Você está na página 1de 5

LISTA DE EXERCÍCIOS 03

FÍSICO QUÍMICA - MÓDULO 01

DiluIÇÃO - MISTURAS de SOluÇÕES- TITULAÇÃO

Nessa lista são OBRIGATÓRIOS os seguintes

exercícios:

1, 3, 4, 5, 7, 8, 9, 11, 13, 14, 15, 16, 18, 19, 20,

22, 23, 25 e 26 Todo o restante são exercícios COMPLEMEN- TARES.

01 – (QemA)

Se 100mL de uma solução de NaOH 10g/L foi adicionada água suficiente para completar 400 mL. Qual a concentra- ção final da solução?

02 – (QemA)

Se adicionarmos 100 mL de água a 100 mL de uma solu- ção 0,3 mol/L de hidróxido de sódio, qual a concentração em mol/L da solução obtida?

03 – (QemA)

100 mL de um suco de caju de concentração 0,5 mol/L. Qual o volume de água que deverá ser acrescentado para que a concentração do suco caia para 0,05 mol/L?

04 – (QemA)

A 40 g de uma solução de ácido sulfúrico de 85 % em mas-

sa foi acrescentada 60 g de água. Qual a porcentagem em massa dessa solução?

05 – (QemA)

Qual a concentração em mol/L de uma solução resultante da adição de 100 mLde água á 400 mL de uma solução de um sal 0,4 mol/L?

06 - (UEL PR)

A preparação de soluções é uma das habilidades que os

químicos desenvolveram desde os tempos da alquimia e é considerada um conhecimento básico. Os dados da tabela a seguir foram retirados de um frasco de solução de HCl .

seguir foram retirados de um frasco de solução de HC l . O volume de HC

O volume de HC l concentrado necessário para prepa- rar 1 litro de solução 1 mol/L de HC l é

a) 31, 70mL

b) 36, 50mL

15

c) 105, 8mL

d) 121, 5mL

e) 125, 8mL

07 - (UFRN)

Num laboratório de química, o estoque de reagentes dis- ponível pode ser formado por soluções concentradas. Partir-se de uma solução concentrada para se obter uma solução diluída é um procedimento de rotina em labo-

ratório Na preparação de uma solução diluída, com base em uma mais concentrada, retira-se um volume de so- lução concentrada de hidróxido de sódio (NaOH) 1 mol/L para se preparar 500 mL de uma solução diluída de 0,2 mol/L.

Se C 1 V 1 = C 2 V 2 , o volume inicial de solução de NaOH 1 mol/L retirado para se obter a solução diluída correspon- derá a:

a)

40mL

b)

200mL

c)

125mL

d)

100mL

08

- (UEM PR)

Considere uma solução, que chamamos de “solução origi-

nal”, preparada pela dissolução completa de de CaF 2 em 1 litro de água pura a 25 ºC e assinale o que for correto.

de água pura a 25 ºC e assinale o que for correto . 01. Ao se

01. Ao se retirar uma alíquota de 10 mL dessa solu-

ção, transferir para um recipiente e adicionar água sufici- ente para completar 100 mL, a concentração dessa nova

solução será

100 mL, a concentração dessa nova solução será . 02. Se o volume da solução original

.

02. Se o volume da solução original for reduzido a 800 mL por evaporação da água, chega-se a uma solução

de concentração

da água, chega-se a uma solução de concentração . 04. A massa do soluto, em gramas,

.

04. A massa do soluto, em gramas, contida em um

quinto do volume da solução original é 0,156 g.

08. Ao se adicionar à solução original

é 0,156 g. 08. Ao se adicionar à solução original de CaF 2 e água até

de CaF 2 e água até completar 3 litros, após a dissolução completa do sal, teremos uma solução de concentração igual à concentração da solução original.

16. Se retirarmos 100 mL da solução original e dilu-

irmos para 1000 mL de modo a preparar uma solução de- nominada “solução 2” e, a seguir, retirarmos 100 mL da

solução 2 e diluirmos para 1000 mL de modo a preparar uma solução denominada “solução 3” e assim consecutiva- mente até chegarmos a uma solução denominada “solução 1 3 ” , a c o n c e n t r a ç ã o d a “ s o l u ç ã o 1 3 ” s e r á

c e n t r a ç ã o d a “ s o l u

.

