Você está na página 1de 1

“A Igreja dos Miseráveis”

O número de igrejas tem-se multiplicado vertiginosamente nestes últimos tempos. Muitos se


reúnem e professam um evangelho que o Senhor Jesus não proclamou, nem seus apóstolos.
Eis algumas características da igreja dos miseráveis: Não crêem em Cristo como diz as
Escrituras. Professam um Jesus conforme a sua carnal compreensão.
O maior problema dos membros da igreja dos miseráveis vem de seus líderes que se auto-
intitulam mestres, doutores apóstolos, tais líderes valorizam mais suas instituições do que as
pessoas. Seus ensinamentos se fundamentam em preceitos humanos.
Seus esforços se concentram em manter os crentes debaixo do julgo da servidão, a exemplo
proíbem certos alimentos, vestes, com pretexto de santidade.
O formalismo é a tônica de suas reuniões.
Os líderes se tornaram profissionais da fé. Onde o evangelho deles é fonte de lucro.

Não entendo a linguagem empregada pelos da ‘igreja dos miseráveis’ uma vez que a bíblia diz
que os cristãos já receberam todas as bênçãos espirituais, enquanto, eles continuam prometendo
aos seus congregados falsas ‘bênçãos’ Ef 1: 3.

Desconsideram que Pedro disse, que os cristãos já receberam tudo que diz respeito à vida eterna
e piedade II Pe 1: 3.

Enquanto Jesus disse aos seus ouvintes para não trabalhar pela comida que perece, antes pela que
permanece para a vida eterna, os da igreja dos miseráveis proclamam que se os homens vierem à
sua igreja, deixarão de ser pobres, e irão adquirir muitos bens Jo 6: 27.

Jesus mesmo alertou que não devemos buscá-lo com o fito de obter o pão necessário a
subsistência, antes, deveriam buscá-lo como Senhor Jo 6: 26.

A tônica da igreja dos miseráveis não e a palavra do evangelho que é semente incorruptível e
poder de Deus para os que crêem, antes vivem a procura de milagres, predições, riquezas, etc.

A bíblia manda os cristãos pensarem nas coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à
destra de Deus, os miseráveis focam as suas pregações em crendices populares tais como
maldições, trabalhos de feitiçaria, superstições, etc.

A bíblia diz que os cristãos são mais que vencedores, e os da igreja dos miseráveis concitam aos
seus membros a ‘declarar’ vitória.

A bíblia demonstra que a vida dos cristãos está escondida com Cristo em Deus, e os da igreja dos
miseráveis proclamam um medo sórdido do diabo. Enquanto a bíblia diz que criatura alguma (e
o diabo está incluso neste rol), pode separar o cristão do amor de Deus, promovem o medo e
apresenta aquele que foi vencido na cruz do calvário como o responsável pelas vicissitudes da
vida de seus adeptos.

Enquanto a bíblia diz que o crente deve confiar em Deus, Aquele que move as montanhas, os da
igreja dos miseráveis concitam os seus congregados a terem fé na fé. Eles não apregoam a fé em
Deus, antes alegam que se os seus membros tiverem fé, devem comporta-se conforme esperam:
doando os seus bens,...