Você está na página 1de 14

LETRANOVA

Publicação livre e informativa de cultura e assuntos profissionais

Ano I - Número 07 - Fevereiro, Março e Abril/2008

EDITORIAL
Adiante e com muito vapor
Esta é uma edição especial! É a de número 7! O número da sorte.
Depois de certas “férias”, retomamos a edição da revista, seguindo
avante e com todo o gás e vapor que a LETRANOVA merece. Além
da Cliquelivros, juntaram-se a nós para dar apoio e trabalhar em
parceria a Quântica Cursos e a Aulavox. Isto mesmo! Cada vez mais estamos
constituindo um grupo forte e coeso de parceiros, não só para a edição da revista,
mas também em projetos de consultoria, cursos e eventos. Além disso, temos a grata
satisfação de apresentar Maria Berenice Dias que passa a ter presença constante e
contínua através de seus interessantes e bem escritos artigos. Naturalmente, os fatos
vão ocorrendo, e uma publicação com esta, sempre de antenas ligadas, vai captando
e expondo para os leitores. Assim, além das parcerias que vão aumentando, surgem
também eventos, e nesta edição há inúmeros deles noticiados. Uma outra ação que
revela consciência de responsabilidade social é a dos idealizadores e de todos os
participantes da campanha “Perca um Livro”. Ação esta que apoiamos, e que
também é apoiada pela Cliquelivros que tem perdido livros por aí, mostrando que
além de ser uma livraria virtual é também uma organização com visão de ação social
e de difusão da cultura e das artes. E a partir de agora lançamos espaços para
publicidade de empresas que querem tornar-se parceiras e que busquem visibilidade
junto a um público bastante qualificado. A LETRANOVA oferece alguns
diferenciais: seu espaço publicitário tem valor bem acessível; ela está visível para um
público superior a 50.000 pessoas, pois é enviada para profissionais cadastrados para
recebê-la; é exposta integralmente em diversos sites parceiros; é divulgada e tem seu
link de acesso exposto em diversos blogs; é postada no Slide Share e no Scribd, é
postada em diversas comunidades do Via6; tem seu link divulgado em muitas
comunidades do orkut, gazzag, beltrano e grupos de discussão do Yahoo; e é
oferecida gratuitamente através de anúncios do Google Adwords e dos Links
Patrocinados do UOL. Anunciar na LETRANOVA é visibilidade e credibilidade
na certa. Entre em contato pelo ebraga@ebragaconsultoria.profissional.ws . Enquanto
isto leia e entre em contato com um universo de informação, de conhecimento e de
manifestações da boa cultura.

“A presunção – tão desculpável e divertida nos moços – é o mais certo sinal de burrice nos velhos. O
verdadeiro fruto da árvore do conhecimento é a simplicidade. “ (Mário Quintana)
2

Sumário
ARTIGO EM DESTAQUE
As famílias e seus direitos
Difícil encontrar uma definição de família de forma a dimensionar o que, no contexto social dos dias
de hoje, se insere nesse conceito. É mais ou menos intuitivo identificar família com a noção de
casamento. Página três

LINK PARA ARTIGO CIENTÍFICO


Empreender uma discussão e reflexão sobre realizá-la utilizando uma perspectiva
cultura organizacional, não é uma tarefa das sistêmica.. Página quatro
mais fáceis, ainda mais, se pretendermos

EVENTO
ENVICO
I Encontro Virtual de Consultores Organizacionais

O evento acontecerá exclusivamente de forma virtual. Os profissionais e estudiosos da


consultoria organizacional interessados em apresentar trabalhos no I Encontro Virtual de
Consultores Organizacionais devem encaminhar no período de 01 de Fevereiro a 02 de Maio de 2008,
as suas propostas de trabalho. Página seis

MONOGRAFIA
O Balanço Social enquanto Ferramenta de Gestão.
No Brasil há uma cultura de descaso em relação às questões sociais. Sendo assim, é natural que
qualquer prática que envolva o tema tenha tímida penetração no contexto econômico brasileiro e, por
conseguinte entre as empresas. Com efeito, a mentalidade do empresariado brasileiro caminha no
sentido de dar mais atenção aos indicadores econômicos, há vista que sua meta primeira seria o lucro
financeiro. Página sete

VAMOS INTERAGIR?

CULTURA ORGANIZACIONAL
Comunidade para os interessados em discutir, refletir, trocar experiências, postar artigos, indicar
livros, e expor metodologias para diagnóstico e intervenção na cultura organizacional. Página nove

Especial do Mês
Formação de Orientadores de Carreira
PERCA UM LIVRO Página doze
Página nove

Grupo Quântica
Cursos
Página quatorze
3

ARTIGO EM DESTAQUE

As famílias e seus direitos

Difícil encontrar uma definição de família de forma a dimensionar o que, no contexto


social dos dias de hoje, se insere nesse conceito. É mais ou menos intuitivo identificar
família com a noção de casamento, ou seja, um conjunto de pessoas ligadas a um
casal, unido pelo vínculo do matrimônio. Também vem à mente a imagem da família
patriarcal, sendo o pai a figura central, na companhia da esposa, e rodeados de filhos,
genros, noras e netos.
Essa visão hierarquizada da família, no entanto, vem sofrendo com o tempo uma
profunda transformação. Além de ter havido uma significativa diminuição do
número de seus componentes, também começou a haver um embaralhamento de
papéis, e seus novos contornos estão a desafiar a possibilidade de encontrar-se um
conceito único para sua identificação. Novos modelos familiares surgiram, muitos
formados com pessoas que saíram de outras relações, constituindo novas estruturas
de convívio sem que seus componentes tenham lugares definidos ou disponham de
terminologia adequada.
A Constituição Federal de 1988 alargou o conceito de família, passando a integrá-lo
as relações monoparentais: de um pai com os seus filhos. Esse redimensionamento,
calcado na realidade que se impôs, acabou afastando da idéia de família o
pressuposto de casamento. Para sua configuração, deixou de ser exigida a
necessidade de existência de um par, o que, conseqüentemente, subtrai de sua
finalidade a proliferação.
Também a Carta Magna emprestou juridicidade ao relacionamento existente fora do
casamento, chamando de entidade familiar a união estável entre um homem e uma
mulher. Tal era o conservadorismo dos juízes, que difícil foi fazer sua inserção no
âmbito do Direito das Famílias. Somente nos anos de 1994 e 1996, é que surgiram
duas leis (8.971 e 9.278) regulando a união estável como uma família. O Código Civil
inseriu em seu bojo dita legislação que reconhecia como estável a convivência
duradoura, pública e contínua de um homem e uma mulher, estabelecida com o
objetivo de constituição de família. Socorreu-se o legislador da idéia de família como
elemento configurador de um relacionamento suscetível de gerar efeitos jurídicos.
No entanto, de modo absolutamente injustificado houve um retrocesso, deixando de
ser assegurados os mesmos direitos concedidos ao casamento. Ainda que conferido
os mesmos direitos no âmbito do Direito das Famílias, no direito sucessório ocorreu
um tratamento desigualitário de forma escancaradamente inconstitucional. O
companheiro não foi incluído na ordem de vocação hereditária, e direito de
concorrência foi deferido exclusivamente quanto aos bens adquiridos na constância
do relacionamento.
Apesar de a Constituição ter reconhecido a existência de entidades familiares fora do
casamento, na busca de exercitar um certo controle social, se restringiu a emprestar
juridicidade apenas às relações heterossexuais. Por absoluta discriminação, fruto de
um conservadorismo perverso, deixou de regular os relacionamentos que não têm
como pressuposto a diversidade de sexos. Mas é necessário encarar essa realidade
4
sem preconceitos, pois a homoafetividade não é uma doença nem uma opção livre.
Assim, descabe estigmatizar quem exerce orientação sexual diferente, já que, negar a
realidade, não irá solucionar as questões que emergem quando do rompimento de
tais relações. Não há como chancelar o enriquecimento injustificado e excluir direitos
de a quem dedicou a vida ao companheiro, ajudou a amealhar um patrimônio e se vê
sozinho, abandonado e sem nada.
Muito raras têm sido as decisões judiciais que extraem conseqüências jurídicas das
uniões homoafetivas, mostrando-se ainda um tema permeado de preconceitos. Mas é
preciso que se reconheça que em nada se diferencia a convivência homossexual da
união estável. Ainda que haja restrição em nível constitucional, imperioso que, por
meio de uma interpretação analógica, se passe a aplicar o mesmo regramento legal,
pois inquestionavelmente se trata de relacionamento que constitui uma unidade
familiar.
A nenhuma espécie de vínculo que tenha por base o afeto se pode deixar de conferir o status
de família, merecedora da proteção do Estado, pois a Constituição Federal, no inc. III do art.
1º, consagra, em norma pétrea, o respeito à dignidade da pessoa humana.
Maria Berenice Dias é Desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.
www.mariaberenice.com.br

