Ano 1 N˚1 Novembro de 2009

Informativo ambiental

Na mente de quem lê

Lula planeja diminuição de gases no mundo

Pág. 5
Primeira cidade sustentável Carro ecológico Animais ameaçados

Pág. 6

Pág. 7

Pág. 4

projeto house organ.indd 1

27.11.09 11:57:35

Foto: Lucas Dolega

Informativo ambiental

Na mente de quem lê

Expediente Editorial
Meio Ambiente hoje, passa por sérios problemas, onde os seres humanos não enxergam, ou simplesmente fingem estar cegos. Por isso criamos um jornal, visando conscientizar à todos, mostrando o que realmente está acontecendo em nosso planeta. Este problema vem se agravando e aumentando a cada dia que passa, mas ainda temos a chance de reverter este quadro, pois se cada um fizer a sua parte, poderemos ter um mundo mais limpo e mais agradável de se viver. Nós alunos do senai estamos entrando neste assunto para que você leitor, esteja por dentro do que está sendo feito para reverter as condições não muito favoráveis do nosso Meio Ambiente e para que os mesmos, revejam os seus conceitos em termos de preservação do nosso planeta. Criação e diagramação: Greyse e Marlon Arte-final: Greyse e Marlon Redatores: Greyse e Marlon Entevistada: Priscila Westephal

O

Sumário
Entrevista........................................................ 3 Um tempo atrás .............................................. 4 Atualidades .................................................. 5,8 Canto do leitor ............................................. 6,7 Curiosidades.............................................. 9,10 Precauções....................................................11

2

projeto house organ.indd 2

27.11.09 11:57:36

Informativo ambiental

Entrevista
Foto: Alex Oliveira

Na mente de quem lê
Priscila Westphal

Novidade no Senai De Artes Gráficas
1- O que foi que motivou você a se interessar sobre o tema meio ambiente ?
Ainda na faculdade tivemos uma disciplina de recursos naturais com professores da engenharia ambiental e acabou sendo extremamente técnica e voltada ao público do curso deles. E para nós designers queriamos saber sobre ecodesign através dos profissionais de design. Porém a realidade é bem diferente do que encontrei, porque não há muitos profissionais que trabalhem o design e a sustentabilidade unidos. E isto impacta muito na produção e no processo produtivo industrial. Claro, há legislações que são seguidas e se fala no ciclo de vida do produto, mas ainda é pouco. Depois de tanto conversar com alguns professores do curso de design, na época eu era do Centro Acadêmico, eles também concordavam com as nossas solicitações e hoje existe uma disciplina específica para trabalhar o ecodesign.

4- Aonde está aplicando o conhecimento que adquiriu com ele ?
Hoje estou aplicando nas turmas de pré-impressão do curso de aprendizagem industrial do SENAI . A aplicação deste conhecimento já está sendo repassado nas aulas de educação ambiental e isto impulsiona a procurar mais e mais informações e maneiras diferenciadas de repassá-las aos alunos.

5- Qual é a espectativa que você espera após esse projeto ?
Este é um projeto que está ligado a outros projetos.... rsrsrsrs Eu fiquei apaixonada por ecodesign na faculdade, sempre quis trabalhar com isto. Vi nos alunos uma possibilidade de fazer aulas de educação ambiental diferenciadas e que motivassem os alunos e que realmente se sensibilizassem para as questões ambientais. Como todos sabem, eu estou terminando a especialização de informática na educação que me auxiliaram na inovação das aulas e que este precisa ser finalizado com o trabalho de conclusão. Então aproveitei que foi formado um grupo ambiental na escola, as atividades de educação ambiental e organizei no projeto de conclusão visando a melhoria da educação. O que eu esperava neste projeto era a motivação, a busca pela informação, a análise crítica e conscientização dos alunos. Felizmente, foi muito além das expectativas, isto que nem vi o projeto do Informativo Ambiental ainda. E na própria universidade já fui convidada a escrever um artigo científico sobre esta experiência que está sendo vivenciada.

2- Como foi esse primeiro contato mais aprofundado com esse tema ?
O primeiro contato foi na universidade com o ecodesign e atualmente está sendo potencializado e expandido através das aulas de educação ambiental que iniciaram este ano. Ainda há muito mais para estudar e se aprofundar nas discussões ambientais. A cada dia surge alguma discussão nova e com ponto de vista diferente. Acho que podemos ir muito além.

3- O que mudou para você depois dessa novidade ?
Com certeza hábitos, comportamentos, atitudes e o interesse. Estou muito contente com as atividades desempenhadas pelos alunos e pela parceria de colegas de trabalho nos trabalhos ambientais, porque ninguém muda nada sozinho no mundo.

6- Por que prôpos esse assuntos aos seus alunos ?
Porque o mundo precisa de mudanças urgentes e porque faz parte da formação do perfil profissional dos alunos do SENAI.

3

projeto house organ.indd 3

27.11.09 11:57:36

Informativo ambiental

Um tempo atrás

Na mente de quem lê

Extinção
No dia 5 de junho é comemorado o dia internacional do Meio Ambiente, mas infelizmente nós não temos muito o que comemorar. Segundo o Ministério do Meio Ambiente existem ainda animais com risco de serem extintos. A listagem indica 395 animais , quase o dobro da anterior que mostrava 195 espécies em risco no ano de 1989. Alguns animais mabteram-se na lista, como por exemplo, o tamanduábandeira, a onça pintada, o lobo guará e alguns saíram dela como o jacaredo-papo-amarelo, gato do mato e surucucu.No RS temos 24 espécies de aves vulneráveis: oito em perigo, como a jacutinga; cinco criticamente em perigo, como o cardeal-amarelo e uma extinta, a arara-azul pequena e se não abrirmos os olhos mais animais extintos veremos pela frente.

Desastre no Rio dos Sinos
Foram encontradas 86 toneladas de peixes mortos no Rio dos Sinos, segundo o relatório divulgado pela Fepam sobre essa catástrofe ambiental. Isso ocorreu devido aos químicos despejados no rio por seis empresas industriais, somando com 95% de esgoto que não são tratados pelas prefeituras, o que contribuiu para que a catástrofe acontecesse. O represamento do Rio dos Sinos no Guaíba foi um fator para o incidente, tornando sua vazão reduzida. Então o fato de não correr o Rio dos Sinos, conduziu a acumulação dessas substâncias em um longo trecho. Segundo o biólogo, especialista em qualidade água da Unisinos, Uwe Schulz, disse que foram encotrados mais de 2,1 mil produtos domésticos despejados no rio. Equipes de monitoramento encontraram 1,5 mil pontos com ausência de vegetação nas bordas do rio. As três empresas foram responsáveis pelo desastre foram: Ultresa, Gelita do Brasil e Três Pontos. Outras três companhias entraram na Justiça com liminar e seus nomes não foram divulgados. O valor das multas chegou até R$ 1,2 milhão. A Ultresa é da parte de tratamento de resíduos, em Estância Velha e Ivoti. A Gelita do Brasil atua na área de alimentos, em Estância Velha e a Três Pontos trabalha com papel, em Esteio. Essas empresas estariam despejando resíduos poluentes no Rio dos Sinos. Após o anucio, a Gelita do Brasil negou a acusação.

4

projeto house organ.indd 4

27.11.09 11:57:37

Foto: Felipe Sallari

Foto: Google imagens

Foto: Google imagens

Informativo ambiental

Atualidades

Na mente de quem lê

Lula planeja diminuição de gases no mundo
O presidente Lula e o francês Nicolas Sarkozy, divulgam nessa sábado, que vão fazer uma volta ao mundo, antes de irem para a Conferência de Copenhague. O objetivo é convercer países em desenvolvimento a adquirirem metas ambiciosas para reduzir a emissão de gases para a geração do efeito estufa.As metas brasileiras querem reduzir das emissões em 39%, até 2020. -Ninguém quer o impossível, mas apenas o razoável: que deixemos para o futuro um mundo pelo menos igual ao que recebemos -,disse Lula em entrevista coletiva no Palácio Elyssé, em Paris. Sarkozy afirmou que enviará seus ministros a África, Ásia e à América do Sul para convencer o maior número de pessoas possíveis para adotar essas metas e demonstrarem uma iniciativa real, cumprindo as metas. Pretendem propor a criação de uma Organização Mundial para o Meio Ambiente. Presidente Lula cobrou responsabilidades dos Estados Unido e da China, pois segundo ele, são esses que se preocupam em resolver seus problemas, sem se importar absolutamente com os impactos que podem ser causados nas mudanças climáticas no planeta. -Estamos vendo uma iniciativa de criar um G2 do clima.Fiquei com a responsabilidade de falar com o presidente Obama na próxima segundafeira porque, como maior economia do mundo, é importante que os Estados Unidos sejam mais ousados em seu compromisso com o meio ambiente-, afirmou Lula. Sarkozy está juntamente de acordo com o Lula, e participará pessoalmente da Conferência do Meio Ambiente de Copenhague, marcada para dezembro nos dias 16 e 17.

