Você está na página 1de 5

O MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES: METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO (PARTE II)

D. Gestão da BE
D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE

Instrumentos de Recolha de Evidencias extraídas dos


Indicadores Factores Críticos de Sucesso
Evidências Instrumentos
D.1.1 Integração/acção  A escola inclui a BE na formulação e a) Excertos das determinações contidas na a)O PAD postula que a BE deve definir
da BE na desenvolvimento da sua missão, documentação institucional que define os estratégias educativas adequadas à
escola/agrupamento. princípios e objectivos estratégicos objectivos e regula o funcionamento da promoção do sucesso escolar.
e de aprendizagem. escola/agrupamento, referentes à BE – a)O PAD refere que se deverá dotar as
 O professor bibliotecário tem Plano de acção da directora (PAD), Bibliotecas Escolares do Agrupamento
assento no conselho pedagógico. Projecto Educativo (PE), Regulamento com materiais actuais, adequados aos
 São desencadeadas acções com Interno (RI). interesses dos utilizadores, e apelativos
vista à partilha, discussão e ao uso.
aprovação da missão e objectivos b) Aspectos contidos nos documentos que a) O PE e o RI postulam que a BE se regerá
da BE nos órgãos de administração regem o funcionamento da BE e que se por regulamento próprio, a definir, mas
e gestão (Conselho Geral, director, relacionam com este item -Regulamento sempre enquadrada nas linhas gerais de
conselho pedagógico) interno, plano de acção e plano anual de acção subjacentes ao projecto.
departamentos curriculares e actividades da BE a)O PE contempla a necessidade da
demais estruturas de coordenação existência de elementos de ligação,
educativa e de supervisão c) Registos de reuniões/contactos. relação e interacção entre os diferentes
pedagógica. pólos da BE existentes no concelho, de
 O regulamento interno da escola modo a existir uma complementaridade
contempla os seguintes aspectos: de trabalho e uma mais adequada
- Missão e objectivos da BE; gestão de recursos, objectivos e
-Organização e gestão de recursos estratégias.
de informação; a) O PE define a constituição da equipa de
-Gestão dos recursos humanos trabalho (embora não esteja em
afectos à BE; conformidade com a realidade actual).
-Serviços prestados à comunidade a) O PE faz referência ao perfil do
escolar no âmbito do Projecto coordenador e à apresentação do
Educativo; respectivo Plano de Acção.
- Regimento e funcionamento das a) O RI define a afectação do professor
BE bibliotecário, a constituição da equipa,
 A BE adequa os seus objectivos, o crédito horário dos seus membros, a
recursos e actividades ao currículo duração do mandato e impõe também a
nacional, ao projecto curricular de apresentação de um Plano de
escola e aos projectos curriculares Actividades da BE e um relatório final
das turmas. de avaliação.
 O plano de desenvolvimento da BE a) O RI contempla a representação da BE
acompanha, em termos de acção em Conselho Pedagógico.
estratégica, o projecto educativo da
escola e outros projectos.
 O plano anual de actividades da BE b) O Regulamento Interno da BE especifica
relaciona-se, em termos de detalhadamente todos os aspectos
objectivos operacionais, com o inerentes ao funcionamento da mesma
apoio ao currículo, com o plano b) O Plano de Acção da BE foi elaborado
anual de actividades da escola e com base no modelo de auto avaliação,
com outros projectos em nos objectivos definidos no PE e
desenvolvimento respectivos domínios de intervenção.
c) São elaborados registos das diferentes
sessões de trabalho, actas de reuniões
da equipa e actas de diferentes
departamentos curriculares e do
Conselho Pedagógico

D.1.2 Valorização da BE  Os órgãos de administração e a) Documentos de gestão da escola. a) b) O PE e o Regulamento Interno


pelos órgãos de gestão (conselho geral, director, b) Documentos de gestão da BE. contemplam o objectivo e o papel da
direcção, conselho pedagógico) apoiam as BE BE como uma mais-valia para a escola e
administração e gestão e envolvem-se na procura de c) Entrevista/questionário ao director para o sucesso educativo.
da escola/ soluções promotoras do seu (CK1). c) É mantido um contacto permanente
agrupamento funcionamento. d) Excertos de actas de apresentação de com a directora, para resolução de
 Os órgãos de administração e projectos/relatórios ao conselho questões inerentes ao funcionamento
gestão põem em prática uma pedagógico; determinações/ da BE (recursos humanos, recursos
política de afectação de recursos recomendações do conselho materiais, condições de trabalho,
humanos adequada às necessidades pedagógico. necessidades de formação, participação
de desenvolvimento da BE. e) Registos de projectos/actividades em reuniões que permitam aprofundar
 Os órgãos de administração e envolvendo trabalho na/com a BE. a ligação da BE à escola. Sobre a BE a
gestão (director, conselho f) Estatísticas de utilização da BE. directora considera que…
pedagógico) e os departamentos g) Projectos LEituraR (no âmbito do PNL) e b)e) A BE dinamiza projectos de
curriculares estabelecem Escrevinhar actividades que promovem o
estratégias visando a articulação agrupamento a nível local, regional e
entre a BE e as demais estruturas de nacional
coordenação educativa e de f) A BE elabora documentos de gestão
supervisão pedagógica. interna que permitem aferir a utilização
 A escola contempla a BE e os seus dos serviços
recursos nos projectos e actividades e) A BE Produz e divulga o jornal escolar
educativas e curriculares. g) Uma das colaboradoras da BE elabora
 Os órgãos de administração e relatórios de divulgação de dados
gestão atribuem uma verba anual estatísticos, relativos à implementação
para a renovação de equipamentos, dos projectos LEituraR e Escrevinhar
para a actualização da colecção e
para o funcionamento da BE.
 A escola encara a BE como recurso
fulcral no desenvolvimento do
gosto pela leitura, na aquisição das
literacias fundamentais, na
progressão das aprendizagens e no
sucesso escolar.
 Os docentes valorizam o papel da
BE e integram-no nas suas práticas
de ensino/aprendizagem.

