Você está na página 1de 6

O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares

Metodologias de operacionalização – parte II


TABELA D.2

D. GESTÃO DA BE
D.2. Condições humanas e materiais para a prestação de serviços

Instrumentos de Evidências extraídas dos


Indicadores Factores críticos de sucesso Recolha de Evidências Instrumentos, a integrar no
sugeridos Relatório de Auto-avaliação
O professor bibliotecário exerce uma A liderança do professor
D.2.1 Liderança do liderança forte e eficaz, promovendo: Auto-avaliação do professor bibliotecário está registada nas
professor bibliotecário bibliotecário (CK3) actas de reuniões dos órgãos de
na escola /agrupamento. - O trabalho sistemático e a decisão pedagógica.
comunicação com a com os órgãos de Registos em Actas de
direcção, administração e gestão reuniões: Percentagens dos níveis atribuídos
(director, conselho pedagógico), -Conselho Pedagógico; à pergunta 3.1 do QD3 (% de
departamentos curriculares e demais Departamentos; outras professores atribuíram nível 4 / 3 / 2
estruturas de coordenação educativa e estruturas / 1) à capacidade de liderança do
supervisão pedagógica. professor bibliotecário, trabalho com
Questionário aos docentes os departamentos, docentes e
- Uma participação efectiva no conselho (QD3) alunos e desempenho ao nível da
pedagógico e demais estruturas de gestão da BE)
coordenação educativa e supervisão
pedagógica, garantindo a integração e De acordo com o que está descrito
adequação dos objectivos e actividades nas actas das diversas reuniões em
da BE aos objectivos educativos e Projecto Educativo, que participa, o Professor
curriculares da escola. Projectos Curriculares e Bibliotecário trabalha no sentido de
Regulamento Interno mobilizar a escola / agrupamento
- Uma gestão integrada que rentabilize para o cumprimento dos objectivos
recursos e possibilidades de trabalho na da BE.
escola. Registos de projectos /
actividades desenvolvidas A BE está devidamente
- Uma boa gestão dos recursos pela BE referenciada no RI e no PE.
humanos, criando boas relações
interpessoais com a equipa. A BE planifica actividades conjuntas
com os vários Departamentos e
- A mobilização das comunidades Registos do trabalho docentes, seguindo o PAA.
educativa e escolar para o valor e para o articulado com os São realizadas as respectivas
trabalho da/com a BE. departamentos e os planificações e Relatórios de
docentes actividades.
- O trabalho articulado com os docentes.
Percentagem de docentes que usou
- O apoio e o trabalho com as Estatísticas da BE /CRE a BE para determinadas áreas (AP,
BE/escolas do agrupamento, garantindo EA, FC,…)
igualdade de condições no acesso aos
recursos de informação e a actividades Página Web e Blogue da Os trabalhos realizados no âmbito
que facultem o apoio ao currículo e a BE dos projectos de articulação são
formação para as diferentes literacias. expostos na BE e alvo de
Plano de Actividades da BE observação e análise (grelhas).
- O apoio a projectos e a articulação com
outros actores com intervenção Planificações específicas Descrição das percentagens dos
pedagógica na escola (PTE, PNEP, PNL, das várias actividades níveis atribuídos na pergunta 1,
outros). QD3: % de docentes considera a
Relatórios de Actividades gestão da BE Muito / Medianamente
- A planificação estratégica e operacional / Pouco / Nada eficaz e capaz de
relacionada com os resultados da Sumários nos livros de favorecer o trabalho com os alunos
avaliação, com os objectivos prioritários ponto e a articulação com o currículo
e o planeamento da escola. Podem ainda ser descritos os
Projecto Curricular de resultados da grelha da pergunta 3
- A operacionalização de programas de Turma e Actas dos (QD3) – 3.2, 3.3, 3.4, 3.5. 3.7 e 3.8.
formação para as literacias e actividades Conselhos de turma
culturais que contribuam para as As actividades da BE relacionadas
aprendizagens dos alunos e para o com a formação das literacias a
sucesso escolar. cultura em geral são descritas nos
PCT, nos Sumários dos livros de
- A implementação da autoavaliação dos Questionários de Docentes ponto e em Actas dos Conselhos de
serviços, introduzindo um processo de e Alunos (QD3 e QA4) Turma. São incluídas nos Blogues
melhoria contínua com impacto no da BE e do Agrupamento e na
processo de planeamento e em acções Relatório de auto-avaliação Página Web e é feito o respectivo
de promoção e marketing. da BE. tratamento estatístico.

