Você está na página 1de 7

Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão

Conhecimento na área Biblioteca escolar

Aspectos críticos que a


Desafios. Acções a
Domínio Literatura identifica Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças
implementar
- Formação especializada Desenvolver a formação de
permite desenvolver técnicas alunos, professores e
novas no desenvolvimento do comunidade educativa.
- Pouca
papel educativo. A necessidade de dotar as
valorização da
- Facilitadores do bibliotecas escolares de
carreira de
desenvolvimento das pessoas com formação
professor-
competências da informação - Formação da RBE multidisciplinar de forma a
Competências Formação no novo bibliotecário
nos alunos. -Professores formadores de poder fazer face aos
do professor - Formação especializada modelo de avaliação.
- Formadores de professores a TIC do agrupamento sucessivos avanços que se
bibliotecário -Desinteresse
nível da literacia da informação. estão a realizar nas
por parte dos
Identificar, seleccionar e avaliar bibliotecas, justifica uma
professores
recursos da informação para estratégia que ofereça
envolvidos
apoio curricular. programas de formação
- Ser proactivo – aproveitar as contínua tanto para alunos,
oportunidades para estabelecer como para professor e
alianças educacionais. comunidade escolar.
- Um espaço capaz de responder Gestão do espaço - A área de ocupação da A autonomia constitui um Divulgar recursos e sugerir
Organização e às necessidades formativas, - A BE tem um horário de BE é de 48 m2, investimento nas escolas e - Falta de projectos em articulação com
Gestão da BE culturais e de lazer de apoio ao abertura de acordo com as tornando-se muito na qualidade da educação, Transportes. os professores das escolas do
desenvolvimento das necessidades da escola e do seu pequena. devendo ser acompanhada, agrupamento.
actividades de público. - Estantes no dia a dia, por uma cultura - Apoiar os utilizadores no
ensino/aprendizagem. - Localização em relação à -Cadeiras de responsabilidade -Falta de acesso e na procura da
- Estratégia de comunicação escola adequada. -Ausência de formação partilhada por toda a motivação e informação, incentivando uma
com o Conselho Executivo e por parte dos professores comunidade educativa em envolvimento da cultura da escola e uso da BE
com a escola, dando - Condições apropriadas para o e auxiliares quatro dimensões básicas: Associação de e dos seus recursos.
visibilidade aos seu funcionamento em termos de - A BE tem um serviço Dimensão - Parcerias com Pais.
recursos/potencialidades da luz e de uma boa ambiência. de comunicação Agentes Educativos:
Biblioteca Escolar. - Mobiliário e equipamento estratégico em termos criação de oportunidades -Silêncio face ao
- A Biblioteca tem que estar no adequados à população físicos (placards, formativas para Professores investimento de
centro das políticas educativas -Área de informática com 5 folhetos, boletins, …) e demais agentes educativos novas propostas.
(Conselho Executivo) e nos computadores mais o - A BE tem um Dimensão – cooperação
Órgãos de Gestão da Escola computador da coordenadora. orçamento anual de base com outras entidades de -Ausência de
(Conselho Pedagógico). - - A BE está organizada segundo -A BE orçamenta a sua modo a rentabilizar os orçamento
Constar do projecto Educativo, as zonas funcionais actividade no plano de recursos materiais, gerindo financeiro.
Plano Anual de Actividades e - A BE apresenta um plano de desenvolvimento os espaços e os
Regulamento Interno, as sinalética claro - Apoio às escolas do equipamentos com vista à -Serviços

