Você está na página 1de 9

Mr.

Jones é um maníaco depressivo de 40 anos que alterna fases de


feliz euforia e triste depressão. A primeira crise ocorre após conseguir um
emprego como marceneiro em uma construção, lá ele tenta voar subindo no
telhado colocando sua vida em perigo, mais é impedido por um marceneiro, que
no futuro torna-se um grande amigo, o apoiando no tratamento. Assim que
desce do telhado, Mr. Jones é internado em um hospital psiquiátrico, mais logo
recebe alta e volta a ter nova crise chocando uma platéia esnobe de uma
orquestra após subir ao palco para reger uma sinfonia de Beethoven, sendo
novamente internado.

Entre idas e vindas ao hospital psiquiátrico ele conhece a Dra. Elizabeth


Bowen que o ajuda a recuperar sua lucidez e com quem tem um caso
amoroso.

Clau fiz esse texto mais resumido, pois acho que assim conta a doença
dele, e o outro resumia o filme, acho que esse ta no mesmo estilo do que vc
colocou em uma mente brilhante.

Dados de Identificação do Cliente


Iniciais do Nome: Mr J. Idade: Sexo: Masculino
Estado civil: solteiro Nº filhos: 0
Instrução: Profissão: carpinteiro Religião:
Diag. Médico: Disturbio biolar afetivo

Apresentação do Problema

Queixa principal expressa pelo paciente:


Data de início e como iniciou: iniciou-se à 20 anos
O que pensa que o deixou doente e ao que acha que a doença está
relacionada: o filme não indica dados que possamos relacionar, porém há uma
parte em que Mr Jones está em surto e antes de cair no sono após sedativo
chama pela mãe, acreditamos que algo com sua mãe esteja relacionado com
sua doença, pois ele não gosta de fala dos seus pais.
O que os outros pensam da sua doença ? acham que ele é louco
Usa medicação, qual a indicação ? tem indicação de lítio

Dimensão Física
Alterações das Atividades de Vida Diária
Nutrição (hábitos, mudanças), Apetite, Peso, Dieta, Preferências alimentares,
Eliminações, Sono e repouso, Trabalho, Lazer e Recreação, O que mais gosta
de fazer em ordem de preferência, Atividade sexual, Hábitos/vícios/frequência,

Não se concentra nas atividades que realiza. Gasta todo seu dinheiro. È
extremamente observador e eufórico. Gosta de passear e se divertir sempre
com um humor exagerado de felicidade.
Comportamento: (agressividade, idéias de suicídio, agitação, etc, Outros) Seu
comportamento é de extrema excitação, felicidade exagerada, expansivo e
eufórico.

História de Doenças
Hospitalizações, motivos: surtos, quando subiu no telhado de uma construção
por querer voar e quando fica alucinado ao assistir um concerto e quis tomar o
lugar do maestro.
História de doenças familiares:
Outros:

Exame Físico:

Dados Antropométricos: altura, peso, sinais vitais


Aparência Geral: marcha, higiene, expressão corporal, atitudes
Cabeça e Pescoço:
Tórax e Abdomen:
MMII e MMSS:
Dimensão Emocional
Afetividade – como se sente, há quanto tempo está assim, como expressa
sentimentos. Anotar sentimentos predominantes do cliente, comunicação, etc.

Se sente feliz de mais expressando alegria de vida em exagero. Está assim


durante 20 anos. Relata ter tido seu primeiro surto na faculdade, onde ingeriu
73 cápsulas de aspirina, pois sua namorada Ellen o teria abandonado.

Dimensão Intelectual
Memória: sem alterações
Orientação: está orientado em tempo e espaço.
Juízo e Crítica (consciência de que está doente, providências que tomou e por
que, que comportamento está alterado, incomoda os outros ?)
Têm consciência de está doente, mas não consegue supera-la sozinho; sendo
esse o motivo pelo qual não consegue prosseguir aos tratamentos propostos.
Pensamento: pensa muito rápido, é inteligente, porém não consegue sintetizar
e entender seus pensamentos.

Dimensão Social:
Autoconceito (calmo, seguro, inseguro, medroso, nervoso, irritado,
desconfiado, outro tipo) e por que:
A auto imagem alterou com a doença ? não
Relações com família, amigos, pessoas do trabalho, da enfermaria, etc.: não
menciona ter família, porém, as únicas pessoas em quem ele tem confiança
para se relacionar é sua médica e o seu amigo de trabalho Howard.

Avaliação do Aluno
Quais problemas ou dificuldades que o paciente apresenta? Elabore principais
diagnósticos.

