Você está na página 1de 12

TAXA PAGA

Portugal
Carrazedo Montenegro

Boletim informativo nº 28 Director: José Maria Costa

Jou
Jou tem
tem novo
novo executivo
executivo
na
na Junta
Junta de
de Freguesia
Freguesia
Págs. 7 a 9

Padre João Magalhães Gonçalves


apresentou “À flor do Verso”
Pág. 4

António Santos Silva revela em Jou


uma caminhada até às origens
Pág. 5
Associação Cultural Desportiva e Social de Jou

música ao vivo para dança (25/12/2009)

Para a Passagem de Ano Reserve já a sua mesa


e peça mais informações através
telf: 259539017/962535195
Especial

Editorial nº 28
Mais uma edição de O JOUENSE, Nas autárquicas, em Outubro, para meza, alterando o que for neces-
mais um momento para deixar um a câmara, tratava-se de escolher sário alterar, definindo objectivos
registo sobre algo que me apraz entre a continuidade de uma equi- concretos e exequíveis que vão de
destacar ou reflectir. Nesta edição, pa já conhecida e uma nova equi- encontro aos interesses e necessi-
permitam-me que aborde três pa. O povo optou por renovar a dades da população.
assuntos diferentes. confiança na primeira, dando a
Assim, começaria por destacar a maioria à candidatura do partido Outro ponto, para deixar o registo
ocorrência de dois momentos elei- socialista. O mesmo aconteceu na da publicação do livro de poesia “
torais, o primeiro em Setembro e o eleição da assembleia municipal, À Flor do Vento” da autoria do nos-
segundo em Outubro. onde um candidato sobejamente so conterrâneo Padre João Gonçal-
Nas legislativas, em Setembro, conhecido não conheceu oposição. ves, que vem confirmar a sua
estava em causa perceber até que Para a Junta de Freguesia de Jou, capacidade no domínio das pala-
ponto o povo penalizaria ou não a apresentaram-se três listas a vras e na eloquência expressiva da
actuação do governo chefiado por sufrágio. Uma liderada pelo presi- amalgama de sentimentos, valores
José Sócrates, responsável pela dente em exercício, enquanto as e experiências que “constroem” o
implementação de um grande con- outras duas apareciam com candi- homem. Alterando a letra, diria –
junto de medidas que abrangeram datos também capazes, ambos “Irmão de peixe, bom nadador é”!
todos os sectores da vida do país, membros dos órgãos autárquicos Finalmente, a apresentação que
com especial ênfase no sector anteriores. O facto de haver três se impunha, na sua terra natal, do
público, concretamente na saúde listas gerou, pelo menos aparente- pintor António Santos Silva,
e na educação. Como era previsto, mente, grandes dúvidas nos jouen- (Toninho Correio para os amigos)
o partido socialista ganhou as elei- ses, ninguém arriscando ou não com uma obra intitulada “ O Pere-
ções perdendo a maioria absoluta, querendo arriscar qualquer previ- grino”. A necessidade de repor e
ficando “obrigado” a governar para são. estabelecer a paz com as origens
o povo e para a oposição. Esperam Depois de uma campanha “bem” está na génese deste trabalho,
-se, na minha opinião, momentos disputada, as eleições decorreram recorrendo o artista às memórias
de forte e acesa discussão politica com normalidade e o povo ditou a distantes da história familiar para
e interessantes “arranjos” entre os vitória da lista dos candidatos pro- dar vida às suas emoções e afec-
líderes partidários, com avanços, postos pelo partido socialista, con- tos.
recuos, propostas e cedências. Vai ferindo-lhe folgada vantagem, indi- Obrigado a ambos, ilustres filhos
ser o tempo de alguns políticos cação clara de que havia vontade desta modesta mas orgulhosa ter-
engolirem um ou outro sapo de mudança. ra, mãe de poetas e escritores.
dependendo a azia provocada, do A mudança aconteceu. Agora há Um Santo e Feliz Natal!
estado de saúde do comedor e do que assumir essa responsabilida- O Director
tamanho do comido. de com confiança, coragem e fir- José Maria Costa

