Você está na página 1de 2

Atividade órgãos dos sentidos

Aluno: Jorge Luiz Soares da Silva

1) Descreva o sistema ossicular do ouvido e como transmite o som.


R) A parte central da membrana timpânica está ligada a três ossículos, que atuam como alavancas
ósseas, esses ossículos são: O martelo, a bigorna e o estribo.
Quando a onda sonora atinge a membrana timpânica, a alternância de compressão e relaxamento faz
com ela se mova para trás e para frente. A parte central dessa membrana está ligada ao cabo do
martelo, que por sua vez está articulado à bigorna, que se encontra articulada ao estribo. Por
conseguinte qualquer movimento do cabo do martelo, faz com que o estribo se mova, em vaivém, e
contra a janela oval da cóclea, transmitindo esse som para o liquido coclear.

2) A onda sonora se transforma em energia mecânica, que se transforma em energia elétrica, isso tudo
ocorre no processo auditivo. Explique em que parte do sistema auditivo ocorre essa transformação.
R) A onda sonora faz com que a membrana timpânica vibre. Essa membrana está ligada a sistema
dos ossículos auditivos: o martelo, a bigorna e o estribo, que conduzem a vibração para o ouvido
interno. No ouvido interno o órgão que converte o som em sinais neurais é a cóclea.

3) Como ocorre a ressonância do som ao nível da cóclea.


R) Um fenômeno chamado ressonância ocorre na cóclea para permitir que cada freqüência sonora
faça vibrar uma secção diferente da membrana basilar. Essas vibrações são semelhantes àquelas que
ocorrem em instrumentos musicais de corda. Quando sons de alta freqüência penetram na janela
oval, sua propagação faz-se apenas num pequeno trecho da membrana basilar, antes que um ponto
de ressonância seja alcançado. Como resultado, a membrana move-se forçosamente nesse ponto,
enquanto o movimento de vibração é mínimo por toda a membrana. Quando uma freqüência média
sonora penetra na janela oval, a onda propaga-se numa maior extensão ao longo da membrana
basilar antes da área de ressonância ser atingida. Finalmente, uma baixa freqüência sonora propaga-
se ao longo de quase toda a membrana antes de atingir seu ponto de ressonância. Dessa forma,
quando as células ciliares próximas à base da cóclea são estimuladas, o cérebro interpreta o som
como sendo de alta freqüência (agudo), quando as células da porção média da cóclea são
estimuladas, o cérebro interpreta o som como de altura intermediária, e a estimulação da porção
superior da cóclea é interpretada como som grave.

4) Quais as funções da cóclea.


R) Captar as vibrações físicas, causadas pela onda sonora e traduzi-las em informações elétricas que
o cérebro pode entender como um som distinto.

5) Qual o papel do órgão de corti.


R) O órgão de Corti fica localizado na superfície da membrana basilar (cóclea). Ele possui uma
série de células eletromecanicamente sensíveis: as células pilosas. Estas são os órgãos receptores
terminais que geram impulsos nervosos em resposta às vibrações do som.

6) Em que parte do encéfalo a audição é interpretada.


R) É interpretada na área de Wernicke, local do córtex , onde são combinados os sinais de diferentes
sensações visuais, auditivas e de outras modalidades em suas diferentes combinações.

7) Quais as funções das papilas gustativas.


R) As papilas gustativas que são responsáveis pela identificação dos sabores primários.

8) Quais as quatro sensações gustativas primárias e suas regiões de recepção na língua.


R) amargo (parte de trás), ácido e azedo (laterais centrais), salgado (laterais da ponta) e doce (ponta)
9) Qual a região do encéfalo responsável pelo paladar.
R) A região do encéfalo responsável pelo paladar é a área de wernicke que integra as sensações
olfativas recebidas do córtex gustativo primário e das áreas associativas gustativas.

10) Quais os receptores olfativos.


R) As vias nasais são recobertas pela mucosa olfativa. Os receptores olfativos situados nessa
mucosa são células epiteliais específicas, ou células olfativas. Cada célula olfativa se prolonga num
axônio, que atravessa a lâmina crivada do osso etmóide do crânio para terminar no bulbo olfativo,
onde ocorre a sinapse com os dendritos das células mitrais, que formam os glomérulos olfativos.
Estas formações comunicam-se, por sua vez, com os centros olfativos do sistema nervoso central.

11) Quais as sensações olfativas primarias.


R) Floral, Canforado, Almiscarado, Mentolado, Acre ou Suor, Etéreo, Pungente, Fétido

12) Como se processa os sinais olfativos para o encéfalo.


R) A mucosa amarela é muito rica em terminações nervosas do nervo olfativo. Os dendritos das
células olfativas possuem prolongamentos sensíveis (pêlos olfativos), que ficam mergulhados na
camada de muco que recobre as cavidades nasais. Os produtos voláteis ou de gases perfumados ou
ainda de substâncias lipossolúveis que se desprendem das diversas substâncias, ao serem inspirados,
entram nas fossas nasais e se dissolvem no muco que impregna a mucosa amarela, atingindo os
prolongamentos sensoriais.
Dessa forma, geram impulsos nervosos, que são conduzidos até o corpo celular das células
olfativas, de onde atingem os axônios, que se comunica com o bulbo olfativo. Os axônios se
agrupam de 10-100 e penetram no osso etmóide para chegar ao bulbo olfatório, onde convergem
para formar estruturas sinápticas chamadas glomérulos. Estas se conectam em grupos que
convergem para as células mitrais. Fisiologicamente essa convergência aumenta a sensibilidade
olfatória que é enviada ao Sistema Nervoso Central (SNC), onde o processo de sinalização é
interpretado e decodificado.

13) Paladar e olfato estão relacionados? Justifique.


R) Os sentidos gustativo e olfativo são chamados sentidos químicos, porque seus receptores são
excitados por estimulantes químicos. Os receptores gustativos são excitados por substâncias
químicas existentes nos alimentos, enquanto que os receptores olfativos são excitados por
substâncias químicas do ar. Esses sentidos trabalham conjuntamente na percepção dos sabores. O
centro do olfato e do gosto no cérebro combina a informação sensorial da língua e do nariz.