Você está na página 1de 72

Estação Brasil

Estação Brasil

Estação Brasil

Estação Brasil

Estação Brasil

Estação Brasil

Estação Brasil

Estação Brasil

Estação Brasil

EDITORIAL

 
 
 

IMPORTÂNCIA DO TRABALHO EM EQUIPE

Diretor Geral Jorge Alberto de Sá jorge@revistaestacao.com

Um conceito cada vez mais valorizado no ambiente profissional é

Diretor de Comunicação Petrus Elesbão petrus@revistaestacao.com

trabalho em equipe. Ter agilidade para desenvolver trabalhos em conjunto tem sido uma das qualidades mais exigidas nos proces-

o

Diretor Financeiro Sohail Bin Mahmood sohail@revistaestacao.com

Diretor Executivo

 

sos de contratação. Trabalhar em equipe significa criar um esforço coletivo para resolver um problema, são pessoas que se dedicam

realizar uma tarefa visando concluir determinado trabalho, cada um desempenhando uma função específica, mas todos unidos por um só objetivo, alcançar o tão almejado sucesso.

a

Hilton Gonçalves

hilton@revistaestacao.com

Diretor Comercial César de Almeida Cruz cesar.almeida@revistaestacao.com

 

A

atividade em equipe deve ser entendida como resultado de um

Editor Geral Jorge Neto MTB 581172/SP jorgeneto@revistaestacao.com

Editor de Gastronomia Rogério Lisboa rogerio@revistaestacao.com

esforço conjunto e, portanto as vitórias e fracassos são responsa- bilidades de todos os membros envolvidos. Muitas pessoas, que atuam em diversas organizações, estão trabalhando em grupo e não em equipe , como se estivessem em uma linha de produção, onde o trabalho é individual e cada um se preocupa em realizar apenas sua tarefa e pronto.

Diretor de Arte Michael Yoo michael@revistaestacao.com

No trabalho em equipe, cada membro sabe o que os outros estão fazendo e reconhecem sua importância para o sucesso da tarefa. Os objetivos são comuns e as metas coletivas são desenvolvidas

para ir além daquilo que foi prédeterminado. O trabalho em equipe possibilita trocar conhecimentos e agilidade no cumprimento de metas e objetivos compartilhados. Na sociedade em que vivemos,

o

Colaboradores:

Leonardo Boff, Carolina Leal, Antoni Salani, Larissa Andrade, Rotas da Comunicação, Solos Comunicação, Izabela Diniz, Antonello Monardo, Bárbara Fragoso, André Niemeyer

Departamento de Tecnologia Midianoface www.midianoface.com.br

 

trabalho em equipe é muito importante, pois cada um precisa da ajuda do outro.

Departamento Comercial

Rafaela Ferreira

Luis Carlos

Na vida temos que enfrentar muitas adversidades, mas quando nos juntamos um ao outro a coragem aumenta, o nosso potencial se duplica e os nossos objetivos se tornam mais passíveis de re- alização.

Projetos Especiais

Roberto Leal

leal@revistaestacao.com

Conselho Editorial Heitor Humberto de Andrade heitor@revistaestacao.com

Consultor Jurídico Fernando José Motta Ferreira

 
  Representante Comercial:

Representante Comercial:

Fernando Andrade

(61)8245-8489

Revista Estação Brasil (61) 3532-3210– (61) 8583-8270 Brasília - DF

 

Para anunciar publicidade@revistaestacao.com

 

Beto Sá

 

Diretor Geral

www.revistaestacao.com

 

Estação Brasil

Estação Brasil
Estação Brasil
Estação Brasil

10

ÍNDICE

12UMAREVOLUÇÃOAINDAPORFAZERLEONARDOBOFF

14MARILYNMONROE CAROLINALEALANTONISALANI 20ROSA 22BEINGITALIAN LARISSAANDRADE 26 SILVER ARROWS MARINE
14MARILYNMONROE CAROLINALEALANTONISALANI
20ROSA
22BEINGITALIAN
LARISSAANDRADE
26 SILVER
ARROWS MARINE
30SOUMILIONÁRIO
EAGORA?

33EMBRAEDAPOIAOMOVIMENTO”OUTUBROROSA”

34EMCONSTANTELAPIDAÇÃOFOTOGRÁFICA 3ºFESTURIS-FESTIVALDETURISMOJOÃOPESSOA 40 PARAÍBA2013 42VISITTAMPABAY
34EMCONSTANTELAPIDAÇÃOFOTOGRÁFICA
3ºFESTURIS-FESTIVALDETURISMOJOÃOPESSOA
40
PARAÍBA2013
42VISITTAMPABAY
50ELEITAAMISS BRAZILMODEL®2013

52INFINITYBLUERESORTESPADIVULGAPROGRAMAÇÃOPARAAALTATEMPORADA

54CAFÉ

PARAVOCÊ

PROGRAMAÇÃO PARA A ALTA TEMPORADA 54 CAFÉ PARA VOCÊ HAPPY DESIGN DA ABD / DF TRAZ

HAPPYDESIGN

DAABD/DFTRAZDEBATE

COMHELOÍSACROCCO

NOMORARMAIS

58

60MANÉGARRINCHASEDIARÁTORNEIOINTERNACIONALDEFUTEBOLFEMININO

62“APRESENTAÇÃO|REPRESENTAÇÃO”10VISÕESDEFOTÓGRAFOSALEMÃESCONTEMPORÂNEOS 64NOVASOLUÇÃO 5ªEDIÇÃODOMERCADO
62“APRESENTAÇÃO|REPRESENTAÇÃO”10VISÕESDEFOTÓGRAFOSALEMÃESCONTEMPORÂNEOS
64NOVASOLUÇÃO
5ªEDIÇÃODOMERCADO
PARASEPARAÇÃO
66
DASARTESNO
DE AMBIENTES
SHOPPINGID

68LANÇAMENTOLIVROCOMASPRÓPRIASMÃOSDEWAGNERSARMENTO

OSARTIGOSASSINADOSNÃOREFLETEAOPINIÃODAREVISTA Estação Brasil

11

ARTIGORIA DE CAPA

UMA REVOLUÇÃO AINDA POR FAZER

TODA MUDANÇA DE PARADIGMA CIVILIZATÓRIO É PRECEDIDO POR UMA REVOLUÇÃO NA COSMOLOGIA VISÃO DO UNIVERSO E DA VIDA

UMA REVOLUÇÃO NA COSMOLOGIA VISÃO DO UNIVERSO E DA VIDA Leonardo Boff Teólogo O mundo atual

Leonardo Boff

Teólogo

O mundo atual surgiu com a extraor- dinária revolução que Copérnico e Galileo Galilei introduziram ao comprovarem que a Terra não era

um centro estável mas que girava ao redor

do sol. Isso gerou enorme crise nas mentes

e na Igreja, pois parecia que tudo perdia

valor. Mas lentamente impô-se a nova cos- mologia que fundamentalmente perdura até

hoje nas escolas, nos negócios e na leitura do curso geral das coisas. Manteve-se, po- rém, o antropocentrismo, a idéia de que o ser humano continua sendo o centro de tudo

e as coisas são destinadas ao seu bel-prazer.

SeaTerranãoéestável–pensava-se–ouniver-

so, pelomenos,éestável.Seria comouma inco- mensurável bolha dentro da qual se moveriam os astros celestes e todas as demais coisas.

Ao expandir-se, o universo se auto-organiza, se auto-cria e gera complexidades cada vez maiores e ordens cada vez mais altas. É con- vicção de grande parte dos cientistas que, alcançado certo grau de complexidade, em qualquer parte, a vida emerge como impe- rativo cósmico. Assim também a consciência

e a inteligência. Todos nós, nossa capacida-

de de amar e de inventar, não estamos fora da dinâmica geral do universo em cosmo- gênese. Somos partes deste imenso todo. Uma energia de fundo insondável e sem mar-

gens – abismo alimentador de tudo - sustenta

e perpassa todas as coisas ativando as ener-

gias sem as quais nada existe do que existe.

A partir desta nova cosmologia, nossa vida,

a Terra e todos os seres, nossas institui- ções, a ciência e a técnica, a educação, as artes, as filosofias e religiões devem ser resignificadas. Tudo e tudo são emergên- cias deste universo em evolução, depen- dem de suas condições iniciais e devem ser compreendidas no interior deste universo vivo, inteligente, auto-organizativo e as- cendente rumo a ordens ainda mais altas. Esta revolução não provocou ainda uma crise semelhante a do século XVI, pois não penetrou suficientemente nas mentes da maioria da hu- manidade, nem da inteligencia, muito menos nos empresários e nos governantes. Mas ela está presente no pensamento ecológico, sis- têmico, holístico e em muitos educadores, fun- dando o paradigma da nova era, o ecozóico. Por que é urgente que se incorpore esta re- volução paradigmática? Porque é ela que nos fornecerá a base teórica necessária para resolvemos os atuais problemas do sistema- -Terra em processo acelerado de degrada- ção. Ela nos permite ver nossa interdepen- dência e mutualidade com todos os seres. Formamos junto com a Terra viva a grande comunidade cósmica e vital. Somos a ex- pressão consciente do processo cósmico e responsáveis por este pedaço dele, a Terra, sem a qual tudo o que estamos dizendo seria impossível. Porque não nos sentimos parte da Terra, a estamos destruindo. O futuro do século XXI e de todas as COPs dependerá da assunção ou não desta nova cosmolo- gia. Na verdade só ela nos poderá salvar.

Estação Brasil

12

Estação Brasil

CULTURA

Marilyn Monroe

Por Carolina Leal – Antoni Salani

CULTURA Marilyn Monroe Por Carolina Leal – Antoni Salani Q uem visita a cidade de Los
CULTURA Marilyn Monroe Por Carolina Leal – Antoni Salani Q uem visita a cidade de Los

Q uem visita a cidade de Los Ange- les na Califórnia e passeia pelo mundo do cinema, não pode dei- xar de dar uma conferida e visitar

o local que atualmente exibe peças, vestu- ário e figurino pertencentes à maior diva do cinema de todos os tempos: Marilyn Monroe.

