FEVEREIRO DE 2014

Intenções: Pedindo vocações para a Obra. Pela Escola de comunhão que começa dia 24.
01

Sáb
Sl 50(51)

02 Dom
03 Seg
04 Ter

Mc 5, 21-43

05 Qua

Mc 6, 1-6
Sta. Águeda

06 Qui

Mc 6, 7-13
S. Paulo Miki

07 Sex

Mc 6, 14-29

08 Sáb

Mc 6, 30-34
Sta. Bakhita

09 Dom
10 Seg
11 Ter

Mc 7, 1-13
N. Sra. de
Lourdes

12

Qua
Mc 7, 14-23

13

Quin
Mc 7, 24-30

14

Sex
Mc 7, 31-37
S. Cirilo e
Metódio
Sáb
Mc 8, 1-10

15

Dai-me de novo um espírito decidido. O sentimento de culpa e o arrependimento são duas coisas bem
diferentes. O sentimento de culpa gera medo, vergonha e torna a pessoa incapaz de recomeçar. Já o
arrependimento verdadeiro faz abraçar a dor, erguer a cabeça e seguir adiante. Não se entregue a
culpa, mas ao amor de Deus. Esse amor sempre renova as forças para sermos pessoas novas e decididas.
Apresentação de Jesus – “Meus olhos viram a vossa salvação.” (Lc 2, 22-40)

Palavra do mês – “Felizes os puros de coração, porque verão a Deus.” (Mt 5,8) – S. Brás.
Não tenhas medo. Basta ter fé. A mulher que era vista como “impura” e “doente” superou o medo e
acreditou. O chefe da sinagoga não parou diante do comentário das pessoas e acreditou. Na vida de cada
pessoa chegam momentos onde o medo quer dominar. Mesmo diante do nosso tremor e nosso medo Deus
é Amor e quer sanar nosso mal e nos livrar da morte. Siga o dia amando. O Amor vence o temor.
Jesus admirou-se com a falta de fé deles. Quantas vezes experimentamos a ação de Deus em nossa
vida? E mesmo assim muitas vezes duvidamos, questionamos e nos fechamos impedindo a ação dEle em
nós. Muitos milagres não acontecem porque não cremos em seu amor ou achamos que já o conhecemos
muito. O convite do Evangelho: Deixe que Deus haja em cada momento do seu dia e de sua vida.
Sacudir a poeira. O ressentimento e o ódio podem deixar em nós uma “poeira” que, com o passar do
tempo, faz muito mal. Lembre-se que nem todos aceitarão ou retribuirão o bem que você quer fazer.
Quem perdoa, quem recomeça e quem ama, é livre para seguir em frente e expulsar o mal de muitos
corações. Cuidado para não deixar que a poeira da indiferença ou da tristeza se acumule em sua vida. Se
algo não deu certo abrace a cruz, sorria e vá para frente. Carregar sujeira na alma não dá.
Agradar a Deus e não ao mundo. Quem ama procura o bem do outro. O egoísta faz somente para si.
Herodes, por causa do pecado, promete a “metade” de um reino. Jesus para nos dar o Reino “todo”,
morre na cruz. Herodes, para servir ao pecado, mata. João, para servir a Deus, dá a vida. Herodes é
dividido. Quem vive em Deus é inteiro. A ação egoísta gera morte. Os atos de amor geram vida. Tenha
coragem de romper com as decisões erradas enquanto é tempo. Vale bem mais fazer a vontade de Deus.
Ter compaixão. Não confunda compaixão com sentimentalismo. Ter compaixão é “sofrer junto”, fazer-se
um com a dor do outro. Lembre-se que cada pessoa, mesmo aquelas que são difíceis ou que nos
prejudicam possuem sofrimentos e precisam do amor de Deus. Para dar um passo assim é preciso
abandonar o julgamento, o preconceitos, indiferença ou mesmo perdoar. A compaixão é um ato fruto de
uma decisão. Jesus, mesmo no cansaço, decidiu amar. Sempre se pode fazer algo por quem sofre.
V D.T. C. – “Brilhe a vossa luz... para que vejam as vossas boas obras e louvem o vosso Pai...”(Mt 5,13-16)