LINK PARA ARTIGO CIENTÍFICO


Empreender uma discussão e reflexão sobre cultura organizacional, não é uma tarefa das mais
fáceis, ainda mais, se pretendermos realizá-la utilizando uma
perspectiva sistêmica. No entanto, foi esta a proposta do presente
estudo. Para a elaboração das reflexões adotou-se o método
bibliográfico, entendendo ser este o mais assertivo para tal abordagem,
pois para uma perspectiva sistêmica se tornar possível faz-se
imperativo um sólido referencial teórico que ajude a superar as
limitações da percepção. Esta reflexão inicia-se com uma modesta
apresentação do conceito de cultura e a discussão sobre a sua complexidade enquanto um objeto
de estudo. Em seguida aborda-se o conceito de cultura organizacional numa tentativa de rastrear a
sua evolução que vai desde a corrente da cultura de empresa até a compreensão da cultura como
um sistema estruturante. Partimos, então, para reflexões mais sistêmicas sobre a cultura nas
organizações, com a proposição de que ela se dá pela compreensão do elemento simbólico e dos
saberes organizacionais. Por fim, nas considerações finais, propõe-se que a cultura deva ser
entendida nesta perspectiva, como um sistema essencialmente simbólico e que determina a
percepção, a explicação, a interpretação e a legitimação das práticas e dos saberes
organizacionais. Diante disto, finaliza-se com a crença de que é imprescindível buscar nas
simbolizações a chave para o entendimento da cultura organizacional, e que, portanto, isto
pressupõe um campo de estudo cada vez mais complexo e que requer uma proposta sistêmica de
análise.

O acesso ao artigo na íntegra pode ser feito através do


http://www.ebragaconsultoria.profissional.ws/arquivos/cultura_organizacional_pr
oposicoes_compreensao_sistemica.pdf

“ O real não está na saída e nem na chegada, ele se dispõe pra gente é na travessia.” (Guimarães Rosa)
5

CAMPANHA entre Profissionais


Fale da LETRANOVA no seu site e a LETRANOVA fala do seu
site aqui.
Entre em contato através do ebraga@ebragaconsultoria.profissional.ws

LEITURA FUNDAMENTAL
A Quarta Parte do Mundo
Baseado em fatos reais, A quarta parte do mundo narra a incrível saga dos
templários à época da conquista ultramarina. Resultado de
extensa pesquisa realizada no Brasil, França, Portugal,
Espanha e Itália, relata um dos mais interessantes e obscuros
episódios de nossa história: A França Antártica, tentativa
francesa de colonizar o Brasil.
O historiador Clovis Bulcao
resgata essa época e seus personagens centrais pra
compor um épico eletrizante: Calvino, Maria Stuart, dom
Sebastião, a rainha Margot, Villegagnon, Mem de Sá, José
de Anchiete e Araribóia atuam como coadjuvantes e dão
folego à narrativa.Você pode encontrá-lo no www.cliquelivros.com

CAMPANHA
Faça seu cadastro na Cliquelivros e concorra a Livros, CDs e DVDs

Você nem precisa realizar nenhuma compra, basta se cadastrar e já estará


concorrendo ao livro "O Caçador de Pipas" Khaled Hosseini

Ou ao CD de Ella Fitzgerald e Louis Armstrong “Ella &


Louis - What a wonderful duet", álbum tripo, imperdível!

Ou também ao DVD “Tropa de Elite”, do Diretor


José Padilha com Caio Junquieira e Wagner Moura
no elenco

Esta promoção está valendo desde 12 de Março de 2008 até 15 de Abril


de 2008, após esta data aguarde o e-mail com a boa notícia ou confira se
você foi contemplado no site da Cliquelivros.com

“Lá fora, quando terminar a chuva, haverá sol.” (Oswald de Andrade)


6

EVENTO
ENVICO
I Encontro Virtual de Consultores Organizacionais
Um evento único criado pela parceria entre o consultor Edner Braga e a Aulavox

Inscrições de fevereiro à maio

APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS

O evento acontecerá exclusivamente de forma virtual. Os profissionais e estudiosos da


consultoria organizacional interessados em apresentar trabalhos no I Encontro Virtual de
Consultores Organizacionais devem encaminhar no período de 01 de Fevereiro a 02 de
Maio de 2008, as suas propostas de trabalho.

PATROCÍNIO

Se você é consultor independente, empresa de consultoria, profissional ou empresa que


fornece serviços para consultores e consultorias e quer ver seu nome associado ao 1º
ENVICO, entre em contato e peça informação sobre as cotas de patrocínio.Tenha sua marca
associada a um evento inédito e inovador!

AUDIÊNCIA

Você que é interessado em consultoria e assuntos relacionados, faça sua inscrição antecipada.
A sua participação no 1º ENVICO é gratuita. Entre em contato e solicite a ficha eletrônica de
inscrição. Garante seu lugar nos auditórios virtuais das várias apresentações que constarão
deste evento. Assim, que a programação estiver fechada, enviaremos as informações para seu
e-mail.

Você poderá fazer contato através do www.ebragaconsultoria.profissional.ws e


www.aulavox.com

CAMPANHA entre Blogueiros


Fale da LETRANOVA no seu BLOG e a LETRANOVA fala do
seu BLOG aqui.

Entre em contato através do ebraga@ebragaconsultoria.profissional.ws

“ Não apresse o rio, ele corre sozinho”


Provérbio Zen
7

Enquanto você está ainda


pensando... já tem gente
anunciando no

INDICAÇÃO DE SITE

INFORMAÇÃO E CURSOS
Nesta edição, indicamos o site http://www.grupoquantica.com/cursos. Vá neste
endereço eletrônico e veja quanta informação e quantos cursos interessantes e que
trazem diferenciais competitivos para sua carreira profissional.
Apareça por lá e faça gratuitamente o seu cadastro. A partir daí você poderá navegar
tranqüilamente e conhecer os diversos cursos nas áreas de comunicação, educação à
distância, marketing e
vendas, programação
neurolinguística, recursos
humanos e saúde e terapias alternativas. Todas as salas de aula virtual dispõem de
vídeo-conferência, recursos de áudio, apresentação de slides, de vídeos, entre outros
recursos tais como fórum, e chat. Acesse e veja o que acontece!

MONOGRAFIA
O Balanço Social enquanto Ferramenta de Gestão.

BURANELLI, Pedro Donizeti; MENGELLE, Roberto Freiria;


ANDRADE, Vanderlei Naves de. O balanço social enquanto
ferramenta de gestão. Batatais, CEUCLAR, 2003. 91p. (Trabalho
de Conclusão de Curso de Bacharelado em Administração).

Resumo: No Brasil há uma cultura de descaso em relação às questões sociais. Sendo


assim, é natural que qualquer prática que envolva o tema tenha tímida penetração no
contexto econômico brasileiro e, por conseguinte entre as empresas. Com efeito, a
mentalidade do empresariado brasileiro caminha no sentido de dar mais atenção aos
indicadores econômicos, há vista que sua meta primeira seria o lucro financeiro.
Temos percebido, no entanto, que o caos social que se abate, em especial, sobre o
Brasil tem afetado a lucratividade das empresas e, queremos crer, isso parece
impulsionar um aumento no interesse, entre os agentes econômicos, de, pelo menos,
conhecer melhor aquilo que se convencionou chamar de responsabilidade social e
balanço social. A nossa pesquisa se apresenta como um meio de divulgar esses dois
elementos. Sendo assim, o que justifica a escolha do nosso tema é justamente a
necessidade urgente de reflexões com bases científicas, para os questionamentos que
8
se impõem sobre as responsabilidades sociais, sobretudo das empresas. Em suma,
nossa escolha se explica pelo fato de ser o balanço social uma maneira de amenizar as
tensões sociais, tendo em vista que tal prática determina a natureza qualitativa e
quantitativa do impacto das atividades empresariais na sociedade, e isso já constitui
um passo inicial no sentido de aliviar tais tensões. Com efeito, identificar o problema
é o primeiro passo para resolvê-lo. Foi nosso objetivo também, nesse trabalho que se
apresenta, estabelecer os parâmetros para determinar em que nível está a penetração
da prática do balanço social nos modelos de gestão das empresas. Especificamente
falando, nosso objetivo maior é contribuir para a divulgação da prática do balanço
social, bem como para uma conscientização desses mesmos agentes, da importância
dessa prática, enquanto mecanismo para potencializar os resultados das atividades
econômicas. Não nos furtamos também de vislumbrar os limites que aquelas
organizações que venham a instituir políticas de responsabilidade social e sistemas
de registros compatíveis com tais políticas podem enfrentar, e os cuidados para que
tais implementações não se façam de maneira inócuo e desestruturada. Enfim, nosso
trabalho se apresenta como um painel, ainda que superficial, a respeito do que vem a
ser a responsabilidade social e o balanço social, e quais as possibilidades
apresentadas por estes instrumentos em termos de uma maior racionalização da
gestão, na medida que incorpora de forma contundente, os elementos social e
ecológico como suporte para a tomada de decisões.