1
sua plena utilização pelos
alunos e comunidade
Educativa
Dimensão –Comunidade:
promoção de uma política
aberta à comunidade,
políticas definidas para a dinamizando as relações
Biblioteca Escolar com a família, a autarquia,
- A Biblioteca deve possuir um -Capacidade de atendimento. as escolas, os agentes
documento próprio com as - Representação em Pedagógico culturais e económicos,
agrupamento Informáticos.
Regras de Funcionamento. através do diálogo e
- O elemento coordenador da desenvolvimento de
Biblioteca escolar participa no projectos de interesse.
Órgão de Gestão Pedagógica. - B. Municipal
- Empresas da Região
-Câmara Municipal de
Chaves
- Junta de Freguesia
- Associações Culturais e
outros.
- A biblioteca deve ter uma - A BE gere a colecção com base - A BE organiza a - Verbas destinadas à - Pouco apoio Pensamos ser realistas ao
Gestão da Politica de Desenvolvimento de numa política de colecção segundo biblioteca da realização da por parte da propor, em termos
Colecção Colecções. desenvolvimento da colecção princípios orientadores feira do livro. Biblioteca quantitativos, um total de
- Colecções devem responder às (critérios de selecção, definição constantes do manual de - Verbas do PNL Municipal para títulos/exemplares equivalente
necessidades dos diferentes de prioridades para as procedimentos. - Verbas do Agrupamento. integrar o a cerca de 3% da colecção
intervenientes. aquisições, adequação ao - Enciclopédias catalogo em rede existente, o que perfaz cerca
- As colecções devem adequar- currículo e ao público, avaliação desactualizadas e de 80. Desse total afectamos
se à missão da escola que da colecção, definição dos exclusivamente em Disponibilizaçã 75% a documentos impressos
servem e, num âmbito mais responsáveis pela selecção. suporte papel. o de verbas. (60) e 25% a documentos não
alargado. -Catalogação, indexação e - Número insuficiente impressos (20),
- A colecção deve servir outras classificação (CDU). de documentos em particularmente cd’s áudio, o
escolas ou bibliotecas -O fundo documental é algumas áreas tais como: que seria conveniente
- Partilhar recursos composto por: psicologia; religião orçamentar com rigor, mas
2198 Monografias ( seguindo a proporção que partindo dos preços
72 Filmes 1.3 faltam 50 livros); médios habitualmente
21 CD Áudio matemática, física, considerados, rondará os
114 Multimédia. química na classe 5; arte 6OO€
e desporto (seguindo a Na distribuição por áreas e
- Faculta o acesso livre. proporção 1.3 faltam 3 tipos de documentos
- A Biblioteca identifica as livros) ; geografia e propomos:
necessidades de informação da património local dentro - bibliografia básica, indicada
comunidade de acordo com o da classe 9, provocando pelos professores, para
currículo escolar e as desequilíbrios nas disciplinas/áreas temáticas
necessidades/ interesses da disciplinas. fracas, com mais lacunas - 12
população. - Inexistência, na títulos impressos x 2
- As áreas temáticas de línguas e colecção musical, de cd’s exemplares de cada ;
literaturas. áudio de determinados - uma enciclopédia
- Parceria entre as bibliotecas do géneros de música actualizada - 1 título em
concelho urbana recente, que suporte impresso;
2
correspondam às
preferências dos alunos.
- Insuficiência de
documentação sobre
problemas de interesse
dos alunos como
- literatura juvenil sugerida
sexualidade,
pelos alunos e outra – 10
toxicodependência,
títulos x 1 exemplar;
primeiros socorros, fome
- cd’s áudio sugeridos pelos
e poluição.
alunos – 10 títulos x 1
- Algumas classes como
exemplar;
as de ciências sociais,
- obras sobre sexualidade e
línguas e literatura,
toxicodependências – 5 x2
necessitarem de rigorosa
exemplares de cada.
avaliação tendo em vista
Depois de adquiridos, todos
a eventual exclusão de
os documentos devem receber
alguns títulos
o adequado tratamento
desactualizados ou a sua
técnico, segundo as normas
retirada de circulação e
em vigor e ser incluídos no
colocação na reserva.
catálogo
- Documentos
multimédia obsoletos
pela evolução da
tecnologia e ambiente
informáticos.

