Você está na página 1de 36

SEMARH

SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS

SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA
SEMARH SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS IMPLEMENTA IMPLEMENTA Ç Ç ÃO ÃO DA

IMPLEMENTAIMPLEMENTAÇÇÃOÃO DADA POLPOLÍÍTICATICA ESTADUALESTADUAL DEDE RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS

JOSÉ DE PAULA MORAES FILHO

SECRETÁRIO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS Fonte: ANA

RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS Fonte: ANA

Fonte: ANA

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS Fonte: ANA

RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS Fonte: ANA

Fonte: ANA

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S

RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS EMEM GOIGOIÁÁSS

BACIABACIA HIDROGRHIDROGRÁÁFICAFICA DODO RIORIO ARAGUAIAARAGUAIA 2525 %% dada áárearea dodo EstadoEstado 86.10986.109 kmkm 22 88 %% dada populapopulaççãoão (aproximado)(aproximado)

BACIABACIA HIDROGRHIDROGRÁÁFICAFICA DODO RIORIO TOCANTINSTOCANTINS 3030 %% dada áárearea dodo EstadoEstado 103.687103.687 km2km2 1515 %% dada populapopulaççãoão (aproximado)(aproximado)

BACIABACIA HIDROGRHIDROGRÁÁFICAFICA DODO RIORIO SÃOSÃO FRANCISCOFRANCISCO 11 %% dada áárearea dodo EstadoEstado 11 %% dada populapopulaççãoão (aproximado)(aproximado)

BACIABACIA HIDROGRHIDROGRÁÁFICAFICA DODO RIORIO PARANAPARANAÍÍBABA 4444 %% dada áárearea dodo EstadoEstado 149.488149.488 km2km2 7575 %% dada populapopulaççãoão (aproximado)(aproximado)

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S

RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS EMEM GOIGOIÁÁSS BaciasBacias hidrogrhidrográáficasficas emem GoiGoiááss

80 70 60 50 40 30 20 10 0 Araguaia Tocantins Paranaíba São Francisco Área
80
70
60
50
40
30
20
10
0
Araguaia
Tocantins
Paranaíba
São Francisco
Área (%)
População (%)
RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S

RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS EMEM GOIGOIÁÁSS

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S S
RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S

RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS EMEM GOIGOIÁÁSS

BaciaBacia hidrogrhidrográáficafica dodo RioRio MeiaMeia PontePonte

Área de drenagem: 12.180 km², 3,56% da área do Estado

População da Bacia: 2.374.424 habitantes, 47,5% da população do Estado

Número de municípios: 38

Lançamento de esgoto doméstico: 183 mil m³/dia

Lançamento de resíduos sólidos (lixo): 1 toneladas/dia

Vegetação nativa remanescente (na microrregião): 13%

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S

RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS EMEM GOIGOIÁÁSS

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S S
RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S

RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS EMEM GOIGOIÁÁSS

BaciaBacia hidrogrhidrográáficafica dodo RioRio dosdos BoisBois

Área de drenagem: 34.552 km² (± 10 % da área do Estado)

População aproximada da Bacia: 700.000 habitantes (15% da população do Estado)

Número de municípios: 51

A agricultura irrigada é um dos principais usos de água na Bacia: são 347 outorgas, sendo 231 para Pivôs Centrais

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S

RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS EMEM GOIGOIÁÁSS

84% 82% 70% 68% 59% 30% 22% 18% 14% 11% 10% 9% 8% 8% 7%
84%
82%
70%
68%
59%
30%
22%
18%
14%
11%
10%
9%
8%
8%
7%
Agricultura
Indústria
Consumo humano
Mundo
Países
desenvolvidos
Países em
desenvolvimento
Brasil
Goiás
RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S

RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS EMEM GOIGOIÁÁSS

HidroeletricidadeHidroeletricidade

O Brasil possui grande potencial de geração de energia hidrelétrica; Quase toda a energia elétrica produzida no país é proveniente de usinas hidrelétricas; Goiás é exportador de energia elétrica.

