Você está na página 1de 14

Actividade desenvolvida pela BE de 5 escolas tendo como referência o relatório da IGE

Avaliação por Factor e por Escola nos Cinco Domínios previstos pelo Quadro de Referência para a Avaliação de
Escolas e Agrupamentos

O presente trabalho teve por base a análise de cinco relatórios IGE relativos à Avaliação Externa de cinco
Agrupamentos de escolas no que se refere ao desempenho das suas Bibliotecas Escolares, nos anos de 2009 e 2008.
O critério que presidiu à selecção dos primeiros quatro Agrupamentos foi, tão só, o de estarem localizados em
zonas do país que bem conheço, por laços familiares que a elas me prendem, sendo pois, natural, a curiosidade
técnica relativamente ao desempenho das suas Bibliotecas Escolares.
O último Agrupamento é aquele onde lecciono há oito anos e ao quadro da qual pertenço, desempenhando
actualmente, o cargo de Professora Bibliotecária.
Foram analisados os relatórios na vertente Biblioteca Escolar/Plano Nacional de Leitura, abordando factores
directamente ligados às mesmas.

Escolas
1. Resultados
Escola #1 – Agrupamento Escola #2 – Escola #3 – Escola #4 - Agrupamento de Escola #5 - Agrupamento de
Domínios de Escolas de Santa Maria Agrupamento de Escolas de Agrupamento de Escolas de Escolas de Arraiolos Escolas do Bairro Padre Cruz
dos Olivais – Lisboa (2009) Azambuja com JI (2009) Castanheira de Pêra (2009) (2008) (2008)
1.1 Sucesso  A BE, pelas várias acções  (…) aplicação do Plano  Os resultados
Académico que desenvolve, Nacional de Leitura com académicos obtidos nos
desempenha um papel um formador residente na diferentes níveis de ensino
importante na promoção língua materna; devem-se em grande
do sucesso educativo parte às características
(pg. 5); sociais, económicas e
 A reflexão sobre o sucesso culturais da comunidade
(sem referência directas à (sem referência directas à
académico esteve na local de onde provém a
área BE) área BE)
origem da adopção de população escolar. Por
algumas iniciativas de isso o Agrupamento
melhoria para áreas onde aderiu (…) ao Plano
se regista maior insucesso Nacional de Leitura (pg.
(…p. ex. adesão (…) ao 4);
Plano Nacional de  O Agrupamento no
Leitura) (pg. 6). sentido de desenvolver

1
estratégias e
metodologias para
melhorar as
aprendizagens aderiu,
nomeadamente (…), ao
Plano Nacional de Leitura
(pg.6)

 Projectos/ programas
como (…) o Plano
Nacional de Leitura (…) a
Rede de Bibliotecas
Escolares (…) envolvem
um número elevado de
recursos e começam já a
ter indicadores da sua
eficácia em termos de
sucesso educativo (pg. 9).

1.2 Participação e
desenvolvimento
cívico (sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à
área BE) área BE) área BE) área BE) área BE)

1.3
Comportamento e
disciplina (sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à
área BE) área BE) área BE) área BE) área BE)

1.4 Valorização e  O Agrupamento aderiu ao  A BE, pelas várias acções  Projectos/programas


impacto das PNL e integra a RBE (pp.6- que desenvolve, como (…) o Plano
aprendizagens 7) desempenha um papel Nacional de Leitura (…) a
importante na promoção Rede de Bibliotecas
(sem referência directas à do sucesso educativo (sem referência directas à Escolares (…) envolvem
área BE) (pg. 5) área BE) um número elevado de
recursos e começam já a
ter indicadores da sua
eficácia em termos de
sucesso educativo (pg. 9)
1.

2
Escolas
2. Prestação de Serviço Educativo
Escola #1 – Agrupamento Escola #2 – Escola #3 – Escola #4 - Agrupamento de Escola #5 - Agrupamento de
Domínios……………. de Escolas de Santa Maria Agrupamento de Escolas de Agrupamento de Escolas de Escolas de Arraiolos Escolas do Bairro Padre Cruz
dos Olivais – Lisboa (2009) Azambuja com JI (2009) Castanheira de Pêra (2009) (2008) (2008)
2.1 Articulação e  Os projectos decorrentes  A Área Curricular Não
Sequencialidade da dinamização da BE Disciplinar de Área de
assumem uma dimensão Projecto, nos 5º e 6º anos,
privilegiada de foi destinada ao
(sem referência directas à (sem referência directas à transversalidade (pg. 4); (sem referência directas à desenvolvimento de
área BE) área BE)  As acções ligadas à área BE) actividades no âmbito do
dinamização da BE PNL (pg. 10).
fomentam a
transversalidade nos
vários ciclos (pg. 8).
2.2 Acompa
nhamento da
Prática Lectiva
em Sala de Aula (sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à
área BE) área BE) área BE) área BE) área BE)

