Você está na página 1de 3

Tempo do Advento – 23 de Dezembro

Encarnação do Verbo de Deus


Tempo do Advento – 23 de Dezembro

Segunda Leitura
Do Tratado contra a heresia de Noeto, de Santo Hipólito,
presbítero. (Séc. III)
(Cap. 9-12: PG 10, 815-919)
Manifestação do Mistério escondido

Único é o Deus que conhecemos, irmãos, e não por outra fonte


que não seja a Sagrada Escritura. Devemos, pois, saber o que ela
anuncia e compreender o que ensina. Creiamos no Pai como Ele
quer ser acreditado; glorifiquemos o Filho como Ele quer ser
glorificado; e recebemos o Espírito Santo como Ele quer se dar a
nós. Consideremos tudo isso, não segundo nosso próprio arbítrio e
interpretação pessoal, nem fazendo violência aos dons de Deus,
mas como Ele próprio nos ensinou pelas santas Escrituras.
Quando só existia Deus, e não havia nada que existisse com
Ele, decidiu criar o mundo. Criou-o por Seu pensamento, Sua
vontade e Sua Palavra; e o mundo começou a existir como Ele quis
e realizou. Basta-nos apenas saber que nada coexistia com Deus.
Não havia nada além Dele, só Ele existia e era perfeito em tudo.
Nele estava a inteligência, a sabedoria, o poder e o conselho. Tudo
estava Nele e Ele era tudo. E quando quis e como quis, no tempo
que havia estabelecido, manifestou o Seu Verbo, por quem fez
todas as coisas.
Deus possuía o Verbo em Si mesmo, e o Verbo era
imperceptível para o mundo criado; mas fazendo ouvir Sua voz,
Deus tornou-O perceptível. Gerando-O como Luz da Luz, enviou
como Senhor da criação aquele que é Sua própria inteligência. E
este Verbo, que no princípio era visível para que o mundo, vendo-
O manifestar-se, pudesse ser salvo.
O Verbo é verdadeiramente a inteligência de Deus que, ao
entrar no mundo, se manifestou como o Servo de Deus. Tudo foi
feito por Ele, mas Ele procede unicamente do Pai. Foi Ele quem
deu a lei e os profetas; e ao fazê-lo, impulsionou os profetas a
falarem sob a moção do Espírito Santo para que, recebendo a força
da inspiração do Pai, anunciassem o Seu desígnio e a Sua vontade.
Tempo do Advento – 23 de Dezembro

O Verbo, portanto, se tornou visível, como diz São João. Este


repete em síntese o que os profetas haviam dito, demonstrando que
aquele era o Verbo por quem tinham sido criadas todas as coisas:
‘No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus; e o Verbo
era Deus. tudo foi feito por Ele e sem Ele nada se fez’ (Jo 1, 1.3). E,
mais adiante, prossegue: ‘O mundo foi feito por meio Dele, mas o
mundo não quis conhecê-lO. Veio para que o que era Seu, os Seus,
porém, não o acolheram’ (Jo 1,10-11).

Responsório Cf. Is 9,5.6; Lc 1,32; Jo 1,4


R. Nascerá para nós, um Menino, e Deus forte será o seu nome.
* Vai sentar-se e reinar, para sempre, sobre o trono real de Davi; e
terá o poder sobre os ombros.
V. A vida estava na Palavra e a vida era a luz da humanidade.
* Vai sentar-se e reinar, para sempre, sobre o trono real de Davi; e
terá o poder sobre os ombros.
Oração
Deus eterno e todo-poderoso, ao aproximar-nos do Natal do vosso
Filho, concedei-nos obter a misericórdia do Verbo que se encarnou
no seio da Virgem e quis viver entre nós. Por nosso Senhor Jesus
Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.