Você está na página 1de 155

Faculdade Pitágoras São Luís

MBA em Logística Empresarial

Faculdade Pitágoras São Luís MBA em Logística Empresarial Disciplina Gestão da Cadeia de Suprimentos - Supply
Faculdade Pitágoras São Luís MBA em Logística Empresarial Disciplina Gestão da Cadeia de Suprimentos - Supply

Disciplina Gestão da Cadeia de

Suprimentos - Supply Chain

Prof. MSc. Gerisval Alves Pessoa Dezembro de 2014

Revisão 01

Gerisval Pessoa

de Suprimentos - Supply Chain Prof. MSc. Gerisval Alves Pessoa Dezembro de 2014 Revisão 01 

1 de 155

de Suprimentos - Supply Chain Prof. MSc. Gerisval Alves Pessoa Dezembro de 2014 Revisão 01 
de Suprimentos - Supply Chain Prof. MSc. Gerisval Alves Pessoa Dezembro de 2014 Revisão 01 
Compromissos de aula Três compromissos básicos em sala de aula: 1. Aprender algo novo 2.
Compromissos de aula
Três compromissos básicos em sala de aula:
1. Aprender algo novo
2. Ouvir algo que já sabe
3. Obter o máximo proveito da turma para colocar em prática.

Revisão 01

Gerisval Pessoa

que já sabe 3. Obter o máximo proveito da turma para colocar em prática. Revisão 01

2 de 155

que já sabe 3. Obter o máximo proveito da turma para colocar em prática. Revisão 01
que já sabe 3. Obter o máximo proveito da turma para colocar em prática. Revisão 01

Compromissos de aula

Compromissos de aula Cinco pontos críticos que meus alunos devem pensar sobre suas carreiras: 1. Aumentar

Cinco pontos críticos que meus alunos devem pensar sobre suas carreiras:

1. Aumentar sua rede de relacionamento imediatamente

2. Ser mais competitivos nas atividades em sala de aula

3. Descobrir o que vai fazer depois do MBA

4. Aprender muito

5. Experimentar sempre.

Revisão 01

Gerisval Pessoa

o que vai fazer depois do MBA 4. Aprender muito 5. Experimentar sempre. Revisão 01 

3 de 155

o que vai fazer depois do MBA 4. Aprender muito 5. Experimentar sempre. Revisão 01 
o que vai fazer depois do MBA 4. Aprender muito 5. Experimentar sempre. Revisão 01 
Gerisval Alves Pessoa  Mestre em Gestão Empresarial (EBAPE/FGV).  Especialista em Engenharia da Qualidade

Gerisval Alves Pessoa

Mestre em Gestão Empresarial (EBAPE/FGV).

Especialista em Engenharia da Qualidade (UEMA). Químico Industrial (UFMA)

Aperfeiçoamento em TQC (JUSE / Tóquio - Japão)

Programa de Desenvolvimento de Empreendedorismo(MIT Sloan School of Management Cambridge-MA-EUA)

Professor de Graduação e Pós-graduação

Professor Especialização em Engenharia Ferroviária (IFMA e UNDB)

Professor Especialização em Engenharia Portuária (UFRJ, UFMA e ISUTC Maputo - Moçambique)

Professor Especialização em Engenharia de Campo Qualidade (UFMA)

Professor Mestrado Energia e Meio Ambiente (UFMA)

Professor Especializações: MBA em Gerenciamento de Projetos, Gestão de Sistemas Integrados(QSMS-RS), MBA Logística Empresarial, MBA em Gestão de Pessoas e Engenharia de Produção (Faculdade Pitágoras)

Professor Especialização em Gestão Empresarial (CEST)

Professor Especializações em Gestão Estratégica de Pessoas /Qualidade / Engenharia de Segurança do Trabalho / Gestão Educacional (FAMA)

Coordenador dos Cursos de Pós-Graduação Gestão Estratégica da Qualidade e Gestão Estratégica de Pessoas (FAMA: 2004 a 2012)

Coordenador do MBA em Gestão de Pessoas (Faculdade Pitágoras São Luís)

Auditor Líder ISO 9001 e 14001 e Auditor Líder Sistema Integrado de Gestão

Instrutor Internacional de TPM (Total Productivity Maintenance)

Examinador Prêmio Nacional da Qualidade: Ciclos 2000, 2001 e 2002

Analista da Qualidade Máster (Vale)

31 anos de experiência profissional

Coautor do livro Administração: Uma visão pragmática discutindo teoria e prática

Membro do Harvard Business Review Advisory Council

Revisão 01

Gerisval Pessoa

teoria e prática  Membro do Harvard Business Review Advisory Council Revisão 01  Gerisval Pessoa

4 de 155

teoria e prática  Membro do Harvard Business Review Advisory Council Revisão 01  Gerisval Pessoa
teoria e prática  Membro do Harvard Business Review Advisory Council Revisão 01  Gerisval Pessoa
Apresentação dos Alunos  Entrevista em duplas (10 min)  Nome:  Onde trabalha*: 
Apresentação dos Alunos
 Entrevista em duplas (10 min)
 Nome:
 Onde trabalha*:
 Função*:
 Conhecimento / Experiência
 Objetivos pessoais
 Objetivos Profissionais
Responda: É possível obter vantagem
competitiva sustentável por meio da
Gestão da Cadeia de Suprimentos?
 Expectativas em relação à disciplina
Revisão 01
* Caso trabalhe
 Gerisval Pessoa
5 de 155
de Suprimentos?  Expectativas em relação à disciplina Revisão 01 * Caso trabalhe  Gerisval Pessoa
de Suprimentos?  Expectativas em relação à disciplina Revisão 01 * Caso trabalhe  Gerisval Pessoa

Cronograma das Aulas

Cronograma das Aulas Horário   13/12/2014     20/12/2014   (Sábado) (Sábado) 08h00

Horário

 

13/12/2014

   

20/12/2014

 

(Sábado)

(Sábado)

08h00 -10h00

O

que

é

Cadeia

de

Operações logísticas da cadeia de suprimentos

Suprimentos?

Conceito

e

Aplicações Iniciais

   

10h00 -10h15

 

Intervalo

 

10h15 -12h00

Organizações que compõem o

Operações logísticas da cadeia de suprimentos

processo

da

cadeia

de

suprimentos

   

12h00 -14h00

 

Almoço

 

14h00 -15h30

Gestão logística da cadeia de suprimentos

Projeto

logístico

da

cadeia

de

suprimentos

 

15h30 -15h45

 

Intervalo

 

15h45 -18h00

Gestão logística da cadeia de

Softwares aplicados à gestão da

suprimentos

 

cadeia de suprimentos

 

Revisão 01

Gerisval Pessoa

à gestão da suprimentos   cadeia de suprimentos   Revisão 01  Gerisval Pessoa 6 de

6 de 155

à gestão da suprimentos   cadeia de suprimentos   Revisão 01  Gerisval Pessoa 6 de
à gestão da suprimentos   cadeia de suprimentos   Revisão 01  Gerisval Pessoa 6 de

Cenário

Cenário A Gestão da Cadeia de Suprimentos é de suma importância na estratégia logística das empresas

A Gestão da Cadeia de Suprimentos é de suma importância

na estratégia logística das empresas como um diferencial

competitivo para a permanência delas em mercados

altamente exigentes. Portanto, há a necessidade dos alunos sejam capazes de entenderem e planejarem os cinco fluxos

críticos: de informação, de produto, de serviço,

financeiro e de conhecimento de uma forma integrada ao longo da cadeia de suprimentos.

Revisão 01

Gerisval Pessoa

e de conhecimento de uma forma integrada ao longo da cadeia de suprimentos . Revisão 01

7 de 155

e de conhecimento de uma forma integrada ao longo da cadeia de suprimentos . Revisão 01
e de conhecimento de uma forma integrada ao longo da cadeia de suprimentos . Revisão 01
Ementa Definição da Cadeia de Suprimentos. Gestão da Cadeia de Suprimentos e Estratégia Logística. Principais
Ementa
Definição da Cadeia de Suprimentos. Gestão da Cadeia
de Suprimentos e Estratégia Logística. Principais
facilitadores: Tecnologia da Informação, Estrutura
Organizacional e Tipos de Relacionamento/ Parcerias.
Aspectos Econômicos e Financeiros das Cadeias de
Suprimentos. Terceirização. Benchmarking aplicado à
Cadeia de Suprimentos. Softwares de Supply Chain
Management: introdução, estrutura e análise.

