Você está na página 1de 4
Ia cotre fo- EU SEI QUE VOU TE AMAR SAMBA CANCAO Letra de Misica de VINICIUS DE MORAIS ANTONIO CARLOS JOBIM EMA - 77 EDITORA MUSICAL ARAPUA AVENIDA IPIRANGA, 1123 — SAO PAULO — BRASIL EU SEI QUE VOU TE AMAR SAMBA CANCAO, Masica de ANTONIO CARLOS JOBIM Letra de VINICIUS DE MORAKS Tats Lento a te — if aaa — Por téda minha vida_eu vou te amar Em cada despedida_eu vou te amar — — Desesperadamente, eu sei que vou teamar. _ E earch sess wo = rb Prete ot ner que eu = 7 ra sei que vou teamer Por téda minhe vida. Eu sei que vou chorar A cada_austneia eel Copyrigh © 1960 by Editra Musical Arapud - Av. Ipiranga, 1129 - S60 Poulo - Breil Todos 05 Grelios reservaces - Copyniaht Internacional Assegurado - Impresso no Bist! EMA - 77 tua.eu you chorar oF Teer oS Eu sci (due vou sofrer % 7 = -tura de viver Eu soi que vou te amar Por toda minha vida eu vou te amar Em coda despedida eu vou te an Desosporadamente, eu sei que vou te amar E cada verso meu seré Pri to dizer quo ea 20i quo vou te amar Por toda minha vida, Bu soi que vou chorar A cada ausénein tus eit vou chorar Mas cada volia tua ha de apagar © quo essa auténcia tus me causou Bu sei que vou sofrer A eterna desventure de viver ‘A espera de viver go lado teu Por toda minha vida EMA - 77 Mas cada volta tua hi de ap: ‘ALespera de viver a0 lado teu — © que essa_auséncia Asterna desven_ ae Por téda minha SONETO DA FIDELIDADE De tudo, a0 meu amor sere! atenio Antes, © com tal z8lo, © sempre, ¢ tanto Que mesmo om face do maior encanto Déle se encanta mais meu pensamanto. Quero vivé-lo em cada vio momento E em seu louvor hei de espalhar meu canto E rir meu riso e derramar meu pranto ‘Ao seu pesar ou seu contentamento E assim, quando mals tarde me procure Quem sabe a morte, angistia de quem vive Quem sabe a solidao, fim de quom ama Eu posse me dizer do amor (que tive) ‘Que nao seja imorial, pésto que ¢ chame Mas que seja infinito' enquanto cure. Vinicius de Morais Obras de Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Morais A FELICIDADE CAMINHO DE PEDRA CAMINHOS SEM FIM CANGKO DO AMOR DEMAIS CHEGA DE SAUDADE & PRECISO DIZER ADEUS EU NAO EXISTO SEM Voce EU SEI QUE VOU TE AMAR ESTRADA BRANCA FREVO JANELAS ABERTAS. LUCIANA MARIA DA GRAGA MODINHA. MULHER SEMPRE MULHER © NOSSO AMOR POR TODA A MINHA VIDA PRAIA BRANCA UM NOME DE MULHER VIDA BELA. Obras de Antonio Carlos Jobim AS PRAIAS DESERTAS ESTE SEU OLHAR VALSA ROMANTICA Obras de de Morais ANOITE ME AMA EU E MEU AMOR MEDO DE AMAR SERENATA DO ADEUS TEMPO SERA samba angio ‘samba ‘cangao ‘samba samba samba samba toeda frevo samba valsa ‘samba modinha ‘samba ‘samba samba cangéio aio. ‘samba angio ‘samba samba valsa samba cangiio ‘samba samba angio samba cancaio OBRAS DIVERSAS BOM DIA TRISTEZA samba de Vinicius de Morais © Adoniran Barbooa DEIXA samba de Baden Powell © Vinicius de Moraic DESAFINADO samba de A. C. Jobim © Nowton Mendonca ESTRADA DO SOL toada de A. C. Jobim ¢ Dolores Duran FRASE PERDIDA samba de A. C. Jobim © Marino Pinto SUCEDEU ASSIM ‘samba do A. C. Jobim ¢ Marino Pinto PRA QUE CHORAR samba do Badon Powell © Vinicius de Morais unneSacenn = areoe ion « torn Ln, Somat ean 2 Iran Enact! Ke 1775220 > 5. Ne CO7E.SES T- 08-84 - Dme