Você está na página 1de 33

Aula 00

Conhecimentos Específicos p/ PETROBRAS (Técnico de Logística de Transporte - Operação)

Professor: Aristócrates Carvalho

00000000000 - DEMO

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

AULA 00 (DEMONSTRATIVA)

Olá, meus amigos!

Meu nome é Aristócrates Carvalho e vocês não imaginam como é boa a sensação de estar iniciando este curso da disciplina Conhecimentos específicos para Técnico em Logística de Transporte Júnior - OPERAÇÃOpara o concurso da PETROBRÁS - 2014.

Um projeto deveras audacioso, eis que cuidaremos de uma disciplina singular e ainda desconhecida da maioria dos candidatos, o que pode torná-la um valioso diferencial no seu concurso.

O concurso da PETROBRÁS pode ser a oportunidade da sua vida. Confira mais sobre este assunto lendo o artigo de nossa autoria denominado Concurso da PETROBRÁS: Um oásis em meio ao deserto”, disponível no link:

(https://www.estrategiaconcursos.com.br/blog/concurso-da-

petrobras-um-oasis-em-meio-ao-deserto/)

Diante desse quadro promissor, aceitamos o desafio e não economizaremos suor e energia para lhes proporcionar um material bem didático, objetivo e repleto de questões e informações relevantes para a sua prova.

“Ari, quanta falta de educação. Apresente-se melhor para os seus alunos”.

00000000000

Pois bem pessoal. Sou professor atuante desde o ano de 2011 em cursos presenciais e à distância de grande respaldo nos estados do Pernambuco, Ceará e Piauí (Eu vou Passar, Estratégia Concursos e Aprova Concursos).

Transportes

Aquaviáriospara o concurso da Agência Nacional de Transportes Aquaviários ANTAQ, um curso que, modestamente, foi bastante exitoso.

Recentemente

concluímos

o

curso

da

disciplina

Vale lembrar que o curso acima guarda muitas relações com o seu. Sendo assim, informo que a disciplina específica do seu concurso já tem

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

1 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

sido trabalhada por nós desde Julho/2014. Entretanto, buscarei, ao máximo, adaptar o material à realidade da banca organizadora do seu concurso (CESGRANRIO).

A nossa formação em Logística e Ciências Jurídicas dará enorme suporte científico para a confecção deste material, além de pesquisas aprofundadas em livros especializados sobre o tema.

Tenham em mente que nada, absolutamente nada nessa vida, é adquirido sem o mínimo de esforço e garra.

Por fim, vale lembrar que esta é uma AULA DEMONSTRATIVA. Na próxima aula divulgaremos uma complementação a este material, de forma que não restem dúvidas sobre o tema.

O nosso curso terá um total de 03 (três) aulas e será estruturado conforme o quadro a seguir:

Aulas Tópicos abordados Data Aula 00 Aula 01 Aula 02 Aula 03 Movimentação de cargas

Aulas

Tópicos abordados

Data

Aula 00

Aula 01

Aula 02

Aula 03

Movimentação de cargas e produtos perigosos:

22/09

produtos perigosos, explosivos, gases, líquidos inflamáveis, sólidos ou substâncias inflamáveis, substâncias oxidantes, substâncias tóxicas, infectantes e irritantes, substâncias radioativas, corrosivos, substâncias perigosas diversas, legislação de transporte terrestre de produtos perigosos

Prevenção de incêndios: conceito de fogo, triângulo de fogo, formas de ignição, classificação de incêndios, tipos de aparelhos extintores, agentes extintores, escolha, manuseio e aplicação dos agentes extintores.

00000000000

29/09

Equipamentos de transporte e movimentação de cargas: carretas, caminhões, guindastes, guindautos, empilhadeiras, tratores, escavadeiras, pórticos rolantes, pontes rolantes, guinchos, talhas. Noções de sistema de transporte aquaviário e aéreo.

06/10

Manutenção básica: eletricidade básica, motores de combustão interna, lubrificantes e lubrificação, sistemas hidráulicos e pneumáticos, direção defensiva, acidente evitável ou não evitável, colisões, estabilidade do veículo, ultrapassagem.

13/10

direção defensiva, acidente evitável ou não evitável, colisões, estabilidade do veículo, ultrapassagem . 13/10
direção defensiva, acidente evitável ou não evitável, colisões, estabilidade do veículo, ultrapassagem . 13/10

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

2 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

OPERAÇÕES COM CARGAS PERIGOSAS

Cargas perigosas são quaisquer cargas que, por serem explosivas, como os gases comprimidos ou liquefeitos, inflamáveis, oxidantes, venenosas, infecciosas, radioativas, corrosivas ou poluentes, possam representar riscos aos trabalhadores, as instalações físicas e ao meio ambiente em geral.

as instalações físicas e ao meio ambiente em geral. É pré-requisito essencial para a segurança do

É pré-requisito essencial para a segurança do transporte e do manuseio de Cargas Perigosas a sua apropriada identificação, acondicionamento, etiquetagem, empacotamento e documentação. Isso se aplica à operações na área do porto propriamente dita ou nas áreas de jurisdição do mesmo.

00000000000

Uma carga perigosa pode ser conceituada, segundo a Norma Regulamentadora nº 29, como todo produto químico, natural ou sintetizado, que apresente riscos à integridade das pessoas e à natureza, seja diretamente ou através de impactos poluidores ao meio ambiente natural, independentemente da embalagem utilizada para o seu acondicionamento.

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

3 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

IDENTIFICAÇÃO DE PRODUTOS PERIGOSOS

Conforme o manual de produtos perigosos do Departamento de Estradas e Rodagens de São Paulo, a identificação de produtos perigosos para o transporte é realizada por meio da simbologia de risco, composta por um painel de segurança, de cor alaranjada, e um rótulo de risco. Estas informações obedecem aos padrões técnicos definidos na legislação do transporte de produtos perigosos.