Revisão 01

Gerisval Pessoa

Softwares de Supply Chain Management: introdução, estrutura e análise. Revisão 01  Gerisval Pessoa 8 de

8 de 155

Softwares de Supply Chain Management: introdução, estrutura e análise. Revisão 01  Gerisval Pessoa 8 de
Softwares de Supply Chain Management: introdução, estrutura e análise. Revisão 01  Gerisval Pessoa 8 de
Objetivo Geral Compreender que a Gestão da Cadeia de Suprimentos, favorece a gestão da rede
Objetivo Geral
Compreender que a Gestão da Cadeia de
Suprimentos, favorece a gestão da rede logística de
maneira eficiente e eficaz.

Revisão 01

Gerisval Pessoa

favorece a gestão da rede logística de maneira eficiente e eficaz. Revisão 01  Gerisval Pessoa

9 de 155

favorece a gestão da rede logística de maneira eficiente e eficaz. Revisão 01  Gerisval Pessoa
favorece a gestão da rede logística de maneira eficiente e eficaz. Revisão 01  Gerisval Pessoa

Objetivos Específicos

Objetivos Específicos  Apresentar os conceitos iniciais acerca da gestão da cadeia de suprimentos.  Conhecer

Apresentar os conceitos iniciais acerca da gestão da cadeia de suprimentos.

Conhecer os principais processos logísticos envolvidos na cadeia produtiva.

Apresentar logísticas.

as

áreas

envolvidas

na

integração

das

operações

Discutir a importância da gestão da cadeia de suprimentos para a obtenção de vantagem competitiva em organizações que prestam serviços logísticos.

Revisão 01

Gerisval Pessoa

de vantagem competitiva em organizações que prestam serviços logísticos. Revisão 01  Gerisval Pessoa 10 de

10 de 155

de vantagem competitiva em organizações que prestam serviços logísticos. Revisão 01  Gerisval Pessoa 10 de
de vantagem competitiva em organizações que prestam serviços logísticos. Revisão 01  Gerisval Pessoa 10 de

Conteúdo Programático

Conteúdo Programático 1. A Cadeia de Suprimentos 2. Organizações que compõem o processo da cadeia de
1. A Cadeia de Suprimentos 2. Organizações que compõem o processo da cadeia de suprimentos
1.
A Cadeia de Suprimentos
2. Organizações que compõem o
processo da cadeia de
suprimentos
3.
Gestão da cadeia de
suprimentos

1.1 Definindo Cadeia de Suprimentos

1.2 Objetivo da Cadeia de Suprimentos

2.1 Organizações da Cadeia: Inbound e Outbound

2.2 Organizações de uma Cadeia Típica

2.3 A competição na cadeia de suprimentos

2.4 Gerando valor na cadeia

3.1 Definição

3.2 Cadeia de Suprimentos x SCM

3.3 Objetivos

3.4 Efeito Chicote

3.5 Evolução da Cadeia de Suprimentos

3.6 Avaliando o desempenho da cadeia

3.7 Exemplos de cadeias de suprimentos

Revisão 01

Gerisval Pessoa

Avaliando o desempenho da cadeia – 3.7 Exemplos de cadeias de suprimentos Revisão 01  Gerisval

11 de 155

Avaliando o desempenho da cadeia – 3.7 Exemplos de cadeias de suprimentos Revisão 01  Gerisval
Avaliando o desempenho da cadeia – 3.7 Exemplos de cadeias de suprimentos Revisão 01  Gerisval

Conteúdo Programático

Conteúdo Programático 4. Operações logísticas da cadeia de suprimentos – 4.1 Processos chave da cadeia de
4. Operações logísticas da cadeia de suprimentos – 4.1 Processos chave da cadeia de suprimentos
4. Operações logísticas da
cadeia de suprimentos
– 4.1 Processos chave da cadeia de suprimentos
– 4.2 Terceirização logística
– 5.1 O Triângulo estratégico da logística
5. Projeto logístico da cadeia
de suprimentos
– 5.2 Escopo da cadeia de suprimentos moderna
– 5.3 Critério para projeto da cadeia de suprimentos
– 6.1 Importância da TI na Logística
– 6.2 Desafios da TI
– 6.3 Ferramentas para gerenciar a complexidade
6. Softwares aplicados à gestão
crescente da Logística
da cadeia de suprimentos
– 6.4 Sistema ERP
– 6.5 Sistema CRM
– 6.6 Sistema SCM

