Você está na página 1de 73

PROVA DE FÍSICA

01.(IME 1965) Qual o peso (em N) da massa de 100kg, medida no interior de um elevador que sobe com aceleração igual a um quinto da aceleração da gravidade? OBS.: Para este e demais itens desta prova considere a aceleração da gravidade como constante. g = 10 m/s 2 .

02.(IME 1965) Um carrinho, partindo do repouso, desce do alto de um elevador e atinge um nível 20m abaixo com a velocidade de 18 m/s. Qual a energia dissipada por unidade de massa?

03.(IME 1965) Dois corpos, com massas diferentes tem a mesma energia cinética. Qual a relação entre suas quantidades de movimento?

04.(IME 1965) Três esferas de mesmo raio são soltas, simultaneamente, do alto de um plano inclinado. As esferas são:

- A - de madeira, ôca.

- B - de madeira, compacta.

- C - de aço, compacta.

Se nenhuma desliza, qual a ordem de chegada na base do plano?

05.(IME 1965) Um pêndulo simples tem quatro vezes o comprimento de outro. Se o período do mais curto é um segundo, qual a freqüência do outro (em hz)?

06.(IME 1965) Vários blocos estão na periferia de um disco de 0,15m de raio, que gira com velocidade crescente. Se as massas dos blocos e seus coeficientes de atrito estático com o disco são os do quadro a seguir, qual o que deslocará primeiro?

BLOCO

A

B

C

D

E

F

MASSA (10 -3 kg)

5

10

15

20

25

30

COEF. ATR.

0,20

0,05

0,06

0,50

0,04

0,33

07.(IME 1965) Dois líquidos imiscíveis em um tubo em U (seção constante) tem as densidades na relação de dez para um: o menos denso tem a superfície livre 10cm acima da separação dos líquidos. Qual a diferença de nível entre as superfícies livres nos dois ramos do tubo?

08.(IME 1965) Esferas ôcas, de iguais diâmetros e massas, densidades e calores específicos, são os indicadores abaixo, qual se aprofundará mais?

ESFERA

A

B

C

D

E

DENSIDADE

2,7

8,8

2,4

11,0

2,5

CALOR ESPECÍFICO

0,20

0,09

0,30

0,03

0,10

09.(IME 1965) A temperatura de um líquido é medida pelo mesmo número de graus nas escalas Celsius e Fahrenheit. Qual seria a leitura na escala Kelvin?

10.(IME 1965) Um retângulo de ouro com 20cm x 5cm é aquecido de 0ºC a 1000ºC. Qual a variação da área, sabendo- se que o coeficiente de dilatação linear médio é de:

1,5 x 10 -5 /ºC ?

11.(IME 1965) Num calorímetro a 17ºC colocamos 100cm 3 de água a 30ºC e 100cm 3 de água a 15ºC. A temperatura de equilíbrio é 22ºC. Qual o equivalente em água do calorímetro?

12.(IME 1965) Mediram-se 15 batimentos sonoros em 7 segundos. Se o diapasão de menor massa vibra com 384 Hz, qual a freqüência do outro?

13.(IME 1965) Uma fonte sonora ( λ = 1 m; f = 330 hz) está a meia distância entre um observador e um obstáculo. Qual a distância mínima do obstáculo ao observador para que este ouça o eco?

14.(IME 1965) Quantas imagens tem um objeto colocado entre dois espelhos que formam ângulo de 120º?

15.(IME 1965) Qual a amplificação angular de uma lupa com 10 dioptrias se a distância mínima de visão distinta é 20cm ?

16.(IME 1965) Mediu-se o lado do quadrado com um paquímetro (menor divisão 0,1 cm) encontrou-se 10,0 cm. Qual o erro relativo percentual na área?

17.(IME 1965) Ligam-se, no vácuo, duas placas paralelas

de alumínio a uma bateria de V 1 volts. Após desligá-las da

fonte e duplicar seu afastamento, qual a tensão V 2 entre elas?

18.(IME 1965) Dois condutores de L 1 e L 2 metros deslocam-se perpendicularmente a um campo magnético de B Weber/m 2 , com velocidade constante v 1 e v 2 m/s. Qual relação entre as f.e.m. e 1 e e 2 volts, geradas nos mesmos?

19.(IME 1965) Um alterador de quatro polos gera uma f.e.m. em 60 hz. Qual sua velocidade em r.p.m.?

20.(IME 1965) Qual a característica da fem induzida em uma bobina, se a taxa de variação da corrente que a percorre é

constante?

21.(IME 1965) Um foguete, lançado verticalmente, queima em 30 segundos, todo o propelente líquido contido em um cilindro de quatro metros de altura. A velocidade máxima atingida é de 1200 m/s, com aceleração constante. OBS.: desprezam-se:

- a variação da aceleração da gravidade;

- a resistência do ar;

- a variação da densidade do ar.

Pede-se:

A altura máxima atingida pelo foguete.

22.(IME 1965) Considerando a questão anterior: Pede-se:

A pressão estática (em N/m 2 ) exercida pelo combustível

(densidade igual a 0,5) no fundo do seu recipiente,

imediatamente após a partida, se na superfície livre a pressão é

de 10 5 N/m 2 .

23.(IME 1965) A água utilizada em uma industria é aquecida de 25ºC até 85ºC. O tempo de aquecimento é de 5 horas, sendo fornecidas ao líquido 2,64 kcal/seg. Admite-se quer todo calor produzido é absorvido pela água e que sua massa específica é constante e igual a 1000 kg/m 3 .

Pede-se:

- Calcular o aumento de despesa quanto a temperatura inicial

de 20ºC e o kwh custa CR$ 20.

PROVA DE FÍSICA

01.(IME 1966) Em uma medida encontrou-se --- G = 0,8 x 10 6 khf/cm 2 , com um erro relativo de 6,2%. Qual o erro absoluto da medida?

02.(IME 1966) Uma corda de violão de comprimento "D" está presa pelas extremidades. Qual o comprimento de onda da vibração fundamental da corda?

03.(IME 1966) Sabendo que:

Constante de Planck --- h = 6,63 x 10 -34 joules - s Velocidade da luz no vácuo --- C = 3 x 10 8 m/s Qual o comprimento de onda em metros foton com energia de 10 -18 joules?

04.(IME 1966) O potencial numa dada direção OX varia de acordo com a equação V = 10 x 2 + 5. Como varia o campo elétrico nessa direção?

05.(IME 1966) Se o valor máximo de uma corrente elétrica senoidal é 10 Ampères, qual o seu valor eficaz?

06.(IME 1966) Qual a equação dimensional da energia?

07.(IME 1966) Qual a velocidade do som no ar a "t" ºC se a zero ºC é "x" m/s?

08.(IME 1966) Como são as vibrações de uma onda:

sonora? Luminosa?

09.(IME 1966) Quando a luz é totalmente polarizada por reflexão, o ângulo de incidência se chama:

10.(IME 1966) Num cristal birrefringente qual a direção em que o raio luminoso não sofre a dupla refração?

11.(IME 1966) Um espelho plano sofre uma rotação de xº. Sabendo que o ângulo formado pelos raios refletidos antes e após a rotação é de 70º, qual o valor de α?

12.(IME 1966) Sabendo que:

Velocidade da luz no vácuo --- C = 3 x 10 8 m/s Qual a velocidade da luz em um meio com índice de refração

n = 1,5?

13.(IME 1966) Qual o ângulo de refração que corresponde ao ângulo de incidência limite para a reflexão total?

14.(IME 1966) Para um ângulo de incidência de 30º e ângulo do prisma de 40º, qual o desvio mínimo?

15.(IME 1966) Circula uma corrente de 10 Ampères em uma indutância de 4 Henrys. Qual a energia armazenada pelo campo magnético?

16.(IME 1966) Um motor elétrico fornece 7200 watts. Qual

o seu consumo de potência elétrica se o seu rendimento é de 0,8 ?

Responda as questões 17 à 20, com as informações fornecidas abaixo:

Uma locomotiva de 100 toneladas de massa tem 20 metros de comprimento desenvolvente até 200 quilowatts de potência. Suas rodas são em número de 8 e tem 1,5m de diâmetro. Considera-se:

- Aceleração da gravidade igual a 10m/s 2

- Desprezível a resistência do ar.

igual a 10m/s 2 - Desprezível a resistência do ar. 17.(IME – 1966) Qual a potência

17.(IME 1966) Qual a potência (em quilowatts) desenvolvida pela locomotiva para subir uma rampa de 5 por cento com a velocidade constante de 72 quilômetros por hora?

18.(IME 1966) Se à velocidade de 36 quilômetros por hora a locomotiva travar as rodas em uma freiada de emergência, quantas quilocalorias serão desenvolvidas pelo atrito.

19.(IME 1966) Qual a aceleração radial na periferia das rodas motoras meio minuto após a locomotiva partir do repouso com aceleração linear constante de 0,5 m/s 2 .

20.(IME 1966) Se a locomotiva a 72 quilômetros por hora chocar-se frontalmente com outra de 40 toneladas de massa que venha em sentido contrário a 54 quilômetros por hora, qual a velocidade imediatamente após a colisão na qual ficaram presas uma a outra?

PROVA DE FÍSICA

01.(IME 1969) O corpo A, pesando 2 kgf, está em repouso sobre uma superfície perfeitamente polida, sustentado pela mola S, de constante elástica 20 kgf/m e pela corda C, de massa desprezível, que passa por uma roldana ideal. Até chegar ao repouso, a mola foi distendida de 10cm. A reação da superfície sobre o corpo A é nula. Calcule o peso do corpo B em kgf.

C S A B 02.(IME – 1969) Um bloco, pesando 100kgf, inicialmente em repouso sobre
C
S
A
B
02.(IME – 1969) Um bloco, pesando 100kgf, inicialmente em
repouso sobre uma superfície plana e horizontal, recebe a ação
de
uma força horizontal e constante de 50 kgf. O coeficiente
de
atrito cinético entre o bloco e a superfície é constante e

igual a 0,2. Em quantos segundos a velocidade do bloco crescerá de 1,3 m/s para 3,3 m/s ?

Dado: g = 10 m/s 2 .

03.(IME 1969) Um projétil pesando 40gf e com velocidade

de 600 m/s penetra em um bloco fixo de madeira e atravessa-

o, saindo com velocidade de 200 m/s. Qual o trabalho em kgm utilizado na perfuração?

04.(IME 1969) Há dez batimentos por segundo entre o 2º harmônico de um tubo aberto de órgão, de 8,5m de comprimento e o 3º harmônico de outro tubo, fechado; entre

os

dois, o som mais grave é o primeiro. Qual o comprimento

do

tubo fechado?

Dado: Velocidade do som no ar: 340 m/s

05.(IME 1969) Um reservatório indeformável contém gás perfeito à temperatura de 27ºC. Qual a temperatura do gás, após ter sido consumido 25% do mesmo, ocasião em que a pressão absoluta do interior do reservatório é a metade da inicial?

06.(IME 1969) Um balão perfeitamente elástico contendo gás ideal pesa 1 kgf e ocupa um volume de 2 litros nas condições ambientes de temperatura e pressão barométrica, de 20ºC e 1 kgf/cm 2 .

O balão é mergulhado lentamente, de tal modo que a

temperatura do gás não varie, num poço que contém água pura (densidade = 1) à temperatura de 20ºC. Supondo que o balão permaneça esférico e que esteja totalmente mergulhado, pergunta-se em que profundidade ficará parado por si só.

07.(IME 1969) Calcular a densidade, em relação a água, de

um líquido que se eleva num tubo barométrico a uma altura de

08.(IME 1969) Um processo, envolvendo um gás perfeito, segue a lei:

pv 1,4 = constante onde p e v são, respectivamente, pressão absoluta e volume específico. Os calores específicos a pressão constante são 0,238 cal/gºC e 0,17 cal/gºC. Admitindo-se que a energia interna sofre um decréscimo de 10 kcal, que tipo de processo sofreu o gás e qual o trabalho realizado em kgm?

09.(IME 1969) Qual a tensão existente nos bornes de um capacitor de 500 F após ter sido ligado durante 2 segundos a uma fonte de corrente constante igual a 0,1 ampères?

10.(IME – 1969) Determinar as correntes que passarão em R 3 e R 8 quando
10.(IME – 1969) Determinar as correntes que passarão em R 3
e R 8 quando a chave S for fechada.
R
R
1
2
R 1 = 32
R 3 = 8
R 5 = 4
R
R
3
4
R 7 = 16
R 9 = 32
R 2 = 32
R
R
5
6
R 4 = 64
R 6 = 8
R 8 = 16
R
R
R 10 = 64
7
8
R
R
9
10
S
-
+

120V

11.(IME 1969) A imagem de um objeto luminoso está projetada em uma tela, ampliada 5 vezes. A lente empregada é de +4 dioptrias. Qual a distância da lente à tela?

12.(IME 1969) Um vaso, suspenso no ar pelas bordas, contém óleo. Um raio luminoso penetra na superfície do óleo, incidindo sob um ângulo de 75º. O seno do ângulo de incidência desse raio na face externa do fundo do vaso é de 1/3. Calcule o índice de refração do vaso. OBS.: índice de refração do ar: n = 1 Aproxime o resultado até milésimos.

