Você está na página 1de 2

Cara feia é fome

Como é segunda-feira, vamos falar de trabalho.

O quê!? Segunda-feira. Além de ter que ir trabalhar,.largar o aconchego do lar,


a segurança do seu castelo, a companhia dos entes queridos, a liberdade no
seu espaço e a sua privacidade. Além de ter chegado mais uma vez o
momento de abdicar de tudo isto, ainda quer FALAR de trabalho! Para alguns
isto é demais, é cruel demais.

Claro, refiro-me aqui ao TRABALHO. Àquela versão "encaixotada" da luta


diária e primitiva pela sobrevivência. Quem já "transcendeu" este cenário, este
texto não é para vocês.

Bom, voltando aqui aos meros mortais. Principalmente, aos brasileiros. Em


geral, na segunda-feira é uma desgraça A CARA DAS PESSOAS. Quem foge
da esposa ou dos filhos no trabalho também não conta. Porque aí a situação se
inverte. Mas, voltando de novo aos casos normais.

O assunto que quero tratar aqui, ocorre na verdade, todos os dias. O exemplo
da segunda-feira no trabalho é apenas para ilustrar com cores bem fortes o que
quero dizer.

É o problema da CARA FEIA! Da CARA AMARRADA! Ou pra não acharem


que estou falando de comida nem de estética, CARA DE QUEM COMEU E
NÃO GOSTOU.

E, como tudo que não se usa atrofia, o que se exercita se consolida e se


fortalece. Portanto, exercite a carranca, pra ver o que te acontece. Uma
carranca é como a imagem que ilustra esta matéria.

E o problema tanto piora na medida que se sobe na hierarquia das


organizações. Pois uma coisa muito comum é as pessoas
confundirem SISUDEZ com profissionalismo.
Este é um assunto que eu vou voltar a abordar com certeza.

Mas, na verdade é exatamente o oposto. O ser humano, dentre todo o reino


animal, é aquele que exprime com maior nível de possibilidades e de precisão,
o seu estado interno através de suas expressões. E, nosso estado interno se
refletirá exatamente nessas expressões.

Estou desconsiderando COMPLETAMENTE aqui as nuances da


dissimulação!

No reino animal não é tão simples perceber o estado deles. Vou dar um
exemplo que vi num documentário sobre vida animal. Estudando uma
comunidade de certa espécie de pássaros, os cientistas precisavam definir se
estes pássaros estavam tendo bom desempenho. Num certo sentido, se
estavam felizes. Como os pássaros não dispõem do valioso recurso da CARA
FEIA. A única maneira dos cientistas descobrirem o que queriam foi coletando
amostras de sangue para testar o nível de estresse. Grande nível de estresse
significa que os pássaros estão e estavam mesmo, com dificuldades. A partir
daí os cientistas puderam mapear o problema e buscar soluções.

Nos seremos humanos, grande estresse é igual a CARA FEIA. Não precisa de
exame de sangue.

Portanto, não se engane. Ambientes tristes e sérios demais. Não são bom
sinal. É sinal de ineficiência. Que gera estresse demasiado. Que gera CARA
FEIA.

É segunda-feira, não entrei no ritmo ainda. Então não chateia que não estou de
bom humor. Procure-me na quinta que te explico o resto!

No fim das contas CARA FEIA É FOME! Acho que vou almoçar

Vanderlei Dallagnolo