Revisão 01

Gerisval Pessoa

de suprimentos – 6.4 Sistema ERP – 6.5 Sistema CRM – 6.6 Sistema SCM Revisão 01

12 de 155

de suprimentos – 6.4 Sistema ERP – 6.5 Sistema CRM – 6.6 Sistema SCM Revisão 01
de suprimentos – 6.4 Sistema ERP – 6.5 Sistema CRM – 6.6 Sistema SCM Revisão 01
Procedimentos Metodológicos  Aulas expositivas: Exposição dialogada;  Trabalhos individuais;  Formação de
Procedimentos Metodológicos
 Aulas expositivas: Exposição dialogada;
 Trabalhos individuais;
 Formação de grupos de trabalho;
 Aplicação de estudos de casos;
 Aplicação de jogos: Milk Game e Jogo de definição de modal;
 Análise crítica de textos;
Análises e debates sobre filmes;
 Workshop – solução do jogo logística.

Revisão 01

Gerisval Pessoa

e debates sobre filmes;  Workshop – solução do jogo logística. Revisão 01  Gerisval Pessoa

13 de 155

e debates sobre filmes;  Workshop – solução do jogo logística. Revisão 01  Gerisval Pessoa
e debates sobre filmes;  Workshop – solução do jogo logística. Revisão 01  Gerisval Pessoa

Avaliação da Aprendizagem

Atividades grupais em sala de aula

Participação/Integração, Pontualidade e Assiduidade

Jogo Logística

Pontualidade e Assiduidade  Jogo Logística 30% 20% 50% Aprovação: Aproveitamento mínimo de 70% na

30%

20%

50%

Aprovação: Aproveitamento mínimo de 70% na Avaliação e 75% de Frequência

Revisão 01

Gerisval Pessoa

Aprovação: Aproveitamento mínimo de 70% na Avaliação e 75% de Frequência Revisão 01  Gerisval Pessoa

14 de 155

Aprovação: Aproveitamento mínimo de 70% na Avaliação e 75% de Frequência Revisão 01  Gerisval Pessoa
Aprovação: Aproveitamento mínimo de 70% na Avaliação e 75% de Frequência Revisão 01  Gerisval Pessoa
Referências BALLOU, R H. Gerenciamento da cadeia de suprimentos . 5. ed. Porto Alegre: Bookman,

Referências

BALLOU, R H. Gerenciamento da cadeia de suprimentos. 5. ed. Porto Alegre: Bookman,

2006.

BERTAGLIA, P R. Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos. Saraiva, 2009.

BOWERSOX, D J et al. Gestão Logística de Cadeias de Suprimentos. 4. ed. Porto Alegre:

Bookman, 2014.

CHRISTOPHER, Martin. Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos: criando redes que agregam valor. 2. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2010.

CORRÊA. L. H. Administração de cadeias de suprimento e logística: o essencial. 1. ed. São Paulo: Atlas, 2014

FIGUEIREDO, K. F.; FLEURY, P. F e WANKE, P. F . Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos: planejamento do fluxo de produtos e dos recursos. 1. ed. São Paulo: Atlas, 2003

NOVAES, Antônio Galvão. Logística e gerenciamento da cadeia de distribuição. 3.ed.

Rio de Janeiro: Campus, 2007.

PIRES, S R. I. Gestão da cadeia de suprimentos: conceitos, estratégias, práticas e casos. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

TAYLOR, David A. Logística na cadeia de suprimentos. São Paulo: Pearson, 2005

Revisão 01

Gerisval Pessoa

TAYLOR, David A. Logística na cadeia de suprimentos. São Paulo: Pearson, 2005 Revisão 01  Gerisval

15 de 155

TAYLOR, David A. Logística na cadeia de suprimentos. São Paulo: Pearson, 2005 Revisão 01  Gerisval
TAYLOR, David A. Logística na cadeia de suprimentos. São Paulo: Pearson, 2005 Revisão 01  Gerisval

Referências

Sites

Aslog www.aslog.com.br

Referências Sites Aslog – www.aslog.com.br Canal Logística – www.canallogistica.com.br Guia Logística –