09 - (UNIFOR CE)

Um farmacêutico precisa preparar com exatidão 1,0 L de

solução de glicose de concentração 5,0 g/L. Partindo de uma solução estoque de concentração 50,0 g/L, ele deve

medir

a)

100,0 mL da solução estoque e adicionar 1,0 L de

água destilada.

b) 10,0 mL da solução estoque e adicionar 1,0 L de

água destilada.

c) 1,0 mL da solução estoque e adicionar água destila-

da até completar 1,0 L.

d) 10,0 mL da solução estoque e adicionar água desti-

lada até completar 1,0 L.

e) 100,0 mL da solução estoque e adicionar água desti-

lada até completar 1,0 L.

10 - (UNINOVE SP)

a

partir da combinação da solução hipertônica de Velasco

e

Silva com o soro fisiológico convencional.

A

razão entre os volumes de soro fisiológico e de solução

hipertônica necessários para preparar uma solução com concentração igual a 20 g/L de NaCl é igual a:

a)

10;

b)

7,5;

c)

5;

d)

2,5;

e)

1.

13

- (UERJ)

Atualmente, o óleo diesel utilizado em veículos automoto- res pode apresentar duas concentrações de enxofre, como mostra a tabela abaixo:

concentrações de enxofre, como mostra a tabela abaixo: A partir de janeiro de 2009, terá início

A partir de janeiro de 2009, terá início a comercialização

do óleo diesel S-50, com concentração de enxofre de 50

mg.L 1 , mais indicado para reduzir a poluição atmosférica causada pelo uso desse combustível. Um veículo foi abastecido com uma mistura contendo 20

L de óleo diesel S-500 e 55 L de óleo diesel S-2000.

Em uma solução aquosa diluída a concentração de soluto

Admitindo a aditividade de volumes, calcule aconcentra-

é:

ção de enxofre, em mol.L 1 , dessa mistura.

a)

menor do que a solubilidade desse soluto em água.

Em seguida, determine o volume de óleo diesel S-50 que

b)

máxima e independe da quantidade de solvente uti-

apresentará a mesma massa de enxofre contida em 1 L de

lizada.

óleo diesel S-2000.

c)

independente da natureza do soluto, pois o solven-

te

é a água.

14

- (PUC RS)

d)

a máxima possível e está em equilíbrio com soluto

Uma solução foi preparada misturando-se 200 mL de

não dissolvido.

uma solução de HBr 0,20 mol/L com 300 mL de solução

e) tão baixa que as propriedades químicas da solução

de HCl 0,10 mol/L. As concentrações, em mol/L, dos íons

são idênticas às da água pura.

Br

, Cl e H + na solução serão, respectivamente,

a)

0,04

0,03

0,04

11

- (UERGS)

b)

0,04

0,03

0,07

O

volume em litros de uma solução de HNO 3 0,1 mol.L 1

c)

0,08

0,06

0,06

que deve ser adicionado a 5 litros de uma solução de

d)

0,08

0,06

0,14

HNO 3 0,5 mol.L 1 para obter uma concentração final igual

e)

0,2

0,1

0,3

a

0,2 mol.L 1 é

 

a)

3.

15

- (UFG GO)

 

b)

6.

Um analista necessita de 100 mL de uma solução aquosa

c)

12.

de NaCl 0,9% (m/v). Como não dispõe do sal puro, resol-

d)

15.

ve misturar duas soluções de NaCl(aq): uma de concentra-

e)

30.

ção 1,5% (m/v) e outra de 0,5% (m/v). Calcule o volume

12

- (FEPECS DF)

de cada solução que deverá ser utilizado para o preparo da solução desejada.

