Você está na página 1de 8

Práticas e Modelos de Auto – Avaliação das Bibliotecas Escolares

Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão

Conhecimento na área Biblioteca escolar

Domínio Aspectos críticos que a Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças Desafios. Acções
Literatura identifica a implementar

- Boa formação ao
O professor bibliotecário tem nível da classificação - Gestão do tempo. - Formação sobre -Acumulação de - Melhor distribuição
que ter as seguintes e catalogação do Bibliotecas. tarefas. das tarefas pelos
competências: fundo documental - Articulação com os elementos da equipa.
vários Departamentos - Apoio da - Acumulação de
Saber dirigir uma equipa e -Bom relacionamento Coordenadora documentos para - Apoiar professores /
desenvolver um bom com a comunidade - Falta de formação Interconcelhia e das catalogar. colaborar para levar a
relacionamento com a escolar ( direcção, nas literacias colegas de outras BE às salas de aula
mesma professores, alunos e bibliotecas.
Competências do funcionários) - A falta de - Formação em
professor Gerir , organizar e facilitar estratégias de - Resistência por informática
bibliotecário aos alunos o acesso à - Define e distribui marketing e o pouco parte dos professores
informação ao nível funções pela equipa jeito para isso
documental e das novas e o trabalho
tecnologias desenvolvido é para o - Reuniões com os
bom funcionamento diversos
Ter uma dupla função: ser da BE Departamentos para
especialista no tratamento, colaboração
organização, recuperação e - Participa nas
difusão de informação e reuniões do Conselho
conhecedor dos recursos da Pedagógico
informação destinada aos
alunos, criar melhores - participa com os
condições de acesso aos grupos disciplinares
recursos e facilitar a sua
utilização entre a

6
Práticas e Modelos de Auto – Avaliação das Bibliotecas Escolares

comunidade educativa.
Ter uma visão clara dos
objectivos que pretende
atingir ao longo dos anos

Trabalhar em comum com os


professores da escola para ter
conhecimento do currículo e
apoiá-lo

Definir a avaliação da
actuação da BE e mostrá-la
à comunidade escolar
(através de gráficos) para
poder melhorar os resultados
futuros dos alunos ao nível
das literacias

Reflectir na sua prática para


a poder melhorar

Organizar o espaço de modo - Dinamização do - Falta de uma hora - Possibilidades de - Falta de uma verba - Elaborar uma lista
a torná-lo convidativo e espaço BE através da comum entre os trabalhar em comum própria para a gestão, exaustiva de todas as
incentivar a pesquisa e a colaboração dos elementos da equipa com as professoras sempre que é informações da BE
aquisição de conhecimentos. colegas de vários para a realização de bibliotecárias do necessário aquisições no início de cada
grupos disciplinares reuniões. Conselho na tem que se pedir ao mês, a apresentar em
Organizar e/ou participar em (música, EV, EVT, elaboração de Director Conselho
Organização e reuniões para conhecer as Língua Portuguesa, documentos Pedagógico.
necessidades da escola de Expressão - Necessidade de necessários à gestão - Falta de uma visão
Gestão da BE forma a implementar Dramática…) material : da biblioteca global e objectiva das - Divulgação das
actividades pertinentes. computadores, expectativas, das actividades em vários
- Cooperação com o internet, no 1º ciclo. dificuldades, das locais da Escola e no
Ter como objectivo a Coordenador das necessidades e dos Blogue próprio
importância da BE na Áreas Curriculares interesses da
construção do conhecimento Não Disciplinares e comunidade escolar
e do sucesso do agrupamento com os docentes de em relação à BE. - Realizar inquéritos

6
Práticas e Modelos de Auto – Avaliação das Bibliotecas Escolares

Área de Projecto, para identificas as


Estudo necessidades e as
Adquirir novos materiais Acompanhado e -Utilização da - Inexperiência na expectativas dos
necessários ao bom Formação Cívica. - Necessidade de Biblioteca escolar liderança da utilizadores da BE.
funcionamento da BE uma equipa com como espaço de lazer professora
formação nas e local de trabalho bibliotecária - Realizar inquéritos
Participar nas reuniões do bibliotecas Escolares por parte dos alunos , para identificas as
Conselho Pedagógico. funcionários e causas da fraca
professores utilização da BE por
parte dos professores
- Aproveitar as e de alguns alunos
sugestões dos
utilizadores da BE.
- A equipa da BE
elaborar dossiês
temáticos com a
supervisão da
professora
bibliotecária.

Identificar as necessidades - Necessidade de - Adquirir materias - A falta de uma - Elaborar o


da escola. - Cooperação dos actualização do fundo em suporte política de gestão da documento de
docentes das diversas documental ( livros, multimédia e colecção ( desbaste, Política e gestão da
Investir em recursos disciplinas. CD’s, e DVD’s… audiovisuais selecção, Colecção
essenciais para atingir os avaliação…)
objectivos definidos pela - Apoio do PNL -Conclusão da - Sugestões dos
biblioteca. catalogação no docentes e dos alunos - Divulgação da
- Fundo documental computador dos através do colecção existente
variado. documentos das preenchimento de com cartazes e
Gestão da Colecção escolas do impressos próprio exposições na BE no
Implementar o uso das TIC - Conhecimento dos agrupamento. para o efeito placard próprio para
para o ensino – projectos e temas o efeito
aprendizagem . trabalhados no - Falta de verba para - Informatização do
agrupamento. actualização do fundo serviço de
documental empréstimos

6
Práticas e Modelos de Auto – Avaliação das Bibliotecas Escolares

.
Colaborar com a - A não utilização da - Participação nas - Desactualização de
aprendizagem utilizando - Elaboração de um BE pelos professores. reuniões do Conselho recursos e - Formação de
métodos activos de Plano de Actividades Pedagógico. insuficiência da Be utilizadores
ensinamento e a do Agrupamento o
A BE como espaço interdisciplinaridade para a que facilita a - Falta de materiais - Partilha de - Elaborar materiais
de conhecimento e construção do conhecimento cooperação entre as para apoio à sala de documentos com para as turmas.
aprendizagem. escolas, os grupos aula. outros professores
Trabalhar com os disciplinares e a BE. bibliotecários. - Necessidade de - Divulgar a missão
Trabalho Departamentos e os - Falta de produção criar a maioria das da BE
colaborativo e docentes, mostrar que a - Acompanhamento de matérias de - Realização de guias actividades.
articulado com cooperação terá dos alunos que vão pesquisa nas páginas temáticos – selecção
Departamentos e consequências positivas ao fazer trabalhos à BE da internet … de recursos impressos
docentes. nível das aprendizagens. por parte da equipa e e virtuais para alunos
da professora e professores.
Procurar actividades e bibliotecária
soluções para melhorar a
taxa de sucesso. - A facultação de
materiais da BE para
as salas de aula

A BE é o local por - Elaboração de - Falta de espaço na -Disponibilização de - A maior utilização - Divulgação da


excelência para construir actividades para biblioteca para livros, revistas, da Internet faz com colecção e a melhor
conhecimento, para fomentar o gosto pela debates e exposições. jornais, audiovisuais , que os alunos não forma de utilização
Formação para a ler por prazer, usar leitura tais como: falta a divulgação de utilizem mais os
leitura e para as informação e aprender a ter Hora do conto, - Falta de formação informação em livros -Formação de
literacias qualidade na escrita e na encontro com nesta área. suporte digital. leitores.
oralidade. escritores
- A não existência de - Dinamizar
Visionamento de sites clubes, fóruns… actividades de leitura

6
Práticas e Modelos de Auto – Avaliação das Bibliotecas Escolares

informativos nas e de utilização dos


várias áreas vários suportes da
Perceber como é que informação.
adquirimos conhecimento.

Dinamizar muitas Rubrica sobre


actividades de leitura. escritores, poesia,
música…
Preparar os alunos para a - consulta de livros,
construção de conhecimento, enciclopédias
através da exploração e
análise de ideias, informação ~Leitura recriativa
e pontos de vista . Apoio à
implementação do
Envolver os alunos no seu PNL
processo de ensino - Apoio aos alunos
aprendizagem. nas requisições dos
livros para requisição
domiciliária

- Divulgação de
personalidades…

- Utilização das - Falta de - Assistência Técnica - Continuar a


Apoiar e desenvolver o uso novas tecnologias computadores. -Colaboração com o lenta. divulgar as
de novas tecnologias da para a divulgação de Coordenador das actividades
informação e maior todo o trabalho TIC. - Falta de tempo para desenvolvidas na Be
emprego de multimédia. realizado pela equipa. - Falta de meios nas a actualização do através do blogue
escolas do 1º Ciclo blogue.
BE e os novos . do agrupamento. - Ajudar os alunos na
A BE não funciona - Falta de utilização dos
ambientes digitais. Utilizar as novas tecnologias em rede com o compreensão e computadores como
para criar novos suportes de agrupamento reparação por parte meio de

6
Práticas e Modelos de Auto – Avaliação das Bibliotecas Escolares

informação e desenvolver da Câmara Municipal comunicação-


competências de para instalação de
desempenho. novos computadores
e Internet
As TIC transformaram-se
em ferramentas ao serviço da
formação através do ensino
aprendizagem.