Para quem é fã ou admira essa grande estrela de Hollywood, e tem curiosidade de ver pes- soalmente seus pertences, não pode deixar de conhecer a exposição “Marilyn Monroe:

The Exhibit – Hollywood Legend” (Marilyn Monroe: A exibição – Lenda de Hollywood), que acontece no The Hollywood Museum (Museu de Hollywood) em Los Angeles.

Estação Brasil

A exposição, que celebra a vida da fabulosa

atriz, abriu na data do dia do seu aniversário,

1º de junho deste ano com a maior exposição

de pertences autênticos da diva (incluindo novas aquisições), apresentando um olhar intimista sobre sua vida e legado do país. Se viva, Marilyn teria hoje 87 anos. Sua imagem lendária ainda vive como estrela e ícone máxi-

mo de glamour e beleza. O foco da exposição engloba os figurinos de Marilyn Monroe, jóias, peles, acessórios de seus filmes, vestidos de publicidade e guarda-roupa pessoal; seu car-

ro ano 1961, um Fleetwood Cadillac limousine,

dado de presente por Darryl Zanuck; obras de arte originais de Marilyn Monroe, fotografias e documentos de seus arquivos privados, além

de móveis de sua última casa em Brentwood, e muitos dos artefatos pessoais de Marilyn.
de móveis de sua última casa em Brentwood, e muitos dos artefatos pessoais de Marilyn.

de móveis de sua última casa em Brentwood,

e muitos dos artefatos pessoais de Marilyn.

Se destaca também na exposição, o vidro de

remédio encontrado na mesa de cabeceira ao lado de sua cama, no dia em que morreu.

Marilyn Monroe personificou o glamour de Hollywood com seu brilho e personalida- de marcante. Uma mulher de beleza ímpar

e curvas voluptuosas, que combinava uma

nata sensualidade com inocência e vulne- rabilidade, que faziam qualquer pessoa se encantar por ela. Muito mais que um símbo-

lo sexual e estrela de cinema, ela pode ser

considerada a maior e mais rentável atriz que

os estúdios da 20th Century Fox já tiveram.

A loira começou trabalhando como mode-

lo, e aos poucos entrou para o mundo da atuação. Durante sua carreira, trabalhou em mais de 30 filmes, deixando somente um incompleto. Em 1956, ganhou o Globo de Ouro na categoria de melhor atriz de ci- nema, e mais vários outros prêmios. Além de atuar, Marilyn Monroe também cantava.

Vários de seus filmes como Os Homens Pre- ferem as Loiras, Como Agarrar um Milionário, Quanto Mais Quente Melhor e O Pecado Mora ao Lado (famoso pela memorável cena em que o vestido branco é levantado pelo ven-

to através da grade do metrô, ícone da cine-

matografia mundial) se tornaram clássicos e

Estação Brasil

são cultuados até hoje por várias gerações. “Os fãs de todas as idades e todas

são cultuados até hoje por várias gerações. “Os fãs de todas as idades e todas as par- tes do mundo se reúnem em Hollywood a cada ano para homenagear a vida e a me- mória de Marilyn”, diz a fundadora e presi- dente do museu Donelle Dadigan. “O Mu- seu de Hollywood tem o orgulho de sediar esta retrospectiva definitiva e significativa de Marilyn que inclui itens nunca antes vistos”.

Para Dadigan, o museu é considerado o lar perfeito para a exposição, pois foi lá que o legendário Max Factor tingiu os cabelos da

celebridade de loiro pela primeira vez. “Quan- do você entra na ´sala só para loiras` você pode sentir a presença de Marilyn Monroe.” Aexposiçãotambémmostraovestidodemilhões

de dólares que Marilyn usou em sua lua de mel

com o jogador de baseball Joe DiMaggio. Um dos destaques da coleção permanente do Mu-

seu de Hollywood, o vestido ficou famoso quan-

do ela cantou para as tropas da Coréia em 1954.

Além da coleção permanente do museu, itens dos colecionadores Scott Fortner e Greg Schreiner estão presentes nesta expo-

sição exclusiva, incluindo figurinos do filme

O Príncipe Encantado (filmado na Inglaterra)

e do filme O Mundo da Fantasia. Roupas e peles do guarda-roupa pessoal de Marilyn, inclusive sua brilhante blusa verde Pucci, jun- tamente com os cosméticos pessoais da es- trela, documentos particulares, roteiros de

Estação Brasil

cinema com anotações e escolhidos a dedo. Outro destaque da exposição são fotos ex- clusivas do renomado fotógrafo George Barris, que tirou as últimas fotos de Ma- rilyn enquanto colaborava para um livro pouco antes de sua morte, há 50 anos.

Esta exposição inclui também obras de arte ori- ginais de artistas famosos e celebridades como Ludvic, fotografias originais, incluindo o lendário “veludo vermelho”, fotos nuas tiradas por Tom Kelly, e uma vasta coleção de fotografias de sua infância, família e carreira de modelo, quando ela ainda era Norma Jeane Baker, e muito mais. Durante sua vida, Marilyn foi uma celebrida- de, mas sua popularidade a levou além de ser uma estrela. Tornou-se um ícone. Atualmente o nome “Marilyn Monroe” é imortal, atemporal e é sinônimo de beleza, sensualidade e inspiração.

MUSEU DE HOLLYWOOD

Está localizado no coração de Hollywood, no prédio histórico da Max Factor Endereço: 1660 N. Highland Ave, Los Ange- les, CA Site: www.TheHollywoodMuseum.com Está aberto ao publico de quarta a domingo das 10 às 17 horas.

aberto ao publico de quarta a domingo das 10 às 17 horas. Greg Schreiner, um dos

Greg Schreiner, um dos colecionares que emprestam suas relíquias ao museu, tem admiração pela diva desde pequeno, quando viu pela primeira vez o filme Quanto Mais Quente Melhor.

Estação Brasil

Estação Brasil

Estação Brasil

CULTURA

Rosa

NO TEATRO FAAP EM SÃO PAULO ESTREIA O ESPETÁCULO ROSA, DE MARTIN SHERMAN, COM DEBORA OLIVIERI, EM SEU PRIMEIRO MONÓLOGO, “UM GRITO DE PAZ”, DE ACORDO COM A ATRIZ QUE É INDICADA COMO MELHOR ATRIZ AOS PRÊMIOS SHELL E APTR DE TEATRO 2011.

Texto e fotos Antoni Salani

A atriz Debora Olivieri, em seu primeiro monólogo, ROSA, indicada como Melhor Atriz aos Prêmios Shell e APTR de Teatro 2011.

A na Paz estreia na direção nessa his- tória que emociona as plateias por onde é apresentada. A personagem, Rosa é uma senhora judia de apro-

ximadamente 80 anos que, durante o shivah (período do luto judaico), relembra sua vida, como sua infância em Yultishka - cidadezi- nha perdida no meio da Ucrânia, de estradas de terra batida e de casinhas minúsculas – até seus dias atuais, em Miami Beach, cida- de americana que lhe acolheu. Rosa revive

Estação Brasil

20

momentos marcantes, como sua mudança para Varsóvia, a invasão da Polônia pelos nazistas, o sonho da Palestina - a terra dos antepassados, que Deus havia prometido – sua passagem por Jerusalém, Atlantic City e Connecticut. Clandestina num navio em Sete, na França, Rosa também viu o mar pela pri- meira vez e achou que era uma alucinação. Com leveza, emoção e muita ironia, a personagem nos conduz para quase um século de histórias – suas e do mundo.

A apresentadora Jacqueline Dalabona com o figurinista Fabio Namatame

O cônsul geral da República da Argentina em São Paulo Agustin Molina,ú com a produtora e diretora da peça Ana Paz.

A Atriz Bruna Thedy com Roberto Lage e a Túnica Teixeira responsável pela trilha sonora
A Atriz Bruna Thedy com Roberto Lage e a Túnica Teixeira
responsável pela trilha sonora do monólogo.
O produtor e diretor de Teatro Leo Stefanini com a atriz Erlane Souza.
O produtor e diretor de Teatro Leo Stefanini com a atriz Erlane Souza.
As irmãs Isabelle Bernades e a atriz e apresentadora Delisiée Marinho.
As irmãs Isabelle Bernades e a atriz e apresentadora Delisiée Marinho.
Da assessoria de imprensa da peça,(Morente-Forte) com as irmãs Ilana e Ana Kaplan.
Da assessoria de imprensa da peça,(Morente-Forte)
com as irmãs Ilana e Ana Kaplan.
O casal a atriz e produtora Simone Zucatto e Victor Fioravante.
O casal a atriz e produtora Simone Zucatto e Victor Fioravante.
O ator e pintor Thomaz Gomide, com a exposição Na Freqüência das Cores -na galeria
O ator e pintor Thomaz Gomide, com a exposição
Na Freqüência das Cores -na galeria de Artes A Hebraica.
Estação Brasil

21

NÁUTICA

BEING ITALIAN:

AZIMUT YACHTS TRAZ CONCEITO ITALIANO AO SÃO PAULO BOAT SHOW EVENTO TEVE EXPOSIÇÃO DE 2 COBIÇADOS MODELOS DA MARCA

Estação Brasil

Por Larissa Andrade Fotos Divulgação

Estação Brasil

U m dos maiores e mais importantes fa- bricantes de iates de luxo do mundo

U m dos maiores e mais importantes fa- bricantes de iates de luxo do mundo esteve presente no São Paulo Boat Show na capital paulista no Transamé-

rica Expo Center. Trazendo o conceito “Being Italian” o objetivo é apresentar o luxuoso tra- balho artesanal e a excelência italiana no ramo náutico para compor todos os detalhes na fa- bricação das charmosas e imponentes embar- cações que levam a marca AZIMUT YACHTS.

“Queremos trazer muito mais do que o produto para o estante do São Paulo Boat Show”, diz o diretor de marketing do Grupo Francesco Ansa- lone que está chegando da Itália exclusivamen- te para participar do evento. “Nossa proposta é mostrar toda a satisfação e o prazer que cerca a vida com um autêntico AZIMUT”, complementa. Os modelos fabricados na filial brasileira fo-

Estação Brasil

ram expostos: um barco de 48 pés e outro de 60 pés. “A Azimut, que instalou uma fá- brica no Brasil em 2010 está cada vez mais forte e presente junto aos consumidores brasileiros e querendo reforçar ainda mais a marca no país e o crescimento da fábrica ano a ano justifica esse sucesso”, informa Davide Breviglieri, CEO da Azimut no Brasil.