Canal Logística www.canallogistica.com.br

Guia Logística www.guialog.com.br

ILOS - Especialistas em Logística e Supply Chain

Imam www.imam.com.br

Portal Log Web www.logweb.com.br

Revista Log&Man www.imam.com.br Revista Mundo Logística: http://www.revistamundologistica.com.br/portal/index.shtml Revista tecnologística - www.tecnologistica.com.br Portal beer game - http://www.beergame.org/software

Vídeos

1. Cadeia de Suprimentos e Logística da Mega Fábrica da Lego

2. Programa de gestão da cadeia de suprimentos do MIT - Lemonade Video

Revisão 01

Gerisval Pessoa

5. Custos logísticos https://www.youtube.com/watch?v=E2W505EhagM Revisão 01  Gerisval Pessoa 16 de 155

16 de 155

5. Custos logísticos https://www.youtube.com/watch?v=E2W505EhagM Revisão 01  Gerisval Pessoa 16 de 155
5. Custos logísticos https://www.youtube.com/watch?v=E2W505EhagM Revisão 01  Gerisval Pessoa 16 de 155

Referências

Vídeos

6. Gestão de Cadeia de Suprimentos - parte I

7.Gestão de Cadeia de Suprimentos - parte II

7.Gestão de Cadeia de Suprimentos - parte II

8. Gestão de Cadeia de Suprimentos - parte III

9. Gestão de Cadeia de Suprimentos - parte IV

10. Gestão de Cadeia de Suprimentos - parte V

11. Gestão da cadeia de suprimentos FDC

12. Supply Chain Management - Cadeia de suprimento https://www.youtube.com/watch?v=E1viFYWocGU

13. O que é Cadeia de Suprimentos? Conceito e Aplicações Iniciais

Revisão 01

Gerisval Pessoa

14. Canal Ilos https://www.youtube.com/channel/UCC75PDA3jAm0fwSuUuOJoYQ Revisão 01  Gerisval Pessoa 17 de 155

17 de 155

14. Canal Ilos https://www.youtube.com/channel/UCC75PDA3jAm0fwSuUuOJoYQ Revisão 01  Gerisval Pessoa 17 de 155
14. Canal Ilos https://www.youtube.com/channel/UCC75PDA3jAm0fwSuUuOJoYQ Revisão 01  Gerisval Pessoa 17 de 155
Contatos gerisval@terra.com.br http://pt.slideshare.net/gerisval http://www.scribd.com/gerisval
Contatos
gerisval@terra.com.br
http://pt.slideshare.net/gerisval
http://www.scribd.com/gerisval
http://www.twitter.com/gerisval
http://www.gerisval.blogspot.com
http://www.facebook.com/gerisval
http://www.linkedin.com/in/gerisval
+ 55 98 99114 4699

Revisão 01

Gerisval Pessoa

http://www.linkedin.com/in/gerisval + 55 98 99114 4699 Revisão 01  Gerisval Pessoa 18 de 155

18 de 155

http://www.linkedin.com/in/gerisval + 55 98 99114 4699 Revisão 01  Gerisval Pessoa 18 de 155
http://www.linkedin.com/in/gerisval + 55 98 99114 4699 Revisão 01  Gerisval Pessoa 18 de 155

Questões Centrais

1.

Por que o interesse na gestão da cadeia de suprimentos cresceu tanto nas últimas duas décadas?

2.

Como a gestão da cadeia de suprimentos pode influenciar a

competitividade e o desempenho financeiro da organização?

 

3.

Quais

atividades

estão

envolvidas

na

gestão

da

cadeia

de

suprimento?

 

4.

A quem

cabe

a

responsabilidade

pela

gestão

das

cadeias

de

suprimento?

Revisão 01

Gerisval Pessoa

a responsabilidade pela gestão das cadeias de suprimento? Revisão 01  Gerisval Pessoa 19 de 155

19 de 155

a responsabilidade pela gestão das cadeias de suprimento? Revisão 01  Gerisval Pessoa 19 de 155
a responsabilidade pela gestão das cadeias de suprimento? Revisão 01  Gerisval Pessoa 19 de 155
Questões Centrais Em um mundo atual de alta competitividade e complexo a Cadeia de Suprimentos
Questões Centrais
Em um mundo atual de alta competitividade e complexo a Cadeia de
Suprimentos tem que manter seu o ritmo de crescimento em
mercados em constante mudanças. Esta não é tarefa fácil.
Que elementos devem ser considerados?
 Como você identifica os pontos fortes e fracos da estratégia
existente, e corrigir as falhas durante a preparação para um futuro
imprevisível?

