Você está na página 1de 4
Avaliação On-Line Avaliação: Disciplina: AV1.2012.2EAD-ANÁLISE TEXTUAL-CEL0465 CEL0465 - ANÁLISE TEXTUAL Tipo de Avaliação: AV1 Aluno: Nota
Avaliação On-Line
Avaliação:
Disciplina:
AV1.2012.2EAD-ANÁLISE TEXTUAL-CEL0465
CEL0465 - ANÁLISE TEXTUAL
Tipo de Avaliação: AV1
Aluno:
Nota da Prova:
5
Nota do Trabalho:
Nota da Participação:
2 Total:
7
Prova On-Line
Questão: 1 (157323)
Observe, atentamente, a tirinha de Maurício de Sousa.
Disponível em http://www.monica.com.br/comics/tirinhas/tira98.htm
Para entendermos a graça da tirinha e torná-la um texto coerente, é preciso:
I- usar o nosso conhecimento de mundo e entender que o personagem Cascão não toma banho.
II- relacionar o barulho do telefone (linguagem verbal) à fala das personagens da Turma da Mônica
(linguagem não-verbal).
III- considerar as informações que não foram ditas no texto, mas que devem fazer parte do nosso
conhecimento de mundo.
Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s):
Pontos da Questão: 1
II e III.
I
e III.
I, II e III.
III, apenas.
I
e II.
Questão: 2 (157654)
Leia a letra da música “O céu”, de Nando Reis e Marisa Monte.

O céu O céu vai tão longe e esta perto O céu fica em cima do teto O céu tem as quatro estações Escurece de noite, amanhece com o sol O céu serve a todos O céu ninguém pode pegar O céu cobre a terra e a lua Entra dentro do quarto, rua do avião Dentro do universo mora o céu O céu para-quedas e saltos O céu vai do chão para o alto O céu sem começo e sem fim Para sempre serei seu fã Olhai pro céu, olhai pro chão (Disponível em http://marisa-monte.musicas.mus.br/letras/47289/)

 

Tendo em mente os conceitos de textualidade, coesão e coerência, assinale a opção CORRETA.

 

Pontos da Questão: 1

  • A repetição de O CÉU empobrece o texto, pois não contribui para a construção de sentido do

 

texto.

  • O texto não apresenta coerência porque fala sobre o céu.

 
  • O texto apresenta problemas na coesão e na coerência por ser uma letra de música.

   
  • Há coesão referencial porque os autores fazem uso da repetição como elemento coesivo

Há coesão referencial porque os autores fazem uso da repetição como elemento coesivo
  • Falta textualidade a letra da música porque não conseguimos entendê-la.

 

Questão: 3 (157290) Leia abaixo o texto com atenção:

 

Diferencie o resfriado da gripe para sarar depressa Os sintomas mudam, assim como o melhor tratamento para cada doença Basta o friozinho chegar, para que comecem as complicações respiratórias. Há pouca chuva, a temperatura muda bruscamente, o calor que aparece na hora do almoço se esconde durante a noite e a poluição aumenta nos centros urbanos. As condições não poderiam ser melhores para o surgimento da gripe e do resfriado. Muitas vezes confundidas, as duas doenças são bastante diferentes nos sintomas, diz a especialista Simone Aguiar. O resfriado é mais comum, causando vermelhidão nos olhos e coriza, seguidos de uma febre não muito elevada (que dura entre 48 e 72 horas). O ciclo viral costuma durar de três a cinco dias. "A gripe, por sua vez, causa febres mais altas acompanhadas de dores no corpo. É mais grave do que o resfriado por poder levar à pneumonia ou a um quadro bacteriano mais grave", afirma a pneumopediatra do Hospital San Paolo, Simone Aguiar. (Folha Online, 25/08/2010) Na frase grifada no texto, podemos afirmar, quanto à tipologia textual: Pontos da Questão: 1

  • É uma frase descritiva, pois enumera características sobre o ambiente.

É uma frase descritiva, pois enumera características sobre o ambiente.
 
  • É uma frase injuntiva, pois objetiva comprovar a verdade.

 
  • É uma frase mista, pois apresenta características do texto injuntivo e narrativo.

 
  • É uma frase narrativa, pois apresenta um episódio.

 
  • É uma frase dissertativa, pois expõe ponto de vista.