Com uma decoração que levou a temática italiana os visitantes do estante da AZIMUT, com mais de 800 m², para conhecer as novi- dades da marca e também confraternizar com amigos em um ambiente atrativo e aconche- gante. Para o São Paulo Boat Show Azimut contou com o apoio de: BOTTARGA GOLD, CAFÉ ILLY, APEROL (Campari), CERVEJA MO- RETTI (Heineken), ATELIER DEL GUSTO, HER- MANS, DECANTER VINHOS e SOM MENDONÇA.

Estação Brasil

NEGÓCIOS

Da Redação Fotos Divulgação Silver Arrows Marine

SILVER ARROWS MARINE

CONFIRMA PROJETO DETALHADO E ESPECIFICAÇÕES DO PRIMEIRO IATE MERCEDES-BENZ E ABRE PEDIDOS

M ONTECARLO - Silver Arrows Marine, em conjunto com Mercedes-Benz Style, anunciou durante o Mona- co Yacht Show 2013, o projeto fi-

nal e especificações do iate “Silver Arrow of the Seas”. Com muitas das características de design dos automóveis da Mercedes-Benz, combinadas com uma nova abordagem ra- dical para a funcionalidade de um iate de luxo e estética, o iate de estréia é chamado ARROW460-Granturismo. Com encomendas abertas, Silver Arrows Marine confirma o pre- ço do novo iate altamente contemporâneo. ARROW460-Granturismo será lançado inicial- mente com uma exclusiva edição limitada, uma versão totalmente equipada chamada de Edição 1, que vai custar 1.250.000 € acrescido de IVA, e os primeiros iates serão entregues aos clientes em 2015. O design final interior e

exterior ao estilo Mercedes-Benz, juntamen-

Estação Brasil

26

te com um modelo de dois metros em escala do barco acabado, estão sendo exibidos pela primeira vez no Mônaco Yacht Show. ARROW- 460-Granturismo será diferente de qualquer ou- tra embarcação na água, fazendo jus ao seu fa- turamento como o “barco a motor de 14 metros desenhado e construído como um superiate”.

Cumprindo o sonho de construir um iate que combina o melhor dos mundos automotivo e náutico, ARROW460-Granturismo possui o di- namismo inconfundível e a elegância de um automóvel Mercedes-Benz top de linha. Os desenhos finais revelam também muitas ino- vações do iate, agora confirmados para a pro- dução após 12 meses de desenvolvimento e de testes, que desde o primeiro conceito e ideias foram mostrados em Mônaco - no ano passado. “Nós criamos algo único com ARROW460-Gran- turismo”, disse Ron Gibbs, presidente da Silver

Arrows Marine. “Estou convencido de que, por muitos anos o iate será muito atraente para os mares e marinas do mundo”. O de- sign do iate a motor, em sua produção, se manteve notavelmente muito próximo ao con- ceito mostrado há um ano. Com a sua longa proa, um fluxo suave, teto arqueado e a mar- ca Mercedes-Benz de uma linha descendente para a parte traseira, o design é inspirado nas proporções clássicas de automóveis. O cas- co muscular e esticado é dinâmico mas não agressivo, sofisticado mas não sujeito à moda. Gorden Wagener, Vice-Presidente de Design da Daimler Ag., disse: “Esse novo iate a mo- tor com as suas características emocionais e de alta tecnologia incorpora a nossa filoso- fia de design da Mercedes-Benz de pureza sensual e é uma expressão perfeita de luxo moderno”. ARROW460-Granturismo oferece uma nova dimensão na versatilidade de iate a motor, mesclando áreas internas e externas para que todos possam desfrutar da vista e da brisa do mar. Janelas laterais com abertu- ras elétricas como carros; cobertura de vidro;

seção dianteira que se inclina para criar um efeito “pérgola de vidro”, são características. Para garantir os níveis máximos de conforto, a

cobertura é feita de um tipo de vidro “inteligente” que controla automaticamente a penetração da luz, dependendo da intensidade do sol. O efei-

to é para preencher o grande interior em plano

aberto com luz e abri-lo para o mundo exterior

de uma forma mais parecida com “loft living” jamais oferecido por um barco dessa classe.

O conceito inovador da cabine ao estilo Mer-

cedes-Benz evita um interior compartimentado de um iate a motor comum e oferece, ao invés, uma espaçosa área relaxante para até 10 pes- soas. Esta área pode ser facilmente transforma- da em uma grande sala de jantar ou suite - esta última com cama king size. Tanto a mesa de jan- tar quanto a cama são facilmente escondidas, deslizando eletricamente as posições quando necessário. Maior conforto e total privacidade são assegurados por uma unidade luxuosa for- mada por banheiro e área de serviço separada. A multifuncionalidade do ARROW460-Granturis-

Estação Brasil

mo é notável e faz o iate adequado até para via- gens e excursões durante

mo é notável e faz o iate adequado até para via- gens e excursões durante a noite. Assim como

o lado de fora, o interior mostra todos os valores característicos da Mercedes-Benz, com mate- riais como couro nubuck, painéis em madeira de eucalipto e malha sintética. Com formas sua- ves e amplas, excepcionais detalhes e combina- ções de cores sofisticadas, o iate oferece toda uma nova estética para um barco desta classe. As versões da Edição especial 1 virão padroniza- das com amplos recursos para enriquecer a ex- periência de vida a bordo, bem como sistemas premium de ar-condicionado e de áudio. O iate será equipado ainda com armazenamento de vinho refrigerado, uma máquina de fazer gelo

e uma máquina de lavar louça. Integra no iate

um sistema de compressão de ar para a infla- ção fácil dos tenders e dos brinquedos de água.

Acessos completos no lado exterior são pro- porcionados, com corrimões integrados ao projeto demonstrando a excelente atenção aos detalhes que o estilo Mercedes-Benz al- cançou. Espreguiçadeiras ajustáveis são cons- truídas na proa. Na popa, uma plataforma hidráulica e tecnológica estende seu espaço

Estação Brasil

como e quando necessário, proporcionando

uma das características da assinatura da AR- ROW460-Granturismo: uma “esplanada sobre

o mar”. A grande área de relaxamento, oferece

acesso amplo para a natação e esportes aquá- ticos, e é complementada por um conceito fle-

xível com as “espreguiçadeiras”, confirmando o barco como o mais sociável dos iates a motor. Amplo e acolhedor espaço de entretenimento

do iate é reforçado por um piso e de fácil cone-

xão com todas as áreas do barco. O convés, que

é normalmente de madeira utilizada para em-

barcações, é feito de um material sintético que se estende para o âmbito criativo com uma apa- rência totalmente nova. Pela primeira vez, Silver

Arrows Marine confirmou os detalhes do casco

e do sistema de potência após meses de testes

do protótipo através de um programa de desen-

volvimento que tem mais relação com a indústria

automobilística do que com a indústria náutica.

Mantendo-se fiel ao objetivo, o iate alcança alto desempenho,massemcomprometeroconforto. ARROW460-Granturismo será alimentado por dois motores a diesel de 353 kW (480hp) cada. A velocidade de cruzeiro é de cerca

de 28 nós com uma velocidade máxima de

cerca de 40 nós. O desempenho do cas-

co especial de aplainamento desenvolvido

para ARROW460-Granturismo foi otimizado utilizando a Dinâmica dos Fluidos Computa- cional (CFD - Computational Fluid Dynamics)

para atingir não apenas a alta velocidade, mas o conforto em toda a volta, juntamente com os mais altos padrões de navegabili- dade. O casco apresenta linhas profundas em “V” na parte da frente para a boa mo- vimentação, três rails de pulverização in-

termediários para desviar a água o máximo possível, e túneis especias para hélices permi- tinfo uma configuração shaftline convencional.

A Edição 1 do Granturismo dos mares

pode ser encomendada diretamente pela Silver Arrows Marine (www.silverar- rowsmarine.com) para entrega em 2015.

SOBRE SILVER ARROWS MARINE Da Grã-Bretanha, Silver Arrows Marine trabalha com designers de renome internacional,

SOBRE SILVER ARROWS MARINE

Da Grã-Bretanha, Silver Arrows Marine trabalha com designers de renome internacional, arquitetos navais e engenheiros para trazer ao mercado ia- tes a motor inovadores que evitam compromissos tradicionais e introdu- zem um novo padrão de ouro, de elegância, praticidade e facilidade de uso.

Mais informações: www.silverarrowsmarine.com

SOBRE MERCEDES-BENZ STYLE

Desde 2010, além de design de automóveis clássicos, os designers da Mercedes-Benz também criaram os projetos para outros produtos em coo- peração com parceiros selecionados sob o rótulo Mercedes-Benz Style. O objetivo é transferir o inconfundível design progressivo da Mercedes-Benz e seus elevados padrões de luxo e estética para outras esferas da vida. To- dos esses produtos de grife são cuidadosamente selecionados, materiais requintados e acabamentos perfeitos. Mercedes-Benz Style mostra todo o seu portfólio de produtos no Monaco Yacht Show, de móveis, óculos e ma- las para um modelo de seu primeiro projeto de design, a Eurocopter EC145.

O portfólio completo do Mercedes-Benz Style pode ser visto em www.mercedes-benz-style.com

Estação Brasil

CAPA

SOU MILIONÁRIO,

E AGORA?

RESPONSÁVEL POR PROPORCIONAR EXPERIÊNCIAS INÉDITAS À ELITE BRASILEIRA, O “LUXURY COACH” BRUNO PAMPLONA SABE COMO NINGUÉM ENCANTAR A CLASSE TRIPLO A. “PORQUE LUXO NÃO É O PRODUTO ADQUIRIDO, MAS SIM COMO ELE É APROVEITADO, EXPERIMENTADO, VIVENCIADO”.

Da Redação

Fotos Divulgação

Estação Brasil

30

C asa Royal será inaugurada na cida-

de catarinense de Balneário Cam-

boriú. Um investimento de R$ 1,5

milhão para atender o segmen-

to de mercado mais cobiçado do Brasil.

