Você está na página 1de 10
RIDER DE SOM ACÚSTICO MTV TOUR 2003 ENERGIA ELÉTRICA A produção local do espetáculo, juntamente

RIDER DE SOM ACÚSTICO MTV TOUR 2003

ENERGIA ELÉTRICA

A produção local do espetáculo, juntamente com a companhia de energia elétrica do seu estado, são os responsáveis pelo fornecimento de energia que alimentará todo o sistema de sonorização e iluminação do evento. No entanto, sempre é bom lembrar, que na maioria das vezes, estas pessoas não têm informações suficientes, nem conhecimento técnico para calcular o consumo que necessitamos. O resultado disto, freqüentemente, é a queda do fornecimento, causando assim, a interrupção do espetáculo.

Sabemos que, dependendo do estrago causado em cabos, transformadores ou demais componentes que conduzem a energia até o palco, muitas vezes, é impossível dar seqüência a apresentação do artista. Nestes casos, corremos riscos que podem ser fatais. O adiamento pacífico de um espetáculo, é prejuízo financeiro e moral a todos nós. Afinal, não soubemos administrar as dificuldades, a tempo hábil para uma solução. Adiar um espetáculo pode causar tumulto e, nesta hipótese, o prejuízo pode ser irrecuperável e incalculável.

Não deixe para resolver estas questões no dia do evento.

Em caso de transformadores, use sempre um para o equipamento de som e outro para a iluminação. Peça a instalação dos transformadores com antecedência, junto a companhia de energia fornecedora do seu estado.

Se o fornecimento de energia elétrica no local do evento costuma ter quedas freqüentes, sugerimos a locação de grupos geradores. Contrate uma empresa de grande porte e confiável.

Em caso de uma nova crise no setor energético, lembre-se de que a ANEEL proíbe o fornecimento de energia elétrica para eventos, pelas empresas fornecedoras dos estados da federação. Com isto, a demanda na locação de geradores é maior que a oferta. Sugerimos, então, que a locação de grupos geradores, seja feita com a maior antecedência possível.

Havendo black-outs (apagões) ou queda no fornecimento de energia nas proximidades do local da apresentação, estaremos todos seguros de que a apresentação do artista não será interrompida, adiada ou cancelada.

Lembre-se de que a contratação de uma empresa de locação de grupos geradores, pode ser mais barata e tem o fornecimento infinitamente mais confiável, que as empresas do seu estado, uma vez que este serviço é específico e atende somente as necessidades do seu evento.

Não é responsabilidade do artista, de sua produção e nem de sua equipe técnica, a interrupção do espetáculo, por fornecimento insuficiente de energia elétrica durante as apresentações.

Para uma apresentação isolada do grupo Cidade Negra, necessitamos de:

120

Kva - som

120

Kva - iluminação

24 Kva - margem (10%)

Total 264 Kva

Este cálculo não deve ser levado em consideração, em caso de apresentações em festivais. Como medida de segurança, as empresas de sonorização, iluminação e de projeção em telões (quando for o caso) deverão se comunicar com a empresa contratante, afim de estabelecerem a carga necessária para cada apresentação.

Todo o equipamento do artista, instalado no palco e no house mix, deverá ter energia elétrica fornecida nos seguintes padrões: 117v - 60Hz devidamente estabilizados e, jamais, a energia deverá ser desligada sem a autorização da produção do artista.

PALCO

As dimensões mínimas do palco que necessitamos são as seguintes: 14m de largura (boca de cena), 10m de profundidade e 7m de pé direito (altura).

CABINE DE CONTROLE DE SOM (HOUSE MIX)

EM LOCAIS FECHADOS: a 20m do palco, em posição central e no mesmo piso do palco.

EM LOCAIS AO AR LIVRE: a 30m do palco, coberto e em posição central.

MEDIDAS MÍNIMAS: 3,5m de larg. x 3,5m de prof. x 3m de pé direito e piso à 0,30m do solo.

A montagem das estruturas deverá obedecer o seguinte esquema:

3

SEGURANÇA NO TRÁBALO

Nos últimos anos, para prevenir acidentes que possam vir a ocorrer, o CREA (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia) tem solicitado que as empresas contratadas para a prestação de alguns serviços, tenham responsáveis técnicos pelas suas instalações.

Solicitamos a todos os promotores e produtores locais, que as empresas contratadas para a prestação de serviços, montagens e instalações de palcos, sonorização, iluminação, telões e geradores, tenham seus respectivos responsáveis técnicos, atualizados com o CREA, e que estes recolham o imposto e notifiquem o órgão, através da ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) evitando assim, que a fiscalização possa embargar as instalações do evento.

