Você está na página 1de 4
Bom Jesus da Lapa-BA - Ano VIII - Nº 311 - 09/09/2014 EDIÇÃO DIGITAL PARA
Bom Jesus da Lapa-BA - Ano VIII - Nº 311 - 09/09/2014 EDIÇÃO DIGITAL PARA
Bom Jesus da Lapa-BA - Ano VIII - Nº 311 - 09/09/2014 EDIÇÃO DIGITAL PARA
Bom Jesus da Lapa-BA - Ano VIII - Nº 311 - 09/09/2014 EDIÇÃO DIGITAL PARA
Bom Jesus da Lapa-BA - Ano VIII - Nº 311 - 09/09/2014 EDIÇÃO DIGITAL PARA
Bom Jesus da Lapa-BA - Ano VIII - Nº 311 - 09/09/2014 EDIÇÃO DIGITAL PARA
Bom Jesus da Lapa-BA - Ano VIII - Nº 311 - 09/09/2014
EDIÇÃO DIGITAL PARA ASSINANTES
(77) 9150-5003

visto_semanario@hotmail.com

JORNALISTA DENUNCIA QUE FOI SIM ATENTADO

EDIÇÃO DIGITAL PARA ASSINANTES (77) 9150-5003 visto_semanario@hotmail.com JORNALISTA DENUNCIA QUE FOI SIM ATENTADO
EDIÇÃO DIGITAL PARA ASSINANTES (77) 9150-5003 visto_semanario@hotmail.com JORNALISTA DENUNCIA QUE FOI SIM ATENTADO
EDIÇÃO DIGITAL PARA ASSINANTES (77) 9150-5003 visto_semanario@hotmail.com JORNALISTA DENUNCIA QUE FOI SIM ATENTADO
EDIÇÃO DIGITAL PARA ASSINANTES (77) 9150-5003 visto_semanario@hotmail.com JORNALISTA DENUNCIA QUE FOI SIM ATENTADO
EDIÇÃO DIGITAL PARA ASSINANTES (77) 9150-5003 visto_semanario@hotmail.com JORNALISTA DENUNCIA QUE FOI SIM ATENTADO
EDIÇÃO DIGITAL PARA ASSINANTES (77) 9150-5003 visto_semanario@hotmail.com JORNALISTA DENUNCIA QUE FOI SIM ATENTADO
EDIÇÃO DIGITAL PARA ASSINANTES (77) 9150-5003 visto_semanario@hotmail.com JORNALISTA DENUNCIA QUE FOI SIM ATENTADO
EDIÇÃO DIGITAL PARA ASSINANTES (77) 9150-5003 visto_semanario@hotmail.com JORNALISTA DENUNCIA QUE FOI SIM ATENTADO
EDIÇÃO DIGITAL PARA ASSINANTES (77) 9150-5003 visto_semanario@hotmail.com JORNALISTA DENUNCIA QUE FOI SIM ATENTADO
Visto - Ano VIII, Nº 311- 09/09/2014 - Edição Digital
Visto - Ano VIII, Nº 311- 09/09/2014 - Edição Digital

Visto - Ano VIII, Nº 311- 09/09/2014 - Edição Digital

Visto - Ano VIII, Nº 311- 09/09/2014 - Edição Digital
Visto - Ano VIII, Nº 311- 09/09/2014 - Edição Digital
Visto - Ano VIII, Nº 311- 09/09/2014 - Edição Digital Depois de morto, Eduardo 'doa' R$

Depois de morto, Eduardo 'doa' R$ 2,5 mi a Marina

Depois de morto, Eduardo 'doa' R$ 2,5 mi a Marina ouvidos pelo DIA em condição de

ouvidos pelo DIA em condição de anonimato, a transferência não poderia ocorrer, já que, ao morrer, o CNPJ da candidatura de Campos deveria ser extinguido, e o dinheiro retido. Segundo eles, só no final da campanha o partido teria acesso à doação, como sobra de arrecadação. “Provavelmente, eles não quiseram deixar parada a quantia, que é razoável, e antes mesmo de comunicarem oficialmente a morte do ex-governador retiraram o dinheiro”, interpretou um deles. “Não deixa de ser estranho que uma campanha que se propõe a fazer a nova política, se valha de artifícios da velha”,

opina outro. Os dois concordam que, neste caso, o pior que poderá ocorrer é a aprovação das contas pelo TSE, mas com ressalvas, “além, é claro, do constrangimento, já que é um subterfúgio contábil que criticariam se fosse outro partido”. Marina Silva virá ao Rio na próxima quinta-feira. Seus coordenadores de campanha se reunirão hoje para decidir qual será a agenda. Uma das ideias é que ela participe de um ato em favor dos royalties de petróleo e do pré- sal para tentar afastar qualquer dúvida quanto às suas posições sobre os temas. (por Nonato Vargas, O Dia)

