Você está na página 1de 5

Escola Secundária com 3º Ciclo do Ensino Básico Dr. Joaquim de Carvalho

3080-210 Figueira da Foz

Telefone: 233 401 050

Fax: 233 401 059

E-mail: esjcff@mail.telepac.pt

12º12º12º12º ano,ano,ano,ano, turmaturmaturmaturma AAAA ++++ FFFF

11º11ººº TesteTesteTesteTeste dededede AvaliaçAvaliaçãoAvaliaçAvaliaçãoãoão dededede FísicaFísicaFísicaFísica

2222 dededede NovembroNovembroNovembroNovembro dededede 2005200520052005

GRUPOGRUPOGRUPOGRUPO IIII

(Versão(Versão(Versão(Versão 22)22)))

Nas cinco questões deste grupo são indicadas cinco hipóteses, A, B, C, D e E, das quais só uma está correcta. Escreve, na tua folha de prova, a letra correspondente à alternativa que seleccionaste.

1.1.1.1. Uma partícula de massa 200 g com velocidade inicial

r

v

0

= −

4 e r

x

+

6 e r

y

(m s

-1

)

foi sujeita a uma força

r

. A posição inicial da partícula coincide com a origem do sistema de eixos xOy.

Qual das seguintes opções pode corresponder à trajectória da partícula nos primeiros 3 segundos do seu movimento?

constante

F =

r

0,8 e

(N)

x

O

(A)(A)(A)(A)

seu movimento? constante F = r 0,8 e (N) x O (A)(A)(A)(A) O ((B((BB)B))) O ((C((CC)C)))

O

((B((BB)B)))

constante F = r 0,8 e (N) x O (A)(A)(A)(A) O ((B((BB)B))) O ((C((CC)C))) ((D((DD)D))) O

O

((C((CC)C)))

= r 0,8 e (N) x O (A)(A)(A)(A) O ((B((BB)B))) O ((C((CC)C))) ((D((DD)D))) O ((E((EE)E))) O
((D((DD)D)))
((D((DD)D)))

O

((E((EE)E)))
((E((EE)E)))

O

2.2.2.2. Um projéctil foi lançado obliquamente para cima de um ponto ao nível do solo suposto horizontal. Qual dos gráficos corresponde ao módulo da sua velocidade em função do tempo?

O

(A)(A)(A)(A)
(A)(A)(A)(A)

O

((B((BB)B)))
((B((BB)B)))

O

((C((CC)C)))
((C((CC)C)))

O

((D((DD)D)))
((D((DD)D)))

O

Página 1 de 5

((E((EE)E)))
((E((EE)E)))

1º Teste de Física – 12º ano A+F – 02/11/2005

Professor: Carlos Portela

3.3.3.3. Um carrossel de um parque de diversões roda com rapidez constante. A Daniela encontra-se num ponto A a uma distância d do centro e o Ivo num ponto B a uma distância 2d do centro (ver figura 1).

(A)(A)(A)(A)

A aceleração do Ivo é dupla da aceleração da Daniela.

(B)(B)(B)(B)

As velocidades do Ivo e da Daniela são sempre paralelas.

(C)(C)(C)(C)

A frequência do movimento do Ivo é dupla da frequência do

(D)(D)(D)(D)

movimento da Daniela. O período do movimento do Ivo é duplo do período do movimento

da Daniela. (E)(E)(E)(E) A velocidade angular do Ivo é dupla da velocidade angular da Daniela.

AAAA d BBBB 2d Figura 1
AAAA
d BBBB
2d
Figura 1

4.4.4.4. De um ponto A largou-se um corpo, considerado pontual, suspenso de um fio inextensível e de massa

g : o corpo oscila, com atrito

desprezável, entre as posições A e C (ver figura 2). Ao lado é apresentado um gráfico (ver figura 3) que mostra uma grandeza física no eixo das ordenadas ( y ) em função do tempo ( x = t ), no intervalo de tempo

desprezável num local onde a aceleração da gravidade tem módulo igual a

necessário para o corpo se deslocar desde A até C. AAAA CCCC O BBBB Figura
necessário para o corpo se deslocar desde A até C.
AAAA
CCCC
O
BBBB
Figura 2
Figura 3

A grandeza representada no eixo das ordenadas pode ser o módulo:

(A)(A)(A)(A)

da tensão no fio.

(B)(B)(B)(B)

do peso do corpo.

(C)(C)(C)(C)

da velocidade do corpo.

(D)(D)(D)(D)

da aceleração normal do corpo.

(E)(E)(E)(E)

da aceleração tangencial do corpo.

