Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão

Conhecimento na área Aspectos críticos que a Literatura identifica Ross Todd aponta: o pouco apoio, valor e reconhecimento do trabalho e papel desenvolvido pelo professor bibliotecário. Terá que haver uma mudança de mentalidades, para que o professor bibliotecário seja reconhecido como alguém de valor e sabedoria e não como uma imagem negativa.

Biblioteca escolar Desafios. Acções a implementar

Domínio

Pontos fortes

Fraquezas

Oportunidades

Ameaças

Competências do professor bibliotecário

Bom relacionamento com o Conselho Executivo da escola.Vontade e empenho. Representação no Conselho Pedagógico. Biblioteca bem organizada.

Falta de formação dos professores bibliotecários e restante equipa, pouca experiência na área, fundo documental reduzido.

Partilha de ideias e experiências com outros professores bibliotecários, Apoio da Coordenadora Interconcelhia assim como mais formação e actualização do fundo documental

Devido à pouca formação na área, a incapacidade de não conseguir corresponder ao que lhe é solicitado, isto também a nível de tempo e há que saber quais as prioridades, pois há uma sobrecarga de tarefas

-Mais formação tanto para o bibliotecário como para a sua equipa.

Conhecimento na área Como biblioteca recente , tem um fundo documental bastante reduzido,assim como falta de equipa que apoie as tarefas exigidas pela gestão e pelos normativos legais em vigor. Verbas insuficientes para satisfazer as necessidades; dificuldades de participação em projectos (ex: PNL), que muitas vezes levam à atribuição de verbas, por parte dos alunos do secundário.

Biblioteca escolar

Organização e Gestão da BE

As bibliotecas deverão cumprir as indicações dadas pelos organismos competentes.

Biblioteca bem organizada

Com possíveis verbas, actualizar o fundo documental.

Mais uma vez sobrecarga de tarefas no que diz respeito ao professor bibliotecário devido ao pouco ou nenhum conhecimento por parta da equipa. Como área muito específica e uma temática pouco abrangente, há a dificuldade em diferenciar o que na realidade se pode considerar como material livro. Isto sucede visto que existe um número razoável de revistas que

Interagir com a Autarquia/Bibliot eca Municipal, Agrupamento de Escolas e Fundação Alter Real. Formação na área das bibliotecas escolares. Aquisição de documentos junto da comunidade, divulgação de trabalhos realizados pelos alunos na BE, assim como exposições elaboradas pelos próprios.

Gestão da Colecção

Os recursos da escola são muito reduzidos, como tal alguns colegas consideram as verbas gastas na biblioteca como um desperdício.

Colecção adequada à população escolar e devidamente organizada.

Colaboração e apoio da RBE e Conselho Executivo

Conhecimento na área

Biblioteca escolar abordam as temáticas dos cursos.

A BE como espaço de conhecimento e aprendizagem. Trabalho colaborativo e articulado

com departamentos e docentes

Há que haver uma articulação entre professor bibliotecário e os docentes dos diferentes departamentos. Esta articulação terá efeitos a nível de construção do conhecimento Será assim uma mais valia para os alunos. É no espaço Biblioteca que os alunos interagem e utilizando as informações constroem o seu próprio saber e compreensão.Em suma, um trabalho de

-Boa articulação entre a BE e departamentos, o que leva a um enriquecimento e desenvolvimento de actividades. Bons equipamentos.

Por parte dos alunos existe ainda a dificuldade em relação à pesquisa e tratamento da informação.

Pouca e fraca Criação de aceitação de dossiers temáticos novas exigências. E formação de utilizadores

Criação de folhetos informativos de modo a que os alunos tenham uma linha de orientação para a elaboração de trabalhos de pesquisa e acabem com o copiar colar.

Conhecimento na área equipa.

Biblioteca escolar -Realização de feiras do livro -Convites de Escritores à BE -Colocação de trabalhos realizados pelos alunos no blogue da escola. -Sessões de leitura integradas nas aulas de Língua Portuguesa e outras.

Formação para a leitura e para as literacias

Transmitir a importância da leitura junto dos educadores, e sensibilizá-los para tal .

-Trabalho de equipa com os docentes de línguas, TIC e Departamento Científico, com o objectivo de desenvolver actividades na BE.

Alunos com características e interesses muito específicos, o que torna a sensibilização para a leitura ainda mais importante .

-Sensibilizar os professores,de modo a incentivarem os alunos a reforçarem as suas leituras.

-Fraca participação de outros docentes com a biblioteca.

BE e os novos ambientes digitais.

Gestão de evidências/

A nova tecnologia “entra” na biblioteca, e como tal o professor bibliotecário tem que estar preparado para este e todos os novos desafios. -A gestão de

-Inter ajuda entre todos os professores e integração na equipa da BE de colegas que estejam ligados as TIC. -A gestão de

-Com a informação sintetizada no computador, o aluno acha que o livro já não é necessário -O cair na rotina

--Formação na área em questão.

-Dificuldades em não conseguir corresponder ao solicitado.

Formações

-Acções

-O trabalho

-Análise das

Conhecimento na área evidências faz com que avaliemos os resultados do papel da biblioteca nos objectivos de aprendizagem da escola, assim como os recursos a utilizar e que programas aplicar.

Biblioteca escolar burocrático que absorve o professor bibliotecário que deixa para segundo plano o acompanhamento diário imprescindível que deverá ser feito aos alunos

avaliação.

evidências conduz-nos a novas experiências com o objectivo de se não forem melhoria de tiradas as devidas formação. resultados, visto conclusões. que podemos ter a percepção das nossas falhas.

evidências recolhidas com vista a um melhor desempenho.

Gestão da mudança SÍNTESE -Estar atento às novas necessidades e interesses.

Factores de sucesso

Obstáculos a vencer

Acções prioritárias -Dar a conhecer à comunidade o verdadeiro papel da biblioteca escolar e a sua importância nas aprendizagens.

-Ter uma mente preparada para os novos caminhos percorrer.

-Tentar mudar práticas

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful