Você está na página 1de 2

1/10/2014

67.(CESGRANRIO – PETROBRAS– ADMINISTRADOR/2012) | Administração Comentada

Numa certa empresa com 300 funcionários, fez-se uma pesquisa de salários, obtendo-se as seguintes medidas

estatísticas:

• Média = R$ 4.200,00

• Desvio padrão = R$ 840,00

Depois da pesquisa, todos os funcionários receberam um reajuste salarial de 5% mais um bônus de R$ 490,00 por

participação nos lucros da empresa.

A razão entre o novo coeficiente de variação e o coeficiente de variação anterior dos salários dessa empresa é dada por

(A) 0,05 (B) 0,9 (C) 1 (D) 1,17 (E) 1,4

COMENTÁRIO

Para essa questão, vou usar a explicação da colega Pâmella na questão 37 da Transpetro 2011.

Explicação Pâmella

As medidas estatísticas podem ser divididas em 2 grupos (Medidas de Posição e Medidas de Dispersão) e esses 2 grupos podem ser divididos em grupos menores. Observe:

2 grupos podem ser divididos em grupos menores. Observe: Medidas de Posição: são as estatísticas que

Medidas de Posição: são as estatísticas que representam uma série de dados orientando-nos quanto à posição

da distribuição em relação ao eixo horizontal do gráfico da curva de freqüência.

Medidas de Dispersão: dispersão é sinônimo de variação ou variabilidade.

Antes da solução, vamos observar uma propriedade interessante dessas medidas estatísticas. De acordo com

o grupo ao qual a medida pertença, as operações básicas podem ou não afetar essas medidas. Observe a

tabela e veja um exemplo:

1/10/2014

67.(CESGRANRIO – PETROBRAS– ADMINISTRADOR/2012) | Administração Comentada

Amostra: 20 – 30 – 70 Média = (20+30+70) / 3 = 40 Amplitude =

Amostra: 20 – 30 – 70 Média = (20+30+70) / 3 = 40 Amplitude = diferença entre o maior e o menor valor do conjunto = (70-20) = 50

Agora vejamos como a soma e a multiplicação afetam a média (medida de posição) e a amplitude (dispersão absoluta) nesses casos: Se eu SOMAR 500 a cada elemento da amostra temos: 520 – 530 – 570 Média = 540 à Assim sendo, uma medida de posição quando afetada pela SOMA(ou subtração) é alterada. (vide tabela) Observe que somamos exatamente 500 a média anterior. Amplitude = 50 à Assim sendo, uma medida de dispersão absoluta quando afetada pela SOMA(ou subtração) não é alterada. (vide tabela)

Se eu MULTIPLICAR cada elemento por 10 temos: 200 – 300 – 700

Média = 400 à Assim sendo, uma medida de posição quando afetada pela MULTIPLICAÇÃO(ou divisão) é alterada. (vide tabela) Observe que multiplicamos a média anterior por 10. Amplitude = 500 à Assim sendo, uma medida de dispersão absoluta quando afetada pela MULTIPLICAÇÃO(ou divisão) é alterada. (vide tabela) Observe que multiplicamos a amplitude anterior por 10. Essa propriedade é importante para inúmeros exercícios de estatística e sugiro que haja uma “decoreba” dessa tabela na véspera da prova.

Dito isso, fica tranquilo de fazer sabendo da tabelinha colocada pela Pâmella.

Vamos primeiro saber: CorficienteDeVariação = DesvioPadrão/Média

Qual o atual: CV = 840 / 4.200,00 = 0,2.

Agora ele diz que o salário teve um aumento de 0,05 + 490,00. Ou seja, para sabermos o novo salário, multiplicaremos o antigo por 0,05 e somaremos 490. Mas, de acordo com a tabela acima, não precisamos saber dos salários para termos a média. Cada operação dessa que se faz, se tem uma influência na média e no desvio padrão, basta olhar pra tabela e saber qual a influência.

Média: Multiplicação e soma influenciam, então:

Nova média = 4.200,00 * 1,05 (aumenta 5%) = 4.410,00 + 490 = 4.900,00

Desvio Padrão: Multiplicação influencia, mas soma não, então:

Novo desvio padrão: 840 * 1,05 = 882.

Novo coeficiente de variação: 882/4900 = 0,18. (Tenham certeza de uma coisa, se fosse outra banca mais “maligna” colocaria essa opção pra você acabar aqui e achar que terminou a questão).

O que ela quer é a razão entre o novo e o antigo coeficiente de variação, ou seja, o resultado da divisão entre os dois.

0,18 / 0,2 = 0,9

RESPOSTA LETRA B