A BE como -Ligação ao currículo - A BE promove poucas -Aprendizagem baseada em -As práticas de -Incluir na equipa elementos
espaço de -Impacto das bibliotecas na - Trabalho colaborativo entre a actividades de formação recursos. ensino- colaboradores para elaborar
conhecimento aprendizagem e sucesso Biblioteca Escolar e sala de aula. para os docentes no -Trabalho colaborativo entre aprendizgem materiais.
e educativo dos alunos. - Relaciona o espaço Biblioteca âmbito da literacia da professores. centradas na - Partilhar materiais utilizados
aprendizagem. - A BE deve organizar a o seu com actividades de expressão informação/uso de um -Apoio e articulação com os transmissão de nas escolas do agrupamento.
Trabalho serviço educativo (formação de artística, lúdica e literária. modelo de pesquisa de encarregados de educação. conhecimentos. - Diversificar a forma de
colaborativo e utilizador, promoção da leitura, - Sensibiliza a comunidade informação. difusão de materiais.
articulado com desenvolvimento das literacias) escolar para o usufruto deste - A BE não organiza
Departamentos de forma a contribuir para que espaço, através da divulgação actividades de formação
e docentes. os alunos se tornem pensadores nos placares espalhados pela para docentes e alunos no
críticos e utilizadores efectivos escola e panfletos. domínio da literacia
da informação - Estimula a criatividade e digital.
- A BE colabora com os curiosidade. - A BE produz, em
Conselhos de Docentes/Ano - A BE organiza o seu serviço colaboração com os
e/ou Turma com o fim de educativo (formação de docentes, poucos
conhecer os diferentes PCT´s e utilizador, promoção da leitura, materiais informativos e
de se envolver no planeamento desenvolvimento das literacias) de apoio à adequada
das respectivas actividades, de forma a contribuir para que os utilização da Internet
estratégias e recursos. alunos se tornem pensadores (guiões de pesquisa,
críticos e utilizadores efectivos grelhas de avaliação de
da informação sites, listas de
- A BE colabora com os apontadores, guias de
Conselhos de Docentes/Ano e/ou procedimentos, etc.).
3
Turma com o fim de conhecer os
diferentes PCT´s e de se
envolver no planeamento das
respectivas actividades,
estratégias e recursos.
- O PAA da BE inclui
actividades de apoio curricular a
turmas/grupos/alunos.
- A BE desenvolve actividades
no âmbito da promoção da
literacia da informação,
utilizando o guião BIG SIX, de
acordo com um plano
previamente definido,
contemplando objectivos,
estratégias e instrumentos de
avaliação.
- O plano de actividades de
promoção da literacia da
informação inclui estratégias
conducentes à
implementação/uso um modelo
de pesquisa de informação.