2.3  (…) A Biblioteca com  Projectos/programas


Diferenciação e espaços de cinemateca como (…) o Plano
Apoios e de audioteca (pg. 3); Nacional de Leitura (…) a
 Nas salas específicas (…) - Rede de Bibliotecas
Biblioteca – os alunos são Escolares (…) envolvem
acompanhados e um número elevado de
apoiados pelos recursos e começam já a
professores e auxiliares de ter indicadores da sua
(sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à acção educativa afectos eficácia em termos de
área BE) área BE) área BE) a esses espaços (pg.9); sucesso educativo (pg. 9).
 Para colmatar as
barreiras arquitectónicas
foram instalados
elevadores que
possibilitam a circulação
autónoma dos alunos
portadores de deficiência
motora (pg.9).

3
2.4  A BE, pelas várias acções  (…) A Biblioteca com  A oferta curricular
Abrangência do que desenvolve, espaços de cinemateca começa a ser
Currículo e desempenha um papel e de audioteca (pg. 3). diversificada (…) com
Valorização dos importante na promoção docentes e alunos muto
Saberes e da do sucesso educativo empenhados (…), (pg.9);
Aprendizagem (pg. 5);
 A BE organiza actividades  Projectos/programas
diversificadas, integradas como (…) o Plano
em projectos com Nacional de Leitura (…) a
particular destaque para Rede de Bibliotecas
(sem referência directas à (sem referência directas à a leitura, promove Escolares (…) envolvem
área BE) área BE) concursos em parceria um número elevado de
com o Departamento de recursos e começam já a
Línguas (Concurso ter indicadores da sua
Nacional de Leitura, eficácia em termos de
Concurso Epistolar dos sucesso educativo (pg. 9).
CTT e Concurso Termina o
Conto…) e dinamiza
acções no âmbito da
comemoração de
efemérides (pg.11).

4
Escolas
3.Organização e Gestão Escolar
Escola #1 – Agrupamento Escola #2 – Escola #3 – Escola #4 - Agrupamento de Escola #5 - Agrupamento de
Domínios de Escolas de Santa Maria Agrupamento de Escolas de Agrupamento de Escolas de Escolas de Arraiolos Escolas do Bairro Padre Cruz
dos Olivais – Lisboa (2009) Azambuja com JI (2009) Castanheira de Pêra (2009) (2008) (2008)
3.1 Concepção,  A BE, integrada na RBE não  (…) A Biblioteca com  O Agrupamento no
planeamento e apresenta acessibilidade a espaços de cinemateca sentido de desenvolver
desenvolvimento portadores de mobilidade e de audioteca (pg. 3); estratégias e
da actividade condicionada (pg. 1);  Dispondo de uma acervo metodologias para
 A BE, pelas várias acções documental/multimédia melhorar as
que desenvolve, bastante diversificado, o aprendizagens aderiu,
desempenha um papel horário de nomeadamente (…), ao
importante na promoção funcionamento, pelas Plano Nacional de Leitura
do sucesso educativo (pg. 9h45 e o encerramento (pg.6).
5). durante o período de
almoço. Inviabiliza a
utilização deste recurso
(sem referência directas à (sem referência directas à
pelos alunos
área BE) área BE)
transportados que
chegam à escola, cerca
das 8 horas (pg.9);
 Para colmatar as
barreiras arquitectónicas
foram instalados
elevadores que
possibilitam a circulação
autónoma dos alunos
portadores de deficiência
motora (pg.9).