O processo de auto-avaliação dos


serviços é implementado ( Relatório
final) e são referidas as acções de
melhoria.
Descrição dos resultados dos QD3 –
4 e QA4 – 6 (percentagens das
avaliações atribuídas ao impacto da
BE na vida da escola).
A divulgação de todo o processo é
realizada de diversas maneiras,
incluindo as ferramentas Web que
são ainda utilizadas para as acções
de inovação e marketing.

O professor bibliotecário afecto possui Currículos profissionais e O professor bibliotecário possui um
D.2.2 Adequação dos formação e competências adequadas ao académicos dos elementos nível de formação e perfil de
recursos humanos às seu conteúdo funcional, nos termos da da equipa da BE; competências que o tornam apto a
necessidades de legislação vigente. gerir a BE e a coordenar a equipa
funcionamento da BE na (indicar a formação).
A equipa é pluridisciplinar, adequada Horário da equipa
escola/agrupamento. em número e possui formação e Os elementos da equipa possuem
competências adequadas seu conteúdo (ou não) formação específica
funcional. Horário da BE (Descrever a situação de cada um).

O professor bibliotecário e a equipa, O professor bibliotecário define e


que deve integrar pessoal não docente, Registos em acta das distribui funções, promovendo um
asseguram uma gestão integrada e reuniões da BE ambiente de trabalho propício ao
serviços eficazes à escola /agrupamento. bom funcionamento da BE.
Questionários aos docentes São efectuados registos
O professor bibliotecário e a equipa (QD3) orientadores das diversas
têm uma atitude proactiva que: induz actividades de promoção da BE,
comportamentos de acesso e uso dos prevendo sempre alguma
recursos; garante uma mediação eficaz Registos dos recursos mobilidade nas respectivas funções.
entre as necessidades dos utilizadores e O professor bibliotecário e a sua
as fontes de informação; promove as Registos do número de equipa trabalham com o objectivo de
possibilidades de trabalho facultadas utilizadores integrar a BE na comunidade
pela BE. educativa, como pode ser observado
através das percentagens dos níveis
O professor bibliotecário e a equipa atribuídos na grelha da pergunta 3
formam os alunos para o uso da BE, do QD3 (descrição dos resultados
para as diferentes literacias e da análise da grelha).
acompanham-nos em trabalho orientado
na BE. Grelhas de observação Descrição dos resultados das
grelhas usadas para observação e
O professor bibliotecário e a equipa registo da forma como os alunos
trabalham articuladamente com outras Planificações específicas fazem uso da BE.
BE/escolas e com o exterior.
PAA O professor bibliotecário e a sua
equipa dinamizam um programa de
Questionários aos alunos formação para as literacias (número
(QA4) de acções realizadas) e articula com
os docentes (indicação das áreas e
Relatórios de actividades projectos realizados), com o
objectivo de melhorar as
aprendizagens dos alunos e
respectivo sucesso escolar.

Questionário dos alunos (QA4) 4. –


Descrição das percentagens de
alunos que atribuem os respectivos
níveis a quase todos os itens desta
Página Web; Blogues das pergunta – Ex: % dos alunos avalia
BE e do Agrupamento como Bom / Suficiente / Pouco /
Nada a participação em sessões de
trabalho organizadas pela equipa e
destinadas a usar a BE ou a
consultar, pesquisar e produzir
informação.
São elaborados Relatórios das
actividades realizadas e procede-se
à sua divulgação através dos
Blogues, Página da internet e Jornal
do Agrupamento.