13.(IME 1969) Um corpo irradia energia térmica de tal modo que o produto do comprimento de onda dominante (para

máxima radiação) pela temperatura é 2,9 x 10 -3 m

freqüência dos fotons correspondentes emitidos é 5 10 Hz ; a emissividade do corpo é 0,8. Qual a radiância energética emitida, em watts por metro quadrado? Dados:

Velocidade da luz: c = 3 x 10 8 m/s

K . A

14

Dados: Velocidade da luz: c = 3 x 10 8 m/s K . A  14

Constante de Stefan-Boltzmann: = 5,67 x 10 -8 Constante de Planck: h = 6,63 x 10 -34 J.s Constante de Boltzmann: k = 1,38 x 10 -23 J/ºK

m

w

2

K

)

4

01.(IME 1970) Uma placa horizontal, sobre a qual repousa um cubo com massa de 1kg, executa movimento harmônico simples horizontal, com amplitude de 0,2m. O coeficiente de atrito estático entre o cubo e a placa é 0,5. Qual o menor período do movimento para que o cubo não deslize?

02.(IME 1970) Um planeta esférico, sem atmosfera e com 3115km de raio, tem aceleração da gravidade de 8 m/Seg 2 , independente da altitude. Uma astronave gira em órbita circular concêntrica com o planeta a uma altitude de 10km. Um objeto, com massa de 10kg, solta-se da nave. Qual o seu tempo de queda?

03.(IME 1970) A figura mostra, de perfil, uma parede simplesmente apoiada sobre o solo, com massa de 2.000 kg. Determine a maior força F(em Newtons), que pode ser aplicada sem que a parede tombe.

a F h h 2
a
F
h
h
2

04.(IME 1970) Na figura, o corpo A tem 10kg de massa, e a mola tem constante elástica de 20N/m. Qual o trabalho necessário para deslocar A de 1m, subindo o plano, a velocidade constante, sem atrito, estando a mola inicialmente

no seu comprimento normal?

05.(IME 1970) Uma fonte sonora, de 60kz, desloca-se a 30 m/seg, entre duas paredes paralelas, em direção normal a elas. Determinar o número de batimentos por segundo entre elas. Dado: velocidade do som v s = 330 m/seg

06.(IME 1970) Em um espelho esférico, de raio de curvatura igual a -10,5cm, a imagem é direita e reduzida. Qual é a redução da imagem, se sua distância ao espelho é de -3cm?

07.(IME 1970) Um gerador de corrente contínua fornece 45

A a um motor de 5 HP que trabalha a plena carga, com

rendimento igual a 82,9%. Determine a tensão nos terminais

do gerador.

08.(IME 1970) Sabendo-se que a tensão aplicada ao circuito da figura abaixo é V = 200 sen(100t), determinar o valor eficaz da corrente I.

100 F 100 500 mH V = 200 sen(100t)
100
F
100
500 mH
V = 200 sen(100t)

09.(IME 1970) Na figura abaixo, Q 1 = Q 3 = 5 coulombs, e o campo elétrico é nulo no ponto P. Determinar o valor de Q 2 .

Q

1

Q

2

Q

3

x
x
 
x
x
 
x
x
   

50 cm

 
  P

P

10.(IME 1970) No circuito abaixo, determine o valor de R 6 para que nela seja dissipado o máximo de potência.

Dados:

R 1 = R 2 = R 3 = R 4 = 3 R 5 = 5

V = 100 volts

R R 1 2 V R 3 R R 5 4
R
R
1
2
V
R
3
R
R
5
4
3 R 5 = 5 V = 100 volts R R 1 2 V R 3

R 6

11.(IME 1970) Uma espira retangular, cujos lados são 30cm

e 20cm, gira com velocidade constante de 50 rotações por

segundo, em torno de um eixo perpendicular à direção de um campo magnético, como na
segundo, em torno de um eixo perpendicular à direção de um
campo magnético, como na figura abaixo.
Sendo a f. e. m induzida na espira igual a 9,42 volts,
determinar a indução magnética, em Gauss.
20 cm
N
S
30 cm
E

12.(IME 1970) Uma caldeira é alimentada continuamente com água à 60ºC e 1 atm, que é aquecida e totalmente vaporizada a pressão constante.

O volume de vapor, medido na saída da caldeira durante 30

minutos, é de 170m 3 .

Calcular o consumo mínimo de combustível, em kg/h.

Dados:

Calor de vaporização da água: 540 cal/g Calor específico da água: 1 cal/gºC Volume específico do vapor, na saída da caldeira: 1,7 m 3 /kg Poder calorífico do combustível: 11.600 cal/g

13.(IME 1970) Um reservatório indeformável contém uma mistura de gases perfeitos, a 10 atm e 27ºC, com a seguinte composição volumétrica:

Gás A: 30% Gás B: 70% Calcular a pressão final da mistura, e as pressões parciais finais dos componentes, quando a temperatura se elevar para

117ºC.

14.(IME 1970) Um balão, de peso desprezável, contendo um gás de massa específica 0,2 g/l, ocupa um volume de 1000m 3 .

Calcular a força ascencional do balão, em kgf, à pressão atmosférica normal e à temperatura de 27ºC.

Dados:

Constante universal dos gases perfeitos: R =

1
1

atm

º K

gmol

0,082

Massa molecular do ar; 29 u. m. a.

15.(IME 1970) Calcular, em Kgf, a força vertical F,

aplicada no pistão de massa desprezível, da figura abaixo.

O fluido comprimido é água, e no tubo B, onde a coluna

atinge 20,33m, foi feito vácuo perfeito antes da aplicação da

força. Dados: Peso específico da água: 1000kgf/m 3 Área do pistão: 0,1 dm 2 Pressão
força.
Dados: Peso específico da água: 1000kgf/m 3
Área do pistão: 0,1 dm 2
Pressão atmosférica: 1,033 kgf/cm 2
R = 20,33 m

16.(IME 1970) Deduza uma expressão para o cálculo da potência máxima admissível fornecida por uma máquina cuja

fonte fria emite calor apenas por radiação, em função somente dos seguintes elementos:

K -------- constante de Stefan-Boltzman

A -------- área da superfície de troca de calor da máquina com a fonte fria

T 1 -------- temperatura absoluta da fonte fria T 2 -------- temperatura absoluta da fonte quente OBS.: Admitir a emissividade da superfície igual a 1.

01.(IME - 1973) Do movimento de uma partícula é dado o diagrama v - t.

Do movimento de uma partícula é dado o diagrama v - t. Trace o diagrama s

Trace o diagrama s - t , sabendo que, para t = 0 , s = 0 (s=posição)

02.(IME - 1973) Considerando os blocos de pesos P e Q

da figura abaixo, determine uma expressão para a

aceleração do peso P, quando este se desloca na direção

x.

do peso P, quando este se desloca na direção x. Despreze o atrito e os pesos

Despreze o atrito e os pesos do cabo e polias.

03.(IME - 1973) Um vaso cilíndrico C tem um volume de

1000L e contém um gás perfeito inicialmente a 270 0 C.

Este vaso é dividido pelo êmbolo P em 2 partes: A , com

um volume de 200L e, B , com um volume de 800L.

A , com um volume de 200L e, B , com um volume de 800L. O

O êmbolo P é adiabático, tem um coeficiente de atrito

nulo, é perfeitamente estanque e de volume desprezível.

Fornece-se calor a parte A até que sua temperatura atinja

327 0 C. A parte B permanece a 27 0 C. Calcule os volumes

finais de A e B.

IME - VESTIBULAR 82/83

FÍSICA

01.(IME 1982) Quatro barras homogêneas AB, BC,

CD e DE,de peso P cada uma, estão articuladas entre

si como indica a figura.

cada uma, estão articuladas entre si como indica a figura. Sustentam-se, com as mãos, os extremos

Sustentam-se, com as mãos, os extremos A e E de forma que estejam sobre uma mesma reta horizontal e

que, ao estabelecer-se o equilíbrio, a ação efetuada

nos extremos, sobre cada mão tenha uma componente

horizontal igual a 2P.

Admite-se que as barras AB e ED possam girar livremente ao redor dos extremos fixos A e E e que

não haja atrito nas articulações.

barra DE forma com a

Calcular o ângulo horizontal.

barra DE forma com a Calcular o ângulo horizontal. que a 02.(IME – 1982) Da figura

que

a

02.(IME 1982) Da figura abaixo, sabem-se que:

i) a mola tem constante elástica k = 100 N/m ii) as massas do carrinho e do bloco são respectivamente 1,0 kg e 9,0 kg. A massa da mola é desprezível; iii) o coeficiente de atrito estático entre o bloco e o carrinho vale 0,5 e os demais atritos são desprezíveis.

o carrinho vale 0,5 e os demais atritos são desprezíveis. Determinar a maior amplitude de oscilação

Determinar a maior amplitude de oscilação possível

para o sistema sem carrinho.

que o bloco deslize sobre o

03.(IME 1982)

representado na figura, está subindo a rampa de

m 1 ,

O

automóvel

de

massa

inclinação com uma aceleração constante.

de massa inclinação com uma aceleração constante. Preso ao automóvel existe um cabo de massa desprezível

Preso ao automóvel existe um cabo de massa desprezível o qual passa por uma roldana fixa A e por uma roldana móvel B, ambas de massa desprezível, tendo finalmente a outra extremidade fixa em D. Ao eixo da roldana móvel, cujos fios são paralelos, está presa uma caixa cúbica de volume v e massa m 2 imersa em um líquido de massa específica . Sabendo-se que o automóvel, partindo do repouso, percorreu um espaço e em um intervalo de tempo t e que a caixa permaneceu inteiramente submersa neste período, calcular a força desenvolvida pelo conjunto motor do automóvel. Desprezar a resistência oferecida pelo líquido ao deslocamento da caixa.

oferecida pelo líquido ao deslocamento da caixa. 04.(IME – 1982) Um projétil de massa m ,

04.(IME 1982) Um projétil de massa m, com velocidade v, choca- -se com o bloco de massa M, suspenso por um fio de comprimento R, conforme mostra a figura.

por um fio de comprimento R , conforme mostra a figura. Depois da colisão, o projétil

Depois da colisão, o projétil cai verticalmente e o bloco descreve uma circunferência completa, no plano vertical. Determinar a velocidade mínima do projétil, antes da colisão, em função de M, m, g e R, para que o bloco descreva a trajetória prevista.

05.(IME 1982) Um astronauta de massa m move-se

no espaço interplanetário com velocidade uniforme v .

Ele segura um pequeno objeto de massa

dado momento, o referido astronauta atira o objeto

com velocidade

inicial. Determinar a distância da posição real do astronauta àquela que este ocuparia se não tivesse lançado o objeto, decorrido um tempo t após o lançamento.

0 , em relação ao seu movimento

m. Num

lançamento. 0 , em relação ao seu movimento m . Num   v 06.(IME –

v

06.(IME 1982) O flutuador da figura é constituído de duas vigas de madeira de comprimento b e seções a x a e a x a/2 distantes de centro a centro.

a x a e a x a/2 distantes  de centro a centro. Sobre desprezível. Determinar,

Sobre

desprezível.

Determinar, em função de a, b,,P e a posição da

carga

horizontal.

DADOS:

peso

as

x

vigas

para

existe

que

a

uma

plataforma

DADOS: peso as x vigas para existe que a uma plataforma de plataforma permaneça na =

de

plataforma permaneça na

para existe que a uma plataforma de plataforma permaneça na = peso específico da água. Densidade

= peso específico da água. Densidade da madeira em relação à água = 0,80.

07.(IME 1982) Duas fontes sonoras A e B irradiam uniformemente a uma freqüência de 600 Hz cada uma.

A fonte A está parada enquanto que a B afasta-se da fonte A a 6,00 x 10 m/s. Um observador está entre as duas fontes, movendo-se, também para a direita, a 3,0 x 10 m/s. Calcular:

a) A freqüência do som ouvido pelo observador se a

fonte A emitisse sozinha.

h) a freqüência do som ouvido pelo observador se a

fonte B emitisse sozinha.

c) A freqüência de batimento do som ouvido pelo

observador na emissão simultânea das duas fontes.

08.(IME 1982) No circuito da figura, onde C 1 =C 2 =C 3 =1,0 F, o capacitor C 1 é carregado com potencial V o = 3,0V pela bateria. Após um período de tempo suficientemente longo para que a carga de C 1 se complete, a chave é passada da posição 1 para a posição 2.

a chave é passada da posição 1 para a posição 2. Determinar a) A diferença de
a chave é passada da posição 1 para a posição 2. Determinar a) A diferença de

Determinar

a) A diferença de potencial entre os pontos A e B com

a chave na posição 2. b) A energia armazenada em C 1 quando a chave

estava na posição 1.

c) A energia armazenada no sistema de capacitores

com a chave na posição 2.

