Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão – Madalena Van-Zeller

Conhecimento na área Aspectos críticos que a Literatura identifica

Biblioteca escolar Desafios. Acções a implementar

Domínio

Pontos fortes

Fraquezas A biblioteca dispõe de um único funcionário e na falta de outros auxiliares da acção educativa noutros serviços, é este a “cobrir” essas falhas, abandonando o seu trabalho na BE. Nestes momentos, o PB não pode desenvolver cabalmente o seu trabalho.

Oportunidades

Ameaças

Competências do professor bibliotecário

Professor coordenador possui formação Consciência das especializada capacidades que (Pós-graduação e deve reunir para Educação e coordenar com Bibliotecas). eficácia o programa Professores da da biblioteca na equipa escola: professor como colaborantes e facilitador/especialista da motivados para o informação/educação trabalho. escolar.

Os contactos estabelecidos, formal ou informalmente, com os vários agentes educativos enriquecem o trabalho da Biblioteca.

É vital controlar mais sistematicamente as “visitas” virtuais dos alunos, na ocupação dos seus tempos livres.

Contribuir activamente para que a BE seja um verdadeiro espaço de aprendizagem e de construção do conhecimento.

1

Conhecimento na área Distribuir as horas dos elementos da equipa de forma a garantir a presença de membros ao longo do horário de funcionamento, principalmente nas horas de maior afluência.

Biblioteca escolar

A BE como um instrumento essencial do processo educativo, envolvida no processo de ensino/aprendizagem:

Organização e Gestão da BE

enraizamento de uma verdadeira cultura de escola produtiva/ paradigmas informativos duradouros e úteis.

O Agrupamento inclui a BE na formulação e desenvolvimento do seu plano de acção.

Existência de uma rede partilhada de documentação entre as várias bibliotecas do Agrupamento.

Apoiar todos os utilizadores no acesso e na procura da informação.

A BE alarga os seus objectivos e actividades às restantes escolas do Agrupamento (JI e 1º ciclo).

Gestão da Colecção

Palavras-chave: informação, conhecimento, aprendizagem, flexibilidade, inovação, mudança, criatividade. Boas colecções: melhores competências, melhores resultados; boas colecções de conteúdos digitais…

A colecção é adequada à faixa etária e aos interesses dos alunos.

Os recursos documentais devem ser actualizados com maior regularidade.

Estão a ser estabelecidos contactos no sentido de atender às necessidades dos Departamentos, de acordo com os critérios definidos na Política de Desenvolvimento da Colecção.

Está a verificar-se a degradação e o mau estado de muitos documentos-livro, pelo facto de serem muito manuseados e terem já muito tempo de uso.

Inclusão de recursos online através da página Web da BE e do blog.

2

Conhecimento na área
Escola cognitiva: o professor não pode ser um produtor de informação para uma audiência passiva.

Biblioteca escolar

A BE como espaço de conhecimento e aprendizagem. Trabalho colaborativo e articulado com Departamentos e docentes.

BE – centro de
aprendizagem, confluência entre informação e tecnologia; apoio ao acesso, localização; articulação com departamentos, professores e alunos na planificação das próprias unidades curriculares/ colaboração. Actividades de animação e promoção da leitura – contínuo desenvolvimento do domínio de competências de literacia (gostos, interesses, interacção social com o exterior, níveis sociais, …).

A biblioteca programa com os docentes o apoio às A. Projecto, E.A., F.C. e apoio ao estudo. A equipa da BE auxilia no acompanhamento de turmas/grupos de alunos em trabalho orientado na BE.

Há ainda um número significativo de professores que não utilizam a Biblioteca no âmbito da sua actividade lectiva.

Apresentar aos docentes sugestões de trabalho conjunto em torno do tratamento de diferentes unidades de ensino ou temas.

A BE é ainda utilizada em actividades de substituição, sem prévia planificação e agendamento.

Colaborar no planeamento e realização de actividades de substituição.

Formação para a leitura e para as literacias

A BE desenvolve de forma sistemática actividades no âmbito da promoção da leitura e promove eventos que aproximem os alunos dos livros e de outros materiais que incentivem o gosto pela leitura.

O trabalho articulado com todos os departamentos, no sentido de desenvolver projectos e actividades que incentivem a leitura informativa.

Reforçar o trabalho articulado com os departamentos e estimular a abertura a projectos.

Crianças e jovens utilizadores da BE devem ser estimulados a partilhar os seus gostos e preferências.

Fazer com que o espaço da BE seja um lugar onde os alunos gostem de estar e se transformem em verdadeiros leitores.

3

Conhecimento na área

Biblioteca escolar Os PBs devem estimular a pesquisa de informação, permitindo aos alunos interacção e utilização da informação no processo de construção do conhecimento. Os profissionais afectos à BE devem procurar novas experiências de aprendizagem com vista ao sucesso destes alunos.

BE e os novos ambientes digitais.

A equipa da BE apoia os Sociedade digital: utilizadores na selecção e formatos multimédia, literacia utilização de digital – e-competências. recursos digitais, em colaboração com os docentes. Análise constante das práticas/ realidade; necessidade de feedback/ grau de satisfação – autocorrecção, como melhorar.

O acompanhamento dos trabalhos escolares dos alunos.

Incentivar os professores em geral a utilizarem as TIC no processo de ensino e aprendizagem.

Apoiar a aprendizagem colaborativa onde alunos, professores e comunidade são todos interessados.

Gestão de evidências/ avaliação.

A equipa da BE aposta numa atitude de aprendizagem contínua e cooperação.

Fracas expectativas dos alunos em relação ao estudo, facto que está associado ao território em que se insere o Agrupamento (TEIP).

A BE pode ser um pólo interessantíssimo para que estas crianças e jovens de meios desfavorecidos cresçam, se valorizem e ultrapassem os seus handicaps.

Incrementar um ambiente de confiança, assente em valores de cooperação e responsabilidade.

4

Conhecimento na área Gestão da mudança SÍNTESE Avaliação, gestão e mudança são conceitos que apontam para diferentes dimensões implicadas nas nossas práticas. Há factores internos e, simultaneamente, factores externos que temos que ter em conta quando pensamos o trabalho na biblioteca, num compromisso de fazer a diferença através da acção. Sentir a BE como um contributo essencial para o sucesso educativo dos alunos. Acompanhar a evolução do paradigma tecnológico. Factores de sucesso

Biblioteca escolar Obstáculos a vencer Acções prioritárias

Redefinição dos contextos de trabalho e de prestação de serviços.

Fazer entender que a BE cumpre objectivos inerentes à dinâmica da própria Escola, numa perspectiva prospectiva e pró-actva.

Gerir o trabalho da BE de forma a apoiar o desenvolvimento e o crescimento das crianças e dos jovens num contexto de cooperação, autonomia e responsabilidade.

5

6

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful