Você está na página 1de 4

D. Gestão da BE

D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE

Práticas e Modelos de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares Sessão 5 Tarefa 1 - Isabel Brito

Indicadores Factores Críticos de Sucesso Instrumentos de Recolha de Evidências sugeridos Evidências extraídas dos
Indicadores
Factores Críticos de Sucesso
Instrumentos de Recolha de
Evidências sugeridos
Evidências extraídas dos Instrumentos, a integrar no
Relatório de Auto-avaliação
A escola/agrupamento inclui a BE na formulação e
desenvolvimento da sua visão/ missão, princípios e
objectivos estratégicos e operacionais.
O/a professor/a coordenador/a participa no
A BE é assumida no PE como projecto estruturante na formação integral
dos alunos; as literacias (da leitura, da informação, digitais) são objectivos
partilhados no PE, com orientações no PCA ao nível de 3 áreas de
intervenção prioritárias.
Conselho Pedagógico e nos restantes órgãos de
planificação/ decisão pedagógica.
PEA
PCA
Documento de apresentação do
Agrupamento aos alunos e
encarregados de educação
A BE apresenta a sua missão à comunidade escolar no início de cada ano
lectivo.
São desencadeadas acções com vista à partilha,
discussão e aprovação da missão e objectivos da BE
em Conselho de Docentes/Departamentos, Conselho
Pedagógico e Assembleia de Escola.
Foi votada e aprovada por unanimidade, e está nas actas de CP e CG, a
presença no CP do prof. bib.
D1.1. Integração da
BE na Escola/
Agrupamento
O Regulamento Interno da Escola contempla os
seguintes aspectos:
Actas de CP
Actas do Conselho Geral
Actas de Departamento
Actas de Conselho de Docentes
- Missão e objectivos da BE;
- Organização funcional do espaço;
A PB assume responsabilidades na definição de políticas (Literacias da
leitura e da informação), estratégias e na construção de documentos
orientadores da política educativa (apresentação do Agrupamento à IGE,
equipa de avaliação e acompanhamento do PM – Plano da Matemática –,
coordenação da publicação do Agrupamento – O Pimpolho –, Coordenação
dos Projectos, elaboração do PE e do PCT) .
Serviços prestados à comunidade escolar no
âmbito do Projecto Educativo;
Organização e gestão dos recursos de informação;
- Gestão dos recursos humanos afectos à BE;
-
-
A equipa da BE reúne com os grupos de trabalho referidos, incluindo os
projectos, reuniões das ACND’s e em reuniões de
Departamentos/Conselhos de Docentes visando a articulação da missão e
objectivos da BE com os vários órgãos de planificação
- Regimento do funcionamento da BE
 O Plano de desenvolvimento da BE acompanha,
Registo de reuniões e Relatório do
PM
Registo de reuniões com os Coord.
dos vários projectos
Relatório da Avaliação de Projectos
Planificação ads ACND’s
RI
A planificação das ACND’s contempla a leccionação conjunta de aulas em
3 anos de escolaridade em AP e EA.
em termos de acção estratégica o Projecto Educativo
da escola/agrupamento.
A BE tem definidas no RI … , funções da equipa, perfis …e representação
em CP
O plano anual de actividades da biblioteca escolar
relaciona-se em termos de objectivos operacionais
com o plano anual de actividades da escola,
colocando a BE ao seu serviço.
Plano de Acção da BE
Plano Anual e Plurianual de
Actividades da BE
As metas do PEA enformam a acção da BE…sucesso nas aprendizagens,
articulação com projectos estruturantes (Eco-Escola e PES) de educação
ambiental e saúde, na promoção das literacias (leitura, informação e
digitais) e na defesa de uma cultura de escola.
A BE partilha objectivos estratégicos e
operacionais e recursos, nomeadamente recursos
documentais, com as restantes bibliotecas/ escolas do
Agrupamento.
Regimento da BE
Guia do Utilizador
Orientações para o T. T. Documental
A BE é parceira em % das actividades propostas pelos Departamentos,
pelos Conselhos de Docentes, Pais…
% de actividades realizadas em nome da cultura de Agrupamento são
propostas e coordenadas pela BE.
A BE adequa os seus objectivos, recursos e
actividades ao currículo nacional, ao projecto
curricular de escola e aos projectos curriculares das
turmas.
Registos de empréstimos
interbibliotecários
Orçamentos
O PB reuniu, no âmbito do SABE, com outros PB’s e produziu documentos
base para o concelho. Equacionou soluções de implementação de
mobiliário em novas BE’s, fundo documental e equipamento, com outro
agrupamento próximo
 A BE é encarada como recurso fundamental no
desenvolvimento do gosto pela leitura, na aquisição
das literacias fundamentais, na progressão nas
aprendizagens e no sucesso escolar.
Estatísticas de utilização da BE
pelos docentes e/ou alunos sob a sua
orientação, em AP, EA, …
A BE integra a planificação das ACND’s … literacias. Empresta
documentos para a sala de aula segundo as seguintes % por temas;%
professores usou a BE para determinada Área (Área de Projecto; Estudo
Acompanhado; Formação Cívica; outra);
A BE coordena o PNL em todos os ciclos; suporta as bibliotecas de turma,
desenvolve um plano de actividades (nº ) de leitura, realiza (nº) actividades
de agrupamento para a comunidade em t orno da leitura; empresta para o
domicílio, mensalmente, % de obras de literatura.