A BE reflecte e integra os normativos Documentos Plantas da BE’s com a devida


D.2.3 Adequação da BE definidos pelo ME/RBE. caracterizadores da BE legendagem, distinção das várias
em termos de espaço às (planta, equipamentos, áreas e mobiliário, que podem ser
necessidades da escola/ A BE disponibiliza condições de outros). consultadas na base de dados da
agrupamento. espaço capazes de responder, no seu RBE.
funcionamento, às solicitações da Registos de observação do
comunidade escolar e a uma utilização funcionamento. A maioria (ou não) dos docentes
diversificada. refere a boa qualidade da
organização do espaço e adequação
A organização do espaço e dos Questionários dos docentes do mobiliário, como pode ser
recursos permite uma utilização (QD3) observado no QD3 – 2.2: % de
integrada e flexível e o trabalho docentes atribui o nível 4 / 3 / 2 / 1 à
individual e em grupo. área, organização do espaço,
Questionários dos alunos mobiliário existente e condições de
O mobiliário é adequado em termos de (QA4) acomodação nas deslocações com
ergonomia, quantidade, cor, altura à alunos.
faixa etária e necessidades dos alunos, Em relação ao mesmo assunto,
proporcionando boas condições de podemos verificar no QA4 – 4.2: %
acomodação e o acesso livre dos dos alunos atribui o nível 4 / 3 / 2 / 1
utilizadores à documentação. à adequação da área da BE para
circular à vontade e realizar bem os
trabalhos.

Os equipamentos são suficientes para Inventário de equipamentos Questionários de docentes e alunos:
D.2.4 Adequação dos as necessidades locais e para responder existente. Descrição das percentagens
computadores e aos serviços de biblioteca que a BE atribuídas aos respectivos níveis dos
equipamentos realiza no agrupamento. Questionários dos docentes seguintes itens:
tecnológicos ao trabalho (QD3) QD3: 2.3, 3.6 e 3.9
Os equipamentos respondem em QA4: 4.3, 4.6 e 4.9.
da BE e dos utilizadores actualidade, adequação e funcionalidade Questionários dos alunos
na escola/ agrupamento. aos desafios que o paradigma actual (QA4) Registo da utilização dos
coloca e ao trabalho e uso da computadores (média diária,
documentação em diferentes suportes. semanal e mensal do nº de
Regimento da BE utilizadores e número de
Os equipamentos de leitura áudio/Mp3 (equipamento tecnológico) computadores por aluno)
e vídeo/ DVD são adequados em
número e condições de funcionamento Registos de observação A equipa da BE articula o uso das
às necessidades dos utilizadores. TIC com coordenador PTE,
rentabilizando equipamentos e
O número de computadores responde possibilidades de trabalho
à procura e às solicitações da escola Registos de utilização (Regimento da BE).
/agrupamento.
- nº de computadores na BE;
O hardware está actualizado e o - nº de computadores portáteis para
software responde às exigências das uso interno, em actividades
solicitações. Plano de actividades da BE curriculares e extra-curriculares;
- nº de scanners para digitalização
O professor bibliotecário rentabiliza de documentos;
possibilidades de afectação de recursos Ferramentas Web: moodle, - nº de áudio/Mp3 e vídeo/ DVD
e de trabalho no contexto do página, blogues
desenvolvimento do PTE ou de outros A BE recorre a ferramentas Web (
projectos na área das TIC. Blogues, Página da Escola e das
BE’s, Moodle, E-mail), para
A BE funciona em rede (Intranet e incentivar o diálogo e desenvolver
Internet) e explora as potencialidades processos formativos, de produção e
que as redes facultam. criativos com os utilizadores.

A BE recorre a diferentes tipos de Todos os computadores funcionam


ferramentas: WEB, plataformas (LMS) ou em rede (internet e intranet) e os
outros dispositivos da WEB2, para alunos são constantemente
incentivar o diálogo e desenvolver motivados para a exploração das
processos formativos ou criativos com os potencialidades que as redes
utilizadores e com o agrupamento. facultam (ver registos de utilização e
análise).

Braga, 29 de Novembro de 2009

Maria Helena da Mota Rodrigues