Evite acidentes usando regularmente o equipamento de segurança. Em dias de montagem e desmontagem, use o capacete, luvas, botas e o cinto de segurança. Estes procedimentos podem ser decisivos.

SONORIZAÇÃO

Equipamento de Palco: (Back Line)

01 (um) amplificador GK 400 RB

02

(dois) amplificadores Roland JC 120

01

(um) microfone Shure SM 87 B UHF

SISTEMA DE MONITOR

CONSOLES DE MONITOR:

01

(um) Soundcraft: Series Five, SM 20 ou SM 16

48

canais de entrada

04

equalizadores paramétricos com Q variável

HPF ajustável Inversor de fase e 48v Phanton Power (por canal)

20 vias de mixagem + L,R com inversão de fase nos Masters

Wedge Control

02 fontes chaveadas automática e eletronicamente

RACK DRIVER DO MONITOR:

14

Equalizadores* 1/3 de oitava Klark Tecnic / BSS / Ciclotron

01

Crossover 3 way / 4 way (estéreo) para o Side-field

01

Crossover 3 way / 4 way (estéreo) para os subwoofers da Bateria e do Baixo

01

Analisador de espectro Klark Tecnic / Audio Control

01

Sistema de Intercom (P.A. x Mon)

01

Amplificador de potência (para alimentar o shaker)

01

Power Suply Furmann PL-8 (com luminárias)

Não aceitamos equalizadores digitais e com controle remoto, sob hipótese alguma.

RACK DE EFEITOS DO MONITOR:

02 Yamaha SPX 990 - 08 Canais de gates Drawmer / BSS - 12 Compressores dbx 160 XT

VIAS DE MONITOR:

Via 01

In Ear Monitor

Voz Principal

Via 02

EAW SM 400 (4 unid.)

Voz Principal

Via 03

In Ear Monitor

Baixo

Via 04

In Ear Monitor

Violão Base

Via 05

In Ear Monitor

Bateria

Via 06

Subwoofer

Bateria

 

Shaker

Bateria Stand by*

Via 07

Fone E-5

Violão Solo

Via 08

Fone E-5

Percussão

Via 09

Fone E-5

Teclado 1

Via 10

Fone E-5

Teclado 2

Via 11

EAW SM 400 (2 unid.)

Vocais

Via 12

EAW SM 400 (2 unid.)

Metais

Via 13

EAW SM 400 (2 unid.)

Stand by*

Via 14

Teclado 1 Compressor

 

Via 15

Teclado 2 Compressor

 

Side L

Efeito 1

 

Side R

Efeito 2

 

Wedge

EAW SM 400 (2 unid.)

Técnico Monitor

QUANTIDADE DE MONITORES:

11 Monitores EAW SM 222 ou SM 400 / Clair Bros. 12 AM

SUBWOOFERS DO MONITOR:

02 subwoofers EAW SB 850 para a Bateria (ligados em 2 ohms). Esta via deverá estar equipada

com um crossover que possibilite ajustar o corte de freqüência em 80Hz e amplificadores de

potência iguais as dos subwoofers do P.A

SISTEMA DE P.A.

O P.A. deverá ser montado em sistema fly (L,C,R) e, sempre respeitando as distâncias mínimas do

palco, exigidas no esquema de montagem a seguir.

O equipamento deverá ter condições técnicas de atender as necessidades do artista contratado,

estando em conformidade com o tamanho do local do espetáculo e sua capacidade de público.

É indispensável que o Diretor Técnico da empresa contratada para prestar o serviço de

sonorização, entre em contato com os técnicos do artista, com a máxima antecedência, afim de esclarecer detalhes técnicos.

SUBWOOFERS DO P.A.:

Os subwoofers (mono) deverão ser controlados por uma via auxiliar.

Observações Importantes :

Todo o equipamento deverá estar com a manutenção em dia, montado e testado até às 12h do dia da apresentação. Em caso de festivais e apresentações em conjunto com outros artistas:

- horário do soundcheck será combinado oportunamente.

- O soundcheck terá no mínimo 2h de duração (após o palco estar montado e line check efetuado pelos técnicos da empresa de sonorização)

- Os consoles de P.A. e monitor, assim como os racks drivers, de periféricos, microfones e direct boxes (DI) serão de uso exclusivo de nossa equipe técnica, não podendo assim, serem usados por outros artistas, antes que finde a apresentação do artista contratado neste documento.