Poluição do arroio dilúvio
O projeto Percursos Urbanos, da Bienal, promoveu uma atividade para que pessoas pudessem conhecer a história do Arroio Dilúvio. Cerca de 40 pessoas participaram. A atividade é gratuita e terá novas edições durante o mês de novembro. Os participantes viram a foz do Arroio e o Guaíba no Anfiteatro Pôr-do-Sol, eles ficaram chocados quando viram a tonalidade da água e a quantidade de lixo encontradas às margens do arroio. De ônibus, o passeio teve paradas na Praça dos Açorianos, Ponte da Pedra,na ponte da Avenida João Pessoa e no Beco dos Marianos, ponto mais próximo da nascente. Ouviram explicações de como era antes o arroio, assistiram vídeos relatados por moradores e fizeram perguntas para tirarem suas dúvidas com os integrantes do projeto. Com as imagens e ralatos puderam deslumbrar como era a vida às margens do arroio na década de 30. Durante o caminho os participantes fizeram vídeos e tiraram fotos, esse material será utilizado na produção de um documentário em DVD, que será destribuído nas comunidades e escolas até julho de 2010.

5

projeto house organ.indd 5

27.11.09 11:57:38

Foto: Matheus Beust

Foto: Lucas Dolega

Informativo ambiental

Canto do leitor

Na mente de quem lê

A água a beira do abismo
A base fundamental do nosso dia-dia, está diminuindo cada vez mais. Quem diria? O homem criou a água e ele mesmo está destruindo o mundo, desperdiçando e consumindo o máximo de água possível. Um dos principais problemas que estão acontencendo no planeta, especialmente no Brasil, está se agravando bastante. A água está escassa e se continuar assim... Com 70% de água que há na Terra, a maior parte se encontra em oceanos. Dessa água 97,5% é salgada e 3% é doce, sendo que, dessa doce a maior parte são geleiras, então podemos utilizar somente 1% de água. Como é engraçado, em certos lugares a réia e as infecções parasitárias estão em segundo luágua é abundante que chega a causar catástofres, engar como maior causa da mortalidade infantil no Brasil. quanto em outros, a água praticamente não existe. As constantes mudanças climáticas, estão fazendo com Nós, seres humanos não sabemos usar a que diminua a quantidade de água pela chuva. Além disso, água, ou seja, desperdiçamos sem necessidaexistem pessoas que não tem acesso à um saneamento de, fizemos isso sem pensar no futuro da Terra. básico, o que prejudica O consumo médio diário por pessoa muito o meio ambiente. é aproximadamente de 120 litros, que As reservas de água são distribuidos em: 36% na descarga potável estão esgotando banheiro; 31% em higiene corporal; do pela má distribuição 14% na lavagem de roupas; 8% na reg natural, que faz com que de jardins, lavagem de automóveis, limalguns países obtenham peza de casa, atividades de diluição; mais água do que o ne7% na lavagem de utensílios de cosicessário, e outras procunha e 4% para beber e alimentação.Na rando sobreviver com o agricultura o gasto de água é de 69%, mínimo de água que têm. na indústria 23% e uso domético 8%. Então vamos começar O Brasil gasta por ano o equivalente para a nos mecher, cada um abastecer 38 milhões de pessoas. Em SP faz a sua parte que, conestão analizando três projetos para a dimicerteza, esse colapso irá nuição do desperdício de água, o primeiro diminuir. Comece pela é multando pessoas que lavam calçadas, Foto: Google imagens sua casa, deligando a torneira para ensaboruas, veículos, rega de jardins e gramados com o ar a louça, não regando plantas com mangueiras e sim emprego de mangueiras e máquinas de pressão a jato. com um regador, que poupa mais água, não lavando os Outro projeto aprovado, obriga as empresas que trabacarros com mangueiras e sim com baldes, trocar as lâmlham com meios de transportes e lavagem de automóveis, padas comuns por fluorescentes, que são mais econôa instalarem equipamentos para a reutilização e tratamenmicas, escovar os dentes com a torneira fechada, ligar o to da água e o terceiro está previsto a criação de um Prochuveiro só quando for se enxaguar e assim por diante. grama Estadual de Conservação e Uso Racional da Água Se nós quisermos um futuro melhor para nós e para nosnas Edificações Públicas e Privadas (PURAE), no qual o sos filhos, temos que mudar, pois o nosso futuro pode não Estado tem até 10 anos para adequar todos os prédios existir e o amanhã pode ser tarde demais para recomeçar. públicos com aparelhos que permitem economia de água. Mais de 5 milhões de crianças morrem anualmente de doenças disseminadas pela água, 65% das infecções hospitalares no páis são causadas por doenças de veiculação hídrico, pricipalmente nas crianças. DiarFoto: Google imagens

