Você está na página 1de 9

O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas

Escolares:
Metodologias de Operacionalização

Parte I

Elaborado por: Teresa Patita Sousa

O Modelo de Auto–Avaliação das Bibliotecas Escolares:

9 Metodologias de
operacionalização
1-Selecção de um domínio/ subdomínio para avaliação
- Domínio B. Leitura e Literacia
Justificação da escolha deste Domínio:
É do conhecimento geral a fraca apetência dos alunos para uma prática habitual de leitura, pelo que a Biblioteca sentiu
necessidade de provocar alterações nos hábitos e atitudes ao nível da promoção da leitura e avaliar o seu impacto na
comunidade educativa. Trata-se de uma área de intervenção prioritária, no âmbito do plano de acção da BE, para o presente
ano lectivo, na qual se pretende empreender acções para a melhoria, por necessitar de um maior desenvolvimento no âmbito
da promoção da leitura. Importa saber o impacto dessas actividades e se elas contribuíram para aumentar o número de
leitores.

Domínio/Subdomínio Indicadores
B. Leitura e Literacia
B1 Trabalho da BE ao serviço da promoção da
leitura na escola/ agrupamento ( indicador
de processo)
B3 Impacto do trabalho da Be nas atitudes e
competências dos alunos no âmbito da
leitura e da literacia (indicador de impactos)

O Modelo de Auto–Avaliação das Bibliotecas Escolares:

9 Metodologias de
operacionalização
2- Período da avaliação do Domínio B. Leitura e
Literacia

Período da Ano lectivo 2009/2010


Avaliação
1º Período
• Escolher o Domínio a avaliar

• Efectuar um Cronograma

• Analisar atenciosamente o Domínio e Subdomínios


Etapas a
desenvolver • Analisar os Factores Críticos de Sucesso

• Recolher todos os dados relativos às actividades no âmbito,


realizadas durante o período

• Preparação dos Instrumentos

O Modelo de Auto–Avaliação das Bibliotecas Escolares:

9 Metodologias de
operacionalização
2º Período
• Aplicar os instrumentos – inquéritos/Questionários relativos ao subdomínio

• Tratamento dos dados

• Continuar a recolher evidências relativas às actividades no âmbito da leitura

3º Período
• Concluir a recolha de evidências

• Reflectir sobre os dados recolhidos;

• Apresentar resultados ao Órgão de Gestão

• Elaborar o relatório final, com indicação de pontos fortes/pontos fracos e acções de


melhoria

• Divulgação: Órgão de Gestão, Departamento, Professores

O Modelo de Auto–Avaliação das Bibliotecas Escolares:

9 Metodologias de
operacionalização
3- Metodologia a implementar para o processo de
Auto-Avaliação

METODOLOGIA A IMPLEMENTAR PARA O PROCESSO DE AUTO-AVALIAÇÃO


Indicador B1

Desenvolver um trabalho sistemático de promoção da leitura com todas as


O que se pretende turmas da escola/agrupamento.

B.1 Trabalho da BE • A Colecção: qualidade, quantidade e adequação


ao serviço da
• Actividades de promoção da leitura (de forma sistemática)
promoção da leitura
na • Sessões de leitura e reconto, poesia que promovam a leitura
escola/agrupamento Acções a avaliar • Actividades diversas de leitura tendo por objectivo desenvolver a
oralidade e a escrita
• Encontro com escritor
• Articulação da BE com a BM ou outras instituições
• Existência de actividades que promovam a leitura em ambiente digital
• Articulação com actividades orientadas pelo PNL

O Modelo de Auto–Avaliação das Bibliotecas Escolares:

9 Metodologias de
operacionalização
 Questionários aos alunos e professores

 Estatística de requisição domiciliária

 PAA da BE

Recolha de  Actividades desenvolvidas pelo “Animador Cultural da BM”


evidências  Actividades desenvolvidas ao longo do ano lectivo (grelhas de observação)

 “Semana da Leitura”

 Equipa da BE
Intervenientes  Alunos
 Professores

O Modelo de Auto–Avaliação das Bibliotecas Escolares:

9 Metodologias de
operacionalização
 Questionários
Análise dos dados
recolhidos, de  Grelhas de observação
forma qualitativa  Estatística
e quantitativa
 Documentos
 Contactos

 Órgão de Gestão
Comunicação dos
 Departamento
resultados
 Professores

 Inclusão dos resultados no relatório de actividades da BE

O Modelo de Auto–Avaliação das Bibliotecas Escolares:

9 Metodologias de
operacionalização
Indicador B.3

• Leitura recreativa
O que se pretende avaliar • Desenvolvimento de competências nos
alunos ao nível da leitura
• Progressos dos alunos em diversos
ambientes
• Participação dos alunos em actividades de
Impacto do trabalho da BE nas promoção da leitura
atitudes e competências dos
alunos, no âmbito da leitura e
 Estatística de requisição domiciliária
das literacias
Recolha de evidências  Observação da utilização da BE para
actividades de leitura
 Trabalhos realizados pelos alunos nas
actividades desenvolvidas pela BE na
promoção da leitura
 Questionários

O Modelo de Auto–Avaliação das Bibliotecas Escolares:

9 Metodologias de
operacionalização
 Equipa da BE
Intervenientes
 Alunos
 Professores

 Questionários
Análise dos dados recolhidos, de
 Grelhas de observação
forma qualitativa e quantitativa
 Estatística

 Documentos

 Órgão de Gestão
Comunicação dos resultados
 Departamento
 Professores
 Inclusão dos resultados no relatório de
actividades da BE

O Modelo de Auto–Avaliação das Bibliotecas Escolares:

9 Metodologias de
operacionalização

Interesses relacionados