D. Gestão da BE

D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE

Indicadores

Factores Críticos de Sucesso

Instrumentos de Recolha de Evidências sugeridos

Evidências extraídas dos Instrumentos, a integrar no Relatório de Auto-avaliação

D.1.2. Valorização da BE pelos órgãos de gestão e de decisão pedagógica

O Conselho Executivo apoia a

BE e envolve-se na procura de

soluções promotoras do seu funcionamento.

O Conselho Executivo põe em

prática uma política de afectação

de recursos humanos adequada

às necessidades funcionamento da BE.

de

gestão

estabelecem estratégias visando a

articulação entre a BE, os vários departamentos e os órgãos de planificação.

Os

órgãos

de

A

projectos

e escola/ agrupamento.

educativas

BE

está

contemplada

e

curriculares

nos

actividades

da

verba

anual para o seu funcionamento,

A

BE

dispõe

de

uma

para

a

renovação

de

equipamentos

e

para

a

actualização da colecção.

A Direcção é activa no sentido de procurar que a DREC actue em matéria de segurança, espaço e estanteria da BE.

A Direcção garante a continuidade da equipa e a presença de 2 funcionárias com formação na área.

A PB é coordenadora dos projectos, integra algumas das equipas, planifica com o coordenador e professores das ACND’s. Prevê projectos para todos os níveis de ensino, projectos por ciclo ou nível de ensino.

A Direcção canaliza para a equipa da BE grande parte da articulação entre níveis e estabelecimentos de ensino do agrupamento através dos projectos. A PB coordena o PNL, o aLER+ e a Leitura-a-Par.

DREC

Comunicado aos equipamentos escolares

 DREC Comunicado aos equipamentos escolares  RI  Actas do CP  Registos de projectos

RI

Actas do CP

aos equipamentos escolares  RI  Actas do CP  Registos de projectos de articulação. Planificação
aos equipamentos escolares  RI  Actas do CP  Registos de projectos de articulação. Planificação

Registos de projectos de articulação. Planificação das ACND’s Projecto aLER Projecto + Literacia da Informação Projecto de Leitura-a-Par Projecto PES (articulação da leitura com a saúde) PNL Leitura em Vai e Vem Planificação das ACND’s

    

Os projectos da BE envolvem todos os professores do Agrupamento com a articulação das actividades/notícias do jornal e da participação em reuniões de Departamento e de Conselho de Docentes.

Constam dos PCT’s literacias.

do

ao

ano a formação

para as

A PB lidera a secção dos projectos no CP, que delineia as estratégias de construção do PE pela comunidade educativa e a implementação/avaliação dos outros projectos.