A Segundo o coordenador financeiro da campanha, Basileu Margarido — homem de confiança de Marina — tudo está dentro da legalidade. “O escritório de Direito que nos atende consultou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para fazer a operação. Segundo eles, não há nada de errado”, garantiu. O TSE informou que ainda vai analisar as prestações de contas. A operação de transferência ocorreu no dia 14 de agosto, foi em dinheiro vivo e seu registro está na segunda prestação de contas dos candidatos, divulgada no sábado pelo TSE. O PSB também não fez nenhuma menção ao jato Cessna, usado por Campos, e que é alvo de investigação da Procuradoria Geral da República por crime eleitoral e suspeita de caixa 2. Para dois advogados especialistas em direito eleitoral

local

transferência em

espécie ocorreu no

dia seguinte ao

desastre que matou o

então candidato. Coordenador afirma que foi legal Brasília - No dia seguinte ao desastre que matou o presidenciável Eduardo Campos, sem que seus restos

mortais tivessem sido

recolhidos do

onde caiu o avião,

seus partidários

transferiram em espécie R$ 2,5 milhões de sua

conta

de campanha para o

Comitê Financeiro

Nacional, administrado pelo PSB, que, dias depois, anunciaria Marina Silva como substituta.

F i n a n c e i r o Nacional, administrado pelo PSB, que, dias
F i n a n c e i r o Nacional, administrado pelo PSB, que, dias
F i n a n c e i r o Nacional, administrado pelo PSB, que, dias
F i n a n c e i r o Nacional, administrado pelo PSB, que, dias
F i n a n c e i r o Nacional, administrado pelo PSB, que, dias
Visto - Ano VIII, N 311- 09/09/2014 - Edição Digital
Visto - Ano VIII, N 311- 09/09/2014 - Edição Digital

Visto - Ano VIII, N 311- 09/09/2014 - Edição Digital

Visto - Ano VIII, N 311- 09/09/2014 - Edição Digital

Afinal, quem são “os evangélicos”?

OEduardo Campos, que estava em

acidente de avião que matou o

candidato presidencial brasileiro

terceiro lugar, atrás do atual presidente Dilma

Rousseff, tem prejudicado gravemente as chances de Dilma à reeleição. A sucessora de Campos na chapa, ex-líder do Partido Verde, Marina Silva, um fantoche de George Soros, agora é uma boa chance de derrubar Rousseff em uma eleição de segundo turno que é esperado. A derrota de Dilma seria um sinal de uma vitória para atividades secretas do governo Obama para eliminar da cena presidentes progressistas da América Latina. Uma revisão da história pós-Segunda Guerra Mundial revela que de várias maneiras muitos serviços de inteligência têm sido usados para eliminar as ameaças políticas e econômicas, o assassinato por queda de avião é classificado em segundo lugar, à frente de acidentes automobilísticos e envenenamento, e só atrás do uso de armas de fogo e munições, como modus operandi favorito da Agência Central de Inteligência para assassinato político. Os assassinatos aéreos de personalidades como o Secretário-Geral das Nações Unidas, Dag Hammarskjöld, o presidente de Ruanda, Juvenal Habyarimana, presidente do Burundi, Cyprien Ntaryamira, o português e primeiro- ministro Francisco Sá Carneiro, presidente do Paquistão, Muhammad Zia Ul-Haq, prospectivo primeiro-ministro indiano Sanjay Gandhi, União presidente americano United Auto Workers 'Walter Reuther, o ex-senador pelo Texas John Tower, e o senador de Minnesota Paul Wellstone, todos traziam as marcas do envolvimento de uma ou mais agências de inteligência dos EUA em pôr fim à carreira política que ameaçava os fundamentos da América imperial. América Latina, em particular, tem sido marcada por acidentes aéreos que mataram dois líderes que estavam determinados a se afastar da influência política americana, o presidente Jaime Roldós Aguilera, do Equador e do presidente Omar Torrijos do Panamá. Ambos os líderes morreram em 1981, com Roldós morrendo poucos meses antes de Torrijos. John Perkins, o autor de «Confessions of an Economic Hitman» e ex- membro da comunidade de inteligência dos EUA, apontou os Estados Unidos, em ambos os assassinatos por acidente de avião. Este fundo de envolvimento dos EUA em assassinatos aéreos torna a queda da aeronave Cessna Citation 560XLS em Santos, Brasil, a 13 de agosto, que matou o candidato presidencial do Partido Socialista Brasileiro, Campos, seus assessores e a

tripulação, suspeita de atentado, o momento do acidente, durante uma campanha eleitoral que tinha favorecido uma vitória fácil para Rousseff, tem levantado questões significativas entre pesquisadores brasileiros e do público em geral. Desde a sua introdução em 1996, o modelo Cessna