2
Especial
“Serviço de Informação à Comunidade” chega à Freguesia de Jou

Associação disponibiliza serviço


de apoio à população e associados
A Associação Cultural Desportiva e Mirandela. sócios que não deixem de usufruir
Social Jou (A.C.D.S.J.) pretende Aqui podem ainda obter informa- destes serviços, e para que partici-
prestar apoio informativo, para ções úteis, tais como elaborar um pem em todas as actividades orga-
isso, tem criado alguns serviços de Curriculum Vitae e redigir uma car- nizadas pois elas são promovidas
apoio aos associados e população ta de apresentação. a pensar em todos, pois esta
em geral. Para além disso, os utentes colectividade faz muito gosto ver
No edifico sede encontra-se um podem encontrar uma receita dife- os seus associados e população
quadro com informações, tais rente em cada semana, para que em geral a usufruírem deste edifi-
como ofertas possíveis de empre- possam fazer pratos apetitosos, co sede.
gos no nosso concelho e nos con- para desta forma deliciarem os Relembra-se ainda a disponibilida-
celhos limítrofes, nomeadamente seus familiares e amigos. de da Biblioteca e de uma exposi-
Valpaços, Vila Real, Chaves e A Associação apela ainda aos ção de Pintura. *

Festa dedicada aos Avós de Jou


No dia 20 de Setembro realizou-se a informação passada, tal, como a Gigante” contada pela funcionária
a festa dos avós da nossa fregue- origem desta doença e como fazer desta instituição, na qual alguns
sia, uma justa homenagem a uma melhor alimentação, para que dos avós tiveram a sua interven-
quem tem tantos anos de vida e estas duas enfermidades não pro- ção.
uma enorme experiência. gridam. Terminada a parte teórica No fim o Sr. Alexandre com a sua
Esta tarde recreativa teve o seu a enfermeira passou a medir o concertina e outras pessoas com
início com a actuação do grupo de nível de glicemia no sangue. outros instrumentos, tocaram
cantares de Jou, que mais uma vez Enquanto algumas pessoas iam umas cantiguitas para os avós
e apesar de se encontrar um boca- fazendo a medição da diabetes, o dançarem.
do reduzido, protagonizou uma grupo de cantares de Pedras Sal- Assim terminou esta festa dos
boa actuação. gadas fez a sua actuação. avós, com muita alegria e boa dis-
Após a sua actuação, começaram Terminada esta actuação os ido- posição em todos os presentes e
as jornadas “Jou vive com Saúde” sos, foram aconchegar o estôma- com o desejo que esta comemora-
promovidas pela enfermeira Sónia go, visto que, a tarde já ia longa e ção volte a repetir-se para o ano
Amaro, que apresentou dois temas o lanche já se exigia. que vem.
relacionados com a saúde, tendo Após se terem deliciado com os
sido eles, os diabetes e o coleste- “petiscos” que cada um tinha trazi- *Cristina Serôdio
rol. Estas, são duas doenças que do e com uma deliciosa canja que
alguns dos avós presentes são a Associação confeccionou, estive-
portadores, por isso foi importante ram a ouvir a história do “Nabo
3
Notícias
Apresentação do livro

