só um sus - piro a - li mar - cou, só o per -

dar Co - mo po - der Nascer de


dão ali me cha - mou. Nascer de

Deus, nascer de Deus._________________ Um no - vo

Deus, nascer de Deus.

S.
A.
Deus nascer de Deus Deus nascer de Deus

Deus nascer de Deus Nascer de Deus nascer de Deus

T.
B.

Deus nascer de Deus Deus nascer de Deus


para
33

ser que a-ca -ba de nascer de Deus, San - to Deus,_______

Aah. ____________ Nascer de Deus,

Aah _______________Nascer de Deus nascer de Deus.___ Aah_______

Aah ____________
para

1.

___ pe - la ma - ra - vi - lha de renas - cer.

__________ Nascer de
34
2.

O- lho o pas - cer. O ___ Je - sus, Fi -

Deus______ O ___ Je - sus, Fi -

lho de Deus, tem mi - se - ri -córdia de mim! E es -

lho de Deus. E es -
35

que - ce os pe - ca - dos meus pa-ra o___ meu es - pí - ri - to nascer de

que - ce os pe - ca - dos meus. Nascer de

Deus, San - to Deus, _________ e de

Deus, nascer de Deus ___ Aah __________


36

quem nos fez po - der as - sim nas - cer.

Nas -_____ cer de Deus.

MOÇA: Se há uma coisa da qual eu detesto ser chamada é “beata” ou “a boazinha”. Detesto isso porque
chamam você assim pelas coisas CERTAS que você está fazendo – como ganhar um dez numa
matéria difícil e, ao invés de ser respeitada, fazerem piada de você. É uma confusão! A mesma
coisa por defender a Igreja ou a Palavra de Sabedoria. Você está fazendo uma coisa certa – uma
coisa que todo mundo deveria fazer – e as pessoas simplesmente riem como se você fosse
estranha e você não sabe o que está acontecendo de verdade.

Uma vez um certo rapaz na escola disse: “Se sua Igreja é verdadeira, então Deus vai me fazer
cair morto agora mesmo para provar isso para todo mundo. Vê, não estou morto!” Então todos
os seus amigos começaram a rir. Por que o amado Pai Celestial iria fazer isso, mesmo se o rapaz
fosse sincero? Mas as pessoas não vêem assim. Tenho vontade de dizer algo do tipo: “Vocês
todos vão se arrepender disto quando Cristo vier novamente”, mas sei que eles teriam o seu
auge com isso. Então, simplesmente, não digo coisa alguma.
37
AMANHÃ
Piano
Fico ouvindo que a segunda vinda está perto, mas é mesmo assim logo ou é algo lá longe? Quero acreditar
que é logo, mas algumas vezes duvido muito.

LEITOR UM: Terceiro Néfi, capítulo um: “Ora, aconteceu que os incrédulos fixaram um dia para
aplicar a pena de morte a todos os que acreditavam naquelas tradições, caso não
aparecesse o sinal que havia sido anunciado por Samuel, o profeta. Ora … quando Néfi,

filho de Néfi, viu esta maldade de seu povo, afligiu-se-lhe extremamente o coração… saiu, prostrou-se
e… clamou fervorosamente ao Senhor todo aquele dia; e eis que lhe chegou a voz do Senhor, dizendo:

LEITOR DOIS: “Levanta a cabeça e tem bom ânimo; pois eis que é chegada a hora e esta noite será

dado o sinal; e amanhã virei ao mundo para mostrar ao mundo que cumprirei tudo aquilo que fiz
com que fosse dito pela boca de meus santos profetas” (9-13).

Segue para “Quem Vai Esperar”


38
QUEM VAI ESPERAR?
( 3 Néfi 1 e Mosias 27:31)
SATB Letra e Música por
Steven Kapp Perry
Suavemente, como um madrigal
Mulheres:

Quem vai es - pe - rar o Se - nhor?


(piano toca parte vocal)

Su - a vin - da a - guar - dar: Quem vai es - pe - rar o tro - vão?

Ou ver do rai - o o cla - rão? Quem vai te - mer su - a vin - da?

Quem vai te - mer su- a

Quem, pra co - brir os pe - ca - dos

vin - da? Quem pra co - brir os

vai de - se - jar___ que as mon-___ta - nhas ___caiam so - bre si?

pe - ca - dos Que as mon-___ta - nhas ___ caiam so - bre si?