Em 1980, os médicos Irineu Velasco e Maurício da Rocha

e Silva descobriram que a utilização de soluções hipertôni-

cas contendo 7.500 mg de cloreto de sódio dissolvidos em 100 mL de solução aquosa representava uma alternativa segura e eficiente para o tratamento de vítimas de choque hemorrágico. Os tratamentos utilizados até então reco- mendavam, entre outros procedimentos, a aplicação de grandes volumes de soro fisiológico contendo 900 mg de cloreto de sódio em 100 mL de solução. Um determinado grupo de pesquisadores decidiu realizar um estudo utilizando uma nova solução salina, preparada

16 - (UFMS)

A mistura de duas soluções pode resultar em uma reação

química e, conseqüentemente, na formação de outras solu- ções, ou simplesmente numa variação na concentração das espécies presentes. Misturaram-se 50 mL de uma solu- ção 1,0 mol/L AlCl 3 a 50 mL de uma solução 1,0 mol/L de KCl. Calcule o valor obtido pela soma das concentrações finais dos íons Al 3+ , K + e Cl na solução, emmol/L.

17 - (UFAM)

16

A dois litros de solução aquosa sacarose de concentração

50 g/L foi adicionada 6 litros de concentração 2 mols/L

de solução aquosa de cloreto de sódio. Qual a concentra- ção do sal e do açúcar na solução final?

Dados: Massas molares (g mol 1 ): H = 1,0, C = 12,0, O = 16,0, Na = 23,0

21 - (PUC RJ)

a)

25,0 g/L; 3,0 mol/L

Na reação de neutralização de 40 mL de solução 1,5 mol

b)

0,2 Kg/L; 3,0 mol/L

L 1 de hidróxido de sódio com 60 mL de solução 1,0 mol

c)

12,5 g/L; 1,5 mol/L

L 1 de ácido clorídrico, é CORRETO afirmar que a con-

d)

25,0 g/L; 1,5 mol/L

centração em quantidade de matéria (mol L 1 ) de Na + nos

e)

12,5 g/L; 3,0 mol/L

100 mL resultantes da mistura das soluções é igual a:

 

a)

0,2

b)

0,4

18

- (UFPR)

c)

0,6

Ao se misturar 100 mL de solução aquosa 0,15 mol.L -1 de

d)

0,8

cloreto de potássio com 150 mL de solução aquosa 0,15

e)

1,2

mol.L -1 de cloreto de sódio, a solução resultante apresenta- rá, respectivamente, as seguintes concentrações de Na + ,

22

- (UFG GO)

K + e Cl - :

O

teor de vitamina C em amostras pode ser determinado

a)

0,09 mol.L -1 , 0,06 mol.L -1 , 0,15 mol.L -1

b)

0,05 mol.L -1 , 0,06 mol.L -1 , 1,1 mol.L -1

c)

0,06 mol.L -1 , 0,09 mol.L -1 , 0,15 mol.L -1

d)

0,09 mol.L -1 , 0,09 mol.L -1 , 0,09 mol.L -1

e)

0,15 mol.L -1 , 0,15 mol.L -1 , 0,30 mol.L -1

19

- (UEG GO)

A

figura abaixo representa o esquema de uma titulação

ácido-base.

abaixo representa o esquema de uma titulação ácido-base. De acordo com as informações apresentadas acima, calcu-

De acordo com as informações apresentadas acima, calcu-

le:

a)

A concentração do ácido presente no erlenmeyer.

b)

O pH da solução contida na bureta.

20

- (UNESP SP)

Um analista químico de uma indústria de condimentos analisa o vinagre produzido por meio de titulação volumé- trica, utilizando solução padrão de hidróxido de sódio ten- do fenolftaleína como indicador. Sabendo-se que são utili- zados 25 mL de vinagre em cada análise – vinagre é uma solução contendo 4,8% (m/v) de ácido etanóico –, que a concentração do titulante é igual 1,0 mol L 1 , que são reali- zadas três análises por lote e que são analisados quatro lotes por dia, calcule a quantidade média, em gramas, de hidróxido de sódio consumida para a realização das 264 análises feitas por esse analista em um mês de trabalho. Apresente seus cálculos.

17

através de titulação com solução de iodo, o qual é reduzi- do a ânions iodeto, conforme equação química a seguir:

do a ânions iodeto, conforme equação química a seguir: A solução titulada torna-se azul quando toda

A solução titulada torna-se azul quando toda vitamina C

tiver reagido.

a) Represente o equipamento necessário para realizar

esse experimento.

b) Determine a massa, em mg, de vitamina C em uma

amostra que consumiu 3,0 mL de solução de iodo a 1% (m/v).