“À flor do Verso”
do Pe. João Magalhães Gonçalves
do autor, em terras Moçambica- Angola. Em 1968 foi para Moçam-
nas, onde sofreu na pele as bique ficando na cidade da Beira
experiências desumanas da como Coadjutor na Paróquia da
guerra e da descolonização. Catedral.
O P. Magalhães, na sua breve Em 1973, é colocado no Seminário
intervenção, entregou o livro de Santo António de Chimoio onde
nas mãos dos presentes e leccionou a disciplina de Portu-
No dia 6 de Novembro de 2009, daqueles que o lerem, pois nas guês, ao então 6° e 7° anos. Pas-
pelas 19.00 horas, realizou-se, no suas palavras “este livro já não é sa para o Ensino Público quando o
Café Comunitário da Fraternidade meu, é de todos os que o lerem, Ensino Particular foi nacionalizado
Franciscana de Nossa Senhora compreenderem e sentirem”. Con- após a Independência de Moçam-
dos Anjos, em Setúbal, a apresen- cluiu, agradecendo a presença de bique em Junho de 1975.
tação do livro “À Flor do Verso” do tantos amigos e confrades e desta- Em Dezembro de 1976 regressa a
P. João Magalhães Gonçalves. cou, como determinantes na apari- Portugal e é colocado no Liceu Eça
O evento, teve a participação de ção pública desta obra: o seu con- de Queirós na Póvoa do Varzim.
muitos amigos, colegas do autor frade Frei Miguel Loureiro e o seu Em 1978-80 lecciona no Liceu
quando professor, e elementos da editor e impressor, Sr. António Camilo Castelo Branco, em Vila
comunidade cristã da Capela de Santos administrador da Corlito, Real.
Nossa Senhora dos Anjos. prestigiada casa impressora de Faz o estágio em Setúbal e aí con-
A apresentação esteve a cargo da Setúbal. tinuou durante os últimos 28 anos,
Dr.ª Maria Aldegundes Fonseca, Esta obra pode ser lida na nossa como professor de Português. Tra-
que também assina o prefácio. Biblioteca. Esperamos a sua visita. balhou em várias Escolas da Cida-
Nas suas palavras, destacou a de, vindo a aposentar-se em Julho
amizade de há anos e a comunhão Nota bibliográfica: de 2005, procurando sempre con-
dos gostos literários do autor e, ciliar a vida de professor com as
referindo-se à obra, definiu-a estru- João Magalhães Gonçalves, é suas responsabilidades de Sacer-
turalmente como “um mosaico Padre Franciscano, nasceu a 18 dote e Franciscano.
resultante da mistura de códigos, de Fevereiro de 1939, em Freiria – Em 1997 reedita o trabalho de
onde os valores culturais, religio- Jou. Andou pelas sete partidas do Armindo Augusto "O Drama de
sos e humanos se materializam na mundo, se tal se pode afirmar: Miguel Torga" com o título "Miguel
palavra”. Destacou ainda, a longa Braga, Torres Vedras, Leiria e Lis- Torga, o Drama de existir" que Cra-
gestação da obra, “no rasto dos boa onde se ordenou sacerdote bée Rocha, esposa do poeta, defi-
passos do poeta”, pois nela sur- em 15 de Agosto de 1963. Foi niu como “… um dos poucos estu-
gem referências poéticas de há secretário do Perfeito Apostólico dos sérios sobre a obra do poeta”.
anos e sobretudo a permanência, da Guiné-Bissau e Capelão em J. Mata Fernandes
4
Notícias
António Santos Silva tem patente mais um trabalho de pintura em Jou

Uma caminhada até às origens


Foi inaugurada domingo, 8 de exposição não se folgou e per-
Novembro, na Associação Cultural sistiu durante o magusto que
Desportiva e Social (A.C.D.S.) de se seguiu.
Jou, uma Exposição de Pintura da A mesma contou com a ilustre
autoria de António Santos Silva, presença do Presidente da
que estará patente até ao dia 15 Câmara de Murça, João Teixei-
de Março de 2010. ra, que manifestou todo o seu
Denominada por “O Peregrino” e apoio a actividades do género
recorrendo à técnica de pigmento quer naquele espaço quer em
acrílico, o pintor reflectiu, através todo o concelho. Em jeito de
da obra, a viagem ao seu passado surpresa, revelou ainda que
levando os presentes até à casa António Santos Silva será alvo
onde nasceu, no mais profundo e de um estudo biográfico e
puro dos sentimentos, o amor social por parte da Escola Pro-
pelos seus pais. Nesta mostra fissional de Murça e inserido
estão patentes doze das dezoito num grupo restrito de personalida- Jou, António Macedo, este último
telas que compõem a totalidade des ligadas à arte e cultura, em na qualidade de anfitrião, entre
do tema onde se pode visualizar, representação do concelho, que a outras entidades locais e muitas
também, um pouco da história, da breve prazo irá ser incluído no pessoas anónimas.
vida e das gentes da Freguesia de âmbito de um protocolo de inter- O evento, marcado pela festa e
Jou. câmbio cultural entre Murça e a familiaridade agradou a todos os
A mostra foi preenchida por uma cidade italiana de Spello. que participaram e em particular
boa moldura humana que aos pou- Estiveram ainda presentes o Presi- ao pintor António Santos Silva que
cos preencheu as salas da A.C.D.S. dente da Assembleia Municipal de se confessou emocionado e feliz
de Jou. A emoção que contagiou Murça, Belmiro Morais Vilela, o com o convívio que pôde ter com
os presentes durante o decorrer Presidente da Junta de Jou, Carlos “as gentes da minha terra”.
da apresentação e abertura da Silva, o Presidente da A.C.D.S. de

