Você está na página 1de 12

Ano 1

N˚1
Novembro de 2009

Informativo ambiental

Na mente de quem lê

Lula planeja diminuição de
gases no mundo

Foto: Lucas Dolega

Pág. 5

Primeira Carro Animais
cidade ecológico ameaçados
sustentável

Pág. 6 Pág. 7 Pág. 4

projeto house organ.indd 1 27.11.09 11:57:35
Informativo ambiental

Na mente de quem lê

Expediente
Editorial
Criação e diagramação: Greyse e Marlon
Arte-final: Greyse e Marlon

O
Meio Ambiente hoje,
Redatores: Greyse e Marlon
passa por sérios
Entevistada: Priscila Westephal
problemas, onde os
seres humanos não enxer-
gam, ou simplesmente fingem
estar cegos. Por isso cria-
mos um jornal, visando cons-
cientizar à todos, mostrando
o que realmente está acon-
tecendo em nosso planeta.
Este problema vem se agra-
vando e aumentando a cada
dia que passa, mas ainda
temos a chance de reverter
este quadro, pois se cada um
fizer a sua parte, poderemos
ter um mundo mais limpo e
mais agradável de se viver. Sumário
Nós alunos do senai esta-
mos entrando neste assunto Entrevista........................................................ 3
para que você leitor, esteja
por dentro do que está sendo Um tempo atrás............................................... 4
feito para reverter as condi-
ções não muito favoráveis do Atualidades................................................... 5,8
nosso Meio Ambiente e para
que os mesmos, revejam os Canto do leitor.............................................. 6,7
seus conceitos em termos de
preservação do nosso planeta. Curiosidades.............................................. 9,10

Precauções....................................................11

2

projeto house organ.indd 2 27.11.09 11:57:36
Informativo ambiental Entrevista

Foto: Alex Oliveira
Na mente de quem lê
Priscila Westphal

Novidade no Senai De Artes Gráficas
1- O que foi que motivou você a se 4- Aonde está aplicando o
interessar sobre o tema meio ambiente ? conhecimento que adquiriu com ele ?

Ainda na faculdade tivemos uma disciplina de recur- Hoje estou aplicando nas turmas de pré-impres-
sos naturais com professores da engenharia ambiental são do curso de aprendizagem industrial do SENAI
e acabou sendo extremamente técnica e voltada ao pú- . A aplicação deste conhecimento já está sendo re-
blico do curso deles. E para nós designers queriamos passado nas aulas de educação ambiental e isto im-
saber sobre ecodesign através dos profissionais de de- pulsiona a procurar mais e mais informações e ma-
sign. Porém a realidade é bem diferente do que encon- neiras diferenciadas de repassá-las aos alunos.
trei, porque não há muitos profissionais que trabalhem o
design e a sustentabilidade unidos. E isto impacta mui-
to na produção e no processo produtivo industrial. Cla-
ro, há legislações que são seguidas e se fala no ciclo
5- Qual é a espectativa que você espera
de vida do produto, mas ainda é pouco. Depois de tanto após esse projeto ?
conversar com alguns professores do curso de design,
na época eu era do Centro Acadêmico, eles também
Este é um projeto que está ligado a outros projetos....
concordavam com as nossas solicitações e hoje existe
rsrsrsrs Eu fiquei apaixonada por ecodesign na faculdade,
uma disciplina específica para trabalhar o ecodesign.
sempre quis trabalhar com isto. Vi nos alunos uma possi-
bilidade de fazer aulas de educação ambiental diferencia-
2- Como foi esse primeiro contato das e que motivassem os alunos e que realmente se sen-
sibilizassem para as questões ambientais. Como todos sa-
mais aprofundado com esse tema ? bem, eu estou terminando a especialização de informática
na educação que me auxiliaram na inovação das aulas e
que este precisa ser finalizado com o trabalho de conclu-
O primeiro contato foi na universidade com o eco- são. Então aproveitei que foi formado um grupo ambiental
design e atualmente está sendo potencializado e ex- na escola, as atividades de educação ambiental e organi-
pandido através das aulas de educação ambiental zei no projeto de conclusão visando a melhoria da educa-
que iniciaram este ano. Ainda há muito mais para es- ção. O que eu esperava neste projeto era a motivação, a
tudar e se aprofundar nas discussões ambientais. A busca pela informação, a análise crítica e conscientização
cada dia surge alguma discussão nova e com pon- dos alunos. Felizmente, foi muito além das expectativas,
to de vista diferente. Acho que podemos ir muito além. isto que nem vi o projeto do Informativo Ambiental ainda.
E na própria universidade já fui convida-
da a escrever um artigo científico sobre
3- O que mudou para você depois dessa esta experiência que está sendo vivenciada.
novidade ?

Com certeza hábitos, comportamentos, atitudes e o 6- Por que prôpos esse assuntos aos
interesse. Estou muito contente com as atividades seus alunos ?
desempenhadas pelos alunos e pela parceria de
colegas de trabalho nos trabalhos ambientais,
porque ninguém muda nada sozinho no mundo. Porque o mundo precisa de mudan-
ças urgentes e porque faz parte da forma-
ção do perfil profissional dos alunos do SENAI.

3

projeto house organ.indd 3 27.11.09 11:57:36
Informativo ambiental
Um tempo atrás

Na mente de quem lê

Extinção
No dia 5 de ju- plo, o tamanduá-
nho é comemo- bandeira, a onça
rado o dia inter- pintada, o lobo gua-
Foto: Google imagens

Foto: Google imagens
nacional do Meio rá e alguns saíram
Ambiente, mas dela como o jacare-
infelizmente nós do-papo-amarelo,
não temos muito gato do mato e su-
o que comemorar. rucucu.No RS te-
Segundo o Mi- mos 24 espécies de
nistério do Meio aves vulneráveis:
Ambiente existem oito em perigo,
ainda animais como a jacutinga;
com risco de se- cinco criticamente
rem extintos. A em perigo, como
listagem indica 395 animais , quase o dobro da anterior o cardeal-amarelo
que mostrava 195 espécies em risco no ano de 1989. e uma extinta, a arara-azul pequena e se não abrirmos
Alguns animais mabteram-se na lista, como por exem- os olhos mais animais extintos veremos pela frente.

Desastre no Rio dos Sinos
Foram encontradas 86 toneladas de peixes mortos no Rio dos Sinos,
segundo o relatório divulgado pela Fepam sobre essa catástrofe am-
biental. Isso ocorreu devido aos químicos despejados no rio por seis em-
presas industriais, somando com 95% de esgoto que não são tratados
pelas prefeituras, o que contribuiu para que a catástrofe acontecesse.
O represamento do Rio dos Sinos no Guaíba foi um fator para o inci-
dente, tornando sua vazão reduzida. Então o fato de não correr o Rio dos
Sinos, conduziu a acumulação dessas substâncias em um longo trecho.
Foto: Felipe Sallari

Segundo o biólogo, especialista em qualidade água da Unisinos,
Uwe Schulz, disse que foram encotrados mais de 2,1 mil produtos
domésticos despejados no rio. Equipes de monitoramento encontra-
ram 1,5 mil pontos com ausência de vegetação nas bordas do rio.
As três empresas foram responsáveis pelo desastre foram:
Ultresa, Gelita do Brasil e Três Pontos. Outras três compa-
nhias entraram na Justiça com liminar e seus nomes não fo-
ram divulgados. O valor das multas chegou até R$ 1,2 milhão.
A Ultresa é da parte de tratamento de resíduos, em Estância Velha e Ivoti. A Gelita do Brasil atua na área
de alimentos, em Estância Velha e a Três Pontos trabalha com papel, em Esteio. Essas empresas esta-
riam despejando resíduos poluentes no Rio dos Sinos. Após o anucio, a Gelita do Brasil negou a acusação.

4

projeto house organ.indd 4 27.11.09 11:57:37
Informativo ambiental
Atualidades

Na mente de quem lê

Lula planeja diminuição de gases no mundo
O presidente Lula e o francês Nicolas Sarkozy, divulgam Presidente Lula cobrou responsabilidades dos Esta-
nessa sábado, que vão fazer uma volta ao mundo, antes dos Unido e da China, pois segundo ele, são esses que
de irem para a Conferência de Copenhague. O objetivo é se preocupam em resolver seus problemas, sem se im-
convercer países em desenvolvimento a adquirirem metas portar absolutamente com os impactos que podem ser
ambiciosas para reduzir a causados nas mudanças
emissão de gases para climáticas no planeta.
a geração do efeito es- -Estamos vendo uma
tufa.As metas brasileiras iniciativa de criar um G2
querem reduzir das emis- do clima.Fiquei com a
sões em 39%, até 2020. responsabilidade de falar
-Ninguém quer o im- com o presidente Oba-

Foto: Lucas Dolega
possível, mas apenas o ma na próxima segunda-
razoável: que deixemos feira porque, como maior
para o futuro um mundo economia do mundo, é
pelo menos igual ao que importante que os Esta-
recebemos -,disse Lula dos Unidos sejam mais
em entrevista coletiva no ousados em seu com-
Palácio Elyssé, em Paris. promisso com o meio
Sarkozy afirmou que ambiente-, afirmou Lula.
enviará seus ministros a Sarkozy está junta-
África, Ásia e à América mente de acordo com
do Sul para convencer o o Lula, e participará
maior número de pessoas pessoalmente da Con-
possíveis para adotar es- ferência do Meio Am-
sas metas e demonstrarem biente de Copenhague,
uma iniciativa real, cumprindo as metas. Pretendem propor a marcada para dezembro nos dias 16 e 17.
criação de uma Organização Mundial para o Meio Ambiente.

Poluição do arroio dilúvio
O projeto Percursos Urbanos, da Bienal, pro- como era a vida às margens do arroio na década de 30.
moveu uma atividade para que pessoas pudes- Durante o caminho os participantes fizeram vídeos
sem conhecer a história do Arroio Dilúvio. Cerca e tiraram fotos, esse material será utilizado na produ-
de 40 pessoas participaram. A atividade é gratui- ção de um documentário em DVD, que será destribu-
ta e terá novas edições durante o mês de novembro. ído nas comunidades e escolas até julho de 2010.
Foto: Matheus Beust

Os participantes viram a foz do Arroio e o Guaí-
ba no Anfiteatro Pôr-do-Sol, eles ficaram chocados
quando viram a tonalidade da água e a quantidade
de lixo encontradas às margens do arroio. De ônibus,
o passeio teve paradas na Praça dos Açorianos, Pon-
te da Pedra,na ponte da Avenida João Pessoa e no
Beco dos Marianos, ponto mais próximo da nascente.
Ouviram explicações de como era antes o arroio, as-
sistiram vídeos relatados por moradores e fizeram per-
guntas para tirarem suas dúvidas com os integrantes do
projeto. Com as imagens e ralatos puderam deslumbrar

5

projeto house organ.indd 5 27.11.09 11:57:38
Informativo ambiental
Canto do leitor

Na mente de quem lê

A água a beira do abismo
A base fundamental do nosso dia-dia, está dimi-
nuindo cada vez mais. Quem diria? O homem criou a