23 - (UEG GO)

Considere a reação do bicarbonato de sódio com ácido sul- fúrico conforme mostrado pela equação química não ba-

lanceada:

NaHCO 3 (s) + H 2 SO 4 (aq) → → Na 2 SO 4 (aq) + H 2 O(l) + CO 2 (g)

Nesse contexto, responda ao que se pede.

a) Reescreva a equação química acima devidamente

balanceada.

b) Calcule a massa mínima de bicarbonato de sódio

necessária para neutralizar 50 mL de uma solução 2 molL 1 de ácido sulfúrico.

24 - (UESPI)

Na química, utilizamos um processo chamado de “Titula- ção” para determinar a quantidade de substância de uma solução, através do confronto com outra espécie química, de concentração e natureza conhecidas. As titulações áci- do-base, titulação de oxidação-redução e titulação de com- plexação são exemplos deste procedimento. No caso de uma titulação ácido-base, em que foi utilizado 87,5 mL de HCl 0,1 M para se neutralizar um certo volume de NaOH 0,35 M, qual a quantidade de NaOH envolvida? Dados: massa molar do NaOH = 40g; massa molar do HCl = 36,5g

a) 15,0 mL

b) 25,0 mL

c) 50,0 mL

d) 75,0 mL

e) 87,5 mL

mineral da fonte 2, a ela deverá ser acrescentada água destilada até atingir o volume de

25

- (UFPE)

a) 2 litros.

O

vinagre comercial contém ácido acético (CH 3 COOH).

b) 10 litros.

Na titulação de 6,0 mL de vinagre comercial com densida- de 1,01 g mL 1 , gastaram-se 10,0 mL de uma solução 0,40 mol L 1 de hidróxido de sódio (NaOH). Qual é a porcenta- gem de ácido acético contido no vinagre analisado? (Da- dos: C = 12, H = 1 e O = 16). Anote o inteiro mais próximo.

c) 20 litros.

d) 100 litros.

e) 200 litros.

03 - (UERJ) Um medicamento, para ser administrado a um pacien- te, deve ser preparado como uma solução aquosa de

26

- (UFJF MG)

concentração igual a 5%, em massa, de soluto. Dispon-

concentração igual a 5%, em massa, de soluto. Dispon-

O

contém ácido acético (H 3 CCOOH), é feito a partir da rea-

controle de qualidade para amostras de vinagre, que

razão:

do-se do mesmo medicamento em uma solução duas

ção deste com hidróxido de sódio. Sabendo-se que, de um modo geral, os vinagres comercializados possuem 3 g de ácido acético a cada 100,0 mL de vinagre, qual seria o volume, em litros, de NaOH 0,5 mol/L gasto para neu- tralizar 100,0 mL desse vinagre?

vezes mais concentrada, esta deve ser diluída com água, até atingir o percentual desejado. As massas de água na solução mais concentrada, e na- quela obtida após a diluição, apresentam a seguinte

 

a) 1,0

a)

b) 0,5

b) 0,5

c) 0,1

b)

d) 0,2

d) 0,2

e) 0,25

c)

DESAFIO - ZONA NERD

d)

DESAFIO - ZONA NERD d)

01 - (UFTM MG) Diariamente, diferentes objetos são lavados em nossas casas como, por exemplo, as louças após as refeições. Sendo assim, considere uma taça de capacidade igual a 200 mL contendo em suas paredes um “resto” de 2 mL de um vinho que contém 11% (em volume) de álcool.

a) Sendo a densidade do etanol aproximadamente

igual a 0,8 g.mL 1 , calcule a massa de álcool presen- te no vinho que adere à taça.

b) Para lavar essa taça, de modo a deixar a menor concentração possível de resíduos, qual dos proce- dimentos abaixo traria melhores resultados?

I. Enxaguá-la duas vezes, com duas porções sucessivas de 200 mL de água.

II. Enxaguá-la dez vezes, com dez porções

sucessivas de 20 mL de água. Justifique sua resposta, supondo que a cada enxá- güe, permaneçam 2 mL de líquido na taça.

