Você está na página 1de 21

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTOGRAFIA

CARTAS TOPOGRÁFICAS

CARTOGRAFIA

PLANIMETRIA

ALTIMETRIA

REPRESENTAÇÃO

1

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS TOPOGRÁFICAS

Carta ou planta topográfica representação gráfica, numa superfície plana, reduzindo as dimensões, dos acidentes naturais ou artificiais da superfície terrestre

Escala quociente entre uma distância medida na planta e a correspondente distância no terreno

Escala

1

m

“maior escala” ou “menor escala” função do valor numérico e não do denominador

CARTOGRAFIA

função do valor numérico e não do denominador CARTOGRAFIA Planta – maior escala Carta – menor

Planta maior escala

Carta menor escala

2

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS TOPOGRÁFICAS

Carta geográfica cartas de escala pequena, em regra inferior a 1:500 000 Carta corográfica cartas de escala intermédia, em regra inferior a 1:50 000 Carta topográfica cartas de escala grande, em regra superior a 1:50 000 Carta militar (1:25 000) Planta topográfica cartas de escala superior a 1:10 000 Planos directores municipais 1:10 000 Estudos prévios 1:5 000

Projectos de execução, levantamentos urbanos 1:2 000; 1:1 000

Desenhos de pormenor 1:500; 1:200; 1:100

Maior escala

Desenhos de pormenor – 1:500; 1:200; 1:100 Maior escala mais pormenores representados 0,2 mm (papel) –

mais pormenores representados

0,2 mm (papel) erro de graficismo

CARTOGRAFIA

3

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS TOPOGRÁFICAS

Suporte

analógico (papel)

digital (CAD, SIG)

Tipo de informação

hipsográfica – relativa ao relevo (curvas e pontos de nível, sinais de escarpa , etc.) relativa ao relevo (curvas e pontos de nível, sinais de escarpa , etc.)

hidrográfica – referente a água (linhas de água, aquedutos, valas, poços) referente a água (linhas de água, aquedutos, valas, poços)

artificial – resultante da acção construtiva do homem (edifícios, monumentos, vias férreas, etc.); resultante da acção construtiva do homem (edifícios, monumentos, vias férreas, etc.);

do homem (edifícios, monumentos, vias férreas, etc.); estradas, marcos geodésicos, alvenarias (especiais) vegetal

estradas, marcos geodésicos, alvenarias (especiais)

vegetal – cobertura com vegetação cobertura com vegetação

CARTOGRAFIA

4

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS TOPOGRÁFICAS

PLANIMETRIA

Representação bidimensional da posição dos pontos

Distância entre 2 pontos distância horizontal

Escala numérica 1: n

Escala gráfica segmento de recta dividido em partes iguais

gráfica – segmento de recta dividido em partes iguais CARTOGRAFIA Escala utilizada : - menor dimensão

CARTOGRAFIA

Escala utilizada:

- menor dimensão dos elementos a

representar

- densidade de elementos

- tipo de utilização pretendida

- precisão exigida

5

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS TOPOGRÁFICAS

PLANIMETRIA

Sinais Convencionais

- Representação dos pormenores planimétricos quando a escala adoptada não permite o desenho (precisão 0,2 mm papel)

- Tipos de ocupação de solo

cemitério

0,2 mm papel) - Tipos de ocupação de solo cemitério jardins CARTOGRAFIA hospital castanheiros talude queda

jardins

mm papel) - Tipos de ocupação de solo cemitério jardins CARTOGRAFIA hospital castanheiros talude queda de

CARTOGRAFIA

hospital

ocupação de solo cemitério jardins CARTOGRAFIA hospital castanheiros talude queda de água linha de caminho de

castanheiros

talude

de solo cemitério jardins CARTOGRAFIA hospital castanheiros talude queda de água linha de caminho de ferro

queda de água

de solo cemitério jardins CARTOGRAFIA hospital castanheiros talude queda de água linha de caminho de ferro

linha de caminho de ferro

de solo cemitério jardins CARTOGRAFIA hospital castanheiros talude queda de água linha de caminho de ferro

rochas

de solo cemitério jardins CARTOGRAFIA hospital castanheiros talude queda de água linha de caminho de ferro