A BE é referenciada (nº de x) em actas; no relatório da equipa de auto-avaliação do Agrupamento é referida pelos Encarregados de Educação, alunos e professores (%) como uma plataforma ao serviço do agrupamento, capaz de mobilizar vontades para projectar na comunidade educativa uma imagem de confiança e qualidade.

Plano Anual e Plurianual de Actividades da BE

PCT’s

Plano de Acção da BE

Actas do CG

Actas do CP

Relatório da equipa de auto-avaliação do agrupamento

Actas do conselho administrativo

do agrupamento  Actas do conselho administrativo  A BE tem orçamento próprio, atribuído anualmente e

A BE tem orçamento próprio, atribuído anualmente e quase sempre excedido.

D. Gestão da BE

D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE

Indicadores

Factores Críticos de Sucesso

Instrumentos de Recolha de Evidências sugeridos

Evidências extraídas dos Instrumentos, a integrar no Relatório de Auto-avaliação

D.1.3. Resposta da BE às necessidades da escola e dos utilizadores.

A

BE

funciona

num

horário

contínuo

e

alargado

que

possibilita

o

acesso

dos

utilizadores no horário lectivo e

acompanha

as

necessidades

de

ocupação

em

horário

extra

lectivo.

Os recursos e serviços da BE

respondem às metas e estratégias definidas no Projecto Educativo e curricular da escola/ agrupamento.

A BE cria condições e é usada como recurso e como local de

lazer

pelos

utilizadores.

A BE apoia os utilizadores no acesso aos equipamentos.

A

a

leitura, a investigação e a pesquisa/ uso da informação.

A BE alarga os seus objectivos

e actividades às restantes escolas

do agrupamento, nomeadamente às escolas do 1º Ciclo.

A BE assume-se como pólo de

fomento e de difusão cultural na

escola/ agrupamento.

e

de

trabalho

BE

apoia

localmente

na escola/ agrupamento. e de trabalho BE apoia localmente  Horário da BE  QP3 

Horário da BE

QP3

A BE funciona, sem interrupção, das 8.15h às 18.15 h. No QP3, % professores consideram que o horário

A BE tem uma taxa média de ocupação diária, por iniciativa dos alunos, de (%).

de ocupação diária, por iniciativa dos alunos, de (%).  Estatísticas de ocupação da BE Por

Estatísticas de ocupação da BE

Por iniciativa dos alunos individualmente,

dos professores individualmente, em

contexto de aula.

O espaço é requisitado para aulas nas disciplinas de…(%) e nas ACND’s de…(%).

A BE tem um fundo documental especialmente orientado para os grandes temas (% por classes e subclasses da CDU) das ACND’s (saúde, ambiente, segurança, cidadania) e para a leitura (leitura-a- par e Ler em Vai e Vem). Os assuntos mais requisitados para sala de aula são … (%) e para empréstimo domiciliário são…(%).

A BE promove actividades de carácter lúdico-didáctico para ocupação de tempos livres, designadamente concursos, bibliopapers, exposições, ateliês de expressão dramática e expressão plástica.



Estatísticas do fundo documental

requisitado para sala de aula

Estatísticas do empréstimo domiciliário

Registo resumo da colecção

empréstimo domiciliário  Registo resumo da colecção  Registos de actividades promovidas pela BE.  PAA

Registos de actividades promovidas pela

BE.

PAA

PA da BE

de actividades promovidas pela BE.  PAA  PA da BE    Registos de
 

Registos de avaliação de actividades

pontuais

Resultados do Questionário QP3. Por ex: % professores considerou a gestão (pergunta 1), os recursos (pergunta 2), as condições de trabalho (Pergunta 3) da BE… A % de professores que avalia… a qualidade do serviço prestado. Globalmente o impacto da BE é….para % dos professores.

Questionário aos professores (QP3)

% dos professores.  Questionário aos professores (QP3)  Relatório da avaliação externa IGE Relatório da

Relatório da avaliação externa IGE

Relatório da Equipa de auto-avaliação do Agrupamento

A Be promove actividades e projectos orientados para os diferentes públicos do Agrupamento de acordo com o PAA. % de pais, % de alunos e % de professores consideram a BE um pólo de fomento e de difusão cultural na escola/ agrupamento.