Balneário Camboriú, SC - Certamente causaria estranheza dizer que é mais luxuoso comer um cachorro-quente no quintal de casa do que sobrevoar a Capadócia num passeio de balão. Partindo do princípio em que o mercado do luxo está relacionado a um público de alto poder de consumo, ou seja, à elite, ampliamos os cená- rios das referidas situações. Na primeira, quem come o cachorro-quente tem uma ilha particu- lar. Foi ali o cenário pensado para se degustar o lanche. Em um piquenique detalhadamente estruturado com refinados utensílios desde a toalha até o bordado do guardanapo, a famí- lia desfrutou de uma prazerosa refeição em uma tarde ensolarada, e experimentou diver- sificações inusitadas do tradicional cachorro- -quente servidas por um famoso chef gourmet.

Já a segunda situação, o grande empresário

desejou conhecer a Capadócia e solicitou

a um de seus assistentes as providências

das referidas reservas. Resultado: a situa- ção foi vivida depois de muitas e muitas ho- ras de espera em aeroportos (devido a atra- sos de voos inesperados), problemas com as reservas feitas no hotel e quase perda do passeio pela ausência de suporte que poderia ser contratado antecipadamente. Em comum, são dois cenários que deman- dam consideráveis investimentos para serem executados, portanto, para poucos. O dife- rente? Foi exatamente o luxo. Na segunda situação, houve a falta de uma assistência especializada, de alguém que pudesse ga- rantir “A” experiência, a exclusividade, os detalhes, àqueles que fazem a diferença. Sob este ponto de vista, o que parece “estra-

diferença. Sob este ponto de vista, o que parece “estra- nho”, ou melhor, o “cachorro-quente” se

nho”, ou melhor, o “cachorro-quente” se torna uma reflexão: “quem tem acesso ao luxo tem alto poder aquisitivo, contudo, nem todos que têm alto poder aquisitivo têm acesso ao luxo”. “Por- que luxo não é o produto adquirido mas sim como ele é aproveitado, experimentado, vivenciado”

É o que explica Bruno Pamplona, primeiro Luxury

Coach de milionários, celebridades, políticos e altos executivos do país. Ele é publicitário, admi- nistrador de empresas, pós-graduado em marke- ting, tem MBA internacional em gestão do luxo, é especialista em comportamento do consumidor, em marketing de encantamento e criador das te- orias dos 4 P’s da excelência. É fundador e presi- dente do The Royal Group, que atua com 8 opera- ções há 7 anos nas áreas de negócios, produtos

e serviços voltados ao mercado de luxo no Brasil.

De um supercarro a um jato executivo

De um passeio de pura adrenalina em uma Fer-

rari de US$ 1 milhão a um relaxamento às alturas

a bordo de jato Gulfstream de US$ 45 milhões

ele é responsável por gerar experiências de con- sumo nada comuns e atende quase 220 clientes AAA especialmente do sudeste e sul do Brasil. “Eu lido diretamente com o cliente, entendo e es- tudo o seu perfil, seu desejo, e crio experiências absolutamente surreais no momento da entrega dos produtos que comercializo”, conta Bruno.

“Atendo empresas e o cliente final, são perfis diferentes, mas com muita coisa em comum. O principal é o desejo de vivenciar ou propor-

Estação Brasil

cionar as experiências mais exclusivas do mundo”. “Muito mais do que conhecimento teórico, acumulei centenas de experiências na prática, viajei por mais de 15 países e estudo incansavelmente este universo fas- cinante e criativo de arquitetar o luxo, a vi- vência, a experiência plena”, complementa.

Experiências premium

Aproveitar um requintado jantar em família em um megaiate de 100 pés em alto mar e ser surpreendido pela presença de um ator global no papel de “chef de cozinha”; ou re- ceber um carro dos sonhos no meio de um grande autódromo das mãos de um famo- so piloto de F1, são algumas das muitas his- tórias que Bruno guarda em seu currículo.

Para proporcionar essas situações nada co- muns, ele através das linhas de negócios de sua empresa, The Royal Group, coloca à disposição 8 linhas de negócios estratégicas direcionadas tanto ao consumidor final quanto às empresas. É o caso da Royal Concierge que disponibiliza centenas de serviços premium em 14 cidades do mundo, de São Paulo a Mônaco; a da Royal Boutique com um hall de produtos de altís- simo luxo que são escolhidos “a dedo” para

cada perfil de consumidor triplo A, entre elas:

Palmer Johnson, Rolls Royce, Ferrari, Wally, Heesen, Bilgin, Netjets, Gulfstream e outras. “Atendo pessoas que não desejam apenas comprar um produto que ofereço, elas me procuram para que eu possa identificar o que

é ideal e para viver toda a experiência que

aquele produto possa oferecer, e o resultado

é

destaca o Luxury Coach.

Levar a cultura da excelência e da experiên- cia do alto consumo para dentro das empre- sas e gerar soluções para fidelização dos clientes são mais ações comumente traba- lhadas por Bruno Pamplona no cenário cor-

surpreendente

”,

Estação Brasil

porativo. “Minha missão é também ajudar as empresas a tratar melhor os seus clientes, é surpreendê-los, e fazê-las entender que eles procuram experiências, não produtos.”

Casa Royal em Balneário Camboriú

Depois de muitas pesquisas, a cidade ca- tarinense de Balneário Camboriú foi esco- lhida pelo Luxury Coach para ser o cenário da Casa Royal, primeira filial e nova sede do The Royal Group no Brasil. Com investi- mentos da ordem de R$ 1,5 milhão, tem sua inauguração agendada para o próximo dia 7 de novembro e reunirá grandes empresá- rios, políticos, celebridades e formadores de opinião vindos de várias partes do país.

Impecável nos menores detalhes o espaço de cerca de 500m² conta com decoração primorosa, desde o lavabo com pastilhas de vidro assinadas por Romero Britto, da re- quintada cozinha gourmet Formaplas, ao sofisticado e tecnológico auditório, até os revestimentos exclusivos da Mosarte, o local passará a ser utilizado para cursos, pales- tras, treinamentos e recepção à seleta cartei- ra de clientes. A Casa Royal é a primeira filial do Grupo, que tem matriz em Curitiba, PR.

Mais informações:

www.theroyalgroup.com.br

www.royalboutique.com.br

filial do Grupo, que tem matriz em Curitiba, PR. Mais informações: www.theroyalgroup.com.br www.royalboutique.com.br 32

EMBRAED

SOCIAL

APOIA MOVIMENTO “OUTUBRO ROSA”

CONSTRUTORA ADERE À MANIFESTAÇÃO NA LUTA CONTRA O CÂNCER DE MAMA COM AÇÕES INTERNAS E ATIVIDADES VOLTADAS PARA A CONSCIENTIZAÇÃO DA COMUNIDADE

Texto Larissa Andrade Foto Divulgação

B alneário Camboriú, SC – Em outubro

a fachada da Central de Vendas do

Grupo Embraed ficou rosa. O motivo é

chamar a atenção da população sobre

o câncer de mama. Durante o mês que marca

mundialmente a luta contra esse tipo de cân- cer, os colaboradores participaram de diversas atividades voltadas à conscientização sobre a importância da prevenção e diagnóstico pre- coces da doença que é considerada uma das principais causas de morte entre as brasileiras.

“O Grupo Embraed não poderia deixar de apoiar um movimento de fundamental im- portância para a sociedade. Além de reali- zarmos uma campanha interna estendeu o

apelo à comunidade junto à Rede Feminina em Combate ao Câncer de Mama através de outras atividades voluntárias”, explica a diretora do grupo Adriana Amorim. “Incenti- vamos nossos colaboradores a participarem na passeata promovida pela Rede Feminina, com distribuição de material informativo em frente à nossa Central de Vendas”, comple- menta. “É um assunto bastante sério e deve ser amplamente difundido por todos, afinal, conforme orientam especialistas: a prevenção

é fundamental e quando descoberto precoce-

mente, tem grandes chances de cura”, alerta.

Para os colaboradores dos plantões de vendas

da Embraed e dos setores administrativos fo-

ramentreguesasfitasquesimbolizamacampa-

nha. Houve ainda a palestra “Mulher conscien- te na luta contra o câncer de mama” realizada pelas voluntárias da Rede em parceria com a

equipe médica do Centro Clínico da Embraed.

Segundo dados do Instituto Nacional de Cân- cer (INCA) este é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo e chega a corres- ponder a 22% de novos casos por ano. Ao ser diagnosticado cedo é possível tratá-lo e controlar seus efeitos, por isso que as campa- nhas reforçam a importância do autoexame e da mamografia que são as principais formas para se detectar a doença precocemente.

Estação Brasil

FOTOS

EM CONSTANTE LAPIDAÇÃO

FOTOGRÁFICA

NASCEUEMBELOHORIZONTE,VIVEUSUAINFÂNCIAEMSAOPAULO,EPARAREALIZARSEUSESTUDOS FOI PARA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS, ONDE BACHARELOU-SE EM DIREITO (MG).

Fotos de Izabela Diniz Freitas

No mesmo ano de sua formação, migrou para Brasília e desenvolveu mais conhecimento

sobre a arte moderna e a fotografia interli- gadas ao direito autoral, estruturas políticas

e estudos jurídicos. Visando desenvolvimen-

to pessoal, cultural, regular relações sociais,

promoção institucional, a fotógrafa zela pela inserção do fotojornalismo com apelo a jus- tiça e educação, adaptando-as ao amor a ci- dade de Brasília e sua arquitetura moderna. Em 2010, depois de fotografar por hobby e in-

fluenciada pela cultura nos lugares onde viveu, revelou-se grande profissional ao fotografar eventos judaicos nas sinagogas de Sao Paulo (brit milá, bat mitzvá, bar mitzá, casamentos, purim, etc) adquirindo conhecimento sobre

a cultura judaica. Fotografou também, even-

tos corporativos e sociais, casamentos v.i.p’s

em vários estados brasileiros. Após cursos, congressos e aperfeiçoamentos na mesma cidade, cujo descondicionamento do olhar

lhe permitiu sua transcendência fotográfica e interpessoal, aliada a técnica compreendida

e mais ainda os de prática, a fotógrafa se en- gaja em novos rumos a sua vida profissional. Entre 2010 e 2013, ela concentrou-se em do-

Estação Brasil

34

cumentar momentos felizes e registrar acon- tecimentos da vida, sob um olhar moderno atento as linguagens de fotografia, aos de- talhes, a tradição, a temática, ao amor, a arte, lapidando seu gênero fotográfico com fotojornalismo e tratamento de imagens di- gitais próprias, criou sua personalidade. Nesses mesmos anos, teve a oportunidade de ocupar o cargo exclusivo de “Diretora de Fotografia e de Arte”, na empresa Arte Filme Foto Design, Sao Paulo, desenvolvia trabalho de briefing, produção e execução dos eventos da produtora. Vale salientar seu engajamento em pós- produção, inevitável para um traba- lho exclusivo como requer, feito em equipe ou sozinha. Trabalhos esses, enobrecidos na edição de milhares de fotos e outros profis- sionais envolvidos, diretores, fotógrafos e ci- neastas, além dos mais de 100 casamentos já fotografados e dezenas de eventos judeus. Vale ressaltar, a cobertura do evento “CA- SAR_2012/13”. Conhecer a fundo todo trabalho que envolve casamentos e eventos judaicos na maior cidade do Brasil, fornecedores e os “me- lhores” profissionais envolvidos da área fez a fotógrafa refletir sua própria personalidade.