Revisão 01

Gerisval Pessoa

e corrigir as falhas durante a preparação para um futuro imprevisível? Revisão 01  Gerisval Pessoa

20 de 155

e corrigir as falhas durante a preparação para um futuro imprevisível? Revisão 01  Gerisval Pessoa
e corrigir as falhas durante a preparação para um futuro imprevisível? Revisão 01  Gerisval Pessoa
UNIDADE I A Cadeia de Suprimentos
UNIDADE I
A Cadeia de Suprimentos

Revisão 01

Gerisval Pessoa

UNIDADE I A Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 21 de 155

21 de 155

UNIDADE I A Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 21 de 155
UNIDADE I A Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 21 de 155

Definindo Cadeia de Suprimentos

Revisão 01

Gerisval Pessoa

Definindo Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 22 de 155

22 de 155

Definindo Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 22 de 155
Definindo Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 22 de 155

Cadeia de Suprimentos

Valores desejados

Cadeia de Suprimentos Valores desejados Fornecimento primário Cadeia de valor Consumidor final Valores agregados Revisão

Fornecimento

primário

Cadeia de valor
Cadeia de valor

Consumidor

final

Fornecimento primário Cadeia de valor Consumidor final Valores agregados Revisão 01  Gerisval Pessoa 23 de

Valores agregados

Revisão 01

Gerisval Pessoa

Fornecimento primário Cadeia de valor Consumidor final Valores agregados Revisão 01  Gerisval Pessoa 23 de

23 de 155

Fornecimento primário Cadeia de valor Consumidor final Valores agregados Revisão 01  Gerisval Pessoa 23 de
Fornecimento primário Cadeia de valor Consumidor final Valores agregados Revisão 01  Gerisval Pessoa 23 de

Cadeia de Suprimentos

Trata de todas as atividades de movimentação e armazenagem, que

facilitam o fluxo de produtos desde o ponto de aquisição de insumos até o ponto de consumo final, acompanhados dos

fluxos de informações, com o propósito de providenciar níveis de

serviços adequados aos clientes a um custo razoável.

providenciar níveis de serviços adequados aos clientes a um custo razoável. Revisão 01  Gerisval Pessoa

Revisão 01

Gerisval Pessoa

providenciar níveis de serviços adequados aos clientes a um custo razoável. Revisão 01  Gerisval Pessoa

24 de 155

providenciar níveis de serviços adequados aos clientes a um custo razoável. Revisão 01  Gerisval Pessoa
providenciar níveis de serviços adequados aos clientes a um custo razoável. Revisão 01  Gerisval Pessoa

Cadeia de Suprimentos

Visão Sistêmica da cadeia de suprimentos de uma empresa

Cadeia de Suprimentos Visão Sistêmica da cadeia de suprimentos de uma empresa Revisão 01  Gerisval

Revisão 01

Gerisval Pessoa

Cadeia de Suprimentos Visão Sistêmica da cadeia de suprimentos de uma empresa Revisão 01  Gerisval

25 de 155

Cadeia de Suprimentos Visão Sistêmica da cadeia de suprimentos de uma empresa Revisão 01  Gerisval
Cadeia de Suprimentos Visão Sistêmica da cadeia de suprimentos de uma empresa Revisão 01  Gerisval
Cadeia de Suprimentos Estrutura de uma Cadeia de Suprimentos
Cadeia de Suprimentos
Estrutura de uma Cadeia de Suprimentos

Revisão 01

Gerisval Pessoa

Cadeia de Suprimentos Estrutura de uma Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 26 de

26 de 155

Cadeia de Suprimentos Estrutura de uma Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 26 de
Cadeia de Suprimentos Estrutura de uma Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 26 de
Cadeia de Suprimentos Tipos de ligações
Cadeia de Suprimentos
Tipos de ligações