6

projeto house organ.indd 6

27.11.09 11:57:39

Informativo ambiental

Canto do leitor

Na mente de quem lê

Foto: Google imagens

Foto: Google imagens

institui o dia nacional da conservação do solo, que tem como objetivo maior conscientizar a população de que esses problemas ambientais podem ser resolvidos e que com a colaboração de todos teremos dias mais bonitos e principalmente um meio ambiente mais agradável de se viver.

postagem e 28% para o tratamento mecânico ecológico. Outro fator preocupante é a contaminação das redes de esgoto, onde tudo isso acaba atingindo as águas subterrâneas, que são de extrema importância para os seres humanos, pois essas águas juntamente com rios e lagos correspondem a 1% da água potável existente em todo o planeta, portanto isso traz um ar de preocupação, pois com essa poluição teríamos uma grande escassez de água. Fa-se necessário que os seres humanos tomem consciência de que este problema está afetando todos nós e que um simples gesto de cada um, como, por exemplo, reciclar e diminuir os seus resíduos, diminuiria os altos índices de contaminação do solo. Para isso acontecer foi criada uma lei no dia 13 de novembro de 1989 que

7

projeto house organ.indd 7

27.11.09 11:57:39

Foto: Google imagens

Foto: Google imagens

A terra é composta por uma parte sólida que é a matéria mineral e a matéria orgânica, bem como, a água e o ar que são considerados componentes não sólidos. A contaminação do solo acontece quando adicionamos qualquer substância estranha na terra, assim a água e o ar são afetados diretamente ou indiretamente. A poluição do solo é causada por vários fatores, e um destes é a poluição da terra pelos resíduos criados pelo homem jogados no chão. Um exemplo dessa poluição está na Itália, onde há 47 aterros em todo o país e apenas 14% dessas instalações são voltados para a com-

Contaminação do solo

Informativo ambiental

Atualidades

Na mente de quem lê

Tartarugas-verdes devolvidas ao mar

Espuma Branca no Guaíba
No bairro Ipanema, Porto Alegre, uma espuma branca vem preocupando os moradores. As bolhas esbranquiçadas se formaram na altura do Rio Gávea a pelo menos três semanas. A possível resposta para isso, é de que o Arroio Capivara esteja desembocando sem tratamento no Guaíba. O empresário Reinaldo Frota, de 53 anos, aluga barcos para passeios turísticos e está envergonhado com essa situação. Conta que, na semana do dia 25 de outubro, ocorreram jogos radicais no local que foi palco do Campeonato Brasileiro de Kitesurfe. Ele emprestou a embracação para a comissão do torneio e teve que dar explicações pra os visitantes do que estava acontecendo ali: - Normalmente o arroi é tratado, mais algo aconteceu que o sistema não está funcionando, deve ser algum defeito no sistema de bombeamento, algum produto químico dever ter entrado em contato com a água e formando essa espuma- afirma o empresário. O aposentado Luiz Paulo Hartz, de 60 anos, que mora há 35 anos na Avenida Guíba, disse que sempre enfrentou problemas com a poluição do rio Guaíba, já entrou em contato com a prefeitura que ofece melhorias uma vez que outra, mais que não resolve o problema. - Isso aqui é uma sujeira violenta. Pelo o cheiro a gente nota, sinto o odor em casa que fica insuportável. Não é a primeira vez que vejo essa espuma, as vezes ela chega a medir um metro de altura.