Alguns momentos deste evento:

5
Especial - Autárquicas 09
Professor José Maria Costa vai continuar a ser o braço direito do presidente João Teixeira

Vice-Presidente da Câmara de Murça


continua a ser de Jou

Dr. João Teixeira Sr. Belmiro Vilela

Momento de assinatura do compromisso de tomada de posse


Prof. José Maria Costa

As Eleições Autárquicas 2009 na área Sócio-Cultural e da Educa- Ao longo dos últimos anos a nossa
foram realizadas em 11 de Outu- ção e da Promoção e Informação Freguesia tem tido a oportunidade
bro. Estava em disputa a eleição municipais, compreendendo os de “ter uma voz” no interior da
do Presidente da Câmara Munici- domínios da Cultura, do Lazer e do governação municipal, o que faz
pal, os seus Vereadores e Assem- Desporto, Educação, bem como a com que este executivo municipal
bleia Municipal e dos presidentes informação municipal e a promo- tenha a perfeita consciência do
de Juntas de Freguesia e as res- ção turística. Assegurará ainda a “Jou real” e das suas carências.
pectivas Assembleias. coordenação em termos políticos Infelizmente as politicas não per-
Sem grandes surpresas, a candi- dos seguintes sectores da Divisão mitem fazer tudo de uma vez só,
datura liderada pelo Dr. João Tei- Social e Cultural: Sector da Biblio- mas olhemos para o nosso lado e
xeira venceu as eleições para a teca, Auditório e Arquivo Histórico; analisemos as voltas que estas
Câmara Municipal de Murça, onde Sector Cultural e Desportivo; Gabi- terras deram, que apesar de frias
já nomeou como o seu braço direi- nete de Educação e Apoio Social, têm nas suas gentes corações
to e com as funções de vice- bem como a coordenação das ini- quentes, aliás um reconhecimento
presidente, o nosso conterrâneo e ciativas promocionais e activida- traduzido pelo contributo do resul-
amigo, o professor José Maria Cos- des de Relações Públicas e Infor- tado eleitoral do passado dia 11
ta. Com as funções de Vice- mação ao Munícipe. de Outubro, onde uma esmagado-
Presidente, que já não são novas ra maioria dariam a sua confiança
para José Maria, visto já ter exerci- a este homem que “ama Jou”.
do estas funções no anterior man-
dato. O autarca de Jou acumula João Monteiro
ainda as funções de coordenação
e a gestão da actividade municipal Os Vereadores: Dr. Pedro Barroso;
Eng. Paulo Calvão e Eduardo Lopes

6
Especial - Autárquicas 09
Jouenses elegeram com maioria absoluta nova Assembleia de Freguesia

Carlos Silva quer Junta de Freguesia


“Mais perto das pessoas”