 

Questão: 4 (157639) Aponte a alternativa que define corretamente o conceito de LÍNGUA: Pontos da Questão: 0,5

   
  • conjunto de palavras e expressões usadas exclusivamente por indivíduos analfabetos, munido de regras próprias.

 
  • conjunto de palavras e expressões usadas por um povo, por uma nação, munido de regras próprias

conjunto de palavras e expressões usadas por um povo, por uma nação, munido de regras
 
  • conjunto de palavras e expressões comuns a todos os povos, munido de regras universais.

 
  • conjunto de palavras e expressões usadas exclusivamente por indivíduos falantes da norma padrão, munido de regras próprias

conjunto de palavras e expressões usadas exclusivamente por indivíduos falantes da norma padrão, munido de
 
  • conjunto de palavras e expressões usadas por determinados grupos sociais, munido de regras próprias.

 

Questão: 5 (157670) Em geral, alguns critérios são selecionados como necessários para a construção textual do sentido. Um deles é crucial para elaboração do sentido textual.Se o texto fala de coisas que o receptor ignora, este terá dificuldade em detectar o sentido daquele. O enunciado parecerá incoerente para ele.

 

Chamamos este fator responsável pela coerência de:

 

Pontos da Questão: 0,5

  • coesão

 
  • inferências;

 
  • repetição.

 
  • conhecimento de mundo;

conhecimento de mundo;
 
  • intertextualidade;

intertextualidade;
 

Questão: 6 (222216) A linguagem da Internet , nem sempre, é o "Internetês". A afirmativa possui como justificativa: Pontos da Questão: 1

   
  • Porque quem escreve, nem sempre, domina o idioma nacional.

 
  • Porque o Internetês é a variação padrão.

   
  • Porque quem determina o uso correto da língua é a gramática.

Porque quem determina o uso correto da língua é a gramática.
 
  • Porque, nem sempre, a situação comunicativa está no contexto informal.

Porque, nem sempre, a situação comunicativa está no contexto informal.
 
  • Porque a Internet é local de pessoas cultas e ignorantes no domínio da língua.

   

Questão: 7 (157281) : Assinale a alternativa que melhor completa a lacuna no texto.

   

Como vimos, é certo dizer que a língua não é sempre a mesma em qualquer situação, ela se modifica de acordo com a região, com a idade, com a situação, com a formalidade ou informalidade do encontro, com as pessoas envolvidas. Enfim, possuímos diversos contextos em que a língua se

acomoda. A esse fenômeno denominamos _____________.

Pontos da Questão: 1

 
  • Caráter homogêneo da língua

   
  • Norma culta da língua

 
  • Modo de falar do povo

   
  • Língua que se falava há dois séculos

 
  • Variação linguística

Variação linguística
 

Questão: 8 (157677) Há situações de uso da língua nas quais o falante deve evitar termos e construções típicos de um determinado grupo social e/ou regional, utilizando-se, para isso, de uma variação que seja aceita por todos os possíveis grupos de ouvintes. Tal variação é denominada: Pontos da Questão: 0,5

 
  • variação cultural

 
  • variação social

 
  • variação regional

 
  • variação profissional

 
  • variação padrão

variação padrão
 

Questão: 9 (157277) Leia e responda.

 

"Nenhuma língua permanece a mesma em todo o seu domínio e, ainda num só local, apresenta um

sem-número de diferenciações.(

)

Mas essas variedades de ordem geográfica, de ordem social e até

gosto e o pensamento, não prejudicam a unidade superior da língua, nem a consciência que têm os que a falam diversamente de se servirem de um mesmo instrumento de comunicação, de manifestação e de emoção." (Celso Cunha, em Uma política do idioma) De acordo com os estudos sobre tipologia textual, o fragmento acima classifica-se como:

Pontos da Questão: 1

  • combinação de descrição e narração

combinação de descrição e narração
 
  • narração

 
  • descrição

 
  • dissertação

dissertação
  • injunção

 

Questão: 10 (222232) Assinale o item que corresponda ao valor semântico estabelecido entre as ideias que compõem o período a seguir.

“À medida que caminhávamos, percebíamos o quão longe era a casa de Joana.”

 

Pontos da Questão: 0,5

  • Proporcionalidade.

Proporcionalidade.
 
  • Contrariedade.

 
  • Consequência.

 
  • Causa.

 
  • Finalidade.