Citation 560XLS tem desfrutado de um histórico de segurança perfeito. A morte repentina de Campos inverteu a campanha

presidencial brasileira de uma forma

pode beneficiar os Estados Unidos e a

agenda de longo prazo da

Inteligência para a América Latina. Questões perturbadoras estão sendo levantadas sobre a propriedade da aeronave

que carrega o número de cauda

Suspeitas duvidosas do avião de proprietários laranjas e de registro,

cabine dos

juntamente com a falta de voz da

pilotos, assim como gravações na caixa preta, graças a uma avaria aparente no gravador de voz da cabine do avião; há

avaria aparente no gravador de voz da cabine do avião; há que Agência Central de PR-AFA.

que

Agência Central de

PR-AFA.

um

arrendamento, estava à venda e, recentemente, tinha sido comprado por um grupo de «donos de fábricas e importadores» de Pernambuco. Campos era um ex- governador de Pernambuco. Os compradores acabaram por ser um consórcio que incluía a Bandeirantes Pneus, Ltda. A empresa de pneus disse que as negociações sobre a transferência de propriedade estavam em curso quando o avião caiu e que a Cessna Finance Export Corporation ainda não tinha aprovado os direitos de leasing finais. Observadores brasileiros acreditam que o Cessna que caiu era um «avião fantasma», com a posse obscura, a fim de encobrir o uso do avião para operações secretas envolvendo a CIA. Aviões similares com registros de propriedade e registros manchados foram usados ​​pela CIA para rendição de muçulmanos seqüestrados para interrogatório e prisão na America do Norte e «locais secretos» em todo o mundo. A National Transportation Safety Board dos Estados Unidos (NTSB) enviou uma equipe ao Brasil para investigar o acidente de avião. No entanto, se o desempenho do NTSB sobre tais falhas como TWA 800 e 587 da American Airlines é qualquer indicação de que a agência só se destaca no acobertamento de ações criminosas. Campos foi substituído na chapa por Marina Silva, que é uma queridinha da globalização de Soros. Marina. Silva, que é uma adepta pró-Israel da Assembléia de Deus, é muito mais pró-negócios e pró-americana do que Rousseff do Partido de esquerda dos trabalhadores brasileiros. Recentemente, Dilma Rousseff, junto com seus colegas líderes dos BRICS de Rússia, Índia, China e África do Sul, criou um novo banco de desenvolvimento que desafia a supremacia do Banco Mundial. A criação do banco enfureceu Washington e Wall Street.

CONTINUA

número de brasileiros querendo saber se o

Ao

invés de ter a gravação das conversas da

tripulação de voo de Campos, o

tinha as gravações de voz de um voo

anterior. O avião estava voando em rota de

Rio de Janeiro, Santos,

área residencial de Santos. O avião era operado pela AF Andrade Empreendimentos e Participações, que tem sede em Ribeirão Preto, no estado de São

Paulo, mas arrendado da Cessna Finance

Export Corporation, uma divisão da Textron,

um dos principais dos EUA de

inteligência contratante. Cessna é

divisão da Textron. O gravador de voz

defeito foi fabricado por outra US defesa e

inteligência contratante, L-3

Os negócios da AF Andrade estão centrados em sua propriedade, numa destilaria. Um porta-voz da AF Andrade disse que a aeronave que custou 9 milhões de dólares não tinha sido inspecionada recentemente, mas salientou que não tinha um registro perfeito de manutenção. No entanto, o porta-voz da AF Andrade não

podia especificamente afirmar o

possuía a aeronave, mas admitiu que provavelmente só havia o contrato de

avião foi sabotado pelos Estados Unidos.

gravador só

quando caiu em uma

defesa e

uma

com

Communications.

estado que

Visto - ano VIII, Nº 311 - 09/09/2014 - Edição Digital
Visto - ano VIII, Nº 311 - 09/09/2014 - Edição Digital

Visto - ano VIII, Nº 311 - 09/09/2014 - Edição Digital

Visto - ano VIII, Nº 311 - 09/09/2014 - Edição Digital

FINAL Silva, que pode estar escalonamento de 9%. É claro que gostando mais do que um simples as pesquisas de opinião já não são voto de simpatia, recentemente independentes, porém são artifícios cresceu nas pesquisas contra Dilma da agência de inteligência

Rousseff. A presidente brasileira é

vista por Washington como um ​​para influenciar a opinião pública e

adversário, especialmente depois que os detalhes foram divulgados por

Edward Snowden, da enorme O resultado favorável para Silva vigilância da presidente brasileira como resultado do possível

pela Agência de Segurança Nacional.