Momento de assinatura do compromisso de tomada de posse


Sr. Carlos Ramos Silva

A eleição da Assembleia de Fre- dora. seus eleitores, as suas ideias, as


guesia do dia 11 de Outubro vai Finalmente o rumo desta freguesia suas propostas e os seus proble-
ficar na história de Jou, pelo facto mudou, uma nova esperança sur- mas e no fim concretizem obra.
de ser a primeira vez que o Partido ge no pensamento dos Jouenses, São com certeza pessoas dignas
Socialista ganha umas eleições uma esperança em que a fregue- de estar à frente da nossa junta e
com maioria absoluta. sia de Jou, seja melhor, mais pessoas capazes de fazerem esta
Mas fica particularmente na histó- desenvolvida, ainda mais atraente, mudança de atitudes, perante nós,
ria, porque as pessoas da nossa mais inovadora e mais social. população, e guiar esta freguesia,
freguesia finalmente conseguiram Com a eleição destas novas pes- que é a maior do concelho.
ver com clareza a política que soas surge a confiança, de que
estava a ser feita pela junta perde- elas sejam capazes de ouvirem os

Opinião

Jou: finalmente um novo rumo, uma nova esperança


De nada fizeram para dignificar filho da nossa terra, que gostasse to-me feliz com as gentes da
esta aldeia, as últimas lideranças desta aldeia e das pessoas que minha terra, que afinal mostraram
da Junta de Freguesia de Jou, nela vivem. Associação esta, que que são pessoas inteligentes, que
inclusive criaram uma associação nem se sabe se ainda existe e a não se deixam enganar e que não
ligada à agricultura que poderia onde se encontra a sua presiden- permitiram que o sol se tapasse
ter sido uma mais-valia para os te. com a peneira, abriram os olhos e
nossos agricultores e poderia ter Hoje sinto-me feliz, como a maio- destaparam-na no dia e hora cer-
sido mesmo, se tivessem colocado ria da população da freguesia, por ta.
alguém à frente dela que fosse ter acontecido esta mudança, sin- Cristina Serôdio

7
Especial - Autárquicas 09

Resultados da Assembleia de Freguesia de Jou (Junta de Freguesia)

GRÁFICO 1

mandatos

GRÁFICO 2

Fonte: Ministério da Justiça

Pela terceira vez, este ano, os bro. so e a alegria estavam estampa-


Jouenses foram exercer o seu O vento tomou uma nova direcção, dos no rosto de todos aqueles
direito de cidadãos, deslocaram-se aqui na freguesia de Jou, já há Jouenses que desejam um melhor
mais uma vez às urnas para votar muito que estava a soprar do mes- desenvolvimento da freguesia.
e pela segunda vez o Partido mo lado, agora foi tempo de dar a Ficaram para sempre estes resul-
Socialista saiu vencedor após ter oportunidade a outras vontades e tados que deram a maioria absolu-
acontecido o mesmo nas Eleições a novos rumos. ta aos candidatos do PS para a
Legislativas do dia 27 de Setem- Na noite de 11 de Outubro, o sorri- Junta de Freguesia.
8
Especial - Autárquicas 09

Resultados da Câmara Municipal na Freguesia de Jou


GRÁFICO 3

Resultados da Assembleia Municipal na Freguesia de Jou


GRÁFICO 4

Fonte: Ministério da Justiça

Para a Câmara Municipal de Murça conhecem, que sabem que podem tar no gráfico 3..
os Jouenses escolheram novamen- contar com ele, que já fez algumas Para a Assembleia Municipal, os
te para presidente o Dr. João Teixei- obras importantes na nossa fregue- jouenses escolheram também uma
ra. Como diz o velho ditado “em sia. pessoa conhecida, o Sr, Belmiro
equipa vencedora não se mexe”. As A votação na nossa freguesia para Vilela, actual Provedor da Santa
pessoas da nossa freguesia preferi- eleger o presidente da Câmara teve Casa da Misericórdia de Murça e ex
ram eleger um homem que eles já os resultados que podemos consul- -presidente da Câmara de Murça.

A Direcção da A.C.D.S.J. deseja a todos


Os associados e população em geral
votos de um Santo Natal e votos de um Novo Ano cheio de alegrias...

