Você está na página 1de 5

DO TEXTO NÃO LITERÁRIO AO TEXTO LITERÁRIO

Lê os textos:
1. Quando a Mafalda diz: [«Limpo» todos os países...], a palavra «limpo»
tem um «outro» significado que não aparece no texto 1?
2. Há um sinal gráfico que nos permite descobrir que uma palavra não está
a ser usada no seu sentido normal, corrente. Que sinal é esse?
3. Indica que palavras, nos textos 3 e 4, estão usadas conotativamente.

PARA SABER
No texto 1, a palavra «limpo» está usada denotativamente, isto é, no seu
sentido literal habitual.
No texto 2, a palavra «limpo» está carregada de conotação, isto é, de um
segundo sentido que, intencionalmente, cria um texto ambíguo, passível de
várias interpretações.
A denotação aponta, pois, para a objectividade; a conotação, para a
subjectividade.

PARA SABER MAIS


1. Denotação
«Designa o sentido literal das palavras, como se encontra nos dicionários,
ou seja, «a propriedade que o signo linguístico tem de remeter a um
objecto exterior à língua. É, pois, aproximadamente o equivalente da
função referencial da linguagem». [...]
Dado que a literatura implica o uso individual, estilístico, da Língua, a
denotação constitui um dos sentidos que os vocábulos assumem no
perímetro do texto. A rigor, a denotação move-se no âmbito da linguagem
intelectual ou científica, caracterizada pela univocidade dos signos
linguísticos».

2. Conotação
«De modo geral, a conotação, vocábulo largamente empregado pêlos
linguistas e críticos modernos, designa os vários sentidos que um signo
linguístico adquire no contacto com outros signos dentro do texto: por
contiguidade, o sentido primitivo ou literal (denotativo) altera-se e
amplifica--se, tornando-se plural ou multívoco. Ao mesmo tempo, por
associação mental, encadeiam-se imagens ou alusões que remetem para
significados fora do texto, sem contar a carga de subjectividade natu-
ralmente presente ao acto de assinalar os múltiplos sentidos das palavras.»

Massaud Moisés
in Dicionário de Termos Literários

1. Nos casos seguintes, qual deles costuma dar maior ênfase à conotação?
a. Noticiário
b. Fala corrente
c. Apelos de urgência
d. Cartazes publicitários
e. Poemas

2. Lê os textos que se seguem:

Texto 1 Texto 2

Balada da Neve
Batem leve, levemente,
Como quem chama por mim...
Será chuva? Será gente?
Gente não é certamente
E a chuva não bate assim...

È talvez a ventania;
Mas há pouco, há
poucochinho,
Nem uma agulha bulia
Na quieta melancolia
Dos pinheiros do caminho... In Expresso

[…]
Augusto Gil

2.1. Podemos dizer que o texto 2 se serve de conotações? Explica.


3. Numa reportagem sobre tecelagem, o Jornal de Notícias apresentou o
seguinte título:
ALMALAGUÊS: artesanato preso por um... «fio».
História que o povo «teceu» não é conversa... «fiada»?

a. Que palavras estão usadas conotativamente?


b. Algum sinal gráfico assinala este facto?
c. Explica o carácter enriquecedor das conotações, no fragmento
apresentado.

4. Explica as conotações presentes nos seguintes textos publicitários:

Texto 1 Texto 2
Mergulhe na «maré alta» da sorte. Quem disser que o Café da
Um «cardume» de prémios «deu à Brasileira não é o melhor,
costa». há-de «prová-lo».
Atum Bom Petisco

Texto 3

5. Lê este texto de Rodrigues Lapa sobre «a fantasia das palavras»:


«As palavras suscitam em nós as imagens das coisas a que se referem;
mas como essas coisas podem revestir vários aspectos, cada um de nós
apreende na palavra o seu aspecto pessoal, aquele que particularmente lhe
interessa.
Por exemplo, a palavra sino pode evocar diferentes imagens, conforme as
pessoas que a ouvirem: o campónio terá uma representação sonora; outro,
o filho do sineiro, sentirá na palavra o movimento do puxar da corda e do
voltear do sino (imagem motriz); enfim, o serralheiro terá a representação
visual do objecto. A estes três tipos de imagens, sonora, motriz, visual,
outras se poderiam talvez ainda acrescentar.
Já se tem afirmado que uma simples palavra pode resumir todo o
universo.!...] O seu poder evocador não conhece limites.»

5.1. Estas «associações», este «poder evocador», terão algo a ver com as
conotações? Explica.

6. Explica a conotação nas seguintes respostas humorísticas:


- Que é um prédio moderno?
- É um conjunto de tijolos cercados de «massa» por todos os lados.

- Que é um lavadouro público?


- É o «tacho» onde melhor se «cozinha» a «língua à portuguesa».

- O que é uma carruagem da CP?


- É, com certeza, urna «carruagem portuguesa».

in A Voz dos Ridículos