Você está na página 1de 21
Agência Nacional de Aviação Civil PORTARIA ANAC N° 1227/SIA, DE 30 DE JULHO DE 2010

Agência Nacional de Aviação Civil

PORTARIA ANAC N° 1227/SIA, DE 30 DE JULHO DE 2010.

Aprova a relação de documentos, os modelos e os prazos de análise dos processos autuados com base na Resolução nº 158, de 13 de julho de 2010.

O SUPERINTENDENTE DE INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA DA

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL – ANAC, no uso das competências que lhe confere o art. 41, incisos VIII, IX, X, XXVI e XXVII, do Regimento Interno, alterado pela Resolução nº 110, 15 de setembro de 2009,

RESOLVE:

Art. 1º Aprovar a relação de documentos e os modelos para instrução dos processos administrativos autuados com base nas disposições da Resolução nº 158, de 13 de julho de 2010:

I – Termo de responsabilidade, com previsão nos §§ 1º e 5º do art. 2º, na forma do Anexo I a esta Portaria;

II – Pedido de autorização prévia de construção de aeródromo ou de modificação

de suas características, com previsão no art. 4º, na forma do Anexo I a esta Portaria;

III – Notificação de término de obra, com previsão no art. 8º, na forma do Anexo

II a esta Portaria;

IV – Requerimento de inscrição ou atualização do cadastramento, com previsão

no inciso I, do § 2º do art. 12, na forma do Anexo III a esta Portaria;

V – Ficha cadastral, com previsão no inciso II, do § 2º do art. 12, na forma do

Anexo IV a esta Portaria;

VI – Desenhos técnicos necessários, com previsão no § 3º do art. 12, na forma do

Anexo IV a esta Portaria; VII – Solicitação de renovação da inscrição, com previsão no § 1º do art. 15, na forma do Anexo III a esta Portaria.

Parágrafo único. Os anexos de que trata este artigo encontram-se publicados no Boletim de Pessoal e Serviço - BPS desta Agência (endereço eletrônico www.anac.gov.br/transparencia/bps.asp) e igualmente disponível em sua página “Legislação” (endereço eletrônico www.anac.gov.br/legislacao), na rede mundial de computadores.

Art. 2º A Superintendência de Infraestrutura Aeroportuária – SIA concluirá em 90 (noventa) dias a análise de pedido de autorização prévia de construção de que trata o §5° do Art. 2° da Resolução nº 158, de 13 de julho de 2010.

Parágrafo único. Havendo necessidade de complementação de dados, atuações ou documentos que se façam necessários ao regular prosseguimento do feito e nas hipóteses do art. 4° da Resolução nº 158, de 13 de julho de 2010, sobresta-se o processo, com interrupção da contagem do prazo de análise.

Art. 3º A Superintendência de Infraestrutura Aeroportuária – SIA concluirá em 120 (cento e vinte) dias a análise de pedido de cadastramento de que trata a Seção II do Capítulo II da Resolução nº 158, de 13 de julho de 2010.

Agência Nacional de Aviação Civil §1° Havendo necessidade de complementação de dados, atuações ou documentos

Agência Nacional de Aviação Civil

§1° Havendo necessidade de complementação de dados, atuações ou documentos que se façam necessários ao regular prosseguimento do feito e nas hipóteses do art. 4° da Resolução nº 158, de 13 de julho de 2010, sobresta-se o processo, com interrupção da a contagem do prazo de análise.

§2° Nas hipóteses do parágrafo único do art. 13 e do §2° do art. 14 da Resolução nº 158, de 13 de julho de 2010, a Superintendência de Infraestrutura Aeroportuária – SIA fixará prazo não superior a 60 (sessenta) dias para que o interessado apresente a documentação pendente ou sane as discrepâncias identificadas.

Art. 4º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Marcelo Leandro Ferreira Superintendente

PUBLICADA NO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO, N° 146, S/1, P. 6, DE 2 DE AGOSTO DE 2010.

Agência Nacional de Aviação Civil ANEXO I da Portaria 1227/SIA, de 30 de julho de

Agência Nacional de Aviação Civil

ANEXO I da Portaria 1227/SIA, de 30 de julho de 2010

PEDIDO DE AUTORIZAÇÃO PRÉVIA PARA

CONSTRUÇÃO DE AERÓDROMO OU DE MODIFICAÇÃO DE SUAS CARACTERÍSTICAS

E

TERMO DE RESPONSABILIDADE

A

- OBJETIVO

 

Solicitação 01 - Modificação 02 - Construção inicial

93

- Código ANAC (preenchido pela ANAC)

94 - Código OACI (se existente)

B

- INTERESSADO

 

11

- Nome completo sem abreviaturas (preencher em letra de forma)

 

12 - Pessoa Jurídica 13 - Pessoa Natural (Física)

 

CNPJ ou CPF

 

Endereço para correspondência

 

15

- Logradouro

16

- Número

17 - Complemento

 

18

- CEP

19

- Cidade

 

20 - UF

21

- Telefone (DDD)

22

- Endereço eletrônico

31

- Nome do representante (preencher abaixo em letra de forma)

 