Foto: Google imagens
água e ele mesmo está destruindo o mundo, desper-
diçando e consumindo o máximo de água possível.
Um dos principais problemas que estão acontencendo
no planeta, especialmente no Brasil, está se agravando
bastante. A água está escassa e se continuar assim...
Com 70% de água que há na Terra, a maior par-
te se encontra em oceanos. Dessa água 97,5% é sal-
gada e 3% é doce, sendo que, dessa doce a maior
parte são geleiras, então podemos utilizar somente
1% de água. Como é engraçado, em certos lugares a
água é abundante que chega a causar catástofres, en- réia e as infecções parasitárias estão em segundo lu-
quanto em outros, a água praticamente não existe. gar como maior causa da mortalidade infantil no Brasil.
Nós, seres humanos não sabemos usar a As constantes mudanças climáticas, estão fazendo com
água, ou seja, desperdiçamos sem necessida- que diminua a quantidade de água pela chuva. Além disso,
de, fizemos isso sem pensar no futuro da Terra. existem pessoas que não tem acesso à um saneamento
O consumo médio diário por pessoa básico, o que prejudica
é aproximadamente de 120 litros, que muito o meio ambiente.
são distribuidos em: 36% na descarga As reservas de água
do banheiro; 31% em higiene corporal; potável estão esgotan-
14% na lavagem de roupas; 8% na reg do pela má distribuição
de jardins, lavagem de automóveis, lim- natural, que faz com que
peza de casa, atividades de diluição; alguns países obtenham
7% na lavagem de utensílios de cosi- mais água do que o ne-
nha e 4% para beber e alimentação.Na cessário, e outras procu-
agricultura o gasto de água é de 69%, rando sobreviver com o
na indústria 23% e uso domético 8%. mínimo de água que têm.
O Brasil gasta por ano o equivalente para Então vamos começar
abastecer 38 milhões de pessoas. Em SP a nos mecher, cada um
estão analizando três projetos para a dimi- faz a sua parte que, con-
nuição do desperdício de água, o primeiro certeza, esse colapso irá
é multando pessoas que lavam calçadas, diminuir. Comece pela
Foto: Google imagens
ruas, veículos, rega de jardins e gramados com o sua casa, deligando a torneira para ensabo-
emprego de mangueiras e máquinas de pressão a jato. ar a louça, não regando plantas com mangueiras e sim
Outro projeto aprovado, obriga as empresas que traba- com um regador, que poupa mais água, não lavando os
lham com meios de transportes e lavagem de automóveis, carros com mangueiras e sim com baldes, trocar as lâm-
a instalarem equipamentos para a reutilização e tratamen- padas comuns por fluorescentes, que são mais econô-
to da água e o terceiro está previsto a criação de um Pro- micas, escovar os dentes com a torneira fechada, ligar o
grama Estadual de Conservação e Uso Racional da Água chuveiro só quando for se enxaguar e assim por diante.
nas Edificações Públicas e Privadas (PURAE), no qual o Se nós quisermos um futuro melhor para nós e para nos-
Estado tem até 10 anos para adequar todos os prédios sos filhos, temos que mudar, pois o nosso futuro pode não
públicos com aparelhos que permitem economia de água. existir e o amanhã pode ser tarde demais para recomeçar.
Mais de 5 milhões de crianças morrem anualmente
de doenças disseminadas pela água, 65% das infec-
ções hospitalares no páis são causadas por doenças
de veiculação hídrico, pricipalmente nas crianças. Diar-

6

projeto house organ.indd 6 27.11.09 11:57:39
Informativo ambiental Canto do leitor

Na mente de quem lê

Contaminação do solo
A terra é composta por uma parte sólida que é a ma-
téria mineral e a matéria orgânica, bem como, a água
e o ar que são considerados componentes não sóli-
Foto: Google imagens

dos. A contaminação do solo acontece quando adicio-
namos qualquer substância estranha na terra, assim a
água e o ar são afetados diretamente ou indiretamente.