Dessa forma, a fotógrafa Izabela Diniz Freitas, obteve conhecimento aprimorado e definiu seu padrão fotográfico, cuja “personalidade fotográfica” ainda perdurará em constan- te mutação e sempre com uma gota de psi-

codelia e surrealismo

mais, um trabalho requintado, moderno e sensível ao olhar de sua clientela exclusiva. Depois de passagens por agencias de fo- tografia, executar eventos sociais, ter hob- bies como a alta costura e fazer muitas viagens, hoje a brasileira, financia seus pri- meiros projetos pessoais, sociais e jurídicos. Seu trabalho ligado as tendências interna- cionais, interpretadas no Brasil com um novo conceito fotográfico e cenários inusitados com noivas, lança a fotógrafa nessa especialidade

Defini-se, cada vez

de projetos internacionais como o trash the dress e boudoir photography. Seus clicks tor- naram-se reconhecidas e admiradas por “suas noivas”. Seus trabalhos ricos e valorizados do Judaísmo pelos seus elementos culturais fa- zem a diferença com suas diagramacoes ba- seadas na religião, filosofia e no modo de vida dos judeus. Cobertura de eventos em geral e artísticos. Trabalhos regionais, paisagísticos antigos e modernos contemplam ainda mais essa gama de fotografias e portifólios, cujas cores diferentes, línguas, culturas e oportu- nidades perante os sentimentos humanos fi- zeram a fotógrafa, se adaptar cada vez mais as condições extremas de causar catarse e analisar semioticamente, todo seu modo de ver, enxergar e claro, fotografar a própria vida.

Estação Brasil

Estação Brasil

“SURGE A PAIXÃO PELA LUZ E SOMBRA, A VERDADEIRA VOCAÇÃO E NECESSIDADE PARA MOSTRAR UMA VISÃO PRÓPRIA, COMO TAMBÉM PARTICULAR SOBRE OS FATOS ENVOLVENDO JUSTIÇA, ARTE E EDUCAÇÃO.”

Estação Brasil

Estação Brasil

Estação Brasil

NEGÓCIOS

3ºFESTURIS-FESTIVALDETURISMO

JOÃO PESSOA PARAÍBA 2013

Texto e fotos Antoni Salani

NA ABERTURA DO 3º FESTURIS NO PAVILHÃO DE FEIRAS DO CENTRO DE CONVENÇÕES, DE JÕAO PESSOA CONTOU COM A PRESENÇA DO GOVERNADOR RICARDO COUTINHO

E DE DIVERSAS LIDERANÇAS POLÍTICAS, EMPRESARIAS E DE CLASSE DO ESTADO E DA REGIÃO E AINDA COM CENTENAS DE EXPOSITORES COMO A CONSUL USHA PITTS

E O CONSUL COMERCIAL, ERIC OLSON DOS ESTADOS UNIDOS.

OS AGENTES DE VIAGENS E OPERADORES DE TURISMO PARTICIPANTES DO EVENTO TI- VERAM A OPORTUNIDADE DE TROCAR INFORMAÇÕES E REALIZAR NEGOCIAÇÕES COM DIVERSOS DESTINOS E EMPRESAS DA CADEIA PRODUTIVA DO TURISMO NACIONAL E IN- TERNACIONAL DURANTE A FEIRA, NAS PALESTRAS DOS WORKSHOPS DE CAPACITAÇÃO E NA RODADA DE NEGÓCIOS ANCORADA PELO SEBRAE PB.

Na abertura da Festuris no Pavilhão de Feiras do Centro de Convenções, contou com a presença do Governador Ricardo Coutinho com os responsáveis pelo su- cesso do evento, os diretores do Festival de turismo Breno Mesquita e Claudio Silva Jr. e Bruno Mesquita.

Estação Brasil

40

Aroldo Shultz e Maria José Alves

Catharine Brasil, Ruth Avelino e Irae Lucena

Da Copa Airlines - Gilson Azevedo

Empresária e Gov. Ricardo Coutinho

Suzy Jardim, Vitor Freire e Bruna Chacons

Mike Amisz e Benazira Djco

Andreza Rodrigues, Simone Farret e o Mergulhador Profissional

Any Brocker, Bruna Miranda e Leonardo Duarte

Presidente da ABIH da Paraiba Inácio Junior

Marcio Delgado e Rafael Cyrillo

Marilisa Arduim e Beatriz Cunha

A Estação do Cabo Branco do Arquiteto Oscar Niemeyer

Jurandy do Sax

Estação Brasil

41

Visão da Praia de Tambaú,

João Pessoa - Paraíba

EVENTOS

VISIT

TAMPA BAY SP 2013

Texto Larissa Andrade Fotos Divulgação

NO HOTEL RENAISSANCE AS DIRETORIAS DOS ESCRITÓRIOS DE TURISMO DE VISIT TAMPA BAY E DE ST. PETERSBURG-CLEARWATER, ASSIM COMO DO AEROPORTO INTERNACIONAL DA CI- DADE DE TAMPA, CONVIDARAM PARA UM DELICIOSO COQUETEL COM UM SUPER BATE PAPO, EXCLUSIVO PARA OS PROFISSIONAIS DA MÍDIA, PARA EXPOR NOVOS PROJETOS E TENDÊNCIAS NA REGIÃO DE TAMPA USA. O EVENTO FOI COORDENADO PELO ESCRITÓRIO DA CBS MARKE- TING SERVICES EM SÃO PAULO, RESPONSÁVEL PELO SUCESSO DAVID LESLIE BENVENISTE.

PAULO, RESPONSÁVEL PELO SUCESSO DAVID LESLIE BENVENISTE. Do VISIT TAMPA BAY os diretores de Turismo, Shari

Do VISIT TAMPA BAY os diretores de Turismo, Shari Bailey com o Presidente & Ceo, Santiago Corrada e de Comunicação Liana Lopes.

Estação Brasil

42

O representante para o Brasil do Visit Tampa bay e do Visit StPeter Clearwater, David

O representante para o Brasil do Visit Tampa bay e do Visit StPeter Clearwater, David Leslie Benveniste com a Diretora Internacional de Turismo do Visit Tampa Bay Marisol Berrios.

Internacional de Turismo do Visit Tampa Bay Marisol Berrios. Diretamente de Tampa para o evento no

Diretamente de Tampa para o evento no Brasil, Alfred Gol- dberg da ABS ,da Tampa Hillsborough o presidente Rick Homans e da Cushman & Wakefield o diretor Larry Richey.

Homans e da Cushman & Wakefield o diretor Larry Richey. Presença do Presidente Nacional da ABRAJET,

Presença do Presidente Nacional da ABRAJET, Hélcio Estrella com o casal da revista eletrônica Viramundo, Heitor e Silvia Reali.

da revista eletrônica Viramundo, Heitor e Silvia Reali. Os jornalistas Vininha de Moraes e Laurindo Chinelleto

Os jornalistas Vininha de Moraes e Laurindo Chinelleto de São Paulo.

Vininha de Moraes e Laurindo Chinelleto de São Paulo. O Diretor Regional de Marketing para a

O Diretor Regional de Marketing para a América do Sul

da Copa Airlines Emerson Sanglard em entrevista, com Davi Jacques Adissi da TV IN. (NET Digital Canal 08).

com Davi Jacques Adissi da TV IN. (NET Digital Canal 08). Da Folha de Turismo e

Da Folha de Turismo e Mercado & Eventos a diretora de São Paulo Mari Masgrau com o apresentador da Rede Familia Tv Campinas Paulo Leoni.

com o apresentador da Rede Familia Tv Campinas Paulo Leoni. A jornalista da Revista Eletrônica de

A jornalista da Revista Eletrônica de Turismo America Mágica a editora Mariza Torelli e Edson Verti.

America Mágica a editora Mariza Torelli e Edson Verti. Na recepção do evento da CBS Marketing

Na recepção do evento da CBS Marketing Gabriele Lopes e Karina Faria.

Estação Brasil

Estação Brasil 44
Estação Brasil 44

Estação Brasil

Estação Brasil 45
Estação Brasil 45

Estação Brasil

RECEITA

LAGOSTA GRELHADA NA BRASA

Por: Rogério Lisboa

INGREDIENTES

• 2 lagosta limpas e cortadas ao meio sem tri- pas

• 1/4 xícara (chá) de azeite

• 1/4 colher (sopa) de alecrim fresco

MOLHO DE MANTEIGA

• Em uma frigideira quente, derreta 2 co- lheres (sopa) de margarina, 1 colher (sopa) de manteiga e 1 colher (sopa) de azeite.

• Adicione 1 colher (sopa) de salsinha picada e 8 grãos de alcaparra.

Estação Brasil

46

MODO DE PREPARO

• Coloque a lagosta na grelha com a casca vi- rada para baixo.

• Tempere com o azeite e o alecrim e deixe

grelhar até a carne esbranquecer.

• Vire-a do outro lado para terminar de grelhar.

• Arrume a lagosta em uma travessa e tem-

pere novamente com o molho de manteiga.