Copyright © 1990 por Steven Kapp Perry
39

Quem i - rá en-con-trá - Lo? E com pra - zer lou-vá - Lo?

Quem i - rá en-con- trá - Lo? E com pra - zer lou -

E com as es - tre - las de a -le - gri - a dan - ________________________

vá - Lo?

Quem? ____

çar! Quem gri-ta - rá de an-gús - tia? Quem gri-ta - rá de a-go-ni - _____ a?

Quem? ____ Quem gri-ta - rá de an- gús - tia? Quem gri-ta - rá de a-go -
40

Quem na pre - sen - __ ça do Se - nhor tre-me- rá de pa - vor?

ni - ________ a? Do Se - nhor tre -me-rá de pa - vor?

Quem gri-ta - rá a - le - lu - ia! Ajoe- lha - do dian- te De - le?

Quem vi - rá a - do - rá - Lo __ Quan- do en - fim re - tor - nar!


Tenores T&B

(opcional) A ___
41

E todos ve - rão a

hora se a - pro - xi - ma o si - nal já se deu e todos ve - rão a

Deus. Ca - da joelho vai do-brar. Ca - da língua con-fes-sar que __

Somente
Sopranos

Cris - to veio co - mo Se-nhor e Rei! A ____ hora se a - pro - xi - ma o si -


42

nal já se deu e todos ve - rão a Deus. Ca- da

A ___

A ____ hora se a - pro - xi - ma o si - nal já se deu e

joelho vai do - brar, Ca - da língua con-fes-sar que ___ Cris - to veio co -

hora se a-pro- xi - ma o si - nal já se deu e todos ve - rão a

todos ve - rão a Deus. Ca - da joelho vai do - brar. Ca - da

A ____ hora se a-pro - xi - ma o si -


43

mo Se-nhor e Rei! A ___ hora se a-pro- xi - ma o si - nal já se deu e

Deus. Ca - da joelho vai do - brar, ca - da língua con-fes-sar que __

língua con-fes-sar que ____ Cris - to virá co - mo Se-nhor e Rei! A ___

nal já se deu e todos ve - rão a Deus. Ca - da

to - dos ve - rão Deus. Ca-da joelho vai do - brar ca-da

Cris - to virá co - mo Se-nhor e Rei! A ___ hora se a-pro - xi - ma o si -

hora se a - pro- xi - ma o si - nal já se deu e to-dos ve - rão

joelho vai do-brar. Ca - da língua con-fes-sar que ___ Cris - to virá co -


44

língua con-fes-sar que ___ Cris - to virá co - mo Se-nhor e Rei!

nal já se deu e to - dos ve - rão Deus. _____________

Deus. Ca-da joelho vai do - brar ca - da língua con-fes - sar ___

mo Se-nhor e Rei! A ___ hora se a-pro - xi - ma o si - nal já se deu!

Quem vai es - pe - rar o Se - nhor? Vai a - guar - dar a vin - da do Se - _____

Quem vai es - pe - ___ rar o _______ Se - ___________

Quem vai es - pe - rar o Se - nhor? Vai a - guar - dar a vin - da do Se - _____

Quem vai es - pe - ___ rar o _______ Se - ___________


45
(uma voz)

- nhor?
Quem vai es - pe - rar o Se - nhor?

- nhor?

- nhor?

- nhor?

MULHER DOIS: Faz dois anos que estou solteira, estou de volta a minha independência e as coisas
estão indo bem para mim. Só que me sinto tão sozinha no trabalho. Eu me encontro
rodeada por pessoas, mas sem amigos. Alguns dias, fecho meus olhos e fico só
imaginando como seria ter mais alguém lá que acreditasse no que acredito. Estou
disposta a ter amigos e tento impressionar e ser agradável. Mas só não estou disposta
a fazer o que teria que fazer para ser aceita por eles. Estou tentando fazer o que o Pai
Celestial quer. Só que eu me sinto muito sozinha.