Foto: Google imagens
A poluição do solo é causada por vários fatores, e um
destes é a poluição da terra pelos resíduos criados pelo
homem jogados no chão. Um exemplo dessa poluição
está na Itália, onde há 47 aterros em todo o país e ape-
nas 14% dessas instalações são voltados para a com-

institui o dia nacional da conservação do solo, que tem
como objetivo maior conscientizar a população de que es-
Foto: Google imagens

ses problemas ambientais podem ser resolvidos e que com
a colaboração de todos teremos dias mais bonitos e prin-
cipalmente um meio ambiente mais agradável de se viver.

postagem e 28% para o tratamento mecânico ecológico.
Outro fator preocupante é a contaminação das redes
Foto: Google imagens

de esgoto, onde tudo isso acaba atingindo as águas sub-
terrâneas, que são de extrema importância para os seres
humanos, pois essas águas juntamente com rios e lagos
correspondem a 1% da água potável existente em todo o
planeta, portanto isso traz um ar de preocupação, pois com
essa poluição teríamos uma grande escassez de água.
Fa-se necessário que os seres humanos tomem cons-
ciência de que este problema está afetando todos nós e
que um simples gesto de cada um, como, por exemplo,
reciclar e diminuir os seus resíduos, diminuiria os altos
índices de contaminação do solo. Para isso acontecer
foi criada uma lei no dia 13 de novembro de 1989 que

7

projeto house organ.indd 7 27.11.09 11:57:39
Informativo ambiental
Atualidades

Na mente de quem lê

Tartarugas-verdes de-
volvidas ao mar
Espuma
Branca no Guaíba
No bairro Ipanema, Porto Alegre, uma espuma
branca vem preocupando os moradores. As bo-
lhas esbranquiçadas se formaram na altura do
Foto:Maurício Gasparetto

Rio Gávea a pelo menos três semanas. A possível
resposta para isso, é de que o Arroio Capivara es-
teja desembocando sem tratamento no Guaíba.
O empresário Reinaldo Frota, de 53 anos, alu-
ga barcos para passeios turísticos e está enver-
gonhado com essa situação. Conta que, na sema-
na do dia 25 de outubro, ocorreram jogos radicais
no local que foi palco do Campeonato Brasileiro
de Kitesurfe. Ele emprestou a embracação para
a comissão do torneio e teve que dar explicações
pra os visitantes do que estava acontecendo ali:
- Normalmente o arroi é tratado, mais algo acon-
teceu que o sistema não está funcionando, deve ser
algum defeito no sistema de bombeamento, algum
Sete tartarugas-verde são encontradas semana produto químico dever ter entrado em contato com a
paasada na praia do Cassino, em Rio Grande, ape- água e formando essa espuma- afirma o empresário.
nas duas sobreviveram. Na tarde dessa quinta-feira, O aposentado Luiz Paulo Hartz, de 60 anos, que
elas foram devolvidas ao mar pela equipe do Nú- mora há 35 anos na Avenida Guíba, disse que sempre
cleo de Estudos e Monitoramento Ambiental (NEMA). enfrentou problemas com a poluição do rio Guaíba, já
Dos animais soltos, o maior tinha 60 centí- entrou em contato com a prefeitura que ofece melhorias
metrosde comprimento e pesava 20 quilos, sen- uma vez que outra, mais que não resolve o problema.
do que a tartaruga-verde vive até 100 anos, atin- - Isso aqui é uma sujeira violenta. Pelo o cheiro a
ge 1,5 metros de comprimento e 205 quilos. gente nota, sinto o odor em casa que fica insupor-
Os sete animais chegaram desabilitados a costa rio- tável. Não é a primeira vez que vejo essa espuma,
grandina, foram tratados no centro de Animais Marinhos as vezes ela chega a medir um metro de altura.
(CRAM) da Universidade Federal do rio Grande (FAR-
GS). Um já estava morto e nas dependências do CRAM,
quatro morreram.Segundo os veterinarios do centro, den-
tro do aparelho digestivo das tartarugas havia lixo. “ No
mar,animais confundem pedaços de plásticos e fios de
redes de pesca com algas, o que serve de alimento.Então
quando eles ingerem esses resíduos acaba entupindo o
aparelho digestivo”, explica o veterinário Rodolfo Silva.
Segundo os estudos da FURG, este problema atinge
85% das tartarugas encontradas na praia do Cassino.