As informações inseridas no painel de segurança e no rótulo de risco, conforme determina a legislação, abrangem o Número de Risco e o Número da ONU, no Painel de Segurança, e o Símbolo de Risco e a Classe/Subclasse de Risco no Rótulo de Risco, conforme pode ser observado na Figura a seguir:

de Risco, conforme pode ser observado na Figura a seguir: O veículo que transporta produtos perigosos,

O veículo que transporta produtos perigosos, conforme a legislação vigente deve fixar a sua sinalização na frente (painel de segurança, do lado esquerdo do motorista), na traseira (painel de segurança, do lado esquerdo do motorista) e nas laterais (painel de segurança e o rótulo indicativo da classe ou subclasse de risco) colocados do centro para a traseira, em local visível.

00000000000

Quando a unidade de transporte a granel trafegar vazia, sem ter sido descontaminada, está sujeita às mesmas prescrições que a unidade de transporte carregada devendo portanto, estar identificada com os rótulos de risco e os painéis de segurança.

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

4 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho O conhecimento de alguns conceitos sobre produtos químicos

O conhecimento de alguns conceitos sobre produtos químicos é

essencial para que as equipes de resposta às emergências químicas possam atuar de forma segura.

Todas as substâncias são tóxicas. Não há nenhuma que não seja tóxica. A dose estabelece a diferença entre um tóxico e um medicamento. Esta afirmação ainda é muito importante para aqueles que realizam o atendimento a acidentes com produtos perigosos, pois deixa claro que toda e qualquer substância pode ser perigosa ao homem sob condições excessivas de uso ou contato.

Não há, portanto uma substância que seja absolutamente segura e que não ofereça algum tipo de risco. Mesmo os produtos que não são classificados pela ONU como perigosos para o transporte rodoviário, apresentam riscos ao homem e ao meio ambiente. Ainda que esse risco seja menor do que os produtos classificados como perigosos da ONU, esse risco existe e, portanto não deve ser desprezado.

00000000000

Esse é o primeiro, e um dos principais conceitos a ser respeitado nas emergências químicas.

O segundo conceito importante diz respeito à forma como a

contaminação por um produto químico pode ocorrer. Há três principais vias de intoxicação com produtos químicos: inalação, absorção cutânea e

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

5 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

ingestão. Nas emergências químicas, a inalação é a principal via de intoxicação, seguida pela absorção cutânea (contato com a pele) e pela ingestão.

CLASSIFICAÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DE CARGAS PERIGOSAS

Com o objetivo de facilitar a identificação, a IMO listou os produtos ou artigos mais comumente transportados através de seus nomes técnicos. Cada nome (propper shipping name) corresponde a um número que designa determinada substância ou artigo, precedido das letras UN (United Nations) Nações Unidas, por exemplo: UN 3356 gerador de oxigênio, químico.

A IMO/ONU classifica as cargas perigosas em nove classes distintas cujos números aparecem na parte inferior dos rótulos de risco, de acordo também com a norma NBR 7500 da ABNT e conforme o Anexo V da NR-29, cujas características analisamos a seguir:

Classe 1 Explosivos

00000000000

Os produtos explosivos podem ser definidos como toda substância sólida ou líquida (ou mistura de substâncias) que, por si mesma, através de reação química, seja capaz de produzir gás a temperatura, pressão e velocidade tais que possa causar danos à sua volta.

O fenômeno pode ser entendido como a expansão dos gases liberados durante a reação a altíssimas velocidades provocando o deslocamento do ar em torno do local da explosão, o que gera um aumento

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

6 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

da pressão acima da pressão atmosférica normal. Esta sobre pressão pode atingir valores elevados, acarretando danos destrutivos a prédios e pessoas.

A explosão é um fenômeno instantâneo sendo necessária a tomada

de medidas preventivas para que não ocorra o desencadeamento do processo. Cabe ao operador portuário fazer uma programação para que as cargas desta classe sejam as primeiras a desembarcarem e as últimas a

embarcarem a fim de que elas permaneçam o menor tempo possível nos portos.

As áreas operacionais devem ser muito bem sinalizadas, com indicativo de “proibido fumar” e proibindo o acesso de pessoas que não estejam trabalhando. A equipe de emergência deve ficar de plantão durante todo o tempo.

A Resolução ANTT nº 420/04 divide esta classe em seis subclasses

de risco:

Subclasse 1.1 - Substâncias e artigos com risco de explosão em massa

Exemplo: TNT, fulminato de mercúrio.

Estas

detonação.

substâncias

geram

fortes

explosões,

conhecidas

por

Subclasse 1.2 - Substâncias e artigos com risco de projeção, mas sem risco de explosão em massa

Exemplo: Granadas.

Estas

deflagração.

substâncias

geram

00000000000

pequenas

explosões,

conhecidas

por

Subclasse 1.3 - Substâncias e artigos com risco de fogo e com pequeno risco de explosão ou de projeção, ou ambos, mas sem risco de explosão em massa

Exemplo: artigos pirotécnicos.

Subclasse 1.4 - Substâncias e artigos que não apresentam risco significativo

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

7 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Exemplo: dispositivos iniciadores.

Subclasse 1.5 - Substâncias muito insensíveis, com risco de explosão em massa

Exemplo: Explosivos de demolição.

Subclasse 1.6 - Artigos extremamente insensíveis, sem risco de explosão em massa

Exemplo:

não

exemplos

de

Resolução nº 420 da ANTT.

produtos

dessa

subclasse

na

Nas operações com explosivos devem ser observados os seguintes critérios:

a) limitar a permanência de explosivos nos portos ao tempo mínimo

necessário;

b) evitar a exposição dos explosivos aos raios solares;

c) manipular em separado as distintas divisões de explosivos, salvo

nos casos de comprovada compatibilidade;

d) adotar medidas de proteção contra incêndio e explosões no local

de operação, incluindo proibição de fumar e o controle de qualquer fonte de

ignição ou de calor;

e)

impedir

o

abastecimento

durante essas operações;

de

combustíveis

na

embarcação,

f) proibir a operação com explosivos sob condições atmosféricas

adversas à carga;

00000000000

g) utilizar somente aparelhos e equipamentos cujas especificações

sejam adequadas ao risco;

h) estabelecer zona de silêncio na área de manipulação - proibição

do uso de transmissor de rádio, telefone celular e radar - exceto por

permissão de pessoa responsável;

i) proibir a realização de trabalhos de reparos nas embarcações

atracadas, carregadas com explosivos ou em outras, a menos de 40 m (quarenta metros) dessa embarcação; e

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

8 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

j) determinar que os explosivos sejam as últimas cargas a embarcar e as primeiras a desembarcar.

