Você está na página 1de 59

MINISTÉRIO DA FAZENDA

GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS


GERAIS

EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO


GRA/MF/MG Nº 24/2009

AQUISIÇÃO MATERIAL DE CONSUMO


DE EXPEDIENTE

A Gerência Regional de Administração do Ministério da Fazenda em Minas


Gerais, doravante denominada simplesmente GRA/MF/MG, mediante o
Pregoeiro designado pela Portaria GRA/MF/MG nº 2, de 2 de janeiro de
2009, torna público, para conhecimento dos interessados, que realizará
licitação, na modalidade de pregão eletrônico, do tipo menor preço por
item, em sessão pública a realizar-se no local, endereço e horário abaixo
indicados, conforme estabelecem a Lei nº 10.520, de 18 de julho de 2002, o
Decreto nº 3.555, de 8 de agosto de 2000, e o Decreto nº 5.450, de 31 de
maio de 2005, que regulamentam a licitação na modalidade de pregão
eletrônico. Subsidiariamente, também, se aplicam as disposições da Lei nº
8.666, de 21 de junho de 1993, com as alterações posteriores, o Decreto nº
3.722, de 9 de janeiro de 2001, alterado pelo Decreto nº 4.485, de 25 de
novembro de 2002, a Instrução Normativa MARE nº 5, de 21 de julho de
1995, o Plano Plurianual, a Lei de Diretrizes Orçamentárias, a Lei
Orçamentária Anual, o Edital e Anexos, e com o contido no Processo
Administrativo nº 11751.000218/2009-34 e demais legislações e normas
aplicáveis à espécie.

1. DO OBJETO:

1.1. A presente licitação tem por objeto a contratação de pessoa


jurídica para aquisição de material de consumo de expediente para
ressuprimento do Almoxarifado da Gerência Regional de Administração do

1P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

Ministério da Fazenda em Minas Gerais, doravante denominado


simplesmente “material”, conforme especificações, quantidades e outras
exigências constantes do Termo de Referência que constitui o Anexo 1 do
Edital.

2. DA ABERTURA:

2.1. A abertura do pregão eletrônico dar-se-á em sessão pública,


dirigida pelo Pregoeiro, a ser realizada conforme indicado abaixo, de acordo
com a legislação mencionada no preâmbulo do Edital.

PRAZO PARA ENVIO PROPOSTA: 10/12/2009 até as 10:00 horas do


dia23/12/2009.
DATA DA ABERTURA: 23/10/2009
HORA DE ABERTURA: 10 horas
LOCAL: www.comprasnet.gov.br

2.2. Todas as referências de tempo no Edital, no Aviso e durante a


sessão pública observarão obrigatoriamente o horário de Brasília, Distrito
Federal, e dessa forma serão registradas no sistema eletrônico e na
documentação relativa ao certame.

3. DAS CONDIÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO:

3.1. Poderão participar da presente licitação os interessados que


atenderem a todas as exigências, inclusive quanto à documentação,
constantes do Edital e dos Anexos e que estejam cadastrados no “Sistema
de Cadastro Unificado de Fornecedores do Governo Federal”, doravante
denominado SICAF.

3.1.1. O cadastramento no SICAF poderá ser realizado em qualquer


unidade de cadastramento dos órgãos ou entidades da Presidência da
República, dos ministérios, das autarquias e das fundações que integram o
Sistema de Serviços Gerais (SISG), localizadas nas unidades da federação,

2P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

apresentando a documentação exigida na Instrução Normativa MARE nº


5/95.

3.1.2. Os licitantes arcarão com todos os custos decorrentes da


elaboração e apresentação de suas propostas.

3.2. Não poderão participar do pregão eletrônico os interessados que


se encontrem em processo de falência, de dissolução, de fusão, de cisão ou
de incorporação, que estejam cumprindo suspensão temporária de
participação em licitação e impedimento de contratar com a UNIÃO, que
tenham sido declarados inidôneos para licitar ou contratar com a
Administração Pública, bem assim os licitantes que se apresentem
constituídos na forma de empresas em consórcio.

4. DA REPRESENTAÇÃO E DO CREDENCIAMENTO:

4.1. O credenciamento dar-se-á pela atribuição de chave de


identificação e de senha, pessoal e intransferível, para acesso ao sistema
eletrônico (art. 3º, § 1º, do Decreto nº 5.450/2005), disponíveis no sítio
www.comprasnet.gov.br.

4.2. Os licitantes ou seus representantes legais deverão estar


previamente credenciados junto ao órgão provedor, no prazo mínimo de 3
dias úteis antes da data de realização do pregão.

4.3. O credenciamento do licitante dependerá de registro atualizado no


SICAF (art. 3º, § 2º, e art. 25, § 1º, do Decreto nº 5.450/2005).

4.4. O credenciamento junto ao provedor do sistema implica na


responsabilidade legal do licitante ou de seu representante legal e na
presunção de sua capacidade técnica para realização das transações
inerentes ao pregão eletrônico (art. 3º, § 6º, do Decreto nº 5.450).

3P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

4.5. O uso da senha de acesso pelo licitante é de sua responsabilidade


exclusiva, incluindo qualquer transação efetuada diretamente ou por seu
representante, não cabendo ao provedor do sistema ou à GRA/MF/MG,
promotora da licitação, responsabilidade por eventuais danos decorrentes do
uso indevido da senha, ainda que por terceiros (art.3º, § 5º, do Decreto nº
5.450/2005).

4.6. A perda da senha ou a quebra de sigilo deverão ser comunicadas


imediatamente ao provedor do sistema, para imediato bloqueio de acesso
(art. 3º, § 4º, do Decreto nº 5.450/2005).

4.7. O descadastramento do licitante perante o SICAF acarreta a


suspensão automática da senha e da chave de identificação do fornecedor
credenciado (art. 3º, § 3º, do Decreto nº 5.450/2005).

5. DO ENVIO DA PROPOSTA DE PREÇOS:

5.1. O licitante será responsável por todas as transações que forem


efetuadas em seu nome no sistema eletrônico, assumindo como firmes e
verdadeiras suas propostas e lances, inclusive os atos praticados
diretamente ou por seu representante (art. 13, III, do Decreto nº
5.450/2005).

5.2. Incumbirá ao licitante acompanhar as operações no sistema


eletrônico durante o processo licitatório, ficando responsável pelo ônus
decorrente da perda de negócios diante da inobservância de quaisquer
mensagens emitidas pelo sistema ou de sua desconexão (art. 13, IV, do
Decreto nº 5.450/2005).

5.3. A participação no pregão eletrônico dar-se-á por meio da digitação


da senha privativa do licitante e subseqüente encaminhamento,
exclusivamente pelo sítio www.comprasnet.gov.br, da proposta eletrônica de
preços.

4P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

5.4. Como requisito para a participação no pregão eletrônico, o licitante


deverá manifestar, em campo próprio do sistema eletrônico, que cumpre
plenamente os requisitos de habilitação e que sua proposta está em
conformidade com as exigências do Edital (art. 21, § 2º, do Decreto nº
5.450/2005).

5.5. A Proposta Eletrônica de Preços, conforme disposto no § 4º,


art.17 do Decreto nº 5.450/2005, deverá ser enviada pelo sistema eletrônico
até as 10:00 horas do dia 23/12/2009, contendo os valores unitário e total e
as especificações técnicas detalhadas do material ofertado, marca cotada,
além dos seguintes dados:

a)Prazo de validade da proposta, não inferior a 60 dias corridos, a


contar da abertura deste pregão; se por motivo de força maior, a
adjudicação não puder ocorrer dentro do período de validade
acima indicado e caso persista o interesse da Administração,
esta solicitará a prorrogação das propostas por igual período;
b)Especificação clara, completa e minuciosa do material ofertado
em conformidade com as especificações e detalhamentos
constantes do Termo de Referência (Anexo 1);
c) Marca cotada e garantia do material ofertado de, no mínimo, 12
meses, a contar da data de entrega e do recebimento no
Almoxarifado da GRA/MF/MG, conforme indicado no Termo de
Referência;
d)Procedência do material: nacional, importado adquirido no
mercado interno ou importado adquirido no mercado externo;
e)Razão social, endereço, fax, número do CNPJ, banco, agência,
número da conta-corrente e praça de pagamento, telefone e
celular do representante da empresa;
f) Declaração expressa de que nos preços cotados estão inclusas
todas as despesas, de qualquer natureza, incidentes sobre o
objeto do pregão eletrônico;

5P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

g)Declaração expressa de que está cotando material de primeira


qualidade, de acordo com as especificações.

5.6. A declaração falsa relativa ao cumprimento dos requisitos de


habilitação e de proposta sujeitará o licitante às sanções previstas no art. 28
do Decreto nº 5.450/2005 (art. 21, § 3º, do Decreto nº 5.450/2005).

5.7. Até a abertura da sessão, os licitantes poderão retirar ou substituir


a proposta anteriormente apresentada (art. 21 § 4º, do Decreto nº
5.450/2005).

6. DA DIVULGAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PREÇOS:

6.1. A partir das 10:00 horas do dia 23/12/2009, em conformidade com


o item 2.1 do Edital, terá início à sessão pública do pregão eletrônico, com a
divulgação, pelo Pregoeiro, das Propostas de Preços recebidas e
desclassificação daquelas que não estejam em conformidade com os
requisitos estabelecidos no Edital, bem assim o ordenamento automático das
propostas pelo sistema e início da etapa de lances, conforme disposições
editalícias e de acordo com o Decreto nº 5.450/2005.

6.2. A desclassificação de proposta será sempre fundamentada e


registrada no sistema (§ 3º, art. 22, do Decreto nº 5.450/2005).

7. DA FORMULAÇÃO DOS LANCES:

7.1. Iniciada a etapa competitiva, os licitantes poderão encaminhar


lances exclusivamente por meio do sistema eletrônico, sendo o licitante
imediatamente informado do seu recebimento e do valor consignado no
registro (art. 24, caput, e § 1º, do Decreto nº 5.450/2005).

7.2. Os licitantes poderão oferecer lances sucessivos, observados o


horário fixado e as regras estabelecidas no Edital (art. 24, § 2º, do Decreto
nº 5.450/2005).

6P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

7.3. O licitante somente poderá oferecer lance inferior ao último por ele
ofertado e registrado pelo sistema (art. 24, § 3º, do Decreto nº 5.450/2005).

7.4. Não serão aceitos dois ou mais lances de mesmo valor,


prevalecendo aquele que for recebido e registrado em primeiro lugar (art.
24, § 4º, do Decreto nº 5.450/2005).

7.5. Durante o transcurso da sessão pública, os licitantes serão


informados, em tempo real, do valor do menor lance registrado que tenha
sido apresentado pelos demais licitantes, vedada a identificação do
responsável pelo lance (art. 24, § 5º, do Decreto nº 5.450/2005).

7.6. No caso de desconexão do Pregoeiro no decorrer da etapa de


lances, se o sistema eletrônico permanecer acessível aos licitantes, os
lances continuarão sendo recebidos, sem prejuízo dos atos realizados (art.
24, § 10, do Decreto nº 5.450/2005).

7.7. Quando a desconexão do Pregoeiro persistir por tempo superior a


10 (dez) minutos, a sessão do pregão eletrônico será suspensa e terá reinício
somente após comunicação aos participantes, no endereço eletrônico
utilizado para divulgação (art. 24, § 11, do Decreto nº 5.450/2005).

7.8. A etapa de lances da sessão pública será encerrada por decisão do


Pregoeiro, mediante aviso de fechamento iminente dos lances emitido pelo
sistema eletrônico aos licitantes. Após este aviso, transcorrerá um período
de tempo de até 30 (trinta) minutos, aleatoriamente determinado também
pelo sistema eletrônico, findo o qual será automaticamente encerrada a
recepção de lances (art. 24, §§ 6º e 7º, do Decreto nº 5.450/2005).

