Você está na página 1de 2

Quais são os Erros Críticos mais comuns durante a migração de versão?

Abaixo alguns erros críticos apresentados na atualização de versão e os procedimentos para correção.

O

gatilho <campo> seqüência 000 está duplicado

1.

Abra via APSDU o arquivo SX7 da empresa.

2.

Indexe o arquivo pelo campo X7_CAMPO.

3.

Localize o gatilho e exclua o registro duplicado.

A

chave de índice <alias> ordem 0 registro <recno> esta duplicado

1.

Abra via APSDU o arquivo SIX da empresa.

2.

Indexe o arquivo pelo campo INDICE.

3.

Verifique se o conteúdo da chave de índice do erro não existe em índices de ordem inferiores da tabela.

4.

Exclua o índice duplicado.

O

arquivo <alias> esta duplicado no SX2

1.

Abra via APSDU o arquivo SX2 da empresa.

2.

Indexe o arquivo pelo campo X2_CHAVE.

3.

Localize o arquivo e exclua o registro duplicado.

O

tamanho das casas decimais do campo <campo> arquivo \dadosadv\<arquivo>.dbf é diferente do dicionário de dados

1.

Abra via APSDU o arquivo existente no diretório DADOSADV, se o arquivo estiver vazio, basta simplesmente excluir o arquivo.

2.

Caso o arquivo tenha conteúdo, abra a estrutura da tabela e verifique o tamanho do decimal do campo com erro.

3.

Abra o SX3 da empresa, localize o campo e compare o tamanho do X3_DECIMAL com o tamanho do decimal do arquivo.

4.

Corrige a estrutura no SX3 ou no arquivo.

O

tamanho do campo <campo> arquivo \dadosadv\<arquivo>.dbf é diferente do dicionário

1.

Abra via APSDU o arquivo existente no diretório DATA\Banco de Dados, se o arquivo estiver vazio, basta simplesmente excluir o arquivo.

2.

Caso o arquivo tenha conteúdo, abra a estrutura da tabela e verifique o tamanho do campo com erro.

3.

Abra o SX3 da empresa, localize o campo e compare o X3_TAMANHO com o tamanho do campo no arquivo.

4.

Corrija a estrutura no SX3 ou no arquivo.

O

campo <campo> não existe no arquivo \dadosadv\<arquivo.dbf

1.

Abra o SX3 da empresa.

2.

indexe o arquivo pelo campo X3_CAMPO.

3.

Localize o campo no SX3 e verifique sua estrutura.

4.

Abra o arquivo no diretório DADOSADV, verifique em sua estrutura se o campo existe.

5.

Crie o campo no arquivo.

A

estrutura do arquivo <arquivo> não existe o existe no SX3

1.

Abra o SX3 da empresa.

2.

Indexe o arquivo pelo campo X3_ARQUIVO.

3.

Localize o arquivo com erro.

4.

Para solução do problema, pode excluir o arquivo no SX2 ou incluir os campos referentes ao arquivo no SX3.

O

campo <campo> esta duplicado no SX3

1.

Abra o SX3 da empresa.

2.

Indexe o arquivo pelo campo X3_CAMPO.

3.

Localize o campo duplicado.

4.

Exclua o registro.

O

tamanho no SX3 do campo <campo> é diferente do SXG

O

tamanho no SX3 do campo <campo> é inferior do limite do SXG

1.

Abra o SX3 da empresa.

2.

Indexe o arquivo pelo campo X3_CAMPO.

3.

Localize o campo com erro, verifique o conteúdo dos campos X3_TAMNHO e X3_GRPSXG.

4.

Faça um filtro na tabela somente com os campos que tenha o X3_GRPSXG igual ao campo com erro.

5.

Compare o X3_TAMANHO de todos os campos.

6.

Abra o SXG da empresa e verifique o conteúdo do campo SIZE do grupo informado no X3_GRPSXG.

7.

Corrige o tamanho do campo no SX3 e na tabela.

O

tamanho da pergunta 00 do grupo <grupo> é diferente do SXG

O

tamanho da pergunta 00 do grupo <grupo> é superior ao limite do SXG

1.

Abra o SX1 da empresa.

2.

Indexe o arquivo pelo campo X1_GRUPO.

3.

Localize a pergunta com erro, verifique o conteúdo dos campos X1_TAMNHO e X1_GRPSXG.

4.

Faça um filtro na tabela somente com as perguntas que tenha o X1_GRPSXG igual à pergunta com erro.

5.

Compare o X1_TAMANHO de todas as perguntas.

6.

Abra o SXG da empresa e verifique o conteúdo do campo SIZE do grupo informado no X1_GRPSXG.

7.

Corrige o tamanho do campo no SX1.

O

campo de usuário <campo> existe na versão padrão e será substituído pelo campo da versão

Type:= c; Size:= 11; Decimal:= 0 Type:= c; Size:= 11; Decimal:= 0

1. Abra o SX3 da empresa.

2. Localize o campo.

3. Altere o conteúdo do campo X3_PROPRI para S.