Você está na página 1de 14
Universidade São Judas Tadeu Faculdade de Tecnologia e Ciências Exatas Engenharia de Produção Engenharia
Universidade São
Judas Tadeu
Faculdade de Tecnologia
e Ciências Exatas
Engenharia de Produção
Engenharia Mecânica
2014

Roberto Ferraboli Júnior Aula 06 em 26/03/14

GMCONF Gestão de Manutenção e Confiabilidade

1
1
Oito fontes de desperdício que não agregam valor às atividades
Oito fontes de desperdício que não agregam valor às
atividades
Superprodução

Superprodução

Não uso de inteligência

Não uso de inteligência

Tempo

Tempo

8 1 2 7 3 6 4 5
8 1
2
7
3
6
4
5
Inventário

Inventário

Transporte

Transporte

Movimentação

Movimentação

Retrabalho

Retrabalho

Excesso de Processos

Excesso de Processos

Superprodução: mais cedo, mais rápido ou em grandes quantidades do que a demanda do cliente
Superprodução: mais cedo, mais rápido ou em
grandes quantidades do que a demanda do cliente
Examples Exemplos Produzir lotes maiores para evitar a mudança Produzindo mais do que o requerido
Examples Exemplos
Produzir lotes maiores para
evitar a mudança
Produzindo mais do que o
requerido por causa de
questões potenciais de
qualidade
Products on call
Superprodução pode inibir necessidades mais críticas Itens produzidos em excesso podem acabar em inventário ou
Superprodução pode inibir
necessidades mais críticas
Itens produzidos em excesso
podem acabar em inventário
ou sucata, portanto, criando
desperdício.
Produzir somente o que o cliente necessita, quando ele necessitá-lo.
Produzir somente o que o cliente necessita, quando ele
necessitá-lo.

3

Espera: pessoas ou máquinas aguardando pela wait for the realização de um ciclo de trabalho
Espera: pessoas ou máquinas aguardando pela wait
for the realização de um ciclo de trabalho
Exemplos Aguardando por matéria prima Aguardando pessoal da Manutenção Espera da conclusão de um processo
Exemplos
Aguardando por matéria prima
Aguardando pessoal da
Manutenção
Espera da conclusão de um
processo
Espera frequentemente pode ser evitada – a maioria das máquinas não necessita de supervisão Tempo
Espera frequentemente pode
ser evitada – a maioria das
máquinas não necessita de
supervisão
Tempo de espera pode ser
preenchido produtivamente:
limpeza, controle de
qualidade, manuseio de
materiais
Reequilibrar as operações e uso de padronização em estoques e automação para a eliminação da
Reequilibrar as operações e uso de padronização em estoques e
automação para a eliminação da espera

4

Transporte: movimentos desnecessários de materiais ou pessoas entre os processos
Transporte: movimentos desnecessários de
materiais ou pessoas entre os processos
Exemplos Mantendo em andamento ao invés de direcioná-lo diretamente para o próximo passo Transporte frequente
Exemplos
Mantendo em andamento ao
invés de direcioná-lo diretamente
para o próximo passo
Transporte frequente de
matéris-primas na planta, devido
à má disposição
O manuseio pode causar danos e criar atrasos de produção Desvio em operação e tempo
O manuseio pode causar
danos e criar atrasos de
produção
Desvio em operação e tempo
de gestão
Store
Minimizar as tarefas de transporte, otimizando o trabalho por fluxo contínuo
Minimizar as tarefas de transporte, otimizando o trabalho por fluxo
contínuo

5

Excesso de Processos: operação ou processo não requerido para atender à demanda do cliente
Excesso de Processos: operação ou processo não
requerido para atender à demanda do cliente
Exemplos Produzir com especificações mais rígidas do que aqueles requeridos pelo cliente Executar controle de
Exemplos
Produzir com especificações
mais rígidas do que aqueles
requeridos pelo cliente
Executar controle de qualidade
desnecessário
Operações desnecessárias para
o produto final
Pode ser um efeito indesejável de um operador em seu trabalho Frequentemente surge quando as
Pode ser um efeito indesejável
de um operador em seu
trabalho
Frequentemente surge
quando as normas são
difíceis de definir: polimento,
acabamento e pintura
Fornecer normas claras, centradas em clientes e para cada processo
Fornecer normas claras, centradas em clientes e para cada
processo

6

Inventário: matéria-prima, bens em serviço ou finalizados não têm valor agregado
Inventário: matéria-prima, bens em serviço ou
finalizados não têm valor agregado
Exemplos Armazenamento de trabalhos não finalizados para reduzir o tempo de conclusão de novas encomendas
Exemplos
Armazenamento de trabalhos
não finalizados para reduzir o
tempo de conclusão de novas
encomendas
Produtos acabados aguardando
empacotamento
Produção for a de especificação
aguardando destino:
reprocessamento ou retrabalho
Frequentemente é um sintoma de outros problemas no sistema que estão escondidos atrás de crescentes
Frequentemente é um sintoma
de outros problemas no sistema
que estão escondidos atrás de
crescentes níveis de estoque
Incremento de custos
operacionais: transporte,
armazenagem, risco de
obsolescência e tempo de
espera de produção
Definir nível de estoque necessário e minimizá-lo através da redução do tamanho dos lotes e
Definir nível de estoque necessário e minimizá-lo através da redução do
tamanho dos lotes e elevando-se a nível de confiabilidade do processo