7.9. Constatado o atendimento às exigências contidas no Edital, o


licitante será declarado vencedor (art. 25, § 9º, do Decreto nº 5.450/2005).

7P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

7.10. Após o encerramento da etapa de lances da sessão pública, o


Pregoeiro poderá encaminhar, pelo sistema eletrônico, contraproposta
diretamente ao licitante que tenha apresentado o lance mais vantajoso, para
que seja obtida melhor proposta, observado o critério de julgamento, não se
admitindo negociar condições diferentes daquelas previstas no Edital (art.
24, § 8º, do Decreto nº 5.450/2005).

7.11. A negociação prevista no item 7.10 também será realizada por


meio do sistema eletrônico, podendo ser acompanhada pelos demais
licitantes (art. 24, § 9º, do Decreto nº 5.450/2005).

7.12. No caso de empate de proposta entre licitantes será assegurada


preferência na contratação para as microempresas (ME) e empresas de
pequeno porte (EPP), nos termos da Lei Complementar nº 123/2006, e nas
condições que se sequem.

7.13. Entende-se por empate aquelas situações em que as propostas


apresentadas pelas ME e EPP sejam iguais ou até 5% superior ao melhor
preço ofertado no pregão eletrônico, nos termos do parágrafo segundo do
art. 44 da referida lei complementar.

7.14. Ocorrendo empate, a GRA/MF/MG procederá da seguinte forma:


a) A ME ou EPP mais bem classificada poderá apresentar
proposta de preço inferior àquela considerada vencedora do
certamente, situação em que será adjudicada em seu favor
o objeto licitado;
b) Não ocorrendo a contratação da ME ou EPP na forma da
alínea anterior, serão convocadas as licitantes
remanescentes que porventura se enquadrem na hipótese
do item 7.13, na ordem classificatória, para o exercício do
mesmo direito;
c) No caso de equivalência dos valores apresentados pelas ME
e EPP que se encontrem no intervalo estabelecido no item

8P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

7.13, será realizado sorteio entre elas para que se


identifique aquela que em primeiro poderá apresentar a
melhor oferta;
d) Na hipótese da não contratação nos termos previstos dos
itens 7.12 e 7.13, o objeto licitado será adjudicado em favor
da proposta originariamente vencedora do certame;
e) O sorteio somente será aplicado quando a melhor oferta
inicial não tiver sido apresentada por ME ou EPP;
f) no caso do pregão eletrônico, a ME ou EPP mais bem
classificada será convocada para apresentar nova proposta
no prazo máximo de 5 (cinco) minutos após o encerramento
dos lances, sob pena de preclusão.

8. DO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS DE PREÇOS:

8.1. Encerrada a etapa de lances da sessão pública e após solicitação


do Pregoeiro no sistema eletrônico, o licitante detentor da melhor oferta de
cada item deverá comprovar a situação de regularidade, na forma do item 9
do Edital, no prazo máximo de 30 minutos a contar do encerramento da
etapa de lances, mediante encaminhamento da documentação para o
telefone fax nº 0 XX 31 3218-6701 (art. 25, § 2º, do Decreto nº 5.450/2005).

8.2. O Pregoeiro examinará a proposta classificada em primeiro lugar


para cada item licitado, quanto à compatibilidade do preço em relação ao
valor estimado para contratação e verificará a habilitação do licitante
conforme as disposições do Edital (art. 25, caput, do Decreto nº 5.450/2005).

8.3. Serão desclassificados os itens das Propostas de Preços dos


licitantes que não atenderem às especificações e exigências constantes do
Termo de Referência do Edital, com a conseqüente aplicação das
penalidades estabelecidas na Lei.

9P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

8.4. Analisada a aceitabilidade dos preços obtidos, o Pregoeiro


divulgará o resultado de julgamento das Propostas de Preços.

8.5. Se a proposta de menor valor não for aceitável ou se o licitante não


atender às exigências habilitatórias, o Pregoeiro examinará a proposta
subsequente, verificando a sua aceitabilidade e procedendo à sua
habilitação, na ordem de classificação, e assim sucessivamente, até a
apuração da melhor proposta que atenda ao Edital (art. 25, § 5º, do Decreto
nº 5.450/2005).

8.6. Ocorrendo situação a que se refere o item anterior, o Pregoeiro


poderá negociar com o licitante para que seja obtido preço melhor, por meio
do sistema eletrônico e podendo ser acompanhada pelos demais licitantes
(art. 24, §§ 8º e 9º, do Decreto nº 5.450/2005).

8.7. Constatado o atendimento às exigências contidas no Edital, o


licitante será declarado vencedor (art. 25, § 9º, do Decreto nº 5.450/2005).

9. DA DOCUMENTAÇÃO DE HABILITAÇÃO:

9.1. Para a habilitação será exigido, conforme o caso e como se


segue:

I. Das licitantes cadastradas e habilitadas parcialmente no


SICAF:
a) Declaração, sob as penalidades cabíveis, de inexistência de
fatos supervenientes impeditivos de habilitação em
processo licitatório, conforme Anexo 3;
b) Declaração da licitante de que não emprega menores de
dezoito anos em trabalho noturno, perigoso ou insalubre,
nem menores de dezesseis anos em qualquer trabalho,
salvo na condição de aprendiz, a partir de quatorze anos,
em cumprimento ao estabelecido no inciso XXXIII, art. 7º,
da Constituição Federal, e na Lei nº 9.854, de 27 de

10P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

outubro de 1999, regulamenta pelo Decreto nº 4.358, de 5


de setembro de 2002, conforme Anexo 4;
c) Declaração de Elaboração Independente de Proposta,
conforme Anexo 6 do Edital;
d) No caso de empresas que apresentarem resultado igual ou
menor que 1 (um) em qualquer dos índices referidos no
inciso V, item 7, da Instrução Normativa MARE nº 5, de
21/07/95, apresentação de comprovação que possuem
capital social registrado ou patrimônio líquido mínimo igual
ou superior a 10% do valor total do lance vencedor;
e) No caso de empresa ou sociedade estrangeira em
funcionamento no país, apresentação do decreto de
autorização ou do ato de registro ou autorização para
funcionamento expedido pelo órgão competente, quando a
atividade assim o exigir.

II. Das licitantes apenas cadastradas no SICAF:


a) Declaração, sob as penalidades cabíveis, de inexistência de
fatos supervenientes impeditivos de habilitação em
processo licitatório, conforme Anexo 3, assinado por quem
de direito;
b) Declaração da licitante de que não emprega menores de
dezoito anos em trabalho noturno, perigoso ou insalubre,
nem menores de dezesseis anos em qualquer trabalho,
salvo na condição de aprendiz, a partir de quatorze anos,
em cumprimento ao estabelecido no inciso XXXIII, art. 7º,
da Constituição Federal, e na Lei nº 9.854, de 27 de
outubro de 1999, regulamenta pelo Decreto nº 4.358, de 5
de setembro de 2002, conforme Anexo 4;
c) Declaração de Elaboração Independente de Proposta,
conforme Anexo 6 do Edital;

11P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

d) Balanço patrimonial e demonstrações de resultado do


último exercício social, exigíveis e apresentados na forma
da Lei, que atestem a boa situação financeira da empresa,
sendo vedada a substituição por balancetes ou balanços
provisórios;
e) Certidão negativa de falência e recuperação judicial
expedida pelo cartório ou cartórios distribuidores da sede
da licitante;
f) Prova de regularidade com a Fazenda Estadual e com a
Fazenda Municipal da sede da licitante, ou outro
equivalente, na forma da lei;
g) Prova de regularidade com a Fazenda Federal, com a
apresentação da Certidão Conjunta de Débitos Relativos a
Tributos Federais e à Dívida Ativa da União;
h) Prova de regularidade relativa à Seguridade Social (CND
junto ao INSS) e ao Fundo de Garantia por Tempo de
Serviço (CRF junto à Caixa Econômica Federal);
i) Prova de inscrição no cadastro de contribuinte estadual e
municipal, se houver;
j) No caso de empresas que apresentarem resultado igual ou
menor que 1 (um) em qualquer dos índices referidos no
inciso V, item 7, da Instrução Normativa MARE nº 5, de
21/07/95, apresentação de comprovação que possuem
capital social registrado ou patrimônio líquido mínimo igual
ou superior a 10% do valor total do lance vencedor;
l) No caso de empresa ou sociedade estrangeira em
funcionamento no país, apresentação do decreto de
autorização ou do ato de registro ou autorização para
funcionamento expedido pelo órgão competente, quando a
atividade assim o exigir.

12P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

9.2. Os documentos deverão ser apresentados, preferencialmente,


grampeados e/ou encadernados, numerados e rubricados, seqüencialmente,
na ordem mencionada no item anterior.

9.3. Os documentos para habilitação poderão ser apresentados em


original, por qualquer processo de cópia devidamente autenticada por
tabelião de notas, ou publicação em órgão de imprensa oficial ou por cópia
não autenticada (neste caso junto com os originais para autenticação pela
Equipe de Apoio do Pregoeiro).

9.4. Quando houver documentos que não sejam expedidos pela


própria licitante e o órgão emissor não declare a validade do documento,
esta será de 180 (cento e oitenta) dias corridos, contados da data de
emissão.

9.5. Não serão aceitos protocolos de entrega ou solicitação de


documento em substituição aos documentos exigidos no Edital e nos
Anexos.

9.6. Os documentos relacionados no Edital referir-se-ão sempre à


sede da empresa credenciada no SICAF.

9.7. Em nenhum caso será concedido prazo para a apresentação de


documentos de habilitação que não estiverem sidos entregues na sessão
própria do pregão eletrônico, e a falta material de quaisquer documentos
implicará na inabilitação da licitante.

9.8. A GRA/MF/MG pode, justificadamente, proceder a diligências


junto aos órgãos ou pessoas emitentes das certidões, bem assim solicitar
esclarecimentos ou informações complementares relativas a quaisquer dos
documentos apresentados.

13P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

9.8.1. Serão sanados pelo Pregoeiro, mediante informações ou


diligências requeridas, quaisquer erros evidenciados como meramente
formais.

9.9. Se a documentação de habilitação não estiver completa e


correta ou contrariar qualquer dispositivo do Edital e dos Anexos, o Pregoeiro
considerará o licitante inabilitado.

9.10. Após a análise da documentação, o Pregoeiro e sua Equipe de


Apoio rubricarão a documentação apresentada.

9.11. A habilitação dos licitantes vencedores do item ou itens


adjudicados, conforme o caso será verificada no SICAF, após a análise e
julgamento das Propostas de Preços.

9.12. A comprovação de regularidade fiscal das microempresas e


empresas de pequeno porte de que trata a Lei Complementar nº 123/2006,
somente será exigida para efeito da assinatura do contrato, e o que se
segue.

9.13. As ME e EPP, na fase própria deste pregão eletrônico, deverão


apresentar toda a documentação exigida para efeito de comprovação de
regularidade fiscal, mesmo que apresente alguma restrição.

9.14. Na ocorrência do disposto no item anterior, havendo alguma


restrição na comprovação da regularidade fiscal, será assegurado prazo de 2
dias úteis, cujo termo inicial corresponderá ao momento que o proponente
for declarado vencedor do pregão eletrônico, prorrogável por igual período, a
critério da GRA/MF/MG, para regularização da documentação, pagamento ou
parcelamento do débito, e emissão de eventuais certidões negativas ou
positivas com efeito de certidão negativa.