Capítulos: Introdução, Origens da idéia e da prática da responsabilidade social,


Contabilidade social e balanço social: o reflexo da responsabilidade social no
universo contábil social, Balanço social: pioneirismo europeu e norte americano, Da
teoria à prática: subsídios preliminares para a operacionalização do balanço social, O
balanço social no Brasil, O balanço social real: o estudo de alguns casos, Análise dos
resultados, Conclusões e Referências bibliográficas.

INDICAÇÃO MUSICAL

DORIVAL CAYMMI – História de Pescadores


É difícil imaginar a música brasileira sem Dorival Caymmi.
Teríamos, então, um vasto espaço vazio difícil de ser preenchido por
qualquer outro compositor. Não estariam presentes, a brejerice de
Caymmi, o samba-canção de Caymmi, o remelexo dos sambas de
Caymmi e sua intimidade com o mar e as praias da Bahia. Este disco
originalmente chamado de 'Caymmi e o Mar' apresenta sua 'História
de Pescadores', um poema musicado, narrado e cantando pelo
próprio Caymmi com a colaboração de Sylvia Telles, Lenita Bruno e
a orquestrra de Léo Peracchi. Caymmi conta e canta nessa história, o
drama e as aventuras dos homens do mar de sua Bahia. Estão também presentes neste disco
oito canções sobre o mar cantadas por Dorival Caymmi. Sem saber, ele foi o responsável pela
minha ida para os Estados Unidos. 'O que é que a bahiana tem' inspirou Carmen a vestir pela
primeira vez uma baiana, cheia de balangandan, para cantar num show do Cassino da Urca.
Um produtor americano gostou, veio o contrato para a Broadway e lá fui eu também com o
'Bando da Lua'. Até hoje continuo grato por isso e por tudo que ele fez para enriquecer a
nossa música. (Aloysio de Oliveira). Você pode encontrar este CD na www.cliquelivros.com
9

ESCREVA SEU TEXTO E ENVIE PARA PUBLICAÇÃO NA LETRANOVA


ebraga@ebragaconsultoria.profissional.ws

CLASSINOVA
Orientação Profissional para Portadores de Curso de Organização de Vitrines e Espaços
Necessidades Especiais Comerciais
Apenas 15 vagas Curso à Distância (EaD)
GRATUITO joseals2003@yahoo.com.br
www.ebragaconsultoria.profissional.ws Prof. José António Lourenço Simas

DVD Britney Spears – My Prerogative: Greatest Livros, CDs, DVDs e Vinil


Hits
DVD Original
singulares, raros, curiosos, interessantes
R$ 50,00 incluindo despesas de envio www.cliquelivros.com
cairob@gmail.com

LETRANOVA
A revista digital para profissionais
GRATUITA
http://www.ebragaconsultoria.profissional.ws/letranova.html

VAMOS INTERAGIR?

CULTURA ORGANIZACIONAL
Comunidade
para os interessados em discutir, refletir, trocar
experiências, postar artigos, indicar livros, e expor metodologias
para diagnóstico e intervenção na cultura organizacional. Conta
atualmente com quase trinta participantes e já foram postados por
lá trinta tópicos, como por exemplo: Liderança masculina e
feminina, Direitos Humanos, Assédio Sexual, assédio moral e
outras ocorrências no trabalho, Vídeo sobre Cultura
Organizacional, O que é cultura organizacional?, Cultura Organizacional, Bin Laden
e Paradigmas, Filme para trabalhar Gestão de Mudanças, entre outros. Você também
poderá acessar a partir da comunidade, todos os meses, a última edição da
LETRANOVA.
Acesse http://cultura_organizacional.com.via6.com, faça sua filiação e participe! Abraços
10

PRESTAÇÃO DE SERVIÇO

CURSO DE DIREITOS HUMANOS PARA


GESTORES

Direitos Humanos para Gestores (2ª Turma)

Extensão Universitária com o curso em EaD


De 14 de abril de 2008 até 31 de Agosto de 2008
Faculdade Campos Elíseos
Ministrado por Prof. Ms. Edner Braga

Público:Graduandos e Pós-graduandos e profissionais que atuam em qualquer uma das áreas


de formação e que buscam diferencial competitivo para o mercado de recursos humanos ou
para sua gestão.