Classe 2 Gases comprimidos, liquefeitos, dissolvidos sob pressão ou altamente refrigerados.

Uma das características dos gases é uma grande taxa de expansão na mudança de estado líquido para o gasoso, o que leva o produto a ocupar volumes muito superiores aos que ele ocupava no recipiente. O cloro, por exemplo, tem uma taxa de expansão de 457 vezes. Devido à rapidez de sua expansão e às suas características altamente tóxicas, este produto se reveste de grande risco para os trabalhadores.

As densidades dos gases devem ser levadas em conta, pois poderão indicar a possibilidade de sua acumulação ao nível do solo, caso sejam mais densos do que o ar.

Os gases podem ser transportados sob diferentes aspectos físicos:

Comprimido, liquefeito, liquefeito refrigerado e em solução (comprimido dissolvido em um solvente).

De acordo com a Resolução ANTT nº 420/04, a classe 2 apresenta três subclasses de risco:

Subclasse 2.1 - Gases inflamáveis

Exemplo: GLP, butano, propano.

Subclasse 2.2 - Gases não-inflamáveis, não-tóxicos

00000000000

Exemplo: oxigênio líquido refrigerado ou comprimido, nitrogênio líquido refrigerado ou comprimido

Subclasse 2.3 - Gases tóxicos

Exemplo: cloro, amônia, sulfeto de hidrogênio.

Os gases podem ser agrupados em quatro categorias:

ƒ Comprimidos;

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

9 de 32

ƒ Liquefeitos; ƒ Dissolvidos; ƒ Criogênicos. Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de

ƒ Liquefeitos;

ƒ Dissolvidos;

ƒ Criogênicos.

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

As quatro categorias acima são bem diferentes entre si e necessitam de ações distintas nas emergências.

Gases comprimidos

Para efeito de transporte, muitos os gases são comprimidos por meio de aplicação de pressão, permanecendo no estado gasoso. Em caso de vazamento, a liberação desses gases ocorre a uma enorme velocidade de saída, portanto qualquer pessoa situada na frente do jato formado, sofrerá forte impacto físico. Exemplos de gases comprimidos são: argônio, hidrogênio e hélio.

Gases liquefeitos

São os gases que ao receberem a aplicação de pressão tornaram-se líquidos. Exemplos de gases comprimidos (ou pressurizados) liquefeitos são: GLP, cloro e amônia.

Muitos gases, como GLP e cloro, são mais densos do que o ar, ou seja, após serem liberados para o ambiente, permanecem próximos ao solo, situação essa de maior complexidade e risco já que próximo ao solo estão as pessoas e as possíveis fontes de ignição.

Nos casos de incêndio, haverá sempre a possibilidade de ruptura catastrófica dos vasos de pressão, com o conseqüente deslocamento do ar, projeção de estilhaços e do produto envolvido e, portanto, nas condições de incêndios, será necessário realizar um grande isolamento de área.

00000000000

Gases dissolvidos

São os gases que se encontram dissolvidos sob pressão em um solvente, como é o caso do acetileno, transportado dissolvido em acetona.

Gases criogênicos

São os gases que para serem liquefeitos devem ter sua temperatura reduzida a valores inferiores à 150º C. Exemplos de gases criogênicos são:

nitrogênio líquido, oxigênio líquido, gás carbônico líquido. Devido a sua

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

10 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

baixa temperatura, em caso de contato com esses materiais, serão geradas gravíssimas queimaduras ao tecido humano. A baixa temperatura também poderá causar o congelamento de outros materiais como ferro e aço, tornando-os quebradiços e, portanto podendo gerar situações de risco.

Alguns aspectos devem ser levados em conta quando de uma análise de contingência:

a) risco do produto;

b) quantidade vazada;

c) características físico-químicas (densidade, taxa de expansão,

etc.);

d) condições topográficas (ventilação, construções, etc);

e) núcleos habitacionais.

Classe 3 Líquidos inflamáveis

Os líquidos são classificados como inflamáveis ou como combustíveis pelos seus pontos de fulgor (flashpoint).

Ponto de fulgor de um líquido é a menor temperatura em que este líquido produz vapores em quantidade suficiente para iniciar uma queima na sua superfície. Algumas vezes, pode-se encontrar mais de um ponto de fulgor para um mesmo líquido. Isto por causa da variação do tipo de teste e também devido ao grau de pureza do produto químico. Por isso, o ponto de fulgor não deve ser usado como uma linha demarcatória entre uma situação segura ou insegura. Deve ser usado, sim, como uma linha guia.

00000000000

Os inflamáveis pegam fogo facilmente nas temperaturas normais de trabalho. Os combustíveis têm a característica de pegar fogo com temperaturas acima da normal de trabalho. Existem diversos critérios técnicos para se determinar se um líquido é inflamável ou combustível. O WHMIS Workplace Hazardous Material Information System, do Canadá, define como líquidos inflamáveis os que possuem ponto de fulgor abaixo de 37,8 graus Celsius (100 graus F); e como combustíveis aqueles que

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

11 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

possuem ponto de fulgor igual ou acima de 37,8 graus Celsius (100 graus F) e abaixo de 93,3 graus Celsius (200 graus F).