LEITOR UM: Mórmon oito: “E eis que eu, Morôni, termino o registro de meu pai, Mórmon… E
então aconteceu que depois da grande e terrível batalha em Cumora… os nefitas
que haviam escapado para o país do sul foram perseguidos pelos lamanitas até serem
todos mortos. E meu pai também foi morto por eles… e eu fiquei sozinho para
escrever a triste história da destruição de meu povo…” (1-3). “ E por causa de seu
ódio, matam todos os nefitas que não negam a Cristo. E eu, Morôni, não negarei a
Cristo” (Morôni 1:2-3).
46
EU NUNCA ESTOU SOU
(Mórmon 8:1-12 e Morôni 1) Letra e Música por
Solista e Côro Steven Kapp Perry
Primeira vez: “E se irão matar-me, não sei… e para onde eu vá, não importa… porque estou só. Meu pai
foi morto… bem como todos os meus parentes; e não tenho amigos nem para onde ir…”
(Mórmon 8:3-5).
Fluindo

Segunda vez:
LEITOR DOIS: “E ninguém há que conheça o verdadeiro Deus a não ser os [três] discípulos de
Jesus, que permaneceram na terra… Mas eis que meu pai e eu os vimos e eles
ministraram em nosso benefício” (Mórmon 8:10-11).

So - zi-nho es-tou ________________ en - quan -to em mi - nha


En - tão as - sim ________________ mi - nha al-ma foi de - fen-

vol - ta o mun - do ______ a - cha que to - lo sou.


di - da e é a - mi - ga dos que se fo - ram antes.

Copyright © 1990 por Steven Kapp Perry


47

Mas eu não sou _______________ o pri- mei - ro a ser cha -


Que me cha- mam ______________ co - mo tro - vões dis -

Côro (somente na 2ª vez): Aah ________________

ma - do de um sim-ples fra - cas - sa - do por es - co - lher crer


tan - tes: “Não se - rás es - que - ci - do! O Se - nhor es - tá con -

(somente na 2ª vez) Aah _________________________


48

que E - le sem - pre cui - da dos Seus.


tigo e E - le sem - pre cui - da dos Seus.”

Côro (ambas as vezes):


Aah ________________________________________________________

Majestoso

Eu nun - ca es - tou só quan-do es-tou com Deus e com

Eu nun - ca es - tou só e com


49

os pro - fe - tas seus. A - on-de quer que eu vá, quan-do es-tou com

os pro - fe - tas seus. A - on-de quer que eu vá.

1.

Deus Eu nun- ca es - tou só.


50

2.

Deus Eu nun - ca es - tou só. Es-tou com Né - ___ fi e Mo -

Aah __________________________________

rô - ni, __ com Abi - na - di, ____ que em cha-mas tes -__ ti -

____ Aah _________________________________

___ com Aah ____________________________________________________


51

ficou! Com os san - ___________ tos sem - pre, ___

__________ Com os san - ___________ tos sem - pre, ___

bra - vos e fi - éis, ____ En - _______ si - nan - do - __ me

bra - vos e fi - éis,____ En - _______ si - nan - do - __ me


52

Eu _______________ nun - __ ca, Eu nun-ca es - tou só quan-do es-tou com

Eu _______________ nun - __ ca, Eu nun-ca es - tou só quan-do es-tou com

Deus e com os pro - fe - tas seus. A - on-de quer que eu

Deus e com os pro - fe - tas seus. A - on-de quer que eu


53

vá quan-do es-tou com Deus. _____________________________

Quan - do es - tou ________

vá Quan - do es - ____ tou


Quan-do es - tou _______

Quan - do es - tou _______

Eu nun - ca es - tou só __________________

Eu nun - ca estou, nun-ca es - tou, Eu nun-ca es - tou só!


54
Solo Tenor Cumora Reprise
um pouco mais rápido

Sou um fi - lho da pre - sen - te hora

um pouco mais rápido

e o pas - sa - do es-tá a me cha - mar a - go - ra

(retorna ao côro)

Do Mon - te __Cu - mo- __ ra o tes - te - mu - nho a-go - ra a-flo - ra. ____


55

Da es - cu - ri- ____ dão ___ bri-lha, en - fim, a luz da au - ro - ra! ____


(bri)

____ Da au - ro - ra!______________

Auro - ra! Do Mon- te Cu - mo - ra! ______________

Au - ro - ra! ______________
Do
MONTE CUMORA
O Livro de Mórmon Fala aos Nossos Dias

Abertura

Do Monte Cumora

Vindo do Pó (interlúdio)

O Que Podem Eles Ter a Dizer?

Coisas Grandes e Pequenas

O Poder de Deus

Uma Mudança Vigorosa (interlúdio)

Nascer de Deus

Amanhã (interlúdio)

Quem Vai Esperar?

Eu Nunca Estou Só

Cumora (reprise)

Você também pode gostar