5
3.2-Gestão de  A BE do 1º CEB -Azambuja  A formação tem incidido  A Educação Pré-Escolar  A oferta curricular começa
Recursos não é praticamente (…) na animação de e o 1º CEB possuem uma a ser diversificada (…) com
Humanos utilizada (pg.4); bibliotecas (pg.10). Biblioteca/Centro de docentes e alunos muto
 Foi disponibilizada Recursos a funcionar na empenhados (…), (pg.9).
formação na área das BE EB1 de Arraiolos (pg.3);
pelo Centro de Formação  Dispondo de uma acervo
da Associação de Escolas documental/multimédia
da Lezíria e Oeste (pg.9), bastante diversificado, o
frequentadas horário de
nomeadamente pelo funcionamento, pelas
pessoal auxiliar (pg.9). 9h45 e o encerramento
durante o período de
(sem referência directas à
almoço. Inviabiliza a
área BE)
utilização deste recurso
pelos alunos
transportados que
chegam à escola, cerca
das 8 horas (pg.9);
 Nas salas específicas (…) -
Biblioteca – os alunos são
acompanhados e
apoiados pelos
professores e auxiliares de
acção educativa afectos
a esses espaços (pg.9).

6
3.3  A BE do 1º CEB -Azambuja  A BE, integrada na RBE não  A Educação Pré-Escolar e  Os espaços cobertos
Gestão de não é praticamente apresenta acessibilidade a o 1º CEB possuem uma integram (…) Biblioteca
Recursos utilizada (pg.4 e pg.9); portadores de mobilidade Biblioteca/Centro de Escolar/Centro de
Materiais e  Os equipamentos e o condicionada (pg. 1); Recursos a funcionar na Recursos Educativos
Financeiros acervo documental das BE  A BE organiza actividades EB1 de Arraiolos (pg.3); dotado de um moderno
das escolas do 1º CEB e diversificadas, integradas  (…) A Biblioteca com equipamento mobiliário
Escola Sede, que integram em projectos com espaços de cinemateca (pg3,);
a RBE, são suficientes e particular destaque para a e de audioteca (pg. 3);
diversificados (pg. 9). leitura, promove concursos  A BE ocupa uma área  Na escola sede (…) a
em parceria com o significativa e a sua Biblioteca Escolar/ Centro
Departamento de Línguas organização permite o de Recursos Educativos
(Concurso Nacional de visionamento de vídeos, a são espaços modernos e
Leitura, Concurso Epistolar pesquisa, a leitura e a encontram-se
dos CTT e Concurso realização de trabalhos devidamente equipados
Termina o Conto…) e (pg.9); (pg.9).
dinamiza acções no  Dispondo de uma acervo
âmbito da comemoração documental/multimédia
de efemérides (pg.11); bastante diversificado, o
 (A BE) promove acções horário de
em colaboração com a funcionamento, pelas
Comunidade Local: “Hora 9h45 e o encerramento
do Conto” (com a durante o período de
(sem referência directas à
apresentação de almoço. Inviabiliza a
área BE)
dramatizações e poesia), utilização deste recurso
“Histórias e Habilidades das pelos alunos
Avós” (com a transportados que
colaboração dos utentes chegam à escola, cerca
do Centro das 8 horas (pg.9);
Comunitário de  Nas salas específicas (…) -
Castanheira de Pêra (pg. Biblioteca – os alunos são
11); acompanhados e
 É efectuada a apoiados pelos
monitorização da professores e auxiliares de
utilização da BE, acção educativa afectos
registando-se as a esses espaços (pg.9);
requisições presenciais e  Para colmatar as
domiciliárias (pg. 11); barreiras arquitectónicas
 A Assembleia pronunciou- foram instalados
se sobre a elaboração do elevadores que
orçamento, tendo possibilitam a circulação
indicado, como áreas autónoma dos alunos
prioritárias (…) o portadores de deficiência
apetrechamento da BE motora (pg.9).
(pg.11).

7
3.4 Participação  A BE organiza actividades
dos pais e outros diversificadas, integradas
elementos da em projectos com
comunidade particular destaque para a
educativa leitura, promove concursos
em parceria com o
Departamento de Línguas
(Concurso Nacional de
Leitura, Concurso Epistolar
dos CTT e Concurso
Termina o Conto…) e
dinamiza acções no
âmbito da comemoração
de efemérides (pg.11);
 (A BE) promove acções
em colaboração com a
Comunidade Local: “Hora
do Conto” (com a
apresentação de
dramatizações e poesia),
“Histórias e Habilidades das
Avós” (com a
colaboração dos utentes
do Centro
Comunitário de
Castanheira de Pêra (pg.
11);
 A Assembleia pronunciou-
se sobre a elaboração do
orçamento, tendo
indicado, como áreas
prioritárias (…) o
apetrechamento da BE
(pg.11);
 Existem algumas iniciativas
que fomentam o
envolvimento da
Comunidade Educativa,
salientando-se as
(sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à
dinamizadas pela BE
área BE) área BE) área BE) área BE)
(pg.11);
 O envolvimento em
projectos nacionais
proporciona aos alunos
oportunidades
diversificadas de
aprendizagem. Relevam- 8
se (…) a
operacionalização de
acções de leitura através
de materiais do PNL /em
3.5 Equidade e  Nas salas específicas (…) -
Justiça Biblioteca – os alunos são
acompanhados e
apoiados pelos
professores e auxiliares de
acção educativa afectos
a esses espaços (pg.9);
(sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à
 Para colmatar as
área BE) área BE) área BE) área BE)
barreiras arquitectónicas
foram instalados
elevadores que
possibilitam a circulação
autónoma dos alunos
portadores de deficiência
motora (pg.9).