Felicidade exagerada
Problema de Enfermagem

Diagnóstico de Enfermagem (NANDA)

Ansiedade

Características definidoras

• Agitação;
• Movimentos pouco comuns;
• Nervosismo;
• Observação atenta;
• Excessivamente excitado;
• Irritabilidade;
• Ansioso;
• Confusão;
• Tendência a culpar outros.
Fatores Relacionados

• Associação familiar;
• Conflito inconsciente quanto a valores essenciais da vida.
Sistema de classificação das intervenções de Enfermagem (NIC)

Problema de Enfermagem

Diagnóstico de Enfermagem (NANDA)

Confusão Aguda

Características definidoras

• Agitação;
• Movimentos pouco comuns;
• Nervosismo;
• Observação atenta;
• Excessivamente excitado;
• Irritabilidade;
• Ansioso;
• Confusão;
• Tendência a culpar outros.
Fatores Relacionados

• Associação familiar;
• Conflito inconsciente quanto a valores essenciais da vida.
Sistema de classificação das intervenções de Enfermagem (NIC)

Problema de Enfermagem

Diagnóstico de Enfermagem (NANDA)

Interação Social Prejudicada

Características definidoras

• Comportamento de interação social malsucedidos;


• Interação disfuncional com outras pessoas.
Fatores Relacionados

• Ausência de pessoas significativas;


• Processos de pensamento perturbados.
Sistema de classificação das intervenções de Enfermagem (NIC)

Surtos
Problema de Enfermagem
Diagnóstico de Enfermagem (NANDA)

Desobediência

Características definidoras

• Comportamento indicativo de falta de aderência;


• Evidência de exarcebação de sintomas;
• Falha em progredir.
Fatores Relacionados

• Sistema de valores do indivíduo.

Sistema de classificação das intervenções de Enfermagem (NIC)

Problema de Enfermagem

Diagnóstico de Enfermagem (NANDA)

Risco de Lesão

Fatores de Risco

• Externo, físico;
• Psicológico;
• Disfunção sensorial.
Sistema de classificação das intervenções de Enfermagem (NIC)

Problema de Enfermagem

Diagnóstico de Enfermagem (NANDA)


Processos do Pensamento Perturbado

Características definidoras

• Interpretação imprecisa do ambiente;


• Racioncínio impróprio.
Sistema de classificação das intervenções de Enfermagem (NIC)

Problema de Enfermagem

Diagnóstico de Enfermagem (NANDA)

Risco de Violência Direcionado a Outro

Fatores de Risco

• Comportamento suicida;
• História de violencia contra outros, ex jogar objetos;
• História de comportamento anti-social violento, ex recusa em tomar
medicamento e ignorar instruções.

Sistema de classificação das intervenções de Enfermagem (NIC)

Paginas de referência NANDA: 32,64,177,102,183,225,281

Não coloquei esse:


• Intolerância a Atividade 38
• Comunicação Verbal Prejudicada 61 (acho que ele se expressa muuuito
bem)
Problema de Enfermagem

Nutrição

Diagnóstico de Enfermagem (NANDA)


Déficit no autocuidado para alimentação

Características Definidoras

• Ingerir alimentos suficientes.


Fator Relacionado
• Ansiedade grave
Sistema de classificação das intervenções de Enfermagem (NIC)

Esse acho ki serve em ambas as fases pke ele não come nem kdo ta mto feliz
e nem qdo ta em depressao

Problema de Enfermagem

Diagnóstico de Enfermagem (NANDA)


Conflito de Decisão

Características Definidoras

• Verbaliza incerteza quanto a escolhas


Fator Relacionado
• Déficit de sistema de apoio
Sistema de classificação das intervenções de Enfermagem (NIC)

Escolhi este pke ele fala ki naum consegue se tratar por não ter ninguém pra
apóia-lo na fase de depressao ele esta eu acho....

Problema de Enfermagem

Nutrição

Diagnóstico de Enfermagem (NANDA)


Risco de Suicídio

Fatores de Risco
Conportamentais
• História de tentativa de suicídio anterior;
Psicológicos
• Trastorno psiquiátrico (transtorno bipolar)
Sistema de classificação das intervenções de Enfermagem (NIC)

Gente, mudei umas coisas ki estavam mais pra cima... no histórico sabe...

E os nanda ki eu achei ki servem .... os ki a claudia coloko as numerações


de pagina eu naum fiz pke naum tem no meu nanda.... kualker coisa me
liguem...