Foto:Maurício Gasparetto Sete tartarugas-verde são encontradas semana paasada na praia do Cassino, em Rio Grande, apenas duas sobreviveram. Na tarde dessa quinta-feira, elas foram devolvidas ao mar pela equipe do Núcleo de Estudos e Monitoramento Ambiental (NEMA). Dos animais soltos, o maior tinha 60 centímetrosde comprimento e pesava 20 quilos, sendo que a tartaruga-verde vive até 100 anos, atinge 1,5 metros de comprimento e 205 quilos. Os sete animais chegaram desabilitados a costa riograndina, foram tratados no centro de Animais Marinhos (CRAM) da Universidade Federal do rio Grande (FARGS). Um já estava morto e nas dependências do CRAM, quatro morreram.Segundo os veterinarios do centro, dentro do aparelho digestivo das tartarugas havia lixo. “ No mar,animais confundem pedaços de plásticos e fios de redes de pesca com algas, o que serve de alimento.Então quando eles ingerem esses resíduos acaba entupindo o aparelho digestivo”, explica o veterinário Rodolfo Silva. Segundo os estudos da FURG, este problema atinge 85% das tartarugas encontradas na praia do Cassino.

Foto: Ronaldo Bernadi

8

projeto house organ.indd 8

27.11.09 11:57:40

Informativo ambiental

Curiosidades

Na mente de quem lê

Em 2007, os chineses viram a visão que o meundo se encontra e pensaram numa solução, então chegaram na conclusão de criarem uma cidade sustentável em Dogtan, na China. A primeira faze desse projeto será em 2010 com 10 mil moradores, até 205 500 mil habitantes deverão mudar-se para lá. Os prédios vão consumir menos água e energia gerada por usinas solares e eólicas e o lixo será reciclado 80% , os deslocamentos em pequenos núcleos serão a pé ou bicicleta.

Brinquedos Sustentáveis
Em Nova York,no ano passado a loja FAO Schwartz, em meio de milhares de opções para o natal, pais e filhos foram surpreendidos por Papais Noéis de roupas verdes com brinquedos de material reciclável. A gigante loja Toys “R” comprou essa loja nesse ano. Anunciou um aumento nos números de coleções excluzivas que incluem madeiras naturais sustentáveis e materiais orgânicos. A Good Green Fun (Diversão Verde Boa) destaca produtos com cores terra e selados por um R gigante, acompanhados por uma folha verde circundado com as seguintes palavras: “Renew, Reuse, Re-think “ (Renove, Reutilize, Repense). Suas embalagens são feitais de materiais 70% recicláveis. Basearam-se nas crianças, pois sabem que elas estão se tornando conscientes sobre o meio ambiente e querem saber o que podem fazer para ajudar a proteger o planeta. Esse é um dos primeiros passos da empresa, querem cada vez mais obterem eco-brinquedos. As bonecas e animais de algodão são apropriados para várias idades. O algodão utilizado nos brinquedos não é tingido, processado e nem tratado. Para as crianças acima de dois anos, temos brinquedos como: cubos de alfabetos, caminhões de bombeiros, carrinhos de fórmula um e trens. A madeira utlizada é certificada pela FSC(Florest Stewardship Coucil, seguem dez critérios que definem florestas bem administradas, inclusive, os brinquedos levam um logo da FSC, para não confudirem os pais na hora da compra.

Coletor seletivo 4 em 1
Lançado pela Metarlúgica Nematec, três empresas já utilizam esse coletor seletivo, e nesses casos foram para facilitar a administração dos resíduos recicláveis. O Recicla Fácil é compacto,comum sistema 4x1 para a separação de vidro, papel,metal e plástico em um único recipiente, tem a capacidade de 80 litros para melhorar a estética, facilitar na operacionalização, em ganhos ambientais, social e econômico, essas são algumas vantagens que as empresas que a utilizam, apontam.

