Você está na página 1de 1

Sinais de Alerta Perturbação de Défice de Atenção / Hiperatividade

Sinais de Alerta Perturbação de Défice de Atenção / Hiperatividade
Sinais de Alerta Perturbação de Défice de Atenção / Hiperatividade

phda@cadin.net

Perturbação de Défice de Atenção/ Hiperatividade (PHDA)
Perturbação de Défice de Atenção/ Hiperatividade (PHDA)

Perturbação neurocomportamental, crónica, que evolui ao longo da vida, com etiologia diversa (fatores genéticos, biológicos, ambientais). Prevalência de 3% a 7% na população infantil onde 30% a 50% progridem para a idade adulta. Caraterizada por um défice ao nível das funções executivas, funções estas que permitem uma adequada resolução de problemas ou que facilitam os processos de tomada de decisão, associadas à memória de trabalho, capacidade de adiamento da resposta, de planeamento e processamento simultâneo.

Caraterísticas Primárias
Caraterísticas Primárias

Desatenção Dificuldade em selecionar o estímulo principal ignorando os restantes Iniciar e terminar tarefas que exijam esforço mental prolongado Dificuldades de organização e planeamento Parece não ouvir o que é dito

Impulsividade Respostas desajustadas Dificuldade em adiar a resposta e o reforço Dificuldades de inibição do comportamento Dificuldade em antecipar consequências

Agitação Motora Irrequietude motora/ Agitação constante Dificuldade em permanecer sentado Tendência para falar de forma rápida e excessiva Agitação mental incessante (mais visível na adolescência e idade adulta)

Sinais de Alerta
Sinais de Alerta

Os sinais de alerta aqui enumerados não têm, por si só, carácter diagnóstico mas, se presentes e persistentes ao longo do tempo, remetem para a necessidade de avaliação especializada

 

CASA

CASA Realização de birras intensas mas pouca duração Necessidade de supervisão constante

Realização de birras intensas mas pouca duração Necessidade de supervisão constante

CASA Realização de birras intensas mas pouca duração Necessidade de supervisão constante

Idade Pré-escolar

ESCOLA

Dificilmente supervisionadas nas salas Dificuldade em esperar pela sua vezESCOLA ESCOLA

CRIANÇA

CRIANÇA Dificuldade ao nível do autocontrolo Atitudes agressivas com outras crianças Dificuldade em partilhar e em

Dificuldade ao nível do autocontrolo Atitudes agressivas com outras crianças Dificuldade em partilhar e em brincar de forma cooperativa Baixa tolerância à frustração/ “não aceita perder” Tendência para culpabilizar os outros das suas atitudes/comportamentos Não têm noção do perigo Nível elevado de atividade motora Temperamento explosivo

das suas atitudes/comportamentos Não têm noção do perigo Nível elevado de atividade motora Temperamento explosivo
das suas atitudes/comportamentos Não têm noção do perigo Nível elevado de atividade motora Temperamento explosivo
das suas atitudes/comportamentos Não têm noção do perigo Nível elevado de atividade motora Temperamento explosivo
das suas atitudes/comportamentos Não têm noção do perigo Nível elevado de atividade motora Temperamento explosivo
das suas atitudes/comportamentos Não têm noção do perigo Nível elevado de atividade motora Temperamento explosivo
das suas atitudes/comportamentos Não têm noção do perigo Nível elevado de atividade motora Temperamento explosivo
das suas atitudes/comportamentos Não têm noção do perigo Nível elevado de atividade motora Temperamento explosivo
 
 

CASA

CASA Não colaboram nas tarefas de casa Necessitam de muita supervisão nas atividades diárias Birras mais

Não colaboram nas tarefas de casa Necessitam de muita supervisão nas atividades diárias Birras mais frequentes do que crianças da mesma idade Quartos, roupeiros… desorganizados

nas atividades diárias Birras mais frequentes do que crianças da mesma idade Quartos, roupeiros… desorganizados
nas atividades diárias Birras mais frequentes do que crianças da mesma idade Quartos, roupeiros… desorganizados
nas atividades diárias Birras mais frequentes do que crianças da mesma idade Quartos, roupeiros… desorganizados

ESCOLA

ESCOLA Dificuldade em esperar pela vez , adiar a resposta e gratificação Falar em excesso Levantar-se

Dificuldade em esperar pela vez , adiar a resposta e gratificação Falar em excesso Levantar-se e andar pela sala sem autorização Dificuldade em seguir instruções, persistir nas tarefas e terminá-las Dificuldade em manter a atenção nas tarefas Dificuldade em cooperar ou pedir ajuda Dificuldade em antecipar consequências

em manter a atenção nas tarefas Dificuldade em cooperar ou pedir ajuda Dificuldade em antecipar consequências
em manter a atenção nas tarefas Dificuldade em cooperar ou pedir ajuda Dificuldade em antecipar consequências
em manter a atenção nas tarefas Dificuldade em cooperar ou pedir ajuda Dificuldade em antecipar consequências
em manter a atenção nas tarefas Dificuldade em cooperar ou pedir ajuda Dificuldade em antecipar consequências
em manter a atenção nas tarefas Dificuldade em cooperar ou pedir ajuda Dificuldade em antecipar consequências
em manter a atenção nas tarefas Dificuldade em cooperar ou pedir ajuda Dificuldade em antecipar consequências

Idade Escolar

 

CRIANÇA

CRIANÇA Dificuldade ao nível do autocontrolo Intrusivos na relação com os pares Facilidade em fazer amigos,