RENDIMENTO: 2 PORÇÕES TEMPO DE PREPARO: 25 MINUTOS DIFICULDADE: FÁCIL

Fotos Divulgação

Estação Brasil

Fotos Divulgação

GASTRONOMIA

MASSA SEM GLÚTEN É NOVIDADE NO CARDÁPIO

SANTA PIZZA

O público brasiliense pode con- ferir as novas opções do car- dápio da Santa Pizza, que incluem: pizzas sem glúten

e com massa de chia – semente origi-

nária do México com propriedade de eliminar gordura. Uma das novidades

é que a massa não usa ovos. Trata-se

de um cardápio exclusivo, criado em parceria com o Centro Terapêutico Má- ximo Ravenna, que atenderá pacien- tes da clínica e, também, aqueles que buscam hábitos alimentares saudáveis. Os sabores disponíveis no cardápio são:

berinjela assada na brasa, marguerita, portuguesa, alcachofra com alichi, rú- cula e tomate seco e vegetariana. Os

valores variam entre R$25 e R$26,30.

A pizza é apresentada em tamanho indivi-

dual, funcionando como o prato principal.

É antecedida por caldo de berinjela e pu-

punha na lenha e seguida de sobremesa:

pizza de banana (R$10,20) ou fruta (R$5).

Santa Pizza

CLS 207, Bloco B, loja 5 Tel: 3244-1415

A

casa abre todos os

dias, a partir das 18h30

Estação Brasil

48

Santa Pizza CLS 207, Bloco B, loja 5 Tel: 3244-1415 A casa abre todos os dias,
Santa Pizza CLS 207, Bloco B, loja 5 Tel: 3244-1415 A casa abre todos os dias,
Santa Pizza CLS 207, Bloco B, loja 5 Tel: 3244-1415 A casa abre todos os dias,

Estação Brasil

BELEZA

ELEITA A MISS BRAZIL MODEL® 2013

Texto e Fotos Antonio Salani

É FERNANDA ZUCOLIN DA CIDADE DE PARAGUAÇU PAULISTA(SP) COM 25 ANOS, 1,80CM DE ALTURA, BUSTO 90, CINTURA 63, QUADRIS 93, REALIZADO NO ESPAÇO A. HOKKAII- DO NA VILA MARIANA EM SÃO PAULO, O MISS BRAZIL MODEL® 2013 SÓ PARA LEMBRAR É O PRIMEIRO MISS BRASIL, COM MARCA REGISTRADA “®”, JUNTO AO INPI - INSTITUTO NACIO- NAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL. MODELO QUE JÁ É NOME DE PROFISSÃO, SINÔNIMO DE BELEZA, DESIGNAÇÃO PARA OCUPAÇÃO FUNCIONAL, PRESTANTE DE SERVIÇOS EM EVEN- TOS, ÁREA DE FOTOGRAFIA E PASSARELA E QUE ADJETIVA A MULHER. ESTAMOS FALANDO DO PADRÃO MODELO, UM MARCO PARA AS PASSARELAS, POIS O CONCURSO É BASEADO EM DIFERENCIAIS, E O PRIMEIRO OBJETIVO É OFERECER OPORTUNIDADES AMPLAS ÀS JO- VENS DE 15 À 25 ANOS. CONCURSO REALIZADO PELA RTND - REVISTA TOP NIGHT AND DAY®, COM DIREÇÃO DO CASAL ANA PAULA OLIVEIRA E EDGAR . A APRESENTAÇÃO FOI DE SÉRGIO BRECCO E A EQUIPA DE PRODUÇÃO COORDENADA POR SIMONE MORITA, DA D`COMPANY.

DE PRODUÇÃO COORDENADA POR SIMONE MORITA, DA D`COMPANY. A eleita,Fernanda Zucolin - São Paulo - Miss

A eleita,Fernanda Zucolin - São Paulo - Miss Brazil Model ® 2013 é emoldurada pelas 2ª colocada Isabor Barroso Amazonas - Miss Brazil Model ® Nações 2013 o promotor do evento Edgar Lopes com Hérika Danielly R. Grande do Norte - Miss Brazil Model ® Turismo 2013 e a Miss Brasil Model 2012 Patrícia Guido.

Estação Brasil

O coordenador do Estado do Amazonas Fernando Salinacg com a eleita em 2º lugar Isabor

O coordenador do Estado do Amazonas Fernando Salinacg com a eleita em 2º lugar Isabor Barroso, de Manaus (AM ) com o titulo de Miss Brazil Model ® Nações 2013,

(AM ) com o titulo de Miss Brazil Model ® Nações 2013, No júri o apresentador

No júri o apresentador e presidente da TV Orkut , Petrucio Melo com com a Miss Brasil Model 2011 Samantha Rubin.

Melo com com a Miss Brasil Model 2011 Samantha Rubin. No júri na tarefa de eleger

No júri na tarefa de eleger a Top Model Brasil do ano a modelo Cássia Melo e o medico José Moromizato,

do ano a modelo Cássia Melo e o medico José Moromizato, escolhido como Promoter do Ano

escolhido como Promoter do Ano no Miss Cidade de São Paulo ® 2013 , Renato Cury com a modelo e miss

de São Paulo ® 2013 , Renato Cury com a modelo e miss O evento foi

O evento foi de direção de Ana Paula Oliveira e a equipe de Produção coordenada por Simone Morita, da D`Company.

de Produção coordenada por Simone Morita, da D`Company. As eleitas Miss Cidade de S. Paulo a

As eleitas Miss Cidade de S. Paulo a Andressa Quinta- nilha - Miss Cidade de São Paulo® 2013 emoldurada por Iasmin Gnatiuc - Miss Cidade de São Paulo® Na- ções 2013 e Katherine Fontenele - Miss Cidade de São Paulo® Turismo 2013.

Fontenele - Miss Cidade de São Paulo® Turismo 2013. Responsável pelo sucesso do evento Edgar Lopes

Responsável pelo sucesso do evento Edgar Lopes com a Miss Brasil Model 2012, Patrícia Guido com o fotografo e colunista Antonio Salani.

Patrícia Guido com o fotografo e colunista Antonio Salani. O consultor de estética & beleza Celso

O consultor de estética & beleza Celso Camassola e Valeria Estavan, também no júri.

Estação Brasil

VIAGENS

INFINITY BLUE RESORT E SPA DIVULGA PROGRAMAÇÃO PARA A ALTA TEMPORADA

PARA

AGRADAR A TODAS AS IDADES DURANTE AS FÉRIAS DE VERÃO

CONHEÇA

ALGUMAS

DAS

NOVIDADES

DO

RESORT

B alneário Camboriú, SC – A diver- são está garantida durante a alta temporada de verão no Infinity Blue Resort e Spa, com início em

dezembro e segue até o fim do carnaval em fevereiro de 2014. “Planejamos as ativida- des de recreação para que cada hóspede possa se sentir a vontade para participar

Estação Brasil

52

independentemente

de

suas

aptidões.

Buscamos atrações educativas reu- nindo entretenimento, esporte, cul- tura, interatividade e diferentes experiências”, explica a gerente de entre- tenimento do resort Júlia Luiza da Silva. O resort – localizado à beira mar e a menos

Foto Divulgação

de cinco minutos do centro de Balneário Camboriú – é o lugar perfeito para se pas-

sar férias agradáveis com a família. Para proporcionar opções divertidas as ativida- des programadas atendem adultos, jovens

e crianças que são envolvidas em opções

de lazer de acordo com a faixa etária (4

a 6 anos e de 7 a 12 anos). Profissionais

especializados atendem bebês de 0 a 3 anos no berçário devidamente estruturado.

Diversão e entretenimento para toda a família

Para os adultos o grande destaque será

o “Infinity in Vegas”. Com um cenário e

jogos típicos de um cassino os hóspedes poderão curtir o melhor das noites de terças-feiras e sábados ao estilo Vegas durante a temporada de verão. A moe- da oficial será a “Cassineira” e entre um jogo e outro, os crupiés, que também são recreadores, vão animar o público em um ambiente agradável e descontraído. Para as crianças os destaques são os jo- gos aquáticos e atividades educativas como o Planetário – com programa onli- ne que apresenta todas as constelações.

Neste, além de aprender sobre as curio- sidades do universo estrelar, as crianças terão a oportunidade de comprovar na prática com identificação no céu de Bal- neário Camboriú as principais constela- ções, à beira-mar. Haverá também show de circo e oficinas de trapézio, malaba- res, acrobacias além da pirâmide humana, oficina de artes e jardinagem. Show de mágica e de cobras que já impressionam

a criançada o ano inteiro também pode-

rão ser assistidos durante a temporada.

Para quem gosta de praticar esportes, roda e oficina de capoeira além das tradicionais atividades como slackline, arco e flecha, escalada, vôlei, futebol, basquete, futsal, natação, polo aquático, vôlei de praia, fute- vôlei, basquete aquático, biribol e a “Pon- te do Rio que Cai” serão mais atrativos.

Informações e reservas:

www.infinityblue.com.br

Estação Brasil

SABORES

CAFÉ

PRA VOCÊ

“BEBA UM, PAGUE DOIS”.

A FILOSOFIA DO CAFFÈ SOSPESO SURGIU EM NÁPOLES, SUL DA ITÁLIA. NO BALCÃO, O CLIENTE PEDE UMA XÍCARA DE ESPRESSO E DEIXA MAIS UMA PAGA PARA OUTRO FREGUÊS FINANCEIRAMENTE DESPREVENIDO. ESSA TRADICIONAL CULTURA NAPOLITANA É BASTANTE DIFUNDIDA, EM BRASÍLIA, PELO EMPRESÁRIO E BARISTA CALABRÊS

ANTONELLO MONARDO.

B

usan-

Ná-

filo-

do

século XX, em Nápoles tinha um costu-

me consolidado principalmente no povo.

Quem iria no dois ao caixa

bar para um café pagava e falava: “Um sospeso! “.

O

ça

café

sospeso

vida.