Se houver um segundo turno com seus assessores tem muitas

Silva como primeiro ou segundo, suspeitas sobre o papel da CIA na Aécio Neves, do Partido Social queda do avião, especialmente

Democrata conservador afirmou que

ele endossaria Silva se ele vem em CIA foram descobertas em

terceiro lugar. A aritmética política

poderia significar problemas para de Torrijos e Roldós em 1981. Em

Rousseff, que provavelmente teria decaído se não tivesse sido para o

avanço de Silva para a cabeça da pelo presidente do Equador, Rafael

chapa do Partido Socialista. O vice

de Marina Silva na corrida políticas de Washington e um presidencial é Beto Albuquerque, aliado de Dilma Rousseff, caiu nas cuja «sociedade civil», credenciais montanhas em um vôo de

no consumidor e proteção dos Guayaquil a Quito. O piloto pessoal direitos humanos indica uma Soros de Correa foi morto no acidente. «educação». Correa, que estava se dirigindo a um

As pesquisas atuais para o 05 de comício de campanha, no

outubro primeira rodada é Rousseff,

com 36% dos votos, Silva, com 21%, estava programado para ir no vôo.

e Neves, com 20%. No entanto, com No entanto, a suspeita de sabotagem

Neves fora da disputa, no segundo da CIA não poderia ser

turno agendado para 26 de outubro,

algumas pesquisas mostram Silva Marina Silva está sendo apontado

batendo Rousseff de 47% para 43%, como «Terceira Via» como

enquanto outros mostram Silva do Brasil. Terceira Via é um

derrotando Rousseff por um movimento internacional sido usado por políticos

t e r n a c i o n a l sido usado por políticos Campos,

Campos, a fim de abrir caminho para

um político mais popular (e controlada) como Marina Silva, especialmente quando os interesses de Israel e wall Street estão em jogo. O Cessna levando o primeiro- ministro português Sá Carneiro, que caiu enquanto o primeiro-ministro estava voando para um comício de reeleição em Porto, destruiu as perspectivas futuras de esquerda da Aliança Democrática, porque os dois legalistas que o sucederam não tinham o seu carisma. Eventualmente, Mario Soares, a Terceira Via e pró-NATO «socialista apenas no nome», tornou-se primeiro-ministro e conduziu Portugal no caminho da «terceira via» de subserviência a uma Europa unida pela globalização. O embaixador de Portugal na época da morte de Sá Carneiro era o agente da CIA Frank Carlucci, cujas impressões digitais foram encontradas em 1961 no assassinato do ex-primeiro-ministro Patrice Lumumba, no Congo. Carlucci se tornou vice-diretor da CIA, e Conselheiro de Segurança Nacional e o secretário de Defesa no governo do presidente Ronald Reagan. Carlucci também é o presidente emérito do Grupo Carlyle CIA-conectado. A morte suspeita de Campos no Brasil parece ser uma cópia carbono de expedição rápida da CIA que matou Sá Carneiro, com sendo Dilma Rousseff e Marina Silva e seus apoiadores a meta final da

ação.

(Tradução: Emanoel Virgino).

corporativa e ocidentais usados

se envolver na «programação preditiva» de populações inteiras.

assassinato aéreo de Campos e

depois que impressões digitais da

assassinatos aéreos presidenciais

fevereiro passado, o helicóptero presidencial normalmente usado

Correa, um forte opositor das

momento

do acidente, ressaltou que não

suprimida

entre a população equatoriana.

candidata

que tem

i a n a . c a n d i d a t a q u

corporativos, muitos deles financiados por Soros, para se infiltrar e assumir historicamente pró-labore, socialista, e partidos progressistas. Políticos mais

notáveis. ​​Os terceiras vias 'incluem Bill Clinton, Tony Blair, da Alemanha, Gerhard Schroeder, do Canadá Justin Trudeau, Francês Prtesident

primeiro-ministro

François Hollande,

francês Manuel Valls, do primeiro-

ex-

ministro italiano Matteo Renzi e

primeiro-ministro Romeo Prodi, de Portugal, José Sócrates, Israel Ehud

Barak, e funcionários das Socialistas Brasileiras, verde e

social-democratas, partes, incluindo

Eduardo

Silva, Neves, o falecido

Campos, e o ex-presidente

Fernando Henrique Cardoso. No

entanto, quando se torna

vantajoso

para assassinar um a fim de

há

promover o outro, não nenhum problema para eliminar alguém como