Você está na página 1de 8

Conhecimento na área Biblioteca Escolar EB1 nº 2 e nº 3 de Montemor -o- Novo

Desafios.
Aspectos críticos que a Literatura
Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças Acções
identifica
a implementar

Destaca o papel educacional do professor Formação Dividir-me entre Ter um papel cada Não dar Investir em
Competências
do professor bibliotecário: três espaços vez mais activo no continuidade ao formação
bibliotecário Experiência diferentes 1/alunos desenvolvimento trabalho por o especializada:
criar um ambiente de conhecimento da profissional de três escolas das literacias nos destacamento “Bibliotecas
informação para a aprendizagem; na nossos alunos (anual) não ser Escolares”
construção de conhecimento para a Horário revalidado
produção de saberes
Sem outras funções Através desta e
promover a articulação curricular da BE na escola outras formações
com as estruturas pedagógicas e os adquirir mais
professores Espírito de trabalho competências
em equipa
desenvolver as multiliteracias colaborativo,
conhecimento do
criar parcerias agrupamento e da
comunidade
capacidade de liderança

1
Biblioteca Escolar da EB1 nº 2
Biblioteca Escolar da EB1 nº 3
Biblioteca Escolar da Escola Básica 2, 3 São João de Deus de Montemor-o-Novo – alunos da EB nº 1 (três turmas)

1
Conhecimento na área Biblioteca Escolar EB1 nº 2 e nº 3 de Montemor -o- Novo

Desafios.
Aspectos críticos que a Literatura
Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças Acções
identifica
a implementar

Horário Melhorar a
Base de dados nossa base de
Privilegia a articulação da BE Flexibilidade no não está dados,
com o Agrupamento; acesso dos completa na BE A BE da escola disponibilizá-la
a colecção deverá ser planificada recursos e do nº 2 e em ambas EB1 nº 3 poderá online
de acordo com as necessidades espaço pelos as BE não há mudar de local
curriculares e de informação dos professores catálogos devido a obras Adequar cada
utilizadores titulares, online. vez mais a
professores das Cruzar-me com colecção e os
Investir no alargamento da AEC, limitações recursos
colecção aos recursos digitais professores de económicas que tecnológicos
Organização online apoio e não permitam a
e gestão da Associação de adequação da Organizar no
BE Pais e colecção e dos espaço a
Grandes oportunidades no Encarregados de Não temos o equipamentos às colecção pela
compromisso de parcerias Educação apoio de um necessidades. CDU 2
estratégicas auxiliar de
Gestão da Há tempos acção educativa Relembrar a
colecção São necessárias condições próprios para necessidade de
humanas e matérias para a usar o espaço e guarnecer a
prestação dos serviços os recursos equipa com
livremente novos recursos
humanos

2
A colecção foi tratada pelo técnicos da Biblioteca Almeida Faria de Montemor-o-Novo de acordo com a regra da CDU no programa Docbase ( versão 4.0)

2
Conhecimento na área Biblioteca Escolar EB1 nº 2 e nº 3 de Montemor -o- Novo

Desafios.
Aspectos críticos que a Literatura
Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças Acções
identifica
a implementar

Trabalho e
serviços
colaborativos na
organização e na
Organização gestão pela
e gestão da equipa dos
BE professores
bibliotecários e
técnicos da
biblioteca
Gestão da pública, câmara
colecção e juntas.

Apoio da
coordenadora
concelhia

3
Conhecimento na área Biblioteca Escolar EB1 nº 2 e nº 3 de Montemor -o- Novo

Desafios.
Aspectos críticos que a Literatura
Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças Acções
identifica
a implementar

A BE promove a
A BE como A BE tem hoje um novo difusão de
espaço de significado - lugar de documentação Reforçar cada
conhecimento e aprendizagem -; a BE está no através do jornal vez mais os
aprendizagem. centro das aprendizagens e da escola, nossos pontos
da construção do folhetos, sítio fortes.
Trabalho conhecimento; /página web da
colaborativo e BE e há turmas
articulado com A BE tem um papel: que têm blog de
Departamentos informacional, turma onde
e docentes. transformativo e formativo publicam notícias
sobre o que fazem
A BE como um todo tem que na BE
integrar: conteúdos, semanalmente.
administração/gestão,
ambientes virtuais de A BE tem um
aprendizagem e currículo programa
formativo
permanente com
substância
articulado com as
estruturas
pedagógicas,
docentes e
parceiros.