Palavra do mês – “Felizes os puros de coração, porque verão a Deus.” (Mt 5,8) – Sta. Escolástica.
Viver a Palavra de Deus. Viver a Palavra não é simplesmente fazer coisas boas “no automático”. Ao
contrário, é viver as coisas comuns do dia motivados por uma Palavra da Escritura. Por isso não é positivo
somente ler este comentário sem ter lido antes o texto que está na Escritura. Tente hoje se lembrar da
proposta para o dia escrevendo em um papel, pedindo a alguém para te lembrar, ou de qualquer outra
forma. E quando surgir a situação para amar não perca tempo. A Palavra se vive em atos.
Ter coisas boas no coração. A conversão verdadeira muda atitudes internas e externas. Uma pessoa
que aprendeu a amar ajuda, partilha, não prejudica o outro, não engana, não cria confusão com fofocas,
supera a raiva... “alimentar-se” de intenções ruins adoece a pessoa. Quem é saudável pensa e faz o bem.
Que tal viver para amar? Em tudo, “por ti Jesus”. (Hoje: Nono ano da morte de Irmã Dorothy Stang).
Saber ser humilde. A humildade traz muitas graças. Talvez o maior mal na vida daquela mulher pagã
fosse a falta de humildade. Quando, diante de uma Palavra dura de Jesus ela se fez humilde, o milagre
aconteceu. Existem situações que parecem nos humilhar. Somos humilhados somente onde nos falta
capacidade de amar. A humildade é porta aberta para bem. Jesus na humildade nos abriu a eternidade.
Ele tem feito bem todas as coisas. Não é só “fazer o bem”. É preciso “fazer bem”. Você passa pela
recuperação? Faça bem. Tem um trabalho a ser feito? Faça bem. É hora de oração ou de descanso? Tem
um momento de convivência? Então... Quem faz pela metade ou malfeito acaba levando a vida pela
metade e mal feita. Faça para amar Jesus presente em você e nos outros. O Amor sempre faz bem...
Distribuir e Confiar. A palavra no Evangelho em grego ( parateinai) significa distribuir e confiar (sentido
de entrega). Não desanime diante dos desertos que aparecem ou quando lhe faltam coisas na vida e na
alma. Confie e distribua o que você tem de bom. Pode ser algo para doar, uma conversa de ânimo, um
sorriso, pedido de perdão ou uma experiência... Confie a Jesus o pouco que tem e permita que Ele
multiplique os dons para muitos. Deus, porque é amor, quer fazer milagres com o pouco que temos.