Temas:Apresentação da Disciplina de Direitos Humanos: definição e conceitos relacionados;


Declaração Universal dos Direitos Humanos e os Direitos da Criança; Direitos Sociais e
Exercício da Cidadania; Direitos Humanos e Administração: Formas de discriminação nas
Empresas; Administração para a Inclusão: Portadores de Necessidades Especiais, Povos
Indígenas, Diferenças religiosas e étnicas; Ética e Administração; Administração para os
Direitos Humanos; Discussões atuais em Direitos Humanos: Assédio Moral, Aborto,
Clonagem, Eutanásia e Pena de Morte; Discussões Atuais em Direitos Humanos: Assédio
Sexual, Violência, Estupro, Trabalho Infantil, Tolerância e Discriminação; e Revisão e
Avaliação do Curso.

Informações e inscrições: Solicitação da ficha eletrônica de Inscrição e maiores informações


poderão ser obtidas com Bárbara pelo e-mail: mestrado@fce.edu.br.

Valor e forma de pagamento: A participação no Curso é Gratuita, porém sem certificado de


conclusão. Para obter certificado de participação em Curso Livre, o aluno deverá fazer a
opção no ato da inscrição e pagar uma taxa no valor de R$ 30,00 para confecção e envio.
Para certificação como Curso de Extensão Universitária, o aluno deverá indicar no ato da
inscrição e pagar uma taxa no valor de R$ 80,00 para confecção, registro e envio juntamente
com um CD-ROM com todo o conteúdo do curso. O pagamento pode ser através de Depósito
bancário, Transferência em caixa eletrônico, Transferência pela Internet, Secretaria da
Faculdade. Após o pagamento enviar os dados da operação por e-mail.

DÊ VISIBILIDADE À SUA EMPRESA


DIVULGUE SEUS PRODUTOS
OFEREÇA SEUS SERVIÇOS
PROMOVA SEUS CURSOS E EVENTOS
(Solicite Orçamento Publicitário )
O investimento é muito menor do que você imagina!
ebraga@ebragaconsultoria.profissional.ws
11
INDICAÇÃO DE FILME

CINEMA PARADISO

Salvatore di Vita é um cineasta bem-sucedido que vive em Roma.


Um dia ele recebe um telefonema de sua mãe avisando que Alfredo
está morto. A menção deste nome nome traz lembranças de sua
infância e, principalmente, do Cinema Paradiso, para onde
Salvatore, então chamado de Totó, fugia sempre que podia, e fazia
companhia a Alfredo, o projecionista. E ali Totó aprendeu a amar o
cinema. Após um caso de amor frustrado com Elena, a filha do
banqueiro da cidade, Totó deixa a cidade e vai para Roma, só
retornando trinta anos depois, por causa da morte de Alfredo.

Diretor: TORNATORE, Giuseppe (trilha sonora de Ennio Morricone) - Gênero:


Drama Ano: 1989 - Duração: 121 min aprox. - Linguagem: Italiano -Legenda:
Português e espanhol - Extras: Menu Interativo, seleção de cenas - Formato de tela:
Widescreen 1.66:1 Elenco: Philippe Noiret, Jacques Perrin, Salvatore Cascio Pode ser
encontrado na www.cliquelivros.com.

ESPECIAL DO MÊS

PERCA UM LIVRO
O bookcrossing ou a prática de perder um livro de propósito é uma campanha que se alastra pelo
mundo todo e que chegou há algum tempo no Brasil. O start foi dado pela Editora Zeis que perdeu
exemplares do livro a Unidade dos Seis: o herdeiro especial da escritora paulistana Cristina Castellar.
O espírito da coisa resume-se em perder um livro num lugar público, e aquele que o encontrar deve
perder também, após ter lido. Esta ação pretende transformar o mundo numa imensa livraria à céu
aberto. Você pode ler um bom livro, depois cadastrá-lo no site www.livr.us. Ao final do processo
imprima a etiqueta que corresponde ao livro em duas vias, cole uma no livro, para que quem o
encontrar tome conhecimento da campanha, e por fim, perca-o a vontade num espaço público. Se e
quando quiser acesse o site e rastreie-o para saber por onde anda o livro perdido.