Nas operações com as Classes 2 e 3 devem ser observados os seguintes critérios:

a) adotar medidas de proteção contra incêndios e explosões,

incluindo especialmente a proibição de fumar, o controle de qualquer fonte

de ignição e de calor, os aterramentos elétricos necessários, bem como a utilização dos equipamentos elétricos adequados à área classificada;

b) depositar

protegidos dos raios solares;

os

recipientes

de

gases

em

lugares

arejados

e

c) utilizar os capacetes protetores das válvulas dos cilindros durante

a movimentação a fim de protegê-las contra impacto ou tensão;

d) prevenir impactos e quedas dos recipientes nas plataformas do cais, nos armazéns e porões;

e) segregar, em todas as etapas das operações, os gases, líquidos

inflamáveis e tóxicos dos produtos alimentícios e das demais classes incompatíveis;

f) observar as seguintes recomendações nas operações com gases e líquidos inflamáveis, sem prejuízo do disposto na NR-16 (Atividades e Operações Perigosas) e NR-20 (Líquidos Combustíveis e Inflamáveis):

I. isolar a área a partir do ponto de descarga durante as operações;

II. manter a fiação e terminais elétricos com isolamento perfeito e com os respectivos tampões, inclusive os instalados nos guindastes;

00000000000

III. manter os guindastes totalmente travados, tanto no solo como

nas superestruturas;

IV. realizar inspeções visuais e testes periódicos nos mangotes,

mantendo-as em boas condições de uso operacional;

V. fiscalizar

permanentemente

a

operação,

paralisando-a

sob

qualquer condição de anormalidade operacional;

VI. alojar, nos abrigos de material de combate a incêndio, os

equipamentos necessários ao controle de emergências;

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

12 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

VII. instalar na área delimitada, durante a operação e em locais de fácil visualização, placas em fundo branco, com os seguintes dizeres pintados em vermelho refletivo: NÃO FUME - NO SMOKING; NÃO USE LÂMPADAS DESPROTEGIDAS - NO OPEN LIGHTS;

com

inflamáveis líquidos a granel em conformidade com legislação sobre

transporte de produtos perigosos.

g)

manter

os

caminhões-tanques

usados

nas

operações

h) gases inflamáveis ou tóxicos depositados em lugares ventilados e protegidos contra as intempéries, sol e água do mar, longe de habitações e fonte de ignição e calor sem controle;

Classe 4 Sólidos inflamáveis; substâncias sujeitas à combustão espontânea; substâncias que, em contato com a água, emitem gases inflamáveis.

Esta classe abrange todos os sólidos que podem inflamar-se facilmente na presença de uma fonte de ignição, em contato com o ar ou com a água, e não atendem às características dos explosivos.

A Resolução ANTT nº 420/04 divide esta classe em três subclasses de risco:

Subclasse

4.1

-

Sólidos

inflamáveis,

substâncias

auto-

reagentes e explosivos sólidos insensibilizados

Os produtos desta subclasse podem se inflamar quando expostos a chamas, calor, choque e atritos. Todos os cuidados relativos aos líquidos inflamáveis se aplicam para os sólidos inflamáveis.

00000000000

Subclasse

espontânea

4.2

Substâncias

sujeitas

à

combustão

Nesta subclasse estão agrupados os produtos que podem se inflamar em contato com o ar, mesmo sem a presença de uma fonte de ignição.

Tais

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

13 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

produtos são transportados, na sua maioria, em recipientes com atmosferas inertes ou submersos em querosene ou água.

Nas operações com a Classe 4 devem ser observados os seguintes critérios:

a) adotar medidas preventivas para controle não somente do risco

principal, como também dos riscos secundários, como toxidez e corrosividade, encontrados em algumas substâncias desta classe;

b) adotar as práticas de segurança, relativas as cargas sólidas a

granel, que constam do suplemento ao código IMDG;

c) utilizar medidas de proteção contra incêndio e explosões, incluindo especialmente a proibição de fumar e o controle de qualquer fonte de ignição e de calor;

d) adotar medidas que impeçam o contato da água com substâncias

das subclasses 4.2 substâncias sujeitas a combustão espontânea e 4.3-

substâncias perigosas em contato com a água;

e) adotar medidas que evitem a fricção e impactos com a carga;

f) ventilar o local de operação que contém ou conteve substâncias da classe 4, antes dos trabalhadores terem acesso ao mesmo. No caso de concentração de gases, os trabalhadores que adentrem neste espaço devem portar aparelhos de respiração autônoma, cintos de segurança com dispositivos de engate, travamento e cabo de arrasto;

g) monitorar, antes e durante a operação de descarga de carvão ou

pré-reduzidos de ferro, a temperatura do porão e a presença de hidrogênio

ou outros gases no mesmo, para as providências devidas.

00000000000

Classe 5 Substâncias oxidantes; peróxidos orgânicos.

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

14 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Substâncias que, embora não sendo necessariamente combustíveis, podem, em geral, por liberação de oxigênio, causar a combustão de outros materiais ou contribuir para isto.

Estas substâncias em sua maioria não são inflamáveis, porém como reagem com grande variedade de materiais, produzindo oxigênio, podem provocar a sua combustão. Se o produto for orgânico, a reação é violenta e produz grande quantidade de calor, mesmo que o composto orgânico esteja presente em pequenas quantidades, como: carvão vegetal, enxofre, terebintina, etc.

Nunca se deve utilizar terra, serragem ou similares para conter vazamentos ou absorver derrames, sendo mais indicado o uso de materiais inertes como a areia.

Nas operações com a Classe 5 devem ser observados os seguintes critérios:

a) adotar medidas de segurança contra os riscos específicos desta

classe e os secundários, como corrosão e toxidez, que ela possa apresentar;

b) adotar medidas que impossibilitem o contato das substâncias

dessa classe com os materiais ácidos, óxidos metálicos e aminas;

c) monitorar e controlar a temperatura externa, até seu limite

máximo, dos tanques que contenham peróxidos orgânicos;

d) adotar medidas de proteção contra incêndio e explosões, incluindo especialmente a proibição de fumar e o controle de qualquer fonte de ignição e de calor.

O armazenamento de produtos da classe 5 será feito em depósitos específicos.

00000000000

Antes de armazenar estes produtos, verificar se o local está limpo, sem a presença de material combustível ou inflamável.

Durante o armazenamento, os peróxidos orgânicos devem ser mantidos refrigerados e longe de qualquer fonte artificial de calor ou ignição.

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

15 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Classe 6 Substâncias Tóxicas; Substâncias Infectantes.

As substâncias tóxicas (venenosas) são aquelas capazes de provocar

a morte, lesões graves ou danos à saúde humana, se ingeridas, inaladas ou

se entrarem em contato com a pele.

A via respiratória é o caminho mais rápido destas substâncias

contaminarem o organismo humano, porque a maior parte se encontra dispersas na atmosfera na forma de gases, vapores e poeiras e o volume inalado durante a jornada de trabalho pode ser de 7500 litros a 15000 litros

(10 a 20 Kg de ar), dependendo do regime de trabalho.

contêm

microorganismos viáveis, incluindo bactérias, vírus, parasitas ou um recombinante híbrido ou mutante, os quais provocam, ou há suspeita razoável de que possam provocar, doenças em seres humanos ou em animais.

As

Substâncias

infectantes

são

aquelas

que

Os produtos desta classe podem causar grandes impactos sobre a vida aquática, devendo estar previstas nos locais de estocagem, bacias de contenção para que o sistema de drenagem não possa conduzir estes materiais aos corpos d’água.

Nas operações com a Classe 6 devem ser observados os seguintes critérios:

00000000000

a) segregar substâncias desta classe dos produtos alimentícios;

b) manipular cuidadosamente as cargas, especialmente aquelas simultaneamente tóxicas e inflamáveis;

c) restringir o acesso à área operacional e circunvizinhas, somente

ao pessoal envolvido nas operações;

d) dispor de conjuntos adequados de EPC e EPI, para o caso de avarias ou na movimentação de graneis da Classe 6 ;

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

16 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

e) dispor, no local das operações, de sacos com areia limpa e seca

ou similares, para absorver e conter derramamentos;

f) proibir a participação de trabalhadores, na manipulação destas

cargas, principalmente as substâncias infectantes, quando portadores de

erupções, úlceras ou cortes na pele;

g) proibir proximidades;

comer, beber ou

fumar na área

operacional e nas

Classe 7 Materiais Radioativos

Fazem parte desta classe os materiais ou produtos que emitem radiações ionizantes.

Estes

materiais

sofrem

desintegrações

atômicas,

produzindo

radiações alfa, beta e gama ou uma mistura deles.

Nas operações com a Classe 7 devem ser observados os seguintes critérios:

a) exigir que as embarcações de bandeira (origem) estrangeira que

transportem materiais radioativos apresentem, para a admissão no porto, a documentação fixada no "Regulamento para o Transporte com Segurança de Materiais Radioativos", da Agência Internacional de Energia Atômica. No caso de embarcações de bandeira brasileira, deverá ser atendida a "Norma de Transporte de Materiais Radioativos" - Resolução da Comissão Nacional de Energia Nuclear - CNEN 13/80 e Norma CNEN-NE 5.01/88 e alterações

posteriores;

00000000000

b) obedecer às normas de segregação desses materiais, constantes

no IMDG, com as distâncias de afastamento aplicáveis;

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

17 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

c) a autorização para a atracação de embarcação com carga da

Classe 7 materiais radioativos, deve ser precedida de adoção de medidas de segurança indicadas por pessoa competente em proteção radiológica.

Entende-se por pessoa competente, neste caso, o Supervisor de Proteção Radiológica - SPR conforme a Norma 3.03 da CNEN e alterações posteriores;

d) monitorar e controlar a exposição de trabalhadores às radiações

conforme critérios estabelecidos pela NE-3.01 e NE-5.01- Diretrizes Básicas

de Radioproteção da CNEN e alterações posteriores;

e) adotar medidas de segregação e isolamento com relação a

pessoas e outras cargas, estabelecendo uma zona de segurança para o trabalho, por meio de placas de segurança, sinalização, cordas e dispositivos luminosos, definidos pelo SPR, conforme o caso.

Classe 8 Substâncias Corrosivas

Por definição, são enquadradas nesta classe as substâncias que apresentam altas taxas de corrosão ao aço. Por conseguinte, podem provocar danos severos aos tecidos humanos. Existem basicamente dois grandes grupos de substâncias com estas propriedades: os ácidos e as bases.

00000000000

Algumas substâncias desta classe apresentam riscos subsidiários devido ao seu alto poder oxidante e outros podem reagir violentamente com a presença de água ou com compostos orgânicos. Em contato com metais, reagem produzindo hidrogênio que é um gás inflamável. Em contato com os tecidos humanos, pele e olhos, estes produtos podem causar severas queimaduras, devendo ser utilizados equipamentos de proteção individual, roupas de PVC, para o manuseio de produtos desta classe.

a) adotar medidas de segurança que impeçam o contato de

substâncias dessa classe com a água ou com temperatura elevada;

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

18 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

b) utilizar medidas de proteção contra incêndio e explosões,

incluindo especialmente a proibição de fumar e o controle de qualquer fonte de ignição e de calor;

c) dispor, no local das operações, de sacos com areia limpa e seca

ou similares, para absorver e conter eventuais derramamentos.

Nas operações com a Classe 8 devem ser observados os seguintes critérios:

a) adotar medidas de segurança que impeçam o contato de

substâncias dessa classe com a água ou com temperatura elevada;

b) utilizar medidas de proteção contra incêndio e explosões,

incluindo especialmente a proibição de fumar e o controle de qualquer fonte

de ignição e de calor;

c) dispor, no local das operações, de sacos com areia limpa e seca

ou similares, para absorver e conter eventuais derramamentos.

Classe 9 Substâncias perigosas diversas

Classe 9 – Substâncias perigosas diversas

Incluem-se nesta classe as substâncias e artigos que durante o transporte apresentam um risco não abrangido por qualquer das outras classes.

Geralmente os produtos desta classe são de risco baixo a moderado, sendo incluídos os produtos com potencial de serem poluentes marinhos.