Cada pessoa ao seu modo quer ser feliz.(Mt 5. Mesmo se alguém está doente pode oferecer as suas orações e dores pelos irmãos. Qui Vivei em paz uns com os outros.org (português) Tg 4. Corte com tudo aquilo que rompe a paz em você e com os outros. para as meditações diárias dos jovens da Fazenda da Esperança. Ver as coisas com nitidez. Dê um nome à sua provação. 9-12 que vive se queixando dos outros e reclamando de tudo? Deus é rico. prejudica. Seja perseverante por causa da Palavra de Deus e não por causa da palavra humana. A cátedra é autoridade de.” (Mt 5. As dores e as dificuldades fazem parte da natureza humana. Quem ama experimenta a pureza de rir e se alegrar com a alegria que brota do céu. Precisamos nos unir na prática do bem.”( Mt 5.” Quem vive assim experimenta a ressurreição. explora ou quer se impor sobre os outros. Começa a ver os próprios dons e os dons dos outros. Quem diz sim ao Amor verdadeiro diz não á tentação de desistir. Nossa obra é o bem. Quem provoca. principalmente em atos concretos. Como no tempo de Jesus ninguém precisou mutilar o próprio corpo Mc 9.8) Aproximai-vos de Deus e Ele se aproximará de vós. É Jesus Abandonado a quem você pode abraçar.26 S. Algum comentário ou observação envie para Pe. por que nega o projeto redentor de Deus sobre a humanidade. Encontra a recuperação e a conversão quem reconhece a presença de Jesus em cada dor. Podemos hoje buscar o perdão de Deus e recomeçar a amar. na dificuldade e no abandono da cruz. Rejeitar a cruz de Jesus é atitude diabólica. Se for preciso recomece logo cedo. Eu quero você. você está aqui. Qua Quem não é contra nós é a nosso favor. evitar uma discussão desnecessária. Estes comentários são preparados.16 17 18 Dom 19 Quar Mc 8.Pedro Damião 22 Sáb Mt 16. mais que proibir e excluir vale amar. Precisamos aprender com Jesus a olhar mais para o bem que Mc 9 38-40 se faz que para os nomes ou grupos aos quais alguém pertence. ameaça. Sex Bem-aventurados os que perseveram. normalmente. faz fofocas. Quem foge da dor é esmagado por ela.focolare. Fé verdadeira se traduz em atos. 17-37) .” (Mt 5. Marcio no endereço amigosdapalavra@fazenda. No Evangelho. Porém. Viver em paz faz bem para todos. porque verão a Deus. Porém nem todos os modos levam a felicidade. Abraçar Jesus na dor. mas sim em vivermos nas promessas de Deus. rompe com a paz. Em cada situação de dor.org. começando por aqueles com quem vive. Junte-se àqueles que querem viver a Palavra e partilha-las. Pedro 23 Dom 24 Seg 25 Ter 27 28 Palavra do mês – “Felizes os puros de coração. Vê o que é positivo. 41-50 para segui-lo podemos concluir que Ele fala de cortes nas atitudes. Pedro ama e reconhece Jesus. divisora. 38-48) Palavra do mês – “Felizes os puros de coração.14-24. Persevere. Também se torna mais criativo para fazer o bem.13-19 Cátedra de S. de dificuldade repita: “Jesus. Vê a ação de Deus nos acontecimentos e as possibilidades para amar. 1-10 26 VI Domingo do Tempo Comum – “Seja o vosso ‘sim’ sim. A ressurreição brota da cruz. “Bem-aventurado” significa “feliz”. do Tempo Comum – “Amai os vossos inimigos e orai por aqueles que vos perseguem. mas não quer a cruz. Jesus fala da autoridade de “ligar” e “desligar”. e o vosso ‘não’ não”. no reconhecimento de Jesus como Salvador. Permanecer na unidade. Como pode ser feliz alguém Tg 5. VII D. Oferecer-se para ajudar num trabalho difícil. cada pessoa que recebeu a graça do Anuncio do Evangelho tem a autoridade para anunciar Deus Amor. Nossa felicidade não está nos juramentos ou promessas que fazemos a nós mesmos e aos outros. Quem encontra Jesus na dor ressuscita com Ele. em testemunho. Que tal fazer uma revisão sobre o “modo” como está vivendo? O riso e a alegria quando brotam do pecado é somente euforia. Não são os atos por si e nem somente um sentimento de fé. sem excluir quem se aproxima para viver essa proposta. Quem tem fé acredita no amor e se move para fazer o bem. 27-33 21 Sex Tg 2. É a capacidade de amar cada pessoa reconhecendo nela o próprio Jesus. misericordioso e compassivo. porque verão a Deus.8) Feliz quem suporta a provação. Quem ama é capaz de ver Jesus no outro. doar algo. Que Deus te dê bons olhos. Permanecer na unidade é mais que pensar igual. anunciar a verdade do Evangelho. Quem é tocado pela vida da Palavra enxerga a vida com mais clareza.br *A Palavra de vida do Mês (meditada por Chiara Lubich) encontra-se no site www. Quem aceita a vida em Jesus vai encontra-lo na dor. Na Igreja católica o Papa representa a figura de Pedro. 12-18 20 Quin Mc 8. A fé sem obras é morta. ser fiel são algumas atitudes. A recuperação verdadeira acontece no abraço a Jesus na cruz. 22-26 Seg Ter Tg 1. As provações surgem na vida de todos.