Foto: site Planeta sustentável

9

projeto house organ.indd 9

27.11.09 11:57:40

Foto: Google imagens

Foto: site Planeta sustentável

Primeira casa sustentável do mundo

Informativo ambiental

Curiosidades

Na mente de quem lê

Equipamentos para tratamento de esgoto
Alpina desenvolve os equipamentos DBR Maxi e DBR Compac para possibilitar o tratamento do esgoto em lugares aonde o sistema público não chega com alta eficiência e baixo custo operacional. Os equipamentos contêm discos rotativos no seus interiores, que funcionam como suporte para o crescimento natural, espontanêo e controlado por microorganismos que são responsáveis pela oxidação dos dejetos e pelo tratamento do esgoto. O DRB Maxi ou o Compac, não necessitam da adição de protudos para seus funcionamento. O DRB Compac é utilizado em locais aonde já possuem fossa séptica, mas que necessitam de um baixo consumo de água através de reuso de afluentes e ainda, diminuir o número de caminhões limpa-fossa. Outro fator é que todo o lodo gerado no equipamento é tratado. O DRB Maxi já é recomendado a locais em que não se pode ser realizado o tratamento ou que apresenta um alto custo na excução de escavações. Permite o tratamento de efluentes de 10 pessoas, sua capacidade pode atingir até 70 pessoas. Esses efluentes gerados no equipamento estão totalamente de acordo com as exigências legais. E o lodo formado pode ser desidratado dentro da própria unidade e, depois de seco, pode ser descartado junto com o lixo domiciliar, despensando os caminhões limpa-fossa. Foto:Empresa Apina

EcoProject
A Ford apresentou no ano de 2008 o EcoProject, ou seja, carros que utilizam material reciclado e fibra de sisal na confecção das suas partes plásticas. Isso tudo foi possível após 4 anos de pesquisa e como resultado tivemos o Ford Ka Beauty e Beast. A Ford ressaltou que em breve estará usando este novo recurso em todos os seus veículos.A empresa tem como objetivo o desenvolvimento de matéria-prima derivada de recursos renováveis, além de apoiar a indústria de reciclagem e o desenvolvimento do setor agrícola. Foto: Google imagens

Tecsan lança equipamentos inovadores
A Tecsan, empresa que atua na área de reaproveitamento e reciclagem de produtos lançou o tritutec (onde o nome já diz tudo), para ter duas vezes mais resultado na trituração de resíduos indústriais.Outra criacão dessa empresa tão conceituada é o coletortec, ou seja, um carro motorizado para a coleta seletiva e outros. Foto: Google imagens Por ser de pequeno porte, pode ser manuseado facilmente, além de entrar em locais de difícil acesso, como por exemplo, em ruelas e becos. Isso tudo pode ser adquirido por um preço baixo, economizando em combustível e ajudando o Meio Ambiente, emitindo pouquíssinos gases.

10

projeto house organ.indd 10

27.11.09 11:57:41

Informativo ambiental

Precauções

Na mente de quem lê

Lixo

Água

Não jogue lixo nas ruas. Separe o lixo orgânico do seco. Não jogue lixo nos rios. Jogue lixo no lixo.

Feche as torneiras quando lavar louça. Não tome banho demorado. Não lave carros com mangueiras.

Poluição

Desmatamento

As indústrias devem diminiir as emissões de gases. As fumaças dos carros devem ser menos poluentes.

Não devemos desmatar as nossas florestas pois são através delas que nós respiramos, bem como todos os seres vivos do planeta e assim evitar até mesmo as queimadas, pois isso contribui para o aquecimento global.

Geleiras

Se nós diminuirmos os gases lançados contra a camada de ozônio, talvez conseguíssemos evitar o desaparecimento das nossas geleiras e até mesmo dos ursos polares que serão extintos como consequência.

11

projeto house organ.indd 11

27.11.09 11:57:41

O Planeta

Douglas Ramos

O planeta que vivia “sorrindo”, Hoje só vejo “chorar”, Parece estar sentindo, Que está próximo de acabar. Os animais que tanto o adoram Quase não vejo “sorrir”, Agora eles só “choram”, Com medo de um dia sumir. O ar, antes tão “contente”, Está “triste” e sem “paixão”, Pois seu brilho tranparente, Sumiu com a poluição. A água que era tão “falante”, Hoje só vejo “chorando”, Porque sua “fala” abundante Está quase acabando. As árvores que “dançavam” com o vento, E que eram tão amadas, Estão sumindo com o desmatamento, E também com as queimadas. E ninguém está vendo, Entra ano e sai ano, Que o planeta está morrendo, Pelas mãos do SER HUMANO. Atenciosamente: Meio Ambiente

projeto house organ.indd 12

27.11.09 11:57:41