Você está na página 1de 3

TEXTO PARA RESUMIR

1. Lê atentamente esta lenda. De seguida, escreve, à frente de cada um


dos parágrafos,
uma frase que sintetize o seu conteúdo.

A SEREIA DE PONTA RUIVA

Lá pelo século dezasseis, um dia, um ___________________________


pescador de uma povoação do norte da Ilha ___________________________
das Flores andava na costa a apanhar peixe, ___________________________
como era seu costume. Começou a ouvir uma ___________________________
voz bonita de mulher a cantar por perto, mas ___________________________
numa língua que não conhecia. Ficou a cismar ___________________________
que por ali havia uma sereia. Logo espalhou ___________________________
pelo povoado a novidade e, pela maneira
como falava da sereia, todos ficaram a pensar
que ela encantava os homens.

O pescador não pensava noutra coisa e, logo ___________________________


que pôde, poucos dias mais tarde, voltou à ___________________________
pesca, sonhando com a ideia de que havia de ___________________________
ver a sereia.

Tinha acabado de lançar o anzol ao mar,


quando começou a ouvir o canto que tanto o ___________________________
perturbava. Recolheu logo a linha e pôs-se a ___________________________
escutar com muito cuidado e a seguir o som. ___________________________
Por fim, encontrou a dona de tão melodiosa ___________________________
voz. Não era uma sereia, como ele pensava, ___________________________
mas uma linda rapariga de olhos azuis, pele ___________________________
clara e sardenta e cabelos ruivos. Muito ___________________________
assustada, ao começo, nada disse, mas por ___________________________
fim o pescador ficou a saber a sua história.
Era irlandesa e tinha-se escapado de um
navio pirata, atirando-se ao mar quando tinha
visto terra próxima.

O pescador ficou ainda mais encantado e, ___________________________


depois de conquistar a confiança da rapariga, ___________________________
voltou para casa, trazendo consigo a mulher ___________________________
mais bela que alguma vez a gente do lugar
tinha visto.

Algum tempo mais tarde, o pescador casou ___________________________


com a “sereia” e deles nasceram muitos ___________________________
filhos, todos de olhos azuis e ruivos como a ___________________________
jovem irlandesa.

Assim, aquele lugar da Ilha das Flores se ___________________________


passou a chamar, por causa da cor dos ___________________________
cabelos de muitos dos seus habitantes, Ponta ___________________________
Ruiva, e ainda hoje ali há muitas pessoas de ___________________________
pele clara, sardentas e de cabelos ruivos, ___________________________
como a jovem irlandesa que um dia ali
apareceu.

Maria de Lourdes T. Soares


e Maria Odete T. Tojal (org.),
Histórias de Longe e de Perto, 2.a ed.,

2. Copia, agora, as frases que escreveste para as linhas seguintes. Articula


bem as frases
entre si e evita repetições desnecessárias de palavras ou expressões.

3. Faz a autocorrecção do teu resumo.

O RESUMO – AUTOCORRECÇÃO (Sim/ Não)


 Referi apenas as ideias ou factos principais do texto a resumir.
 Respeitei a ordem das ideias do texto original.
 Transformei o discurso directo em discurso indirecto.
 Evitei transcrições do texto dado.
 Usei palavras minhas, sempre que foi possível.
 Articulei bem os parágrafos e as frases.
 O texto resumido tem cerca de 1/3 do tamanho do texto original
Soluções

A SEREIA DE PONTA RUIVA


1. e 2. Exemplo:
1.° § No século dezasseis, um pescador da Ilha das Flores ouviu um canto
de mulher e contou que havia uma sereia naquela localidade.

2.° § Dias depois, foi procurá-la.

3.° § Encontrou, então, uma linda rapariga de olhos azuis, pele clara e
sardenta e cabelos ruivos, que lhe contou que era irlandesa e que fugira
de um navio pirata.

4.° § O pescador ficou encantado e levou-a consigo para casa.

5.° § Mais tarde, os dois casaram e tiveram muitos filhos parecidos com a
mãe.

6.° § E porque muitos habitantes tinham os cabelos ruivos, aquele lugar


passou a chamar-se Ponta Ruiva.