9
Leitores

Ficha técnica
Para uma alimentação saudável
É do conhecimento de todos nós, geral do estado fisiológico, ou seja a
que tudo aquilo que ingerimos se situação do corpo e das suas fun-
Boletim Informativo O Jouense nº 28 reflecte na nossa saúde, chegando ções vitais (se está em crescimento,
até a admitir-se que somos aquilo gravidez, 3ª idade…)
Propriedade:
Associação Cultural que comemos. De facto, diversas Finalmente, deixo algumas regras
Desportiva e Social de Jou doenças como a diabetes, obesida- gerais de amplo consenso para uma

Director: de, arteriosclerose, enfarte do mio- boa alimentação:


José Maria Costa cárdio e acidentes cérebro- • Beber pelo menos meio litro de
vasculares, podem ser evitadas se leite por dia, ingerindo cálcio;
Coordenação, paginação e grafismo:
: ao longo da vida levarmos um estilo • Incluir fruta pelo menos duas
Cristina Serôdio
de vida saudável que passa obrigato- vezes por dia, e produtos hortí-
Colaboradores da edição: riamente por bons hábitos alimenta- colas (couve, alface, cenou-
João Monteiro res. ra…) duas ou mais vezes por
J. Mata Fernandes
A roda dos alimentos encontra-se dia;
Direcção e administração: dividida em grupos com tamanhos • Consumir peixe pelo menos
A.C.D.S
diferentes, em que cada grupo reúne com igual frequência do que a
Estrada 314, Cimo de Vila
5090-076 Jou alimentos com propriedades nutricio- carne;
nais semelhantes, e os tamanhos • Consumir cereais pouco refina-
Telf. 259 539 114
especificam as porções diárias reco- dos, ou seja favorecendo os
Na Internet: mendadas. cereais integrais, que junta-
web: www.ojouense.web.pt
Uma alimentação equilibrada deve mente com as batatas devem
e-mail: infojouese@sapo.pt
ser completa, contendo uma quanti- ser a base da alimentação. O
Tiragem
dade de alimentos de modo a satis- açúcar deve ser reduzido;
250 exemplares
fazer as necessidades; contrabalan- • Consumir pelo menos duas
Distribuição gratuita çada, ou seja a quantidade de ali- vezes por semana legumino-

Próximo número
mentos deve ser compatível com o sas secas (feijões secos);
Março de 2010 peso; variada, contendo alimentos • Moderar o consumo de gordu-
dos principais grupos discriminados ras em geral.
(Publicação nos termos do nº 2
do artigo 9º da Lei nº 2/99 de 13 na roda dos alimentos, e dentro de •
de Janeiro)
cada grupo devem escolher-se os Estas simples recomendações, alia-
Publicação fundada em Janeiro alimentos com menor teor de açúcar das à actividade física, podem contri-
de 1999 e gordura; fraccionada, fazendo 4 a buir para o início de uma vida mais

Os textos publicados neste bole-


5 refeições por dia. Concisamente, a saudável.
tim informativo, podem expres- alimentação deve ser adaptada às
sar a opinião ou não desta publi-
cação. necessidades de cada um, visto que Sandra Freitas
Os artigos assinados, são da depende da dimensão do corpo, do (Eng. Alimentar)
responsabilidade dos seus auto-
res. género, da idade e de uma forma