D.1.3 Resposta da BE  A BE funciona num horário contínuo a) Horário da BE. a)O horário da BE está condicionado pela
às necessidades da e alargado que possibilita o acesso escassez de recursos humanos que lhe
escola/agrupamento dos utilizadores no horário lectivo e b) Organização do espaço estão afectos.
acompanha as necessidades de b) A BE está organizada de forma a
ocupação em horário extra lectivo. c) Estatísticas de utilização da BE. proporcionar um ambiente favorável à
 As BE no agrupamento são geridas fruição da leitura, ao estudo, à pesquisa
de forma integrada, rentabilizando d) Registos de reuniões/contactos. e ao uso da informação.
recursos, possibilidades de acesso a c)A BE contabiliza o número de alunos,
programas e projectos. e) Registos de projectos/actividades. professores e funcionários que utilizam
 Os recursos e serviços da BE os seus diferentes serviços
respondem às metas e estratégias d) A BE desenvolve trabalho articulado
definidas no projecto educativo, f) Questionário aos docentes (QD3). com alguns dos docentes e apoia o
projecto curricular e outros desenvolvimento curricular
projectos. e) A BE desenvolve os projectos e as
 A BE cria condições e é usada como actividades que indicou para constarem
recurso e como local de lazer e de no PAA entre outros
trabalho.
 A BE apoia os utilizadores no acesso f)A maioria dos professores considera que
à colecção, aos equipamentos, à a gestão da BE é…. eficaz; as condições
leitura, à pesquisa e ao uso da de acesso e os recursos disponibilizados
informação. pela BE são considerados… pela maior
 A BE planifica com docentes, parte dos docentes; os serviços
departamentos curriculares e prestados pela BE são classificados
demais estruturas de coordenação como… e o balanço global do impacto
educativa e de supervisão da BE na vida da escola e no apoio ao
pedagógica. trabalho docente é…
 A BE desenvolve projectos com a
escola/agrupamento.
 A BE assume-se como pólo de
fomento e de difusão cultural.
D.1.4 Avaliação da BE  A BE implementa um sistema de a) A coordenadora da BE apresenta em
na auto-avaliação contínuo. a) Divulgação do modelo Conselho Pedagógico a estrutura e
escola/agrupamento  Os órgãos de direcção, b) Informação recolhida com as fases de implementação do
administração e gestão são recurso ao sistema automatizado modelo
envolvidos no processo de auto- de gestão bibliográfica. a) A mesma docente sensibiliza a
avaliação da BE. c) Registos de observação, directora da escola e os
 Os instrumentos de recolha de questionários, entrevistas ou representantes das diferentes
informação são aplicados, de forma outros realizados no âmbito da estruturas para o necessário
sistemática, e no decurso do avaliação da BE. envolvimento de todos os
processo de gestão. d) Excertos de documentação professores, uma vez que a avaliação
 A informação recolhida é analisada recolhida. não traduz o desempenho do
e os resultados da análise/avaliação professor bibliotecário ou da equipa,
originam, quando necessário, a mas de toda a escola.
redefinição de estratégias, sendo b) A BE adapta rotinas, adequando-as à
integrados no processo de aplicação do modelo
planeamento. b) A BE desenvolve a implementação
 Os resultados da auto-avaliação são da informatização dos serviços com
divulgados junto dos órgãos de o auxílio do representante da equipa
direcção, administração e gestão PT, tendo-se neste ano feito…
(conselho geral, director, conselho c) Em Maio a BE procede à aplicação
pedagógico), estruturas de dos instrumentos de recolha de
coordenação educativa e de evidências (questionários aos
supervisão pedagógica, e da docentes e à directora)
restante comunidade, com o d) A equipa de avaliação da BE elabora
objectivo de promover e valorizar as o relatório de auto-avaliação e
mais-valias da BE e de alertar para apresenta-o em sede de Conselho
os pontos fracos do seu Pedagógico.
funcionamento. d) De acordo com os pontos fortes e
 São realizadas actividades de fracos detectados ,são traçadas
benchmarking. estratégias de melhoria.
 A auto-avaliação da escola integra d) A equipa da BE procede à elaboração
os resultados da auto-avaliação da de uma súmula do relatório
BE. apresentado que irá integrar o
relatório de auto-avaliação da escola

Observações:

 Com a finalidade de optimizar a leitura entre a coluna “Instrumentos de Recolha de Evidências” e a coluna “Evidências extraídas dos Instrumentos”, foram
atribuídas alíneas à primeira a que correspondem directamente às frases da segunda coluna.
 A quarta coluna corresponde a uma súmula de determinados itens dos documentos institucionais do agrupamento, tendo em conta que as citações neles
contidas se apresentam demasiado extensas para incluir num trabalho desta natureza
 Os documentos inerentes ao funcionamento da BE foram elaborados tendo em conta os domínios de intervenção do modelo de auto-avaliação e os
domínios de intervenção do Projecto Educativo, bem como as determinações contidas na documentação institucional que regula o funcionamento da
escola/agrupamento, nomeadamente o Plano de acção da directora, Projecto Educativo, Regulamento Interno do Agrupamento.

Trabalho realizado por:

Dulce Garcia

Elisabete Marques