09.(IME 1982)

distanciados de d 2,0 3,0 cm são fixados em um

Dois fios finos, longos, paralelos e

cm são fixados em um Dois fios finos, longos, paralelos e plano horizontal ao ar livre
cm são fixados em um Dois fios finos, longos, paralelos e plano horizontal ao ar livre

plano horizontal ao ar livre e conduzem correntes de mesmo sentido e igual intensidade i ampères. Um terceiro condutor, de comprimento 20m e massa 40 g, homogêneo e rígido, pode mover-se por guias condutoras sem atrito, em plano vertical simétrico aos condutores fixos, conduzindo corrente de sentido oposto à destes de intensidade 2i ampères.

de sentido oposto à destes de intensidade 2i ampères. Calcular o valor da corrente i capaz

Calcular o valor da corrente i capaz de permitir o equilíbrio do condutor móvel em posição eqüidistante

2,0

do condutor móvel em posição eqüidistante 2,0 3, 0 cm dos condutores fixos Usar g =

3, 0 cm dos condutores fixos

Usar g = 10 m/s 2 .Desprezar os efeitos das correntes das guias condutoras sobre o condutor móvel.

a

uma distância a = 36cm de uma lente com distância focal f = 30 cm. A uma distância = 1,0 m, após a lente, foi colocado um espelho plano,inclinado de 45 0 em relação ao eixo ótico da lente.

10.(IME 1982) Um

objeto

AB

encontra-se

da lente. 10.(IME – 1982) Um objeto AB encontra-se Determinar a distância H, entre o eixo

Determinar a distância H, entre o eixo ótico e o fundo de uma bacia com água, necessária para que se forme neste uma imagem nítida do objeto. A profundidade da água na bacia é d = 20 cm. Sabe-se que a camada de água, de espessura d, desloca a imagem de uma

distancia igual a

1 n ,
1
n
,

d 1

onde

n

é

o

índice de

refração da água. Considerar o índice de refração da água n = 1,25.

IME - VESTIBULAR 86/87

FÍSICA

01.(IME 1986) Uma partícula de massa igual a 4,0 kg move-se no eixo "x" segundo a equação x= 2t 2 -3t, onde "x" e medido em metros e “t” em segundos. No tempo t=3s a partícula choca-se contra uma mola de massa desprezível e coeficiente k = 400 N/cm, conforme figura abaixo.

e coeficiente k = 400 N/cm, conforme figura abaixo. Determine a coordenada x m a x

Determine a coordenada x max atingida pela partícula.

02.(IME 1986) Uma partícula desloca-se verticalmente, com velocidade crescente, de uma altura de 5m até o solo

em 2s. A representação gráfica do diagrama altura (z) vs tempo (t), relativa ao seu deslocamento, é o quadrante de uma elipse. Determine:

a) o tempo necessário, a partir do inicio do

deslocamento, para que a velocidade da partícula seja de 2.5 m/s

b) a altura que estará a partícula quando sua

aceleração for de

5

4 t
4
t

2 m / s

2

03.(IME 1986) Na figura abaixo, o corpo A tem 15kg de massa e o corpo B tem 7kg. A constante elástica da mola é de 8N/m. Não há atrito no plano horizontal nem nas polias.

de 8N/m. Não há atrito no plano horizontal nem nas polias. Quando o sistema é liberado,

Quando o sistema é liberado, na posição mostrada, o corpo A está parado e a mola apresenta uma força de tração de 60N. Para o instante em que o corpo A passa sob a polia C, determine:

a) A velocidade do corpo A. b) A tração na corda. Aceleração da gravidade: g = 10 m/s 2

04.(IME 1986) Duas circunferências (A) e (B) de raios iguais (r) giram, em sentidos opostos, no plano da figura, em torno de um de seus pontos de interseção O, fixo, com

velocidade angular constante

.
.
interseção O , fixo, com velocidade angular constante . Determine: a) A velocidade (v) e a

Determine:

a)

A velocidade (v) e a aceleração (a) , em intensidade

e

direção, do outro ponto de interseção M em seu

movimento sobre a circunferência (A) . b) Em que posição sobre o segmento OM (OM>0) a velocidade do ponto M é nula para um observador situado em O. Justifique suas respostas.

05.(IME 1986) Uma barra uniforme e delgada AB de 3,6m de

comprimento, pesando 120N, é segura na extremidade

B por um cabo, possuindo na extremidade A um peso

de chumbo de 60N. A barra flutua, em água, com metade do seu comprimento submerso, como é mostrado na figura abaixo.

seu comprimento submerso, como é mostrado na figura abaixo. Desprezando empuxo sobre o chumbo, calcule :

Desprezando empuxo sobre o chumbo, calcule :

a) O valor da força de tração no cabo.

b)

Dados: g = 10 m/s 2 - aceleração da gravidade

O volume total da barra.

2 - aceleração da gravidade O volume total da barra. = 1000 kg/ m 3 -

= 1000 kg/ m 3 - massa específica da água

06.(IME 1986) Um gás perfeito ao receber 500 cal evolui do estado A para o estado D conforme o gráfico.

cal evolui do estado A para o estado D conforme o gráfico. Determine: . a) O

Determine: .

a) O trabalho do gás em cada transformação

b) A variação de energia interna entre A e D

c)

-23 0 C. Dado: 1 cal = 4,18 J.

A temperatura em D, sabendo-se que em C era de

07.(IME 1986) Um feixe estreito de raios paralelos incide sobre uma esfera sólida de vidro, como ilustra a figura.

sobre uma esfera sólida de vidro, como ilustra a figura. Determine a posição final da imagem.

Determine a posição final da imagem. Dados : índice de refração do vidro = 1,5 raio da esfera = 3 cm

08.(IME 1986)

A figura abaixo representa um circuito resistivo,

formado pelos resistores R 1 , R 2 , R 3 , R 4 , R 5 e R 6 que

deve ser alimentado por uma bateria de E volts.

R 6 que deve ser alimentado por uma bateria de E volts. Os resistores são feitos

Os resistores são feitos de fios metálicos, todos do mesmo material resistivo.

Os fios dos resistores R 1 , R 2 , R 4 , R 5 e R 6 têm o mesmo

comprimento , e o fio do resistor R 3 tem o comprimento /3. Todos os fios dos resistores, exceto o de R 4 têm a mesma seção reta, igual a 0,5 mm 2 . Pede-se:

Determine a seção reta do fio do resistor R 4 para que seja nula a potência dissipada no resistor R 6 a partir do fechamento da chave K .

09.(IME 1986)

A tensão definida pelo gráfico da figura 2, é aplicada

ao circuito da figura 1.

gráfico da figura 2, é aplicada ao circuito da figura 1. Os componentes passivos (R e

Os componentes passivos (R e C), invaríantes no tempo, são definidos pelas curvas características dadas abaixo (fig. 3 e 4).

pelas curvas características dadas abaixo (fig. 3 e 4). Esboce os gráficos das correntes i R

Esboce os gráficos das correntes i R (t) e i C (t), em função do tempo.

10.(IME 1986)

A espira condutora retangular, indeformável, mostrada

na figura abaixo, conduz uma corrente i no sentido

indicado e está inteiramente submetida a um campo magnético uniforme e constante, dirigido verticalmente

de baixo para cima, de intensidade B = 0,02 T.

verticalmente de baixo para cima, de intensidade B = 0,02 T. A espira simetria aa’, disposto

A espira

simetria aa’, disposto na horizontal. Determine o valor da corrente i que possibilite a sustentação do peso P = 0,173 N, imerso em um líquido de massa

torno de seu eixo de

pode

girar

em

específica = 1,73 kg/m

espira forma um ângulo de 30 0 com a vertical e, simultaneamente, angulo de 30 0 com a corda de sustentação que une a espira ao peso por meio de uma roldana simples. O peso é um cubo de 20 cm de aresta . Despreze os pesos da espira e da corda de sustentação. Considere:

3 ; sabendo-se que o plano da

de sustentação. Considere: 3 ; sabendo-se que o plano da aceleração da gravidade g = 10

aceleração da gravidade g = 10 m/s 2 ;

3 2 sen 60 0 = 3 1,73
3 2
sen 60 0 =
3 1,73

01.(IME 1987) A velocidade vertical de uma gota de chuva é constante e igual a v, enquanto a velocidade de translação horizontal de um cano é constante e vale

2v.

translação horizontal de um cano é constante e vale 2v. Relativamente à horizontal, determine qual deverá

Relativamente à horizontal, determine qual deverá ser

a inclinação

percorra o seu interior sem tocar na parede.

02.(IME 1987) Um elevador parte do repouso e sobe

com aceleração constante igual a 2m/s

um observador fixo, localizado fora do elevador. Quando sua velocidade atinge o valor v = 6m/s, uma pessoa que esta dentro do elevador larga um pacote de uma altura h= 2,16m, em relação ao piso do elevador. Considerando que o elevador continue em

gota de chuva

Considerando que o elevador continue em gota de chuva do cano para que a 2 em

do cano

para

que a

2

em relação a

seu movimento acelerado ascendente, determine para

o observador fixo e para o localizado no interior, do

elevador:

a) o tempo de queda;

b) o espaço total percorrido pelo pacote até que este

encontre o piso do elevador;

c)

Obs.: g = 10m/s 2

se o pacote entra em movimento descendente.

03.(IME 1987) Um carro de peso Q, provido de uma

rampa fixa e inclinada de um ângulo , suporta um bloco de peso P. O coeficiente de atrito estático entre

o

o

. Não há atrito entre o carro e

atrito estático entre o o . Não há atrito entre o carro e bloco e a

bloco e a rampa vale

chão.

Não há atrito entre o carro e bloco e a rampa vale chão. Determine: a)o maior
Não há atrito entre o carro e bloco e a rampa vale chão. Determine: a)o maior

Determine:

a)o maior valor da aceleração com a qual o carro pode ser movimentado para que o corpo comece a subir a

rampa.

b) a intensidade F da força horizontal correspondente

Dados:

P = 100N

Q = 500N

sen

cos

g = 10m/s 2

= 0,6correspondente Dados: P = 100N Q = 500N sen cos g = 10m/s 2 = 0,8

Dados: P = 100N Q = 500N sen cos g = 10m/s 2 = 0,6 =

= 0,8

04.(IME 1987) Um pêndulo A, de peso P A =10N, é solto com velocidade nula de uma posição horizontal

e oscila livremente até a posição vertical, atingindo o pêndulo B, de peso P B = 17N, que está inicialmente em repouso. Os pêndulos têm o mesmo comprimento = 0,45m. Devido ao choque (com coeficiente de restituição e=0,8), o pêndulo B oscila até uma altura h desde a sua posição inicial.

B oscila até uma altura h desde a sua posição inicial. Calcule esta altura h. Considere

Calcule esta altura h. Considere g = 10m/s 2

05.(IME 1987)Uma esfera oca, de ferro, pesa 300N. Na água seu peso aparente é de 200N. Calcule o volume da parte oca da esfera. DADOS:

massa específica do ferro = 7,8 x 10 3 kg/m 3

g

= 10m/s

2

06.(IME 1987) Um projétil de liga de chumbo de 10g

é disparado de uma arma com velocidade de 600m/s e

atinge

Considere

transferido do projétil para o bloco. Calcule a temperatura do projétil depois do impacto.

Dados:

calor é

bloco de aço rígido, deformando-se.

um

que,

após

o

impacto,

nenhum

- temperatura inicial do projétil : 27 0 C

- temperatura de fusão da liga : 327 0 C

- calor de fusão da liga: 20000J/kg

- calor específico da liga no estado sólido: 120J/kg. 0 C

- calor específico da liga no estado líquido: 124J/kg. 0 C

07.(IME 1987) Nos pontos A e B do segmento AB, são fixadas cargas elétricas iguais de +Q Coulombs

cada uma. Se deixarmos livre no ponto P, situado a x metros de A e a y metros de B, uma carga pontual de

massa M kg e +Q 1

aceleração de a m/s 2 .

Coulombs, essa carga sofrerá uma

de a m/s 2 . Coulombs, essa carga sofrerá uma Determine a energia armazenada no circuito

Determine a energia armazenada no circuito capacitivo m-n se ele for carregado com Q 1 Coulombs.

capacitivo m-n se ele for carregado com Q 1 Coulombs. DADOS: a) Q = 16 o

DADOS:

a) Q = 16 o Coulombs

b) M = 2 x 10 -3 kg

c) x = 3m

d) y = 4m

e) a = 31,5 m/s 2

f) C = 2

1 Coulombs. DADOS: a) Q = 16 o Coulombs b) M = 2 x 10 -
F
F

08.(IME 1987) O circuito abaixo (fig. 1) contém dois resistores não lineares, invariantes no tempo, e uma fonte de tensão constante.

invariantes no tempo, e uma fonte de tensão constante. Os resistores são definidos por suas respectivas

Os resistores são definidos por suas respectivas curvas características dadas abaixo (fig. 2 e 3).

curvas características dadas abaixo (fig. 2 e 3). Determine o valor da corrente i, do circuito.

Determine o valor da corrente i, do circuito.

09.(IME 1987) Quando uma fonte brilhante de luz é colocada a 30cm de uma lente há uma imagem a 7,5cm da mesma. Há também uma imagem invertida fraca a 6cm da frente da lente, devida à reflexão em sua superfície frontal.

Quando a lente é invertida, a imagem invertida fraca está a 10cm da frente da lente. Determine:

a) a distância focal da lente.

b) os raios de curvatura da lente.

c) o índice de refração do material da lente.

10.(IME 1987) Uma fonte S e um detector D encontram-se no solo a uma distância d entre si. Verifica-se que uma onda emitida diretamente se S chega a D em fase com a onda refletida por uma camada horizontal situada a uma altura h do solo. Os raios incidentes e refletidos formam ângulos iguais com a camada refletora. Elevando-se a camada de

uma altura

h pela primeira vez o sinal deixa de ser

h pela primeira vez o sinal deixa de ser

recebido

em

D.

Desprezando a absorção da

o sinal deixa de ser recebido em D. Desprezando a absorção da atmosfera, determine o comprimento

atmosfera, determine o comprimento de onda .

IME - VESTIBULAR 88/89

FÍSICA - CFOEM

01.(IME 1988) Considere o circuito representado na figura abaixo.

1988) Considere o circuito representado na figura abaixo. Após um minuto do fechamento da chave K,

Após um minuto do fechamento da chave K, a carga armazenada no capacitor é transferida para uma esfera condutora de raio r. Uma carga pontual positiva q, colocada no ponto A, a distância D da superfície da esfera, sofre uma força de repulsão de 11.237,5 N.

da esfera, sofre uma força de repulsão de 11.237,5 N. Determine o valor do raio da

Determine o valor do raio da esfera, supondo uniforme

a distribuição da carga na superfície.

Dados:

3,1415uniforme a distribuição da carga na superfície. Dados: q = + 10 C 0 = 8,85

q

= + 10

C
C
da carga na superfície. Dados: 3,1415 q = + 10 C 0 = 8,85 x 10

0 = 8,85 x 10 -12 N -1 m -2 Coulomb 2

=

5 x 10 -2 m

1 2 N - 1 m - 2 Coulomb 2 = 5 x 10 - 2

D

R

R

C= 10 F E= 120 V Obs.: Supor o capacitor descarregado antes do fechamento da chave.

02.(IME 1988) Na caixa X, situada entre os terminais

b e c, há um elemento de circuito. Quando a chave S

está fechada, não há corrente no trecho abcd. Quando

S está aberta, a corrente que passa por R 1 é de 0,5 A.

1 = 10

2 = 20

que passa por R 1 é de 0,5 A. 1 = 10 2 = 20 Determine:

Determine:

a)se o elemento X é ativo (gerador) ou passivo (resistência), justificando; b)se ativo, sua f.e.m. e resistência interna; se passivo seu valor de resistência .

03.(IME 1988)Um condutor cilíndrico infinito, de raio a, contendo uma cavidade cilíndrica, raio b, excêntrica, infinitamente longa e paralela ao eixo do cilindro,

conduz uma densidade de corrente constante

perpendicular ao plano do papel e com sentido positivo indicado na figura abaixo.

j

o

e com sentido positivo indicado na figura abaixo.  j o Determine o campo magnético B

Determine o campo magnético B no ponto P.

04.(IME 1988) Um fuzil dispara um projétil de 10g de massa que atinge normalmente e se engasta em um bloco de madeira de 990g, localizado em repouso sobre uma superfície horizontal, sem atrito e preso a uma mola de constante elástica K = 100 N/m, como mostra a figura.

de constante elástica K = 100 N/m, como mostra a figura. Sabendo que o impacto provoca

Sabendo que o impacto provoca uma deformação de 10 cm na mola, sendo esta considerada com comportamento linear, determine a velocidade de impacto do projétil.

05.(IME 1988) Um feixe de luz linearmente polarizada incide sobre um polarizador que gira ao redor do eixo do feixe com

uma velocidade angular

O fluxo de energia do feixe incidente é 0 = 4,0 mW. Determine a energia luminosa que atravessa o polarizador no transcurso de uma volta completa.

atravessa o polarizador no transcurso de uma volta completa. = 7,0 rad/s. 06.(IME – 1988) Um

= 7,0 rad/s.

no transcurso de uma volta completa. = 7,0 rad/s. 06.(IME – 1988) Um bloco B, de

06.(IME 1988) Um bloco B, de massa M = 50 kg, partindo do repouso em A, desliza sem atrito sobre a superfície cilíndrica AC, de raio R, impulsionado por uma mola BD linearmente elástica, cuja rigidez é K = 1400 N/m e cujo comprimento natural é 0,20m.

rigidez é K = 1400 N/m e cujo comprimento natural é 0,20m. Determine: a) o trabalho

Determine:

a) o trabalho realizado pelas forças que atuam no bloco, no percurso AC; b) a velocidade com que o móvel atinge o ponto C. Dados: g = 10 m/s 2 AD = 1,2 m

07.(IME 1988) A velocidade de um projétil, na sua

07.(IME – 1988) A velocidade de um projétil, na sua altura máxima, é 6 7 da

altura máxima, é 6 7 da sua velocidade quando

está voando na metade daquela altura.

sua velocidade quando está voando na metade daquela altura. Determine o ângulo de lançamento 0 em
sua velocidade quando está voando na metade daquela altura. Determine o ângulo de lançamento 0 em

Determine o ângulo de lançamento 0 em relação à horizontal. Despreze a resistência do ar.

08.(IME 1988) Uma máquina térmica opera em um ciclo e retira 100 kW de uma fonte quente à temperatura de 1000 K, fornece 60 kW de potência liquida e rejeita 40 kW para uma fonte fria à 500 K. Determine se esta máquina é termodinamicamente possível.

09.(IME 1988) Um bloco de massa M = 1 kg está

acoplado a uma mola horizontal sem massa, cuja constante elástica K é igual a 16 N/m. Por sua vez a mola está fixada em uma parede rígida. O conjunto oscila em movimento harmônico sobre uma superfície perfeitamente lisa. Em um dado instante t o bloco encontra-se a uma distância x= 0,2 m do ponto de máximo alongamento experimentando uma velocidade v = 2 m/s. Determine:

a) o período de oscilação do sistema;

b) o máximo alongamento da mola;

c) a aceleração no bloco no instante t.

da mola; c) a aceleração no bloco no instante t. Dado: = 3,14 10.(IME – 1988)

Dado: = 3,14

10.(IME 1988) A figura mostra uma pequena esfera pesada encaixada numa haste fina e muito leve que gira livremente, no plano hor1zontal, em torno de um eixo vertical que passa em sua extremidade A.

em torno de um eixo vertical que passa em sua extremidade A. Uma força radial atrai

Uma força radial atrai a esfera, fazendo com que ela se desloque em direção ao ponto A, a uma razão de 1m/seg. Quando a esfera está a 2m do ponto A, a haste gira numa razão de 0,1 rad/seg. Para o instante em que a esfera está a 1 m do ponto A, determine:

a) a velocidade angular da haste;

b) a aceleração angular da haste.

IME - VESTIBULAR 88/89

FÍSICA

1 a QUESTÃO

Um carro de corrida de Fórmula 1 parte do repouso, atinge a velocidade de 216 km/h, freia e para no tempo total de 30 segundos.

O coeficiente de atrito entre, as rodas e a estrada, que

é explorado ao limite durante a frenagem, é

de

Sabendo

velocidade crescente e no período de frenagem, são

constantes, determine :

e no período de frenagem, são constantes, determine : = 0,5. período que as acelerações, no

= 0,5.

período

que

as

acelerações,

no

a)

a

aceleração

durante

o

período

em

que

a

velocidade está aumentando;

 

b)

a

distância

total

percorrida

ao

longo

dos

30

segundos. DADO: g = 10 m/s 2

2 a QUESTÃO Um astronauta em traje espacial, e completamente equipado pode dar pulos verticais de 0,5 m na Terra. Determine a altura máxima que o astronauta poderá pular em um outro planeta, sabendo-se que o seu diâmetro é um quarto do da Terra e sua massa específica dois terços da terrestre. Considere que o astronauta salte em ambos os planetas com a mesma velocidade inicial.

3 a QUESTÃO Uma massa M = 20 kg é suspensa por um fio de comprimento = 10m, inextensível e sem peso, conforme mostra a figura.

= 10m, inextensível e sem peso, conforme mostra a figura. A barra ABC gira em torno

A barra ABC gira em torno de seu eixo vertical com

velocidade angular constante de forma que o fio atinge

a posição indicada. Determine:

a) a velocidade angular da barra:

b) a tração no fio.

DADO: g = 10 m/s 2

4 a QUESTÃO Uma bola elástica de massa M move-se, com velocidade v, na direção de um anteparo que se move no sentido contrário, com velocidade u.

que se move no sentido contrário, com velocidade u. Considere a massa do anteparo como infinitamente

Considere a massa do anteparo como infinitamente grande quando comparada com a massa da bola.

Determine:

a) a velocidade da bola depois do choque;

b) o trabalho das forças elásticas durante o choque.

5 a QUESTÃO Dois recipientes, condutores de calor, de mesmo volume, são interligados por um tubo de volume desprezível e contêm um gás ideal, inicialmente a 23 C e 1,5 x 10 5 Pa. Um dos recipientes e mergulhado em um líquido a 127 0 C, enquanto que o outro, simultaneamente, é mergulhado em oxigênio, líquido a -173° C. Determine a pressão de equilíbrio do gás. Considere 0°C= 273 K.

0

6 a QUESTÃO

Três líquidos distintos são mantidos à T 1 = 15 0 C,

T 2 = 200

na razão 1:1,em massa, obtém-se uma temperatura de equilíbrio de 18° C. Procedendo da mesma forma com os líquidos 2 e 3 ter-se-ia uma temperatura final de 24 0 C. Determine a temperatura de equilíbrio se o primeiro e o terceiro líquido forem misturados na razão 3:1 em massa.

C T 3 = 25 0 C. Misturando os dois primeiros

0

7 a QUESTÃO A tensão E(t), definida pelo gráfico mostrado na figura 2 é aplicada ao circuito da figura 1, cujos componentes resistivos, invariantes no tempo, são definidos pelas curvas características dadas abaixo (figura 3 e 4).

componentes resistivos, invariantes no tempo, são definidos pelas curvas características dadas abaixo (figura 3 e 4).
componentes resistivos, invariantes no tempo, são definidos pelas curvas características dadas abaixo (figura 3 e 4).
componentes resistivos, invariantes no tempo, são definidos pelas curvas características dadas abaixo (figura 3 e 4).
Esboce a forma de onda da corrente i(t), total, do circuito, em função do tempo.

Esboce a forma de onda da corrente i(t), total, do circuito, em função do tempo.

8 a QUESTÃO Na figura abaixo, P 1 , P 2 e P 3 são três placas metálicas de mesma área, tendo P 1 massa M 1 e P 2 massa M 2 (M 1 >M 2 ). A placa P 3 , paralela a P 2 , está fixa num pedestal isolante. O fio que liga P 1 a P 2 é isolante e de massa desprezível.

liga P 1 a P 2 é isolante e de massa desprezível. Na situação inicial (a

Na situação inicial (a da figura), a capacitância entre P 2

e P 3

Determine a expressão literal da capacitância C entre

P 2 e P 3 quando P 2 atingir a altura máxima em relação

ao solo.

Dados:

- aceleração da gravidade: g

- distância inicial entre P 2 e P 3 : d 0

- altura inicial de P 1 e P 2 em relação ao solo: h

9 a QUESTÃO

Um raio de luz parte do ponto A formando um ângulo

a com a normal à superfície de separação entre os

meios 1 e 2. Após atravessar os meios 1, 2 e 3 cujos índices de refração são n 1 , n 2 e n 3 respectivamente, o raio atinge um anteparo. Sabe-se que n 3 = n 1 . As superfícies de separação entre os meios e o anteparo são paralelas, conforme mostra a figura.

é C 0 .

são paralelas, conforme mostra a figura. é C 0 . A velocidade da luz no vácuo
são paralelas, conforme mostra a figura. é C 0 . A velocidade da luz no vácuo

A velocidade da luz no vácuo é C.

Determine:

a) a distância percorrida pelo raio de luz até atingir o

anteparo;

b) o tempo gasto pela luz para percorrer a distância

calculada acima.

10 a QUESTÃO Uma fonte sonora F produz um som puro com uma freqüência que pode ser variada. O observado O está situado de modo que OF seja perpendicular à uma parede refletora distante x de F.

perpendicular à uma parede refletora distante x de F. Determine as duas freqüências mais baixas para

Determine as duas freqüências mais baixas para as quais o som ouvido por O tenha intensidade máxima. DADOS: velocidade do som = 340 m/s

IME - VESTIBULAR 89/90

FÍSICA

1 a QUESTÃO

A

potência p de uma hélice de avião depende do raio

R

da hélice, de sua velocidade angular w e da massa

. Um aluno fica em dúvida se a equação correta que liga

estas grandezas é

em que K é uma constante adimensional. Identifique a equação correta e justifique sua afirmação.

específica do ar

correta e justifique sua afirmação. específica do ar P K R 3 5 P K R

P

K R 3 5
K R
3
5

P

K R 5 3 ,
K R
5
3
,

ou

2 a QUESTÃO

Ao teto de uma sala, deseja-se prender 3 molas iguais que deverão equilibrar, na horizontal, uma haste rígida, delgada e de peso desprezível, bem como uma viga pesada, homogênea e uniforme, de tal modo que a haste suporte, em seu ponto médio, a viga. Os pontos de fixação, no teto, devem formar um triângulo isósceles de ângulo diferente em C.

formar um triângulo isósceles de ângulo diferente em C. Determine a distância x do ponto O,

Determine a distância x do ponto O, a partir da extremidade livre, em que a viga deve ser apoiada.