D. Gestão da BE

D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE

Indicadores

Factores Críticos de Sucesso

Instrumentos de Recolha de Evidências sugeridos

Evidências extraídas dos Instrumentos, a integrar no Relatório de Auto-avaliação

D.1.4 Avaliação da BE.

A BE implementa um

sistema de avaliação contínuo.

São criados instrumentos de recolha de informação, que são implementados de forma sistemática.

A informação recolhida é

analisada, originando acções ao nível da gestão e do funcionamento da BE.

Os resultados da avaliação

são divulgados junto do Conselho Executivo, junto dos órgãos de decisão pedagógica

e da restante comunidade, com

o objectivo de promover e

valorizar as mais-valias da BE

e de alertar para os pontos

fracos do seu funcionamento.

Os

resultados

de

cada

avaliação

originam,

quando

necessário,

a

redefinição

de

estratégias

e

novas

planificações.

 

São

realizadas

actividades

de benchmarking.

Inquéritos de opinião sobre a qualidade

dos serviços.

Registos de observação

Caixa de sugestões

Entrevistas

professores e pais.

informais

Estatísticas internas

A BE passa anualmente um inquérito simplificado (semelhante ao de 1 estabelecimento comercial) para avaliar o serviço prestado. acolhe sugestões, faz registos sobre os interesses e as maiores dificuldades dos alunos.

A BE sistematiza informação estatística sobre: empréstimo domiciliário por anos de escolaridade e áreas temáticas; empréstimo para sala de aula (professor/disciplina/ACND/Projecto); utilização da BE em contexto de aula (professor/disciplina); utilização dos equipamentos informáticos/tipo de pesquisa por iniciativa individual dos alunos; utilização dos equipamentos em contexto de aula.

alunos; utilização dos equipamentos em contexto de aula. com alunos,   Registo de avaliação de
alunos; utilização dos equipamentos em contexto de aula. com alunos,   Registo de avaliação de
com alunos, 
com
alunos,
dos equipamentos em contexto de aula. com alunos,   Registo de avaliação de actividades 

Registo de avaliação de actividades

Inquéritos

actividades/projectos.

de

de actividades  Inquéritos actividades/projectos. de opinião sobre  A BE avalia individualmente os
opinião sobre
opinião
sobre

A BE avalia individualmente os projectos e as actividades de longo curso ou que envolvam a comunidade educativa com inquéritos aos diversos elementos participantes.

A BE já avaliou, de acordo com o MABE, os domínios A e B e prepara a avaliação do domínio C.

Relatórios de auto-avaliação da BE.

  

Relatório da equipa de auto-avaliação

do agrupamento.

Relatório da IGE.

Os relatórios foram apresentados ao CP e à equipa da IGE.

A BE retira do relatório da auto-avaliação do agrupamento a informação que lhe diz respeito e cruza-a com o outros dados recolhidos e a ter em conta na mudança de estratégias. Os dados recolhidos são analisados pela equipa e, algumas das medidas de mudança são decididas apenas pela equipa e reavaliadas a posteriori pela reacção dos utilizadores.

As alterações de fundo são negociadas e decididas com o Conselho Pedagógico e com a Direcção, provocando alterações na prestação do serviço que serão incluídas no próximo RI

O Jornal O Pimpolho é organizado pela BE e inclui uma secção sua Biblionotícias onde dá conta das actividades, mudanças e avaliação de actividades e projectos.

A BE realiza com frequência, mas sem carácter sistemático e oficial, a avaliação do desempenho comparativo com 2 escolas de Viseu no sentido de conhecer, partilhar, divulgar e superar boas práticas.

Actas do CP.

divulgar e superar boas práticas.  Actas do CP.  Jornal O Pimpolho. Contactos com grupos

Jornal O Pimpolho.

boas práticas.  Actas do CP.  Jornal O Pimpolho. Contactos com grupos de bibliotecários no

Contactos com grupos de bibliotecários no âmbito do SABE.



Encontros e colóquios.