Nas operações com a Classe 9 devem ser observados os seguintes critérios:

00000000000

a) adotar medidas preventivas dos riscos dessas substâncias, que

podem ser inflamáveis, irritantes e, afora outros riscos, passíveis de uma decomposição ou alteração durante o transporte;

b) rotular as embalagens e contêineres com o nome técnico dessas

substâncias, marcados de forma indelével;

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

19 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

c) utilizar medidas de proteção contra incêndio e explosões, incluindo especialmente a proibição de fumar e o controle de qualquer fonte de ignição e de calor;

d) dispor, no local das operações, de sacos com areia limpa e seca ou similares, para absorver e conter derramamentos; adotar medidas de controle de aerodispersóides.

adotar medidas de controle de aerodispersóides. 01. (CESGRANRIO-TLTJ-CONTROLE-2008) Substâncias e artigos

01. (CESGRANRIO-TLTJ-CONTROLE-2008) Substâncias e artigos explosivos fazem parte do grupo enquadrado na Classe 1 e, dentre esses, existem aqueles que

(A) apresentam risco de explosão em massa, isto é, afetam

virtualmente toda a carga de modo praticamente instantâneo.

(B) geram muita fumaça ao entrar em combustão, contaminando a

atmosfera com substâncias tóxicas e tornando-a irrespirável.

(C) oneram o processo de transporte devido aos requintes técnicos

exigidos pelas normas de segurança em cada operação.

(D) são pouco reativos, necessitando de grande quantidade de

energia de ignição para entrar em combustão, o que acontece

lentamente.

00000000000

(E) têm comportamento de produtos que, embora não sejam

explosivos, entram em combustão e geram grande quantidade de calor ao queimar.

COMENTÁRIOS:

Conforme visualizamos anteriormente, os produtos explosivos podem ser definidos como toda substância sólida ou líquida (ou mistura de substâncias) que, por si mesma, através de reação química, seja capaz de produzir gás a temperatura, pressão e velocidade tais que possa causar

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

20 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

danos à sua volta.

A questão exigiu o conhecimento das subclasses, mais especificamente da subclasse 1.1 - Substâncias e artigos com risco de explosão em massa.

Gabarito: A

02. (CESGRANRIO-TLTJ-OPERAÇÃO-2008) A competência para atestar a adequação dos veículos e equipamentos destinados ao transporte de produtos perigosos, segundo seus Regulamentos Técnicos de Qualidade, no território nacional, é atribuição

(A) do Inmetro, através da ação da Polícia Rodoviária Federal.

(B)

do

Inmetro,

através

de

seus

Organismos

de

Inspeção

Acreditados.

 

(C)

do

Instituto

Nacional

do

Petróleo

em

convênio

com

a

fiscalização de ICMS.

(D) da ANTT-Agência Nacional de Transportes Terrestres e das Polícias Rodoviárias.

(E) das Polícias Rodoviárias, Federal e Estaduais, em convênio com

a ANTT.

COMENTÁRIOS:

Pessoal, é importante a leitura do DECRETO Nº 96.044, DE 18 DE MAIO DE 1988, prova o Regulamento para o Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos e dá outras providências.

00000000000

A banca CESGRANRIO tem, ao longo dos anos, cobrado questões que cobram exatamente esta norma. Fique atento, ok?

Bom. Segundo o art. 4º, § 1º do Decreto, o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial - INMETRO, ou entidade, por ele credenciada, atestará a adequação dos veículos e equipamentos ao transporte de produto perigoso, nos termos dos seus regulamentos técnicos.

Gabarito: B

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

21 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

03. (CESGRANRIO-TLTJ-CONTROLE-2011) Do ponto de vista da química, um produto é classificado como perigoso quando

(A)

for considerado pela autoridade regional de trânsito como tal.

(B)

entrar em ignição a temperatura ambiente.

(C) afetar, direta ou indiretamente, os seres humanos e o meio ambiente.

(D)

absorver umidade atmosférica tornando-se explosivo.

(E)

produzir gases asfixiantes simples.

COMENTÁRIOS:

Uma carga perigosa pode ser conceituada, segundo a Norma Regulamentadora nº 29, como todo produto químico, natural ou sintetizado, que apresente riscos à integridade das pessoas e à natureza, seja diretamente ou através de impactos poluidores ao meio ambiente natural, independentemente da embalagem utilizada para o seu acondicionamento.

A alternativa que mais se aproxima do conceito supracitado é a

letra C.

GABARITO: C

04. (CESGRANRIO-TLTJ-CONTROLE-2011) O transporte de substâncias perigosas requer cuidados especiais, uma vez que, dentre os sólidos inflamáveis, classificados como tais, há aqueles que

00000000000

(A) podem fragmentar-se, perdendo, assim, suas propriedades

físico-químicas.

(B)

absorvem umidade e, com isso, têm seu volume aumentado.

(C)

sofrem processo de sublimação, liquefazendo-se, pelo menos

em parte.

(D) podem, por atrito, causar fogo ou contribuir para o seu

surgimento.

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

22 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

(E) reagem, agressivamente, com gases neutros, a temperatura ambiente.

COMENTÁRIOS:

Mais uma questão que exige conhecimento aprofundado das subclasses. É bom fixar bem esse tema, pois a banca adora cobrá-lo.

inflamáveis,

reagentes e explosivos sólidos insensibilizados

Subclasse

4.1

-

Sólidos

substâncias

auto-

Os produtos desta subclasse podem se inflamar quando expostos a chamas, calor, choque e atritos. Todos os cuidados relativos aos líquidos inflamáveis se aplicam para os sólidos inflamáveis.

Gabarito: D

(CESPE/ANTAQ-2009/TRESTA) Julgue os itens seguintes relativos a gestão portuária, meio ambiente e cargas perigosas.

05. As cargas perigosas são distribuídas em classes. As de classe 2 (gases comprimidos, liquefeitos, dissolvidos sob pressão) devem ser depositadas em lugares adequadamente ventilados e protegidos contra intempéries, incidência de raios solares e água do mar, longe de habitações e de qualquer fonte de ignição e calor que não esteja sob controle.

Comentários:

00000000000

Classe 2 Gases comprimidos, liquefeitos, dissolvidos sob pressão ou altamente refrigerados.

Nas operações com as Classes 2 e 3 devem ser observados os seguintes critérios:

(

)

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

23 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

h) gases inflamáveis ou tóxicos depositados em lugares ventilados e protegidos contra as intempéries, sol e água do mar, longe de habitações e fonte de ignição e calor sem controle.

