Você está na página 1de 4

CALCULO PARA DIMENSIONAMENTO E AUTONOMIA EM NO BREAKS

Engº Gladstone Freire Jr

Para se calcular potência , autonomia e determinação da capacidade das baterias para sistemas de home theater devemos levar em consideração os seguintes parâmetros:

1ª ETAPA

Determinar quais equipamentos estarão sob o back up de energia

determinar a somatória DA POTENCIA ENVOLVIDA DESSES EQUIPAMENTOS

Estimar o tempo em horas que o sistema ficará operando sob o back up de energia

2ª ETAPA

Escolha da estrutura de conversão do no break a ser utilizado

Determinação do tipo de no break (off line ,on line)

Verificação se o modelo de no break escolhido possui recurso de expansão de baterias

Exemplos práticos

Para exibição de filmes ou audição musical

Todo filme possui um tempo de exibição de 1:45 mínimo em média

Portanto se estimarmos uma autonomia de 02 horas estaremos proporcionando uma exibição sem interrupções para o usuário/cliente.

Qual equipamento estará sendo utilizado simultaneamente?

1ª hipótese

Projetor

DVD ou Blu Ray ou Media player

Receiver

Subwoofer

2ª Hipótese

TV LCD ou plasma

DVD ou Blu Ray,ou Media player

Receiver

Subwoofer

3ª Hipótese

TV LCD ou Plasma

DVD ou Blu Ray ou Media player

Para demonstração de calculo iremos usar a 2ª hipótese

Aparelho

potencia média

tensão de alimentação

TV plasma 50”

450w

110v

Blu Ray c/ HD interno

40 w

110v

Receiver

250w

110v

Sub woofer

60w

110v

OBS: Alguns aparelhos são mais consumidores de potencia instantânea como é o caso de subwoofers e receivers pois são dependentes dos processadores de áudio que controlam o som de cada caixa em função dos efeitos de cada processamento,por isso que na média apresentam o consumo acima.

A somatória da potencia do exemplo acima ficará: Pot = 800 w (1)

Para uma autonomia estimada de 2 horas teremos:

800(1) x 2 = 1600wh (watts hora) ou 1,6kWh (2)

Essa será a energia necessária que será consumida para a autonomia pretendida.

Pela formula da lei de ohm temos:

P= VxI

Então I = P/V logo

I = 1600(2)/110 = 21,8 Ah (amperes hora)

DETERMINAÇÃO DO NO BREAK

(3)

Muito bem, para a escolha da potência do no break iremos adotar os seguintes parâmetros:

Utilizar no Maximo 80% da potencia total do NO BREAK como margem de segurança

Transformar a potencia do NO BREAK que é dado em VA(volt-amperes) para watts

Verificar o rendimento do No break em função do tipo de funcionamento:

Para No breaks do tipo OFF LINE o rendimento do mesmo gira em torno de 88%

Para NO BREAKS do tipo ON LINE o rendimento típico é de 77%

Normalmente o fator de potencia especificado pelos fabricantes para no breaks de baixa potencia especificado em norma gira em torno de: cosℓ =0,60 (fator de potencia).

Supondo utilizar um no break off line temos:

Pap(VA)= Pat(w) /0,60 então:

Pap = 800(1) / 0,6 = 1333 VA (4)

Pap= Potencia aparente

Pat= Potencia ativa ou útil

O rendimento de um no break off line é de 88% portanto teremos:

1333(4) /0,8 = 1666 VA

E como só utilizaremos 80% de sua capacidade resultará:

1666/0,8 =

2082 VA
2082 VA

Essa é a potencia que o no break deve possuir para a alimentação do exemplo proposto acima.

Agora falta determinar o nº e a capacidade das baterias para a autonomia desejada.

OBS: Lembre-se que a marca e o modelo do No break escolhido deve permitir expansão de bateria e seu carregador interno adequado para essa expanção

Para isso já sabemos quanto de corrente iremos extrair do banco

21,8Ah (22Ah arredondando) (3)

De acordo com os fabricantes de baterias para que uma bateria atinja uma descarga próxima do limite seguro para uma vida útil dentro do especificado poderemos descarregar somente30% da capacidade nominal dessa bateria.Por exemplo para uma

bateria de capacidade de 100Ah poderemos utilizar 30AH dessa bateria para um limite seguro.

Portanto no nosso exemplo acima a capacidade necessária da bateria será de :

Capacidade em AH =22(3)/0,3 =

73Ah
73Ah

Ou seja deveremos adquirir uma bateria com capacidade de no mínimo 73Ah para o sistema operar na autonomia pretendida

Finalmente falta saber qual é a tensão DC que o no break escolhido necessita para operar seu inversor.

Se for por exemplo de 24V então deveremos instalar 02 baterias de 12v /73Ah em série para obtermos a tensão necessária.

Se for 36v então 03 baterias em serie e assim por diante.

Poderemos fazer também associação série e paralelo de baterias nesse caso a capacidade de cada uma pode ser de metade da capacidade encontrada acima.

Ex: para uma tensão de 24v poderemos utilizar 04 baterias de 35Ah ligadas duas a duas em serie e depois a associação final em paralelo.

Cuidados na instalação

1º Ao associar baterias sempre às faça com unidades do mesmo modelo/fabricante e da mesma capacidade em Ah.

Nunca misture baterias de concepção de fabricação diferentes.Ex baterias seladas com automotivas

3º Antes de associa-las em serie faça a equalização das mesmas.

Equalização das baterias

As baterias quando saem de fábrica possuem uma determinada tensão e energia armazenada, entretanto essa tensão não é igual para todas as baterias. Numa associação em série de baterias se eventualmente forem interligadas baterias com tensões diferentes entre si, essa variação permanecerá para sempre, pois mesmo o carregador não poderá corrigi-las, fazendo com que uma se carregue mais e outra menos, e isso com o tempo leva à diminuição da vida útil das baterias . Uma forma de equalizarmos a energia armazenada entre 3 baterias é ligá-las em paralelo através de um cabo elétrico de 2,5 mm. Deixe-as nessa condição por um periodo mínimo de 3

horas, para que elas possam trocar energia entre si e atingirem o mesmo potencial elétrico.

energia entre si e atingirem o mesmo potencial elétrico. 4 ª Baterias exalam gases portanto instale-as

4ª Baterias exalam gases portanto instale-as em locais ventilados ,sempre próximas ao No Break.