6

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS TOPOGRÁFICAS

ALTIMETRIA

Representação plana da realidade tridimensional, ou seja, o relevo

Cota de um ponto distância medida ao longo da vertical do lugar entre esse ponto e uma superfície de referência de nível

Curva de nível isolinha que une os pontos da superfície do terreno com a mesma cota

Pontos notáveis pontos que definem o relevo do terreno;

entre 2 pontos a inclinação deve ser constante

Inclinação do terreno (i) ângulo que a recta que passa por 2 pontos faz com o plano horizontal

Declive do terreno (δ) tangente trigonométrica da inclinação

CARTOGRAFIA

7

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS TOPOGRÁFICAS

ALTIMETRIA - Representação

Normais segmentos das linhas de maior declive compreendidos entre as curvas de nível, desenhadas com um espaçamento igual a um

quarto do seu comprimento.

Mapas hipsométricos colorir as zonas compreendidas entre as diferentes curvas de nível

com diversas matizes de uma ou várias cores de

modo a que os tons mais carregados correspondam às altitudes mais elevadas

Mapas em relevo representação tridimensional do relevo em cartão, gesso, plástico, etc.

CARTOGRAFIA

elevadas Mapas em relevo – representação tridimensional do relevo em cartão, gesso, plástico, etc. CARTOGRAFIA 8
elevadas Mapas em relevo – representação tridimensional do relevo em cartão, gesso, plástico, etc. CARTOGRAFIA 8

8

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS TOPOGRÁFICAS

ALTIMETRIA Representação

Curvas de nível

Pontos cotados conjunto de projecções de pontos do terreno sobre uma superfície de

referência, as quais são acompanhadas de um número designado cota

do terreno sobre uma superfície de referência, as quais são acompanhadas de um número designado cota

CARTOGRAFIA

9

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

Planta
Planta

CARTAS TOPOGRÁFICAS

ALTIMETRIA

Curvas de Nível

Equidistância natural (E)

distância, constante, entre os planos

horizontais sucessivos.

Equidistâncias usuais:

1/50.000 →25 m

1/25.000 →10 m

1/10.000 ou escala com denominador inferior a 10.000 a equidistância é igual, em metros, à milésima parte do denominador da escala (ex. 2.000 →2m)

Equidistância gráfica equidistância natural reduzida à escala

cartas (0,4 ou 0,5 mm); plantas (1 ou 0,8 mm)

Curvas mestras curvas de nível, representadas a traço de maior espessura, para melhorar a percepção visual (geralmente uma em cada cinco curvas)

as restantes designam-se por curvas intermédias

CARTOGRAFIA

10

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS TOPOGRÁFICAS

ALTIMETRIA

Linha de maior declive - Linha do terreno que, em cada um dos seus pontos, faz o maior ângulo com a horizontal; a linha de maior declive é normal às curvas de nível.

Regras no traçado de curvas de nível:

-A intersecção de uma curva de nível com uma linha de água forma uma convexidade para montante da linha de água; -Uma curva de nível nunca intersecta uma linha de água em mais de um ponto; -Duas curvas de nível distintas nunca se intersectam;

-O traçado de uma curva de nível só pode ser interrompido por sinais

convencionais como o de terreno escarpado, edifícios, etc.

Se o declive entre duas curvas de nível for superior a 1, as curvas devem ser substituídas pelo símbolo de terreno escarpado.

CARTOGRAFIA

11

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS TOPOGRÁFICAS

ALTIMETRIA Formas elementares do relevo

TOPOGRÁFICAS ALTIMETRIA – Formas elementares do relevo Tergo - constituído por duas superfícies – encostas

Tergo - constituído por duas superfícies encostas ou vertentes cuja intersecção (aresta) se faz de tal modo que a concavidade fica voltada para baixo (cotas mais baixas).

A aresta dos tergos constitui uma linha de separação das

águas e designa-se por linha de cumeada ou linha de

festo.

Vale - Constituído por duas superfícies margens ou flancos cuja intersecção (aresta) se faz de tal modo que a concavidade fica voltada para cima (cotas mais altas).

A aresta dos vales constitui uma linha de reunião das

A aresta dos vales constitui uma linha de reunião das águas e designa-se por linha de

águas e designa-se por linha de água ou talvegue.

