Você está na página 1de 29

SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR ESTÁCIO DE SÁ FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ DE VITÓRIA CURSO DE TURISMO

SÁ FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ DE VITÓRIA CURSO DE TURISMO NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS (Monografias e Trabalhos para Disciplinas - ABNT NBR 14724: 2011)

Professora Organizadora:

Adriana Sartório Ricco

Vitória

2011

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO

2

2 FORMATAÇÃO GERAL

3

2.1 TIPO DO PAPEL………………………………………………………………………3

2.2 MARGEM

3

2.3 ESPACEJAMENTO

3

2.4 TIPO E TAMANHO DA FONTE

3

2.5 PAGINAÇÃO……………………………………………………………… …………3

2.6 NUMERAÇÃO PROGRESSIVA DOS CAPÍTULOS E DIVISÕES

4

2.7 SIGLAS

5

2.8 ILUSTRAÇÕES…………………………………………………………………… …5

2.9 TABELAS

5

2.10 CITAÇÕES

6

2.11 NOTAS DE RODAPÉ……………………………………………………………… 8

3 ESTRUTURA DO TRABALHO

9

3.1

ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS

11

3.1.1 Capa

11

3.1.2 Lombada

12

3.1.3 Folha de rosto

12

3.1.4 Errata

13

3.1.5 Folha de aprovação

14

3.1.6 Dedicatória

15

3.1.7 Agradecimentos

16

3.1.8 Epígrafe

17

3.1.9 Resumo na língua vernácula

18

3.1.10 Resumo na língua estrangeira

19

3.1.11 Lista

de

ilustrações

20

3.1.12 Lista de tabelas

21

3.1.13 Lista de abreviaturas e siglas

22

3.1.14 Sumário

23

3.2

ELEMENTOS TEXTUAIS

24

3.2.1 Introdução

24

3.2.2 Desenvolvimento

24

3.2.3 Conclusão

24

3.3

ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS

25

3.3.1 Referências

25

3.3.2 Glossário

27

3.3.3 Apêndices e/ou anexos

27

REFERÊNCIAS

28

2

1 INTRODUÇÃO

A apresentação de trabalhos científicos necessita de determinadas regras

sistematizadas que permitam a transmissão adequada de seu conteúdo. As normas

da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas procuram cumprir esse papel

na geração e atualização de padrões para evidenciação de estudos científicos.

Em alguns aspectos, porém as normas da ABNT deixam margem para diversos entendimentos. Isso leva, muitas vezes, a interpretações distintas apresentadas por diversos autores em seus manuais e guias de normalização.

Assim, esse guia procura definir essas orientações, privilegiando os elementos e aspectos mais utilizados por pesquisadores em nível de graduação e pós- graduação, com o intuito de institucionalizar os padrões para a apresentação de trabalhos acadêmicos do Curso de Turismo da Estácio de Sá campus Vitória, como

um

roteiro a ser utilizado por professores e alunos. Nesta edição foram consideradas

as

normas da ABNT NBR 14724, vigentes a partir de 17/04/2011. O texto está

dividido em duas partes: na primeira são apresentadas as regras para a formatação geral do trabalho (espacejamento, tipo e tamanho de letra, paginação, margens, etc.); na segunda parte são expostas normas relacionadas à estrutura do trabalho (elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais), exibindo ainda os seus respectivos modelos para a apresentação gráfica.

Esperamos que esse material possa servir de base para a elaboração dos trabalhos acadêmicos, tanto para as disciplinas diversas quanto para a monografia, uniformizando nossos procedimentos metodológicos e tornando objetiva e prática sua consulta e construção.

3

2 FORMATAÇÃO GERAL

2.1 TIPO DO PAPEL

Na digitação do texto deve ser utilizado papel branco ou reciclado, formato A-4 (2,10

x 2,97 cm).

2.2 MARGEM

- Superior e Esquerda: 3 cm;

- Inferior e Direita: 2 cm;

O texto deve ser alinhado à margem esquerda e justificado à direita.

2.3 ESPACEJAMENTO

- Texto: entrelinhas com espaço de 1,5 (um e meio); entre os parágrafos deve-se

usar espaço duplo ou dois espaços 1,5, sem recuo.

- Resumo, notas de rodapé, legendas e nas referências: espaço simples;

- Transcrições longas (citações diretas com mais de três linhas): espaço simples e

recuo de 4 cm a partir da margem esquerda;

- Títulos das seções: separadas dos textos que os sucede e que os precede por um

espaço 1,5. O indicativo numérico, em algarismo arábico, de uma seção precede seu

título, alinhado à esquerda, separado por um espaço de caractere.

2.4 TIPO E TAMANHO DA FONTE

- Texto: Arial 12;

- Título de capítulos e divisões no texto: Arial 12, seguindo o mesmo padrão no sumário e corpo do texto (desenvolvimento);

- Notas de rodapé: Arial 10;

- Transcrições longas (citações diretas com mais de 3 linhas): Arial 10;

- Elementos gráficos de tabelas: Arial 10;

- Legendas das ilustrações e tabelas e indicação de folhas: Arial 10.

2.5 PAGINAÇÃO

Todas as folhas do trabalho, a partir da folha de rosto devem ser contadas seqüencialmente, mas não numeradas. A numeração é evidenciada a partir da primeira folha da parte textual (Introdução), em algarismos arábicos, fonte arial 10,

4

no canto superior direito da folha. Também são numeradas as folhas dos apêndices

e anexos, seqüencialmente ao texto.

2.6 NUMERAÇÃO PROGRESSIVA DOS CAPÍTULOS E DIVISÕES Nas várias seções do texto deve-se usar a numeração progressiva com a finalidade de evidenciar a sistematização do conteúdo do trabalho, hierarquizando-o. Tanto no Sumário como no desenvolvimento do texto, os títulos das seções são grafados destacando-os gradativamente, conforme segue:

- Título de 1 o . nível (seção primária): em letras maiúsculas e em negrito;

- Título de 2 o . nível (seção secundária): em letras maiúsculas, sem negrito;

- Título de 3 o . nível (seção terciária): em letras minúsculas e a inicial da primeira

palavra em maiúscula, em negrito;

- Titulo de 4 o . nível (seção quaternária): em letras minúsculas e a inicial da primeira palavra em maiúscula, sem negrito. A numeração indicativa será de acordo com o nível da seção e precede o título, alinhado à margem esquerda, separada por um espaço de caractere, conforme o

exemplo:

3

METODOLOGIA DE PESQUISA

3.1

COLETA DE DADOS

3.1.1 Tratamento dos dados 3.1.1.1 Análise discriminante

Atenção!

- A fonte dos títulos é tamanho 12 seguindo o mesmo padrão no sumário e corpo do

texto (desenvolvimento);

- No desenvolvimento do texto, os títulos das seções primárias (1 o . nível) devem

iniciar-se em folha distinta, uma vez que se referem às principais divisões de um texto;

- Os títulos sem indicativo numérico (errata, agradecimentos, lista de ilustrações,

lista de tabelas, resumo, sumário, referências, glossário, apêndices e anexos) devem

ser centralizados no corpo do texto (desenvolvimento) e grafados em negrito.

5

2.7 SIGLAS

A forma completa do nome precede a sigla, quando aparece pela primeira vez no texto. Ex.: Associação Brasileira de Bacharéis e Estudantes de Turismo (ABBTUR).

2.8 ILUSTRAÇÕES

São designadas como sendo desenhos, gráficos, fotografias, mapas, imagens, plantas, quadros e gravuras diversas que acompanham o texto. Em sua apresentação, devem ser numeradas com algarismos arábicos, precedidas do título localizado na parte superior da figura, com referências da fonte logo abaixo do título, em tamanho 10 e espaço simples. Não devem ultrapassar a largura de 15 cm e a altura de 12 cm, excetuando-se material cartográfico.

Figura 1 – Vista de Itamaracá

material cartográfico. Figura 1 – Vista de Itamaracá Fonte: Óleo sobre tela de Franz Post, 1637

Fonte: Óleo sobre tela de Franz Post, 1637 (MASP, 2001)

2.9 TABELAS

Designada como elemento demonstrativo de sínteses numéricas, apresentando informações tratadas estatísticamente. Em sua apresentação no texto devem ser numeradas com algarismos arábicos, seguidas do título na parte superior, precedido da palavra “Tabela”. A fonte é referenciada na parte inferior, ao pé da tabela. As tabelas não são fechadas com linhas verticais em toda sua extensão e a fonte para a grafia interna é Arial 10. Também não devem ultrapassar a largura de 15 cm e a altura de 12 cm.

6

Tabela 1- Tratamento de Variáveis

6 Tabela 1- Tratamento de Variáveis Fonte: IBGE, 2001. 2.10 CITAÇÕES É a transcrição ou reprodução

Fonte: IBGE, 2001.

2.10 CITAÇÕES É a transcrição ou reprodução de idéias colhidas de outras fontes (bibliográficas ou documentais). Podem ser:

Citação direta: quando é feita a transcrição literal de palavras ou trechos dos autores (cópia fiel em redação, ortografia e pontuação). Deve referenciar o sobrenome do autor, em maíusculas quando entre parênteses, o ano e o número da página, separados por vírgula. A citação de até três linhas deve vir inserida no texto, entre aspas, conforme exemplo:

Metodologia significa, “[

instrumentos usados para se fazer ciência” (DEMO, 1981, p.7).

]

etimologicamente,

o

estudo

dos

caminhos,

dos

A citação longa (com mais de três linhas) aparece em parágrafo isolado, destacada com um recuo de 4 cm da margem esquerda, com letra tamanho 10, com espaçamento simples entre as linhas e sem aspas, conforme exemplo:

7

A técnica de análise de conteúdo é definida por Bardin (1977, p.42) como sendo:

Um conjunto de técnicas de análise das comunicações, visando a obter, por procedimentos sistemáticos e objetivos de descrição do conteúdo das mensagens, indicadores quantitativos ou não, que permitam a inferência de conhecimentos relativos às condições de produção / recepção das mensagens.

Atenção! Quando o trecho citado não for início de parágrafo ou for interrompido antes do

ponto final do parágrafo, deverá ser antecedido e precedido de reticências entre

colchetes [

].

Citação Indireta: É quando ocorre a reprodução das idéias do autor consultado, traduzindo-as com as palavras do aluno. Deve referenciar o sobrenome do autor, em maiúsculas quando entre parênteses e o ano da publicação (a indicação do número da página consultada não é necessária). Veja os exemplos:

Segundo Triviños (1992), a fenomenologia representa uma tendência dentro do idealismo subjetivo.

A

(TRIVIÑOS, 1992).

fenomenologia

representa

uma

tendência

dentro

do

idealismo

subjetivo

Citação de citação: É a transcrição direta ou indireta de um texto a partir de outra fonte, isto é, não se teve acesso ao autor original. Nesse caso, cita-se primeiro o autor original, seguido da expressão “apud” e da referência do último sobrenome do autor, data e página da obra diretamente consultada.

8

Em caso de citação indireta a indicação do número da página é desnecessária. Veja os exemplos:

Segundo Belluzzo (apud AKABASSI, 1992, p.25), “[

qual o usuário interioriza comportamentos adequados com relação ao uso da

biblioteca”.

educação é o processo pelo

]

Conclui-se que o uso adequado da biblioteca está relacionado ao processo educativo, quando o usuário adquire comportamentos adequados (BELLUZZO, apud AKABASSI, 1992).

2.11 NOTAS DE RODAPÉ

São usadas para complementar ou esclarecer informações que não são incluídas no texto, para não haver interrupção em sua seqüência lógica. Por esse motivo, o uso de notas deve ser reduzido ao mínimo e serem pouco extensas. Devem ser observadas as seguintes normas para seu uso:

- Chamada numérica acima da linha do texto (número alto sobrescrito) em seqüência contínua de notas;

- Localizar na margem inferior da mesma folha onde ocorre a chamada numérica;

- Separar do texto por um traço contínuo de 3 cm;

- Digitar em espaço simples e fonte Arial 10. Vide exemplo 1 :

1 O editor eletrônico de textos converte automaticamente as notas de rodapé, obedecendo à chamada numérica seqüencial do texto, bem como as normas citadas acima. Chave: Inserir > nota > notas de rodapé.

9

3 ESTRUTURA DO TRABALHO

As monografias devem obedecer à seguinte estrutura e elementos:

Estrutura (partes)

Elementos

 

Capa (obrigatório)

Lombada (obrigatório)

Folha de rosto (obrigatório)

Errata (opcional)

Pré-textuais

Folha de aprovação (obrigatório)

Dedicatória (opcional)

Agradecimentos (opcional)

Epígrafe (opcional)

Resumo na língua vernácula (obrigatório)

Resumo na língua Estrangeira (obrigatório)

Lista de ilustrações (opcional)

Lista de tabelas (opcional)

Lista de abreviaturas e siglas (opcional)

Sumário (obrigatório)

Textuais

Introdução

Desenvolvimento

Conclusão

Pós-textuais

Referências (obrigatório)

Glossário (opcional)

Apêndices e / ou Anexos (se houver)

10

Os trabalhos de disciplinas devem obedecer à seguinte estrutura e elementos:

Estrutura (partes)

Elementos

 

Capa (obrigatório)

Folha de rosto (obrigatório)

Pré-textuais

Agradecimentos (opcional)

Epígrafe (opcional)

Sumário (obrigatório)

Textuais

Introdução

Desenvolvimento

Conclusão

Pós-textuais

Referências (obrigatório)

Apêndices e/ou Anexos (se houver)

11

3.1 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS

3.1.1 Capa

Elemento obrigatório. É a proteção externa, a cobertura que reveste o trabalho, onde devem conter informações de identificação da obra:

SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR ESTÁCIO DE SÁ FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ DE VITÓRIA CURSO DE TURISMO

NOME DO ALUNO OU EQUIPE (em ordem alfabética)

TÍTULO DO TRABALHO:

subtítulo (se houver)

Vitória

2011

Nome da Instituição: centralizado, em negrito, em letras maiúsculas (sugere-se fonte Arial 14);

Nome do aluno: centralizado, em negrito, em letras maiúsculas (sugere-se fonte Arial

12);

Título

e

subtítulo:

centralizado

e

em

negrito,

grafado

próximo

ao

meio

da

página.

O

título

deve

ser

em

letras

maiúsculas

e

o

subtítulo

em

letras

minúsculas com

(sugere-se fonte Arial 14 a 16);

as

iniciais

maiúsculas

Cidade: local da instituição em que o trabalho deve ser apresentado. Deve ser centralizado, em negrito, em fonte Arial 12;

Ano: Ano da entrega do trabalho. Deve ser centralizado, em negrito, Arial 12, a 1 “enter” da margem inferior da página.

12

3.1.2 Lombada

Elemento opcional, onde são impressas as seguintes informações:

- Nome do autor, impresso longitudinalmente do alto para o pé da lombada;

- Título do trabalho, impresso da mesma forma que o nome do autor.

3.1.3 Folha de rosto

Elemento obrigatório. Contém elementos essenciais à identificação do trabalho, na seguinte ordem:

NOME DO ALUNO OU EQUIPE

TÍTULO DO TRABALHO:

subtítulo (se houver)

Monografia apresentada a Faculdade Estácio de Sá de Vitória, como requisito parcial para a conclusão do Curso de Turismo e obtenção do título de Bacharel em Turismo, orientada pelo Prof. Ms. Fulano de Tal.

Vitória

2011

Nome do aluno: centralizado, em negrito, em letras maiúsculas (sugere-se fonte Arial

14);

Título

e

subtítulo:

centralizado

e

em

negrito,

grafado

próximo

ao

meio

da

página.

O

título

deve

ser

em

letras

maiúsculas

e

o

subtítulo

em

letras

minúsculas

com

iniciais

maiúsculas

(sugere-se Arial 14 a 16);

Natureza: apresenta a finalidade do trabalho. Deve ser alinhada do meio da mancha para a margem direita, em letras minúsculas, fonte Arial 10 ou 12 e sem

destaque, com espaçamento simples entre linhas. Para trabalhos de disciplinas o texto deve ser: “Trabalho apresentado à

, como requisito de

disciplina

avaliação orientado pelo professor “

Cidade: local da instituição em que o trabalho deve ser apresentado. Deve ser centralizado, em negrito, em letras maiúsculas, Arial 12;

Ano: Ano da entrega do trabalho. Deve ser centralizado, em negrito, Arial 12, a 1 “enter” da margem inferior da página.

13

3.1.4 Errata

Elemento opcional que pode ser acrescido ao trabalho após impresso em papel avulso ou encartado. Contém a lista de folhas e linhas em que ocorreram erros, seguidas das devidas correções.

ERRATA

AUTOR (es). Título do trabalho: subtítulo (se houver). 2011. 128 f. Monografia - Faculdade Estácio de Sá de Vitória, 2011.

Folha

Linha

Onde se lê

Leia-se

23

7

geral

parcial

34

3

publiacao

publicação

14

3.1.5 Folha de aprovação

Elemento obrigatório. É o local onde o examinador assina e coloca a data de avaliação do trabalho. Deve conter:

NOME DO ALUNO OU EQUIPE

TÍTULO DO TRABALHO:

subtítulo (se houver)

Monografia apresentada ao Curso de Turismo da Faculdade Estácio de Sá de Vitória, como requisito parcial para a obtenção do título de Bacharel em Turismo.

Aprovada em

de

de 2011.

COMISSÃO EXAMINADORA

Prof. Ms. Fulano de Tal Orientador

Faculdade Estácio de Sá de Vitória

Prof. Esp. Sicrano de Tal

Faculdade Estácio de Sá de Vitória

Prof. Ms. Sicrano de Tal

Universidade Federal do Espírito Santo

Nome do aluno: centralizado, em negrito, em letras maiúsculas (sugere-se fonte Arial

14);

Título e subtítulo: centralizado e

negrito. O título deve

maiúsculas e o subtítulo em

minúsculas com

(sugere-se fonte Arial 14 a 16);

em

letras

ser

em

letras

iniciais

maiúsculas

Finalidade: Deve ser grafada abaixo do

título, em letras minúsculas, Arial 10 ou 12

e sem destaque.

Termo de Aprovação: Deve vir com a data

a ser preenchida no ato da defesa e Banca

Examinadora com seus respectivos membros, suas titulações e instituições.

15

3.1.6 Dedicatória

Elemento opcional. Página em que o autor (aluno) presta uma homenagem ou dedica o seu trabalho.

À minha mãe, Com todo o carinho.

Dedicatória: é um texto pouco extenso. Deve figurar no meio da página para baixo e recuado a partir do centro da página à direita. A fonte deve ser o Arial 12 com espaçamento de 1,5 entre linhas. Não há necessidade de título nessa página. Recomenda-se bom senso para a estética e elegância do trabalho.

16

3.1.7 Agradecimentos

Elemento opcional. Página em que são registrados agradecimentos àqueles que contribuíram de maneira relevante para a elaboração do trabalho, restringindo-se ao mínimo necessário.

AGRADECIMENTOS

Ao professor Fulano de Tal pela paciência nos momentos mais difíceis e pelo valioso apoio.

Aos colaboradores da Empresa Tal que nos prestaram importantes informações enriquecendo este trabalho.

Agradecimentos: O título deve ser centralizado e em negrito. A fonte deve ser Arial 12 com espaçamento de 1,5 entre linhas.

17

3.1.8 Epígrafe

Elemento opcional. Página em que o autor apresenta uma citação, seguida da indicação de autoria. É um pensamento relacionado ao escopo da obra. Podem também constar epígrafes nas folhas de abertura das seções primárias.

“Viver e não ter a vergonha de ser feliz. Cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz.”

Gonzaguinha, 1988.

Citação: Deve ser grafada, entre aspas, a partir do centro da página à direita. A fonte deve ser o Arial 12 com espaçamento de 1,5 entre linhas. A indicação de autoria deve vir abaixo da citação. Não há necessidade de título nessa página.

18

3.1.9 Resumo na língua vernácula

Elemento obrigatório. Refere-se à apresentação concisa dos pontos relevantes do texto, fornecendo uma visão rápida e clara do conteúdo e de suas conclusões. O resumo tem por objetivo fornecer elementos capazes de permitir ao leitor decidir sobre a necessidade de consulta ao texto. Contém o objetivo, o método, os resultados e as conclusões do trabalho, expressas em um único bloco, sem parágrafo. É escrito na 3 a pessoa.

RESUMO

Este estudo teve como objetivo analisar como estão sendo realizadas as viagens pedagógicas nas escolas de ensino fundamental de Vitória, observando em especial os aspectos de integração entre os participantes e da interdisciplinaridade. Para tal, na primeira fase da pesquisa foi realizado um estudo exploratório com revisão de literatura a cerca dos fundamentos do turismo e dos pressupostos básicos da educação. Na segunda fase, foi realizado um estudo descritivo através de amostragem em campo a cerca da implantação do turismo pedagógico no ensino fundamental. O resultado é a constatação da necessidade de diversificação de espaços para aprendizagem e a inserção de profissionais de turismo na educação na organização das atividades.

Palavras-chave:

Interdisciplinaridade.

Turismo

Pedagógico.

Educação.

Texto do Resumo: Deve ser escrito em um só parágrafo, contendo no máximo 500 palavras e ser grafado em espaço simples entrelinhas. A fonte é Arial 12 e justificado às margens. O título deve ser centralizado, em letras maiúsculas, fonte Arial 12 e em negrito.

Palavras-chave: Deve ser acrescido das palavras representativas do conteúdo do trabalho, separadas por ponto.

19

3.1.10 Resumo na língua estrangeira

Elemento obrigatório, possui as mesmas características do resumo em língua vernácula. Pode ser escrito em inglês Abstract, em espanhol Resumen ou em francês Résumé.

ABSTRACT

This work aims at rescuing the history, culture and living conditions and social life of the rural communities in Cuzeiro. The search for country roots from these communities alow us to análise elements of its identity and contrast them to other communities

Key-Words: Rural Communitie. Cultural identity.

20

3.1.11 Lista de ilustrações

Elemento opcional. Entretanto, recomenda-se incluí-las quando o número de itens por tipologia for superior a cinco. Deve ser apresentada uma lista para cada tipo de ilustração na ordem em que é apresentada no texto, como: “LISTA DE FOTOGRAFIAS”, “LISTA DE GRÁFICOS”, “LISTA DE FIGURAS”, grafadas em páginas diferentes.

LISTA DE FOTOGRAFIAS

Fotografia 1 – Igreja da Penha Fotografia 2 – Peças do acervo cultural Fotografia 3 – Moedor de farinha Fotografia 4 - Fotografia 5 - Fotografia 6 -

05

08

09

Listas: Deve constar o nome do tipo de ilustração, o número de ordem e o nome específico da ilustração seguido do respectivo número da página em que aparece no corpo do texto. Deve ser grafada em letras minúsculas (com as iniciais em maiúsculas), fonte Arial 12 e com espaçamento entrelinhas de 1,5. O título deve estar centralizado, em letras maiúsculas, fonte Arial 12 e em negrito.

21

3.1.12 Lista de tabelas

Elemento opcional. Também se recomenda incluí-las quando o número de itens por tipologia for superior a cinco. Designada como elemento demonstrativo de sínteses numéricas. Segue a mesma formatação da listagem anterior.

LISTA DE TABELAS

Tabela 1 - Produção de celulose

05

Tabela 2 – Produção de papel

08

Tabela 3 – Produção de pastas

09

Tabela 4 – Aumento da produção

11

Tabela 5 – Índice de produtividade

18

22

3.1.13 Lista de abreviaturas e siglas

Elemento opcional. Também recomenda-se incluí-las quando o número de itens por tipologia for superior a cinco. Refere-se à relação alfabética das siglas utilizadas no texto, seguidas das expressões correspondentes grafadas por extenso.

LISTA DE SIGLAS

ABNT

Associação Brasileira de Normas Técnicas

CRC

Conselho Regional de Contabilidade

CRM

Conselho Regional de Medicina

HTML

Hipertext Markup Language

OAB

Ordem dos Advogados do Brasil

Listas: As siglas devem estar em letras maiúsculas, seguidas de seu significado, separadas por espaços de caractere, sem travessão. O espaçamento entre linhas é de 1,5 e a fonte é Arial 12. O título deve estar centralizado, em letras maiúsculas, fonte Arial 12 e em negrito.

23

3.1.14 Sumário

Elemento obrigatório. Indica o conteúdo do documento, referindo-se à enumeração dos capítulos, divisões, seções e outras partes do trabalho, na mesma ordem e grafia em que aparecem no texto, seguidas da respectiva paginação, ligada ao título por linha pontilhada. A fonte utilizada é Arial 12 para o título e capítulos. Não confundir com “Índice” (relação detalhada dos assuntos, nomes de pessoas e outros em ordem alfabética). Existem diversos modelos de Sumário e indicamos abaixo um dos padrões que podem ser utilizados:

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO

2 HISTÓRICO DO TURISMO 12

14

16

22

3 O MERCADO TURÍSTICO 25

27

30

33

2.1.2 Hotelaria

2.1.1Agências de viagens

2.1 ORIGENS DO DESENVOLVIMENTO

08

3.1 MARKETING TURÍSTICO

3.1.1 Comunicação direta

3.1.2 Comunicação indireta

4 A PROPOSTA

4.1 CONSÓRCIO TURÍSTICO

4.2 O CLUSTER

5 CONCLUSÃO

38

39

45

48

REFERÊNCIAS

53

ANEXO A – Modelo de Cluster

56

ANEXO B – Estrutura de Plano de Marketing

58

Sumário: O título deve estar centralizado, em negrito em letras maiúsculas, na fonte Arial 12. Após cada item enumerado no sumário, deve-se indicar à margem direita o respectivo número da página em que aparece no texto, após as linhas pontilhadas. Os tipos de letra variam de acordo com os padrões já especificados na numeração progressiva dos capítulos e divisões. O espaçamento entre linhas é de 1,5. O indicativo numérico que precede seu título é separado por um espaço de caractere. Não há indicativo numérico em “Referências”, “Apêndices” e “Anexos”.

24

3.2 ELEMENTOS TEXTUAIS

3.2.1 Introdução

Refere-se à parte inicial do texto e devem constar informações necessárias para

situar o tema do trabalho, tais como:

- Contextualização ou antecedentes do tema;

- Formulação do problema;

- Objetivos: geral e específicos;

- Justificativa da escolha do tema (relevância do trabalho);

- Métodos e procedimentos seguidos;

- Apresentação do conteúdo das partes (capítulos) do trabalho.

3.2.2 Desenvolvimento

Refere-se à parte principal do texto que tem por objetivo apresentar a fundamentação lógica do trabalho, ou seja, discutir, explicar, testar, demonstrar, etc. Essa parte do trabalho geralmente é dividida em capítulos que enfocam o referencial teórico pesquisado, os resultados e discussões.

Atenção para as situações a serem evitadas na construção do texto:

- A utilização indiscriminada de citações pode tornar o trabalho uma mera compilação das idéias de outros autores. É preciso ter originalidade na pesquisa;

- A utilização das idéias de outros autores sem a devida citação da fonte é falta grave e constitui crime; - Títulos das seções no final da folha e texto na folha seguinte;

- Digitação de uma linha isolada no final da folha.

3.2.3 Conclusão

Refere-se às respostas ao problema proposto. Pode-se fazer sinteticamente uma recapitulação dos resultados da pesquisa, destacando as suas principais contribuições, bem como sugestões de suas aplicações e / ou novos estudos. A conclusão deve ser baseada nos dados teóricos e empíricos comprovados no desenvolvimento, não se permitindo assim, a inserção de dados novos nesta etapa.

25

3.3 ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS

3.3.1 Referências

Elemento obrigatório. Consiste em uma lista das obras efetivamente citadas na

elaboração do trabalho. Deve ser em ordem alfabética, sem numeração, letra Arial

12, e com o espaçamento simples entre linhas. O título da seção deve ser

centralizado, em negrito, na fonte Arial 12 ou 14.

Todas as referências devem ser alinhadas à esquerda da página. Nos casos de

repetição do autor, este deve ser substituído por um traço sublinhar equivalente a

seis caracteres.

As referências devem obedecer a normas para cada fonte de consulta (livros, teses,

periódicos, em parte, ou no todo, etc). As informações sobre como relacionar as

diversas referências, constam da NBR 6023: 2002, disponível na Biblioteca da

Estácio de Sá.

Elementos essenciais:

SOBRENOME DO AUTOR, Prenome. Título. Edição. Local: Editora, ano.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 3.ed. São Paulo: Atlas,

1996.

Abaixo, seguem algumas das fontes mais utilizadas e seus respectivos exemplos:

Livro com um autor

PRADO, M. Psicologia aplicada. 3. ed. São Paulo: Malheiros, 1995.

Livro com até três autores

CAMARGO, A. M; MORAES, R.B. Bibliografia da impressão régia do Rio de Janeiro. São Paulo: Edusp, 1993.

Livro com mais de três autores

26

Livro com diversos autores e um organizador / coordenador

CARVALHO, M. C. (Org.). Construindo o saber: fundamentos e técnicas de metodologia científica. 3. ed. Campinas, SP: Papirus, 1991.

Livro sem autoria ou autor anônimo

DESAFIOS éticos. Brasília: Conselho Federal de Medicina, 1993.

Livro com autoria de pessoa jurídica

IBGE.

Janeiro, 1996.

Dimensões

das

carências

sociais:

informações municipais.

Rio

de

Monografias, teses e dissertações

ALMEIDA, M. B. Folhetos: a literatura de cordel no nordeste brasileiro. 1979. Dissertação de Mestrado – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, São Paulo, 1979.

Publicação como parte de uma obra

MACEDO, P. R. Literatura em foco. In: JOBIM, J. L. Palavras da crítica. Rio de Janeiro: Imago,1992.

Artigos em revistas periódicas ou científicas

TOLEDO, R. P. Sobre antiamericanismo e antibrasilismo. Veja, São Paulo, n.16, ano 6, 10 abr.2003.

Artigos em jornais

BRIDI, R. Grande Vitória já soma um milhão de subnutridos. A Gazeta, Vitória, p. 5, 20 fev. 1994.

27

Documentos on line

ALMEIDA, S. Perfeccionista é um ser imobilizado e imobilizador. Disponível em http://www.iuvb.edu.br/br/atualidades/entrevistas/sergio.htm. Acesso em 20

abr.2004.

Depoimentos / entrevistas pessoais

SANTOS, Joselita. Turistas em Itaúnas. 2008. Entrevista concedida a Adriana Sartório Ricco em 20 jan. 2008.

3.3.2 Glossário

Elemento Opcional. Refere-se à lista de palavras ou expressões técnicas de

utilização restrita, usadas no texto, seguidas de seus respectivos significados. O

título “Glossário” deve ser centralizado, fonte Arial 12, em negrito e em letras

maiúsculas. A lista deve ser composta pela palavra ou expressão, em negrito,

seguida de um travessão e por sua definição, em espaço 1,5 entre linhas e fonte

Arial 12.

3.3.3 Apêndices e/ou anexos

Material suplementar julgado de possível interesse para consulta durante a leitura do

texto. Serve de fundamentação, comprovação e ilustração, sem prejuízo da unidade

nuclear do trabalho.

Denomina-se APÊNDICE ao material elaborado pelo próprio autor do trabalho

(aluno). Esse é um elemento obrigatório para as monografias do Curso de Turismo

da Estácio de Sá. O aluno utiliza esse espaço para trazer os instrumentos e

conteúdos de apoio utilizados e produzidos durante o desenvolvimento da pesquisa,

como os formulários de observação, entrevistas e questionários.

Os ANEXOS incluem material referencial ou ilustrativo produzido por autores

consultados, considerado de possível interesse para consulta.

Os APÊNDICES ou ANEXOS são grafados em letras maiúsculas (fonte Arial 12),

seguida da letra de ordem, travessão e seus respectivos títulos em letras

minúsculas, em página anterior ao documento, conforme o exemplo:

28

APÊNDICE A – Formulário para observação de uso de EPI

ANEXO A – Tabela de evolução estatística de renda

REFERÊNCIAS

ABNT. NBR 14724: 2011 – Informação e documentação – trabalhos acadêmicos – apresentação. Rio de Janeiro: ABNT, 2011.

SALOMON, Délcio Vieira. Como fazer uma monografia. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 21.ed. São Paulo: Cortez, 2000.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Biblioteca Central. Normalização e apresentação de trabalhos científicos e acadêmicos: guia para alunos, professores e pesquisadores da UFES. 6.ed. Vitória, 2004.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Biblioteca Central. Guia para normalização de referências: NBR 6023:2002. 2. ed. Vitória, 2004.