Revisão 01

Gerisval Pessoa

Cadeia de Suprimentos Tipos de ligações Revisão 01  Gerisval Pessoa 27 de 155

27 de 155

Cadeia de Suprimentos Tipos de ligações Revisão 01  Gerisval Pessoa 27 de 155
Cadeia de Suprimentos Tipos de ligações Revisão 01  Gerisval Pessoa 27 de 155

Cadeia de Suprimentos

Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 28 de 155

Revisão 01

Gerisval Pessoa

Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 28 de 155

28 de 155

Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 28 de 155
Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 28 de 155
Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 29 de 155
Cadeia de Suprimentos
Revisão 01
 Gerisval Pessoa
29 de 155
Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 29 de 155
Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 29 de 155
Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 30 de 155
Cadeia de Suprimentos
Revisão 01
 Gerisval Pessoa
30 de 155
Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 30 de 155
Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 30 de 155
Cadeia de Suprimentos F o C r o n n e s c u e
Cadeia de Suprimentos
F
o
C
r
o
n
n
e
s
c
u
e
m
d
i
o
d
r
Operações
o
r
I
n
i
F
c
i
i
n
a
a
l
l

Revisão 01

Gerisval Pessoa

u e m d i o d r Operações o r I n i F c

31 de 155

u e m d i o d r Operações o r I n i F c
u e m d i o d r Operações o r I n i F c
Cadeia de Suprimentos F o C r o n n e s c u e
Cadeia de Suprimentos
F
o
C
r
o
n
n
e
s
c
u
e
m
d
i
o
d
r
Operações
o
r
I
n
i
F
c
i
i
n
a
a
l
l
Revisão 01
 Gerisval Pessoa
32 de 155
u e m d i o d r Operações o r I n i F c
u e m d i o d r Operações o r I n i F c
Cadeia de Suprimentos F o C r o n n e s c u e
Cadeia de Suprimentos
F
o
C
r
o
n
n
e
s
c
u
e
m
d
i
o
d
r
Operações
o
r
I
n
i
F
c
i
i
n
a
a
l
l
Revisão 01
 Gerisval Pessoa
33 de 155
u e m d i o d r Operações o r I n i F c
u e m d i o d r Operações o r I n i F c

Objetivo da Cadeia de Suprimentos

Revisão 01

Gerisval Pessoa

Objetivo da Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 34 de 155

34 de 155

Objetivo da Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 34 de 155
Objetivo da Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 34 de 155
Cadeia de Suprimentos Objetivo na Empresa (Valor) Utilidade de Lugar Satisfação do Cliente Utilidade Utilidade
Cadeia de Suprimentos
Objetivo na Empresa (Valor)
Utilidade
de Lugar
Satisfação
do Cliente
Utilidade
Utilidade
de
de Posse
Momento

Revisão 01

Gerisval Pessoa

de Lugar Satisfação do Cliente Utilidade Utilidade de de Posse Momento Revisão 01  Gerisval Pessoa

35 de 155

de Lugar Satisfação do Cliente Utilidade Utilidade de de Posse Momento Revisão 01  Gerisval Pessoa
de Lugar Satisfação do Cliente Utilidade Utilidade de de Posse Momento Revisão 01  Gerisval Pessoa

Cadeia de Suprimentos

Objetivo na Empresa

Satisfação do Cliente
Satisfação
do Cliente

Revisão 01

Está relacionada com a capacidade de um produto ou serviço atender ou exceder às necessidades ou expectativa dos clientes

Gerisval Pessoa

de um produto ou serviço atender ou exceder às necessidades ou expectativa dos clientes  Gerisval

36 de 155

de um produto ou serviço atender ou exceder às necessidades ou expectativa dos clientes  Gerisval
de um produto ou serviço atender ou exceder às necessidades ou expectativa dos clientes  Gerisval

Cadeia de Suprimentos

Objetivo na Empresa

Utilidade de Lugar Satisfação do Cliente
Utilidade
de Lugar
Satisfação
do Cliente

Utilidade de lugar é o valor criado ou

agregado a um produto ao torná-lo disponível para compra ou consumo no lugar certo (Transportes)

ao torná-lo disponível para compra ou consumo no lugar certo (Transportes) Revisão 01  Gerisval Pessoa
ao torná-lo disponível para compra ou consumo no lugar certo (Transportes) Revisão 01  Gerisval Pessoa

Revisão 01

Gerisval Pessoa

ao torná-lo disponível para compra ou consumo no lugar certo (Transportes) Revisão 01  Gerisval Pessoa

37 de 155

ao torná-lo disponível para compra ou consumo no lugar certo (Transportes) Revisão 01  Gerisval Pessoa
ao torná-lo disponível para compra ou consumo no lugar certo (Transportes) Revisão 01  Gerisval Pessoa

Cadeia de Suprimentos

Objetivo na Empresa

Satisfação do Cliente Utilidade de Momento
Satisfação
do Cliente
Utilidade
de
Momento

Utilidade de momento é o valor criado ou agregado a um produto

ao torná-lo disponível para compra

ou consumo no momento certo.