4. Liderança
Escolas
Escola #1 – Agrupamento de Escola #2 – Escola #3 – Escola #4 - Agrupamento de Escola #5 - Agrupamento de
Domínios Escolas de Santa Maria dos Agrupamento de Escolas de Agrupamento de Escolas de Escolas de Arraiolos Escolas do Bairro Padre Cruz
Olivais – Lisboa (2009) Azambuja com JI (2009) Castanheira de Pêra (2009) (2008) (2008)
4.1 Visão e  A Assembleia pronunciou-  Para colmatar as barreiras  O Agrupamento no
Estratégia se sobre a elaboração do arquitectónicas foram sentido de desenvolver
orçamento, tendo instalados elevadores que estratégias e
indicado, como áreas possibilitam a circulação metodologias para
(sem referência directas à (sem referência directas à prioritárias (…) o autónoma dos alunos melhorar as
área BE) área BE) apetrechamento da BE portadores de deficiência aprendizagens aderiu,
(pg.11). motora (pg.9). nomeadamente (…), ao
Plano Nacional de Leitura
(pg.6).

9
4.2 Motivação  A acção do CE reflecte-se  A Assembleia pronunciou-  O Agrupamento no
e Empenho muito positivamente na se sobre a elaboração do sentido de desenvolver
organização e orçamento, tendo estratégias e
funcionamento do indicado, como áreas metodologias para
(sem referência directas à Agrupamento (também no prioritárias (…) o (sem referência directas à melhorar as
área BE) que refere ás BE) pg. 9. apetrechamento da BE área BE) aprendizagens aderiu,
(pg.11). nomeadamente (…), ao
Plano Nacional de Leitura
(pg.6).

4.3Abertura à  Os espaços cobertos


Inovação integram (…) Biblioteca
Escolar/Centro de Recursos
Educativos dotado de um
moderno equipamento
mobiliário (pg3,);
(sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à (sem referência directas à
 Na escola sede (…) a
área BE) área BE) área BE) área BE)
Biblioteca Escolar/ Centro
de Recursos Educativos
são espaços modernos e
encontram-se
devidamente equipados
(pg.9).

10
4.4 Parcerias.  Não é evidente que o  A BE organiza actividades  O Plano Nacional de  O Agrupamento no sentido
Protocolos e PNL tenha contribuído diversificadas, integradas Leitura está a ser de desenvolver estratégias
Projectos para o serviço educativo em projectos com implementado na e metodologias para
nestes domínios (pg.11) / particular destaque para a Biblioteca do 1º CEB e na melhorar as aprendizagens
O Agrupamento integrou leitura, promove concursos escola Sede com aderiu, nomeadamente
recentemente a RBE em parceria com o promoção de hábitos de (…), ao Plano Nacional de
(pg.11). Departamento de Línguas leitura (pg.11). Leitura (pg.6);
(Concurso Nacional de 
Leitura, Concurso Epistolar  Projectos/programas como
dos CTT e Concurso (…) o Plano Nacional de
Termina o Conto…) e Leitura (…) a Rede de
dinamiza acções no Bibliotecas Escolares (…)
âmbito da comemoração envolvem um número
de efemérides (pg.11); elevado de recursos e
 (A BE) promove acções em começam já a ter
colaboração com a indicadores da sua
Comunidade Local: “Hora eficácia em termos de
do Conto” (com a sucesso educativo (pg. 9).
apresentação de
dramatizações e poesia),
(sem referências directas à
“Histórias e Habilidades das
área BE)
Avós” (com a colaboração
dos utentes do Centro
Comunitário de
Castanheira de Pêra (pg.
11);
 O envolvimento em
projectos nacionais
proporciona aos alunos
oportunidades
diversificadas de
aprendizagem. Relevam-se
(…) a operacionalização
de acções de leitura
através de materiais do
PNL /em parceria com as
Bibliotecas Municipais de
Castanheira de Pêra e de
Figueiró dos Vinhos (…),
(pg. 12).