é

uma

de

partenopea

mas

de

(região

poles),

sofia

também

No

uma

começo

O ‘‘sospeso’’ era para quem não tinha

dinheiro. Assim, antes da noite, alguém, com pouca sorte na vida, chegava e pedia:

“Tem um “sospeso” para mim?” aproximan-

do-se do balcão. Caso chegasse atrasado e o “sospeso” tinha encontrado outro “clien- te” para este providenciaria o proprietário

do

não o faria entender: Um cos-

bar

mas

Estação Brasil

tume todo napolitano que seria profunda- mente errado confundir como esmola. Era, ao contrário, um ato de dividir os proble- mas, comunicação e compreensão. Quem tem demais não esquecer quem tem de

menos. Não importa saber a quem vem oferecido. Até os anos’ 70 era um dos mui- tos ícones de Nápoles que não se encon- tra em nenhum lugar do mundo. Pelo me-

agora

aqui na Monardo Gastronomia & Cultura, aproveita para tomar um café espresso de alta qualidade, caso queira pode deixar o ‘‘sospeso’’ para outros que virão e a cada ‘‘sospeso’’ oferecido, a Monardo Gastro- nomia & Cultura, contribuirá com mais um. Boa degustação !!!

pode encontra-lo

nos até ontem,

Foto Frente Loja Monardo Gastronomia & Cultura

Estação Brasil

Agora, o empresário dá toque moderno à xíca- ra paga por outrem lançando o sospeso perso- nalizado. Os clientes da Monardo Gastronomia e Cultura podem presentear os amigos com qualquer tipo de bebida à base de café. A ca- feteria entra em contato informando o mimo.

Entrevista da Rede Globo sobre o Café Sospeso

Em troca, gentilmente, Antonello também presenteia o mesmo cliente com outra dose da bebida escolhida. “Presente ideal para degustar acompanhado”, afirma Antonello. E para a divulgação aos clientes na porta d’en- trada tem um quadro com esta mensagem:

“O CAFÉ COMO FILOSOFIA”

‘‘QUANDO UM NAPOLITANO É FELIZ POR ALGUMA RAZÃO, NO LUGAR DE PAGAR UM SÓ CAFÉ, AQUELE QUE ELE BEBERIA, PAGA DOIS, UM PARA SI E UM PARA O CLIENTE QUE ’’

CHEGARIA DEPOIS. É COMO OFERECER UM CAFÉ PARA O RESTO DO MUNDO

POR: ANTONELLO MONARDO

CAFÉ MONARDO GASTRONOMIA E CULTURA CLS 201 – BLOCO B – LOJA 9 – ASA SUL 70.232-520 BRASÍLIA (DF) BRASIL TEL. 0055+61+3425.3566 CEL. 0055+61+9971.7349 HTTP://CAFE.MONARDO.COM.BR - TWITTER: @CAFFEMONARDO

TEL. 0055+61+3425.3566 CEL. 0055+61+9971.7349 HTTP://CAFE.MONARDO.COM.BR - TWITTER: @CAFFEMONARDO Estação Brasil 56

Estação Brasil

56

TEL. 0055+61+3425.3566 CEL. 0055+61+9971.7349 HTTP://CAFE.MONARDO.COM.BR - TWITTER: @CAFFEMONARDO Estação Brasil 56

Estação Brasil

Fotos Divulgação

DESIGN

HAPPY DESIGN

DA ABD/DF TRAZ DEBATE COM HELOÍSA CROCCO NO MORAR MAIS

A DESIGNER GAÚCHA HELOÍSA CROCCO ESTEVE EM BRASÍLIA E PARTICIPOU DO DEBATE “HAPPY DESIGN”, A CONVITE DA ASSOCIAÇÃO BRALEIRA DE DESIGNERS DE INTERIORES (ABD/DF)

U ma das mais renomadas designers de interiores do país, a gaúcha He- loísa Crocco apresentou parte de seu trabalho para os convidados do

“Happy Design”, realizado no dia 20 de no- vembro, no salão de eventos da mostra Morar Mais. O público teve a oportunidade de co- nhecer o trabalho de Crocco que busca, prin- cipalmente na natureza, inspiração para criar suas obras. A designer apresentou uma série de fotos de seu trabalho que também mistura elementos étnicos na criação das mais diver- sas estampas. Crocco diversifica estampas e cores que podem ser aplicadas na decoração de ambientes (painéis, estofados, almofadas, cortinas) e até mesmo para peças de vestuário.

Ainda durante sua apresentação, os partici- pantes puderam acompanhar o trabalho de- senvolvido por Heloísa Crocco com artesãos dos municípios de Ouro Preto (Minas Gerais) e da Ilha de Marajó (Pará). Crocco reúne artistas dessas cidades e, juntos, promovem um res- gate da cultura e do artesanato local. De acor- do com a designer, o aspecto mais importante desse trabalho é trazer para as obras as prin- cipais características do artesanato, a origina- lidade e a tradição. Na Ilha de Marajó, segun-

Estação Brasil

58

do ela, o destaque fica para a arquitetura das casas que são construídas de forma
do ela, o destaque fica para a arquitetura das casas que são construídas de forma

do ela, o destaque fica para a arquitetura das casas que são construídas de forma suspensa para proteção contra a maré. “Os desenhos fei- tos nas cercas, nas casas e a forma como os mo- radores trabalham as cores é incrível”, lembra. Heloísa Crocco falou ainda sobre a vivência na natureza com a filosofia “wabi-sabi”, inspirada nos ensinamentos do Taoísmo e do Budismo.

Após a apresentação, os convidados participa- ram com perguntas para a designer. E a noite seguiu com um coquetel, quando o público pode conferir o despojado ambiente “Lounge Wi-Fi”,

projetado pela diretoria da ABD/DF, arquitetas

e designers Angela Borsoi, Sonia Lacombe, He-

loiza Alcoforado e Fátima Alvim. O local traz uma intervenção provocativa de grafismo em 3D, do artista plástico Tarciso Viriato, que pretende acolher as pessoas com alegria e descontra- ção. Além disso, 25 cadeiras de madeira, de ta- manhos variados, serão espalhadas pelo local.

SOBRE HELOÍSA CROCCO

Heloísa Crocco formou-se em Desenho pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em 1970. Fez cursos de criatividade com Tom

Hudson, do Cardiff’s College of Art of London, Inglaterra, nos anos 1974 e 1976. Fez pes- quisas sobre fibras, ao viajar, principalmente em visitas à floresta amazônica. Em viagens

a Colômbia, Venezuela, México, Peru e Uru-

guai, ela dedicou-se ao estudo das tramas, texturas e iconografia da arte pré-colombiana.

RECEBEU VÁRIOS PRÊMIOS, COMO:

1º Prêmio no Salão de Design Museu da Casa Brasileira/SP, em 1994; menção honrosa no 13º Prêmio Design Museu da Casa Brasileira/ SP, em 1999; prêmio no 26º Salão Nacional de Arte de Belo Horizonte: O Brasil Amanhã, no Museu de Arte da Pampulha, em 2000.

Estação Brasil

ESPORTE

MANÉ GARRINCHA

SEDIARÁ TORNEIO INTERNACIONAL

DE FUTEBOL FEMININO

BRASIL, ESCÓCIA, CANADÁ E CHILE

VÃO PARTICIPAR DA COMPETIÇÃO EM DEZEMBRO

Fotos Divulgação FIFA

O Estádio Nacional Mané Garrincha sediará, entre 12 e 22 de dezem- bro, o Torneio Internacional de Futebol Feminino, com a participa-

ção das seleções do Brasil, Canadá, Chile

e Escócia. A atacante Marta, do Tyresö, da

Suécia, eleita cinco vezes a melhor joga-

dora do mundo pela FIFA, está confirmada.

É a primeira vez que a competição será

disputada em Brasília. As cinco edições an-

teriores do torneio foram em São Paulo. A atacante Érika, da Seleção Brasileira, não participará do torneio devido a uma con- tusão, mas gostou da migração do cam- peonato para Brasília. “É extremamente positivo para a modalidade. Teremos ou- tro público, pessoas que não conhecem o nosso time e poderão vibrar com a nossa Seleção”, disse.

Para a ex-jogadora da Seleção Brasileira

e coordenadora de Futebol Feminino do

Ministério do Esporte, Michael Jackson, o torneio no Mané Garrincha servirá de es- pelho para uma nova geração de atletas. “É preciso que as meninas vejam nossas jogadoras em uma arena dessa magnitude.

Elas precisam saber que isso existe, e sa- ber onde elas podem chegar”, disse.“

É preciso que o futebol feminino deixe de

ser o patinho feio, e Brasília pode se tor- nar um dos centros para essas jogadoras”,

completou o secretário de Futebol do Mi-

nistério do Esporte, Antônio Nascimento. Calendário

A disputa será realizada em quatro roda- das, com dois jogos em cada dia. A equipe brasileira chega à cidade em 8 de dezem- bro, assim como a chilena. As canadenses desembarcam no dia 6, e as escocesas, no dia 9. O jogo de abertura será no dia 12 de dezembro, e a final, no dia 22 de dezem- bro.

Ingressos

Serão vendidos 35 mil ingressos nas parti- das que ocorrerão nas quartas-feiras. Para as rodadas de domingo, o estádio terá ca- pacidade máxima aberta ao público (72 mil lugares). Os valores também mudam de acordo com o dia da semana e ficam en- tre R$ 15 e R$ 40. Cada bilhete dá direito aos dois jogos de cada rodada. Mais de 600 mil brasilienses já estiveram no está- dio Mané Garrincha desde a inauguração, em maio deste ano. No gramado, a bola rolou em 13 partidas, sendo duas da Se- leção Brasileira masculina, dez pelo Cam- peonato Brasileiro e uma pelo Candangão. Em 2014, antes mesmo da Copa do Mundo da FIFA já está confirmada a realização das duas partidas finais do Campeonato Brasi- liense, nos dias 5 e 12 de abril. Pelo Mun- dial, haverá sete jogos.