(Estoques)

Revisão 01

Gerisval Pessoa

ao torná-lo disponível para compra ou consumo no momento certo . (Estoques) Revisão 01  Gerisval

38 de 155

ao torná-lo disponível para compra ou consumo no momento certo . (Estoques) Revisão 01  Gerisval
ao torná-lo disponível para compra ou consumo no momento certo . (Estoques) Revisão 01  Gerisval

Cadeia de Suprimentos

Objetivo na Empresa

Utilidade de posse é o valor criado

ou agregado a um produto ao se permitir que o cliente adquira esse produto Ex: oferta de crédito, descontos por

volume, prazos de pagamento

Satisfação do Cliente Utilidade de Posse
Satisfação
do Cliente
Utilidade
de
Posse

Revisão 01

Gerisval Pessoa

por volume, prazos de pagamento Satisfação do Cliente Utilidade de Posse Revisão 01  Gerisval Pessoa

39 de 155

por volume, prazos de pagamento Satisfação do Cliente Utilidade de Posse Revisão 01  Gerisval Pessoa
por volume, prazos de pagamento Satisfação do Cliente Utilidade de Posse Revisão 01  Gerisval Pessoa
UNIDADE II Organizações que compõem o processo da cadeia de suprimentos
UNIDADE II
Organizações que compõem o
processo da cadeia de
suprimentos

Revisão 01

Gerisval Pessoa

UNIDADE II Organizações que compõem o processo da cadeia de suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa

40 de 155

UNIDADE II Organizações que compõem o processo da cadeia de suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa
UNIDADE II Organizações que compõem o processo da cadeia de suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa

Cadeia de Suprimentos

Organizações da Cadeia Inbound e Outbound

Cadeia de Suprimentos Organizações da Cadeia Inbound e Outbound Revisão 01  Gerisval Pessoa 41 de

Revisão 01

Gerisval Pessoa

Cadeia de Suprimentos Organizações da Cadeia Inbound e Outbound Revisão 01  Gerisval Pessoa 41 de

41 de 155

Cadeia de Suprimentos Organizações da Cadeia Inbound e Outbound Revisão 01  Gerisval Pessoa 41 de
Cadeia de Suprimentos Organizações da Cadeia Inbound e Outbound Revisão 01  Gerisval Pessoa 41 de
Cadeia de Suprimentos A competição na Cadeia de Suprimento
Cadeia de Suprimentos
A competição na Cadeia de Suprimento

Revisão 01

Gerisval Pessoa

Cadeia de Suprimentos A competição na Cadeia de Suprimento Revisão 01  Gerisval Pessoa 42 de

42 de 155

Cadeia de Suprimentos A competição na Cadeia de Suprimento Revisão 01  Gerisval Pessoa 42 de
Cadeia de Suprimentos A competição na Cadeia de Suprimento Revisão 01  Gerisval Pessoa 42 de
Cadeia de Suprimentos Gerando Valor na Cadeia de Suprimentos
Cadeia de Suprimentos
Gerando Valor na Cadeia de Suprimentos

Revisão 01

Gerisval Pessoa

Cadeia de Suprimentos Gerando Valor na Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 43 de

43 de 155

Cadeia de Suprimentos Gerando Valor na Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 43 de
Cadeia de Suprimentos Gerando Valor na Cadeia de Suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 43 de
UNIDADE III Gestão da cadeia de suprimentos
UNIDADE III
Gestão da cadeia de suprimentos

Revisão 01

Gerisval Pessoa

UNIDADE III Gestão da cadeia de suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 44 de 155

44 de 155

UNIDADE III Gestão da cadeia de suprimentos Revisão 01  Gerisval Pessoa 44 de 155