10
Especial

Tradicionais Festas de Santa Isabel


Nos dias 24, 25 e 26 de Julho
decorreram as festas de Santa
Isabel, no santuário desta mesma
Santa.
No dia 24 (Sexta) houve a actua-
ção do grupo musical “ Sons da
Terra”. A noite encontrava-se fres-
quita e a população esteve pouco
presente e em pequeno número.
No dia seguinte pela parte da
manhã, houve a tradicional feira,
onde se realizou o concurso de
pecuária.
Durante a tarde foram entregues
os prémios aos vencedores do con-
curso, sendo atribuídos alguns dos
prémios a animais de Jou.
Em seguida, deu-se inicio à luta
dos galos, mas estes pareciam
que não eram a favor da violência, jovem. Foi um arraial com muita foi celebrada a Santa Missa, quan-
pois não estiveram com muita von- gente. Os últimos anos, foi o que do esta terminou foi efectuado o
tade de andarem à bulha um com teve mais gente, o tempo e o dia tradicional leilão.
o outro. Houve ainda chega de também o permitiram. À noite actuaram duas bandas,
Bois, estes tais como os galos, No dia 26 (Domingo), de manhã, Banda Marcial de Murça e Banda
também não quiseram guerra, não foi tempo de descansar e ganhar Musical do Briço, tendo-se seguido
se chegaram um outro e por isso forças para o grande percurso da a vez do grupo musical “Renova-
não se assistiu a grande espectá- procissão que se realizou na parte ção”.
culo. de tarde pelas 16h30m. Teve o Face a estas festividade os jouen-
O arraial começou com a actuação seu início na Igreja e rumou ao ses que se encontram espalhados
do grupo de cantares “ Mar de Santuário, composta por 14 ando- pelo mundo e pelo nosso país
Pedra”, que entusiasmou as pes- res, duas bandas de música, um regressaram, não quiseram deixar
soas menos jovens com as canti- grupo de bombos e por pessoas de estar presentes nesta que é a
gas tradicionais, de seguida que representaram as figuras bíbli- festa de todos nós.
actuou o grupo musical “Morangos cas. Após a chegada ao Santuário,
doces” que encantou a malta mais as pessoas recuperaram o fôlego e Cristina Serôdio

Descubra o prazer de ler um livro e aventura que é esfolhar uma revista


Tudo isto e muito mais na Biblioteca da Associação Cultural de Jou

11
Notícias

Semana Cultural em grande

A Associação Cultural, Desportiva e até porque o dia era de festa, tinha fizeram uma boa actuação.
Social de Jou realizou mais uma que se comemorar da melhor No quarto dia realizou-se uma ses-
Semana Cultural. Foi uma semana maneira com música, pois a músi- são de cinema, que não sendo um
que os jouenses apreciaram, mas ca é sinónimo de alegria, e este foi espectáculo muito habitual em
sobretudo os nossos emigrantes. um dia muito alegre. Jou, as pessoas aderiram muito
Esta foi uma semana, tal como o A segunda noite foi dedicada ao bem. O Filme escolhido foi
próprio nome indica, focada para a fado, uma forma de cantar tão par- “Mamamia”, tendo como caracte-
cultura, e decorreu entre o dia 31 ticular do nosso país. Estiveram rística a comédia.
de Julho e 6 de Agosto. presentes três fadistas de Vila No quinto e último dia, terminou
A semana cultural teve início com Real, que encantaram os amantes da melhor maneira com uma peça
a inauguração do edifício sede da do fado, foi um espectáculo bonito. de teatro, muito divertida, repre-
Associação, onde estiveram em Os presentes tiveram direito a um sentada pela companhia de teatro
peso os Jouenses para comemorar caldo verde, para aquecer já que a de Favaios. Foi uma semana cheia
este grande e vitorioso aconteci- noite, estava um pouco fria. de diversão e com bons momentos
mento, tendo sido inaugurado pelo No terceiro dia decorreu, durante a de cultura.
Sr. Ministro da Presidência Dr. Sil- tarde, um Festival de Folclore, com
va Pereira. os Ranchos de Sanfins do Douro e *Cristina Serôdio
Nesta primeira noite foi realizado de Vilarandelo. Assistiu-se a um
um baile, com um grupo musical, bom espectáculo, pois os ranchos

Associação cria atendimento online


Num mundo evoluído, com as tecnologias da comunicação, quer em tempo real com os serviços
novas tecnologias a terem um evoluir, tal como os tempos, por administrativos desta instituição,
papel importante e decisivo no isso criou o atendimento online. que estarão sempre prontos a
nosso quotidiano, permitindo uma Este atendimento destina-se a ajudar.
comunicação mais rápida e encur- todas as pessoas, principalmente Para fazê-lo basta ir ao site do
tar distâncias com todos aqueles aos sócios, para que a distância Jouense que é o seguinte:
que se encontram distante. entre eles, e a associação fique www.ojouense.web.pt e clicar no
A Associação Cultural Desportiva e mais reduzida. ícone quando este aparecer
Social de Jou não quer ficar perdi- Sempre que seja necessário algu- “verde”.*
da no tempo ao nível das novas ma informação, podem comunicar

12

Interesses relacionados