3 a QUESTÃO

Um bloco C desliza com velocidade constante sobre o trecho horizontal da pista e choca-se com o bloco D, de mesma massa, inicialmente em repouso. Em conseqüência, o bloco D desloca-se e ao passar no

ponto mais alto B não exerce qualquer esforço sobre a pista.

O bloco C continua em movimento e chega a subir na

parte curva da pista até uma altura de 0,2m em relação ao trecho horizontal.

até uma altura de 0,2m em relação ao trecho horizontal. Desprezando a resistência do ar e

Desprezando a resistência do ar e o atrito entre as superfícies, determine a velocidade do bloco C antes do choque. Dados: g = 10 m/s 2 ; r= 2,88 m

4 a QUESTÃO Uma bola cai de uma altura H = 5m e saltita sobre uma placa rígida na superfície da Terra. Um pesquisador observa que o tempo decorrido entre o início de sua queda e o instante em que a bola atinge a altura máxima após dois choques com a placa é de 3,24 segundos.

Desprezando-se as resistências e admitindo que os

choques tenham o mesmo coeficiente de restituição, determine:

a) o coeficiente de restituição dos choques.

b) a altura máxima após o 2 0 choque.

Dado: g = 10 m/s 2

5 a QUESTÃO Durante um processo, são realizados 100 kJ de trabalho sobre um sistema, observando-se um aumento de 55 kJ em sua energia interna. Determine a quantidade de calor trocado pelo sistema, especificando se foi adicionado ou retirado.

6 a QUESTÃO Uma placa infinitamente rígida encontra-se suspensa do teto por duas cordas elásticas de comprimento 1 . Uma terceira corda, igualmente elástica e de comprimento 2 , tem uma extremidade fixada à placa e outra submetida a uma força vertical F 2 . Num dado instante, um pulso horizontal F H é aplicado nesta última extremidade.

horizontal F H é aplicado nesta última extremidade. Determine o tempo transcorrido entre a aplicação do

Determine o tempo transcorrido entre a aplicação do pulso e a chegada das ondas transversais no teto, considerando as massas das cordas desprezíveis na presença da massa da placa e uma tração constante ao longo cordas. Dados:

- massa da placa: M = 210 kg

- comprimento 1 = 0,5 m

- comprimento 2 =1,0 m

- força F 2 = 300 N

- aceleração da gravidade: g = 10 m/s 2

- massa por unidade de comprimento

das cordas:

F 2 = 300 N - aceleração da gravidade: g = 10 m/s 2 - massa

= 0.030 kg/m

7 a QUESTÃO Quer-se construir um recipiente de material opaco, em forma de cone, com uma determinada altura h.

opaco, em forma de cone, com uma determinada altura h. O recipiente deve ser construído de

O recipiente deve ser construído de modo tal que,

quando totalmente cheio de um líquido, permita a qualquer observador localizado num ponto acima do

plano definido pela superfície livre do líquido, visualizar

o vértice interior do recipiente.

Determine o menor valor possível para o volume do

recipiente.

Considere:

-índice de refração do ar = 1 -índice de refração do líquido = n

8 a QUESTÃO

A intensidade da corrente elétrica em um condutor

metálico varia, com o tempo, de acordo com o gráfico abaixo.

varia, com o tempo, de acordo com o gráfico abaixo. Sendo a carga elementar de um

Sendo a carga elementar de um elétron 1,6 x 10 -19 C,

determine:

a) a carga elétrica que atravessa uma seção do

condutor em 8,0 segundos

b) o número de elétrons que atravessa uma seção do

condutor durante esse mesmo tempo

c) a intensidade média de corrente entre os instantes

zero e 8 segundos

9 a QUESTÃO

A barra condutora AB com 50 cm de comprimento, 5 N

de peso e resistência elétrica desprezível cai verticalmente com velocidade constante, fazendo contato com dois trilhos verticais, paralelos e sem atrito, com resistências também desprezíveis, conforme mostra a figura abaixo.

também desprezíveis, conforme mostra a figura abaixo. Perpendicularmente ao plano dos trilhos existe um  campo

Perpendicularmente ao plano dos trilhos existe um

campo de indução magnética uniforme B intensidade de 0,5 T. Determine:

a) a corrente na resistência R

b) a velocidade da barra AB.

com

,

10 a QUESTÃO

Na figura abaixo, vê-se um tubo cuja parede é de

material isolante elétrico.

um tubo cuja parede é de material isolante elétrico. A tampa do tubo é metálica e

A tampa do tubo é metálica e está fixa. Um disco, também metálico, de raio igual ao da tampa, desliza sem atrito com a parede, ficando sempre paralelo à tampa, e mantendo fechado um gás perfeito na parte inferior do tubo.

Entre a tampa e o disco existe vácuo. Inicialmente, o volume ocupado pelo gás é de 80 cm 3 , na pressão P 1 .

A pressão subirá isotermicamente para um valor

1,01P 1 quando o disco metálico descer até 15 cm do fundo do tubo, Neste instante, aplIca-se uma tensão de 10000 volts entre a tampa e o disco móvel. Calcule a energia elétrica armazenada entre as duas peças metálicas, Dados:

-altura do tubo: 16 cm -permissividade do vácuo: 0 = 8,85 x 10 -12 C 2 /N .m 2

peças metálicas, Dados: -altura do tubo: 16 cm -permissividade do vácuo: 0 = 8,85 x 10

IME - VESTIBULAR 90/91

FÍSICA

1 a QUESTÃO As transformações politrópicas dos gases perfeitos são

n

regidas peja equação P.V

do gás, V o seu volume e n e K são constantes. Determine o valor de n para que a constante K tenha a dimensional de trabalho.

de n para que a constante K tenha a dimensional de trabalho. K , onde P

K , onde P é a pressão

2 a QUESTÃO Um observador escuta a buzina de um carro em duas situações diferentes. Na primeira, o observador está parado e o carro se afasta com velocidade V; na segunda, o carro está parado e o observador se afasta com velocidade V. Em qual das duas situações o tom ouvido pelo observador é mais grave? Justifique sua resposta.

3 a QUESTÃO Observe a figura abaixo.

sua resposta. 3 a QUESTÃO Observe a figura abaixo. Os dois compartimentos, isolados entre si, contêm

Os dois compartimentos, isolados entre si, contêm um gás perfeito, à mesma temperatura, e são separados por um êmbolo livre. Na situação mostrada, V 1 = 2V 2 . Através de um processo isotérmico, retira-se parte da massa do compartimento 1 até que o novo volume de 2 seja o dobro de 1. Determine a fração de massa retirada do compartimento 1 . OBS.: despreze o atrito entre o êmbolo e a parede.

4 a QUESTÃO A figura mostra um bloco “P" de massa 10 kg que parte do repouso em "A" e desce o plano inclinado com atrito cujo coeficiente cinético é = 0,2.

inclinado com atrito cujo coeficiente cinético é = 0,2. Em "B", o bloco "P" choca-se com

Em "B", o bloco "P" choca-se com o bloco "Q" de massa 2 kg, inicialmente em repouso. Com o choque, "Q" desloca-se na pista horizontal, desliza sobre sua parte semicircular e vai cair sobre o ponto "B". Sabendo que as partes horizontal e semicircular da pista não têm atrito e que o coeficiente de restituição entre "P" e "Q" é 0,8, determine a altura h. Obs: Despreze a resistência do ar e as dimensões dos blocos.

5 a QUESTÃO

Um fio preso na extremidade O atravessa a argola fixa

A e sustenta um corpo de massa m = 3,2 kg. A densidade linear de massa do fio é de 4 g/m.

O corpo move-se formando um pêndulo cônico

conforme a figura.

move-se formando um pêndulo cônico conforme a figura. Determine a menor freqüência possível para uma onda

Determine a menor freqüência possível para uma onda estacionária que oscile na parte horizontal do fio. Dado g = 10m/s

2

6 a QUESTÃO IME 2003

Um jogador de futebol do Flamengo (F) conduz a bola

aos pés, por uma reta junto à lateral do campo, com uma velocidade constante V 1 em direção à linha divisória do gramado.

V 1 em direção à linha divisória do gramado. Um atleta do Botafogo (B), situado na

Um atleta do Botafogo (B), situado na linha divisória, avalia estar distante d metros do adversário e metros da lateral e parte com uma velocidade constante V 2 > V 1 em busca do adversário para interceptá-lo. Determine em que direção deve decidir correr o jogador botafoguense.

7 a QUESTÃO. Uma barra condutora MN, de massa m [kg] de resistividade [ . m] , submetida a uma tensão V [V] entre suas extremidades, apoia-se em dois trilhos condutores e paralelos, que formam com a horizontal

um ângulo

Não há atrito entre a barra e esses condutores e o

conjunto está imerso em um campo magnético uniforme vertical, de intensidade B [ T ] . A barra permanece em repouso na posição indicada.

[ T ] . A barra permanece em repouso na posição indicada. [ o ] .
[
[

o

]

.

A barra permanece em repouso na posição indicada. [ o ] . Determine: a) o sentido

Determine:

a) o sentido da corrente na barra b) a seção reta da barra.

8 a QUESTÃO Um poço tem seção reta quadrada, de lado . Duas de suas paredes opostas são metálicas. Enche-se o poço, até a borda, com um líquido de constante dielétrica K e índice de refração n. Fazendo-se incidir um raio luminoso monocromático em uma borda, com um ângulo em relação à horizontal, o raio entrante atinge exatamente a aresta interna oposta, no fundo do poço.

exatamente a aresta interna oposta, no fundo do poço. Dê, em função dos dados do problema,
exatamente a aresta interna oposta, no fundo do poço. Dê, em função dos dados do problema,

Dê, em função dos dados do problema, a expressão da capacitância entre as duas placas metálicas do poço cheio pelo líquido. Dado: Permissividade do vácuo: 0

cheio pelo líquido. Dado: Permissividade do vácuo: 0 9 a QUESTÃO (IME 2003) Três baterias exatamente

9 a QUESTÃO (IME 2003) Três baterias exatamente iguais (mesma f.e.m. e mesma resistência interna) são, ligadas conforme indicado na figura abaixo.

interna) são, ligadas conforme indicado na figura abaixo. Determine a d.d.p. medida pelo voltímetro entre os

Determine a d.d.p. medida pelo voltímetro entre os pontos A e B, justificando sua resposta.

10 a QUESTÃO Um submarino inimigo encontra-se a uma altura H do

fundo do mar, numa região onde a gravidade vale g e

a água pode ser considerada um fluido não viscoso,

g e a água pode ser considerada um fluido não viscoso, incompressível, com massa específica .

incompressível, com massa específica . Subitamente,

nave solta do seu interior uma misteriosa caixa cúbica de volume h 3 e massa específica 1,2 .

a

caixa cúbica de volume h 3 e massa específica 1,2 . a Determine o tempo que

Determine o tempo que a caixa gasta até tocar o solo.

Dados:

g

H

= 10 m/s 2

= 7,5 m

=
=

1000 kg/m 3

h

= 2 m

IME - VESTIBULAR 91/92

FÍSICA

1 a QUESTÃO

A figura mostra um tubo de comprimento e seção

reta quadrangular, constituído da um material

extremamente leve (massa desprezível).

da um material extremamente leve (massa desprezível). O tubo é suspenso por uma articulação que o

O tubo é suspenso por uma articulação que o deixa

livre para girar num plano vertical. No fundo do tubo é colocado um bloco de massa m. Determine a velocidade horizontal v a ser dada inicialmente à extremidade inferior do tubo, para que o bloco comece

a deslizar em seu interior exatamente no instante em

que o ângulo descrito pelo tubo for de 120 0 . Despreze

todo e qualquer atrito.

2 a QUESTÃO Um bloco de massa m encontra-se em repouso no ponto A situado sobre uma canaleta lisa, de raio R.

no ponto A situado sobre uma canaleta lisa, de raio R. Embora massa desprezível e comprimento

Embora

massa desprezível e comprimento livre R 2 , fixada

bloco esteja ligado a uma mola de rigidez K,

R 2 , fixada bloco esteja ligado a uma mola de rigidez K, ao ponto B,

ao ponto B, ele permanece em equilíbrio devido à ação de uma força F. Entretanto, num dado instante, a força

F é retirada. Admitindo-se que as espiras da mola

sejam infinitamente finas, de modo que o bloco alcance o ponto B, determine a sua velocidade neste ponto.

Dado: aceleração da gravidade g

3 a QUESTÃO Sabe-se que a energia potencial gravitacional de um

satélite em órbita terrestre é dada por

onde

U

de um satélite em órbita terrestre é dada por onde U G.M.m r G = 6,67

G.M.m

r

G

= 6,67 x 10 -11 Nm 2 /kg 2 (constante gravitacional)

M

= 6,00 x 10 24 kg (massa da Terra)

r = raio da órbita

Sabendo que o raio da Terra vale R= 6370 km, calcule

a energia mecânica de uma maçã de 0,2 kg de

massa deixada, por um astronauta, a uma distância

de 300 km da superfície terrestre.