7

Retrabalho: repetição ou correção de um processo
Retrabalho: repetição ou correção de um processo
Exemplos Reajuste de parâmetros de processo até atingir o valor correto Retrabalho de finalização de
Exemplos
Reajuste de parâmetros de processo
até atingir o valor correto
Retrabalho de finalização de
trabalho em produtos porque as
especificações do cliente não são
informadas
Retrabalho é a falha ao informar a expectativa´para o primeiro “tempo correto” da fabricação Pode
Retrabalho é a falha ao
informar a expectativa´para o
primeiro “tempo correto” da
fabricação
Pode ser causado por
métodos, materiais, máquina
ou mão de obra
Requer recursos adicionais par
a interferir no processo
produtivo
Melhoria da capacidade do processo pela análise e solução da “Causa Raiz de Retrabalho”
Melhoria da capacidade do processo pela análise e
solução da “Causa Raiz de Retrabalho”

8

Movimentação: movimentos desnecessários de pessoas ou equipamentos vinculados a um processo
Movimentação: movimentos desnecessários de
pessoas ou equipamentos vinculados a um
processo
Exemplos Movimento de pessoas para conseguir equipamentos ou ferramentas em alterações de processos Movimento de
Exemplos
Movimento de pessoas para
conseguir equipamentos ou
ferramentas em alterações de
processos
Movimento de operadores de
equipamentos entre diferentes turnos
operacionais em um equipamento
Ciclos de trabalho manual e automático, ambos frequentemente com movimentos desnecessários Movimento desnecessário
Ciclos de trabalho manual e
automático, ambos
frequentemente com
movimentos desnecessários
Movimento desnecessário
pode também ser causado por
um “layout” não otimizado por
variação nas demandas do
cliente
Arranjo de ferramental, equipamento e parte ao redor das estações de trabalho e uso de
Arranjo de ferramental, equipamento e parte ao redor das estações de
trabalho e uso de tarefas padronizadas para minimização da locomoção

9

Falta de uso do intelecto: oitavo fator de perda
Falta de uso do intelecto: oitavo fator de perda
Exemplos Trabalhadores: não se leva em conta o total potencial dos trabalhadores
Exemplos
Trabalhadores: não se leva em
conta o total potencial dos
trabalhadores
Adaptação do do processo sem consulta consulta aos trabalhadores que têm influência no processo Limitação
Adaptação do do processo sem
consulta consulta aos
trabalhadores que têm influência
no processo
Limitação do uso de novos
equipamentos porque os
trabalhadores não estão
envolvidos na evolução do
processo
Recursos diferenciados Uso de “know how”, paixão, esforços próprios para continuamente melhorar o trabalho.
Recursos diferenciados Uso de “know how”, paixão,
esforços próprios para continuamente melhorar o trabalho.

10

Eliminação do Desperdício - Sumário Reduzir o tamanho dos lotes/reduzir mudanças com tempos longos 1
Eliminação do Desperdício - Sumário
Reduzir o tamanho dos lotes/reduzir mudanças com tempos longos
1 Superprodução
Eliminação da produção antecipada (produção em antecipação à demanda do
cliente)
2
2
 

Espera

3
3
 

Transporte

4
4
 

Excesso de

Processos

5
5
 

Inventory

6
6
 

Retrabalho

7
7
 

Movimentação

Balanço entre a carga de trabalho de equipamentos/Mão de Obra (desgargalar o

equipamento) Não dedicar tempo a outras atividades Otimizar as interfaces entre os suprimentos internos e externos

Otimização do “lay out” da planta Automatizar o que é manual

Prover padronização Revisar o projeto do processo atual (análise de valor)

Definir a necessidade de níveis de inventário Investir em Confiabilidade

Prever as “quebras” no processo produtivo por necessidades de produção Solucionar as causas de falhas Instalar etapas de proteção contra erros

Arranjo de equipamentos e ferramentas Projeto ergonômico do local de trabalho

11

Key takeaways: Seven sources of waste
Key takeaways: Seven sources of waste
Todas as atividades que não agregam valor direto ao produto, são desperdício de recursos. !
Todas as atividades que não
agregam valor direto ao produto, são
desperdício de recursos.
!
Deve-se focar em minimização das
causas de desperdício
Superprodução
Espera
Transporte
Excesso de Processos
Inventário
Retrabalho
Movimentação
As Ferramentas Otimizadoras
As Ferramentas Otimizadoras
Eficácia do Operador Equipamento e Processo Fluxo de Materiais 5S Processos de Manutenção
Eficácia do
Operador
Equipamento
e Processo
Fluxo de
Materiais
5S
Processos de
Manutenção
A introdução de ferramentas deve endereçar todos os aspectos do Sistema Operacional
A introdução de ferramentas deve endereçar todos
os aspectos do Sistema Operacional
Sistemas Tecnológicos: uso dos melhores ativos e recursos Sistemas de Gerenciamento: ! compartilhamento das
Sistemas Tecnológicos: uso dos
melhores ativos e recursos
Sistemas de Gerenciamento:
!
compartilhamento das
responsabilidades e resultados
Mentes e Comportamentos:
condução individual e coletiva