14P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

9.15. A não regularização da documentação no prazo previsto no item


anterior implicará decadência do direito à contratação, sem prejuízo das
sanções previstas no art. 81 da Lei 8.666/93, sendo facultado a GRA/MF/MG
convocar os licitantes remanescentes, na ordem de classificação, para
assinatura do contrato, ou para revogar a licitação.

10. DA IMPUGNAÇÃO AO EDITAL:

10.1. Até 2 dias úteis antes da data fixada para abertura da sessão
pública, qualquer pessoa poderá impugnar o Edital, por meio do seguinte
endereço eletrônico: eqcop.mg.gra@fazenda.gov.br (art. 18, caput, do
Decreto nº 5.450/2005).

10.2. Caberá ao Pregoeiro, auxiliado pelo setor responsável pela


elaboração do Edital, decidir sobre a impugnação no prazo de até 24 horas
(art. 18, § 1º, do Decreto nº 5.450/2005).

10.3. Acolhida à impugnação contra este Edital, será definida e


publicada nova data para a realização do certame (art. 18, § 2º, do Decreto
nº 5.450/2005).

11. DOS RECURSOS:

11.1. Declarado o vencedor, qualquer licitante poderá, durante a


sessão pública, de forma imediata e motivada, em campo próprio do sistema
eletrônico disponível no sítio www.comprasnet.gov.br, manifestar sua
intenção de recorrer (art. 26, caput, do Decreto nº 5.450/2005).

11.2. O licitante dispõe do prazo de 3 dias para apresentar as razões


do recurso ao Pregoeiro, também por meio do sistema eletrônico (art. 26,
caput, do Decreto nº 5.450/2005).

15P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

11.3. Os demais licitantes poderão apresentar contra-razões em até 3


dias, contados a partir do término do prazo do recorrente, também por meio
do sistema eletrônico, sendo-lhes assegurada vista imediata dos elementos
indispensáveis à defesa dos seus interesses (art. 26, caput, do Decreto nº
5.450/2005).

11.4. A decisão do Pregoeiro deverá ser motivada e submetida à


apreciação da autoridade responsável pela licitação.

11.5. No julgamento da habilitação e das propostas, o Pregoeiro


poderá sanar erros ou falhas que não alterem a substância das propostas,
dos documentos e de sua validade jurídica, mediante despacho
fundamentado, registrado em ata e acessível a todos, atribuindo-lhes
validade e eficácia para fins de habilitação e classificação (art. 26, § 3º, do
Decreto nº 5.450/2005).

11.6. O acolhimento do recurso importará a invalidação apenas dos


atos insuscetíveis de aproveitamento (art. 26, § 2º, do Decreto nº
5.450/2005).

11.7. A falta de manifestação imediata e motivada do licitante quanto


à intenção de recorrer, nos termos do item 11.1, importará a decadência do
direito de recurso, ficando o Pregoeiro autorizado a adjudicar o objeto do
licitante declarado vencedor (art. 26, § 1º, do Decreto nº 5.450/2005).

11.8. Os autos do processo administrativo permanecerão com vista


franqueada aos interessados na Equipe de Compras da GRA/MF/MG, na sala
715, 7º andar, do edifício-sede do Ministério da Fazenda em Minas Gerais,
situado na Avenida Afonso Pena, nº 1.316, Centro, em Belo Horizonte, Minas
Gerais, no horário de 9 horas às 12 horas e de 14 horas às 16 horas, de
segunda a sexta-feira, excetuados os feriados.

16P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

11.9. Não serão conhecidos os recursos interpostos após os


respectivos prazos legais, bem como os que não forem enviados pelo
sistema eletrônico disponível no sítio www.comprasnet.gov.br.

11.10. Qualquer recurso contra a decisão do Pregoeiro não terá efeito


suspensivo.

11.11. Cabe à autoridade competente decidir os recursos contra atos do


Pregoeiro, quando este mantiver sua decisão (art. 8º, IV, do Decreto nº
5.450/2005).

12. DA ADJUDICAÇÃO E DA HOMOLOGAÇÃO:

12.1. A adjudicação do objeto do pregão eletrônico será efetuada pelo


Pregoeiro sempre que não houver recurso (art. 11, IX, do Decreto nº
5.450/2005).

12.2. Decididos os recursos e constatada a regularidade dos atos


praticados, a autoridade competente adjudicará o objeto e homologará o
procedimento licitatório (art. 27, caput, do Decreto nº 5.450/2005).

12.3. A homologação da licitação é de responsabilidade do Gerente


Regional da GRA/MF/MG e só poderá ser realizada depois da adjudicação do
objeto ao proponente vencedor, pelo Pregoeiro ou, quando houver recurso,
pela referida autoridade.
12.4. O Pregoeiro poderá encaminhar o processo ao setor requisitante
da aquisição do material para verificação e sua aceitabilidade, antes da
homologação do pregão eletrônico.

17P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

13. DA CONTRATAÇÃO POR MEIO DE NOTA DE EMPENHO:

13.1. Com base no art. 62, da Lei nº 8.666/93, o contrato de


fornecimento de material será substituído por nota de empenho, no valor
especificado no menor lance da licitante vencedora para o item ou itens
adjudicados.

13.2. Da nota de empenho constarão todas as obrigações, direitos e


deveres, bem assim as condições estabelecidas no Edital, no Termo de
Referência e demais Anexos, devendo ser executadas fielmente pelas
partes, de acordo com a Lei nº 8.666/93, respondendo cada uma pelas
consequências da sua inexecução total ou parcial, tendo em vista o período
de garantia exigida do material fornecido.

13.3. Como condição necessária para emissão da nota de empenho, a


GRA/MF/MG deverá realizar previa consulta ao SICAF da licitante vencedora
para identificar possível proibição de contratar com o Poder Público, sendo,
ainda, verificada a compatibilidade com as obrigações assumidas e todas as
condições de habilitação e qualificação exigidas na licitação (art. 55, XIII, Lei
nº 8.666/93).

13.4. A entrega e aceitação definitiva do material será acompanhado e


fiscalizado por um representante da GRA/MF/MG.

13.5. A GRA/MF/MG se reserva o direito de rejeitar no todo ou em parte


o material entregue em desacordo com os termos do Edital e nos Anexos.

13.6. Quaisquer exigências da fiscalização da GRA/MF/MG deverão ser


prontamente atendidas pela Contratada.

14. DA GARANTIA CONTRATUAL:

18P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

14.1. Não será exigida a prestação de garantia contratual prevista no


art. 56 da Lei nº 8.666/93, o que não se confunde com a garantia exigida
quanto à qualidade e a validade do material fornecido pela Contratada.

15. DO PAGAMENTO E DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA:

15.1. O pagamento será feito em moeda corrente, mediante ordem


bancária, depois da apresentação e aceitação do documento de cobrança e
da liquidação prevista na Lei nº 4.320/64, até o 5º dia útil após entrega e a
aceitação definitiva do material fornecido (art. 40, XIV, a, Lei nº 8.666/93).

15.1.1. Será verificado pelo setor financeiro da Contratante a


regularidade da Contratada quanto à manutenção da situação exigida para a
habilitação e contratação (art. 55, XIII, Lei nº 8.666/93).

15.2. Constatada a situação de irregularidade junto ao SICAF, a


Contratada será advertida por escrito para que, no prazo de 15 dias corridos,
a contar do recebimento da notificação, regularize sua situação, apresente a
documentação atualizada ou apresente defesa, sob pena de aplicação das
penalidades cabíveis e rescisão contratual, por sua culpa exclusiva.

15.3. Nos casos de eventuais atrasos de pagamento provocados


exclusivamente pela Administração, o valor devido será acrescido de
atualização financeira, e sua apuração se fará desde a data de seu
vencimento até a data do efetivo pagamento, em que os juros de mora serão
calculados à taxa de 0,5% ao mês, ou 6% ao ano, mediante as fórmulas
indicadas e observada a data limite para o pagamento indicada no item 15.1
do Edital.

15.3.1. A atualização financeira será mediante as seguintes fórmulas: I =


(TX/100)/365 e EM = I x N x VP, onde: I = índice de atualização financeira; TX
= percentual da taxa de juros de mora anual; EM = encargos moratórios; N

19P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

= número de dias entre a data prevista para o pagamento e a do efetivo


pagamento; VP = valor da parcela em atraso.

15.4. Não será efetuado qualquer pagamento à Contratada enquanto


houver pendência de liquidação de obrigação financeira em virtude de
penalidade ou inadimplência contratual ou de apresentação de
documentação exigida no Edital, ou em caso de irregularidade fiscal.

15.5. Caberá à Contratada sanar as falhas apontadas, submetendo-se


a nova verificação após o que a fiscalização procederá na forma estabelecida
e providenciará a regularização do apontado nos itens precedentes, quando
o caso.

15.6. A critério da Contratante poderão ser utilizados os pagamentos


devidos para cobrir possíveis despesas com multas, indenizações a terceiros,
seguros ou outras de responsabilidade da Contratada.

15.7. O pagamento será solicitado ao Gerente Regional da


GRA/MF/MG, mediante apresentação de nota fiscal/fatura, somente
ocorrendo depois de atestada à conformidade com as exigências do Edital e
seus Anexos.

15.8. A despesa para a aquisição correrá por conta da dotação


orçamentária indicada no Termo de Referência.

15.9. Em cumprimento ao disposto no art. 64 da Lei nº 9.430/1996, a


GRA/MF/MG reterá, na fonte, o Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica
(IRPJ), a Contribuição sobre o Lucro Líquido (CSLL), a Contribuição para a
Seguridade Social (COFINS) e a contribuição para o PIS/PASEP sobre os
pagamentos que efetuar a pessoas jurídicas que não apresentarem a cópia
do Termo de Opção pelo “Simples”.

20P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

16. DO LOCAL DA ENTREGA DO MATERIAL:

16.1. O material será entregue diretamente no Setor de Almoxarifado


da GRA/MF/MG, no endereço, condições e outras exigências indicadas no
Termo de Referência.

16.2. A GRA/MF/MG rejeitará, no todo ou em parte, o material


fornecido em desacordo com as disposições do Edital e dos Anexos.

21P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

17. DO PREÇO CONTRATADO:

17.1. O preço unitário do material será o apresentado no menor lance


ofertado pela licitante vencedora para o item adjudicado, incluindo todas as
despesas necessárias ao seu fornecimento, observadas as exigências do
Edital e dos Anexos.
17.2. O preço unitário deverá ser completo abrangendo tributos,
embalagens, transporte, despesas indiretas, lucro, encargos, frete e tudo o
mais que possa contribuir para a composição do custo final do fornecimento
do material, não sendo admitido pleito posterior em decorrência da exclusão
de quaisquer despesas incorridas.

18. DO IRREAJUSTAMENTO DE PREÇOS:

18.1. O preço da aquisição do material será fixo e irreajustável, de


acordo com a Lei nº 8.880/1994 e a Lei nº 9.069/1995, na legislação
subseqüente e nas demais disposições legais aplicáveis à espécie.

19. DAS OBRIGAÇÕES:

19.1. A Contratada é responsável pelos danos causados à GRA/MF/MG


ou a terceiros, bem assim pelas obrigações tributárias, comerciais, sociais,
gerais, operacionais, encargos fiscais, outras obrigações legais decorrentes
do fornecimento do material.

19.2. A inadimplência em relação a obrigações acima indicadas não


transfere à Contratante a responsabilidade pelo seu pagamento, nem poderá
onerar o objeto da contratação, razão pela qual a mesma renuncia
expressamente a qualquer vínculo de solidariedade ativa ou passiva com a
Contratante.

19.3. A Contratada também é responsável pelas demais obrigações


que se encontram previstas no “Termo de Referência”

22P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

20. DA INEXECUÇÃO E DA RESCISÃO DA AQUISIÇÃO:

20.1. Sem prejuízo de outras hipóteses legais, são motivos para


rescisão do fornecimento do material às indicadas no Termo de
Referência.

21. DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS E DAS PENALIDADES:

21.1. Ficará impedida de licitar e contratar com a União, estados,


distrito federal ou municípios e será descredenciada no SICAF, ou nos
sistemas de cadastramento de fornecedores a que se refere o inciso XIV, art.
4º, da Lei nº 10.520/02, pelo prazo de até 5 anos, sem prejuízo das multas
previstas no Edital e das demais cominações legais, garantido o direito
prévio da citação e da ampla defesa, a licitante que: a) convocada dentro do
prazo de validade de sua proposta, não aceitar ou retirar a nota de empenho
que substitui o contrato de fornecimento de material (art. 62, Lei nº
8.666/93); b) ensejar retardamento no fornecimento do material; c) cometer
fraude fiscal; d) deixar de apresentar documento exigido para participação
no pregão eletrônico; e) apresentar documento ou declaração falsa; f) não
mantiver a proposta de preços; g) comportar-se de modo inidôneo; h)
cometer fraude no fornecimento do material; i) descumprir prazos.

21.2. Além da penalidade acima, a GRA/MF/MG poderá aplicar ao


licitante multa de 2% sobre o valor total de sua proposta escrita.

21.3. As penalidades serão obrigatoriamente registradas no SICAF (art.


28, § único, Decreto nº 5.450/2005).

21.3.1. No caso de impedimento de licitar, o licitante deverá ser


descredenciado do SICAF por igual período, sem prejuízo das multas
previstas no Edital e das demais cominações legais.

23P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

21.4. A licitante vencedora que se recusar, injustificadamente, a retirar


a nota de empenho dentro do prazo de 5 dias corridos, a contar do
recebimento da notificação que lhe será encaminhada, caracterizará o
descumprimento total da obrigação assumida, sujeitando-se à aplicação
cumulativa das seguintes penalidades: a) multa no valor de 5% do valor
atualizado do valor do fornecimento; b) impedimento de licitar e contratar
com a União, pelo prazo de até 5 anos, sem prejuízo das multas previstas
neste Edital e das demais cominações legais, podendo as demais licitantes,
na ordem de classificação final, serem convidadas a aceitar e a retirarem a
nota de empenho em igual prazo.

21.5. Sem prejuízo do contido no item 21.1, em caso de inexecução,


erro, imperfeição ou mora no fornecimento, inadimplemento ou não
veracidade das informações prestadas, a Contratada está sujeita às
seguintes penalidades, garantida prévia defesa: a) multa de 1% sobre o
valor do fornecimento, por dia útil de atraso durante os 30 primeiros dias e
2% para cada dia útil subsequente; b) multa de 2% sobre o valor do
fornecimento, por infração de qualquer outra disposição editalícia, dobrável
na reincidência; c) impedimento do direito de licitar e contratar com a União
por prazo de até 5 anos.

21.6. A penalidade previstas na alínea “c” do item 21.5 poderá ser


aplicadas juntamente com as alíneas “a” e “b”, na proporção do bem jurídico
lesado ou exposto a risco pela conduta omissiva ou comissiva da Contratada.

21.7. A multa será aplicada sobre o valor do fornecimento, atualizado


financeiramente à época da aplicação da penalidade, conforme a fórmula
constante do item 15.3 e poderá ser descontada dos pagamentos devidos à
Contratada.

21.7.1. Quando for o caso, a multa será cobrada judicialmente, por meio
da Procuradoria da Fazenda Nacional em Minas Gerais, acrescida dos
encargos legais pertinentes.

24P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

21.8. As penalidades aplicadas só poderão ser relevadas nas hipóteses


de caso fortuito e força maior, desde que devidamente justificadas e
comprovadas, a juízo da GRA/MF/MG.

21.9. Se o valor da multa não for pago ou depositado, será


automaticamente descontado do primeiro pagamento a que a Contratada
fizer jus, acrescido de juros moratórios à taxa de 1% ao mês ou fração.

21.9.1. No caso de insuficiência de crédito, o valor devido será inscrito


como “Dívida Ativa da União” e cobrado mediante execução judicial através
da Procuradoria da Fazenda Nacional em Minas Gerais, acrescido dos
encargos legais pertinentes.

21.10. As penalidades previstas no item 21.5 serão comunicadas


à Contratada mediante o envio de notificação via postal, com aviso de
recebimento.

21.11. Responde o licitante, por seu representante legal, pelos atos


comissivos e omissivos, inclusive aqueles praticados pelos prepostos,
tendente a fraudar ou frustrar a licitação; impedir, perturbar ou tentar
dificultar a realização de qualquer ato do procedimento do pregão eletrônico;
afastar ou procurar afastar licitantes; impedir o caráter competitivo da
licitação; fraudar, em prejuízo da Fazenda Pública, elevando arbitrariamente
os preços, ou tornando por qualquer modo, injustificadamente, mais onerosa
a proposta de fornecimento, conforme previsto na Lei nº 8.666/93 e na
legislação penal aplicável; bem assim induzir ou manter em erro repartição
pública competente sonegando-lhe informação ou prestando-a falsamente.

21.11.1. Constatada a existência de dolo ou má fé durante as fases


licitatórias, pela improcedência ou inoportunidade da argüição com intuito
meramente protelatório, a recorrente ficará sujeita às penalidades cabíveis.

22. DOS RECURSOS:


25P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

22.1. Ressalvados os recursos dos licitantes dos atos da GRA/MF/MG


decorrentes da Lei nº 8.666/93, caberá: I. Recurso, dirigido ao Gerente
Regional da GRA/MF/MG, interposto no prazo de 5 dias úteis, a contar da
intimação do ato, a ser protocolizado no endereço referido no item 11.8 do
Edital, nos casos de: a) cancelamento da nota de empenho que substitui o
contrato de fornecimento, nos termos do art. 62, caput, c/c art. 79, I, da Lei
nº 8.666/93; b) aplicação das penalidades indicadas no item 21.5 do Edital,
ressalvada a aplicação da penalidade de declaração de impedimento, cujo
recurso, no caso, será encaminhado ao Ministro de Estado da Fazenda; c)
anulação ou revogação do pregão eletrônico; II. Representação, no prazo de
5 dias úteis da intimação da decisão relacionada com o fornecimento, de que
não caiba recurso hierárquico; e III. Pedido de reconsideração de decisão do
Ministro da Fazenda, no caso de declaração de impedimento para licitar ou
contratar com a União, no prazo de 10 dias úteis da intimação do ato.

22.2. O recurso será dirigido ao Gerente Regional da GRA/MF/MG, por


intermédio da que praticou o ato recorrido, a qual poderá reconsiderar sua
decisão, no prazo de 5 dias úteis, ou, nesse mesmo prazo, encaminhá-lo
devidamente informado àquela autoridade.

22.2.1. Nesse caso, a decisão deverá ser proferida dentro de 5 dias


úteis, contados do recebimento do recurso, sob pena de responsabilidade
(art. 109, § 4º, da Lei nº 8.666/93).

22.3. A intimação dos atos referidos no item 21.5, excluindo-se as


multas de mora, e no inciso III do item 22.1, será feita mediante publicação
no “Diário Oficial da União”.

22.4. Os recursos interpostos fora dos prazos não serão conhecidos.

23. DA FISCALIZAÇÃO DO FORNECIMENTO:

26P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

23.1. A fiscalização do fornecimento pela Contratante é exercida no


seu interesse e não exclui nem reduz a responsabilidade da Contratada,
inclusive perante terceiros, por qualquer irregularidade.

23.2. No caso de ocorrência de qualquer responsabilidade, a


fiscalização pela Contratante não implica co-responsabilidade do Poder
Público ou de seus agentes e prepostos.

23.3. As exigências da fiscalização da Contratante serão prontamente


atendidas pela Contratada, sem ônus para o Ministério da Fazenda, cabendo
à mesma executar o que for necessário à regularização das faltas ou
defeitos observados.

24. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS:

24.1. Nenhuma indenização será devida às licitantes pela elaboração


ou apresentação da documentação e propostas relativas ao pregão
eletrônico.

24.2. Os pedidos de esclarecimentos referentes ao pregão eletrônico


ou que envolverem interpretações sobre o preciso entendimento das
disposições do Edital e Anexos deverão ser enviados ao Pregoeiro até 3 dias
úteis antes da abertura da sessão pública, exclusivamente por meio do
endereço eletrônico: eqcop.mg.gra@fazenda.gov.br (art. 19, Decreto nº
5.450/2005).

24.3. É facultado ao Pregoeiro ou ao Gerente Regional da GRA/MF/MG,


quer na fase de habilitação, quer na fase de classificação das propostas e de
adjudicação, desde que devidamente motivada, a promoção de diligência
destinada a esclarecer ou a complementar a instrução do processo, bem
assim solicitar esclarecimentos ou informações complementares relativas
aos documentos e propostas apresentadas.

27P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

24.4. Para dirimir as questões oriundas do pregão eletrônico, na esfera


judicial, é competente o Foro da Justiça Federal em Belo Horizonte da Seção
Judiciária do Estado de Minas Gerais.

24.5. O Gerente Regional da GRA/MF/MG poderá revogar, total ou


parcialmente, o pregão eletrônico por razões de interesse público quando
decorrente de fato superveniente devidamente comprovado, pertinente e
suficiente para justificar tal conduta, devendo anulá-la por ilegalidade, de
ofício ou por provocação de terceiros, mediante parecer escrito e
devidamente fundamentado, nos termos do art. 49 da Lei nº 8.666/93. Não
cabe às licitantes direito à indenização ou reclamação de qualquer natureza,
ressalvado o direito do contratado de boa fé de ser ressarcido pelos
encargos que tiver suportado no cumprimento do contrato (§2º, art. 29,
Decreto nº 5.450/2005).

24.6. As alterações do Edital que reflitam na formulação de propostas


serão divulgadas da mesma forma que o texto original do ato convocatório,
reabrindo-se o prazo inicialmente estabelecido para abertura do certame
(art. 20, Decreto nº 5.450/2005).

24.7. A participação da licitante implica na aceitação plena de todos os


termos do Edital, bem assim das condições básicas de fornecimento de
material ao Ministério da Fazenda, independentemente de observação
diversa contida em sua proposta.

24.8. Na contagem dos prazos estabelecidos, exclui-se o dia do início e


inclui-se o dia do vencimento.

24.9. Na hipótese de não haver expediente no dia da abertura do


pregão eletrônico ficará esta transferida para o primeiro dia útil subseqüente
de funcionamento normal desta GRA/MF/MG, no mesmo local e no horário
anteriormente estabelecido.

28P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

24.10. As normas disciplinadoras do pregão eletrônico serão sempre


interpretadas em favor da disputa entre os interessados, desde que não
comprometam o interesse da Contratante.

24.11. O aviso do presente Edital será afixado no local costumeiro, de


fácil acesso, do edifício-sede do Ministério da Fazenda e publicado no “Diário
Oficial da União”, sendo a íntegra do Edital disponibilizado em meio
eletrônico no endereço: www.comprasnet.gov.br

24.12. Fazem parte integrante do Edital:


Anexo 1: Termo de Referência;
Anexo 2: Preço Proposto pelo Licitante;
Anexo 3: Declaração de Inexistência de Fato Impeditivo;
Anexo 4: Declaração de Inexistência de Trabalho do Menor no
Processo Produtivo;
Anexo 5: Declaração de Enquadramento como Microempresa ou
Empresa de Pequeno Porte;
Anexo 6: Declaração de Elaboração Independente de Proposta.

Belo Horizonte, 10 de dezembro de 2009.