Gabarito: Correto

06. As cargas perigosas da classe 5 são as substâncias oxidantes e peróxidos orgânicos. Durante o armazenamento, os peróxidos orgânicos devem ser conservados a temperatura ambiente, em locais cobertos, livres de insolação.

Comentários:

Classe 5 Substâncias oxidantes; peróxidos orgânicos.

Nas operações com a Classe 5 devem ser observados os seguintes critérios:

Durante o armazenamento, os peróxidos orgânicos devem ser mantidos refrigerados e longe de qualquer fonte artificial de calor ou ignição.

Portanto, o pecado da questão foi afirmar que os peróxidos orgânicos devem ser conservados a temperatura ambiente.

00000000000

Gabarito: Errado

07. A International Maritime Organization (IMO), organização integrante da International Chamber of Shipping (ICS), é o organismo responsável pela legislação internacional referente ao aspecto político do transporte marítimo.

Comentários:

Pessoal, a International Maritime Organization IMO é uma agência da Organização das Nações Unidas ONU especializada em

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

24 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

assuntos técnicos, e não políticos, relativos ao transporte marítimo.

A IMO foi fundada em 1958, como Organização Intergovernamental Consultiva Marítima IMCO, adotou o nome atual em 1982. Possuem hoje representantes de 157 países membros, tendo suas resoluções e recomendações aplicação em todo mundo. O lema desta instituição tem sido “transporte marítimo seguro e oceanos limpos”. O Brasil é membro da OMI desde 1963.

Visando ao cumprimento da sua missão, a IMO desenvolveu uma série de códigos que servem como recomendação aos governos, administrações, armadores, construtores de navios e comandantes, como normas a serem aplicadas ao lidar com determinadas cargas.

Gabarito: Errado

08. (NCE-UFRJ/ANTT-2008/ESPECIALISTA) Um veículo com o

rótulo de risco abaixo estará transportando:

com o rótulo de risco abaixo estará transportando: 00000000000 (A) uma substância infectante; (B)

00000000000

(A)

uma substância infectante;

(B)

uma substância que em contato com a água emite gás

inflamável;

(C)

um gás tóxico;

(D)

uma substância corrosiva;

(E)

uma substância oxidante.

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

25 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Comentários:

A figura já nos indicou se tratar da Classe 8. É muito importante associar cada número de classe às respectivas cargas. Serão pontos valiosos, ok?

Sem a necessidade de maiores comentários, vamos relembrar os conceitos:

Classe 1: Explosivo

Classe 2: Gases comprimidos, liquefeitos, dissolvidos sob pressão ou altamente refrigerados

Classe 3: Líquidos inflamáveis

Classe 4: Sólidos inflamáveis

Classe 5: Substâncias oxidantes

Classe 6: Substâncias tóxicas e infectantes

Classe 7: Materiais radioativos

Classe 8: Substâncias corrosivas

Classe 9: Substâncias perigosas diversas

Gabarito: D

00000000000

(Prova: CESPE/ IBAMA-2013 Analista Administrativo) Com relação à administração de recursos materiais, julgue os itens subsecutivos.

09. É vedado o transporte de cargas perigosas, como explosivos e substâncias infecciosas, no modal aéreo.

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

26 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Comentários:

Por que não?

Seria uma grande retrocesso comercial limitarmos o transporte de determinadas cargas a alguns modais considerando apenas o seu grau de periculosidade envolvido. Para suprir essa demanda é que são criadas normas e equipamentos capazes de tornar o transporte dessas cargas mais seguro em qualquer tipo de transporte.

Gabarito: Errado

(CESPE/ANTAQ-2009/ERESTA-Curso de Formação) Com relação a cargas perigosas no porto, julgue o item a seguir.

10. É importante que os portos disponibilizem, em suas zonas primárias, uma área especial tanto para a segregação e armazenagem de cargas perigosas quanto para reparos de vazamentos em contêineres com carga IMO.

Comentários:

O

manuseio

de

cargas

perigosas

ainda

não

é

tratado

adequadamente. Muitos portos

recebem

cargas

perigosas ou

potencialmente perigosas, mas não dispõem de procedimentos para manuseá-las.

Em se tratando de cargas perigosas, é importante que os portos

que movimentam esse tipo de mercadoria disponibilizem em suas zonas primárias uma área especial, tanto para segregação e armazenagem quanto para reparos de vazamento em contêineres contendo “carga IMO”.

00000000000

Gabarito: Correto

11. Cargas perigosas correspondem a cargas que, em virtude de serem explosivas, inflamáveis, oxidantes, venenosas, infectantes, radioativas, corrosivas ou serem gases comprimidos ou liquefeitos ou substâncias contaminantes, possam apresentar riscos à tripulação, ao navio, às instalações portuárias ou ao ambiente

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

27 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

aquático. Essas mercadorias, de acordo com a sua natureza, podem ser transportadas embaladas ou a granel.

Comentários:

Verdade.

A questão frisou muito bem que, de acordo com a sua

natureza, podem ser transportadas embaladas ou a granel.

Lembrem-se

que

todos

os

procedimentos

previstos

para

o

manuseio das cargas perigosas devem ser estritamente observados.

Gabarito: Correto

Bom, este foi apenas um aperitivo do que teremos.

Na próxima aula concluiremos este conteúdo e iniciaremos outros temas específicos para o seu concurso.

Um forte abraço a todo(a)s!

Bons estudos!

00000000000

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

28 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

QUESTÕES SEM COMENTÁRIOS

01. (CESGRANRIO-TLTJ-CONTROLE-2008) Substâncias e artigos explosivos fazem parte do grupo enquadrado na Classe 1 e, dentre esses, existem aqueles que

(A) apresentam

virtualmente toda a carga de modo praticamente instantâneo.

risco

de

explosão

em

massa,

isto

é,

afetam

(B) geram muita fumaça ao entrar em combustão, contaminando a

atmosfera com substâncias tóxicas e tornando-a irrespirável.