• As principais unidades geradoras são:

Bacia do

Serra da Mesa e Canabrava, na Tocantins

São Simão, Cachoeira Dourada, Itumbiara,

Emborcação

Paranaíba

do Rio

Corumbá,

Bacia

e

na

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S

RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS EMEM GOIGOIÁÁSS HidroeletricidadeHidroeletricidade

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S S

Fonte: ANA

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S

RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS EMEM GOIGOIÁÁSS HidroeletricidadeHidroeletricidade BaciaBacia dodo ParanaParanaííbaba

EM EM GOI GOI Á Á S S Hidroeletricidade Hidroeletricidade – – Bacia Bacia do do
RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S

RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS EMEM GOIGOIÁÁSS

IrrigaIrrigaççãoão nono mundomundo

As áreas irrigadas perfazem apenas cerca de 18% do total de áreas cultivadas;

Porém, 42% dos alimentos são atualmente produzidos sob irrigação;

As culturas irrigadas produzem 2-3 colheitas anuais;

A produtividade de cultivos irrigados é maior do que de cultivos não irrigados

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S

RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS EMEM GOIGOIÁÁSS

IrrigaIrrigaççãoão emem GoiGoiááss

A área irrigada em Goiás saltou de 560 ha em 1983 para 139.100 ha em 2003

O número de pivôs centrais passou de 7 para 1791 no mesmo período;

região do entorno do DF, principalmente os

municípios de Luziânia e Cristalina, representa 35% dos

equipamentos outorgados;

A eficiência da irrigação depende do sistema utilizado e varia de acordo com a cultura e o manejo empregado.

A

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S

RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS EMEM GOIGOIÁÁSS

UsoUso industrialindustrial

Fonte: SIC GOIÁS

RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS EM EM GOI GOI Á Á S S
USOS USOS DOS DOS RECURSOS RECURSOS H H Í Í DRICOS DRICOS Acumula Acumula ç

USOSUSOS DOSDOS RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS AcumulaAcumulaççõesões emem barramentosbarramentos

Vantagens:

perenização do escoamento

redução de cheias

aumento das vazões de estiagem

possibilidade de usos múltiplos

Desvantagens:

impacto pela inundação

perdas por evaporação

alterações no regime natural de escoamento

Hist Hist ó ó rico rico LEGISLA LEGISLA Ç Ç ÃO ÃO • Antes de

HistHistóóricorico

LEGISLALEGISLAÇÇÃOÃO

Antes de 1934: propriedade conjunta terra- água e ausência de regulação pelo poder público

1934: Código de Águas (Decreto Nº. 24.643, de 10 de julho de 1934) – regulação do aproveitamento da água (outorga)

1988: Constituição Federal

bem público

domínios

competências

LEGISLA LEGISLA Ç Ç ÃO ÃO Constitui Constitui ç ç ão ão Federal Federal –

LEGISLALEGISLAÇÇÃOÃO ConstituiConstituiççãoão FederalFederal 19881988

a) Artigo 20 – “São bens da União:

III – os lagos, rios e quaisquer correntes de água em terrenos de seu domínio, ou que banhem mais de um Estado, sirvam de limites com outros Países, ou se estendam a território estrangeiro ou dele provenham, bem como os terrenos marginais e as praias fluviais;

VI – o mar territorial;

VIII – os potenciais de energia hidráulica;

LEGISLA LEGISLA Ç Ç ÃO ÃO Constitui Constitui ç ç ão ão Federal Federal –

LEGISLALEGISLAÇÇÃOÃO ConstituiConstituiççãoão FederalFederal 19881988

Artigo 26 – “Incluem-se entre os bens dos Estados:

I – as águas superficiais ou subterrâneas, efluentes emergentes e em depósito, ressalvadas, neste caso, na forma da lei, as decorrentes de obras da União;”

LEGISLA LEGISLA Ç Ç ÃO ÃO Dom Dom í í nio nio dos dos cursos

LEGISLALEGISLAÇÇÃOÃO DomDomíínionio dosdos cursoscursos dd’á’águagua

Fonte: ANA
Fonte: ANA
LEGISLA LEGISLA Ç Ç ÃO ÃO Pol Pol í í tica tica Nacional Nacional de

LEGISLALEGISLAÇÇÃOÃO

PolPolííticatica NacionalNacional dede RecursosRecursos HHíídricosdricos LeiLei 9433/979433/97

FUNDAMENTOS:

I - a água é um bem de domínio público;

II

econômico;

III - em situações de escassez, o uso prioritário dos recursos

hídricos é o consumo humano e a dessedentação de animais;

IX - a gestão dos recursos hídricos deve sempre proporcionar o uso múltiplo das águas;

IV -

a bacia hidrográfica é a unidade territorial para

limitado, dotado de valor

água

é

recurso

natural

-

a

um

implementação da Política Nacional de Recursos Hídricos e atuação do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos;

VI - a gestão dos recursos hídricos deve ser descentralizada e contar com a participação do Poder Público, dos usuários e das

comunidades

LEGISLA LEGISLA Ç Ç ÃO ÃO Pol Pol í í tica tica Nacional Nacional de

LEGISLALEGISLAÇÇÃOÃO

PolPolííticatica NacionalNacional dede RecursosRecursos HHíídricosdricos LeiLei 9433/979433/97

OBJETIVOS:

I - assegurar à atual e às futuras gerações a necessária disponibilidade de água, em padrões de qualidade adequados aos respectivos usos;

II - a utilização racional e integrada dos recursos hídricos, incluindo o transporte aquaviário, com vistas ao desenvolvimento sustentável;

III - a prevenção e a defesa contra eventos hidrológicos críticos de origem natural ou decorrentes do uso inadequado dos recursos naturais.