RODOLFO JOSÉ MOURÃO


PREGOEIRO GRA/MF/MG

29P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

ANEXO 1
TERMO DE REFERÊNCIA

AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE CONSUMO


DE EXPEDIENTE

BASE LEGAL
Este Termo de Referência foi elaborado conforme o estabelecido nos incisos I
e II, art. 8º, e no inciso II, art. 21, do Decreto nº 3.555, de 8 de agosto de
2000, publicado no “Diário Oficial da União” de 9 de agosto de 2000. A
aquisição será feita por meio de pregão eletrônico, obedecendo as
disposições da Lei nº 10.520, de 17 de julho de 2002, do Decreto nº 3.555,
de 8 de agosto de 2000, do Decreto nº 5.450, de 31 de maio de 2005 e suas
alterações. Subsidiariamente, também, se aplicam as disposições da Lei nº
8.666/93, de 21 de junho de 1993, e alterações posteriores.

ESPECIFICAÇÃO E PREÇOS DE REFERÊNCIA


O pregão eletrônico tem por objeto a aquisição de material de consumo de
expediente para ressuprimento do Almoxarifado, para atendimento às
demandas da Gerência Regional de Administração em Minas Gerais,
Procuradoria da Fazenda Nacional em Minas Gerais (e Procuradorias
Seccionais jurisdicionadas) e outros órgãos fazendários, doravante
denominado neste Termo de Referência simplesmente “material”, com as
especificações, detalhamentos, quantitativos e preços de referência
indicados. Os quantitativos indicados neste Termo de Referência estão
especificados de forma completa para a perfeita identificação e cotação
pelos licitantes. As quantidades a serem adquiridas foram estimadas
segundo o consumo e da utilização prováveis.
JUSTIFICATIVA DA AQUISIÇÃO

30P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

Aquisição de material de consumo expediente destina-se a ressuprir o


Almoxarifado e, dessa forma, atender as demandas da Gerência Regional de
Administração do Ministério da Fazenda em Minas Gerais, Procuradoria da
Fazenda Nacional em Minas Gerais e outros órgãos fazendários, assegurando
o contínuo fornecimento desses materiais para emprego nas atividades
administrativas. Aquisição a ser feita com base neste “Termo de Referência”
foi aprovada pelo Gerente Regional de Administração, no uso das suas
atribuições legais.

PREÇOS DE REFERÊNCIA
Os preços unitários estimados de referência são os indicados na “Relação de
Material” deste Termo de Referência, com base em pesquisa de preços no
mercado. A especificação do material a ser adquirido encontra na citada
relação, bem assim o quantitativo a ser adquirido e a unidade de
fornecimento.

FORMA DE FORNECIMENTO
O fornecimento será pelo total do quantitativo indicado para cada item do
material de consumo especificado.

DA GARANTIA, QUALIDADE E VALIDADE DO MATERIAL


Fica assegurado á GRA/MF/MG, o direito de rejeitar, no todo ou em parte, o
material fornecido pela Contratada em desacordo com este Termo de
Referência quanto à garantia, qualidade e validade exigidas pela
Contratante. A entrega e aceitação do fornecido será acompanhado e
fiscalizado por um representante da GRA/MF/MG, observadas as condições
indicadas no item “aceitação do material” deste Termo de Referência.

PRAZO E LOCAL DE ENTREGA DO MATERIAL


O material será entregue no Setor de Almoxarifado da GRA/MF/MG, situado
na Rua Tupinambás, nº 19, Centro, Belo Horizonte, Minas Gerais. O prazo
máximo de entrega é de 5 dias úteis, a partir da data do recebimento da

31P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

nota de empenho. A entrega poderá ser feita no horário de 8 horas às 12


horas e de 14 horas às 18 horas, de segunda a sexta-feira, exceto feriados.
Caso do interesse da Contratada poderá ser feito prévio contato através de
telefone 031 XX 3.222.6261 para agendamento da entrega.

32P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

ACEITAÇÃO DO MATERIAL
O material entregue será aceito provisoriamente, para efeito de posterior
verificação da conformidade e pleno atendimento as especificações e outras
exigências deste Termo de Referência, sendo aceito definitivamente, após a
verificação da qualidade, garantia, quantidade e outras exigências, e a
conseqüente aceitação (art. 15, § 8º, e art. 73, II, da Lei nº 8.666/93).

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA
A despesa para a aquisição correrá por conta do Plano Interno:
SPOA/SERV2000; Natureza da Despesa: 339030; Programa de Trabalho
Resumido: 3719; Gestão: 0001 (Tesouro); Fonte: 0100; Unidade Gestora:
170085 - Gerência Regional de Administração do Ministério da Fazenda em
Minas Gerais (GRA/MF/MG) da Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e
Administração da Secretaria Executiva do Ministério da Fazenda, estando a
disponibilidade orçamentária prevista na “Programação Orçamentária” desta
Unidade Gestora, do Orçamento Geral da União, para o Exercício de 2009,
ficando o empenho e posterior pagamento a cargo do citado órgão.

OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA
São de exclusiva conta de responsabilidade da Contratada, as obrigações
que se seguem.

OBRIGAÇÕES GERAIS
01. Responsabilizar-se integralmente pelo fornecimento do material nos
termos da legislação vigente e exigências contratuais, observadas as
especificações, normas e outros detalhamentos que integram este Termo
de Referência.
02. Quando o caso, fazer cumprir, por parte de seus empregados e
prepostos, as normas da Contratante.
03. Acatar as decisões e observações feitas pela fiscalização da Contratante,
relativamente ao objeto do fornecimento do material.

33P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

04. Não transferir, no todo ou em parte, o objeto do fornecimento do


material.
05. Entregar o objeto do fornecimento, observado o prazo máximo
estabelecido, informando em tempo hábil qualquer motivo impeditivo ou
que impossibilite assumir o fornecimento do material.
06. Assumir inteira responsabilidade quanto ao fornecimento do material,
que será aceito provisoriamente pela Contratante, que se reserva o
direito de recusá-lo caso não satisfaça aos padrões e qualidade
especificados.
07. Manter, durante a vigência do fornecimento, em compatibilidade com as
obrigações assumidas, todas as condições de habilitação e qualificação
exigidas no pregão eletrônico, em consonância com o artigo 55, inciso
XIII, da Lei nº 8.666/1993.

OBRIGAÇÕES OPERACIONAIS
01. Fornecer material atendendo plena e satisfatoriamente ao especificado
neste Termo de Referência.
02. Atender, de imediato, às solicitações relativas à substituição, reposição
ou troca do material que não atenda às especificações.
03. Comunicar imediatamente à Contratante qualquer anormalidade
verificada, inclusive de ordem funcional, para que sejam adotadas as
providências de regularização necessárias.
04. Responder objetivamente por quaisquer danos pessoais ou materiais
decorrentes do fornecimento do material, seja por vício de fabricação ou
por ação ou omissão de seus empregados e prepostos.

OBRIGAÇÕES COMERCIAIS, TRIBUTÁRIAS E OUTRAS


1. Assumir a responsabilidade por todos os encargos e obrigações previstos
na legislação decorrente do fornecimento do material, obrigando-se a
saldá-los na época própria.
2. A inadimplência acima indicada não transfere à Administração a
responsabilidade pelo seu pagamento, nem poderá onerar o objeto do

34P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

contrato, razão pela qual a Contratada renuncia expressamente a


qualquer vínculo de solidariedade, ativa ou passiva, com a Contratante.
3. Quando o caso, assumir a responsabilidade por todas as providências e
obrigações estabelecidas na legislação quanto a acidentes de trabalho e
forem vítimas os seus empregados e prepostos no desempenho de
alguma atividade pertinente ao objeto do contrato, em conexão ou
contingência, na forma como a expressão é considerada nos artigos 30 e
60 do Regulamento do Seguro de Acidentes de Trabalho, aprovado pelo
Decreto nº 61.784/1987.

OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE
A Administração, na condição de contratante, obriga-se a fiscalizar o
fornecimento do material nas condições indicadas neste Termo de
Referência, sem que restrinja a plenitude da responsabilidade da(s)
contratada(s). Obriga-se, também, ao que se segue.
1. Efetuar o pagamento mediante a apresentação da respectiva nota fiscal
do fornecimento do material, devidamente discriminada, desde que
atestada pelo servidor designado ou pelo setor próprio da Administração,
com o pagamento sendo feito por meio de crédito em conta corrente
bancária, observando-se as disposições legais e do ato convocatório.
2. Atestar o adimplemento do fornecimento do material, desde que
satisfaça às exigências, especificações e outros detalhamentos deste
Termo de Referência.
3. Prestar as informações e os esclarecimentos que venham a ser
solicitados em face do fornecimento do material.
4. Proporcionar à Contratada as condições para que possa fornecer o
material dentro das exigências, especificações e outros detalhamentos
deste Termo de Referência.

PAGAMENTO
O pagamento será efetuado até o 5º dia útil subsequente ao do
fornecimento do material e após o “ateste” do satisfatório atendimento ao

35P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

contratado. O pagamento será feito em moeda corrente, por meio de ordem


bancária. Quando o caso, serão retidos valores devidos à Contratada para
efetuar a quitação de multas, indenizações a terceiros, seguros ou outras
despesas de sua responsabilidade.

CONDIÇÕES PARA PAGAMENTO


Sem qualquer ônus para a Administração, não será efetuado qualquer
pagamento à Contratada: 1. antes: a) da apresentação e da aceitação do
documento de cobrança; b) de atestada a conformidade do fornecimento do
material pelo setor competente da Administração; c) da liquidação prevista
na Lei nº 4.320/1964, conforme disposto no artigo 40, inciso XIV, alínea “a”,
da Lei nº 8.666/1993; d) de verificada, pelo setor financeiro da
Administração, a situação de regularidade da Contratada perante o SICAF e
a inexistência de débitos que possam ilidir a regularidade exigida; 2.
enquanto houver pendência relativa: a) à liquidação de obrigação financeira
em virtude de penalidade ou inadimplência contratual; b) à apresentação de
documentação exigida em disposição do ato convocatório, legal ou
regulamentar; c) à regularidade fiscal.
ATRASO DE PAGAMENTO
Nos casos de eventuais atrasos de pagamento provocados exclusivamente
pela Administração, o valor devido será acrescido de atualização financeira e
sua apuração se fará desde a data de seu vencimento até a data do efetivo
pagamento, em que os juros de mora serão calculados à taxa de 0,5% ao
mês ou 6% ao ano, mediante as seguintes fórmulas: I = (TX/100)/365 e EM =
I x N x VP, onde: I = índice de atualização financeira; TX = percentual da
taxa de juros de mora anual; EM = encargos moratórios; N = número de dias
entre a data prevista para o pagamento e a do efetivo pagamento; VP =
valor da parcela em atraso.

REGULARIDADE PERANTE O SICAF

36P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

Caso constatada a situação de irregularidade junto ao SICAF, a Contratada


será advertida por escrito para que, no prazo de 15 dias corridos, regularize
a sua situação ou, nesse mesmo prazo, apresente sua defesa.

SANEAMENTO DE FALHAS
À Contratada caberá sanar as falhas apontadas submetendo à nova
verificação, após o que a fiscalização da Administração procederá na forma
estabelecida neste Termo de Referência.

