Você está na página 1de 6

BE/CRE

Plano de Avaliação
Introdução

A aplicação do Modelo de Auto-avaliação pressupõe não só conhecimento e motivação por parte da equipa da
biblioteca, mas também bastante empenho por parte desta e um grande envolvimento pelo órgão directivo da escola.

A aplicação deste modelo é fundamental para avaliar o serviço prestado pela BE, identificando os pontos fortes
e pontos fracos que precisem de ser melhorados. Em suma, ao avaliarmos o trabalho realizado, podemos melhorar
práticas e tomar decisões relativamente à gestão da própria BE. Devemos usar os seus resultados no sentido de
procurar uma melhoria contínua na qualidade do nosso trabalho, de modo a contribuirmos para a afirmação e
reconhecimento do papel da BE no desenvolvimento das aprendizagens dos alunos.

O Plano de Avaliação apresentado pretende analisar/ avaliar a BE no domínio B – Leitura e Literacia, nos
indicadores B2 (indicador de processo) e B3 (indicador de impacto).

Célia Cristina Batista Pereira Martins


Escola E.B. 2, 3 Professor Lindley Cintra
BE/CRE

DOMINIO B – LEITURA E LITERACIA

B.2 – Trabalho articulado da BE com departamentos e docentes e com o exterior no âmbito


da leitura.
INDICADORES

B.3 – Impacto do trabalho da BE nas atitudes e competências dos alunos, no âmbito da leitura
e das literacias.

B.2 – Trabalho articulado da BE com departamentos e docentes e com o exterior no âmbito da leitura.

• Avaliar a articulação da BE com o projecto educativo e curricular em relação à leitura e

Célia Cristina Batista Pereira Martins


Escola E.B. 2, 3 Professor Lindley Cintra
BE/CRE
literacia;

Aspectos que queremos • Avaliar a articulação da BE, a nível da realização de actividades promotoras da leitura e
analisar /avaliar da literacia, com os diferentes domínios curriculares, com os Departamentos, com todos os
Docentes, família e estruturas externas à escola;

• Avaliar os recursos promovidos pela BE promotores da leitura e da literacia em


diferentes ambientes de aprendizagem;

• Encontrar os pontos fracos e planear acções que visem a melhoria neste domínio.

Recolha de evidências • Questionários aos professores, alunos e pais;

• Levantamento das actividades, dos projectos e dos materiais desenvolvidos neste domínio;

Calendarização •1º e 2º períodos;

•3ºperíodo – apresentação do relatório

Intervenientes • Equipa da BE, alunos, professores e pais.

Planificação da recolha • A recolha dos dados far-se-á durante o 1º e 2ºperíodos.

Célia Cristina Batista Pereira Martins


Escola E.B. 2, 3 Professor Lindley Cintra
BE/CRE
e tratamento de dados

Análise e comunicação • A análise será realizada quantativa e qualitativamente;


dos dados
• O relatório será elaborado no 3º período e será comunicado ao Conselho Pedagógico e à
RBE.

Reflexão sobre os • Os resultados devem ser analisados pelo Professor Bibliotecário e respectiva equipa.
resultados da avaliação Posteriormente, deverão ser discutidos em Conselho Pedagógico.

Identificação do nível • Situar a BE num dos níveis de desempenho definidos pelo modelo de auto-avaliação da
de desempenho RBE.

Benefícios esperados • Conhecer e dar a conhecer o papel desempenhado pela BE neste domínio;

• Permitir o planeamento de acções que visem melhorias neste domínio.

B.3 – Impacto do trabalho da BE nas atitudes e competências dos alunos, no âmbito da leitura e das literacias.

Célia Cristina Batista Pereira Martins


Escola E.B. 2, 3 Professor Lindley Cintra
BE/CRE
Aspectos que queremos • Avaliar o progresso das competências dos alunos na área da leitura e literacia;
analisar /avaliar
• Avaliar a utilização do livro e da BE pelos alunos;

• Avaliar a participação dos alunos em actividades de promoção da leitura.

Recolha de evidências • Estatísticas de utilização da BE para actividades de leitura;

• Estatísticas de requisição domiciliária;

• Questionários realizados a Docentes e alunos;

• Observação da utilização da BE;

• Análise dos trabalhos realizados pelos alunos;

• Análise das avaliações dos alunos.


Calendarização •1º e 2º períodos

•3ºperíodo – apresentação do relatório

Intervenientes •• Equipa da BE, alunos e professores.

Planificação da recolha • A recolha dos dados far-se-á durante o 1º e 2ºperíodos.

Célia Cristina Batista Pereira Martins


Escola E.B. 2, 3 Professor Lindley Cintra
BE/CRE
e tratamento de dados

Análise e comunicação • A análise será realizada quantativa e qualitativamente;


dos dados
• O relatório será elaborado no 3º período e será comunicado ao Conselho Pedagógico e à
RBE.

Reflexão sobre os • Os resultados devem ser analisados pelo Professor Bibliotecário e respectiva equipa.
resultados da avaliação Posteriormente, deverão ser discutidos em Conselho Pedagógico.

Identificação do nível • Situar a BE num dos níveis de desempenho definidos pelo modelo de auto-avaliação da
de desempenho RBE.

Benefícios esperados • Perceber o impacto que a BE tem nas aprendizagens dos alunos no domínio da leitura e da
literacia;

• Conhecer e dar a conhecer o papel desempenhado pela BE neste domínio;

• Permitir o planeamento de acções que visem melhorias nesta área.

Célia Cristina Batista Pereira Martins


Escola E.B. 2, 3 Professor Lindley Cintra