02 - (FATEC SP)

A conhecida escala de pH é logarítmica. A variação de uma unidade de pH nessa escala significa uma varia- ção de 10 vezes da concentração de íons H + (aq). Sen- do assim, considere amostras de água mineral adquiri- das no comércio, que são provenientes de duas fontes naturais diferentes:

que são provenientes de duas fontes naturais diferentes: 04 - (UFMS) A água tratada em estações,

04 - (UFMS)

A água tratada em estações, para posterior consumo

humano, deve conter, dentre outros sais, o flúor silica-

to de sódio, que contém em sua composição o fluoreto

(F ) responsável pela redução do índice de cáries na população. A adição desse sal deve ser rigorosamente controlada, pois, além de ser um produto de custo ele- vado, o fluoreto em altas concentrações passa a apre-

sentar efeitos tóxicos. A análise da água de uma deter- minada cidade mostrou que a concentração de fluore-

to é de 1,2 ppm. Quatro litros dessa água foram utiliza-

dos no preparo de um licor de jabuticaba. Após algu- mas horas de aquecimento em fogo brando, verificou-

se que o volume sofreu redução de 2/3. Considerando-

se a água como única fonte de fluoreto, calcule quan- tas vezes a concentração final de fluoreto, em mol/L, é superior à inicial. Aproxime o resultado para o inteiro mais próximo.

Dado: Massa Molar do F = 19 g/mol, ppm=mg/L.

05 - (UFRJ)

A técnica de aplicação de fertilizantes líquidos em la-

vouras tem sido cada vez mais utilizada pelos agriculto- res. Os fertilizantes são vendidos na forma de soluções concentradas que contém diferentes composições de

nutrientes, e são formuladas e diluídas pelo agricultor, de acordo com a lavoura a ser tratada.

A tabela a seguir apresenta dados encontrados nos ró-

tulos de dois frascos de fertilizantes líquidos concentra- dos de duas marcas diferentes.

Elemento

Frasco – I

Frasco – II

Para que uma amostra de 1 litro da água da fonte 1

Nitrogênio

100g/L

0g/L

origine uma solução aquosa com o mesmo pH da água

Potássio

70g/L

10g/L

18

Fósforo

30g/L

80g/L

Para tratar uma lavoura de morangos um agricultor necessita preparar 100 litros de uma solução diluída de fertilizante utilizando uma combinação dos frascos I e II. Em função das características do solo, a concen- tração final da solução deve ser ajustada de forma a conter 0,1 g / L de potássio e 0,1 g / L de nitrogênio. Calcule a concentração, em g/L, de fósforo presente na solução de fertilizante usada no tratamento da lavoura de morangos.

06 - (UFPR) 10,00 mL de uma solução de (NH 4 ) 2 SO 4 foram trata- dos com excesso de NaOH. O gás NH 3 liberado foi ab- sorvido em 50,00 mL de uma solução 0,10 mol.L 1 de HCl. O HCl que sobrou foi neutralizado por 21,50 mL de uma solução 0,10 mol.L 1 de NaOH. Qual a concen- tração da solução de (NH 4 ) 2 SO 4 em mol.L 1 ?

a) 0,28.

b) 0,14.

c) 0,32.

d) 0,42.

e) 0,50.

07 - (UFG GO) Barrilha, que é o carbono de sódio impuro, é um insu- mo básico da indústria química. Uma amostra de barri- lha de 10g foi totalmente dissolvida com 800mL de ácido clorídrico 0,2 mol/L. O excesso de ácido clorídri- co foi neutralizado com 250 mL de NaOH 0,1 mol/L.Qual o teor de carbonato de sódio, em porcenta- gem de massa, na atmosfera de barrilha?

08 - (FUVEST SP) Uma solução aquosa de NaOH (base forte), de concen- tração 0,10 mol L 1 , foi gradualmente adicionada a uma solução aquosa de HCl (ácido forte), de concentra- ção 0,08 mol L 1 .

O gráfico que fornece as concentrações das diferentes espécies, durante essa adição é:

0,08 mol L – 1 . O gráfico que fornece as concentrações das diferentes espécies, durante
0,08 mol L – 1 . O gráfico que fornece as concentrações das diferentes espécies, durante

19

0,08 mol L – 1 . O gráfico que fornece as concentrações das diferentes espécies, durante