- Toda e qualquer música ambiente, anterior a apresentação do artista, poderá ter controlada e limitada a pressão sonora, pela equipe técnica do artista.

CONSOLES DE P.A.:

01 (um) Amek Recall ou Soundcraft Series Five ou Europa ou Midas XL4 ou Yamaha PM 4000 ou similar desde que obedeça as seguintes características:

- 48 canais de entrada

- 04 equalizadores paramétricos com ajuste de Q variável

- 08 auxiliares

- LPF ajustável

- Inversor de fase e 48v Phanton Power (por canal)

- 08 subgrupos

- 08 VCAs

- L,C,R masters

- 02 fontes chaveadas eletrônica e automaticamente

RACK DRIVER DO P.A.:

04

Equalizadores 1/3 de oitava (L, C, R e Sub) Klark Tecnic / BSS / Ciclotron

01

Crossover 4 way estéreo (com a senha de acesso quando for o caso)

01

Analisador de espectro Klark Tecnic / Audio Control (ATENÇÃO NÃO ESQUECER)

01

Sistema de Intercom P.A. x Mon

01

CD Player

01

MD Recorder

RACK DE EFEITOS DO P.A.:

01

Lexicon PCM 80 - 02 TC Eletronic M One - 02 Yamaha SPX 990

01

Equalizador Paramétrico estéreo ( Klark Teknik , BSS )

10

Compressores Drawmer / dbx 160 XT / BSS

10

Canais de gate Drawmer / BSS

01

Pré amplificador + Equalizador (valvulado) Manley / Drawmer / Avalon / Focusrite

01

Compressor valvulado estéreo Drawmer / dbx / H H B

RELAÇÃO DE CANAIS

MULTI

INSTRUMENTO

MON INSERT

P.A. INSERT

MIC/DI

OBS.

 

1 Bumbo

EQ/G/C

G/C

SM 91/SM 52

 
 

2 Caixa (Pele)

G/C

G/C

SM 57

 
 

3 Caixa (Esteira)

G/C

 

SM 57

 
 

4 Contra-tempos

   

SM 81

 
 

5 Tom 1

G

G

SM 98

 
 

6 Tom 2

G

G

SM 98

 
 

7 Tom 3

G

G

SM 98

 
 

8 Surdo 1

G

G

SM 98

 
 

9 Surdo 2

G

G

SM 98

 
 

10 Pratos (L)

   

SM 81

 
 

11 Pratos (R)

   

SM 81

 
 

12 Baixo Acústico

C

C

DI

 

13 Zeta

 

C

C

DI

 
 

14 Violão Base

C

C

DI

 
 

15 Violão Toni

C

C

DI

 
 

16 Violão Solo

C

C

DI

 
 

17 Alesis (L)

   

DI

 
 

18 Alesis (R)

   

DI

 

19

01/W (L)

   

DI

 

20

02/W (R)

   

DI

 

21

M1 (L)

   

DI

 

22

M1 (R)

   

DI

 

23

Trinity (L)

   

DI

 

24

Click

   

DI

Monitor

25

Sanfona

   

AKG 565/MD 421

 

26

Mesa Over

   

SM 81

 

27

Conga Low/Ganzá

   

SM 57

 

28

Conga Hi

   

SM 57

 

29

Cuíca

   

SM 57

 

30

Bongô

   

SM 58

 

31

Timbales/Cowbell

 

C

MD

421

 

32

Talking Drum

   

SM 58

 

33

Sax

   

MD

421

 

34

Técnico de Monitor

   

SM 58

 

35

Trombone

   

RE 20

 

36

Vocal 1

   

SM 57 A

 

37

Vocal 2

   

SM 57 A

 

38

Vocal 3

   

SM 57 A

 

39

Voz Bateria

C

 

SM 57 A

 

40

Voz Violão Base

   

SM 58 ß

 

41

Voz Principal

C

C

SM 87 ß UHF

Sem Fio

42

Stand By

   

SM 58 ß

 

43

Roadie 1

   

SM 58

Monitor

44

Roadie 2

   

SM 58

Monitor

45

Efeito 1

   

SM 57

Monitor

46

Efeito 2

   

SM 57

Monitor

47

Teclado 1 (Comp)

C

   

Monitor

48

Teclado 2 (Comp)

C

   

Monitor

MAPA LOCALIZADOR DE CANAIS

MAPA LOCALIZADOR DE CANAIS 9

MAPA DE PALCO

MAPA DE PALCO 10