Dificuldade ao nível do autocontrolo Intrusivos na relação com os pares Facilidade em fazer amigos, mas dificuldade em mantê-los Sentimentos de incompetência

na relação com os pares Facilidade em fazer amigos, mas dificuldade em mantê-los Sentimentos de incompetência
na relação com os pares Facilidade em fazer amigos, mas dificuldade em mantê-los Sentimentos de incompetência
na relação com os pares Facilidade em fazer amigos, mas dificuldade em mantê-los Sentimentos de incompetência

Bibliografia Recomendada:

Brown TE (editor). Attention-deficit disorders and comorbidities in children, adolescents and adults. Washington, DC:

American Psychiatric Press; 2000; Lopes, J. A. (2003). A Hiperactividade. Coimbra: Quarteto Editora; Parker H., Desordem por Défice de Atenção e Hiperactividade. Um guia para pais, educadores e professores, Porto Editora, 2003; Russell A. Barkley, PhD, Taking Charge of ADHD. The Complete Authoritative Guide for Parents, Revised Edition, The Guilford Press, New York/London, 2000; Taylor, E., Dopfner, M., Seargeant, J., Asherson, P., Banaschewski, T., Buitelaar, J., Coghill, D., Danckaerts, Rothenberger, A., Sonuga-Barke, E., Steinhausen, H. C., & Zuddas, A. (2004). European clinical guidelines for hyperkinetic disorder first upgrade. European Child & Adolescent Psychiatry, 13, 7-30.

 

CASA

CASA Apresentam maiores conflitos na relação pais-filho Dificuldade em gerir e organizar rotinas

Apresentam maiores conflitos na relação pais-filho Dificuldade em gerir e organizar rotinas

CASA Apresentam maiores conflitos na relação pais-filho Dificuldade em gerir e organizar rotinas

ESCOLA

ESCOLA Desmotivação ou fraco empenho nas atividades Dificuldade na construção/ organização de textos ou respostas

Desmotivação ou fraco empenho nas atividades Dificuldade na construção/ organização de textos ou respostas Material sujo/ desleixado Falta de métodos de estudo: planeamento, monitorização e autoavaliação Comete erros por distração

sujo/ desleixado Falta de métodos de estudo: planeamento, monitorização e autoavaliação Comete erros por distração
sujo/ desleixado Falta de métodos de estudo: planeamento, monitorização e autoavaliação Comete erros por distração
sujo/ desleixado Falta de métodos de estudo: planeamento, monitorização e autoavaliação Comete erros por distração
sujo/ desleixado Falta de métodos de estudo: planeamento, monitorização e autoavaliação Comete erros por distração

Adolescência

CRIANÇA

CRIANÇA Oposição e desafio ao adulto Tendência para baixa autoestima Dificuldade no relacionamento social Dificuldade

Oposição e desafio ao adulto Tendência para baixa autoestima Dificuldade no relacionamento social Dificuldade na gestão do dinheiro /semanada Dificuldade no cumprimento de horários/ gestão de tempo Fraca adesão à medicação Tendência para ter experiências de risco Baixa tolerância à frustração/ Temperamento explosivo

à medicação Tendência para ter experiências de risco Baixa tolerância à frustração/ Temperamento explosivo
à medicação Tendência para ter experiências de risco Baixa tolerância à frustração/ Temperamento explosivo
à medicação Tendência para ter experiências de risco Baixa tolerância à frustração/ Temperamento explosivo
à medicação Tendência para ter experiências de risco Baixa tolerância à frustração/ Temperamento explosivo
à medicação Tendência para ter experiências de risco Baixa tolerância à frustração/ Temperamento explosivo
à medicação Tendência para ter experiências de risco Baixa tolerância à frustração/ Temperamento explosivo
à medicação Tendência para ter experiências de risco Baixa tolerância à frustração/ Temperamento explosivo
 
 

CASA/

Baixa tolerância à frustração Frequentes acessos de mau génio Dificuldade em organizar, iniciar e terminar

Baixa tolerância à frustração Frequentes acessos de mau génio Dificuldade em organizar, iniciar e terminar tarefas Parece incapaz de estabelecer prioridades Noção distorcida do tempo Esquece compromissos ou chega atrasado(a) Frequentemente perde objetos (telemóvel, chave de casa ou do carro, chapéu de chuva, pastas) Inicia projetos entusiasticamente mas acaba poucos Dificuldade em manter relações afetivas e empregos estáveis Já foi despedido ou o próprio se despediu várias vezes

Dificuldade em manter relações afetivas e empregos estáveis Já foi despedido ou o próprio se despediu
Dificuldade em manter relações afetivas e empregos estáveis Já foi despedido ou o próprio se despediu
Dificuldade em manter relações afetivas e empregos estáveis Já foi despedido ou o próprio se despediu
Dificuldade em manter relações afetivas e empregos estáveis Já foi despedido ou o próprio se despediu
Dificuldade em manter relações afetivas e empregos estáveis Já foi despedido ou o próprio se despediu
Dificuldade em manter relações afetivas e empregos estáveis Já foi despedido ou o próprio se despediu
Dificuldade em manter relações afetivas e empregos estáveis Já foi despedido ou o próprio se despediu
Dificuldade em manter relações afetivas e empregos estáveis Já foi despedido ou o próprio se despediu
Dificuldade em manter relações afetivas e empregos estáveis Já foi despedido ou o próprio se despediu

TRABA-

LHO

Adultos

 
o próprio se despediu várias vezes TRABA- LHO Adultos   CENTRO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INFANTIL

CENTRO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INFANTIL