(C) oneram o processo de transporte devido aos requintes técnicos

exigidos pelas normas de segurança em cada operação.

(D) são pouco reativos, necessitando de grande quantidade de

energia de ignição para entrar em combustão, o que acontece

lentamente.

(E) têm comportamento de produtos que, embora não sejam

explosivos, entram em combustão e geram grande quantidade de calor ao queimar.

02. (CESGRANRIO-TLTJ-OPERAÇÃO-2008) A competência para atestar a adequação dos veículos e equipamentos destinados ao transporte de produtos perigosos, segundo seus Regulamentos Técnicos de Qualidade, no território nacional, é atribuição

(A)

do Inmetro, através da ação da Polícia Rodoviária Federal.

 
 

00000000000

(B)

do

Inmetro,

através

de

seus

Organismos

de

Inspeção

Acreditados.

 

(C)

do

Instituto

Nacional

do

Petróleo

em

convênio

com

a

fiscalização de ICMS.

(D) da ANTT-Agência Nacional de Transportes Terrestres e das

Polícias Rodoviárias.

(E) das Polícias Rodoviárias, Federal e Estaduais, em convênio com

a ANTT.

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

29 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

03. (CESGRANRIO-TLTJ-CONTROLE-2011) Do ponto de vista da química, um produto é classificado como perigoso quando

(A)

for considerado pela autoridade regional de trânsito como tal.

(B)

entrar em ignição a temperatura ambiente.

(C)

afetar, direta ou indiretamente, os seres humanos e o meio

ambiente.

(D)

absorver umidade atmosférica tornando-se explosivo.

(E)

produzir gases asfixiantes simples.

04. (CESGRANRIO-TLTJ-CONTROLE-2011) O transporte de substâncias perigosas requer cuidados especiais, uma vez que, dentre os sólidos inflamáveis, classificados como tais, há aqueles que

(A) podem

físico-químicas.

fragmentar-se,

perdendo,

assim, suas

propriedades

(B)

absorvem umidade e, com isso, têm seu volume aumentado.

 

(C)

sofrem processo de sublimação, liquefazendo-se, pelo menos

em parte.

 

(D) podem,

por

atrito,

causar

fogo

ou

contribuir

para

o

seu

surgimento.

(E) reagem, agressivamente, com gases neutros, a temperatura

ambiente.

00000000000

(CESPE/ANTAQ-2009/TRESTA) Julgue os itens seguintes relativos a gestão portuária, meio ambiente e cargas perigosas.

05. As cargas perigosas são distribuídas em classes. As de classe 2 (gases comprimidos, liquefeitos, dissolvidos sob pressão) devem ser depositadas em lugares adequadamente ventilados e protegidos contra intempéries, incidência de raios solares e água do mar, longe

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

30 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

de habitações e de qualquer fonte de ignição e calor que não esteja sob controle.

06. As cargas perigosas da classe 5 são as substâncias oxidantes e peróxidos orgânicos. Durante o armazenamento, os peróxidos orgânicos devem ser conservados a temperatura ambiente, em locais cobertos, livres de insolação.

07. A International Maritime Organization (IMO), organização integrante da International Chamber of Shipping (ICS), é o organismo responsável pela legislação internacional referente ao aspecto político do transporte marítimo.

08. (NCE-UFRJ/ANTT-2008/ESPECIALISTA)

rótulo de risco abaixo estará transportando:

rótulo de risco abaixo estará transportando: Um veículo com o (A) uma substância infectante; (B)

Um

veículo

com

o

(A)

uma substância infectante;

(B)

uma substância que em contato com a água emite gás

inflamável;

00000000000

(C)

um gás tóxico;

(D)

uma substância corrosiva;

(E)

uma substância oxidante.

(Prova: CESPE/ IBAMA-2013 Analista Administrativo) Com relação à administração de recursos materiais, julgue os itens subsecutivos.

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

31 de 32

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

Conhecimentos Específicos para PETROBRÁS Técnico em Logística de Transporte - OPERAÇÃO Prof. Aristócrates Carvalho

09. É vedado o transporte de cargas perigosas, como explosivos e

substâncias infecciosas, no modal aéreo.

(CESPE/ANTAQ-2009/ERESTA-Curso de Formação) Com relação a cargas perigosas no porto, julgue o item a seguir.

10. É importante que os portos disponibilizem, em suas zonas primárias, uma área especial tanto para a segregação e armazenagem de cargas perigosas quanto para reparos de vazamentos em contêineres com carga IMO.

11. Cargas perigosas correspondem a cargas que, em virtude de

serem explosivas, inflamáveis, oxidantes, venenosas, infectantes,

radioativas, corrosivas ou serem gases comprimidos ou liquefeitos ou substâncias contaminantes, possam apresentar riscos à tripulação, ao navio, às instalações portuárias ou ao ambiente aquático. Essas mercadorias, de acordo com a sua natureza, podem ser transportadas embaladas ou a granel.

sua natureza, podem ser transportadas embaladas ou a granel. 9-E 10-C 1-A 2-B 3-C 4-D 5-C
9-E 10-C
9-E 10-C

9-E

10-C

9-E 10-C 1-A 2-B 3-C 4-D 5-C 6-E 11-C 7-E 8-D 00000000000
9-E 10-C 1-A 2-B 3-C 4-D 5-C 6-E 11-C 7-E 8-D 00000000000
9-E 10-C 1-A 2-B 3-C 4-D 5-C 6-E 11-C 7-E 8-D 00000000000
9-E 10-C 1-A 2-B 3-C 4-D 5-C 6-E 11-C 7-E 8-D 00000000000
9-E 10-C 1-A 2-B 3-C 4-D 5-C 6-E 11-C 7-E 8-D 00000000000
9-E 10-C 1-A 2-B 3-C 4-D 5-C 6-E 11-C 7-E 8-D 00000000000

1-A

2-B

3-C

4-D

5-C

1-A 2-B 3-C 4-D 5-C
1-A 2-B 3-C 4-D 5-C

6-E

11-C

7-E

8-D

00000000000

Prof. Aristócrates Carvalho

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

32 de 32