Foto: Ronaldo Bernadi

8

projeto house organ.indd 8 27.11.09 11:57:40
Informativo ambiental
Curiosidades

Na mente de quem lê

Primeira casa sustentável
do mundo

Foto: site Planeta sustentável
Em 2007, os chineses viram a visão que o
meundo se encontra e pensaram numa solu-
ção, então chegaram na conclusão de criarem
uma cidade sustentável em Dogtan, na China.
A primeira faze desse projeto será em 2010 com
10 mil moradores, até 205 500 mil habitantes deve-
rão mudar-se para lá. Os prédios vão consumir me-
nos água e energia gerada por usinas solares e eó-
licas e o lixo será reciclado 80% , os deslocamen-
tos em pequenos núcleos serão a pé ou bicicleta.

Brinquedos Sustentáveis Coletor seleti-
Em Nova York,no ano passado a loja FAO Schwartz, em meio de mi-
lhares de opções para o natal, pais e filhos foram surpreendidos por
vo 4 em 1
Papais Noéis de roupas verdes com brinquedos de material reciclável. Lançado pela Metarlúgica Ne-
A gigante loja Toys “R” comprou essa loja nesse ano. Anunciou um matec, três empresas já utilizam
aumento nos números de coleções excluzivas que incluem madeiras esse coletor seletivo, e nesses ca-
naturais sustentáveis e materiais orgânicos. A Good Green Fun (Diver- sos foram para facilitar a adminis-
Foto: site Planeta sustentável

são Verde Boa) desta- tração dos resíduos recicláveis. O
ca produtos com cores Recicla Fácil é compacto,comum
terra e selados por um sistema 4x1 para a separação de
R gigante, acompanha- vidro, papel,metal e plástico em
dos por uma folha verde um único recipiente, tem a capaci-
circundado com as se- dade de 80 litros para melhorar a
guintes palavras: “Re- estética, facilitar na operacionaliza-
new, Reuse, Re-think ção, em ganhos ambientais, social
“ (Renove, Reutilize, e econômico, essas são algumas
Repense). Suas em- vantagens que as empre-
balagens são feitais de sas que a utilizam, apontam.
materiais 70% recicláveis.
Basearam-se nas crianças, pois sabem que elas estão se tornan-
do conscientes sobre o meio ambiente e querem saber o que podem
fazer para ajudar a proteger o planeta. Esse é um dos primeiros pas-
sos da empresa, querem cada vez mais obterem eco-brinquedos.
As bonecas e animais de algodão são apropriados para várias idades. O
algodão utilizado nos brinquedos não é tingido, processado e nem tratado.
Para as crianças acima de dois anos, temos brinquedos como: cubos de
Foto: Google imagens

alfabetos, caminhões de bombeiros, carrinhos de fórmula um e trens. A ma-
deira utlizada é certificada pela FSC(Florest Stewardship Coucil, seguem
dez critérios que definem florestas bem administradas, inclusive, os brinque-
dos levam um logo da FSC, para não confudirem os pais na hora da compra.