LEGISLA LEGISLA Ç Ç ÃO ÃO Pol Pol í í tica tica Nacional Nacional de

LEGISLALEGISLAÇÇÃOÃO

PolPolííticatica NacionalNacional dede RecursosRecursos HHíídricosdricos LeiLei 9433/979433/97

INSTRUMENTOS:

I - os Planos de Recursos Hídricos;

II - o enquadramento dos corpos de água em classes, segundo os usos preponderantes da água,

III - a outorga dos direitos de uso de recursos hídricos;

IV - a cobrança pelo uso de recursos hídricos;

V - a compensação a municípios;

VI - o Sistema de Informações sobre Recursos Hídricos

LEGISLA LEGISLA Ç Ç ÃO ÃO Legisla Legisla ç ç ão ão Estadual Estadual de

LEGISLALEGISLAÇÇÃOÃO LegislaLegislaççãoão EstadualEstadual dede RecursosRecursos HHíídricosdricos

Política Estadual de Recursos Hídricos (Lei 13.123/97, de

16/07/97)

• Lei Estadual de Conservação e Proteção de Águas Subterrâneas (13.583 de 11/01/2000)

• Resolução n.º 09, de 04 de maio de 2005, do Conselho Estadual de Recursos hídricos, Regulamento de Outorga (alterada pela Resolução n.º 11)

• Plano Estadual de Recursos Hídricos (95 - 99)

• Diagnóstico Preliminar de Recursos Hídricos (99)

• Demais resoluções do Conselho Estadual de Recursos Hídricos

• Deliberações do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Meia Ponte

LEGISLA LEGISLA Ç Ç ÃO ÃO Pol Pol í í tica tica Estadual Estadual de

LEGISLALEGISLAÇÇÃOÃO PolPolííticatica EstadualEstadual dede RecursosRecursos HHíídricosdricos

Mesmos princípios, objetivos e instrumentos da Política Nacional de Recursos Hídricos

Define a Semarh como órgão gestor

Estabelece infrações e penalidades

Estabelece o Sistema Estadual de Recursos Hídricos

Determina a criação Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Meia Ponte - COBAMP

SISTEMA SISTEMA INTEGRADO INTEGRADO DE DE GERENCIAMENTO GERENCIAMENTO DOS DOS RECURSOS RECURSOS H H Í

SISTEMASISTEMA INTEGRADOINTEGRADO DEDE GERENCIAMENTOGERENCIAMENTO DOSDOS RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS

Integram o Sistema:

I

- Conselho CERHI;

Estadual de Recursos Hídricos -

II

- Comitês de Bacias Hidrográficas;

III

-

Órgãos

do

Poder Público Estadual e

Municipais, cujas competências se relacionem com a gestão dos recursos hídricos;

IV - Agências de Bacias Hidrográficas; V - Associação de Usuários de Recursos Hídricos.

SISTEMA SISTEMA INTEGRADO INTEGRADO DE DE GERENCIAMENTO GERENCIAMENTO DOS DOS RECURSOS RECURSOS H H Í

SISTEMASISTEMA INTEGRADOINTEGRADO DEDE GERENCIAMENTOGERENCIAMENTO DOSDOS RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS

ConselhoConselho EstadualEstadual dede RecursosRecursos HHíídricosdricos

O CERH integra a estrutura organizacional da

Secretaria do Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos – Semarh, é órgão deliberativo no que concerne à formulação da Política Estadual de Recursos Hídricos.

O Conselho Estadual de Recursos Hídricos foi

criado pela Lei Estadual de Recursos Hídricos e Regulamentado pelo Decreto Lei n.° 5.327, de

Dezembro de 2000.

