Você está na página 1de 5

___________________________________________________________________

CURSO DO PROF. DAMÁSIO A DISTÂNCIA

MÓDULO II

DIREITO INTERNACIONAL
Direito Internacional e Direito Interno

__________________________________________________________________
Praça Almeida Júnior, 72 – Liberdade – São Paulo – SP – CEP 01510-010
Tel.: (11) 3346.4600 – Fax: (11) 3277.8834 – www.damasio.com.br
____________________________________________________________________________ MÓDULO II

DIREITO INTERNACIONAL

Direito Internacional e Direito Interno

O Direito Interno e o Direito Internacional se completam para aqueles


que, como nós, acreditam numa ordem jurídica internacional que abrange
todas as ordens internas.

O monismo e o dualismo são duas teorias básicas que buscam resolver


os problemas de conflitos entre as normas nacionais e as normas internacionais
e que procuram dar uma visão do mundo jurídico interno e internacional,
separando tais mundos ou unindo-os numa mesma realidade jurídica.

Monismo vem de mono, único, um só. Para os monistas, o Direito é um


só. O monismo com primazia no Direito Interno entende que o Direito
Internacional advém de direitos dos Estados. Estes, ao se relacionarem, geram
o Direito Internacional. Na verdade, tais monistas negam o Direito
Internacional. Já o monismo com primazia no Direito Internacional coloca
esse direito em posição de superioridade. Os diversos direitos nacionais se
subordinam a um direito maior, o Direito Internacional:

1/4
____________________________________________________________________________ MÓDULO II

Direito Interno Direito Internacional

Direito Direito
Internacional Interno

Monismo com Monismo com


primazia no primazia no Direito
Direito Interno Internacional

Existem ainda os moderados – monistas com primazia no Direito


Internacional moderado – que estabelecem a prioridade do Direito
Internacional, exceção feita para algumas matérias em relação às quais
prevalece o Direito Interno.

O dualismo acredita na existência de duas ordens distintas: a do Direito


Interno e a do Direito Internacional.

A ordem interna cuida de problemas internos do Estado e a ordem


internacional das relações internacionais desses mesmos Estados e dos
organismos internacionais. Não se confundem:

Direito Interno Direito Internacional

2/4
____________________________________________________________________________ MÓDULO II

Na possibilidade de conflito entre uma norma advinda de um tratado –


norma internacional – e uma norma estatal, prevalecerá para os monistas uma
só ordem (interna ou internacional, dependendo da corrente monista adotada).
Os dualistas entendem que esse conflito não haverá, porque as ordens têm
campos diversos. Se ocorrer, todavia, o conflito, a norma internacional
importante será incorporada ao Direito Interno e passará a valer como norma
interna.

O pensamento monista com primazia no Direito Interno resolve eventual


conflito advindo das relações internacionais com a sua própria norma. Para
esse pensamento, as relações do Estado na área internacional são políticas,
econômicas, jurídicas, mas dependentes da vontade do Estado. O Direito
Internacional não existe, é um fato, e o entendimento entre os países tem base
nos seus interesses e nas forças do momento.

A CF tem vários artigos que ora nos posicionam como monistas com
primazia do Direito Internacional radicais (ex.: art. 7.º do ADCT e § 2.º do art.
5.º da CF), ora como moderados (ex.: art. 105, III, “a”, da CF). Por este último
artigo, o tratado tem natureza de lei ordinária federal e, portanto, está abaixo
da CF.

Também nos posicionamos como dualistas, porque os tratados assinados


pelo Brasil devem passar pelo crivo do Congresso Nacional para serem
ratificados (art. 84, VIII, da CF) e depois serão transformados em uma espécie
normativa interna (decreto legislativo, decreto etc.).

3/4
____________________________________________________________________________ MÓDULO II

DUALISMO (duas ordens distintas)

TEORIAS com primazia no Direito Interno


MONISMO com primazia no Direito Internacional
com primazia no Direito Internacional
Moderado

4/4