Você está na página 1de 2

Podem descrever a finalidade dos coeficientes de massa por

conveco media e local.


O conhecimento de coeficientes de transferncia de massa, tais como o de
difuso e o convectivo de transferncia de massa, de fundamental
importncia em diversas operaes de separao de transferncia de massa.
No caso, por exemplo, ao coeficiente de transferncia de massa convectivo,
k
G,L
, quando se trata de um lquido, e depende da geometria da superfcie, das
propriedades do fluido e das condies de escoamento do fluido,influncias de
natureza fluidodinmica e de injees moleculares. Estas por sua vez, so
caractersticas do par soluto-meio, contempladas no coeficiente de difuso,
D
A,B
. A determinao do coeficiente convectivo pode ser feita, por exemplo,
associada a um corpo de prova contido no interior de uma tubulao e
submetido ao escoamento do ar.
Tal como no caso de transferncia de calor, tambm comum agrupar as
variveis associadas aos processos de transferncia de massa sob a forma de
nmeros adimensionais e estabelecer correlaes entre eles usando dados
experimentais. Os coeficientes de transferncia de massa dependem das
propriedades fsicas do fluido (viscosidade, , massa volmica, , coeficiente
de difuso, D
AB
), da sua velocidade, u, e das dimenses da superfcie por onde
este se escoa, sendo L a sua dimenso caracterstica.
Exemplo de aplicao:
Difuso de H
2
atravs da parede de um tubo cilndrico
Um tubo de borracha (neopreno vulcanizado), com 3,0 mm de dimetro
interno, 11 mm de dimetro externo, e 1 m de comprimento utilizado para
transportar hidrognio gasoso a 2 atm e 27 C.
a) Calcule a perda de hidrognio atravs da parede de borracha, em mol/h.
b) Discuta como varia essa perda com as condies de presso e
temperatura do hidrognio.
A solubilidade do hidrognio na borracha a 27C S = 2,28P mol
H
2
/m
3
de slido, onde P a presso do hidrognio gasoso em atm. A
difusividade do hidrognio na borracha a 27C 1,810
-10
m
2
/s.
Pressupostos: condies estacionrias; simetria cilndrica; N
B
=0 e fluxo
convectivo desprezvel, pelo que aplicvel a lei de Fick (eq. 22);
concentrao de H
2
no exterior 0.


BIBLIOGRAFIA:
R. B. Bird, W. E. Stewart, E. N. Lightfoot, "Transport Phenomena", revised
2nd ed., John Wiley & Sons, Inc., New York, 2007
Y.A. engel, Heat Transfer: A practical approach McGraw-Hill Inc., N.Y. ,
2nd ed 2003.
J.P.Holman, Heat Transfer 9th ed. , McGraw-Hill Inc., N.Y. , 2002.
F.P. Incropera, D.P. de Witt, Fundamentals of Heat and Mass Transfer, 5th
ed., J. Wiley & Sons, N.Y. , 2002.
J. M. Kay & R. M. Nedderman, "Fluid Mechanics and Transfer Processes",
Cambridge University Press, Cambridge, 1985.
J.R. Welty, C.E. Wicks, Rorrer, R.E.Wilson, Fundamentals of momentum,
heat and mass transfer, 5th ed. John Wiley &Sons, Inc; N.Y., 2008.

Você também pode gostar