11
5. Capacidade de Auto-Regulação e Melhoria da Escola
Escolas
Escola #1 – Agrupamento Escola #2 – Escola #3 – Escola #4 - Agrupamento de Escola #5 - Agrupamento de
Domínios de Escolas de Santa Maria Agrupamento de Escolas de Agrupamento de Escolas de Escolas de Arraiolos Escolas do Bairro Padre Cruz
dos Olivais – Lisboa (2009) Azambuja com JI (2009) Castanheira de Pêra (2009) (2008) (2008)
5.1 Auto-  É efectuada a
Avaliação monitorização da
utilização da BE,
registando-se as
requisições presenciais e
domiciliárias (pg. 11);
(sem referência directas à (sem referência directas à  As actividades levadas a (sem referência directas à (sem referência directas à
área BE) área BE) cabo no âmbito (…) da BE área BE) área BE)
são avaliadas através de
relatórios apresentados ao
Conselho Pedagógico e
ao Conselho geral
Transitório… (pg. 13)

5.2  A Assembleia pronunciou-


Sustentabilida se sobre a elaboração do
de do orçamento, tendo
Progresso. indicado, como áreas
prioritárias (…) o
(sem referência directas à (sem referência directas à apetrechamento da BE (sem referência directas à (sem referência directas à
área BE) área BE) (pg.11) área BE) área BE)

12
Quadre Síntese da Avaliação Externa IGE por Domínio
Escolas Escola #1 – Escola #2 – Escola #3 – Escola #4 - Escola #5 -
em análise Agrupamento de Agrupamento de Agrupamento de Agrupamento de Agrupamento de
Avaliação Escolas de Santa Escolas de Escolas de Escolas de Arraiolos Escolas do Bairro
IGE Maria dos Olivais – Azambuja com JI Castanheira de (2008) Padre Cruz (2008)
por Domínio
Lisboa (2009) (2009) Pêra (2009)
1. Resultados
SUFICIENTE BOM SUFICIENTE BOM SUFICIENTE

2. Prestação do
Serviço Educativo SUFICIENTE BOM BOM SUFICIENTE BOM

3. Organização e
Gestão Escolar SUFICIENTE MUITO BOM BOM BOM BOM

4. Liderança
SUFICIENTE MUITO BOM SUFICIENTE BOM MUITO BOM

5. Capacidade de
Auto-Regulação e
SUFICIENTE SUFICIENTE SUFICIENTE SUFICIENTE SUFICIENTE
Melhoria da Escola

13
Conclusões:

De acordo com o levantamento realizado, podermos retirar as seguintes breves conclusões:

 De um modo global podem considerar-se escassas as referências à Biblioteca Escolar e ao seu desempenho;
 Relativamente aos subdomínios 1.2 Participação e desenvolvimento cívico, 1.3 Comportamento e disciplina e 2.2
Acompanhamento da Prática Lectiva em Sala de Aula, não foram encontradas quaisquer referências directas nos
referidos relatórios;
 Referências aos subdomínios: 3.4 Participação dos pais e outros elementos da comunidade educativa, 3.5 Equidade
e Justiça, 4.3Abertura à Inovação, 5.1 Auto-Avaliação e 5.2 Sustentabilidade do Progresso, surgem apenas em
relatórios de três escolas;
 Os Subdomínios que apresentam maior número de referências são: 3.2 Gestão de Recursos Humanos, 3.3 Gestão de
Recursos Materiais e Financeiros, e 4.4 Parcerias. Protocolos e Projectos, todos eles referidos por 4 Agrupamentos;
 Nenhum dos subdomínios é alvo de referência concomitantemente nos 5 Agrupamentos em análise;
 De um modo geral a avaliação IGE atribuída a cada domínio de avaliação, não corresponde, de modo visível, à
essência do desempenho da BE no que toca às referências encontradas nos relatórios analisados.

Paula Coelho Pais


Professora Bibliotecária
Agrupamento de Escolas do Bairro Padre Cruz
14