Os idealizadores e todos aqueles leitores-cidadãos conscientes de sua responsabilidade social


pretendem apoiar e incentivar o resgate e a ampliação do hábito de leitura. É interessante imaginar a
expressão facial que manifesta uma pessoa que encontra um livro perdido. Mais instigante ainda é
pensar na sua surpresa ao abrir o livro e tomar conhecimento desta campanha.

Além do incentivo a leitura, a campanha também é um teste de cidadania, pois ao encontrar o livro e
saber da campanha, que atitude você tomará? Vai ficar com o livro público e ser egoísta tomando
posse daquilo que não é seu? Ou vai lê-lo e perdê-lo para que outros também tenham acesso a um
bem cultural que foi tornado um bem público pelo primeiro cidadão consciente que resolveu perdê-
lo?Aos que estão aderindo à campanha e se preparam para “perder livros” recomenda-se que não se
preocupem com o destino dado a obra que perdeu, pois se o livro cair nas mãos de um espertinho
que acha que vai levar vantagem se ficar com o livro só para si pior para ele que se priva do prazer
de participar de uma campanha tão altruísta quanto esta. E quanto a você continue enfrente,
perdendo livros por aí.

Consoante e afinada com a prática do bookcrossing, a Cliquelivros também aderiu a prática de perder
livros, e desde o dia 25 de Março começou a perder livros no metrô de São Paulo, e sua meta é
perder 50 livros até o final deste ano. Foi a forma que a livraria virtual encontrou para contribuir com a
difusão do hábito da leitura e do consumo de artigos culturais de boa qualidade. E um viva para
aqueles desta campanha genial participem!!!!
12

Formação de Orientadores de Carreira


Vamos estudar ao longo desse Curso cuja modalidade é de Ensino à Distância, os temas relacionados à
sua formação como Orientador de Carreira ou Coaching de Carreira. O Programa prevê cinco unidades
que serão estudadas e desenvolvidas em dezesseis semanas. Isto quer dizer que você terá em média até
20 dias para realizar cada uma das unidades.

Você terá seus conhecimentos estimulados, aprimorados, potencializados e desenvolvidos através dos
textos básicos, dos exercícios e das atividades de construção de conhecimentos, dos textos
complementares, das pequenas rádio-aulas, dos mini- clips educacionais, das apresentações em power-
point ou pdf, dos links indicados, das pesquisas realizadas e das atividades de avaliação solicitadas.

Este programa de formação será um desafio interessante e motivador, pois visa Promover a visão da
orientação de carreira, a partir da compreensão dos conceitos de coach, carreira, profissão, orientação
e aconselhamento, e da metodologia e técnica da orientação sócio- interacionista que se dá com base
em entrevistas, observação, técnicas exploratórias, exercícios de auto- avaliação e de heteroavaliação e
técnicas de planejamento.

A partir deste grande intento, entendi ser mais proveitoso, e mais fácil de atingi-lo dividir em cinco
proposições norteadoras das ações pedagógicas do curso, quais sejam:
1.Desenvolver a habilidade e compreensão para explorar aspectos da escolha profissional e
das decisões de carreira;
2.Estimular os conhecimentos e os estudos sobre o processo de escolha da carreira
profissional;
3.Aprimorar os conhecimentos sobre os aspectos individuais e sociais que influenciam o
processo da carreira;
4.Aperfeiçoar a aplicação da técnica de identificação das âncoras de carreira de Schein; e
5.Adquirir a prática sócio-interacionista de orientação e aconselhamento para o
planejamento da carreira profissional.

Acredito profundamente que este programa se for bem desenvolvido por mim e bem acompanhado por
você (ambos somos importantes neste processo quando a proposta é sócio-interacionista) contribuirá
muito para a sua formação como orientador de carreira.

Analise o conteúdo: Unidade I – Conceituações Importantes: 1. Sócio-interacionismo – 2. O papel do