4 a QUESTÃO

Um balão de borracha, esférico, perfeitamente elástico

e de peso desprezível é cheio com 1 kg de um gás

ideal que ocupa 2 litros nas condições ambientais de 20°C de temperatura e pressão barométrica de 10 5 Pa. Depois de cheio o balão é mergulhado lentamente em um poço profundo que contém água pura à temperatura de 20° C, de tal modo que a temperatura do gás não varie. Supondo-se que o balão permaneça esférico e que esteja totalmente imerso, determine a que profundidade, medida da superfície do líquido ao

centro do balão, o mesmo permanecerá parado quando solto. Considere a gravidade local g = 10 m/s

e a massa específica da água

2

gravidade local g = 10 m/s e a massa específica da água 2 = 1 g/cm

= 1 g/cm 3 .

5 a QUESTÃO Um automóvel cujo velocímetro não funciona está se deslocando com movimento retilíneo uniforme. Possui um espelho retrovisor esférico convexo, com raio de curvatura de 2 m. Ao entrar numa avenida cuja velocidade máxima permitida é 50 km/h, o motorista põe em funcionamento um cronômetro no exato instante em que passa por uma trave graduada tendo 1,80 m de altura. Após um tempo t = 14 s , a imagem da trave no espelho é de 10 mm de altura. Determine se o automóvel trafega dentro do limite de velocidade permitida.

6 a QUESTÃO Um tubo sonoro, com 40 cm de comprimento, é fechado numa extremidade e aberto na outra. No local onde se encontra o tubo a velocidade do som é de 336 m/s. Determine as duas menores freqüências de ressonância no interior do tubo.

7 a QUESTÃO.

Uma diferença de potencial da forma V(0,t)= V m .sen

é aplicada aos terminais de uma linha de transmissão

sem perdas. Entre os pontos P e P', localizados a uma distância de um quarto da onda do início da linha (veja

a figura), a diferença de potencial pode ser descrita por

t
t

uma equação da forma V( /4,t)= A.sen

de potencial pode ser descrita por t uma equação da forma V( /4,t)= A.sen t +

t + B.cos

t.
t.

Determine os valores de A e B.

8 a QUESTÃO Uma cápsula com capacidade para 12 litros contém 40 g de um gás perfeito cujo calor específico, a volume constante, vale c V = 0,09 cal/g.K. Sabendo que a sua temperatura inicial é de 127° C, determine a potência da fonte para que a quantidade de calor a ser diretamente cedida ao gás possa triplicar a sua temperatura, em 3 minutos.

9 a QUESTÃO Um pequeno bloco B de massa 0,002kg é mantido em repouso no alto de uma rampa pela tração de um fio isolante elétrico, ligado a uma carga elétrica positiva Q, de massa desprezível, afastada de 3 x 10 -3 m de uma carga negativa, de valor igual, fixada no fundo de um poço (ver a figura).

de valor igual, fixada no fundo de um poço (ver a figura). Calcule o valor das

Calcule o valor das cargas sabendo que, se o fio for cortado, o bloco levará 2 s para chegar ao fim da rampa, deslizando sem atrito (despreze a massa do fio). Dado:

valor da constante da lei de Coulomb: 9 x 10 9 N.m 2 /C 2

10 a QUESTÃO Com a chave K 1 fechada e K 2 aberta, a diferença de potencial entre os pontos A e B é 90 V e a potência elétrica que as fontes fornecem ao circuito 1 (CKT1) é 360 W.

que as fontes fornecem ao circuito 1 (CKT1) é 360 W. Quando a chave K 1

Quando a chave K 1 está aberta e K 2 fechada, a corrente no resistor R é 10 A. Determine o rendimento da fonte S (não ideal) quando a chave K 1 está fechada e K 2 aberta.

IME - VESTIBULAR 92/93

FÍSICA

1 a QUESTÃO Seja a equação T = 2M a K b L c , onde T é o tempo, M é

e L é comprimento. Para

força

massa, K é comprimento

que a equação seja dimensionalmente homogênea, determine os valores de a, b e c.

2 a QUESTÃO Determine se a temperatura do sistema aumenta, diminui ou permanece constante em cada uma das situações abaixo. Justifique as suas conclusões a partir da 1 a Lei da Termodinâmica.

a) o sistema não realiza trabalho, recebe 120 J de

energia térmica e rejeita 80 J;

b) o sistema não realiza trabalho, recebe 20 J de

energia térmica e rejeita 80 J;

c) o sistema recebe 100 J de energia térmica e realiza

um trabalho de 100 J.

d) o sistema sofre um trabalho de 50 J e rejeita 40 J de

energia térmica.

3 a QUESTÃO

Sabemos que a luz é uma onda eletromagnética e que

o som é uma onda mecânica.

Por que, então, observamos normalmente em nossa vida cotidiana difração do som e não observamos difração da luz?

4 a QUESTÃO

Na borda de uma mesa há várias esferas pequenas de

massas variadas. No solo, sobre a extremidade de uma gangorra, está um rato de 200g de massa, como mostra figura.

está um rato de 200g de massa, como mostra figura. Um gato empurra uma esfera de

Um gato empurra uma esfera de massa M para cair na

extremidade da gangorra oposta ao rato, na esperança

de

que este seja arremessado diretamente à sua boca,

ao

passar pelo ponto mais alto da trajetória.

O

rato arremessado pela gangorra, passa sobre a

cabeça do gato, cai sobre a sua cauda e foge

O gato desapontado, pede que você determine qual

deveria ter sido a massa M da esfera para que seu plano tivesse dado certo.

DADOS:

h = 1 m 3 x 3
h = 1 m
3
x
3
 

y = 1,6 m

m

z = 0,6 m

OBS: Despreze a resistência do ar, as resistências passivas e o peso da gangorra.

Considere que metade da energia da queda da esfera

é absorvida pelo solo.

5 a QUESTÃO Considere o veículo de massa M percorrendo uma curva inclinada, de ângulo , com raio R constante, a uma velocidade V.

de ângulo , com raio R constante, a uma velocidade V. Supondo que o coeficiente de
de ângulo , com raio R constante, a uma velocidade V. Supondo que o coeficiente de

Supondo que o coeficiente de atrito dos pneus com o

solo seja

com que este veículo, pode percorrer esta curva, sem

deslizamento.

, calcule as velocidades mínima e máxima

sem deslizamento. , calcule as velocidades mínima e máxima 6 a QUESTÃO Foi estabelecido vácuo entre

6 a QUESTÃO Foi estabelecido vácuo entre dois hemisférios ocos de raio R e com espessura de parede desprezível.

ocos de raio R e com espessura de parede desprezível. A diferença de pressão entre o

A diferença de pressão entre o interior e o meio

exterior é p. Determine o valor da força necessária para separar os hemisférios.

7 a QUESTÃO Um raio de luz incide sobre a face vertical esquerda de um cubo de vidro de índice de refração n 1 , como mostrado na figura.

de índice de refração n 1 , como mostrado na figura. O plano de incidência é

O plano de incidência é o da figura e o cubo está

mergulhado em água com índice de refração n 2 . Determine o maior ângulo que o raio incidente pode fazer com a face vertical esquerda do cubo para que haja reflexão interna total no topo do cubo.

8 a QUESTÃO

Determine o comprimento L mínimo de um espelho de parede, de modo que uma pessoa com altura h possa

se ver por inteiro no espelho, desde o topo da cabeça

até os pés.

9 a QUESTÃO No circuito mostrado na figura existem cinco lâmpadas iguais.

circuito mostrado na figura existem cinco lâmpadas iguais. Quatro estão acesas e uma apagada. Determine a

Quatro estão acesas e uma apagada. Determine a lâmpada que está apagada e justifique sua resposta.

10 a QUESTÃO Na figura abaixo, o bloco A é um cubo de aresta a e massa específica .

o bloco A é um cubo de aresta a e massa específica . Sua face superior

Sua face superior e esquerda está coberta por uma fina placa metálica de massa desprezível, paralela a uma placa quadrada P, metálica, de lado a, fixada na rampa, a uma distância d o do bloco, o qual oscila sem atrito sobre a rampa partindo da posição indicada na figura. Sabendo que a aceleração da gravidade é g, a permissividade do ar é 0 e a capacitância mínima entre as placas é C, determine a expressão literal da constante da mola K (no instante da figura, a força da mola é nula)

as placas é C, determine a expressão literal da constante da mola K (no instante da

IME - VESTIBULAR 93/94

FÍSICA

1 a QUESTÃO Um extintor é colocado em repouso sobre uma superfície áspera e, em seguida, é aberta a torneira da mangueira.

áspera e, em seguida, é aberta a torneira da mangueira. Admitindo que a massa líquida seja

Admitindo que a massa líquida seja expelida com

velocidade v

de seção reta r, que o líquido tenha densidade e que

constante, que a mangueira tenha raio

densidade e que constante, que a mangueira tenha raio  a mangueira permaneça esticada na horizontal,

a mangueira permaneça esticada na horizontal,

determine a força horizontal que a superfície deve exercer sobre o extintor para mantê-lo parado onde foi deixado.

2 a QUESTÃO Uma pequena esfera está suspensa por um fio ideal que está preso ao teto de um vagão. O trem faz uma curva plana horizontal de raio r, com velocidade de módulo constante v. Determine o ângulo que o fio forma com a direção vertical.

o ângulo que o fio forma com a direção vertical. 3 a QUESTÃO Entre duas placas

3 a QUESTÃO Entre duas placas metálicas iguais e paralelas, P 1 e P 2 inicialmente afastadas de d 1 metros, há uma tensão elétrica de V 1 volts. A placa P 1 mantendo-se sempre paralela a P 2 pode mover-se apoiada no bloco isolante termoelétrico "A" fixado no extremo de uma barra metálica "B" , de comprimento 1 metros, a qual está inicialmente à temperatura de t 1 o C.

a qual está inicialmente à temperatura de t 1 o C. Aquecendo-se a barra até t

Aquecendo-se a barra até t 2 o C a tensão entre as placas fica igual a V 2 volts. Determine, em função dos dados, a expressão literal

da

constante de dilatação térmica linear, da barra

da constante de dilatação térmica linear, da barra "B". Despreze as massas do bloco " A

"B". Despreze as massas do bloco " A " e da placa P 1 e suponha o bloco "A" indeformável.

4 a QUESTÃO Um cubo de 4 centímetros de aresta, feito de material dielétrico, tem a face inferior (ABCD) e a face superior (EFGH) cobertas por finas placas metálicas quadradas, entre as quais há uma tensão elétrica de 173 volts (a placa superior é a de potencial mais positivo).

volts (a placa superior é a de potencial mais positivo). Calcule o uma partícula com +

Calcule o

uma partícula

com + 2 x 10 -6 Coulombs, do ponto "A" para o ponto “H".

trabalho necessário para se levar

de massa desprezível , carregada

5 a QUESTÃO Um fio de cobre, de comprimento

,

percorrido por uma corrente elétrica i , balança entre

as faces X e Y de um imã, suspenso por tirantes rígidos (de massa desprezível) de comprimento L,como mostra a figura abaixo.

, secção

S

comprimento L,como mostra a figura abaixo.  , secção S Determine: a) a direção e o

Determine:

a) a direção e o sentido do campo magnético B gerado pelo imã, para manter o fio de cobre na posição indicada na figura.

b) a expressão da corrente elétrica i para que o fio de

cobre permaneça na posição mostrada na figura.

c) o sentido da corrente i .

Dados: a massa específica do cobre é igual a e a aceleração da gravidade a g

do cobre é igual a e a aceleração da gravidade a g  6 a QUESTÃO

6 a QUESTÃO Um míssil viajando paralelamente à superfície da Terra com uma velocidade de 180 m/s, passa sobre um canhão à altura de 4800 m no exato momento em que seu combustível acaba. Neste instante, o canhão dispara a 45 0 e atinge o míssil. O canhão está no topo de uma colina de 300 m de altura.

Neste instante, o canhão dispara a 45 0 e atinge o míssil. O canhão está no

Sabendo-se que a aceleração local da gravidade

ouvido por um observador que está imóvel no ponto de lançamento com uma freqüência de 400 Hz. Desprezando os efeitos do atrito com o ar e da rotação da Terra, determine a freqüência com que o observador ouvirá um som emitido 17 segundos após

g

=

10

m/s 2

, determine a altura da posição de

encontro do míssil com a bala do canhão, em relação

ao

solo. Despreze a resistência do ar.

7 a QUESTÃO Uma corda, presa nas duas extremidades, possui um corpo fixo de massa m, localizado no meio do seu comprimento. Ao ser distendida, como mostra a figura, fica sujeita a uma força de tração f.

localizado no meio do seu comprimento. Ao ser distendida, como mostra a figura, fica sujeita a

o

início da descida. DADOS: aceleração da gravidade:

g

= 10 m/s 2 , velocidade do som: V S = 340 m/s.

Determine a freqüência das pequenas oscilações do corpo fixo, quando se libera a corda. Despreze a massa da corda e a ação da gravidade.

 

8 a QUESTÃO Um pescador desenvolveu um método original de medir o peso dos peixes pescados. Ele utiliza uma vara com uma linha de 2 m de comprimento e um frequencímetro. Ao pescar um peixe, ele "percute" a linha na posição da figura e mede a freqüência do som produzido.

 
 

O

pescador quer selecionar uma linha adequada, de

modo que para um peixe de peso 10 N ele obtenha uma freqüência fundamental de 50 Hz. Determine a massa (em gramas) da linha que deve ser utilizada para obter o resultado desejado.