FISCALIZAÇÃO
A fiscalização do fornecimento do material será exercida por um
representante da Administração devidamente credenciado pelo Gerente
Regional da GRA/MF/MG, conforme artigo 67 da Lei nº 8.666/1993 e da
Portaria SAG-MF nº 242/1989, observadas as disposições deste Termo de
Referência. A fiscalização não exclui nem reduz a responsabilidade da
Contratada, inclusive perante terceiros. A ocorrência de qualquer
irregularidade não implica co-responsabilidade da Administração ou de seus
agentes e prepostos, conforme artigo 70 da Lei nº 8.666/1993.
ACRÉSCIMOS E SUPRESSÕES
Conforme permissivo constante no artigo 65 da Lei nº 8.666/93, com
redação dada pela Lei nº 9.648/1998, a Contratada obriga-se a aceitar, nas
mesmas condições contratuais, os acréscimos ou supressões que se fizerem
necessários no fornecimento do material em até 25% do valor inicial
atualizado do contrato, facultada a supressão além de 25%, mediante
acordo entre as partes.
PENALIDADES
Em caso de inexecução, erro, imperfeição ou mora no fornecimento do
material, inadimplemento contratual ou não veracidade das informações
prestadas, a Contratada está sujeita às seguintes penalidades, garantida
prévia defesa:
a) multa de 1% sobre o valor total do fornecimento, por dia de atraso no
fornecimento do material durante os 30 primeiros dias e 2% para cada dia

37P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

subseqüente; b) multa de 2% sobre o valor total do fornecimento do


material, por infração de qualquer outra obrigação, dobrável na reincidência;
c) ficará impedido de licitar e contratar com a União, e será descredenciado
do SICAF, pelo prazo de até 5 anos. As penalidades de que trata este item
serão aplicadas em caráter alternativo, sucessivo e cumulativo, na proporção
do bem jurídico lesado ou exposto a risco pela conduta omissiva ou
comissiva da Contratada. Se o valor da multa não for pago ou depositado
será, automaticamente, descontado do pagamento do fornecimento,
acrescido de juros moratórios à taxa de 1% ao mês ou fração. No caso de
inexistência ou insuficiência de crédito da(s) contratada(s), o valor devido
será inscrito como “Dívida Ativa da União” e cobrado mediante execução
administrativa através da Procuradoria da Fazenda Nacional em Minas
Gerais, acrescido dos encargos legais pertinentes.

DOS RECURSOS
Ressalvados os recursos de licitante, dos atos da GRA/MF/MG, decorrentes
da Lei nº 8.666/1993, caberá recurso, dirigido ao Gerente Regional da GRA-
MF/MG, interposto no prazo de 5dias úteis, a contar da intimação do ato, nos
casos de:
a) cancelamento da nota de empenho (que substitui o contrato de
fornecimento), conforme artigo 79, inciso I, da Lei nº 8.666/1993); b)
aplicação das penalidades previstas neste Termo de Referência; c) pedido
de reconsideração de decisão do Ministro de Estado da Fazenda, no caso de
declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a União, no prazo
de 10 dias úteis da intimação do ato; d) representação, no prazo de 5 dias
úteis da intimação da decisão relacionada com o objeto do fornecimento de
que não caiba recurso hierárquico. O recurso será dirigido ao Gerente
Regional da GRA/MF/MG, por intermédio da que praticou o ato recorrido, a
qual poderá reconsiderar sua decisão, no prazo de 5 dias úteis, ou, nesse
mesmo prazo, encaminhá-lo devidamente informado àquela autoridade.
Neste caso, a decisão deverá ser proferida dentro de 5 dias úteis, contados
do recebimento do recurso, sob pena de responsabilidade conforme artigo

38P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

109, § 4º, da Lei nº 8.666/1993. A intimação dos atos referidos neste item,
exceto os casos de multa, será feita mediante publicação no “Diário Oficial
da União”. Do ato que aplicar a penalidade caberá recurso, no prazo de 5
dias úteis contados da intimação do ato na forma prevista no Edital. Os
recursos interpostos fora dos prazos não serão conhecidos.

RESCISÃO DO FORNECIMENTO
Sem prejuízo de outras hipóteses legais, são motivos para o cancelamento
da nota de empenho (que substitui o contrato), conforme o caso, o que se
segue:

1. O não cumprimento de disposições deste Termo de Referência;


2. O cumprimento irregular de disposições deste Termo de Referência;
3. A lentidão no seu cumprimento, levando a GRA/MF/MG a comprovar a
impossibilidade do adimplemento do fornecimento.
4. O atraso injustificado no fornecimento do material.
5. A paralisação ou o não fornecimento do material, sem justa causa e
prévia comunicação à GRA/MF/MG.
6. A subcontratação total ou parcial do fornecimento, a associação do
contratado com outrem, a cessão ou transferência, total ou parcial, bem
como a fusão, cisão ou incorporação, não admitidas no edital e neste
Termo de Referência.
7. O desatendimento das determinações regulares da autoridade designada
para acompanhar e fiscalizar do fornecimento do material, assim como
as de seus superiores.
8. O cometimento reiterado de faltas, anotadas na forma do § 1º do artigo
67 da Lei nº 8.666/1993.
9. A decretação de falência ou da recuperação judicial (Lei nº 11.101/2004).
10. A dissolução da sociedade.
11. A alteração social ou a modificação da finalidade ou da estrutura da
empresa, que prejudique o fornecimento do material.

39P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

12. Razões de interesse público, de alta relevância e amplo conhecimento,


justificadas e determinadas pela autoridade competente, exaradas no
respectivo processo administrativo.
13. A supressão, por parte da Administração, do fornecimento do material,
acarretando modificação do valor inicial do avençado, além do limite
permitido no artigo 65, § 1º, da Lei nº 8.666/93, com a redação dada pela
Lei nº 9.648/1998.
14. A suspensão do fornecimento do material, por ordem escrita da
GRA/MF/MG, por prazo superior a 120 dias, salvo em caso de calamidade
pública, grave perturbação da ordem interna ou guerra, ou, ainda, por
repetidas suspensões que totalizem o mesmo prazo, independentemente
do pagamento obrigatório de indenizações pelas sucessivas e
contratualmente imprevistas, desmobilizações e mobilizações e outras
previstas, assegurado à Contratada, nesses casos, o direito de optar pela
suspensão do cumprimento das obrigações assumidas até que seja
normalizada a situação.
15. O atraso superior a 90 dias dos pagamentos devidos pela GRA/MF/MG,
decorrentes do fornecimento do material, salvo em caso de calamidade
pública, grave perturbação da ordem interna ou guerra, assegurado à
Contratada o direito de optar pela suspensão do cumprimento de suas
obrigações, até que seja normalizada a situação.
16. Quando o caso, a não liberação, por parte da Contratante, de local para
entrega do fornecimento do material.
17. A ocorrência de caso fortuito ou de força maior, regularmente
comprovada, impeditiva do fornecimento do material (artigo 78, da Lei nº
8.666/1993).
18. O descumprimento do disposto no artigo 7º, inciso XXXIII, da Constituição
Federal, com a redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, de 15 de
dezembro de 1998.

O cancelamento da nota de empenho (que substitui o contrato de


fornecimento do material) poderá ser determinado:

40P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

a) por ato unilateral e escrito da Contratante, nos casos acima enumerados


(1 a 12; 17 e 18); b) amigável, por acordo entre as partes, reduzida a termo
no respectivo processo administrativo, desde que haja conveniência para a
Administração; c) judicial, nos termos da legislação processual (artigo 79, da
Lei nº 8.666/1993). A rescisão administrativa ou amigável será precedida de
autorização escrita e fundamentada do Gerente Regional da GRA/MF/MG. No
caso de rescisão com fundamento nos itens 12 a 17 do item acima, sem que
haja culpa da Contratada, a mesma será ressarcida dos prejuízos
regularmente comprovados que houver sofrido, tendo ainda direito aos
pagamentos devidos pelo fornecimento ocorrido. Com base nos incisos 1 a
12, 17 e 18 acima acarretará as seguintes consequências, sem prejuízo das
sanções previstas na Lei nº 8.666/1993: a) quando o caso, assunção
imediata do objeto do fornecimento do material, por ato próprio da
Contratante; b) retenção dos créditos decorrentes do fornecimento do
material até o limite dos prejuízos causados à Contratante (artigo 80, da Lei
nº 8.666/1993). No caso de recuperação judicial da Contratada, é permitido
à Administração manter o fornecimento do material, assumindo, quando o
caso, o controle de determinadas atividades do objeto do fornecimento (Lei
nº 11.101/2005).

GARANTIA
Não será exigida a prestação de garantia contratual conforme permissivo
constante do artigo 56 da Lei nº 8.666/1993, que não se confunde com a
garantia exigida quanto à qualidade, prazo de validade e outras exigências
com relação ao fornecimento do material.

RESPONSÁVEL PELA ELABORAÇÃO


O Termo de Referência foi elaborado pela Equipe de Material do Serviço de
Suprimentos da Divisão de Recursos Logísticos, em face das atribuições
regimentais.

Belo Horizonte, 5 de novembro de 2009

41P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

EDSON LUIS SANTOS


EQUIPE DE MATERIAL – SERVIÇO DE SUPRIMENTOS
DIVISÃO DE RECURSOS LOGÍSTICOS

APROVAÇÃO DO TERMO DE REFERÊNCIA

De acordo. Considerando as necessidades de abastecer o Almoxarifado


desta Gerência Regional de material de consumo de expediente destinado
ao ressuprimento desta Gerência Regional de Administração do Ministério da
Fazenda em Minas Gerais, Procuradoria da Fazenda Nacional em Minas
Gerais (e Procuradorias Seccionais jurisdicionadas) e outros órgãos
atendidos, assegurando o fornecimento para atendimento às necessidades
de natureza administrativa; considerando que os quantitativos foram
estimados em face do consumo e da utilização prováveis; no uso das minhas
atribuições legais, para todos os fins e legais efeitos, aprovo este Termo de
Referência.

Encaminhe-se ao Serviço de Suprimentos para as providências com vistas à


abertura de pregão eletrônico.

Belo Horizonte, 5 de novembro de 2009

EUGÊNIO FERRAZ
GERENTE REGIONAL

42P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

RELAÇÃO MATERIAL DE CONSUMO


DE EXPEDIENTE
VALOR DE
UNIDADE QUANTI- REFERÊNCIA
ITE
DESCRIÇÃO DO MATERIAL FORNE- DADE
M Unitário Total
CIMENTO
(R$) (R$)
Álcool etílico, hidratado, 70% -
1. Litro 1000 8,06 8.060,00
(70° gl), gel
Almofada carimbo, plástico/metal,
esponja absorvente revestida de tecido 4,03
2. Unidade 200 806,00
nº 3, azul, entintada, 12 cm, 8 cm,
retangular.
Apontador para lápis, corpo em plástico,
3. Unidade 500 0,18 90,00
sem depósito.

4. Barbante, de algodão, 8 fios. Rolo 240g 3.000 3,30 9.900,00

Caixa simples para correspondência, cor


5. fumê, medindo entre 340 a 350 mm x 500 10,24 5.120,00
Unidade
230 a 250 x 30 a 40 mm.

Caixa, arquivo morto, polionda,


6. plástico, amarela, medindo Unidade 10.000 2,91 29.100,00
aproximadamente 135 x 250 x 360 mm.

Caneta, corretiva, corpo plástico, ponta


7. metal, capacidade 8 ml, solvente Unidade 500 6,16 3.080,00
alifático.
Caneta, esferográfica, azul, corpo de
8. plástico, ponta média (1,0 mm), com Unidade 2.000 0,47 940,00
esfera de tungstênio, ponta de latão.

Caneta, esferográfica, preta, corpo de


9. plástico, ponta média (1,0 mm), com Unidade 1.000 0,47 470,00
esfera de tungstênio, ponta de latão.

Caneta, marca-texto, amarela, ponta 4


1 mm, não recarregável, bastão interno de
0. tinta com 8 cm de comprimento e 8 mm
Unidade 2.000 1,14 2.280,00
de diâmetro
Capa, para encadernação, A-4
1
(210x297mm), transparente, em PVC, Unidade 5.000 0,34 1.700,00
1.
espessura 300 micra.
Capa, para encadernação, tamanho A-4
1
(210x297 mm), preta, em PVC, Unidade 10.000 0,34 1.700,00
2.
espessura 300 micra.
Cola líquida, branca, não tóxica,
1 polímero de acetato de polivinila e Frasco
3.000 0,73 2.190,00
3. aditivos, a base de água, sem solventes 40G
orgânicos.