orientador de carreira – 3. Abordagem clínica na formação do orientador de carreira – 4. Pesquisa e
criação de atividade – 5. Dilemas, ansiedades e conflitos – 6. Importância do plano de carreira. Unidade
II – O processo de escolha de carreira: 1. Introdução ao processo de decisão de carreira – 2. Fases da
carreira de Edgar Schein – 3. Etapas do processo de escolha – 4. Desafios para a gestão de carreira – 5. A
entrevista de orientação de carreira. Unidade III – A orientação para a integração dos aspectos da
decisão de carreira: 1. Conceituação de motivação – 2. Auto-avaliação das necessidades, motivações e
interesses - 3. Atividades para reflexão sobre potenciais e habilidades - 4. Conscientização dos valores e
aspirações – 5. Conscientização dos conflitos, ansiedades e medos – 6. Técnicas para abordar as
expectativas de futuro – 7. Técnicas e estratégias para a auto-avaliação e integração dos aspectos para
decisão de carreira. Unidade IV – Âncoras de Carreira: 1. Referenciais de carreira e identidade
profissional – 2. Inclinação profissional – 3. Carreira em transformação e seus paradoxais efeitos – 4. A
teoria e técnica de diagnóstico das Âncoras de Carreira – 5. Aplicações da técnica e adaptações – 6.
Aplicação e análise das âncoras de carreira. Unidade V – A orientação e o aconselhamento para o
planejamento de carreira: 1. O projeto de carreira - 2. As práticas de desenvolvimento adotadas - 3. O
acompanhamento da efetivação do projeto.

Investimento acessível e ainda pode ser parcelado.


Mais informações e inscrições no site www.grupoquantica.com/cursos

Sigamos adiante!
Grande abraço!
Prof. Ms. Edner Braga POESIA DA HORA
13
MÚSICA DE VIVER EM NOVE TEMPOS
by Nillo Chamas

1º Tempo
Nascer é romper a parceria,
Passar a compor só
com algum acompanhamento.

2º Tempo
Infância é se libertar
Em escala do acompanhamento,
Experimentando novos ritmos & sons.

3º Tempo
Adolescência é misturar jazz & new age,
Romper com os maestros
E pensar que faz o melhor som.

4º Tempo
Adulto estabelece o ritmo
ou segue desritmado
por consciência
ou inconseqüência.

5º Tempo
Amadurecer é escalar
a pauta musical.

6º Tempo
Envelhecer é lecionar música,
e compartilhar experiências sonoras.

7º Tempo
Crescer é tocar só
Enquanto aguarda acompanhamento
de outros instrumentos.

8º Tempo
Viver é participar da orquestra
Sem maestros,
Sendo o maestro de si mesmo.

9º Tempo
Morrer é completar
a sinfonia inacabada: vida.

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO – LATO SENSO

FORMAÇÃO DE CONSULTORES
Inicia-se em 17 de maio de 2008, a segunda turma do Programa de Pós Graduação para formação de
consultores da FCE. O curso dá direito a titulação de especialista e permite o acesso ao Ensino
Superior como docente. As inscrições e participação no processo seletivo se iniciam em 11 de
Fevereiro de 2008 e se encerram no dia 14 de Maio de 2008, e enquanto existirem vagas. Serão apenas
40 vagas.. As aulas serão quinzenais, ou seja, dois sábados por mês, no horário das 8h às 18h.
Interessados devem fazer contato através do e-mail mestrado@fce.edu.br ou pelo telefone 011
36615400 com Bárbara, a partir das 13 horas. Acesse www.fce.edu.br e veja mais detalhes e programa
do Curso.
14
CURSOS

Confira abaixo os cursos oferecidos pelo portal do Grupo Quântica.

Os cursos estão divididos em categorias e para acessar mais facilmente as informações, basta você
passar o cursor em cima do curso que mais lhe despertou o interesse e clicar. Automaticamente você
acessa as informações sobre o curso e sobre o Portal de Cursos do Grupo Quântica. Dê uma olhada e
cadastre-se no portal.

Comunicação
Metodologia da Pesquisa
Webjornalismo

Educação a Distância e Moodle


Capacitação de Professores para uso de EAD e Moodle
A Construção do Texto Didático para Ensino à Distância

Marketing e Vendas
A Empresa Inclusiva
Formação de Profissionais Vendedores

Programação Neurolingüística - PNL


Formação Oficial Master Practitioner em PNL Sistêmica
Formação Oficial Practitioner em PNL Sistêmica

Recursos Humanos
Formação e Capacitação de Instrutores de Treinamentos
Empreendedorismo, Mercado de Trabalho e Empregabilidade
Formação de Orientadores de Carreira
Posicionamento Profissional

Saúde e Terapias Alternativas


Formação em Terapia com Florais de Bach - Do Processo ao Autoconhecimento
Diagnóstico e Reabilitação Neuropsicológica

www.grupoquantica.com/cursos

“Não é na maneira como uma alma se aproxima da outra, mas da maneira como se afasta, que
reconheço seu parentesco e afinidade com a outra.” (F. Nietzche)