No tergo, as cotas crescem de fora para dentro e, no

vale, em sentido contrário.

CARTOGRAFIA

12

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

FCT/UNL: MIEC – TOPOGRAFIA (2013/14) CARTAS TOPOGRÁFICAS ALTIMETRIA Formas elementares do relevo Elevação ou Colina

CARTAS TOPOGRÁFICAS

ALTIMETRIA

Formas elementares do relevo

CARTAS TOPOGRÁFICAS ALTIMETRIA Formas elementares do relevo Elevação ou Colina – combinação de dois tergos (as

Elevação ou Colina combinação de dois tergos (as curvas de nível são fechadas sobre si mesmo e concêntricas)

Colo, portela ou garganta combinação de dois tergos e dois vales (pontos de passagem

adequados das vias de comunicação)

Bacia hidrográfica Para a delimitação da bacia hidrográfica de um curso de água, relativamente a uma das suas secções, traça-se, a partir desta, em ambas as margens, a linha de separação das águas.

CARTOGRAFIA

13

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS

TOPOGRÁFICAS

Elevações

“uma curva de nível em forma de

argola ou volta fechada é

indicativa de elevação ou colina”

CARTOGRAFIA

“uma curva de nível em forma de argola ou volta fechada é indicativa de elevação ou
“uma curva de nível em forma de argola ou volta fechada é indicativa de elevação ou

14

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS

TOPOGRÁFICAS

Depressão

“uma curva de nível fechada, com pequenos traços voltados para dentro”

CARTOGRAFIA

TOPOGRÁFICAS Depressão “uma curva de nível fechada, com pequenos traços voltados para dentro” CARTOGRAFIA 15
TOPOGRÁFICAS Depressão “uma curva de nível fechada, com pequenos traços voltados para dentro” CARTOGRAFIA 15

15

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS

TOPOGRÁFICAS

Linha de cumeeira ou de festo

“linha imaginária que corta as curvas de nível correspondentes aos pontos mais altos de uma série de colinas e colos. Esta pode estender-se por muitos quilómetros, ser mais ou menos sinuosa e apresentar uma altitude uniforme ou variável”

CARTOGRAFIA

por muitos quilómetros, ser mais ou menos sinuosa e apresentar uma altitude uniforme ou variável” CARTOGRAFIA
por muitos quilómetros, ser mais ou menos sinuosa e apresentar uma altitude uniforme ou variável” CARTOGRAFIA

16

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS

TOPOGRÁFICAS

Colos

Portelas

Gargantas

CARTOGRAFIA

FCT/UNL: MIEC – TOPOGRAFIA (2013/14) CARTAS TOPOGRÁFICAS Colos Portelas Gargantas CARTOGRAFIA 17
17
17

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS

TOPOGRÁFICAS

Escarpado

CARTOGRAFIA

FCT/UNL: MIEC – TOPOGRAFIA (2013/14) CARTAS TOPOGRÁFICAS Escarpado CARTOGRAFIA 18
FCT/UNL: MIEC – TOPOGRAFIA (2013/14) CARTAS TOPOGRÁFICAS Escarpado CARTOGRAFIA 18

18

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS

TOPOGRÁFICAS

Escavação

“curvas de nível rectilíneas, paralelas a uma estrada, via férrea ou outra obra de engenharia e que atravessem elevações e cumeeiras indicam uma escavação.

CARTOGRAFIA

via férrea ou outra obra de engenharia e que atravessem elevações e cumeeiras indicam uma escavação.
via férrea ou outra obra de engenharia e que atravessem elevações e cumeeiras indicam uma escavação.

19

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS

TOPOGRÁFICAS

Aterros

“curvas de nível rectilíneas, paralelas a uma estrada, via férrea ou outra obra de engenharia e que passam por terrenos

baixos.

CARTOGRAFIA

paralelas a uma estrada, via férrea ou outra obra de engenharia e que passam por terrenos
20
20

FCT/UNL: MIEC TOPOGRAFIA (2013/14)

CARTAS

TOPOGRÁFICAS

Ravina

“curvas de nível que desenham uma série de V sucessivos indicam uma ravina.….linha de água que não formou um vale”

CARTOGRAFIA

que desenham uma série de V sucessivos indicam uma ravina.….linha de água que não formou um
21
21