32

- CPF

Anexar o termo de outorga de poderes 41 - Contrato social 42 - Procuração 49- Outro. Especificar:

43 - Termo de preposição 44 - Contrato social

33

- Telefone (DDD)

34

- Endereço eletrônico

C

- OBJETO

 

04

- Denominação do aeródromo

 

Coordenadas (formato xxx°xxxx min xxxxx seg)

 

05

- Longitude:

W

06 - Latitude:

07 - Norte 08 - Sul

 

Uso 71 - Privado 72 - Público

Aeródrormo para 73 - aviões 74 - helicóptero

Auxílio navegação para operação

 

75 - VFR diurno 76 - VFR diurno/noturno

77 - IFR não precisão 78 - IFR precisão

 

79 – (reservado) 80 – (reservado)

Endereço do aeródromo

 

11- Logradouro

 

12

- Número

13

- Complemento

 

14

- CEP

15

- Cidade

16 - UF

Ato administrativo vigente no caso de aeródromo existente

 

31 - Portaria de registro 32 - Portaria de homologação

33 - Número

 

34 - Data

35 - DOU

Agência Nacional de Aviação Civil D – Interferência da obra pretendida   01 - Pista

Agência Nacional de Aviação Civil

D

– Interferência da obra pretendida

 

01 - Pista de pouso e decolagem 02 - Pista de táxi de aeronaves

03 - Pátio de aeronaves 04 - Edificações

05 - Acesso à área restrita 06 - Outro (especificar)

07

- Descrição sucinta da construção inicial ou modificação de características físicas requerida

#

 

601

 

602

 

603

 

604

 

605

 

606

 

607

 

608

E

– RESPONSABILIDADE TÉCNICA

 

Tipo da ART 01 - Projeto 02 - Projeto e Execução

03 – Número da ART

04 – Número do Registro do Profissional (CREA)

04

- Nome do Profissional

Especialidade do Profissional

 

05 - Eng. Infraestrutura Aeronáutica

06 - Eng. Civil

07 - Eng. Fortificação e Construção

08 - Eng. Elétrica

09 - Outra especialidade com competência para elaborar o projeto.

 

Qual?

F

– PREPARO

 

01

– Número de série da TFAC (anexar cópia)

02 – Data de recolhimento

03 – Banco

À Gerência de Engenharia de Infraestrutura Aeroportuária – GENG/SIA, da Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC.

O interessado qualificado no quadro B, eventualmente representado por seu bastante procurador, também acima qualificado, subscreve o presente pedido de autorização para execução de obra aeroportuária com o objetivo que declara no quadro A, com as interferências indicadas no quando D sobre o objeto especificado no quadro C.

Por fim, o interessado declara, para fins de obtenção da autorização para construção de aeródromo ou de modificação de suas características, que:

1. compromete-se a observar a regulamentação de segurança operacional e, quando

couber, de segurança da aviação civil contra atos de interferência ilícita, expedida pela

ANAC;

2. conhece e compromete-se a observar as normas técnicas de engenharia e operações de

aeródromo (Regulamentos Brasileiros da Aviação Civil da ANAC, em particular o RBAC 154 – Projeto de Aeródromos, e as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT);

Agência Nacional de Aviação Civil 3. não há nenhum impedimento de ordem patrimonial para a

Agência Nacional de Aviação Civil

3. não há nenhum impedimento de ordem patrimonial para a implantação do aeródromo

ou das modificações requeridas no local indicado;

4. na elaboração do projeto foram observadas as deliberação de outras entidades da

administração pública sobre a observância dos requisitos de licenciamento ambiental, de uso do solo e de zoneamento urbano, ou da observância dos condicionantes impostos pelo órgão responsável pelo controle do espaço aéreo;

5. está ciente de que a aprovação da construção ou modificação de aeródromo requer

análise prévia pelo Comando da Aeronáutica, sob o ponto de vista da segurança da navegação aérea, em conformidade com o disposto no inciso XXIX do art. 4° do Decreto nº 5.731, de 20

de março de 2006 e no art. 3° da Resolução n° 158 de 13 de julho de 2010, a qual se compromete a requerer;

6. manterá endereço para correspondência atualizado junto à ANAC;

7. compromete-se a notificar o término da obra de acordo com o art. 8° da Resolução nº

158, de 13 de julho de 2010;

8. está ciente das sanções aplicáveis no caso de descumprimento deste termo; e

9. assume inteira responsabilidade pelas informações aqui prestadas.

(local e data)

Requerente:

(assinatura, reconhecer firma) (nome por extenso) (CPF)

Responsável técnico:

(assinatura, reconhecer firma) (nome por extenso) (CPF)

Publicada no Boletim de Pessoal e Serviço – BPS, v. 5, n° 30 S (Edição Suplementar), de 2 de agosto de 2010.

Agência Nacional de Aviação Civil ANEXO II da Portaria 1227/SIA, de 30 de julho de

Agência Nacional de Aviação Civil

ANEXO II da Portaria 1227/SIA, de 30 de julho de 2010

NOTIFICAÇÃO DE TÉRMINO DE OBRA

A - INTERESSADO 03 – Interessado (preencher em letra de forma nome ou razão social)
A
- INTERESSADO
03
– Interessado (preencher em letra de forma nome ou razão social)
12 - Pessoa Jurídica
13 - Pessoa Natural (Física)
CNPJ ou CPF
Endereço para correspondência
04
– Logradouro
05
– Número
06 – Complemento
07
– CEP
08
– Cidade
09 – UF
16
- Telefone (DDD)
18
- Endereço eletrônico
10
– Representante
ou
11- Procurador (preencher abaixo o nome em letra de forma)
11
- CPF
12
- Telefone (DDD)
19 - Endereço eletrônico
B
- OBJETO
04
- Denominação do aeródromo
Coordenadas (formato xxx°xxxx min xxxxx seg)
05
- Longitude:
W
06 - Latitude:
07 - Norte
08 - Sul
Uso
71 - Privado
72 - Público
Aeródrormo para
73 - aviões
74 - helicóptero
Auxílio navegação para operação
75 - VFR diurno
76 - VFR diurno/noturno
77 - IFR não precisão
78 - IFR precisão
79 – (reservado)
80 – (reservado)
Endereço do aeródromo
11- Logradouro
12
- Número
13
- Complemento
14
- CEP
15
- Cidade
16 - UF
Processo de Autorização de Construção ou Modificação
31
- Número do processo
33 - Número do ofício de autorização
35 - Data ofício de autorização
C
– RESPONSABILIDADE TÉCNICA
Tipo da ART
01 - Execução
02 - Projeto e Execução
03 – Número da ART
04 – Número do Registro do Profissional (CREA)
04
- Nome do Profissional
Especialidade do Profissional
05 - Eng. Infraestrutura Aeronáutica
06 - Eng. Civil
07 - Eng. Fortificação e Construção
08 - Eng. Elétrica
09 - Outra especialidade com competência para executar a obra.
Qual?
Agência Nacional de Aviação Civil À Gerência de Engenharia de Infraestrutura Aeroportuária – GENG/SIA, da

Agência Nacional de Aviação Civil

À

Gerência de Engenharia de Infraestrutura Aeroportuária – GENG/SIA, da Agência Nacional

de

Aviação Civil – ANAC.

O

interessado qualificado no quadro A, eventualmente representado por seu bastante procurador,

também acima qualificado, observado o disposto no Capítulo I da Resolução 158 de 13 de julho

de 2010, notifica ter encerrado as obras previamente autorizadas pela ANAC, segundo decisão

nos autos do processo indicado no quadro B, e que o aeródromo foi construído ou teve suas características físicas modificadas, conforme os dados ali contidos e na forma da autorização para tal.

O interessado informa ainda que a ART referente à execução da obra, seu comprovante de

quitação e de registro junto ao CREA, discriminada no quadro C, serão encaminhados à ANAC quando do pedido de inscrição ou atualização do cadastro do aeródromo.

Declara-se ter ciência de que a abertura ao tráfego do aeródromo ou das suas modificações somente ocorrerá após o devido processo de inscrição ou de atualização no cadastro de aeródromos.

Reitera-se o compromisso de manter endereço para correspondência atualizado junto à ANAC, e assume-se inteira responsabilidade pelas informações aqui prestadas.

(local e data)

Requerente:

(assinatura, reconhecer firma) (nome por extenso) (CPF)

Publicada no Boletim de Pessoal e Serviço – BPS, v. 5, n° 30 S (Edição Suplementar), de 2 de agosto de

2010.

Agência Nacional de Aviação Civil ANEXO III da Portaria 1227/SIA, de 30 de julho de

Agência Nacional de Aviação Civil

ANEXO III da Portaria 1227/SIA, de 30 de julho de 2010

REQUERIMENTO DE INSCRIÇÃO OU ATUALIZAÇÃO OU RENOVAÇÃO NO CADASTRO DE AERÓDROMOS

A

- OBJETIVO

 

Solicitação 01 - Inscrição 02 - Alteração

 

93 - Código ANAC (preenchido pela ANAC)

94 - Código OACI (se existente)

03 - Exclusão 04 - Renovação

61

- Denominação do aeródromo

 

Tipo de Uso:

 

63 - Público

65 - Privado

B

- INTERESSADO

 

11

- Nome completo sem abreviaturas (preencher em letra de forma)

 

21 - Proprietário

 

23 – Operador do aeródromo

25 – Conveniado (Estado ou Município)

12 - Pessoa Jurídica 13 - Pessoa Natural (Física)

 

CNPJ ou CPF

 

Endereço para correspondência

 

15

- Logradouro

16

- Número

17 - Complemento

 

18

- CEP

19 - Cidade

 

20 - UF

21

- Telefone (DDD)

22

- Endereço eletrônico

31

- Nome do representante (preencher abaixo em letra de forma)

 

32

- CPF

Anexar o termo de outorga de poderes

 
 

41 - Contrato social 42 - Procuração

43 - Termo de preposição 44 - Contrato de prestação de serviços, com poderes de representação

49- Outro. Especificar:

33

- Telefone (DDD)

34

- Endereço eletrônico

C

- INFORMAÇÕES DO AERÓDROMO

 

Coordenadas (formato xxx°xxxx min xxxxx seg)

 

05

- Longitude:

 

W

06 - Latitude:

07 - Norte 08 - Sul

Endereço do aeródromo

 

11- Logradouro

 

12

- Número

13

- Complemento

 

14

- CEP

15

- Cidade

16 - UF

Processo de Autorização de Construção ou Modificação

 

31

- Número do processo

33 - Número do ofício de autorização

35 - Data ofício de autorização

À Gerência de Engenharia de Infraestrutura Aeroportuária – GENG/SIA, da Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC.

O interessado qualificado no quadro B, eventualmente representado por seu bastante procurador, também acima qualificado, requer o atendimento da solicitação indicada no quadro A, de acordo com o disposto no Capítulo II da Resolução 158 de 13 de julho de 2010.

Encaminha-se, anexo a este requerimento, os documentos abaixo relacionados:

Agência Nacional de Aviação Civil a) Análise do Comando da Aeronáutica, sob o ponto de

Agência Nacional de Aviação Civil

a) Análise do Comando da Aeronáutica, sob o ponto de vista da segurança da navegação aérea, com parecer favorável à abertura ao tráfego;

b) Ficha cadastral;

c) Desenhos técnicos que representam a configuração anterior e a alteração que se pretende cadastrar, no caso do disposto no §3º do Art. 12 da Resolução 158 de 14 de julho de 2010.

Por fim, declara-se que:

1. não há nenhum impedimento de ordem patrimonial para a operação do aeródromo ou

das modificações requeridas na área proposta;

2. no caso de aeródromo privado, suas características e as condições da sua área de

entorno permitem a operação das aeronaves que estarão autorizadas a utilizá-lo, de forma segura, em conformidade com os seus respectivos manuais de voo;

3. no caso de aeródromo privado, ter ciência de que a operação no aeródromo poderá

sofrer restrições ou ter sua inscrição no cadastro cancelada caso venham a serem implantadas edificações ou outras estruturas que interfiram nos gabaritos dos Planos de Zona de Proteção

ou de Zoneamento de Ruído;

4. não há impedimentos quanto ao cumprimento das deliberação de outras entidades da

administração pública sobre a observância dos requisitos de licenciamento ambiental, de uso

do solo e de zoneamento urbano, ou da observância dos condicionantes impostos pelo órgão responsável pelo controle do espaço aéreo.

5. ter ciência de que a operação no aeródromo estará condicionada à prévia autorização

de tráfego emanada pelo órgão de controle do tráfego aéreo;

6. compromete-se a manter os dados do aeródromo atualizados junto à ANAC, inclusive

quando houver transferência de responsabilidade pelas informações fornecidas; e,

7. assume-se inteira responsabilidade pelas informações aqui prestadas.

(local e data)

Requerente:

(assinatura, reconhecer firma) (nome por extenso) (CPF)

Publicada no Boletim de Pessoal e Serviço – BPS, v. 5, n° 30 S (Edição Suplementar), de 2 de agosto de 2010.

Agência Nacional de Aviação Civil ANEXO IV da Portaria 1227/SIA, de 30 de julho de

Agência Nacional de Aviação Civil

ANEXO IV da Portaria 1227/SIA, de 30 de julho de 2010

FICHA CADASTRAL

INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO

 

Geral

1.

Preencher, datar e assinar todas as folhas que entregar.

2.

Entregar 2 (duas) vias impressas.

3.

Se possível, para facilitar a análise, solicita-se a entrega da ficha cadastral gravada em mídia removível (CD ou pen) no formato “rich text format - rtf”.

4.

Nos campos que tiverem a indicação “Planta Número (

)”, deve ser aposta a numeração da planta, conforme o

carimbo.

5.

A ficha cadastral para solicitação de alteração do cadastro do aeródromo deverá trazer apenas os campos referentes aos itens atualizados devem ser preenchidos, acompanhado das plantas correspondentes, quando cabíveis.

6.

Os elementos e fichas assinalados com “*” (asterisco) são de preenchimento obrigatório para os aeródromos públicos.

Plantas

7.

As plantas devem apresentar, no mínimo, os elementos constantes na seção com a indicação “Planta Número (

)”.

8.

Devem ser entregues plantas, no mínimo, que representem a configuração do sistema de pistas, a sinalização horizontal, a sinalização vertical e a sinalização luminosa, quando cabível.

9.

Todas as plantas devem apresentar norte magnético e verdadeiro, escala, cotas, data de elaboração, assinatura do responsável e indicação do limite patrimonial, quando cabível.

10.

Solicita-se especial atenção ao contido no art. 12, § 3º, da Resolução nº 158, de 13 de julho de 2010, quanto a obrigatoriedade de envio de desenhos técnicos.

Agência Nacional de Aviação Civil ELEMENTO DADOS FICHA IV - AERÓDROMO A. CARACTERÍSTICAS GERAIS DO

Agência Nacional de Aviação Civil

ELEMENTO DADOS FICHA IV - AERÓDROMO A. CARACTERÍSTICAS GERAIS DO AERÓDROMO 01 - Nome oficial
ELEMENTO
DADOS
FICHA IV - AERÓDROMO
A.
CARACTERÍSTICAS GERAIS DO AERÓDROMO
01
- Nome oficial
02
- Código OACI
03
– (reservado)
04
- Código ANAC
05
- Tipo de Uso
(
) Público
(
) Privado
06
- Localidade principal servida pelo aeródromo*
07
- Direção a partir da localidade*
08
- Distância a partir da localidade*
09
- Tipo de operação
(
) VFR D
(
) VFR N
(
) IFR D
(
) IFR N
10
- Ponto de Referência do Aeródromo (coordenada geográfica)
11
- Altitude (m)
12
- Temperatura de referência (°C)
13
- Horário de funcionamento*
Endereço
14
- Tipo de Logradouro
15
- Nome do Logradouro
16
- Número
17
- Complemento
18
- Bairro
19
- Cidade
20
- UF
21
- CEP
22
- Caixa Postal
B.
DADOS DO PROPRIETÁRIO
23
- Nome
24
- CPF/CNPJ
Endereço
25
- Tipo de Logradouro
26
- Nome do Logradouro
27
28
29
- Número
- Complemento
- Bairro
30
- Cidade
31
- UF
32
- CEP
33
- Caixa Postal
34
- Telefone
35
- Fax
36
- Email
C.
DADOS DO OPERADOR / EXPLORADOR
37
- Nome
38
- CPF/CNPJ
Endereço
39
- Tipo de Logradouro
40
- Nome do Logradouro
41
- Número
42
- Complemento
43
- Bairro
44
- Cidade
45
- UF
46
- CEP
47
- Caixa Postal
48
- Telefone
49
- Fax
50
- Email
D.
OUTRAS CARACTERÍSTICAS DO AERÓDROMO*
51
- Número de indicadores de direção de vento
52
- Indicadores de direção de vento iluminados
(
) Existente
(
) Não-existente
53
- Iluminação de emergência
(
) Existente
(
) Não-existente
54
- Farol do aeródromo
(
) Existente
(
) Não-existente
55
- Características
Agência Nacional de Aviação Civil 56 - Horário de funcionamento 57 - Coordenadas geográficas 58

Agência Nacional de Aviação Civil

56 - Horário de funcionamento 57 - Coordenadas geográficas 58 - Farol de identificação (
56 - Horário de funcionamento
57 - Coordenadas geográficas
58 - Farol de identificação
(
) Existente
(
) Não-existente
59 - Características
60 - Horário de funcionamento
61 - Coordenadas geográficas
62 - Radar de movimentação no solo
(
) Existente
(
) Não-existente
63 - Cerca patrimonial completa
(
) Existente
(
) Não-existente
64 - Cerca operacional completa
(
) Existente
(
) Não-existente
Planta Número (
) - Detalhar o sistema de Sinalização
Sinalização Vertical
Vertical em planta com indicação da localização dos painéis,
dimensões dos painéis e configuração dos painéis.
66 - Sinalização Vertical de instrução obrigatória
67 - Sinalização Vertical de informação
68 - Painéis frangíveis
(
) Existente
(
) Não-existente
(
) Existente
(
) Não-existente
(
) Sim
(
) Não
E. DEMAIS FICHAS
69 - Quantidade de Pistas de Pouso e Decolagem
70 - Quantidade de Helipontos
71 - Quantidade de Pistas de Táxi*
72 - Quantidade de Pátios*
Quantidade de Edificações*
73
- TPS
74
- TECA
75
- SCI
76
- PACI
77
- PAA
80
- Hangar
81
- Torre
82
- Outras
Agência Nacional de Aviação Civil FICHA IV.1 - PISTA DE POUSO E DECOLAGEM A. IDENTIFICAÇÃO

Agência Nacional de Aviação Civil

FICHA IV.1 - PISTA DE POUSO E DECOLAGEM A. IDENTIFICAÇÃO DA FICHA 01 - Nome
FICHA IV.1 - PISTA DE POUSO E DECOLAGEM
A.
IDENTIFICAÇÃO DA FICHA
01
- Nome do Aeródromo
02
- Código ANAC
03
- Número da Pista de Pouso e Decolagem
B.
DADOS GERAIS DA PISTA
Planta Número (
)*
04
05
- Designação
- Aeronave crítica de operação
06
- Comprimento (m)
07
- Largura (m)
08
- Natureza da superfície
09
- Resistência do pavimento (de acordo com regulamentação pertinente)
10
- Declividade longitudinal máxima (%)*
11
- Trecho 1 (primeiro quarto, mais próximo cabeceira à cabeceira de
menor numeração) *
12 - Trecho 2 (meio da pista) *
13 - Trecho 3 (último quarto, mais próximo cabeceira à cabeceira de maior
numeração) *
14 - Declividade transversal (%)*
15 - Acostamento*
(
) Sim
(
) Não
16 - Largura do acostamento (m) *
Faixa de pista de pista de pouso e decolagem*
17 - Comprimento (m)
18 - Largura (m)
(
) Existente Frangível
(
) Existente Não Frangível
19 - Objetos na faixa de pista
(
) Não existente
Faixa preparada*
20 - Comprimento (m)
21 - Largura (m)
22 - Declividade máxima (%)
Agência Nacional de Aviação Civil FICHA IV.1.1 - DETALHAMENTO DA CABECEIRA* A. IDENTIFICAÇÃO DA FICHA

Agência Nacional de Aviação Civil

FICHA IV.1.1 - DETALHAMENTO DA CABECEIRA* A. IDENTIFICAÇÃO DA FICHA 01 - Nome do Aeródromo
FICHA IV.1.1 - DETALHAMENTO DA CABECEIRA*
A.
IDENTIFICAÇÃO DA FICHA
01
- Nome do Aeródromo
02
- Código ANAC
03
- Número da Pista
B.
DADOS DA CABECEIRA DE MENOR VALOR
01
02
- Designação da Cabeceira
- Localização (coordenadas geográficas)
(
) Visual exclusivo
(
) IFR não precisão
03
- Categoria de aproximação
(
) IFR precisão CAT I
(
) IFR precisão CAT II
(
) IFR precisão CAT III
04
- Elevação (m), no caso de operação IFR
05
- Localização (coordenadas geográficas) da cabeceira deslocada, se
houver, no caso de operação IFR
06
- Elevação da cabeceira deslocada (m), se houver, no caso de
operação IFR
07
- TORA (m)
08
- TODA (m)
09
- ASDA (m)
10
- LDA (m)
11
- Runway End Safety Area (RESA)
- Comprimento (m)
- Largura (m)
(
) Existente
(
) Não existente
12
13
14
- Resistência (de acordo com a regulamentação pertinente )
15
- Objetos em área de segurança de fim de pista
(
) Existente
(
) Não existente
16
- Zonas Desimpedidas (clearways)
(
) Existente
(
) Não existente
17
- Comprimento (m)
18
- Largura (m)
19
- Objetos em zonas desimpedidas
(
) Existente
(
) Não existente
20
- Zonas de Parada (stopways)
(
) Existente
(
) Não existente
21
- Comprimento (m)
22
- Largura (m)
23
- Área de giro de pista de pouso e decolagem
(
) Existente
(
) Não Existente
24
- Sinalização horizontal
(
) Existente
(
) Não Existente
25
- Sistema de luzes
(
) Existente
(
) Não Existente
C.
DADOS DA CABECEIRA DE MAIOR VALOR
26
- Designação da Cabeceira
27
- Localização (coordenadas geográficas)
(
) Visual exclusivo
(
) IFR não precisão
28
- Categoria de aproximação
) IFR precisão CAT I
precisão CAT III
(
(
) IFR precisão CAT II
(
) IFR
29
- Elevação (m), no caso de operação IFR
30
- Localização (coordenadas geográficas) da cabeceira deslocada, se
houver, no caso de operação IFR
31
- Elevação da cabeceira deslocada (m), se houver, no caso de
operação IFR
32 - TORA (m)
33 - TODA (m)
34 - ASDA (m)
35 - LDA (m)
36 - Runway End Safety Area (RESA)
37 - Comprimento (m)
38 - Largura (m)
(
) Existente
(
) Não existente
39 - Resistência (de acordo com a regulamentação pertinente )
40 - Objetos em área de segurança de fim de pista
(
) Existente
(
) Não existente
41 - Zonas Desimpedidas (clearways)
(
) Existente
(
) Não existente
42 - Comprimento (m)
43 - Largura (m)
44 - Objetos em zonas desimpedidas
(
) Existente
(
) Não existente
45 - Zonas de Parada (stopways)
(
) Existente
(
) Não existente
46 - Comprimento (m)
47 - Largura (m)
48 - Área de giro de pista de pouso e decolagem
(
) Existente
(
) Não Existente
49 - Sinalização horizontal
(
) Existente
(
) Não Existente
50 - Sistema de luzes
(
) Existente
(
) Não Existente
Agência Nacional de Aviação Civil   FICHA IV.1.2 - SINALIZAÇÃO HORIZONTAL DE PISTA DE POUSO

Agência Nacional de Aviação Civil

 

FICHA IV.1.2 - SINALIZAÇÃO HORIZONTAL DE PISTA DE POUSO E DECOLAGEM*

 

A.

IDENTIFICAÇÃO DA FICHA

   

01

- Nome do Aeródromo

   

02

- Código ANAC

   

03

- Número da Pista

   

B.

CARACTERÍSTICAS DA SINALIZAÇÃO HORIZONTAL

 

Planta Número (

 

)

04

- Designação de pista de pouso e decolagem - Cabeceira

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

05

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

06

- Cabeceira deslocada

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

07

- Cabeceira (oposta)

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

08

- Cabeceira deslocada (oposta)

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

09

- Ponto de visada

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

10

- Zona de toque (contato)

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

11

- Zona de toque (contato)

 

(

) Padrão Básico

(

 

) Com codificação de distância

12

- Eixo de pista de pouso e decolagem

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

13

- Borda de pista de pouso e decolagem

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 
Agência Nacional de Aviação Civil   FICHA IV.1.3 - SINALIZAÇÃO LUMINOSA DE PISTA DE POUSO

Agência Nacional de Aviação Civil

 

FICHA IV.1.3 - SINALIZAÇÃO LUMINOSA DE PISTA DE POUSO E DECOLAGEM

 

A.

IDENTIFICAÇÃO DA FICHA

   

01

- Nome do Aeródromo

   

02

- Código ANAC

   

03

- Número da Pista

   

B.

CARACTERÍSTICAS DA SINALIZAÇÃO LUMINOSA

 

Planta Número (

 

)*

04

- Sistema de luzes de aproximação (menor cabeceira)

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

05

- Sistema de luzes de aproximação (menor cabeceira) – categoria

   

06

- Sistema de luzes de aproximação (maior cabeceira)

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

07

- Sistema de luzes de aproximação (maior cabeceira) – categoria

   

08

- Sistemas visuais indicadores de rampa de aproximação (menor

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

cabeceira)

   

09

- Sistemas visuais indicadores de rampa de aproximação (menor

 

(

) PAPI/APAPI/T

(

 

) VASIS/AT

(

) VASIS

cabeceira)

   

10

- Sistemas visuais indicadores de rampa de aproximação (maior

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

cabeceira)

   

11

- Sistemas visuais indicadores de rampa de aproximação (maior

 

(

) PAPI/APAPI/T

(

 

) VASIS/AT

(

) VASIS

cabeceira)

   

12 - Luzes de orientação de circulação

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

13 - Sistemas de luzes de orientação de pista de pouso e decolagem

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

14 - Luzes de identificação de cabeceira de pista

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

15 - Luzes de borda de pista de pouso e decolagem

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

16 - Luzes de cabeceira de pista e de barra lateral de pista

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

17 - Luzes de fim de pista

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

18 - Luzes de eixo de pista de pouso e decolagem

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

19 - Luzes de zona de toque

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

20 - Luzes indicadoras de pista de táxi de saída rápida

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 

21 - Luzes de zona de parada (stopways)

 

(

) Existente

(

) Não Existente

 
Agência Nacional de Aviação Civil FICHA IV.2 - HELIPONTO A. IDENTIFICAÇÃO DA FICHA 01 -

Agência Nacional de Aviação Civil

FICHA IV.2 - HELIPONTO A. IDENTIFICAÇÃO DA FICHA 01 - Nome do Aeródromo 02 -
FICHA IV.2 - HELIPONTO
A.
IDENTIFICAÇÃO DA FICHA
01
- Nome do Aeródromo
02
- Código ANAC
03
- Número do Heliponto
B.
CARACTERÍSTICAS DO HELIPONTO
04
- Tipo
(
) HLPN no solo
(
) HLPN elevado
05
- Natureza do piso
06
- Resistência do pavimento
07
- Formato da Área de Pouso
(
) Quadrado
(
) Retangular
(
) Circular
08
- Dimensões da Área de Pouso (1)
09
- Dimensões da Área de Pouso (2)
10
- Formato da Área de Toque
11
- Dimensões da Área de Toque (1)
12
- Dimensões da Área de Toque (2)
13
- Helicóptero de projeto
14
- Maior dimensão do helicóptero de projeto
15
- Peso máximo de decolagem do helicóptero de projeto
16
- Superfície de Aproximação (1)
17
- Superfície de Aproximação (2)
18
- Superfície de Aproximação (3)
19
- Superfície de Aproximação (4)
20
- Luzes indicadoras de Direção de Aproximação de Heliponto
(
) Existente
(
) Não Existente
21
- Luzes Indicadoras de Área de Toque Quadrada de Heliponto
(
) Existente
(
) Não Existente
22
- Luzes Indicadoras do Ângulo de Direção de Aproximação do
(
) Existente
(
) Não Existente
Heliponto
23 - Luzes de Barra de Parada
(
) Existente
(
) Não Existente
24 - Luzes de Limite de Área de Pouso de Heliponto
(
) Existente
(
) Não Existente
25 - Luzes de Obstáculo
(
) Existente
(
) Não Existente
Agência Nacional de Aviação Civil   FICHA IV.3 - PISTA DE TÁXI*   A. IDENTIFICAÇÃO

Agência Nacional de Aviação Civil

 

FICHA IV.3 - PISTA DE TÁXI*

 

A.

IDENTIFICAÇÃO DA FICHA

   

01

- Nome do Aeródromo

   

02

- Código ANAC

   

03

- Número da Pista de Táxi

   

B.

DADOS GERAIS DA PISTA DE TÁXI

 

Planta Número (

 

)

04

- Designação (nome)

   
 

(

) paralela completa

 

(

) paralela incompleta

05

- Tipo

(

) de saída

(

) de saída rápida

(

) de pátio

 

(

) de Acesso ao Estacionamento de Aeronaves

06

   

07

- Distância entre eixos da pista de pouso e decolagem (se paralela) - Largura (m) - Comprimento (m) - Maior aeronave a operar na pista de táxi

   

08

   

09

   

10

- Declividade longitudinal (%)

   

11

- Declividade transversal (%)

   

12

- Natureza da superfície

   

13

- Resistência (de acordo com regulamentação pertinente)

   

14

- Largura do acostamento (m)

   

15

- Largura da faixa de pista de táxi (m)

   

16

- Posição de espera de pista de pouso e decolagem

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

17

- Posição de intermediárias de espera

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

18

- Posição de espera em vias de serviço

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

C.

SINALIZAÇÃO HORIZONTAL DA PISTA DE TÁXI

 

Planta Número (

 

)

19

- Eixo de pista de táxi

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

20

- Borda de pista de táxi

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

21

- Posição de espera

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

22

- Posição intermediária de espera

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

23

- Ponto de teste de VOR

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

24

- Posição de Espera em Vias de Serviço

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

25

- Instrução Obrigatória

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

26

- Informação

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

D.

SINALIZAÇÃO LUMINOSA DA PISTA DE TÁXI

 

Planta Número (

 

)

27

- Luzes de eixo de táxi em pistas de pouso e decolagem

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

28

- Luzes de eixo de táxi

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

29

- Luzes de eixo de táxi em pistas de táxi de saída rápida

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

30

- Luzes de eixo de táxi em outras saídas de pistas de táxi

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

31

- Luzes de borda de pista de táxi

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

32

- Luzes de barras de parada

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

33

- Luzes de posições intermediárias de espera

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

34

- Luzes de proteção de pista de pouso e decolagem

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 

35

- Luz de posição de espera em via de serviço

 

(

) Existente

(

) Não-existente

 
Agência Nacional de Aviação Civil   FICHA IV.4 - PÁTIO*   A. IDENTIFICAÇÃO DA FICHA

Agência Nacional de Aviação Civil

 

FICHA IV.4 - PÁTIO*

 

A.

IDENTIFICAÇÃO DA FICHA

   

01

- Nome do Aeródromo

   

02

- Código ANAC

   

03

- Número do Pátio

   

B.

CARACTERÍSTICAS DO PÁTIO

 

Planta Número (

)

04

- Designação do pátio de aeronaves - Área do pátio (m2)

   

05

   

06

- Utilização principal do pátio

 

(

) internacional

(

) doméstico

(

) geral

(

) privado

 

07

- Número de posições de parada

   

08

- Natureza da superfície

   

09

- Resistência (de acordo com regulamentação pertinente)

   

C.

SINALIZAÇÃO HORIZONTAL E LUMINOSA DO SISTEMA DE PÁTIOS

Planta Número (

 

)

10

- Sinalização horizontal de posição de estacionamento de aeronaves

(

) Existente

(

) Não-existente

11

- Linhas de segurança de pátio de aeronaves

 

(

) Existente

(

) Não-existente

12

- Iluminação de pátios de aeronaves

 

(

) Existente

(

) Não-existente

13

- Sistema de orientação visual de estacionamento

 

(

) Existente

(

) Não-existente

14

- Sistema avançado de orientação visual de estacionamento

(

) Existente

(

) Não-existente

15

- Luzes de orientação de manobras de estacionamento de aeronaves

(

) Existente

(

) Não-existente

Agência Nacional de Aviação Civil   FICHA IV.4.1 - POSIÇÃO DE PARADA* A. IDENTIFICAÇÃO DA

Agência Nacional de Aviação Civil

 

FICHA IV.4.1 - POSIÇÃO DE PARADA*

A.

IDENTIFICAÇÃO DA FICHA

   

01

- Nome do Aeródromo

   

02

- Código ANAC

   

03

- Número do Pátio

   

B.

CARACTERÍSTICAS DA POSIÇÃO DE PARADA

   

04

   

05

- Número (ordem) da posição - Designador da posição - Coordenadas da posição

   

06

   

07

- Aeronave crítica de estacionamento

   

08

- Afastamento da posição em relação às posições adjacentes

   
Agência Nacional de Aviação Civil FICHA IV.5 - EDIFICAÇÃO* A. IDENTIFICAÇÃO DA FICHA 01 -

Agência Nacional de Aviação Civil

FICHA IV.5 - EDIFICAÇÃO* A. IDENTIFICAÇÃO DA FICHA 01 - Nome do Aeródromo 02 -
FICHA IV.5 - EDIFICAÇÃO*
A.
IDENTIFICAÇÃO DA FICHA
01
- Nome do Aeródromo
02
- Código ANAC
03
- Número da Edificação
B.
DADOS GERAIS DA EDIFICAÇÃO
(
) TPS
(
) TECA
(
) SCI
(
) PACI
(
) PAA
04
- Tipo de Edificação
(
) Hangar
(
) Torre
(
) Outros
05
06
- Categoria da SCI (caso seja SCI)
- Capacidade de armazenamento/tancagem (l) (caso seja PAA)
07
- Área (m2)
08
- Distância perpendicular ao eixo da pista de pouso mais próxima (m)
09
- Distância perpendicular à cabeceira de pista de pouso mais próxima
(m)
10 - Área em que se localiza, em relação ao Plano de Zona de Proteção
11 - Gabarito (m)
Administrador da edificação
12 - Nome
13 - CPF/CNPJ
Endereço
14 - Tipo de Logradouro
15 - Nome do Logradouro
16 - Número
17 - Complemento
18 - Bairro
19 - Cidade
20 - UF
21 - CEP
22 - Caixa Postal
23 - Telefone
24 - Fax
25 - Email

Publicada no Boletim de Pessoal e Serviço – BPS, v. 5, n° 30 S (Edição Suplementar), de 2 de agosto de

2010.