9 a QUESTÃO Pretende.se colocar ar sob pressão em um reservatório de volume V. A operação se faz isotermicamente. Utiliza-se uma bomba mostrada na figura onde as válvulas A e B impedem o fluxo do ar em sentido inverso ao indicado pelas setas.

 
 

O volume da bomba descomprimida (a pressão atmosférica) é V 0 .

a)

estando inicialmente o reservatório na pressão

atmosférica, determine a expressão da pressão

absoluta no reservatório após N compressões da

bomba;

 

b)

voltando à condição inicial, considere agora a

operação como adiabática e determine a expressão da pressão absoluta no reservatório após N+1 compressões da bomba. OBS: Dê as respostas em função das variáveis, p atm ,

V,

V 0 , N e

V 0 , N e . Considere o ar como gás perfeito.

. Considere o ar como gás perfeito.

10 a QUESTÃO

 

Uma fonte sonora é arremessada verticalmente a partir

da

superfície da Terra. O som emitido no momento em

que a fonte atinge o ponto mais alto da trajetória é

01.(IME 1994)

A figura abaixo representa pontos imersos num campo

elétrico. Pede-se:

a) o trabalho elétrico necessário para levar uma carga

a) o trabalho elétrico necessário para levar uma carga puntiforme de + 2 C do ponto

puntiforme de + 2 C do ponto A para o ponto G, seguindo o itinerário ABCDEFG, mostrado na figura.

V A = +2V

V B = +3V

V C = +3V

V D = -1V

V E = +4V

V F = -2V

V G = +6V

= -1V V E = +4V V F = -2V V G = +6V b) Determine

b) Determine a energia que seria armazenada num

capacitor de 2 F se ele fosse ligado entre os pontos C

e F .

capacitor de 2 F se ele fosse ligado entre os pontos C e F . 02.(IME

02.(IME 1994) A figura abaixo mostra um canhão magnético sem atrito, que tem dimensões d = 10 m , L= 0,1 m e campo magnético B = 100 T.

dimensões d = 10 m , L= 0,1 m e campo magnético B = 100 T.

Determine a corrente na armadura necessária para acelerar 100g ( incluindo a armadura) de zero a 11,3 km/s no final do canhão.

03.(IME 1994)

Um tanque rígido contém um determinado gás a uma temperatura de 300 K. Durante o seu transporte o tanque fica exposto a uma incidência de energia solar absorvendo 40 KJ/h. Considerando um período de três horas de exposição, determine:

a) O trabalho realizado pelo gás. Justifique sua resposta.

b) A temperatura final do gás.

DADO:

Capacidade térmica do gás: 2 KJ/K

04.(IME 1994)

Um feixe de luz com polarização plana é combinado com um feixe de luz com polarização circular. Quando

o feixe composto atravessa uma placa polarizadora,

observa-se que a intensidade da luz transmitida varia por um fator de 7, dependendo da orientação da placa. Determine as intensidades relativas dos dois feixes.

05.(IME 1994)

A imagem nítida de um objeto é obtida em uma tela

devido a uma lente convergente de distância focal f. A

altura da imagem é A 1 . Mantendo constante a distância

D entre o objeto e a tela, quando deslocamos a lente

encontramos uma outra imagem nítida de altura A 2 .

Determine:

a) As distâncias entre o objeto e a lente nas duas

posições mencionadas;

b) A altura do objeto.

06.(IME 1994) Considere um reservatório cheio de água com 20 metros de profundidade cuja única vazão será feita através de um balde com capacidade máxima de 2 litros. A cada balde com água que sai do reservatório vibra-se, em sua borda, um diapasão cuja freqüência é de 170 Hz. Sabendo que após o vigésimo balde com água, escuta-se um reforço no som e que o consumo diário é de 160 litros, determine após quantos dias o reservatório irá secar. DADOS:

Velocidade do som no ar = 340 m/s

07.(IME 1994) Em uma fábrica de bombons, tabletes de balas caem continuamente sobre o prato de uma balança, que originalmente indicava leitura nula. Eles caem de uma altura de 1,8m à razão de 6 por segundo. Determine a leitura da escala da balança, ao fim de 10s, sabendo que cada tablete tem massa de 10 g e as colisões são completamente inelásticas. NOTA: Despreze a resistência do Considere g =10m/s 2

08.(IME 1994) Um objeto, feito de uma liga de ouro e prata com massa de 400 gramas é imerso em óleo, cuja massa específica vale 0,8 kg/dm 3 . Observa-se uma perda aparente de peso correspondente a 25 g de massa. Determine o percentual de ouro e de prata usado na

liga, sabendo-se que a massa específica do ouro é de

20 g/cm 3 e a da prata é de 10g/cm

3

.

09.(IME 1994) Uma bola de borracha de massa m e raio R é submersa a uma grande profundidade h em um líquido de massa específica . Determine a expressão da altura, acima do nível do líquido que a bola atingirá ao ser liberada. OBS. : Desprezar as resistências da água e do ar e a possível variação volumétrica da bola.

água e do ar e a possível variação volumétrica da bola. 10.(IME – 1994) De dois

10.(IME 1994) De dois pontos A e B situados sobre a mesma vertical, respectivamente, a 45 metros e 20 metros do solo, deixa-se cair no mesmo instante duas esferas, conforme mostra a figura abaixo.

instante duas esferas, conforme mostra a figura abaixo. Uma prancha se desloca no solo, horizontalmente, com

Uma prancha se desloca no solo, horizontalmente,

com movimento uniforme. As esferas atingem a prancha em pontos que distam 2,0 metros. Supondo a

aceleração local da gravidade igual a 10 m/s

desprezando a resistência do ar, determine a velocidade da prancha.

e

2

IME - VESTIBULAR 95/96

FÍSICA

1 a QUESTÃO A figura a seguir mostra um hemisfério oco e liso, cujo plano equatorial é mantido fixo na horizontal.

e liso, cujo plano equatorial é mantido fixo na horizontal. Duas partículas de massas m 1

Duas partículas de massas m 1 e m 2 são largadas no mesmo instante, de dois pontos diametralmente opostos, A e B, situados na borda do hemisfério. As partículas chocam-se e, após o choque, m 1 sobe até uma altura h 1 e m 2 sobe até uma altura h 2 . Determine o coeficiente de restituição do choque. Sabe-se que h 1 = R/2 e h 2 =R/3, onde R é o raio do hemisfério.

2 a QUESTÃO Uma mesa giratória tem velocidade angular constante , em torno do eixo y. Sobre esta mesa encontram-se dois blocos, de massa m e M, ligados por uma corda inelástica que passa por uma roldana fixa à mesa, conforme a figura a seguir.

por uma roldana fixa à mesa, conforme a figura a seguir. Considerando que não existe atrito
por uma roldana fixa à mesa, conforme a figura a seguir. Considerando que não existe atrito

Considerando que não existe atrito entre a mesa e o bloco M, determine o coeficiente de atrito mínimo entre os dois blocos para que não haja movimento relativo entre eles. Considere d a distância dos blocos ao eixo de rotação. Despreze as massas da roldana e da corda.

3 a QUESTÃO Um corpo recebe 40 Joules de calor de um outro corpo e rejeita 10 Joules para um ambiente. Simultaneamente, o corpo realiza um trabalho de 200 Joules. Estabeleça, baseado na primeira lei da termodinâmica, o que acontece com a temperatura do corpo em estudo.

4 a QUESTÃO Um balão esférico de raio 3 metros deve ser inflado com um gás ideal proveniente de um cilindro. Admitindo que o processo ocorra isotermicamente, que o balão esteja inicialmente vazio e que a pressão final do conjunto cilindro- balão seja a atmosférica, determine:

a) o trabalho realizado contra a atmosfera durante o processo; b) o volume do cilindro. Dados:

pressão atmosférica: 1kgf/cm 2 pressão inicial do cilindro: 125kgf/cm 2

1kgf/cm 2 pressão inicial do cilindro: 125kgf/cm 2 =3,1 5 a QUESTÃO De acordo com a

=3,1

5 a QUESTÃO De acordo com a figura a seguir, o veículo 1, de massa total M, descreve uma trajetória circular de raio R, como uma velocidade tangencial e constante v.

de raio R, como uma velocidade tangencial e constante v. Estabeleça a possibilidade do veículo 1

Estabeleça a possibilidade do veículo 1 ser considerado

como um referencial inercial para o movimento do veículo 2

no seu interior.

6 a QUESTÃO Um feixe de luz branca, cujos comprimentos de onda estão no intervalo de 4000 Angstron a 7000 Angstron, incide perpendicularmente em uma rede de difração de 8000 linha/cm. Determine o número de ordens de interferência, para todo o espectro visível, possíveis de ocorrer em um anteparo paralelo à rede de difração.

7 a QUESTÃO

A freqüência fundamental de um tubo de órgão aberto nas

duas extremidades é 300Hz. Quando o ar no interior do tubo

é substituído por hidrogênio e uma das extremidades é

fechada, a freqüência fundamental aumenta para 582Hz.

Determine a relação entre a velocidade do som no hidrogênio e a velocidade do som no ar.

8 a QUESTÃO Uma esfera de plástico, maciça, é eletrizada, ficando com

Uma esfera de plástico, maciça, é eletrizada, ficando com uma densidade de carga superficial = +0,05

uma densidade de carga superficial = +0,05 Coulombs/m 2 . Em conseqüência, se uma carga puntiforme q=+1 Coulomb fosse colocada exteriormente a 3 metros do centro da esfera, sofreria uma repulsão de 0,02 Newtons.

do centro da esfera, sofreria uma repulsão de 0,02 Newtons. A esfera é descarregada e cai
do centro da esfera, sofreria uma repulsão de 0,02 Newtons. A esfera é descarregada e cai

A esfera é descarregada e cai livremente de uma altura de

750 metros, adquirindo ao fim da queda uma energia de

de 750 metros, adquirindo ao fim da queda uma energia de 0,009 Joules. Determine a massa

0,009 Joules. Determine a massa específica do plástico da esfera. Dado: aceleração da gravidade: g=10m/s 2

9 a QUESTÃO Um capacitor de placas paralelas está carregado com +1 Coulomb, havendo entre as placas uma distância de d 1 metros. Em certo instante, uma das placas é afastada da outra, em movimento uniforme, e, mantendo-a paralela e em projeção ortogonal à placa fixa, faz-se a distância entre elas variar conforme o gráfico a seguir, sendo d 2 o máximo afastamento.

o gráfico a seguir, sendo d 2 o máximo afastamento. Esboce os gráficos da tensão v(t)
o gráfico a seguir, sendo d 2 o máximo afastamento. Esboce os gráficos da tensão v(t)

Esboce os gráficos da tensão v(t) e da carga q(t) no capacitor, entre 0 e 2T segundos. Dados:

capacitância em t=0: 1 F área de cada placa: A m 2

Dados: capacitância em t=0: 1 F área de cada placa: A m 2 10 a QUESTÃO

10 a QUESTÃO No circuito representado a seguir, o amperímetro A, ideal, indica I=2A.

representado a seguir, o amperímetro A, ideal, indica I=2A. Determine: a) o valor da resistência R;

Determine:

a) o valor da resistência R;

b) a quantidade de calor desenvolvida em R 5 , num intervalo

de tempo igual a 10 minutos. Dados:

Bateria 1: fem E 1 =9V; resistência interna r 1 =1,5 Bateria 2: fem E 2 =3V; resistência interna r 2 =0,5 Bateria 3: fem E 3 =12V; resistência interna r 3 =2

R 1 = 2 R 2 = R 3 = 4 R 4 = 12 R 5 = 1

Bateria 3: fem E 3 =12V; resistência interna r 3 =2 R 1 = 2 R
Bateria 3: fem E 3 =12V; resistência interna r 3 =2 R 1 = 2 R

IME - VESTIBULAR 96/97

FÍSICA

1 a Questão

Suponha que a velocidade de propagação v de uma onda sonora dependa somente da pressão P e da massa específica do meio µ, de acordo com a expressão:

v = P x

y
y

Use a equação dimensional para determinar a expressão da velocidade do som, sabendo-se que não existe constante adimensional entre estas grandezas.

2 a Questão

Um disco rotativo paralelo ao solo é mostrado na figura. Um inseto de massa m = 1,0 g está pousado no disco a 12,5 cm do eixo de rotação. Sabendo-se que o coeficiente de atrito estático do inseto com a superfície do disco é e = 0,8, determine qual o valor mínimo da velocidade angular, em rpm (rotações por minuto), necessário para arremessar o inseto para fora do disco.

Dado: g = 10 m/s 2

arremessar o inseto para fora do disco. Dado: g = 10 m/s 2 3 a Questão
arremessar o inseto para fora do disco. Dado: g = 10 m/s 2 3 a Questão

3 a Questão

Um corpo de 4 kg é puxado para cima por uma corda com velocidade constante igual a 2 m/s. Quando atinge a altura de 7 m em relação ao nível da areia de um reservatório, a corda se rompe, o corpo cai e penetra no reservatório de areia, que proporciona uma força constante de atrito igual a 50 N. É verificado que o corpo leva 4 s dentro do reservatório até atingir o fundo. Faça um esboço gráfico da velocidade do corpo em função do tempo, desde o instante em que a corda se rompe (P o ) até atingir o fundo do reservatório (P 2 ), indicando os valores para os pontos P o , P 1 e P 2 , sendo P 1 o início do reservatório.