5.5.5.5. Considera o movimento de um corpo, no intervalo de tempo de t = 0 s seguintes equações paramétricas:

x

y

=

=

t

t

+ 1

3

3

t

2

+

2

t

(SI)

a

t = 2 s ,

de acordo com as

(A)(A)(A)(A)

A aceleração do corpo é constante.

(B)(B)(B)(B)

A posição inicial da partícula corresponde à origem do sistema de eixos.

(C)(C)(C)(C)

A componente da velocidade segundo o eixo dos yy muda de sinal duas vezes.

(D)(D)(D)(D)

A projecção do movimento do corpo é uniforme no eixo dos xx e uniformemente variado no eixo dos yy.

(E)(E)(E)(E)

A velocidade é nula no instante t 0,42 s .

Página 2 de 5

Escola Secundária com 3º Ciclo do Ensino Básico Dr. Joaquim de Carvalho

3080-210 Figueira da Foz

Telefone: 233 401 050

Fax: 233 401 059

E-mail: esjcff@mail.telepac.pt

GGRUPOGGRUPORUPORUPO IIIIIIII

1. Considera o movimento do centro de massa de uma bola que desce um plano inclinado:

r

r

t

( )

=

(5

t +

r

2) e

x

+

(6

t t

2

r

) e

y

(SI)

1.1.1.1.1.1.1.1. Caracteriza o movimento em cada um dos eixos.

1.2.1.2.1.2.1.2. A que distância da posição inicial se encontra a bola ao fim de 2 segundos?

1.3.1.3.1.3.1.3. Calcula a velocidade média da bola nos primeiros 2 segundos do seu movimento.

1.4.1.4.1.4.1.4. Em que instante a posição varia mais rapidamente, em t = 1,0 s ou em t = 4,0 s ? Justifica esboçando

o gráfico que considerares adequado nos primeiros 4 s do movimento.

1.5.1.5.1.5.1.5. Em que instante muda mais rapidamente o módulo da velocidade, em t = 2,0 s

Justifica.

ou em t = 5,0 s ?

2. Uma roda gigante de um parque de diversões descreve um movimento circular e uniforme. A roda tem 24,0 m de diâmetro e executa uma volta em 30 s. Quando

um passageiro, de massa 80 kg, passa na posição mais baixa o seu centro de massa encontra-se a uma distância de 1,5 m da periferia da roda (ver

figura 4). Considera

PPPP 24 m 1,5 m
PPPP
24 m
1,5 m

Figura 4

g = 9,8 m s

-2

.

2.1.2.1.2.1.2.1. Caracteriza a resultante das forças que actua sobre o passageiro ao passar na posição mais alta.

2.2.2.2.2.2.2.2. Se o passageiro estivesse sobre uma balança dinamómetro, quando é que esta marcaria quando este passa na posição mais alta?

2.3.2.3.2.3.2.3. Estabelece uma relação entre os módulos da velocidade do passageiro nas posições mais baixa e mais alta.

2.4.2.4.2.4.2.4. Escolhe qual das opções representa correctamente o diagrama de força que actua sobre o passageiro ao passar na posição P (ver figura 4).

r r N N r P I II
r
r
N
N
r
P
I
II
 

r

r

N

N

 

r

  r  
 

P

r

P

 

III

IV

Página 3 de 5

 

r

N

r

r

 

P

P

 

V

1º Teste de Física – 12º ano A+F – 02/11/2005

Professor: Carlos Portela

3.

Um projéctil de massa 500 g é lançado com velocidade

indica a figura 5. A velocidade inicial faz um ângulo de 37º com a direcção horizontal do solo. A energia cinética mínima do projéctil durante o seu movimento é de 25 J. Despreza os efeitos do atrito e considera

0 de um ponto P que dista 2,0 m do solo, como

r

v

g

= 10 m s

-2

.

3.1.3.1.3.1.3.1. Determina o módulo de

r

v

0

.

3.2.3.2.3.2.3.2. Escreve as equações paramétricas do movimento do projéctil (se não

resolveste a alínea anterior considera

3.3.3.3.3.3.3.3. Utilizando

a

calculadora

adoptado, determina:

gráfica

e

r

v

0

= 12 m s

explicando

-1

o

).

procedimento

3.3.1.3.3.1.3.3.1.3.3.1. a altura máxima atingida pelo projéctil; 3.3.2.3.3.2.3.3.2.3.3.2. o instante em que atinge o solo.

y r v 0 37 2,0 m x
y
r
v
0
37
2,0 m
x

Figura 5

solo

3.4.3.4.3.4.3.4. Faz um esboço da trajectória representando as componentes normal e tangencial da aceleração em dois pontos da trajectória, A e B, correspondendo, respectivamente, ao instante inicial e ao instante em que atinge o projéctil atinge a altura máxima.

Figura 6
Figura 6

4. Num trabalho laboratorial com a máquina de Atwood (figura 6: considera-se desprezável

a massa da roldana e o fio ideal) os alunos pretendiam verificar que a aceleração do sistema era inversamente proporcional à soma das massas dos corpos suspensos. Para isso mantiveram constante a diferença entre as

massas dos dois corpos (esta diferença manteve- se igual a 5,0 g) e variaram a massa total do sistema. Mediram o tempo necessário para que o corpo mais pesado descesse 150 cm. Construíram

a tabela reproduzida ao lado: m + M é a massa

total do sistema, t é o intervalo de tempo e a é a aceleração.

m + M

t

a

(g)

(s)

(m s -2 )

105

2.52

0.471

155

3.05

0.323

205

3.56

0.237

305

4.23

0.167

4.1.4.1.4.1.4.1. Demonstra que a aceleração do sistema obedece à seguinte expressão:

( M

 

M

m

a

=

g

M

+ m

(

M > m )

e m são as massas dos corpos suspensos e g é o módulo da aceleração da gravidade)

4.2.4.2.4.2.4.2.

Escolhe um dos valores da aceleração e verifica se foi correctamente calculado.

4.3.4.3.4.3.4.3.

Verifica se os resultados da experiência estão de acordo com as expectativas teóricas.

4.4.4.4.4.4.4.4. Constrói o gráfico da aceleração em função do inverso da soma das massas dos corpos e determina a melhor linha de ajuste. O que representa o declive dessa linha?

Página 4 de 5

Escola Secundária com 3º Ciclo do Ensino Básico Dr. Joaquim de Carvalho

3080-210 Figueira da Foz

Telefone: 233 401 050

Fax: 233 401 059

E-mail: esjcff@mail.telepac.pt

FORMULÁRIOFORMULÁRIOFORMULÁRIOFORMULÁRIO

Em todas as expressões deste formulário

t representa o tempo

r r r r r • r ( ) t = x t ( )
r
r
r
r
r
r
( )
t
= x t
( ) e
+ y t
( ) e
+ z t
( ) e
LeiLeiLeiLei dodododo movimentomovimentomovimentomovimento (((( r (t) )))) ……………………………………………………………………….……….………….……….……………………………………………………………
x
y
z
x,
y, z - coordenadas de posição
r
r
r
d
r
VelocidadeVelocidadeVelocidadeVelocidade (((( v(t)
)))) …………………
……………………… ……… ……… ……………………… ……… ……………………… ………………………………… ……… ……… ……… ………
v
(
t
) =
d
t
r(t) r
-
vector posição
r
r
d
v
AceleraçãoAceleraçãoAceleraçãoAceleração
(((( a(t) r )))) ………………… ………………… …………………
…………………
……… ……… ……… ………
………………… ………………… ………………… …………………
a
(
t
) =
d
t
v(t) r
-
velocidade
2
r
d
v
AceleraçãoAceleraçãoAceleraçãoAceleração (((( a(t) r )))) ………………… ………………… …………………
…………………
……… ……… ……… ………
………………… ………………… ………………… …………………
a
( )
t
=
v e r
+
e r
t
n
d
t
R
v - valor ou módulo da velocidade;
R - raio de curvatura
d
θ
• VelocidadeVelocidadeVelocidadeVelocidade angularangularangularangular (valor)(valor)(valor)(valor) ((((ω(t) )))) ………….………………… ………….………………… ………….…………………
………….…………………
ω
( )
t
=
d t
θ - posição angular
d
ω
• AceleraçãoAceleraçãoAceleraçãoAceleração angularangularangularangular (valor)(valor)(valor)(valor) ((((α(t) )))) ………………………………………….…….…….…….………….…….……… …….…….……… ………
………
α
(
t
)
=
d t
ω - velocidade angular (valor)
1
2
E
=
m v
E
c
• EnergiaEnergiaEnergiaEnergia cinéticacinéticacinéticacinética ((((
)))) ……… ……… ………
………
…………………………….…… …………………………….…… …………………………….…… …………………………….……
2
c
m
- massa;
v - módulo da velocidade
EnergiaEnergiaEnergiaEnergia potencialpotencialpotencialpotencial gravíticagravíticagravíticagravítica ((((
E
)))) ……………………….…… ……………………….…… ……………………….…… ……………………….……
E
=
m g h
Pg
pg
m
- massa;
g - aceleração da gravidade (módulo)
h - altura
r
r
r
ResultanteResultanteResultanteResultante dasdasdasdas forçasforçasforçasforças ((((
F
)))) ……………………………….…… ……………………………….…… ……………………………….…… ……………………………….……
F
m a
R =
R
m
- massa;
a r - aceleração

Página 5 de 5