Você está na página 1de 5

VISÃO GERAL

1) O QUE É ESTRATÉGIA?

ESTRATÉGIA, de modo simplificado, nada mais é do que a escolha de um


caminho para o alcance de um objetivo. Para concursos públicos, temos o
seguinte:

- Objetivo = aprovação

- Estratégia = “COMO” ser aprovado

É justamente para auxiliar os candidatos aos cada vez mais disputados


concursos públicos a responderem a essa pergunta (“como?”) que esta apostila
apresenta o método de estudo C4HIM como estratégia de aprovação.

2) A HISTÓRIA DO MÉTODO

O método C4HIM é fruto de nosso conhecimento prático na área de


concursos públicos. Não só conhecimento próprio, mas também de colegas e
professores[1] que tanto nos ajudaram em nossas batalhas de concurseiros.

A partir de observações e reflexões, e após alguns sucessos e fracassos,


procuramos consolidar neste método as técnicas de estudo mais eficientes
para aprovação em concursos.

2
Em síntese, acreditamos que o método funciona justamente porque foi
testado na prática.

1.Nesse sentido, destacamos que boa parte do conteúdo deste texto foi
inspirada nas aulas do professor André Luis de Carvalho, que nos autorizou a
citá-lo como influência na concepção do método

2) VISÃO GERAL DA ESTRATÉGIA (PIRÂMIDE DE PREPARAÇÃO)

Explicação da Pirâmide de Preparação:

O 1º estágio se refere à coleta e leitura de Material Bruto de estudo. Nesta


etapa, não se deixe seduzir por uma bela capa ou pela rápida percepção acerca
de determinado livro. Não tenha dúvida: para cada matéria, em regra, há um
ou dois livros já consagrados para você ler.

3
Dessa forma, não reinvente a roda; encontre com os veteranos qual é a
bibliografia recomendada. Agindo assim, você evitará a perda de tempo com
livros que não são os mais indicados. Se alguém já quebrou a cabeça
descobrindo quais são os melhores livros para o seu concurso, descubra quais
são com essa(s) pessoa(s).

Além disso, priorize os livros e evite apostilas. Salvo exceções, as


apostilas, além de conterem mais erros, ficam muito aquém do material bruto
a que se pode ter acesso em livros.

Em adição, valorize também a legislação e os demais tipos de fontes


primárias das matérias a serem estudadas. Muitas vezes, ainda há a vantagem
de tais fontes não serem muito extensas, tampouco de difícil compreensão.
Nesses casos, beba da fonte. Afinal, as questões não saem de apostilas, e sim
do material bruto.

De posse de um bom Material Bruto, o passo seguinte é evoluir do 1º para


o 2º estágio da estratégia, realizando o que entendemos ser o “pulo do gato”.

Enquanto um estudo comum se resume à leitura do material bruto, o


estudo com estratégia será pragmático e terá método.

Será pragmático porque não trabalhará com a mera leitura do material


bruto, e sim com sua leitura à luz do edital, de modo dirigido ao que será
cobrado na prova. Em adição, terá método porque essa leitura seguirá a
seguinte racionalidade: selecionado o item do edital a ser estudado (o material
bruto será lido com o intuito de se cobrir o referido item), a essência do que se
leu será esquematizada com o uso do método C4HIM, a ser explicado mais
adiante.

Nesse contexto, cabe ressaltar ser recomendável que cada esquematização


seja confeccionada em Uma Página no Máximo (UPM) porque, na hora da
prova, não agradará ao cérebro ter que “virar a página” para resgatar
determinada idéia.

Essa esquematização tem o seguinte objetivo: quando o candidato,


durante a prova, se deparar com um determinado item do edital, sua mente
resgatará uma esquematização desse item, evitando assim que caia numa
tentativa frustrada de recuperar o conteúdo por trás de um amontoado de
letras.

4
ESTA É APENAS UMA PRÉVIA DO DOCUMENTO APRESENTANDO SUAS
PÁGINAS INICIAIS, ASSIM CASO SE INTERESSE PODERÁ LER O DOCUMENTO
NA ÍNTEGRA, BAIXANDO O MATERIAL COMPLETO PARA SEU COMPUTADOR
CLICANDO NO LINK ABAIXO. ESTE ARTIFÍCIO VISA SUA COMODIDADE
ACELERANDO O CARREGAMENTO DA PÁGINA.