Dado: g = 10 m/s 2

P 1 o início do reservatório. Dado: g = 10 m/s 2 4 a Questão: Uma

4 a Questão:

Uma barra uniforme e homogênea de peso P, tem seu centro de gravidade ( C.G .) na posição indicada na figura abaixo. A única parede considerada com atrito é aquela na qual a extremidade esquerda da barra está apoiada. O módulo da força de atrito F at é igual ao peso da barra. Determine o valor do ângulo na posição de equilíbrio, em função do comprimento da barra L e da distância entre as paredes a.

da barra L e da distância entre as paredes a . 5 a Questão Dois corpos,

5 a Questão

Dois corpos, cujas temperaturas iniciais valem T 1 e T 2 , interagem termicamente ao longo do tempo e algumas das possíveis evoluções são mostradas nos gráficos abaixo. Analise cada uma das situações e discorra a respeito da situação física apresentada, procurando, caso procedente, tecer comentários acerca dos conceitos de reservatório térmico e capacidade térmica. Fundamente, sempre que possível, suas afirmações na Primeira Lei da Termodinâmica.

térmico e capacidade térmica. Fundamente, sempre que possível, suas afirmações na Primeira Lei da Termodinâmica.

6 a Questão

Afinando um instrumento de cordas, um músico verificou que uma das cordas estava sujeita a uma força de tração de 80 N e que ao ser dedilhada, vibrava com uma freqüência 20 Hz abaixo da ideal. Sabendo-se que a parte vibrante da corda tem 100 cm de comprimento, 0,5 g de massa e que deve ser afinada no primeiro harmônico, determine a força de tração necessária para afinar a corda.

7 a Questão

Na figura abaixo, a partícula A, que se encontra em queda livre, passa pelo primeiro máximo de interferência com velocidade de 5 m/s e, após um segundo, atinge o máximo central. A fonte de luz F é monocromática com comprimento de onda de 5000 Angstrons e a distância d entre os centros da fenda dupla é igual a 10 -6 m. Calcule a distância L.

Dado: aceleração da gravidade = 10 m/s 2 .

L. Dado: aceleração da gravidade = 10 m/s 2 . 8 a Questão Na figura abaixo,

8 a Questão

Na figura abaixo, as placas metálicas P 1 e P 2 estão inicialmente separadas por uma distância d = 12 cm. A placa P 1 está fixada na superfície plana S e a placa P 2 está colocada na face de um cubo de madeira de massa M, que pode deslizar sem atrito sobre S. A capacitância entre as placas é de 6 F. Dispara-se um tiro contra o bloco de madeira com uma bala de massa m, ficando a bala encravada no bloco. Oito milisegundos após o impacto, a capacitância iguala-se a 9 F. Determine a velocidade da bala antes do impacto. (Despreze a resistência do ar e a massa de

P 2 ).

Dados: M = 600 g; m = 6 g

do ar e a massa de P 2 ). Dados: M = 600 g; m =

9 a Questão

No circuito da figura abaixo, as chaves CH 1 e CH 2 estão abertas e o amperímetro A indica que existe passagem de corrente. Quando as duas chaves estão fechadas, a indicação do amperímetro A não se altera.

Determinar:

a) o valor da resistência R 2 ;

b) a potência dissipada por efeito Joule na resistência R 2 quando CH 1 e CH 2 estão fechadas.

Dados: Bateria 1: fem E 1 = 12 V; resistência interna r 1 = 1 Bateria 2: fem E 2 = 12 V; resistência interna r 2 = 1

Resistência do amperímetro A: r 3 = 2

r 2 = 1 Resistência do amperímetro A: r 3 = 2 e R 1 =

e R 1 = 9

; ;
;
;
do amperímetro A: r 3 = 2 e R 1 = 9 ; ; 10 a

10 a Questão

Considere uma barra condutora reta (CD) com um corpo de massa M a ela ligada, imersa em uma região com um campo magnético uniforme B, podendo se mover apoiada em dois trilhos condutores verticais e fixos. O comprimento da barra é igual a 500 mm e o valor do campo é igual a 2 T. Determine a massa (conjunto corpo + barra) que permitirá o equilíbrio do sistema quando uma corrente igual a 60 A circular na barra.

Dados: Aceleração da gravidade g = 10 m/s 2 ; Despreze o atrito entre a barra e os trilhos.

60 A circular na barra. Dados: Aceleração da gravidade g = 10 m/s 2 ; Despreze
 

IME - VESTIBULAR 97/98

FÍSICA

Questão 1

 

Questão 4

Na figura os objetos A e B pesam, respectivamente, 40 N e 30 N e estão apoiados sobre planos lisos, ligados entre si por uma corda inextensível, sem peso, que passa por uma polia sem atrito.

Um corpo constituído de um material de densidade relativa à água igual a 9,0 pesa 90 N. Quando totalmente imerso em água, seu pelo aparente é de 70 N. Considere a aceleração local da gravidade g = 10

m/s 2 e a massa específica da água igual a 1,0 g/cm 3 .

 
   
 

a) Faça o diagrama das força que atuam no corpo imerso na água e identifique essas forças;

b) Conclua, por cálculo, se o corpo é oco ou maciço.

e a tensão na corda quando

e a tensão na corda quando

Determinar o ângulo houver equilíbrio.

 

Questão 5

Questão 2

 

Em uma experiência de laboratório, certo dispositivo colocado no ponto A, situado H metro acima do solo, lança uma pequena esfera que deverá passar por cima de um prisma de vidro de altura 2 H e atingir um sensor óptico colocado em um ponto B afastado 2 L metros do ponto A, conforme a figura abaixo. Simultaneamente com o lançamento da esfera, o mesmo dispositivo emite um raio de luz monocromática, perpendicular à face vertical do prisma, que irá atingir o sensor em B.

dispositivo emite um raio de luz monocromática, perpendicular à face vertical do prisma, que irá atingir

Entre duas placas metálicas paralelas e que constituem um capacitor de capacitância C = 0,08

F,
F,

coloca-se

um

fio

de

náilon

que

vibra

com

freqüência fundamental f 1 = 100 Hz.

 
Retira-se o fio, altera-se a distância entre as placas e coloca-se entre elas um outro

Retira-se o fio, altera-se a distância entre as placas e coloca-se entre elas um outro fio de náilon, com as mesmas propriedades físicas do primeiro, porém de comprimento tal que, agora, a freqüência fundamental de vibração seja f 2 = 250 Hz.

Sabendo que as placas permanecem sempre

carregadas co Q = 2

carregadas co Q = 2 C, determine a tensão elétrica

C, determine a tensão elétrica

Determine, literalmente:

entre elas na segunda distância da experiência.

 

a) o tempo que a esfera levará para ir do ponto A ao ponto B;

b) o tempo que o raio luminoso levará para ir do ponto A ao ponto B;

OBS: Não considere o efeito dielétrico do fio de náilon.

Questão 3

 

c) o tempo de que dispomos para retirar o sensor do ponto B, logo após ter sido excitado pelo raio de luz

Dados:

Considere um calorímetro onde existe uma certa massa de líquido. Para aquecer o conjunto líquido-calorímetro de 30 o C para 60 o C são necessário Q 1 J. Por outro lado, Q 2 J elevam de 40 o C para 80 o C o calorímetro juntamente com o triplo da massa do líquido.

Ângulo de lançamento da esfera com a horizontal que passa pelo ponto A:

Ângulo de lançamento da esfera com a horizontal que passa pelo ponto A:

Aceleração da gravidade: g

a) Determine a capacidade térmica do calorímetro nas seguintes situações:

Velocidade inicial da esfera: V o Considere o índice de refração do ar igual a 1.

 

Q 1 = 2000 J e Q 2 = 4000 J

 

Q 1 = 2000 J e Q 2 = 7992 J

b) Com base nestes dados, em qual das duas situações a influência do material do calorímetro pode ser desconsiderada? Justifique sua conclusão.

Questão 6

Um circuito é constituído com o objetivo de aquecer um recipiente adiabático que contém 1 litro de água

a 25 o C.

Considerando-se total a transferência de calor entre

o resistor e a água, determine o tempo estimado de

operação do circuito da figura abaixo para que a

água comece a ferver.

circuito da figura abaixo para que a água comece a ferver. Dados: calor específico da água:

Dados:

calor específico da água: 1 cal/g o C; massa específica da água: 1 kg/; temperatura necessária para ferver a água: 100

o C. Questão 7

Um bloco de um material isolante elétrico, de peso 5 N, é abandonado do repouso na situação da figura abaixo. Na queda, o bloco puxa a placa metálica inferior, P 2 , de um capacitor enquanto a placa superior, P 1 , permanece fixa.

enquanto a placa superior, P 1 , permanece fixa. Determine a tensão elétrica no capacitor quando
enquanto a placa superior, P 1 , permanece fixa. Determine a tensão elétrica no capacitor quando

Determine a tensão elétrica no capacitor quando a mola atinge a compressão máxima.

Dados:

Constante da mola: 30 N/m; Carga do capacitor: q = 18

Capacitância inicial: C o = 9

Distância inicial entre as placas: d o = 32 cm;

Distância inicial entre o bloco e a mola: h = 8 cm.

C;
C;
F;
F;

Questão 8

Um objeto é lançado da superfície de um espelho, segundo um ângulo de 30 o com a horizontal, com velocidade inicial V o .

30 o com a horizontal, com velocidade inicial V o . Sabendo que o espelho está

Sabendo que o espelho está inclinado de 30 o , conforme a figura, determine:

a) o tempo gasto para que o objeto atinja o espelho;

b) as componentes horizontal e vertical, em função do tempo, do vetor velocidade da imagem do objeto lançado.

Dado:

aceleração da gravidade: g

Questão 9

Na figura abaixo, uma corda é fixada a uma parede e depois de passa por uma roldana é tensionada por uma esfera metálica com 330 g de massa. Uma segunda esfera metálica, firmemente presa ao solo,

é colocada verticalmente abaixo da primeira.

presa ao solo, é colocada verticalmente abaixo da primeira. Sabendo que a distância entre a parede

Sabendo que a distância entre a parede e a roldana

é de 0,50 m e que à distância entre os centros das

esferas é de 10 cm, determine a freqüência de ressonância do trecho da corda entre a parede e a roldana:

a) com as duas esferas descarregadas;

b) com as duas esferas carregadas, a primeira com uma carga elétrica de +1,0 10 -7 C e a segunda com uma carga elétrica de 2,0 10 -6 C.

Dados:

com uma carga elétrica de – 2,0 10 - 6 C. Dados: aceleração da gravidade: g

aceleração da gravidade: g = 9,8 m/s 2 ;

permissividade do vácuo:

densidade linear da corda:

2 ; permissividade do vácuo: densidade linear da corda: o = 8,8 10 - 1 2

o = 8,8

do vácuo: densidade linear da corda: o = 8,8 10 - 1 2 F/m; = 2,0

10 -12 F/m;

= 2,0 g/m.

Questão 10

Um pequeno cesto é preso em uma haste que o faz girar no sentido horário com velocidade constante. Um carrinho, com velocidade de 1,5 m/s, traz consigo um brinquedo que arremessa bolinhas na vertical para cima com velocidade de 5,5 m/s.

Quando o carrinho está a uma distância de 2 m do eixo onde a haste é presa, uma bolinha é lançada. Neste instante, o cesto está na posição mais baixa da trajetória (posição A), que é a altura do chão e a do lançamento da bolinha.

A), que é a altura do chão e a do lançamento da bolinha. A bolinha é

A bolinha é arremessada e entra, por cima, no cesto quando este está na posição B indicada na figura. Determine:

a) o vetor velocidade da bolinha ao entrar no cesto;

b) a menor velocidade angular do cesto para que a bolinha entre no cesto.

Dado: g = 10 m/s 2 .

 

IME - VESTIBULAR 98/99

FÍSICA

1 a Questão

   

posição, passa a ter seu limite de visada na interseção do fundo com a mesma geratriz (ponto D).

Determine o índice de refração do líquido.

Uma gota de chuva cai verticalmente com velocidade constante igual a v. Um tubo retilíneo está animado de translação horizontal com velocidade constante

3 .
3 .
3 .

b)

Uma máquina fotográfica obtém, em tamanho natural, a fotografia de um objeto quando sua lente está a 10 cm do filme.

Determine a separação que deve existir entre a lente e o filme para que se obtenha a fotografia nítida de um coqueiro que se encontre a uma grande distância.

 
 

Determine o ângulo

, de modo que a gota de chuva

, de modo que a gota de chuva

4 a Questão

percorra o eixo do tubo.

 

Ao encher-se um recipiente com água, o som

2 a Questão

 

produzido fica mais agudo com o passar do tempo.

 

a) Explique por que isto ocorre;

Um cilindro com um êmbolo móvel contém 1 mol de um gás ideal que é aquecido isobaricamente de 300 K até 400 K. Ilustre o processo em um diagrama pressão versus volume e determine o trabalho realizado pelo gás, em joules.

b) Determine uma expressão para a freqüência fundamental do som em função do tempo, para o caso de um recipiente cilínd