9

projeto house organ.indd 9 27.11.09 11:57:40
Informativo ambiental
Curiosidades

Na mente de quem lê

Equipamentos para EcoProject
tratamento de esgoto A Ford apresentou no ano de
2008 o EcoProject, ou seja, car-
Alpina desenvolve os equipamentos DBR Maxi e
ros que utilizam material reci-
DBR Compac para possibilitar o tratamento do es-
clado e fibra de sisal na confec-
goto em lugares aonde o sistema público não che-
ção das suas partes plásticas.
ga com alta eficiência e baixo custo operacional.
Isso tudo foi possível após
Os equipamentos contêm discos rotativos no
4 anos de pesquisa e como
seus interiores, que funcionam como suporte para
resultado tivemos o Ford Ka
o crescimento natural, espontanêo e controlado
Beauty e Beast. A Ford res-
por microorganismos que são responsáveis pela
saltou que em breve esta-
oxidação dos dejetos e pelo tratamento do esgo-
rá usando este novo recur-
to. O DRB Maxi ou o Compac, não necessitam
so em todos os seus veículos.A empresa tem como
da adição de protudos para seus funcionamento.
objetivo o desenvolvimento de matéria-prima deriva-
O DRB Compac é utilizado em locais aonde já pos-
da de recursos renováveis, além de apoiar a indústria
suem fossa séptica, mas que necessitam de um bai-
de reciclagem e o desenvolvimento do setor agrícola.
xo consumo de água através de reuso de afluentes e
ainda, diminuir o número de caminhões limpa-fossa. Foto: Google imagens
Outro fator é que todo o lodo gerado no equipamen-
to é tratado. O DRB Maxi já é recomendado a locais
em que não se pode ser realizado o tratamento ou que
apresenta um alto custo na excução de escavações.
Permite o tratamento de efluentes de 10 pessoas,
sua capacidade pode atingir até 70 pessoas. Esses
efluentes gerados no equipamento estão totalamente
de acordo com as exigências legais. E o lodo forma-
do pode ser desidratado dentro da própria unidade e, Tecsan lança equipa-
mentos inovadores
depois de seco, pode ser descartado junto com o lixo
domiciliar, despensando os caminhões limpa-fossa.

A Tecsan, empresa que
Foto:Empresa Apina

atua na área de reapro-
veitamento e reciclagem
de produtos lançou o tri-
tutec (onde o nome já diz
tudo), para ter duas vezes
mais resultado na tritura-
ção de resíduos indús-
triais.Outra criacão dessa
empresa tão conceituada
é o coletortec, ou seja,
um carro motorizado para
a coleta seletiva e outros.
Por ser de pequeno porte, Foto: Google imagens
pode ser manuseado facilmente, além de entrar em locais
de difícil acesso, como por exemplo, em ruelas e becos.
Isso tudo pode ser adquirido por um preço bai-
xo, economizando em combustível e ajudando
o Meio Ambiente, emitindo pouquíssinos gases.

10

projeto house organ.indd 10 27.11.09 11:57:41
Informativo ambiental
Precauções

Na mente de quem lê

Água
Lixo

Feche as torneiras quando lavar
Não jogue lixo nas ruas. louça.
Separe o lixo orgânico do seco. Não tome banho demorado.
Não jogue lixo nos rios. Não lave carros com mangueiras.
Jogue lixo no lixo.

Poluição Desmatamento

As indústrias devem diminiir as emis-
sões de gases. Não devemos desmatar as nossas flores-
As fumaças dos carros devem ser menos tas pois são através delas que nós respira-
poluentes. mos, bem como todos os seres vivos do plan-
eta e assim evitar até mesmo as queimadas,
pois isso contribui para o aquecimento
global.

Geleiras

Se nós diminuirmos os gases lança-
dos contra a camada de ozônio, talvez
conseguíssemos evitar o desaparecimen-
to das nossas geleiras e até mesmo dos
ursos polares que serão extintos como
consequência.

11

projeto house organ.indd 11 27.11.09 11:57:41
O Planeta
Douglas Ramos

O planeta que vivia “sorrindo”,
Hoje só vejo “chorar”,
Parece estar sentindo,
Que está próximo de acabar.

Os animais que tanto o adoram
Quase não vejo “sorrir”,
Agora eles só “choram”,
Com medo de um dia sumir.

O ar, antes tão “contente”,
Está “triste” e sem “paixão”,
Pois seu brilho tranparente,
Sumiu com a poluição.

A água que era tão “falante”,
Hoje só vejo “chorando”,
Porque sua “fala” abundante
Está quase acabando.

As árvores que “dançavam” com o vento,
E que eram tão amadas,
Estão sumindo com o desmatamento,
E também com as queimadas.

E ninguém está vendo,
Entra ano e sai ano,
Que o planeta está morrendo,
Pelas mãos do SER HUMANO.

Atenciosamente: Meio Ambiente

projeto house organ.indd 12 27.11.09 11:57:41