Estação Brasil

Estação Brasil

EXPOSIÇÃO

“APRESENTAÇÃO | REPRESENTAÇÃO”

10 VISÕES DE FOTÓGRAFOS ALEMÃES CONTEMPORÂNEOS

DENTRO DAS COMEMORAÇÕES DO ANO DA ALEMANHA NO BRASIL, O IFA – INSTITUTO PARA RELAÇÕES CULTURAIS COM O EXTERIOR - ALEMANHA – INAUGUROU, NO DIA 25 DE OUTUBRO, A EXPOSIÇÃO “APRESENTAÇÃO | REPRESENTAÇÃO“, NO MUSEU NACIONAL DOS CORREIOS.

| REPRESENTAÇÃO“, NO MUSEU NACIONAL DOS CORREIOS. A mostra, realizada em parceria com o Goethe-Zentrum e
| REPRESENTAÇÃO“, NO MUSEU NACIONAL DOS CORREIOS. A mostra, realizada em parceria com o Goethe-Zentrum e

A mostra, realizada em parceria com o Goethe-Zentrum e a Embaixada da Alemanha, reúne o trabalho de 10 fotógrafos alemães contemporâ-

neos. A visitação ficará aberta ao público até 2 de fevereiro de 2014.

A

exposição já passou por Curitiba e Por-

to

Alegre e, depois de Brasília, segue para

Santiago, no Chile, e para a Colômbia. To- dos os artistas de “Apresentação | Repre- sentação” fazem parte da geração que tem hoje cerca de 40 anos de idade e realizam há mais de dez anos seu trabalho artístico. Muitos deles viveram e trabalharam tanto no Oeste quanto no Leste da Alemanha. Este desenvolvimento é caracterizado pelo ganho de importância que teve a Faculda- de de Artes Gráficas e do Livro de Leipzig, paralelamente à Academia de Artes de Düsseldorf.

Em uma fase de transição do meio analó- gico para o digital e também das conse- quentes transformações técnicas, surge uma nova relação entre o meio fotográfi-

co e autenticidade, desde sempre ligada à fotografia. Os fotógrafos selecionados re- fletem a situação transformada através de uma construção de autenticidade que foi conscientemente estabelecida de maneira subjetiva. Se trata de um grupo de fotógra- fos que acreditam na fotografia como uma forma de imagem independente.

Nos trabalhos individuais, eles se despren- dem do caráter comprobatório da fotogra-

fia documentária tradicional. As imagens se alternam entre a representação do mundo

e apresentação artisticamente fundamen-

tada do mesmo, que se expressa em ima-

gens individuais e permite conscientemen-

te a dúvida.

Artistas: Laurenz Berges, Albrecht Fuchs, Karin Geiger, Claus Goedicke, Uschi Huber, Matthias Koch, Wiebke Loeper, Nicola Meit- zner, Peter Piller, Heidi Specher

Curador: Thomas Weski Responsável local: Sabine Plattner (Goe- the-Zentrum Brasília)

Estação Brasil

Produtora local: Cintia d’Orsi (Goethe-Zen- trum Brasília)

Exposição - Apresentação / Representação Visitação: de 25 de outubro de 2013 a 2 de fevereiro de 2014

Local: Museu Nacional dos Correios Endereço: SCS quadra 4, bloco A, 256, ed.

Apolo - Asa Sul Horário: de terça-feira a sexta-feira, das 10h às 19h; sábados, domingos e feriados, das 12h às 18h. Entrada franca Classificação indicativa: livre Informações: 3244-6776 – com Cintia d’Orsi

Fotos Divulgação - Por: Bárbara Fragoso

livre Informações: 3244-6776 – com Cintia d’Orsi Fotos Divulgação - Por: Bárbara Fragoso Estação Brasil 63
livre Informações: 3244-6776 – com Cintia d’Orsi Fotos Divulgação - Por: Bárbara Fragoso Estação Brasil 63
livre Informações: 3244-6776 – com Cintia d’Orsi Fotos Divulgação - Por: Bárbara Fragoso Estação Brasil 63
Estação Brasil
Estação Brasil

63

DECORAÇÃO

NOVA SOLUÇÃO PARA SEPARAÇÃO DE AMBIENTES

SEPARAR AMBIENTES COM ESTILO, ISOLAR O SOM E EQUILIBRAR A TEMPERATURA DOS ESPAÇOS. ESSAS SÃO ALGUMAS DAS VANTAGENS DO USO DE SHUTTERS NA ARQUITETURA E DECORAÇÃO.

T rata-se da mais nova alternativa em janelas, portas, divisórias e preen- chimento de vãos, para o mercado de decoração e arquitetura.

Com design de ponta e acabamento exclu- sivo, os modelos ajustam as necessidades de cada ambiente, podem ser projetados em diferentes formas: de abrir, de correr ou tipo camarão (sanfonado).

Oferecem total controle de luz e privaci- dade e combinam com qualquer tendência arquitetônica, seja ela tradicional ou con- temporânea.

Por ser mais resistentes - fabricados com madeira de reflorestamento e revestidos

Estação Brasil

de poliresina - são fáceis de limpar, um pano úmido é suficiente. Além disso, pro- porcionam isolamento térmico e acústico já que a madeira absorve o calor e suas ale- tas ocas propiciam redução de ruído.

Em Brasília, os Shutters da Venero podem ser encontrados na loja Leila Bessa Tecidos Especiais que completou 10 anos no mer- cado de decoração em Brasília.

LEILA BESSA TECIDOS ESPECIAIS

SHIS QI 13 Bloco A Loja 50/ Lago Sul

Telefone: ( 61) 3248- 2581 www.leilabessa.com.br

Estação Brasil

ARTE

Fotos Divulgação

5ª EDIÇÃO

DO MERCADO DAS ARTES

NO SHOPPING ID

Estação Brasil

66

CAROLINA LANCELLE E ZOROASTRO NETO RECEBEM ARTISTAS PLÁSTICOS DE BRASÍLIA NA QUINTA E ÚLTIMA EDIÇÃO DO ANO DO MERCADO DAS ARTES.

NO SHOPPING ID. ENTRE OS DIAS 12 A 15/12, O PÚBLICO É CONVIDADO A CONFERIR MAIS DE 100 OBRAS QUE INTERAGEM COM O UNIVERSO DA MOBÍLIA E DA DECORAÇÃO.

Estação Brasil

LANÇAMENTO

LANÇAMENTO POPÓ CONTA SUA EMOCIONANTE HISTÓRIA DE VIDA EM BIOGRAFIA COM AS PRÓPRIAS-MÃOS TRAZ DETALHES DA

POPÓ CONTA SUA EMOCIONANTE HISTÓRIA DE VIDA EM BIOGRAFIA COM AS PRÓPRIAS-MÃOS TRAZ DETALHES DA TRAJETÓRIA DE ACELINO FREITAS, DESDE A INFÂNCIA ATÉ O ESTRELATO

Estação Brasil

68

Luta, briga e força nem sempre são sinô- nimos de violência. Esses substantivos servem também para falar de sobrevivên- cia, superação e sucesso. Desde pequeno, Acelino Freitas enfrentou grandes lutas em sua vida, como a fome, a miséria, a deses- trutura familiar, a tentação de seguir cami- nhos errados e o desafio próprio de conse- guir dar condições melhores à sua família.

Popó conseguiu não só alcançar esses ob- jetivos, como também emocionou sua famí- lia e amigos, cravou seu nome na história do boxe mundial e virou um dos maiores ídolos brasileiros do esporte ao lado de Pelé, Ayrton Senna, Gustavo Kuerten e Éder Jofre. Essa história emocionante é contada em detalhes pelo jornalista Wagner Sar- mento em Com as próprias-mãos, biogra-

fia de Acelino “Popó” Freitas, quatro vezes campeão mundial de boxe.

O livro traz a história de vida do campeão

dentro e fora dos ringues: o relacionamen-

to conturbado de seus pais, a influência de

seu irmão na escolha da carreira de pugi- lista, a grande virada financeira, a injustiça que quase acabou com sua reputação, o drama para atingir o peso necessário para as lutas, a consagração popular demons- trada nas urnas, além da descrição de to-

dos os combates de Acelino. Um documen-

to

histórico do esporte nacional.

O

prefácio de Com as próprias-mãos é de

Galvão Bueno, a voz que narrou a maioria das lutas da carreira de Popó.

CONFIRA ALGUMAS CURIOSIDADES APRESENTADAS NA OBRA:

• O nocaute mais rápido da carreira de Popó foi logo em seu segundo combate como pro-

fissional, contra Valdevino Monteiro, com a impressionante marca de 23 segundos; • A primeira experiência de Popó com o pugilismo foi ao treinar em um saco de areia pendurado em uma trave próxima ao casebre em que morava, incentivado por seu irmão, Luis Cláudio. Nas mãos, para servir como luvas, foram colocadas espumas de colchão amarradas com cadarços; • Popó quase se naturalizou norte-americano. Seu empresário, ao ver que seu cliente perdia muitas oportunidades de publicidade pelo fato de não sa- ber falar inglês, quis que ele residisse em definitivo nos Estados Unidos. A propos-

ta balançou Popó, mas seu amor pelo Brasil falou mais alto do que os dólares americanos;

O AUTOR

Wagner Sarmento nasceu em Recife em 1984. Herdou do pai, músico, o dom e o gos- to pelas palavras. Formado em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e em história pela Universidade de Pernambuco (UPE), é repórter do Jornal do

Commercio desde 2007. Com incursões pela poesia e pela crônica, realiza coberturas nas áreas social e de direitos humanos e con- quistou três prêmios por suas reportagens.

O maior deles foi o Prêmio Latino-America-

no de Periodismo sobre Drogas, em 2011, fruto de uma reportagem especial sobre a vida de estrangeiros presos no Brasil como soldados do tráfico internacional de drogas.

O BIOGRAFADO

Acelino Freitas é o quinto dos seis filhos de Babinha e Zuleica. Nasceu em 21 de setem- bro de 1975 na Baixa de Quintas, bairro po- bre de Salvador. Vislumbrou no boxe um ins- trumento para mudar sua história. O primeiro título chegou quando tinha apenas 14 anos.

A partir dali, o apelido de infância, Popó, vi- rou sinônimo de vitória. Foram quatro títu- los mundiais por duas categorias diferentes, uma unificação, 29 nocautes consecutivos, 39 triunfos e a honraria de se tornar super- campeão após dez defesas de cinturão. Apo- sentado do boxe, Acelino retomou os estu- dos e foi eleito, em 2010, deputado federal.

• Em 2003 Acelino recebeu um inusita-

do convite para posar nu em uma revista.

Como era uma proposta totalmente diferen-

te dos seus objetivos de vida, ele recusou.

Estação Brasil

Estação Brasil

Estação Brasil 71
Estação Brasil
71

Estação Brasil