SISTEMA SISTEMA INTEGRADO INTEGRADO DE DE GERENCIAMENTO GERENCIAMENTO DOS DOS RECURSOS RECURSOS H H Í

SISTEMASISTEMA INTEGRADOINTEGRADO DEDE GERENCIAMENTOGERENCIAMENTO DOSDOS RECURSOSRECURSOS HHÍÍDRICOSDRICOS

ComitêsComitês dede baciabacia hidrogrhidrográáficafica

Definição

Órgão colegiado, com participação dos usuários, da sociedade civil organizada, de representantes de governos municipais, estaduais e federal, que visa a gestão compartilhada e participativa dos Recursos Hídricos, com atribuições normativas, deliberativas e consultivas, no âmbito da bacia hidrográfica.

Destina-se a atuar como “parlamento das águas”, posto que é o fórum de decisão no âmbito de cada Bacia Hidrográfica.

INSTRUMENTOS INSTRUMENTOS DE DE GESTÃO GESTÃO Outorga Outorga de de direito direito de de uso

INSTRUMENTOSINSTRUMENTOS DEDE GESTÃOGESTÃO

OutorgaOutorga dede direitodireito dede usouso

A outorga é um ato administrativo pelo qual o poder público outorgante transfere ao usuário o uso da água, por prazo determinado, nas condições expressas no respectivo ato.

OBJETIVOS: assegurar o controle quantitativo e qualitativo da água e o efetivo exercício dos direitos de acesso à mesma, disciplinando sua utilização e compatibilizando demanda e disponibilidade hídrica.

INSTRUMENTOS INSTRUMENTOS DE DE GESTÃO GESTÃO Sistema Sistema de de outorga outorga em em Goi

INSTRUMENTOSINSTRUMENTOS DEDE GESTÃOGESTÃO SistemaSistema dede outorgaoutorga emem GoiGoiááss

Requerimentos de outorga

2000 1800 1600 1400 1200 1000 800 600 400 200 0 1990 1991 1992 1993
2000
1800
1600
1400
1200
1000
800
600
400
200
0
1990
1991
1992
1993
1994
1995
1996
1997
1998
1999
2000
2001
2002
2003
2004
2005
2006
2007
Superficiais
Subterrâneas
Total
INSTRUMENTOS INSTRUMENTOS DE DE GESTÃO GESTÃO Outorgas Outorgas v v á á lidas lidas em

INSTRUMENTOSINSTRUMENTOS DEDE GESTÃOGESTÃO

OutorgasOutorgas vváálidaslidas emem GoiGoiááss

1800 1675 1600 1507 1433 1400 1200 1000 887 800 600 400 200 140 131
1800
1675
1600
1507
1433
1400
1200
1000
887
800
600
400
200
140
131
87
74
66
3
12
12
2
4
5
0
* - Irrigação Pivô Central - 1153
Abastecimento Público
Barramento
Bombeamento
Canalização
Dessedentação Animal
Extração de Minério
Geração de Energia
Indústria
* Irrigação
Lazer
Outros
Permissão
Piscicultura
Águas Subterrâneas
Declaração Minipoço
INSTRUMENTOS INSTRUMENTOS DE DE GESTÃO GESTÃO Fiscaliza Fiscaliza ç ç ão ão dos dos usos

INSTRUMENTOSINSTRUMENTOS DEDE GESTÃOGESTÃO

FiscalizaFiscalizaççãoão dosdos usosusos dosdos recursosrecursos hhíídricosdricos

Fiscalização de conflitos mediante denúncias • Fiscalização de usos outorgados

• quanto ao cumprimento dos termos da outorga

Aplicação de penalidades

• advertência/notificação (135 em 2007)

• multa (6 em 2007) • interdição (2 em 2007)

Reuniões de mediação de conflitos (30 em 2007)

INSTRUMENTOS INSTRUMENTOS DE DE GESTÃO GESTÃO Apoio Apoio a a Comitês Comitês de de Bacia

INSTRUMENTOSINSTRUMENTOS DEDE GESTÃOGESTÃO

ApoioApoio aa ComitêsComitês dede BaciaBacia HidrogrHidrográáficafica

Semarh elabora os estudos preliminares à criação de CBHs estaduais

Semarh atua como Secretaria Executiva do CBH-Meia Ponte Processo de mobilização e instalação do CBH-Paranaíba

Ocupa a Presidência do CBH-Paranaíba

Membro do CBH-São Francisco

“ O acesso à água segura é uma necessidade humana fundamental e, portanto, um direito

O acesso à água segura é uma necessidade humana fundamental e, portanto, um direito básico. A água contaminada coloca em risco a saúde física e mental das pessoas. É uma afronta à dignidade humana”.

Kofi Annan, Ex-Secretário Geral da ONU