Dinamizar actividades com


objectivos claros e recolher - Implementação de
evidências junto dos - Recolha de dados -Falta a criação de - Troca de ideias e - Deturpação da um sistema de
professores e alunos. sobre a utilização dos inquéritos e outros experiências com análise dos dados .. avaliação através da
equipamentos da BE. documentos para outros professores recolha de dados
Gestão de Recolher dados de forma a recolha de dados Bibliotecários. ( inquéritos…).
evidências/ demonstrar a importância da - Relatórios
avaliação. BE e da equipa que nela trimestrais e anuais -Não existe uma - Análise e
trabalha para a comunidade avaliação contínua. tratamento da
escolar. informação recolhida
( elaborar gráficos)
A avaliação como
componente da actividade - Divulgação da
de gestão da BE, para a informação recolhida
melhorar o seu serviço

6
Práticas e Modelos de Auto – Avaliação das Bibliotecas Escolares

Gestão da Factores de sucesso Obstáculos a vencer Acções prioritárias


mudança
SÍNTESE

A BE ao longo dos - A integração da Biblioteca numa rede de - Desenvolver muitas actividades para
anos tem passado por Bibliotecas. - Fazer com que alguns docentes tenham chamar a atenção da comunidade educativa
um conjunto de consciência de que a Biblioteca é um local e formar utilizadores.
mudanças. Cada vez . Reuniões mensais de trabalho com o grupo central na Escola e desempenha uma - Rever o Manual de Procedimentos
mais se tornou um concelhio e o coordenador interconcelhio. função importante na formação dos alunos. - Conclusão do documento Política e gestão
apoio ao processo do da Colecção
ensino – aprendizagem - Utilização da BE por parte dos alunos, -Falta de técnicas de marketing.
para a construção do professores e funcionários - Utilizar todos os meios para divulgar os
conhecimento no novo -Falta de um orçamento próprio para a recursos existentes na BE ( blogue,
contexto educativo. - Trabalhar para a melhoria dos resultados . renovação do fundo documental e dos placards…).
equipamentos.
O professor - Ter a noção clara dos objectivos que queremos - Trabalhar em colaboração com os
bibliotecário deve ter atingir. -Falta de formação dos professores docentes.
conhecimentos de colaboradores na BE.
pedagogia, experiência - Apoiar os alunos e os docentes e
docente para ajudar - A não prática de avaliação devido à fraca responder às solicitações de forma eficaz e
na construção do recolha de dados para essa avaliação. rápida.
conhecimento e para o
sucesso educativo dos - Desenvolver acções concretas para provar - Criar comunidades de leitores
alunos. a importância da BE como centro de
aquisição de conhecimento e de - Avaliar o funcionamento da BE
desenvolvimento de competências.
- Conseguir meios rápidos e eficazes de
recolha de evidências.

6
Práticas e Modelos de Auto – Avaliação das Bibliotecas Escolares

2. Segundo a leitura que fiz sobre os trabalhos de outros colegas, pude verificar que os problemas/dificuldades relacionados com a BE são iguais
em várias bibliotecas.

Sendo assim os problemas que mais me tocaram, por serem iguais aos meus, foram:

• O não reconhecimento do valor da biblioteca e do trabalho do professor bibliotecário para apoio ao processo de ensino – aprendizagem
dos alunos;
• A falta de orçamento próprio para aquisição de equipamentos e fundo documental;
• A falta de formação dos membros da equipa e colaboradores da BE;
• Falta de técnicas de marketing;
• A fraca colaboração com os vários departamentos dos docentes;
• Falta de avaliação do trabalho desenvolvida na BE;
• Pouca divulgação do trabalho realizado na BE.

Para mudar a mentalidade da comunidade escolar é necessário acções de sensibilização, para os elementos da Coordenação do Agrupamento, em
especial os professores de Matemática, Ciências, Educação Física e os do 1º ciclo.