4
Conhecimento na área Biblioteca Escolar EB1 nº 2 e nº 3 de Montemor -o- Novo

Desafios.
Aspectos críticos que a Literatura
Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças Acções
identifica
a implementar

Promoção da leitura
de forma permanente
e o mais Só com a ajuda Dar continuidade Nem todas as Dar
A BE tem m papel importante nas precocemente através dos parceiros, aos projectos famílias cooperam continuidade à
atitudes e competências dos alunos da articulação nomeadamente a colaborativos com na formação para a promoção
no âmbito da leitura e das literacias curricular, parcerias, biblioteca os parceiros leitura e para as permanente da
actividades de apoio pública é literacias leitura
educativo e apoio às possível desresponsabilizam
Formação A BE tem m papel importante no actividades de acompanhar os -se colocando a
para a leitura desenvolvimento das competências enriquecimento alunos do pré- tónica na escola. Dinamizar a
e para as tecnológicas e de informação dos curricular e de -escolar devido promoção da
literacias alunos actividades livres e ao número leitura desde a
de apoio à elevado de primeira
comunidade alunos versus infância
número de
Promoção do professores
desenvolvimento das bibliotecários.
multiliteracias

Estímulo à
participação e
mobilização dos pais
e encarregados de
educação
Abertura da BE à
comunidade

5
Conhecimento na área Biblioteca Escolar EB1 nº 2 e nº 3 de Montemor -o- Novo

Desafios.
Aspectos críticos que a Literatura
Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças Acções
identifica
a implementar

Participar em
projectos Usar os
multimédia computadores
dinamizados por portáteis dos
outros parceiros alunos
locais (Magalhães)

De acordo com o Plano Área Não tenho


Tecnológico da Educação a BE multimédia com quadro
tem de organizar a informação internet interactivo Aumentar o
BE e os digital e criar ambientes virtuais de acessível aos número de
novos aprendizagem alunos O número de postos
ambientes computadores é multimédia e de
digitais Adequar a resposta das TIC ao Documentos insuficiente documentos
trabalho e aos novos desafios da informáticos e informáticos e
BE digitais Tenho que digitais
transportar da
escola sede o Adquirir quadro
vídeo - projector interactivo

6
Conhecimento na área Biblioteca Escolar EB1 nº 2 e nº 3 de Montemor -o- Novo

Desafios.
Aspectos críticos que a Literatura
Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças Acções
identifica
a implementar

A avaliação é um instrumento de
regulação e de melhoria contínua

Avaliar é um processo de auto- Há instrumentos As BE ainda não Aplicar o novo O modelo de Usar
-responsabilização do C de regulação: foram avaliadas modelo de avaliação não estrategicamente
Executivo/Estruturas estatísticas, de acordo com o avaliação ser bem aceite, os resultados da
Pedagógicas/Professores e outros e inquéritos de novo modelo de nomeadamente avaliação;
a BE. satisfação, auto - avaliação na recolha dos promover um
relatórios de dados e no esforço maior
Melhores resultados quanto maior actividades, empenho em para onde há
Gestão de for a articulação da BE com o actas de reunião aplicar novas pior
evidências/ Agrupamento e quanto maior é a e balanço destas, políticas desempenho
avaliação. valorização da BE pelos órgãos de entre outros; dirigidas à BE
gestão e de decisão pedagógica
são definidas
estratégias de
melhoramento
de acordo com
os resultados

7
Gestão da mudança Factores de sucesso Obstáculos a vencer Acções prioritárias
SÍNTESE

Dar continuidade ao trabalho A cooperação dos professores Ultrapassar os constrangimentos Aplicar o novo modelo de auto-
privilegiado em equipa: titulares de turma na definição dos que possam existir na aplicação - avaliação e usar
professores bibliotecários, objectivos da BE; envolvimento do novo modelo de auto-avaliação estrategicamente a informação
professores titulares, órgão de destes em todas as actividades para accionar estratégias de
gestão e de estrutura pedagógica propostas pela BE – trabalho remediação e assim melhorar as
do agrupamento, parceiros, pais e colaborativo – articulação políticas dirigidas à BE
encarregados de educação.
A BE colabora com o Conselho Organizar a colecção no espaço de
de Docentes no sentido de acordo com a CDU
conhecer os diferentes currículos
Aplicar o novo modelo de e programas de estudo e de se Alargar o apoio ao ensino pré-
avaliação; analisar criticamente os integrar nas suas planificações, -escolar
seus resultados e accionar actividades, estratégias e recursos
medidas de melhoria Guarnecer a equipa com um maior
A utilização da BE é nalguns número de recursos humanos
casos rentabilizada pelos docentes qualificados
no âmbito da actividade lectiva
Apetrechar a BE com novos
Os acordos com os parceiros que recursos
nos permite ter uma oferta
permanente de actividades que
vão ao encontro dos objectivos da
BE, que por sua vez estão em
sintonia com o projecto educativo
da escola.