Formação para - Desenvolver as competências - A BE desenha o seu plano de -A BE não disponibiliza - PNL - Pouco tempo Estimular a construção de um
a leitura e para de leitura e de informação actividades no âmbito da leitura uma colecção tão variada A inserção da formação de livre para modelo de biblioteca escolar,
as literacias contribuindo para o e das literacias de acordo com o e adequada aos gostos e leitores no âmbito dum actividades concebida como parte activa e
desenvolvimento da autonomia PEE e PCE. interesses de informação processo de ensino- conjuntas de essencial de um sistema de
dos alunos desenvolvimento do - A BE implementa a leitura dos utilizadores como aprendizagem, com a animação da recursos para a aprendizagem
pensamento crítico e para o como factor importante na gostaria. definição de objectivos leitura com as e a pesquisa.
exercício da cidadania. formação pessoal e no sucesso - A BE difunde pouca curriculares a esse nível por crianças- leitura
-Mudar os conceitos educativo. informação sobre livros e ano de escolaridade. de livros em voz Justificação
tradicionais de leitura e uso da - A BE desenvolve actividades autores - A articulação dos alta, conversas
informação. no âmbito da promoção da professores e família no com as crianças Actualmente existe uma
- Promover as diferentes leitura de acordo com um plano combate à falta de aptência acerca de livros mudança de paradigmas no
literacias. previamente definido, articulado dos alunos pelo livro e a ou comentar com ensino que passa de um
Promover a leitura com as linhas de orientação leitura. elas uma história sistema baseado na docência a
definidas pelo Plano Nacional de acabada de um sistema focado na
Leitura, contemplando contar – ou para aprendizagem. Este novo
objectivos, estratégias e simples método requer o suporte de
instrumentos de avaliação. actividades à todo o tipo de recursos, tanto
- O plano de actividades de volta do livro, de informação como
promoção da leitura prevê a como visitar tecnológicos, pedagógicos,
articulação com a comunidade livrarias e etc. Por conseguinte há um
educativa, nomeadamente bibliotecas. maior uso da biblioteca
com os docentes, - Falta de acesso exigindo um trabalho
(Conselhos Docentes) com a a materiais de conjunto de vários
família e /ou outros membros da leitura devido a profissionais: Professores
comunidade. falta de Bibliotecários, técnicos,
4
- Plano de actividades de
informáticos, etc.
promoção da leitura prevê
É necessário passar de um
actividades centradas em
papel passivo da biblioteca
diferentes modos, usos e funções
para um papel activo e
de leitura, abrangendo também
participativo na
diferentes suportes de leitura, em
aprendizagem.
contextos recreativos ou
O Professor Bibliotecário
direccionadas a projectos
deve ser conselheiro
formativos ou curriculares.
indispensável no novo mundo
- O plano de actividades prevê, orçamentos.
da informação. Deve ajudar
especificamente, a realização de - A falta de
os professores a identificar as
várias actividades que visam formação de base
fontes de informação
promover o gosto pela leitura: dos professores
tornando-se assim mais
Sessões de Leitura, de Reconto
assessor que guardião de
ou outras que associem
biblioteca.
diferentes formas de leitura, de
Para fazer então esta mudança
escrita ou de comunicação,
é necessário que haja
projecto dos baús temáticos para
consciencialização entre todos
as escolas do agrupamento.
os elementos implicados.
-Encontros com escritores,
ilustradores, Feiras do Livro e
outros eventos culturais.
BE e os novos - Organização Digital pronta a - 5 computadores ligados à - Disseminação da - Professor de TIC do Fracos Potenciar o desenvolvimento
ambientes usar nos quadros interactivos. internet banda larga. informação agrupamento conhecimentos das TIC na biblioteca e apoiar
digitais. -Criação de ambientes virtuais - Melhor interacção e autonomia - Pagina Web bibliotecas Professor de apoio à em TIC por parte a sua implementação e
de aprendizagem. do utilizador. do agrupamento biblioteca dos utilizadores manutenção.
- - Não existe catálogo em -Armazenamento rápido da Justificação:
rede, mas sim um informação. As tecnologias da informação
catálogo de autor. - Acesso rápido em casa. são um instrumento ao serviço
- Acesso a Bibliotecas da comunidade escolar que
digitais. contribuem para aumentar a
eficácia e eficiência na
realização das actividades
próprias da Biblioteca
Escolar. Deve a biblioteca ter
a capacidade de avaliar e
incorporar as ferramentas
tecnológicas que apoiem o
cumprimento dos seus
objectivos. Como a
quantidade de computadores
existentes é considerado um
ponto forte, a biblioteca
precisa de ser dotada de
pessoal com formação
adequada para haver um
melhor aproveitamento dos
recursos e converter a
biblioteca num centro de
5
recursos de aprendizagem.
- Avaliar as condições da BE e
os serviços que ela presta é
essencial ao desenvolvimento e
melhoria da BE. - Questionário aos alunos para
- A avaliação compreende um recolher dados sobre o ambiente
processo contínuo de recolha de e estímulos leitores dos alunos
evidências/ informação e que de 2º/ 3º e 4º ano de
envolve metodologias diversas. escolaridade.
Continuar e aprofundar o
- Resultados em busca da _ Questionários aos professores - Falta de colaboração
sistema de avaliação
qualidade. titulares de turma. dos professores e alunos
Gestão de Equipa de avaliação da implementado.
- Não existem documentos - Questionários aos professores – Tratamento de dados
evidências/ escola. Verbas - Definir/redefinir prioridades,
comuns que orientem cada BE a sobre projectos da BE. da informação recolhida
avaliação. objectivos e planos de acção
construir os seus indicadores de - Estatísticas de requisições, - Falta de um elemento
em função das análises
actividade. frequência da BE, o livros mais especialista.
efectuada.
- Cada professor deve orientar lido e os alunos que mais livros
requisitam.
os seus indicadores em função - Trabalhos dos alunos resultado
dos objectivos definidos. do trabalho cooperativo entre a
- Deve realizar-se uma sala de aula.
avaliação anual ou bi-anual que
inclua todas as áreas principais
do plano de acção.

Gestão da mudança
SÍNTESE Factores de sucesso Obstáculos a vencer Acções prioritárias

Na etapa da organização da BE estabelecem-se as relações entre as A biblioteca escolar terá que -Continuar o plano de organização e
- Na Era da Informação as escolas pessoas e os recursos para que seja possível operacionalizar o que desempenhar uma função planificação da biblioteca.
sofrem mudanças antes se planeou e definiu como objectivo. Quem vai fazer o quê?, visível, clara e abrangente, -Fomentar um plano de formação para
para enfrentar o repto de preparar os com que meios?, com que custos?, com que benefícios?. Como permitindo aos alunos alunos, professores e restante comunidade
estudantes para o mundo laboral, para se estão definidos os espaços, ajustados os tempos, adequadas as participar de várias formas, educativa.
tornarem cidadãos responsáveis e para o respostas para gerar um funcionamento excelente? com informações diversas e -Disponibilizar uma colecção variada e
seu dia-a-dia. Os bibliotecários escolares são capazes de planear, organizar, dirigir complexas ( digital e adequada aos gostos e interesses dos alunos e
A capacidade de aprender através de e avaliar a biblioteca de modo a obterem os melhores benefícios impresso), a fim de construir professores.
uma variedade de fontes é um requisito para a comunidade escolar como um todo. O seu papel é o de uma compreensão mais -Desenvolver, de forma sistemática,
essencial para a mudança. Os alunos maximizar os recursos disponíveis, beneficiando a escola: profunda e conhecimento de si actividades no âmbito da promoção da
necessitam de aprender a construir as - a capacidade de organizar e desenvolver colecções, instalações e e de questões curriculares e do leitura.
suas aprendizagens a partir de fontes de serviços para atingir objectivos; mundo ao seu redor. -Organizar sessões de leitura com o objectivo
informação vastas e variadas, com base - a capacidade de supervisionar e planear para a gestão efectiva do Potenciar o desenvolvimento de promover o gosto pela leitura.
em práticas de pesquisa. A biblioteca é pessoal da biblioteca escolar, tanto profissional como pessoal de das TIC na biblioteca e apoiar a -Promover encontros com escritores
o centro da pesquisa da informação na apoio; sua implementação e -Promover articulação da leitura com os
escola na era da Informação. A - a capacidade de planear para a utilização eficiente do espaço; conservação. diferentes domínios curriculares e com os
biblioteca é a chave para aprender a - a capacidade de proporcionar e garantir conservação apropriada e docentes.
aprender, num ambiente tecnológico cuidado dos recursos de aprendizagem e equipamento; - Incentivar os alunos a utilizar a BE para ler
rico em informação. - a capacidade de desenvolver serviços apropriados para professores de forma recreativa, para se informar ou para
e alunos de acordo com metas e objectivos. realizar trabalhos escolares.
- Estimular a construção de um modelo Atendendo aos frequentadores, os projectos de bibliotecas são - Desenvolver trabalhos e interagir com
de biblioteca escolar, concebida como activos compondo-se de vários sub – projectos de natureza equipamentos e ambientes informacionais

6
diversificada, com o propósito pedagógico do desenvolvimento de
acções específicas, direccionadas a um público alvo, que cativado,
atraído para este ambiente dinâmico, passa a ver e a interagir com
um mundo de informação de forma crítica e activa.
Através das aprendizagens activas, os alunos raramente estão
parte activa e essencial de um sistema sujeitos a aulas expositivas. Eles são encaminhados para a
de recursos para a aprendizagem e a elaboração de projectos terminando, posteriormente, na
pesquisa. apresentação à turma. variados.
Ao aplicar estes projectos, os alunos aprendem a planear, a - Continuar a desenvolver as propostas do
pesquisar, a aplicar saberes e a intervir na sociedade, aplicando uma PNL
estratégia global que tem por objectivos a formação transdisciplinar
no domínio da Língua Portuguesa, autonomia no acesso à
informação, valorização da dimensão humana do trabalho e
formação pessoal e social. Neste sentido a Biblioteca Escolar tem
um “modelo funcional e organizativo plenamente integrado no
currículo.