43P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

VALOR DE
UNIDADE QUANTI- REFERÊNCIA
ITE
DESCRIÇÃO DO MATERIAL FORNE- DADE
M Unitário Total
CIMENTO
(R$) (R$)
Caixa c/
1 Colchete para fixar papel, tipo bailarina,
72 1.300 2,52 3.276,00
4. em metal latonado, número 07.
unidades

Copo, descartável, capacidade 050 ml,


1 em polietileno, branco, atóxico,
Cento 5.000 1,28 6.400,00
5. características de acordo com a norma
da ABNT NBR 14856.
Copo, descartável, capacidade 200 ml,
1 em polipropileno, branco, atóxico, 48.900,0
6. características de acordo com a norma
Cento 15.000 3,26
0
da ABNT NBR 14856.

1 Envelope, em papel Kraft pardo 90g/m²,


Cento 500 19,52 9.760,00
7. tipo saco, medindo 270x400 mm.

Envelope e3 mod.3, com 94 g/m2,


1 medindo 110 x 229 mm, timbre nº 6, tipo
Cento 300 10,95 3.285,00
8. bolsa, impressão em preto frente e preto
verso, na cor branca

Envelope e4 mod.3, com 94 g/m2,


1 medindo 114 x 162 mm, timbre nº 6, tipo
Cento 200 5,30 1.060,00
9. bolsa, impressão em preto frente e preto
verso, na cor branca.
Envelope, papel Kraft fl., 90g/m2, saco
2 sanfonado 450 mm, parda, baixo-
Cento 200 66,33 13.266,00
0. relevo, 325 mm, timbre 6, impressão
frente e verso.

Estilete com trava, corpo plástico, com


2
lâmina descartável, medindo Unidade 1.000 0,85 850,00
1.
aproximadamente 9 x 135 x 85 mm.

Extrator de grampos, tipo espátula, em


2
aço inox, medindo aproximadamente 150 Unidade 300 2,40 720,00
2.
mm de comprimento x 5 mm de ponta
Filme plástico autocolante, (tipo
2 Contact), transparente, 45 cm de
Metro 1000 3,11 3.110,00
3. largura x 20 m, com aderência de alta
qualidade.
Fita adesiva de polipropileno
2
(durex), medindo 12 mm x 65 m (rolo Unidade 800 1,69 1.352,00
4.
grande)
Fita adesiva para empacotamento,
em polipropileno transparente, com
2 espessura mínima total de 40 micra,
Unidade 5.000 2,07 10.350,00
5. sendo no mínimo 30 micro de fita e no
mínimo 10 micra de adesivo, medindo 48
mm x 50 metros.

44P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

VALOR DE
UNIDADE QUANTI- REFERÊNCIA
ITE
DESCRIÇÃO DO MATERIAL FORNE- DADE
M Unitário Total
CIMENTO
(R$) (R$)
Garrafa térmica, com corpo externo em
plástico, ampola de vidro com
2
capacidade de 500 ml, fechamento Unidade 200 20,13 4.026,00
6.
tampa interna de rosca, com alça e
tampa externa tipo copo.
Garrafa térmica, com corpo externo em
plástico, ampola de vidro com
2
capacidade de 1000 ml, fechamento Unidade 350 24,22 8.477,00
7.
tampa interna de rosca, com alça e
tampa externa tipo copo.
Grampeador, corpo em metal, pintado,
para grampo 26/6, capacidade máxima
2 de grampeamento de 20 folhas,
Unidade 500 21,32 10.660,00
8. medindo entre 180 a 200 mm de
comprimento e de 35 a 45 mm de
largura.
Grampeador, corpo em metal, pintado,
para grampo 9/8, 9/10, 9/12 e 9/14,
capacidade máxima de
2
grampeamento de 110 folhas, Unidade 200 243,95 48.790,00
9.
medindo entre 250 a 270 mm de
comprimento e de 60 a 80 mm de
largura.
Grampo para grampeador, em aço
3 Caixa c/ 5
cobreado, tamanho 26/6, esquadro e 2.000 3,28 6.560,00
0. mil
alinhamento perfeitos.
Grampo para pasta, tipo trilho, medindo
80 mm, aço estanhado, comprimento útil
3 Caixa c/
da lingüeta (haste) 50 mm, capacidade 500 8,67 4.335,00
1. 50 jogos
de prender até 300 folhas de papel 75
g/m².
Lacre p/ malote, escadinha dupla,
numeração seqüencial, personalizado
3 com as letras MF, medindo entre 140 a
Milheiro 15 98,00 1.470,00
2. 160 mm de comprimento, entre 3 e 4
mm de largura, resistência a tração 6,15
kgf., cor amarelo.
Livro de Ata, folhas numeradas, capa
3 preta dura, 100 folhas, medindo entre
Unidade 200 9,63 1.926,00
3. 210 a 220 mm de largura e 300 a 320
mm de comprimento.
Papel, formato A-4 (210x297mm), 75
Pacote c/
3 g/m², uso geral, branco, alcalino,
500 15.000 13,65 204.750,00
4. embalagem do pacote resistente a
folhas
umidade.
3 Papel, para embrulho, Kraft, 110 g/m²,
Unidade 10.000 0,38 R$ 3.800,00
5. 76 x 112 cm.

45P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

VALOR DE
UNIDADE QUANTI- REFERÊNCIA
ITE
DESCRIÇÃO DO MATERIAL FORNE- DADE
M Unitário Total
CIMENTO
(R$) (R$)
Pasta AZ (registradora), em papelão
3 prensado, plastificada, lombada entre 45
Unidade 300 4,78 1.434,00
6. e 50 mm (estreita), medindo 280x350
mm.

Pasta AZ (registradora), em papelão


3
prensado, plastificada, lombada entre 75 Unidade 1.000 4,31 4.310,00
7.
e 85 mm (larga), medindo 280x350 mm.

Pasta arquivo, cartão timbó


marmorizado, suspensa pendular, 370
3
mm, 255 mm, castanha, arquivo de Unidade 1.500 R$ 5,01 R$ 7.515,00
8.
documento, visor em acrílico
transparente, etiqueta branca.
Pasta arquivo, cartão plastificado, 235
3
mm, 355 mm, azul, sem elástico, 280 Unidade 2.000 R$ 2,14 R$ 4.280,00
9.
g/m2.
Pasta para arquivo, polionda, plástico
4
com elástico, medindo 340 x 240 x 40 Unidade 1.000 R$ 3,49 R$ 3.490,00
0.
mm, azul.
Pasta para arquivo, tipo classificador
(pasta catálogo), capas em papelão,
4 revestidas em PVC preto, prendedor
Unidade 500 2,81 1.405,00
1. interno tipo colchete, 4 furos, medindo
entre 240 a 255 x 340 a 350 mm –
lombada de 20 mm
4 Pasta, suspensa, cartão 480 g/m²,
Unidade 5.000 1,82 9.100,00
2. plastificada, medindo 240x360 mm.
4 Perfurador para papel, ferro fundido,
Unidade 200 67,67 13.534,00
3. capacidade 60 folhas de papel 75g/m²
4 Pilha palito, alcalina, tamanho AAA, 1,5
Unidade 100 2,69 269,00
4. volts.
4 Pilha pequena, alcalina, tamanho AA,
Unidade 700 2,56 1.792,00
5. 1,5 volts.
Porta Fita, em plástico para fita adesiva
4 durex de 12 mm de largura em rolo
Unidade 100 18,06 1.806,00
6. grande medindo aproximadamente 21
cm x 9 cm.
4 Porta-lápis/clipe/lembrete, em acrílico,
Unidade 9,47 1.894,00
7. cor fumê, conjugado. 200
4 Régua em plástico, medindo 30 cm,
Unidade 300 1,00 300,00
8. transparente.
Tesoura, lâminas em aço inoxidável,
4 medindo 8 polegadas ou 20 cm (tamanho
Unidade 500 3,31 1.655,00
9. grande) corte liso, com ponta, cabo em
polipropileno.

46P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

VALOR DE
UNIDADE QUANTI- REFERÊNCIA
ITE
DESCRIÇÃO DO MATERIAL FORNE- DADE
M Unitário Total
CIMENTO
(R$) (R$)
Espelho bucal, aço inoxidável, plano, nº
5
5, odontológico, anti-embaçante, Unidade 60 8,00 480,00
0.
resistente esterificação química.
Disco polimento, poliéster / poliuretano,
5 Pacote 30
pop-on/ laranja escuro, acabamento e 2 62,55 125,10
1. und.
polimento dental, odontológico, 1/2 pol.
Disco polimento, poliéster / poliuretano,
5 Pacote 30
pop-on/laranja médio, acabamento e 2 62,55 125,10
2. und
polimento dental, odontológico, 1/2 pol.

Disco polimento, poliéster / poliuretano,


5 Pacote 30
pop-on/laranja escuro, acabamento e 2 62,55 125,10
3. und
polimento dental, odontológico, 3/8 pol.
Disco polimento, poliéster / poliuretano,
5 Pacote 30
pop-on/laranja médio, acabamento e 2 62,55 125,10
4. und
polimento dental, odontológico, 3/8 pol.
Disco polimento, poliéster / poliuretano,
5 Pacote 30
pop-on/laranja claro, acabamento e 2 62,55 125,10
5. und
polimento dental, odontológico, 3/8 pol.
Agulha, gengival, 27g curta, corpo em R$ 12,50 R$ 25,00
aço inox siliconizado, bisel trifacetado, Caixa c/ 100
5
adaptável à seringa carpule, protetor und. 2
6.
plástico, estéril, descartável, embalagem
individual.
R$ 78,50 R$ 78,50
5 Filme radiografia - odontológico, Caixa c/ 150
1
7. periapical simples, adulto, 4 cm, 3 cm und.
Cureta periodontal de Gracey ½ com Unidade R$ 27,80 R$ 166,80
ponta ativa afiada e haste com
tratamento térmico adequado,
superfícies radiculares em aço inox AISI
420, cabo oco conificado sem adição de
5 buchas, com ranhuras no corpo de tubo
6
8. de aço inox de 3,04mm de diâmetro x
7,85mm de comprimento, acabamento
polido brilhante, isento de defeitos
superficiais que possam provocar
manchas ou corrosão, com garantia do
fabricante igual a 2 anos.

47P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

VALOR DE
UNIDADE QUANTI- REFERÊNCIA
ITE
DESCRIÇÃO DO MATERIAL FORNE- DADE
M Unitário Total
CIMENTO
(R$) (R$)
Cureta periodontal de Gracey 7/8, com Unidade R$ 27,80 R$ 166,80
ponta ativa afiada e haste com
tratamento térmico adequado,
superfícies radiculares em aço inox AISI
420, cabo oco conificado sem adição de
5 buchas, com ranhuras no corpo de tubo
6
9. de aço inox de 3,04mm de diâmetro x
7,85mm de comprimento, acabamento
polido brilhante, isento de defeitos
superficiais que possam provocar
manchas ou corrosão, com garantia do
fabricante igual a 2 anos.
Cureta periodontal de Gracey 11/12, com Unidade R$ 27,80 R$ 166,80
ponta ativa afiada e haste com
tratamento térmico adequado,
superfícies radiculares em aço inox AISI
420, cabo oco conificado sem adição de
6 buchas, com ranhuras no corpo de tubo
6
0. de aço inox de 3,04mm de diâmetro x
7,85mm de comprimento, acabamento
polido brilhante, isento de defeitos
superficiais que possam provocar
manchas ou corrosão, com garantia do
fabricante igual a 2 anos.
Cureta periodontal de Gracey 13/14, com
ponta ativa afiada e haste com
tratamento térmico adequado,
superfícies radiculares em aço inox AISI
420, cabo oco conificado sem adição de
6 buchas, com ranhuras no corpo de tubo
Unidade 6 R$ 27,80 R$ 166,80
1. de aço inox de 3,04mm de diâmetro x
7,85mm de comprimento, acabamento
polido brilhante, isento de defeitos
superficiais que possam provocar
manchas ou corrosão, com garantia do
fabricante igual a 2 anos.
Extrator de tártaro de MAcCall 1/10,
superfícies radiculares, haste com
tratamento térmico adequado,
superfícies radiculares em aço inox AISI
420, cabo oco conificado sem adição de
6 buchas, com ranhuras no corpo de tubo
Unidade 6 R$ 27,80 R$ 166,80
2. de aço inox de 3,04mm de diâmetro x
7,85mm de comprimento, acabamento
polido brilhante, isento de defeitos
superficiais que possam provocar
manchas ou corrosão, com garantia do
fabricante igual a 2 anos.

48P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

VALOR DE
UNIDADE QUANTI- REFERÊNCIA
ITE
DESCRIÇÃO DO MATERIAL FORNE- DADE
M Unitário Total
CIMENTO
(R$) (R$)
Extrator de tártaro de MAcCall 11/12,
superfícies radiculares, haste com
tratamento térmico adequado,
superfícies radiculares em aço inox AISI
420, cabo oco conificado sem adição de
6 buchas, com ranhuras no corpo de tubo
Unidade 6 R$ 27,80 R$ 166,80
3. de aço inox de 3,04mm de diâmetro x
7,85mm de comprimento, acabamento
polido brilhante, isento de defeitos
superficiais que possam provocar
manchas ou corrosão, com garantia do
fabricante igual a 2 anos.
Extrator de tártaro odontológico, ponta
Morse 0-00 em aço inox, pontas ativas
nas duas extremidades, superfícies
radiculares, haste com tratamento
térmico adequado, superfícies radiculares
em aço inox AISI 420, cabo oco
6 conificado sem adição de buchas, com
Unidade 12 R$ 29,20 R$ 350,40
4. ranhuras no corpo de tubo de aço inox de
3,04mm de diâmetro x 7,85mm de
comprimento, acabamento polido
brilhante, isento de defeitos superficiais
que possam provocar manchas ou
corrosão, com garantia do fabricante
igual a 2 anos.
Pinça odontológica, em aço inox,
angulada, 15 cm, nº 317, para algodão,
tratamento térmico adequado,
superfícies radiculares em aço inox AISI
6
420, com ranhuras no corpo acabamento Unidade 20 R$ 14,80 R$ 296,00
5.
polido brilhante, isento de defeitos
superficiais que possam provocar
manchas ou corrosão, com garantia do
fabricante igual a 2 anos.
Esculpidor de Hollemback 3s, para uso de
restauração odontológica, aço inox,
ponta angular com extremidade afiada,
haste com tratamento térmico adequado,
superfícies radiculares em aço inox AISI
420, cabo oco conificado sem adição de
6
buchas, com ranhuras no corpo de tubo Unidade 6 R$ 21,40 R$ 128,40
6.
de aço inox de 3,04mm de diâmetro x
7,85mm de comprimento, acabamento
polido brilhante, isento de defeitos
superficiais que possam provocar
manchas ou corrosão, com garantia do
fabricante igual a 2 anos.

49P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

VALOR DE
UNIDADE QUANTI- REFERÊNCIA
ITE
DESCRIÇÃO DO MATERIAL FORNE- DADE
M Unitário Total
CIMENTO
(R$) (R$)
Tapete fibra vinil vulcanizado, borracha
antiderrapante 1,45m x 2,02m, bege R$ 1.430,00
6
espessura 10mm, personalizado com Unidade 2 R$ 715,00
7.
bordas em 5cm na cor laranja, letra arial
medindo 9cm na cor laranja, carro nº 4
Tapete fibra vinil vulcanizado, borracha
antiderra-pante, 1,78m x 1, 815m, bege,
6
espessura10mm, personalizado com Unidade 2 R$ 763,05 R$ 1.526,10
8.
bordas em 5cm na cor laranja, letra arial
medindo 9cm na cor laranja, carro nº 3
Tapete fibra vinil vulcanizado, borracha
antiderrapante, 1,78m x 1,815m, bege,
6
espessura10mm, personalizado com Unidade 2 R$ 763,05 R$ 1.526,10
9.
bordas em 5cm na cor laranja, letra arial
medindo 9cm na cor laranja, carro nº 2
Tapete fibra vinil vulcanizado, borracha
antiderrapante, 1,78m x 1,815m, bege,
7
espessura10mm, personalizado com Unidade 2 R$ 763,05 R$ 1.526,10
0.
bordas em 5cm na cor laranja, letra arial
medindo 9cm na cor laranja, carro nº 1
Tapete fibra vinil vulcanizado, borracha
antiderrapante, 1,78m x 1,815m, bege,
7 espessura10mm, personalizado com
Unidade 2 R$ 763,05 R$ 1.526,10
1. bordas em 5cm na cor laranja, letra arial
medindo 9cm na cor laranja, elevador de
serviço.

50P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

Obs.: As medidas dos cortes dos itens 67 a 71 estão no desenho que


se encontra na página seguinte.

51P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

52P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

53P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

ANEXO 2
PREÇOS PROPOSTOS

Proposta que faz a empresa _______________________________ (nome


completo), __________ (CNPJ, Inscrição Estadual), estabelecida _______________
(endereço completo), estando ciente para todos os fins e legais efeitos, das
condições e grau de dificuldades existentes e que, se vencedores, fornecerá
o material de expediente conforme abaixo:

COTAÇÃO:
Item: ___
Valor: R$ _______ (numérico e por extenso)

OBSERVAÇÕES

CABE AO LICITANTE INDICAR O ITEM OU ITENS COTADOS


SENDO A ADJUDIÇÃO POR ITEM E PELO CRITÉRIO DO MENOR PREÇO

VER “TERMO DE REFERÊNCIA”

_______________, ___ de ___________ de ______.

NOME DA LICITANTE
ASSINATURA

Observação: encaminhar ao pregoeiro.

54P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

ANEXO 3
DECLARAÇÃO

INEXISTÊNCIA DE FATO IMPEDITIVO DE HABILITAÇÃO NA LICITAÇÃO

___________________________________ (nome empresa, CNPJ), declara, sob as


penas da lei, que, até a presente data, inexistem fatos impeditivos à sua
habilitação no presente pregão, ciente da obrigatoriedade de declarar
ocorrências posteriores.

Por ser verdade firmo o presente.

________________, ___ de ________ de ____.

NOME DA LICITANTE
ASSINATURA

Observação: encaminhar ao pregoeiro.

55P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

ANEXO 4
DECLARAÇÃO

NÃO EMPREGA MENORES NO PROCESSO PRODUTIVO

____________________________________ (nome, CNPJ), por intermédio de seu


representante legal _____________________ (nome, identidade, CPF), declara,
para fins do disposto no art. 27, V, da Lei nº 8.666/93, acrescido pela Lei nº
9.854/99, regulamentada pelo Decreto nº 4.358/2002, que não emprega
menores de dezoito anos em trabalho noturno, perigoso ou insalubre e não
emprega menor de dezesseis anos.

Ressalva: (___) emprega menor, a partir de quatorze anos, na condição de


aprendiz (se o caso assinar com “x”).

_____________, ___ de __________ de ____.

NOME DA LICITANTE
ASSINATURA

Observação: encaminhar ao pregoeiro.

56P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

ANEXO 5
DECLARAÇÃO

DE ENQUADRAMENTO COMO MICROEMPRESA OU EMPRESA DE


PEQUENO PORTE

________________________________ (nome, CNPJ), por intermédio de seu


representante legal _________________________ (nome, identidade, CPF),
abaixo assinado, declara expressamente, para fins do disposto no art. 44 da
Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006, e participação no
Pregão Eletrônico, sob as penas da lei, que esta empresa, na presente data,
é considerada ____________________ (indicar se é microempresa ou empresa
de pequeno porte).

Declara ainda, que a empresa está excluída das vedações constantes do


parágrafo 4o do artigo 3o da Lei Complementar no 123/2006.

_____________, ___ de _______ de _____.

NOME DA LICITANTE
ASSINATURA

Observação: encaminhar ao pregoeiro; anexar a Declaração de


Enquadramento de Microempresa ou de Empresa de Pequeno Porte
devidamente registrada na Junta Comercial.

57P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

ANEXO 6

DECLARAÇÃO DE ELABORAÇÃO INDEPENDENTE


DE PROPOSTA

(Identificação da Licitação)

_______________________ (Identificação completa do representante da


licitante), como representante devidamente constituído de _______________
(Identificação completa da licitante) doravante denominado
_____________________ (Licitante), para fins do disposto no item ________
(completar) do Pregão Eletrônico GRA/MF/MG Nº ___/___ (indicar o
número deste pregão eletrônico), declara, sob as penas da lei, em especial o
art. 299 do Código Penal Brasileiro, que:

(a) A proposta apresentada para participar do Pregão Eletrônico


GRA/MF/MG Nº ___/___ (identificação da licitação) foi elaborada de
maneira independente _____________ (pelo Licitante), e o conteúdo
da proposta não foi, no todo ou em parte, direta ou indiretamente,
informado, discutido ou recebido de qualquer outro participante
potencial ou de fato do Pregão Eletrônico GRA/MF/MG Nº ___/___
(indicar o número deste pregão eletrônico), por qualquer meio ou
por qualquer pessoa;

(b) A intenção de apresentar a proposta elaborada para participar do


Pregão Eletrônico GRA/MF/MG Nº ___/___ (indicar o número
deste pregão eletrônico) não foi informada, discutida ou recebida
de qualquer outro participante potencial ou de fato do Pregão
Eletrônico GRA/MF/MG Nº ___/___ (indicar o número deste
pregão eletrônico), por qualquer meio ou por qualquer pessoa;

58P
MINISTÉRIO DA FAZENDA
GERÊNCIA REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA EM MINAS
GERAIS

(c) Que não tentou, por qualquer meio ou por qualquer pessoa, influir
na decisão de qualquer outro participante potencial ou de fato do
Pregão Eletrônico GRA/MF/MG Nº ___/___ (indicar o número
deste pregão eletrônico) quanto a participar ou não da referida
licitação;

(d) Que o conteúdo da proposta apresentada para participar do


Pregão Eletrônico GRA/MF/MG Nº ___/___ (indicar o número
deste pregão eletrônico) não será, no todo ou em parte, direta ou
indiretamente, comunicado ou discutido com qualquer outro
participante potencial ou de fato do Pregão Eletrônico
GRA/MF/MG Nº ___/___ (indicar o número deste pregão eletrônico)
antes da adjudicação do objeto da referida licitação;

(e) Que o conteúdo da proposta apresentada para participar do


Pregão Eletrônico GRA/MF/MG Nº ___/___ (indicar o número
deste pregão eletrônico) não foi, no todo ou em parte, direta ou
indiretamente, informado, discutido ou recebido de qualquer
integrante da Gerência Regional de Administração do Ministério da
Fazenda em Minas Gerais antes da abertura oficial das propostas; e

(f) Que está plenamente ciente do teor e da extensão desta


declaração e que detém plenos poderes e informações para firmá-
la.

_______________ ___ de __________ de _______

__________________________________________________________
(representante legal do licitante no âmbito da licitação, com identificação completa)

Observação: encaminhar ao pregoeiro.

59P